UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
INSTITUTO DE ARTES E COMUNICAÇÃO SOCIAL
Planejamento de Campanha
DO REI
Alunos: Beatriz Ma...
Histórico da marca:
A camiseteria surgiu em 2011, pelas mãos dos estudantes Isabel Sodré e
Fellipe Lima, ambos de São Gonç...
se entende o conceito de dogma como uma doutrina inflexível, imposta e ,
portanto, livre de contestação, pode-se dizer que...
surgimento da “nova classe média” (classe C) e o aumento do poder de
compra.
Diante deste cenário, o mercado religioso em ...
mostram que os jovens apoiam mudanças na Igreja Católica, o que significa
que se mostram mais adeptos a mudanças e novidad...
marcas. Portanto, um dos maiores desafios do marketing nas empresas está
também o de adaptar seus produtos e marcas a essa...
O gráfico abaixo ilustra a divisão religiosa de jovens no Brasil. Também é
possível verificar a presença deles e sua distr...
Neste cenário, entendemos que existe um grupo expressivo nas igrejas
que leva uma vida evangelista para além das portas do...
E é aqui que encaixamos as camiseterias, encarando a camiseta para
além de uma peça de consumo, como mais uma plataforma d...
Chico Rei
Chico Rei é o estúdio de criação que investe em design, moda e criatividade
para desenvolver produtos com person...
estampas são divididas nos seguintes temas: arte, brasilidade, café, cartoon,
cinema e séries, comida, consciência, ecolog...
A marca se mostra bem estruturada e sempre alinha suas colações a
mensagens de mudança, como é o exemplo da nova coleção “...
VIRÁ é uma camiseteria cristã cujo nome resultou da crença do retorno de
Jesus Cristo a Terra. A VIRÁ envolve tanto ilustr...
(Foto do Instagram / Símbolo da VIRÁ)
(Foto do Instagram)
Histórico Comunicacional
Porque estamos aqui?
A intenção é tradu...
diferencial de permitir ao target assumir sua ideologia sem perder a identidade
e seu senso de moda.
O que já foi feito?
A...
Problema:
A partir do levantamento do histórico comunicacional, percebe-se que o esforço
mais significativo é a participaç...
como o foco da marca é a plataforma online e como é nesta que o target se
encontra na maior parte do tempo, a divulgação d...
pode mesclar pequenas passagens reais, inspiradoras encenadas em
stopmotion, sem mencionar o nome verdadeiro de quem vivem...
Objetivo: O Instagram será criado para aproximar o público jovem e manter a
marca no cotidiano do consumidor. Além disso, ...
disso, quem tiver a frase mais compartilhada ganhará uma estampa que será
produzida e vendida na loja online.
Objetivo: Sa...
A Do Rei já investe R$ 810, em 54 unidades, quando produzem 3 estampas.
Sabendo que para produção de mais uma estampa a ma...
6 de Janeiro: A Do Rei coloca as melhores fotos para votação na fanpage.
6 de Janeiro a 10 de Janeiro: Prazo para votação....
Do rei2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Do rei2

595 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
595
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Do rei2

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTES E COMUNICAÇÃO SOCIAL Planejamento de Campanha DO REI Alunos: Beatriz Marques Camille Reis Gabriel Leal Laryssa Monteiro Vinicius Barrozo Niterói 2013
  2. 2. Histórico da marca: A camiseteria surgiu em 2011, pelas mãos dos estudantes Isabel Sodré e Fellipe Lima, ambos de São Gonçalo, Rio de Janeiro. Com o nome inicial de “Coisas do rei”, a marca possui o logotipo de uma coroa e atualmente é conhecida somente como “Do rei”. Do rei é uma camiseteria cristã, seus donos integram a igreja Bola de Neve, uma frente protestante pentecostal caracterizada pela informalidade e liberdade na discussão de seus dogmas. Os donos da camiseteria, Isabel e Felipe são estudantes e estão prestes a se formar. Felipe é designer e concebe a estampas, juntamente com Isabel que também trabalha com elaboração de projetos visuais, apesar de não levar seu curso de publicidade e propaganda para o viés da comunicação visual. Do rei é uma marca surgida em São Gonçalo, mas desde a fundação, suas vendas são majoritariamente online. As compras presenciais acontecem em eventos religiosos no Rio de Janeiro, Niterói e adjacências. O produto A Do rei comercializa camisetas masculinas e femininas, ecobags e canecas. Toda a produção é terceirizada, desde a compra da malha até impressão das estampas nos tecidos. A venda online é feita através do website tanlup, site que hospeda outras lojas online. Assim como as demais camiseterias, o consumidor escolhe os tamanhos, confere disponibilidade da peça e pode realizar toda a compra, inclusive com opções de parcelamento. Os preços variam de R$25,00 a R$38,00 reais. Sendo R$38,00 a masculina, R$35,00 a feminina e R$25,00 as ecobags e canecas. O principal diferencial do produto é seu conteúdo cristão, mas não no sentido gospel. Os fundadores da marca integram a frente da igreja Bola de Neve, conhecida pela ausência de dogmas, conexão com esportes radicais e liberdade na discussão de seus pressupostos. Esta frente protestante possui regras e tem a Bíblia como pilar na orientação de sua fé. No entanto, quando
  3. 3. se entende o conceito de dogma como uma doutrina inflexível, imposta e , portanto, livre de contestação, pode-se dizer que a Bola de Neve não possui dogmas em sua estrutura. Envoltos nessa atmosfera, a Do rei emerge como uma camiseteria que leva uma mensagem cristã positiva. Mas não na forma de um versículo da Bíblia extraído em sua totalidade e transposto para uma camiseta. A “Do rei” traduz esses conceitos em formas, palavras, frases e que originam as estampas. Devido ao alto custo de se montar um estande em eventos musicais religiosos, a marca realiza vendas presenciais desse tipo esporadicamente. O jeito mais fácil de adquirir o produto é por meio da loja online, como já citado acima. Posicionamento A Do rei é uma camiseteria de crente para não crente. Vende-se mais que uma camiseta com uma frase, vende-se uma mensagem cristã. Mercado Mercado Cristão O censo demográfico realizado em 2010, pelo IBGE, apontou que 64,6% dos brasileiros são católicos e cerca de 20% são protestantes (evangélicos tradicionais, pentecostais e neopentecostais). Com isso, podemos afirmar que a população brasileira é majoriatiamente Cristã. No entanto, quando analisamos os dados do censo percebemos uma mudança no perfil religioso dos brasileiros: o número de evangélicos aumentou 61% na última década. Segundo o coordenador de População e Indicadores Sociais do IBGE, Luís Antônio Pinto de Oliveira, “Esse movimento da diversidade que é muito próprio da sociedade brasileira se reflete sobre as religiões também, quer dizer, não temos mais uma igreja que seja absolutamente majoritária em todos os segmentos”. Neste movimento da sociedade, junto com as mudanças no cenário religioso, também houve mudanças no cenário econômico do país como, por exemplo, o
  4. 4. surgimento da “nova classe média” (classe C) e o aumento do poder de compra. Diante deste cenário, o mercado religioso em geral se desenvolveu e se sofisticou. Por exemplo, segundo Mário René, professor de Ciências do Consumo Aplicadas na ESPM o mercado gospel brasileiro movimenta estimados 12 bilhões por ano. Outro exemplo também é o mercado católico, que com vinda do Papa para a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro movimentou mais de 1,2 bilhões na economia do país. Mercado Gospel - Evangélico Como já foi dito anteriormente, o mercado gospel movimenta bilhões por ano no país. Mas ele possui características singulares, principalmente quando compreendemos que o consumo de artigos religiosos acontece para reforçar uma crença ou fé espiritual. Uma pesquisa feita pelo IBOPE, por exemplo, teve como resultado que 30% dos entrevistados são pouco ou nada ligados à religião, porém, quando considerados apenas os evangélicos, esse percentual recua para 10%. Assim, o vínculo e a prática em relação à religião se mostra mais forte entre os evangélicos, já que 78% declaram ser ligados à religião e praticarem com frequência, enquanto entre os católicos esse percentual é de 57%. Com isso, conclui-se que os evangélicos possuem um vínculo mais forte com a sua religião. Sabendo-se que o segmento de produtos cristãos é bilionário crescente, pode- se perceber que a maior parte deste mercado é destinada ao público evangélico. E a variedade de produtos e serviços faz crescer nichos cada vez mais específicos, como as camiseterias voltadas para este público. Oportunidades do mercado online no Brasil Sabendo-se que os jovens são maioria na internet e que 41% dos usuários de internet do Brasil são católicos, 18% evangélicos e 10% são ateus/agnósticos, é possível perceber a plataforma online como uma oportunidade para as marcas que tem cristãos como público-alvo. Pesquisas do IBOPE também
  5. 5. mostram que os jovens apoiam mudanças na Igreja Católica, o que significa que se mostram mais adeptos a mudanças e novidades. "Segundo o estudo, cada um dos 2,8 milhões de adolescentes e jovens adultos brasileiros que utilizam a Internet em suas residências dispõe de cerca de R$ 397 para gastar mensalmente, totalizando um potencial de consumo de mais de 1,1 bilhão de reais por mês", observa a diretora do IBOPE//NetRatings. Portanto, os internautas se tornam consumidores em potencial. De acordo com o último levantamento, 72% dos internautas já incorporaram às suas rotinas o hábito de navegar em sites de redes sociais, sobretudo para interagir com amigos, atualizar perfis e compartilhar fotos em sites como Orkut, Facebook, Twitter e LinkedIn. O Rio de Janeiro destacou-se nessas redes com o mais alto índice de penetração entre as áreas metropolitanas comparadas: quase 80% dos internautas cariocas afirmaram navegar em sites sociais. Entre as pessoas que usaram a internet nos últimos 30 dias, a divisão entre homens e mulheres é praticamente uniforme. Quando se trata das redes sociais, porém, o público feminino chega a 54%. Entre os homens internautas, 67% afirmaram frequentar sites sociais, enquanto entre as mulheres esse índice ficou em 77%. Crianças, adolescentes e jovens adultos são os grandes responsáveis pelo sucesso desses sites. Quanto mais jovem o internauta, maior é a probabilidade de encontrá-lo online em um site social. Logo, a marca que se mantém fixa também nas redes sociais tem maiores possibilidades de obter sucesso junto ao seu público-alvo jovem. Outro dado importante é a mudança da família brasileira, que se torna cada vez mais jovem e menos tradicional. O surgimento dos DINKS (Double Income No Kids), por exemplo, representa essa mudança. Os DINKS são aquela família mais individualista, com aspectos de extensão da juventude, otimismo, despreocupação. Pensando que muitos jovens de hoje em dia podem ser futuros DINKS, eles são de grande interesse para o mercado online já que usam a Internet para fazer compras e transações bancárias com frequência. Os DINKS também procuram uma maior identificação e envolvimento com as
  6. 6. marcas. Portanto, um dos maiores desafios do marketing nas empresas está também o de adaptar seus produtos e marcas a essa nova geração de Jovens Famílias que estão com as suas vidas na fase ápice de consumo e maior capacidade para consumir. No Brasil, o setor de moda almeja movimentar cerca de 129 bilhões de reais até o fim deste ano de 2013, segundo dados do IBOPE. Neste montante, as vendas online não estão excluídas, figurando uma fatia importante deste faturamento. Segundo pesquisa feita pelo site e-commercebrasil, desde 2011, o setor de Moda passou de décimo para sexto lugar, no número de vendas online. A produção de camisetas se destaca por ser um item de vestuário de larga aquisição e de grande sucesso entre os mais variados tipos de consumidores. Apesar de marcas maiores terem lançado as estampas em malhas baby look, visando o público feminino. Este, talvez seja um dos poucos segmentos em que os homens consomem mais que as mulheres. Target O target é AS, classes B e C e a faixa etária primária é 18-24 anos, a faixa etária secundária é 25-29 anos e a faixa etária terciária é 30-39 anos. Na última década foi possível observar que a reliogisidade dos jovens está mais ligada à fé do que à uma religião ou Igreja específica. Ele escolhe professar uma determinada religião por iniciativa própria, não por orientação familiar ou costume. Além do percentual jovem que se declara Cristão, existe outra categoria que se difunde entre esta faixa etária da população: os crentes (cristãos) sem religião. Para eles é mais importante ter fé do que seguir uma religião propriamente dita. Eles se identificam com a ideologia e as mensagens cristãs, mas sem estarem necessariamente ligados a uma religião específica como a igreja católica ou uma corrente evangélica.
  7. 7. O gráfico abaixo ilustra a divisão religiosa de jovens no Brasil. Também é possível verificar a presença deles e sua distribuição entre áreas urbanas e rurais. Como já foi dito, jovens apoiam mudanças na Igreja Católica, o que significa que se mostram mais adeptos a mudanças e novidades. O que vemos, portanto, é que a igreja vem se modernizando e está cada vez mais dinâmica. A Jornada Mundial da Juventude é um exemplo desse dinamismo que a Igreja Católica vem buscando. Já a Bola de Neve é um exemplo para as Igrejas Evangélicas por debater dogmas e buscar suporte no esporte e na música, aproximando os jovens da evangelização.
  8. 8. Neste cenário, entendemos que existe um grupo expressivo nas igrejas que leva uma vida evangelista para além das portas do templo, um grupo que „vive a palavra‟ e mantém a fé, sem deixar de explorar programas de entretenimento e interação. Estão nas faculdades, saem à noite e estão cada vez mais presentes no mundo, entendendo que “mundo” está para ser conquistado e não é só aquele lugar obscuro que a “igreja antiga” temia. Sem resistências estes jovens tem estilo. Estão ligados nas novas plataformas e as utilizam para se comunicar. Encontramos inúmeros blogs e páginas no Facebook, por exemplo, que servem como suporte para que os cristãos conversem entre si e dialoguem com o „mundo‟. Outro ponto que deve ser considerado é o fato de que as igrejas sempre exploraram as artes como forma de expressão e adoração, principalmente música e dança. Encontramos todo gênero musical dentro da categoria Gospel (“God Spell”), além de festivais e encontros „artísticos‟ cristãos. Isso também explica a mistura de estilos estéticos que encontramos nas igrejas. Vestir a fé é mais do que “ser diferente do mundo” é “ser diferente no mundo”. Diante disso é possível concluir que os jovens cristãos estão mesclados na vida civil, carregando consigo as “boas novas”, as palavras de salvação e conforto que absorvem nos cultos, missas e através da própria leitura dos evangelhos sagrados. Eles aproveitam ainda as oportunidades tecnológicas para publicar mensagens positivas que refletem seus estados de espírito.
  9. 9. E é aqui que encaixamos as camiseterias, encarando a camiseta para além de uma peça de consumo, como mais uma plataforma de expressão de identidade e personalidade. O jovem de identidade cristã está no mundo e disposto a vestir a sua fé, com certo descompromisso e de maneira um pouco mais estilizada. Concorrência Concorrência Indireta UseHuck A UseHuck nasceu em outubro de 2011, através de uma parceria entre a grife carioca Reserva com o apresentador de televisão Luciano Huck. A Huck se apresenta como uma marca democrática. A cada semana, novas estampas são criadas e disponibilizadas ao público. O conceito embutido nas camisetas está atrelado a entidades que defendem causas sociais e parte da renda é revertida para estas organizações como SOS Mata Altântica, Grupo Afroreggae e SUIPA. Há um ano, a UseHuck criou um cãozinho-mascote chamado Huckão, que ganhou o selo 4au, um sutil jogo de palavras com a expressão “for all”, em português “para todos”. A 4au é um braço da marca com produtos como camisas pólo, vestidos, casacos, entre outros produtos direcionados “para todos”. Os modelos são adquiridos através da plataforma online da marca, no seu site oficial que hospeda uma loja virtual. Há uma linha especial chamada “Camisetas do Bem” com estampas que representam mensagens positivas e de prática do bem para com o próximo. O público da UseHuck é jovem, “descolado” e preocupado com a sociabilidade. A UseHuck mantém comunicação com seu target através das redes sociais com página oficial no Facebook, Twitter, Instagram e Pintrest.
  10. 10. Chico Rei Chico Rei é o estúdio de criação que investe em design, moda e criatividade para desenvolver produtos com personalidade. A marca possui masculina, feminina, infantil e de inverno. Além disso, vende canecas e posters. As
  11. 11. estampas são divididas nos seguintes temas: arte, brasilidade, café, cartoon, cinema e séries, comida, consciência, ecologia, fotografia, futebol, games, geek, humor, keep calm, literatura, mundo, música, rock n‟ roll, thriller e tipografia. As camisas possuem doze opções de cores, seis tipos de gola e o tamanho vai do PP ao 3GG. Como pode-se perceber, as possiblidades de compra que a marca oferece para seu consumidor são diversas e, além disso, a Chico Rei se mantém presente no cotidiano do seu target de diversas formas. A camiseteria Chico Rei possui uma loja online, um blog e também se mantém presente nas redes sociais como Instagram, Facebook, Twitter, Tumblr e Youtube. Além disso, a marca possui um espaço em sua loja online para atendimento que é bastante eficiente e, também, um espaço para que o cliente se cadastre e receba notícias da marca, o que favorece a relação marca- cliente. Concorrência Direta WAD “Inspirar à mudança, encorajar o desafio, vestir a iniciativa de ser luz e a coragem de se opor à um sistema tão conformado.” – WAD WAD surgiu em meados de 2008, depois que seus criadores observaram e conversaram com várias pessoas em viagens pelo mundo. Como designers, estes viram no conceito de “thsirteria” a oportunidade de expor suas ideias e colocar nas estampas e outras “design stuff” mensagens que tem o intuito de motivar as pessoas a uma mudança que cruze a linha da utopia. Com isso, buscaram criar produtos que fossem mais do que “cool”, mas que pudessem inspirar e carregar uma mensagem positiva e desafiadora. O objetivo da marca, portanto, é vestir pessoas comuns integrando a ideia da “mudança de atitude” usando uma linguagem simples e global.
  12. 12. A marca se mostra bem estruturada e sempre alinha suas colações a mensagens de mudança, como é o exemplo da nova coleção “have faith”. As coleções são apresentadas ao consumidor através de um lookbook cool, criativo e inspirador. Camisas, bonés e acessórios fazem parte dos produtos da WAD. As estampas são diversas e sempre “brincam” com tipografia e símbolos diversos. A marca possui uma loja online e está presente também nas redes sociais Facebook e Twitter. Além disso, suas coleções sempre aparecem em diversos blogs de design, moda e arte, e a WAD também possui um “WAD Creative Studio”, onde expõe fotografias, ilustrações, produções e etc inspiradoras. VIRÁ
  13. 13. VIRÁ é uma camiseteria cristã cujo nome resultou da crença do retorno de Jesus Cristo a Terra. A VIRÁ envolve tanto ilustradores, designers, professores, publicitários e músicos, quanto pastores, empresários e missionários ou seja, a Virá é uma camiseteria em que pessoas comuns de diferentes estados e países estão envolvidos direta ou indiretamente. A VIRÁ possui linha feminina, masculina e kids. Além disso, possui categoria para lançamento, reprint e promoção em seu site. Isto aumenta a possibilidade de compra do cliente na VIRÁ Store. As estampas são diversas e brincam com símbolos atuais e frases tanto em inglês, quanto em português, fugindo, portanto, do que é mais encontrado em camisetas cristãs: versículos, prefácios, imagens sagradas e etc. As blusas podem ter gola redonda ou gola V e são confeccionadas em mais de uma cor. A VIRÁ Store se encontra presente tanto online através da loja online, email e das redes sociais twitter, Instagram e facebook, quanto presencialmente por revenda. Esta revenda acontece através da Igreja Bola de Neve em Curitiba/PR, Darash em Cabo Frio/RJ, Onda Dura em Joinville/SC e Missão Praia da Costa em Vila Velha/ES. O Facebook possui 7.074 likes, está atualizado e compartilha conteúdos jovens e descontraídos. No Instagram é possível encontrar fotos descoladas, como nas fotos abaixo. Já o Twitter é usado para ligar as redes sociais ao target e a conteúdos cristãos.
  14. 14. (Foto do Instagram / Símbolo da VIRÁ) (Foto do Instagram) Histórico Comunicacional Porque estamos aqui? A intenção é traduzir através de um plano de comunicação e ações táticas o diferencial da Do Rei. A ideia é que a marca seja enxergada pelo publico como uma grife de camisetas cristãs que vende mais do que estampas, tem o poder de unir mensagens positivas a um produto de qualidade oferecendo um estilo de design único, descontraído jovem e urbano. Ela terá o
  15. 15. diferencial de permitir ao target assumir sua ideologia sem perder a identidade e seu senso de moda. O que já foi feito? A Do Rei ainda não possui um plano de comunicação e um plano de marketing consolidados. Por isso foram realizadas apenas ações pontuais de comunicação, basicamente com objetivo de divulgar os produtos. A marca participou com estandes em eventos evangélicos de pequeno porte, como shows e cultos de igrejas da região de Niterói e São Gonçalo. Nestes eventos eram realizadas ações promocionais (sorteio de camisetas) e promoções com camisetas a preços reduzidos. Devido ao tamanho da equipe e da capacidade de investimento, essas ações regionais são o máximo que a marca suporta em participação de eventos. Outra ação de divulgação foi realizada pela banda Palavrantiga, cujos membros foram presenteados com adesivos da marca e atuaram como influenciadores de opinião quando utilizaram os produtos Do Rei e postaram fotografias deles em seu show. A fanpage do facebook é a única ação na qual é possível perceber um posicionamento institucional da marca atrelado à comunicação. Nesta plataforma a marca gera conteúdo ligado à cultura jovem em geral e conteúdo cristão, mas que fala de religião de um modo leve e com descontraído, reforçando sua ideologia. A marca também realiza sorteios de camisetas na fanpage. No entanto, é possível perceber que os posts não seguem uma ordem e o conteúdo é postado de maneira aleatória e sem frequência definida. A plataforma também direciona para o twitter e para a web store. “Mais que uma camiseta bacana e conceitual a Do Rei é a consciência da nossa missão como parte ativa e transformadora no Reino de Deus. O Céu é o Limite!”
  16. 16. Problema: A partir do levantamento do histórico comunicacional, percebe-se que o esforço mais significativo é a participação de eventos cristãos. No entanto, os eventos os quais a marca esteve presente atingiam poucas pessoas. Em torno de 300 pessoas, um número baixo em comparação ao número de jovens cristãos sem religião que a plataforma online, principal praça da marca, pode alcançar. Uma vez que a loja não possui a intenção de construir uma loja física, concentrar esforços de comunicação na venda on-line seria o mais adequado, Google adsense, por exemplo. E é justamente a comunicação online o problema apontado. A loja online é pouca atrativa, visualmente falando. A página no facebook não gera conteúdo suficiente e atrativo para o target. Dessa forma, a marca não cria relação com o cliente. A demora da criação das estampas e produção do produto, somada a forma, não atrativa da comunicação (foto simples do produto, layout com escolha de cores pouco atraentes no site e nas demais mídias sociais da marca) configuram o principal problema de comunicação, o que dificulta o posicionamento da marca como uma grife. Objetivo Sabendo-se da dificuldade que a marca possui em atrair consumidores devido ao seu problema de comunicação online e do fato da mesma não conseguir criar uma relação sólida com o cliente, dois objetivos foram traçados. O objetivo primário é aumentar a visibilidade e, consequentemente, as vendas em 4 meses. E o objetivo secundário é o aumento do “share of mind” em 70% entre os consumidores da marca e 40% entre os consumidores pertencentes ao nicho de camiseterias cristãs em 1 ano. Estratégia Visto que não há recurso para investimento devido à ausência de giro de caixa, o objetivo é reformular a loja online de forma que não gere custos. Além disso,
  17. 17. como o foco da marca é a plataforma online e como é nesta que o target se encontra na maior parte do tempo, a divulgação da camiseteria será feita na internet aproveitando a mudança na forma da mesma se comunicar com seu consumidor. Conceito: Positividade Fortalecendo a premissa que a marca vende mais que camisetas, vende uma mensagem cristã e amparando-se na passagem bíblica de Marcos que prega a expansão dos ideais de amor, o conceito se baseia na ideia de positividade. Um conceito que não se atrela a nenhuma igreja específica, uma mensagem positiva que atinge a todos os cristãos, praticantes ou não. Basta se cercar de bons sentimentos, talvez mais que isso, por em prática atitudes positivas em todas as frentes da vida ( trabalho, faculdade, emprego, estágio). Propagar estes sentimentos positivos é justamente anunciar a boa nova, como pregam as sagradas escrituras. Slogan: Vista sua fé. Ações Táticas Ação 1: Davi e Golias Conceito e Mecânica: A camiseteria produzirá um vídeo com apelo emocional de até um minuto que será exibido no Youtube. Recomenda-se produzir uma animação, ou stopmotion, pelo fato das técnicas se aproximarem do universo jovem. Dessa forma, é recomendável que a cartela de cores seja bem variada,com tons contrastantes, mas sem exageros. Esse cuidado com a escolha das cores na produção do vídeo também é um fator que vai gerar proximidade com o target, assim como a escolha da trilha, que tem por recomendação ser instrumental, afim de não impor rótulos de secular, gospel ou cristão. Sendo assim, o conteúdo do vídeo se dará por pequenas histórias de superação vividas por jovens que enfrentarem seus gigantes, assim como na passagem bíblica, onde Davi vence o gigante e se torna Rei de Israel. O vídeo deve ter apelo emocional e levantar a bandeira da positividade. O vídeo
  18. 18. pode mesclar pequenas passagens reais, inspiradoras encenadas em stopmotion, sem mencionar o nome verdadeiro de quem vivem a história e com locução em off. O video funcionará como um filme publicitário normal, apresentando o conceito e inaugurando a nova fase! Data: 16 de Setembro Mecânica: Compartilhamento nas redes sociais, facebook, twitter, home Page da loja online. De 16 de Setembro a 23 de Setembro. Compartilhamento de uma versão encurtada do vídeo. De 24 Setembro a 30 de Setembro. Do dia 01 de Outubro a 07 de Outubro. Voltar a compartilhar o vídeo completo. Promoção: Compartilhe o vídeo e ganhe desconto de 12% numa camiseta da loja online para o Natal. De 16 de Setembro a 07 de Outubro. Orçamento: - Aluguel de câmera DSLR para stopmotion: R$200,00 . Fornecedor sugerido: Tubarão 2000 Total: R$200,00 Sabendo-se que os donos da marca trabalham com Comunicação Visual, a ideia é aproveitar essa formação para baratear a ação. Portanto, a marca não precisaria contratar editor de vídeo. E, além disso, sabendo-se que a Isabel é estudante da UFF, a mesma pode usar o estúdio da Universidade para gravação e edição de áudio do off. Ação 2: Eu adoro o bem Mecânica: A plataforma utilizada aqui será o Instagram. Usuários da rede social deverão postar fotos do dia a dia nas ruas que traduzam a prática do bem ao outro. As fotos deverão conter a hastag #dorei remetendo a marca e ao "adorei". A pessoa que postar mais fotos com a prática do bem e com tal hastag ganhará uma camisa da marca.
  19. 19. Objetivo: O Instagram será criado para aproximar o público jovem e manter a marca no cotidiano do consumidor. Além disso, a criação de um perfil da marca no Instagram é importante porque esta é a principal rede social vinculada ao compartilhamento de imagens. Logo, esta ação tem o objetivo de impulsionar a comunicação online de forma que o publico se alinhe ao conceito da marca que é o de positividade, pensando no bem ao próximo. A premiação funcionará também como divulgação da marca porque a mesma pessoa que compartilhou fotos para adquirir a camisa depois postará foto usando a mesma. Isto possibilitará que novas pessoas conheçam a marca através de um conceito positivo e que os próprios consumidores interajam com a marca. Datas: 12 de Outubro: A ação será lançada nesta data porque é Dia da Criança e Dia de Nossa Senhora Aparecida, logo, é uma data que carrega um conceito de pensamento positivo, pureza, bondade e, além disso, um ótimo dia para promoções já que é uma data que tem grande visibilidade. 12 de Outubro ao dia 21 de Outubro: As pessoas terão 10 dias para postar as fotos. 22 de Outubro ao dia 28 de Outubro: Prazo para a marca divulgar o vencedor. 22 de Outubro ao dia 03 de Novembro: Prazo para a entrega do Prêmio. Orçamento: Produção da camisa: R$15,00 Ação 3: Conheça, Compartilhe e Coopere Mecânica: A marca iniciará a ação postando artes no Facebook com frases que tenham a ver com sua visão e valores como um teaser para a promoção. Depois a mesma irá divulgar a promoção convidando os internautas a comentarem no post as frases e os pensamentos que os inspiram. A partir
  20. 20. disso, quem tiver a frase mais compartilhada ganhará uma estampa que será produzida e vendida na loja online. Objetivo: Sabe-se que a marca só pode produzir três estampas por vez, mas, de acordo com a pesquisa feita pela própria marca, seus consumidores também sentem falta de novidades. Logo, a ação irá trazer novidade e, além disso, fará as pessoas conhecerem a marca através de seus valores, compartilharem tais valores e a cooperarem uns com os outros e com a própria marca visto que o compartilhamento irá gerar reconhecimento, proximidade e lucro com a nova estampa. Esta ação também iniciará a reformulação da forma de se comunicar com seu target. Prazo: 16 de Novembro: A marca começará a divulgar suas artes nesta data porque é Dia Internacional da Tolerância e os valores da DoRei são atrelados a positividade, respeito e, além disso, são valores que fogem da ideia de inflexibilidade das Igrejas em discutir certas crenças. 16 de Novembro a 24 de Novembro: Divulgação dos valores da marca no Facebook. 25 de Novembro: Divulgação da promoção aproveitando que é Segunda-feira e neste dia da semana as redes sociais recebem muitas visualizações. 25 de Novembro a 2 de Dezembro: Prazo para as pessoas postarem suas frases e convidarem seus amigos a compartilharem suas frases. 3 de Dezembro a 10 de Dezembro: Prazo para divulgação do vencedor. 3 de Dezembro a 22 de Dezembro: Prazo para produção da estampa e divulgá- la na loja online. O bom da divulgação próximo ao Natal é que a marca pode aproveitar o buzz que essa data traz para vender sua nova estampa. Orçamento:
  21. 21. A Do Rei já investe R$ 810, em 54 unidades, quando produzem 3 estampas. Sabendo que para produção de mais uma estampa a marca teria que investir aproximadamente R$1350 e a mesma não possui giro de caixa para isto, a ideia é manter o investimento atual mas tirar uma estampa antiga e colocar a nova por tempo limitado. Ação 4: Lookbook Do Rei Mecânica: Convidar através das redes sociais os consumidores a postarem fotos com a blusa da camiseteria colocando a hastag #DoRei. As melhores fotos serão postadas na fanpage da marca para que os internautas votem nas pessoas que deverão fazer parte do novo lookbook da loja online. As fotos mais votadas farão parte do novo lookbook Do Rei. Objetivo: O objetivo desta ação é reformular a loja online sem gerar custos e, além disso, criar uma comunicação com os consumidores da camisteria. Visto que antes dessa ação outras 3 já foram feitas, a marca já foi divulgada, suas redes sociais já foram acessadas e uma nova estampa já foi criada. Ou seja, a marca já possui mais proximidade com seu consumidor para convidá-lo a participar de uma ação “espontânea” e os consumidores já possuem a novidade da nova estampa como motivação para tirar fotos, principalmente o ganhador da promoção anterior. Prazo: 30 de Dezembro: Aproveitando que é véspera de Ano Novo e as pessoas tem em seus pensamentos a ideia de renovação, a Do Rei divulga a ação convidando seus jovens consumidores a vestir sua fé e fazer parte do lookbook Do Rei. 30 de Dezembro a 3 de Janeiro: Prazo para as postagens das fotos com a hastag #DoRei. O bom deste prazo é que a marca pode aproveitar as fotos que os internautas tiram na virada do ano e também incentivar os mesmos a vestirem a camisa Do Rei atrelando a ideia da positividade, da fé e da renovação. 4 de Janeiro e 5 de Janeiro: Prazo para escolher as melhores fotos.
  22. 22. 6 de Janeiro: A Do Rei coloca as melhores fotos para votação na fanpage. 6 de Janeiro a 10 de Janeiro: Prazo para votação. 11 de Janeiro e 13 de Janeiro: Prazo divulgação dos vencedores. 14 de Janeiro a 17 de Janeiro: Prazo para colocar as fotos na loja online. Orçamento: Sem custos. A ideia é aproveitar o formato da loja online e trocar as imagens das camisas que estão na mesma pelas novas fotos dos internautas. Vejamos o exemplo abaixo:

×