Pin Up Brechó

296 visualizações

Publicada em

Apresentação Pin Up.

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
296
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pin Up Brechó

  1. 1. Camila Calligaro, Marcella Trindade e Ricardo Almeida
  2. 2. Brechó Grandes Marcas Preço Justo A LOJA
  3. 3.  A marca é conhecida dentro do seu segmento de mercado  Possui um bom relacionamento off-line com os clientes  O espaço físico tem capacidade de absorver um aumento na demanda de vendas causado pela exposição nas mídias sociais  Possui produtos de qualidade REDES SOCIAIS
  4. 4.  Aparece pouco e de forma inexpressiva  As raras referências à marca aparecem apenas em divulgação de eventos maiores no qual participam também seus concorrentes COMENTÁRIOS NAS REDES
  5. 5.  Incentivar a comunicação e o diálogo entre o cliente e a marca  Estabelecer limites do que é tolerado e permitido  Dar à marca poderes de moderação CONTRATO COM CLIENTES
  6. 6.  Casa da Traça  Maria Sem-Vergonha  Me Gusta CONCORRENTES
  7. 7. CASA DA TRAÇA
  8. 8. CASA DA TRAÇA
  9. 9. MARIA SEM-VERGONHA
  10. 10. ME GUSTA
  11. 11. ME GUSTA
  12. 12.  Somente peças novas ou em estado de nova  Estoque composto por peças de grifes nacionais e internacionais  Vendedoras experientes em moda  Promove com regularidade, workshops de beleza, moda e saúde feminina  Contará com espaço para saúde e beleza DIFERENCIAL
  13. 13.  Facebook  Pinterest  Instagram  Youtube ONDE NOS ENCONTRAR
  14. 14. DESIGN NAS REDES
  15. 15.  Beleza  Moda feminina  Moda de brechó EDITORIAS
  16. 16.  Facebook Seg – Sex: 11hr e 23hr Sáb: 11h Dom: 22h  Pintrest 2x por semana  Instagram Seg – Sáb: ao menos 1x por dia Sempre que “novidades” acontecerem  Youtube Semanalmente, por meio do canal Feminíssima ESTRATÉGIA DE PUBLICAÇÃO
  17. 17.  Com treinamento, ressaltando a importância do engajamento e a divulgação para o sucesso da marca  Atribuir a tarefa de atualização das redes sociais à dona e mais uma outra funcionária, para que se crie a cultura do contato com o cliente e para que se cumpra os horários e modelos adequados de publicação ENGAJANDO COLABORADORES
  18. 18.  Através de dicas de beleza e vestuário, combinando cuidados com a pele e o corpo, harmonizando estilo com peças disponíveis na loja AJUDANDO NO COTIDIANO
  19. 19.  Identidade visual da loja segue um estilo limpo tendendo ao chique mas sem formalidade  Apesar do ar de requinte, o tratamento com o cliente é informal e bastante pessoal, muitos são conhecidos pelo nome e podem ligar para reservar alguma peça  A marca é levada para os clientes por meio de panfletos e sacolas personalizadas LINGUAGEM OFF-LINE
  20. 20.  Melhorar a interação da marca com seus clientes  Incluir adesivos nos provadores incentivando a selfie e o compartilhamento dom a hashtag da marca  Manter a pessoalidade do atendimento do off-line dentro do online  Tratar os clientes pelo nome, usando cumprimentos da linguagem coloquial como saudações DO OFF-LINE PARA O ONLINE
  21. 21.  Quando houver lançamentos de roupas novas, ou promoções a longo prazo, como em datas especiais, a marca impulsionará publicações para que mais pessoas tenham acesso ao conteúdo ANÚNCIOS ONLINE
  22. 22.  A marca não dispõem de recursos para investimento em social media ou empresa especializada e pode aproveitar o profissional que hoje cuida da edição e publicação de imagens, com um pequeno treinamento e aplicação de padrões e moldes pré definidos para a produção de conteúdo SOCIAL MEDIA?
  23. 23.  Contato com blogueiras da região, além de outras personalidades de influência em Porto Alegre, as quais serão convidadas para participar de eventos promovidos pela Pin Up, e que atuarão como modelos da loja EMBAIXADORES
  24. 24.  Usar um design gráfico clean, novo e padrão para a marca, que apresente diariamente peças de roupas disponíveis na loja com montagens de looks que atraiam as clientes  Mesclar postagens que mostram a qualidade e o status de uma peça ou a elegância de um look com postagens focadas em venda SUTILEZA NAS REDES
  25. 25.  Por meio da divulgação de produtos e engajamento dos clientes  Não haverá venda online direta tipo e- comerce VENDAS PELAS REDES
  26. 26.  Desconto para os clientes que curtirem e compartilharem o anúncio da peça que vão comprar  Os engajamentos que se converterem em venda podem resultar em convite para evento exclusivo na loja, apresentação de novas coleções, desfiles, workshops EXCLUSIVIDADE
  27. 27.  Distribuição nas ruas dos panfletos da marca  Panfletos incentivam o leitor a acessarem o site da marca, curtirem a fan page do Facebook, estimular o uso de postagens com a hashtag da marca  Mostram como encontrar a marca nas redes sociais, incluindo QRCode para facilitar o acesso ao site  Na loja, adesivos nos provadores informando como a marca pode ser encontrada nas redes sociais e incentivando as clientes a postarem selfies de seus looks no Instagram  Gravar vídeos dos eventos realizados pela marca para postagem no Facebook ESTRATÉGIA NAS REDES X OFF
  28. 28.  A loja terá um melhor engajamento com seus clientes nas redes sociais através de incentivo realizado pela própria loja  Criação de questionários de satisfação e opiniões dos clientes  Criação de um cadastro de clientes que proporcione contato via celular, e-mail CONVERSANDO COM CLIENTES
  29. 29.  Elaboração de manual interno de atendimento ao cliente  Um tom mais informal junto de uma clareza nas informações prestadas no online  Não haverá SAC  Sempre uma resposta e que esta não venha com muita demora, o que tem acontecido atualmente ATENDIMENTO AO CLIENTE
  30. 30. MONITORAMENTO DAS REDES cur.to  Agrega hashtags e traz resultados em tempo real do que é publicado nas redes sociais
  31. 31. MONITORAMENTO DAS REDES socialmention  Agrupa resultado da pesquisa por termos em redes sociais, sites de notícia, imagens, blogs  Exibe o percentual em relação ao sentimento, top users, top hashtags e palavras-chave
  32. 32. MONITORAMENTO DAS REDES Google Analytics  Fluxo de tráfego do site  Origem do tráfego  Páginas mais acessadas ...
  33. 33.  Análise profunda dos fatores que nos levaram a situação de crise  Mudar hábitos, readequar a marca, o produto ou a linguagem  Definiremos, então, prioridades e metas a serem alcançadas no curto, médio e longo prazo  Caso o problema seja relacionado a comunicação, todos os funcionários, mesmo os que não estiverem diretamente ligados ao atendimento ao cliente estarão preparados para solucionar as dúvidas  Reuniões periódicas com a equipe para avaliação de pontos positivos e lições aprendidas GESTÃO DE CRISES
  34. 34.  O relatório de ROI será baseado na medição do custo com a ação de divulgação versus a venda das peças divulgadas e também pelo aumento do número de visitas no site da marca vindas das redes sociais RELATÓRIOS DE ROI
  35. 35.  A empresa é de pequeno porte e conta com poucos funcionários. As questões que fogem ao cotidiano devem ser direcionadas à proprietária da marca que atua diariamente na loja. Na sua ausência, a gerente se torna referência para o fornecimento de informações FLUXO DE INFORMAÇÃO

×