SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
MAPA - Material de Avaliação Prática da Aprendizagem
Disciplina: ATIVIDADE 1 - HIST - GEOGRAFIA APLICADA A
HISTÓRIA - 52/2023
(44) 9-9985-9135
SE PREFERIR VAI ATÉ SEU WHATSAPP, CLICK EM CONFIGURAÇÕES, DEPOIS CLICK NO QR
CODE AO LADO DE SUA FOTO DE PERFIL, EM SEGUIDA ESCANEAR!
IPHONES DIRETO COM A CAMERA DO CELULAR!
ATIVIDADE 1 - HIST - GEOGRAFIA APLICADA A HISTÓRIA -
52/2023
QUESTÃO 1

Geografia e História - O resgate de lendas e o enfoque geográfico da
Natureza.
Leia os textos a seguir:
Texto 1:
“Reza a lenda que Pele, a deusa dos vulcões, foi exilada por seu pai, Kane Milohai
(criador do Céu e da Terra), por causa de seu temperamento forte e suas
constantes brigas com sua irmã Namakaokahai (a Deusa da Água). Pele, vagou
por diversos lugares até se estabilizar em Mauna Kea, isso pois a Deusa tinha o
hábito de criar sempre um vulcão por onde passava, mas sua irmã por rancor das
brigas e por Pele ter seduzido seu marido, sempre os afundava.
Em Mauna Kea, dizem que pode ver Pele nadando no incandescente da lava
alaranjada, onde a deusa reside até os dias atuais. Ela ainda tem o hábito de se
disfarçar entre os humanos como uma anciã, o que ocasionou um ditado no Havaí
“Cuidado com as idosas, pois uma delas pode ser a Deusa Pele!”. Na cultura pop,
Pele é muito bem representada no jogo de MOBA, Smite, com um design digno de
uma verdadeira Deusa dos Vulcões.”
Texto 2:
“Como é a mitologia Polinésia? - Recheada de elementos da natureza, sobretudo
do mar, já que a região é toda formada por ilhas. Os arquipélagos foram habitados
aos poucos, há cerca de 4 mil anos. Por isso, muitas lendas têm algumas
diferenças locais. O deus dos mares, por exemplo, chama-se Kanaloa no Havaí e
Tangaloa em Samoa e em Tonga. Os antigos polinésios acreditavam em
divindades e em um poder sobrenatural chamado mana, encontrado em pessoas,
árvores, pedras e lugares. Mandar bem em uma tarefa difícil significava ter uma
grande quantidade de mana. Já um local com muito mana era chamado tabu
(“lugar sagrado”) – o termo se internacionalizou e acabou parando inclusive no
nosso dicionário.”
Texto 3:
“Um dos 16 vulcões ativos no Peru, o Ubinas entrou em erupção em julho
passado, lançando cinzas a mais de 5 mil metros de altura e levando à evacuação
de milhares de pessoas em cidades próximas.
Se isso tivesse acontecido cinco séculos atrás, os incas provavelmente teriam
preparado oferendas humanas para apaziguar o vulcão, porque era costume,
tanto dessa civilização quanto de outras culturas pré-colombianas, fazer sacrifícios
de pessoas por causa de erupções. Nas últimas décadas, em meio à exploração
dos picos andinos mais importantes, arqueólogos encontraram plataformas de
sacrifício e, em muitas delas, evidências das oferendas humanas.”
Caros(as) alunos(as), boa parte da história da humanidade é marcada pela
ausência das ciências. Assim, os fenômenos naturais eram explicados a partir de
histórias, que expunham as crenças e a religiosidade dos povos do passado.
Como exemplo destes eventos, podemos citar as erupções vulcânicas, um evento
geológico extremo que atraia a admiração o medo da população, relegando tal
evento às suas divindades. Sobre este evento, observe o mapa abaixo:
Comparando o Mapa com os textos acima, perceba que existe uma correlação
entre o local de desenvolvimento das lendas sobre os vulcões e os locais no
planeta com grande concentração de vulcões. A partir disso, faça o que se pede:
1 – Você deverá apresentar, a partir de uma pesquisa, uma explicação
de povos antigos dessas regiões sobre a origem das erupções vulcânicas.
Na sequência, com o intuito de comparação, você deverá explicar, o motivo
da erupção de um vulcão, a partir de uma perspectiva científica. Não se
esqueça de referenciar ambos os textos.
2 – Na sequência, pesquise e explique o motivo de grande parte dos vulcões
do planeta estarem localizados no círculo de fogo do Pacífico (ou, Anel do
fogo do Pacífico) conforme mostra o mapa.

Mais conteúdo relacionado

Último

LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 

ATIVIDADE 1 - HIST - GEOGRAFIA APLICADA A HISTÓRIA - 52/2023

  • 1. MAPA - Material de Avaliação Prática da Aprendizagem Disciplina: ATIVIDADE 1 - HIST - GEOGRAFIA APLICADA A HISTÓRIA - 52/2023 (44) 9-9985-9135 SE PREFERIR VAI ATÉ SEU WHATSAPP, CLICK EM CONFIGURAÇÕES, DEPOIS CLICK NO QR CODE AO LADO DE SUA FOTO DE PERFIL, EM SEGUIDA ESCANEAR! IPHONES DIRETO COM A CAMERA DO CELULAR! ATIVIDADE 1 - HIST - GEOGRAFIA APLICADA A HISTÓRIA - 52/2023 QUESTÃO 1  Geografia e História - O resgate de lendas e o enfoque geográfico da Natureza. Leia os textos a seguir: Texto 1: “Reza a lenda que Pele, a deusa dos vulcões, foi exilada por seu pai, Kane Milohai (criador do Céu e da Terra), por causa de seu temperamento forte e suas
  • 2. constantes brigas com sua irmã Namakaokahai (a Deusa da Água). Pele, vagou por diversos lugares até se estabilizar em Mauna Kea, isso pois a Deusa tinha o hábito de criar sempre um vulcão por onde passava, mas sua irmã por rancor das brigas e por Pele ter seduzido seu marido, sempre os afundava. Em Mauna Kea, dizem que pode ver Pele nadando no incandescente da lava alaranjada, onde a deusa reside até os dias atuais. Ela ainda tem o hábito de se disfarçar entre os humanos como uma anciã, o que ocasionou um ditado no Havaí “Cuidado com as idosas, pois uma delas pode ser a Deusa Pele!”. Na cultura pop, Pele é muito bem representada no jogo de MOBA, Smite, com um design digno de uma verdadeira Deusa dos Vulcões.” Texto 2: “Como é a mitologia Polinésia? - Recheada de elementos da natureza, sobretudo do mar, já que a região é toda formada por ilhas. Os arquipélagos foram habitados aos poucos, há cerca de 4 mil anos. Por isso, muitas lendas têm algumas diferenças locais. O deus dos mares, por exemplo, chama-se Kanaloa no Havaí e Tangaloa em Samoa e em Tonga. Os antigos polinésios acreditavam em divindades e em um poder sobrenatural chamado mana, encontrado em pessoas, árvores, pedras e lugares. Mandar bem em uma tarefa difícil significava ter uma grande quantidade de mana. Já um local com muito mana era chamado tabu (“lugar sagrado”) – o termo se internacionalizou e acabou parando inclusive no nosso dicionário.” Texto 3: “Um dos 16 vulcões ativos no Peru, o Ubinas entrou em erupção em julho passado, lançando cinzas a mais de 5 mil metros de altura e levando à evacuação de milhares de pessoas em cidades próximas. Se isso tivesse acontecido cinco séculos atrás, os incas provavelmente teriam preparado oferendas humanas para apaziguar o vulcão, porque era costume, tanto dessa civilização quanto de outras culturas pré-colombianas, fazer sacrifícios de pessoas por causa de erupções. Nas últimas décadas, em meio à exploração dos picos andinos mais importantes, arqueólogos encontraram plataformas de sacrifício e, em muitas delas, evidências das oferendas humanas.” Caros(as) alunos(as), boa parte da história da humanidade é marcada pela ausência das ciências. Assim, os fenômenos naturais eram explicados a partir de histórias, que expunham as crenças e a religiosidade dos povos do passado. Como exemplo destes eventos, podemos citar as erupções vulcânicas, um evento geológico extremo que atraia a admiração o medo da população, relegando tal evento às suas divindades. Sobre este evento, observe o mapa abaixo:
  • 3. Comparando o Mapa com os textos acima, perceba que existe uma correlação entre o local de desenvolvimento das lendas sobre os vulcões e os locais no planeta com grande concentração de vulcões. A partir disso, faça o que se pede: 1 – Você deverá apresentar, a partir de uma pesquisa, uma explicação de povos antigos dessas regiões sobre a origem das erupções vulcânicas. Na sequência, com o intuito de comparação, você deverá explicar, o motivo da erupção de um vulcão, a partir de uma perspectiva científica. Não se esqueça de referenciar ambos os textos. 2 – Na sequência, pesquise e explique o motivo de grande parte dos vulcões do planeta estarem localizados no círculo de fogo do Pacífico (ou, Anel do fogo do Pacífico) conforme mostra o mapa.