SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 64
UNIDADE 1
Instruções
• Pergunta 1
0.2 em 0.2 pontos
A qual tipo de definição de cultura o texto abaixo da UNESCO (1989) se refere?
“... o conjunto de criações que emanam de uma comunidade cultural fundadas na tradição,
expressas por um grupo ou por indivíduos e que reconhecidamente respondem à expectativas
da comunidade enquanto expressão de sua identidade cultural e social; as normas e os
valores se transmitem oralmente, por imitação ou de outras maneiras. Suas formas
compreendem, entre outras, a língua, a literatura, a música, a dança, os jogos, a mitologia,
os rituais, os costumes, o artesanato, a arquitetura e outras artes” .
Resposta
Resposta Selecionada:
Cultura tradicional e popular;
Resposta Correta:
Cultura tradicional e popular;
Feedback da resposta: O conceito de cultura popular defendido pela UNESCO recomenda a
salvaguarda da cultura tradicional e popular (1989). Note a magnitude dessa definição.
• Pergunta 2
0.2 em 0.2 pontos
Complete o espaço vazio com o nome do conceito a que se refere o texto abaixo:
“Uma das mais evidentes dificuldades encontradas na compreensão e definição da
__________________ contemporânea tem origem na polissemia do conceito de Cultura, fato
que reflete nas mais diferentes abordagens utilizadas para a definição de
políticasinstitucionais de acautelamento, reconhecimento e promoção.” (BONETTI e RIBARIC,
2010)
Resposta Selecionada:
diversidade cultural;
Resposta Correta:
diversidade cultural;
• Pergunta 3
0.2 em 0.2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“O homem nasce livre, e por toda a parte encontra-se a ferros. O que se crê senhor dos
demais não deixa de ser mais escravo do que eles. Como adveio tal mudança? Ignoro-o. Que
poderá legitimá-la? Creio poder resolver esta questão.” (ROUSSEAU, J. J. Do Contrato Social.
Primeiro parágrafo do capítulo 1. Apud ABRÃO, 2004.).
Qual o nome do pensador que passou a ver na sociedade, dita civilizada, uma ausência total
de liberdade e nas sociedades ditas “simples” uma felicidade absoluta criando o conceito de
“Bom selvagem” para os habitantes do novo mundo?
Resposta
Resposta Selecionada:
Rousseau;
Resposta Correta:
Rousseau;
• Pergunta 4
0.2 em 0.2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“(...) Podem-se descobrir os outros em si mesmo, e perceber que não se é uma substância
homogênea, e radicalmente diferente de tudo o que é si mesmo; eu é um outro. Mas cada um
dos outros é um eu também, sujeito como eu. Somente meu ponto de vista, segundo o qual
todos estão lá e eu estou só aqui, pode realmente separá-los e distingui-los de mim. Posso
conceber os outros como uma abstração, como uma instância da configuração psíquica de
todo indivíduo, como o Outro, outro ou outrem em relação a mim.Ou então como um grupo
social concreto ao qual nós não pertencemos. Esse grupo, por sua vez, pode estar contido
numa sociedade: as mulheres para os homens, os ricos para os pobres, os loucos para os
“normais”. (...)”. (TODOROV, 1999:3).
Como se chama o termo usado ao longo da História, notadamente envolvendo a cultura
Greco-romana, para designar o incivilizado, aquele que não pertence a uma civilização, cuja
principal diferença era a fala?
Resposta
Resposta Selecionada:
bárbaro;
Resposta Correta:
bárbaro;
• Pergunta 5
0.2 em 0.2 pontos
Como vimos na Unidade 1, poucos conceitos possuem tantas definições como o de cultura e
consequentemente, o de diversidade cultural e o de cultura tradicional e popular. No Brasil,
na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados , foi proposto três eixos
sobre o qual a cultura popular brasileira deveria ser analisada. São eles:
Resposta
Resposta Selecionada:
O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às
dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da
cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada.
Resposta Correta:
O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às
dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da
cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada.
Admin
Site Admin
Mensagens: 49
Registrado em: Dom Out 07, 2012 8:42 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por Admin » Dom Out 14, 2012 11:15 pm
Pergunta 1 .0,2 em 0,2 pontos
Complete o espaço vazio com o nome do conceito a que se refere o texto abaixo:
“Uma das mais evidentes dificuldades encontradas na compreensão e definição da
__________________ contemporânea tem origem na polissemia do conceito de Cultura, fato
que reflete nas mais diferentes abordagens utilizadas para a definição de políticas
institucionais de acautelamento, reconhecimento e promoção.” (BONETTI e RIBARIC, 2010)
Resposta
Resposta Selecionada:
diversidade cultural;
Resposta Correta:
diversidade cultural;
Feedback da resposta: Poucos conceitos têm tantas definições quanto o conceito de cultura,
daí a grande dificuldade de entendermos e convivermos com a imensa diversidade cultural.
Como o conceito de cultura possui tantos usos e referem-se a muitos fenômenos, muitas vezes
essas definições se contradizem, anulando-se mutuamente como conceito com algum valor
explicativo.
. Pergunta 2 .0 em 0,2 pontos
Leia com atenção o texto abaixo:
“A idéia de Cultura como capital cognitivo está presente nas origens clássicas da cultura
ocidental, fundamento para a própria noção de modernidade (esclarecimento), base da
tradição evolucionista da antropologia do século XIX e ainda presente no senso comum da
cultura urbana. As sociedades da tradição são, neste sentido, compreendidas espécies de
somatórias de ausências ou incompletudes – sem família, sem religião, sem Estado,
sem economia, sem cultura. O conhecimento tradicional expresso em construções simbólica
de mitos, magias e práticas sociais, é concebido como caricatura deformada do conhecimento
racional e científico.” (BONETTI e RIBARIC, 2010).
Essa ideologia hegemônica “contaminou” o pensamento social brasileiro no séc. XIX. No
entanto, a partir do séc. XX, novas abordagens vão abandonar essa perspectiva eurocêntrica.
Qual o nome dessas abordagens que passam a orientar o conhecimento da diversidade cultural
valorizando as dimensões simbólicas e dinâmicas da cultura?
Resposta
Resposta Selecionada:
Positivistas
Resposta Correta:
Culturalistas
Feedback da resposta: Ideologia praticamente hegemônica no cenário conservador do
pensamento social brasileiro, contamina o positivismo e raciologia cientificista do século XIX,
influencando a obra dos teóricos da brasilidade como Gonçalves de Magalhães, Araripe Júnior,
Silvio Romero, Nina Rodrigues, Capistrano de Abreu e Euclides da Cunha, e orientando toda a
política indigenista brasileira desde a pacificação rondoniana até o assimilacionismo e
integracionismo da década de 1970. A partir do inicio do século XX, são elaboradas
abordagens conhecidas como culturalistas que abandonam procuram abandonar a perspectiva
eurocêntrica (relativismo cultural) e orientar o conhecimento da diversidade cultural do
presente através da pesquisa empírica descritiva, sobrevalorizando as dimensões simbólicas e
subjetivas das dinâmicas
culturais.
. Pergunta 3 .0,2 em 0,2 pontos
Leia com atenção as definições abaixo e responda a questão proposta:
. "tudo o que caracteriza uma população humana";
. "o conjunto de modos de ser, viver, pensar e falar de uma dada formação social";
. "todo conhecimento que uma sociedade tem de si mesma, sobre outras sociedades, sobre o
meio material em que vive e sobre sua própria existência";
.as formas de expressão simbólica desse conhecimento através das idéias, da construção de
objetos e das práticas rituais e artísticas”;
. "conjunto de características distintas, espirituais e materiais, intelectuais e afetivas, que
caracterizam uma sociedade ou um grupo social (...) engloba, além das artes e letras, os
modos de viver, os direitos fundamentais dos seres humanos, os sistemas de valor, as
tradições e as crenças"
Qual o nome do conceito que as afirmações acima definiram?
Resposta
Resposta Selecionada:
Cultura;
Resposta Correta:
Cultura;
Feedback da resposta: Todas as definições acima tratam de cultura, sendo a última a última a
referência da UNESCO (2001) para Patrimônio Cultural. São definições abrangentes que ao
mesmo tempo dizem respeito a tudo e nada.
. Pergunta 4 .0,2 em 0,2 pontos
Um dos principais conceitos da Antropologia considera o outro não como alguém superior ou
inferior, mas como detentor de uma cultura diferente da nossa, nem pior ou melhor, porém
diferente. O nome desse conceito é?
Resposta
Resposta Selecionada:
Alteridade;
Resposta Correta:
Alteridade;
Feedback da resposta: Desde os primórdios da Antropologia, a arcaica visão do outro
basicamente sempre oscilou entre duas grandes visões: ou o outro era uma “besta-fera”,
inferior e incivilizada, ou o contrário, um ser civilizado em sua inocência e pureza, uma
denúncia viva do estado de opressão que o europeu civilizado vivia. Tal dicotomia persistiu
até o início da Ciência Antropológica, quando esta finalmente percebe que o outro não é nem
um “selvagem”, um “bárbaro” ou um “civilizado”, mas apenas diferente. É essa a essência do
conceito de alteridade, o grande esteio da ciência que estuda as culturas, a diversidade
cultural e a identidade cultural.
. Pergunta 5 .0,2 em 0,2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“O homem nasce livre, e por toda a parte encontra-se a ferros. O que se crê senhor dos
demais não deixa de ser mais escravo do que eles. Como adveio tal mudança? Ignoro-o. Que
poderá legitimá-la? Creio poder resolver esta questão.” (ROUSSEAU, J. J. Do Contrato Social.
Primeiro parágrafo do capítulo 1. Apud ABRÃO, 2004.).
Qual o nome do pensador que passou a ver na sociedade, dita civilizada, uma ausência total
de liberdade e nas sociedades ditas “simples” uma felicidade absoluta criando o conceito de
“Bom selvagem” para os habitantes do novo mundo?
Resposta
Resposta Selecionada:
Rousseau;
Resposta Correta:
Rousseau;
Feedback da resposta: ROUSSEAU, em obras como “Do Contrato Social” e “Discurso sobre a
Origem e os Fundamentos da Desigualdade”, analisou de que maneira foi traçado o pacto
entre os homens para a saída do estado de natureza e inaugurar o estado civil. Em sua crítica
a sociedade repressiva européia, o outro passa a ser visto como “O Bom Selvagem”, aquele
ser puro, vivendo em um ambiente idílico, em harmonia com os seus e com a natureza, num
estado de tamanha pureza que lembra o paraíso na Terra.
Admin
Site Admin
Mensagens: 49
Registrado em: Dom Out 07, 2012 8:42 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por yugich » Seg Out 15, 2012 4:57 pm
Pergunta 1
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“Os outros, aqueles que são diferentes de nós e com os quais não nos identificamos, mas que
julgamos a partir de nós mesmos, ou seja, o que não conhecemos porém classificamos,
conceitos prévios de algo que não sabemos, a essência do preconceito (pré-conceito). Ao
classificar algo que não conhecemos, utilizamos parâmetros exclusivamente nossos, assim, se
chamamos alguém desconhecido de selvagem, de bárbaro, estamos na realidade falando de
nós mesmos, pois o outro certamente não possui nada do que erroneamente imaginamos,
estamos vendo-os pela primeira vez, daí talvez a origem dos conflitos culturais, pois sempre
achamos que nós, nossa cultura, é a correta, a escolhida, a que foi abençoada por Deus.”.
(BONETTI e RIBARIC, 2010).
A sociedade européia, ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico possui
segundo COPANS (1971) a reação instintiva de classificá-los como exóticos. Esse traço é o que
se chama em Antropologia de:
Resposta
Resposta Selecionada:
Culturalismo;
Resposta Correta: <-----------------------------------------------------------
Etnocentrismo;
Feedback da resposta:
Segundo COPANS, 1971:14) “A reacção instintiva do Ocidente face aos povos exóticos é o
etnocentrismo que implícita ou mesmo explicitamente, ajuíza das sociedades “não européias”
pelo modo europeu”.
yugich
Mensagens: 5
Registrado em: Seg Out 15, 2012 4:52 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por norevit7 » Qui Out 18, 2012 11:04 pm
Muitas vezes a descrição do outro atende a interesses distintos. Pode ser feita para legitimar
uma dominação tendo como objetivo a inferiorizar a cultura do outro. Mas também a
descrição do outro, de outra cultura pode servir de parâmetro para:
Resposta
Resposta Selecionada:
Buscar contradições em sua própria sociedade;
Resposta Correta:
Buscar contradições em sua própria sociedade;
Feedback da resposta:
A descrição do outro também pode atender a interesses distintos, com reações diferentes da
do espanto que tende a inferiorizar a outra cultura para legitimar, muitas vezes, uma ação de
dominação ou de afirmação etnocêntrica. Existem também aqueles que frente à diversidade,
buscam entender as contradições de sua própria sociedade, a fim de perceber que, na
verdade, o bárbaro é ele, a sua cultura, sua sociedade. Como disse MONTAIGNE no século XVI
em relação aos habitantes originais da América recém conquistada, admitindo que esses
podem ser chamados de “(... )bárbaros quanto às regras da razão, mas não quanto a nós
mesmos que os superamos em toda sorte de barbárie”. (Apud: LAPLANTINE, 1988
norevit7
Mensagens: 3
Registrado em: Qui Out 18, 2012 10:57 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
UNID. 1
por ivanmarx » Seg Mar 11, 2013 5:26 pm
Pergunta 1
0,2 em 0,2 pontos
A qual tipo de definição de cultura o texto abaixo da UNESCO (1989) se refere?
“... o conjunto de criações que emanam de uma comunidade cultural fundadas na tradição,
expressas por um grupo ou por indivíduos e que reconhecidamente respondem à expectativas
da comunidade enquanto expressão de sua identidade cultural e social; as normas e os valores
se transmitem oralmente, por imitação ou de outras maneiras. Suas formas compreendem,
entre outras, a língua, a literatura, a música, a dança, os jogos, a mitologia, os rituais, os
costumes, o artesanato, a arquitetura e outras artes” .
Resposta
Resposta Selecionada:
Cultura tradicional e popular;
Resposta Correta:
Cultura tradicional e popular;
Feedback da resposta:
O conceito de cultura popular defendido pela UNESCO recomenda a salvaguarda da cultura
tradicional e popular (1989). Note a magnitude dessa definição.
Pergunta 2
0,2 em 0,2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“Os outros, aqueles que são diferentes de nós e com os quais não nos identificamos, mas que
julgamos a partir de nós mesmos, ou seja, o que não conhecemos porém classificamos,
conceitos prévios de algo que não sabemos, a essência do preconceito (pré-conceito). Ao
classificar algo que não conhecemos, utilizamos parâmetros exclusivamente nossos, assim, se
chamamos alguém desconhecido de selvagem, de bárbaro, estamos na realidade falando de
nós mesmos, pois o outro certamente não possui nada do que erroneamente imaginamos,
estamos vendo-os pela primeira vez, daí talvez a origem dos conflitos culturais, pois sempre
achamos que nós, nossa cultura, é a correta, a escolhida, a que foi abençoada por Deus.”.
(BONETTI e RIBARIC, 2010).
A sociedade européia, ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico possui
segundo COPANS (1971) a reação instintiva de classificá-los como exóticos. Esse traço é o que
se chama em Antropologia de:
Resposta
Resposta Selecionada:
Etnocentrismo;
Resposta Correta:
Etnocentrismo;
Feedback da resposta:
Segundo COPANS, 1971:14) “A reacção instintiva do Ocidente face aos povos exóticos é o
etnocentrismo que implícita ou mesmo explicitamente, ajuíza das sociedades “não européias”
pelo modo europeu”.
Pergunta 3
0,2 em 0,2 pontos
Como vimos na Unidade 1, poucos conceitos possuem tantas definições como o de cultura e
consequentemente, o de diversidade cultural e o de cultura tradicional e popular. No Brasil,
na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados , foi proposto três eixos
sobre o qual a cultura popular brasileira deveria ser analisada. São eles:
Resposta
Resposta Selecionada:
O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às
dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da
cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada.
Resposta Correta:
O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às
dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da
cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada.
Feedback da resposta:
São 3 os pontos levantados pelo então Secretário Sergio Mamberti na IV Conferência de
Educação e Cultura na Câmara dos Deputados sobre políticas de cultura e diversidade do
governo brasileiro:
• O primeiro é o tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das
Culturas Populares. Há um reconhecimento do poder criativo do povo brasileiro na
incorporação de elementos populares como símbolos da Identidade Cultural Brasileira, tais
como o samba a feijoada ou carnaval. Porém, nunca houve um tratamento equilibrado entre
os incentivos às expressões das Cultural Populares (sejam as tradicionais ou as novas e
urbanas como o Hip-hop) e os mecanismos de proteção e fomento às manifestações artísticas
e das indústrias culturais. As culturas populares sempre sofreram o mesmo processo
discriminatório que as classes menos favorecidas, detentoras desse rico acervo cultural.
• O segundo elemento diz respeito às dificuldade de reconhecimento das chamadas
expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira. Na linguagem cotidiana
reconhecemos as peculiaridades de culturas típicas, tais como a cultura nordestina,
pantaneira ou gaúcha. Mas este tema é tratado de maneira insuficiente nos processos de
formulação de políticas públicas.
• Finalmente, um terceiro elemento é a questão da indução à produção cultural
descentralizada. Assim como para o Brasil é vital que haja proteção e estímulo à produção e
difusão de conteúdos nacionais através da limitação ao capital estrangeiro na propriedade dos
meios de comunicação, é necessária a regulação da área de audiovisual e o estímulo à
produção e difusão descentralizadas, além do fortalecimento dos intercâmbios culturais entre
os diversos rincões brasileiros, através de mecanismos como os dispostos no conhecido projeto
apresentado pela Deputada Jandira Feghalli.
Pergunta 4
0,2 em 0,2 pontos
Um dos principais conceitos da Antropologia considera o outro não como alguém superior ou
inferior, mas como detentor de uma cultura diferente da nossa, nem pior ou melhor, porém
diferente. O nome desse conceito é?
Resposta
Resposta Selecionada:
Alteridade;
Resposta Correta:
Alteridade;
Feedback da resposta:
Desde os primórdios da Antropologia, a arcaica visão do outro basicamente sempre oscilou
entre duas grandes visões: ou o outro era uma “besta-fera”, inferior e incivilizada, ou o
contrário, um ser civilizado em sua inocência e pureza, uma denúncia viva do estado de
opressão que o europeu civilizado vivia. Tal dicotomia persistiu até o início da Ciência
Antropológica, quando esta finalmente percebe que o outro não é nem um “selvagem”, um
“bárbaro” ou um “civilizado”, mas apenas diferente. É essa a essência do conceito de
alteridade, o grande esteio da ciência que estuda as culturas, a diversidade cultural e a
identidade cultural.
Pergunta 5
0,2 em 0,2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“(...) Podem-se descobrir os outros em si mesmo, e perceber que não se é uma substância
homogênea, e radicalmente diferente de tudo o que é si mesmo; eu é um outro. Mas cada um
dos outros é um eu também, sujeito como eu. Somente meu ponto de vista, segundo o qual
todos estão lá e eu estou só aqui, pode realmente separá-los e distingui-los de mim. Posso
conceber os outros como uma abstração, como uma instância da configuração psíquica de
todo indivíduo, como o Outro, outro ou outrem em relação a mim.Ou então como um grupo
social concreto ao qual nós não pertencemos. Esse grupo, por sua vez, pode estar contido
numa sociedade: as mulheres para os homens, os ricos para os pobres, os loucos para os
“normais”. (...)”. (TODOROV, 1999:3).
Como se chama o termo usado ao longo da História, notadamente envolvendo a cultura
Greco-romana, para designar o incivilizado, aquele que não pertence a uma civilização, cuja
principal diferença era a fala?
Resposta
Resposta Selecionada:
bárbaro;
Resposta Correta:
bárbaro;
Feedback da resposta:
Para os gregos antigos, o termo “bárbaro” era usado para designar todo aquele que não falava
grego, a única língua civilizada. O termo “bárbaro” também foi amplamente utilizado pelos
Romanos, designando os incivilizados, aqueles que não falavam, dessa vez, o latim.
ivanmarx
Mensagens: 4
Registrado em: Seg Mar 11, 2013 5:22 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
UNID. 1
por ivanmarx » Seg Mar 11, 2013 5:27 pm
Pergunta 1
0,2 em 0,2 pontos
A qual tipo de definição de cultura o texto abaixo da UNESCO (1989) se refere?
“... o conjunto de criações que emanam de uma comunidade cultural fundadas na tradição,
expressas por um grupo ou por indivíduos e que reconhecidamente respondem à expectativas
da comunidade enquanto expressão de sua identidade cultural e social; as normas e os valores
se transmitem oralmente, por imitação ou de outras maneiras. Suas formas compreendem,
entre outras, a língua, a literatura, a música, a dança, os jogos, a mitologia, os rituais, os
costumes, o artesanato, a arquitetura e outras artes” .
Resposta
Resposta Selecionada:
Cultura tradicional e popular;
Resposta Correta:
Cultura tradicional e popular;
Feedback da resposta:
O conceito de cultura popular defendido pela UNESCO recomenda a salvaguarda da cultura
tradicional e popular (1989). Note a magnitude dessa definição.
Pergunta 2
0,2 em 0,2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“Os outros, aqueles que são diferentes de nós e com os quais não nos identificamos, mas que
julgamos a partir de nós mesmos, ou seja, o que não conhecemos porém classificamos,
conceitos prévios de algo que não sabemos, a essência do preconceito (pré-conceito). Ao
classificar algo que não conhecemos, utilizamos parâmetros exclusivamente nossos, assim, se
chamamos alguém desconhecido de selvagem, de bárbaro, estamos na realidade falando de
nós mesmos, pois o outro certamente não possui nada do que erroneamente imaginamos,
estamos vendo-os pela primeira vez, daí talvez a origem dos conflitos culturais, pois sempre
achamos que nós, nossa cultura, é a correta, a escolhida, a que foi abençoada por Deus.”.
(BONETTI e RIBARIC, 2010).
A sociedade européia, ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico possui
segundo COPANS (1971) a reação instintiva de classificá-los como exóticos. Esse traço é o que
se chama em Antropologia de:
Resposta
Resposta Selecionada:
Etnocentrismo;
Resposta Correta:
Etnocentrismo;
Feedback da resposta:
Segundo COPANS, 1971:14) “A reacção instintiva do Ocidente face aos povos exóticos é o
etnocentrismo que implícita ou mesmo explicitamente, ajuíza das sociedades “não européias”
pelo modo europeu”.
Pergunta 3
0,2 em 0,2 pontos
Como vimos na Unidade 1, poucos conceitos possuem tantas definições como o de cultura e
consequentemente, o de diversidade cultural e o de cultura tradicional e popular. No Brasil,
na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados , foi proposto três eixos
sobre o qual a cultura popular brasileira deveria ser analisada. São eles:
Resposta
Resposta Selecionada:
O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às
dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da
cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada.
Resposta Correta:
O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às
dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da
cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada.
Feedback da resposta:
São 3 os pontos levantados pelo então Secretário Sergio Mamberti na IV Conferência de
Educação e Cultura na Câmara dos Deputados sobre políticas de cultura e diversidade do
governo brasileiro:
• O primeiro é o tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das
Culturas Populares. Há um reconhecimento do poder criativo do povo brasileiro na
incorporação de elementos populares como símbolos da Identidade Cultural Brasileira, tais
como o samba a feijoada ou carnaval. Porém, nunca houve um tratamento equilibrado entre
os incentivos às expressões das Cultural Populares (sejam as tradicionais ou as novas e
urbanas como o Hip-hop) e os mecanismos de proteção e fomento às manifestações artísticas
e das indústrias culturais. As culturas populares sempre sofreram o mesmo processo
discriminatório que as classes menos favorecidas, detentoras desse rico acervo cultural.
• O segundo elemento diz respeito às dificuldade de reconhecimento das chamadas
expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira. Na linguagem cotidiana
reconhecemos as peculiaridades de culturas típicas, tais como a cultura nordestina,
pantaneira ou gaúcha. Mas este tema é tratado de maneira insuficiente nos processos de
formulação de políticas públicas.
• Finalmente, um terceiro elemento é a questão da indução à produção cultural
descentralizada. Assim como para o Brasil é vital que haja proteção e estímulo à produção e
difusão de conteúdos nacionais através da limitação ao capital estrangeiro na propriedade dos
meios de comunicação, é necessária a regulação da área de audiovisual e o estímulo à
produção e difusão descentralizadas, além do fortalecimento dos intercâmbios culturais entre
os diversos rincões brasileiros, através de mecanismos como os dispostos no conhecido projeto
apresentado pela Deputada Jandira Feghalli.
Pergunta 4
0,2 em 0,2 pontos
Um dos principais conceitos da Antropologia considera o outro não como alguém superior ou
inferior, mas como detentor de uma cultura diferente da nossa, nem pior ou melhor, porém
diferente. O nome desse conceito é?
Resposta
Resposta Selecionada:
Alteridade;
Resposta Correta:
Alteridade;
Feedback da resposta:
Desde os primórdios da Antropologia, a arcaica visão do outro basicamente sempre oscilou
entre duas grandes visões: ou o outro era uma “besta-fera”, inferior e incivilizada, ou o
contrário, um ser civilizado em sua inocência e pureza, uma denúncia viva do estado de
opressão que o europeu civilizado vivia. Tal dicotomia persistiu até o início da Ciência
Antropológica, quando esta finalmente percebe que o outro não é nem um “selvagem”, um
“bárbaro” ou um “civilizado”, mas apenas diferente. É essa a essência do conceito de
alteridade, o grande esteio da ciência que estuda as culturas, a diversidade cultural e a
identidade cultural.
Pergunta 5
0,2 em 0,2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“(...) Podem-se descobrir os outros em si mesmo, e perceber que não se é uma substância
homogênea, e radicalmente diferente de tudo o que é si mesmo; eu é um outro. Mas cada um
dos outros é um eu também, sujeito como eu. Somente meu ponto de vista, segundo o qual
todos estão lá e eu estou só aqui, pode realmente separá-los e distingui-los de mim. Posso
conceber os outros como uma abstração, como uma instância da configuração psíquica de
todo indivíduo, como o Outro, outro ou outrem em relação a mim.Ou então como um grupo
social concreto ao qual nós não pertencemos. Esse grupo, por sua vez, pode estar contido
numa sociedade: as mulheres para os homens, os ricos para os pobres, os loucos para os
“normais”. (...)”. (TODOROV, 1999:3).
Como se chama o termo usado ao longo da História, notadamente envolvendo a cultura
Greco-romana, para designar o incivilizado, aquele que não pertence a uma civilização, cuja
principal diferença era a fala?
Resposta
Resposta Selecionada:
bárbaro;
Resposta Correta:
bárbaro;
Feedback da resposta:
Para os gregos antigos, o termo “bárbaro” era usado para designar todo aquele que não falava
grego, a única língua civilizada. O termo “bárbaro” também foi amplamente utilizado pelos
Romanos, designando os incivilizados, aqueles que não falavam, dessa vez, o latim.
ivanmarx
Mensagens: 4
Registrado em: Seg Mar 11, 2013 5:22 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
UNID. 1
por ivanmarx » Seg Mar 11, 2013 5:29 pm
Pergunta 1
0,2 em 0,2 pontos
A qual tipo de definição de cultura o texto abaixo da UNESCO (1989) se refere?
“... o conjunto de criações que emanam de uma comunidade cultural fundadas na tradição,
expressas por um grupo ou por indivíduos e que reconhecidamente respondem à expectativas
da comunidade enquanto expressão de sua identidade cultural e social; as normas e os valores
se transmitem oralmente, por imitação ou de outras maneiras. Suas formas compreendem,
entre outras, a língua, a literatura, a música, a dança, os jogos, a mitologia, os rituais, os
costumes, o artesanato, a arquitetura e outras artes” .
Resposta
Resposta Selecionada:
Cultura tradicional e popular;
Resposta Correta:
Cultura tradicional e popular;
Feedback da resposta:
O conceito de cultura popular defendido pela UNESCO recomenda a salvaguarda da cultura
tradicional e popular (1989). Note a magnitude dessa definição.
Pergunta 2
0,2 em 0,2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“Os outros, aqueles que são diferentes de nós e com os quais não nos identificamos, mas que
julgamos a partir de nós mesmos, ou seja, o que não conhecemos porém classificamos,
conceitos prévios de algo que não sabemos, a essência do preconceito (pré-conceito). Ao
classificar algo que não conhecemos, utilizamos parâmetros exclusivamente nossos, assim, se
chamamos alguém desconhecido de selvagem, de bárbaro, estamos na realidade falando de
nós mesmos, pois o outro certamente não possui nada do que erroneamente imaginamos,
estamos vendo-os pela primeira vez, daí talvez a origem dos conflitos culturais, pois sempre
achamos que nós, nossa cultura, é a correta, a escolhida, a que foi abençoada por Deus.”.
(BONETTI e RIBARIC, 2010).
A sociedade européia, ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico possui
segundo COPANS (1971) a reação instintiva de classificá-los como exóticos. Esse traço é o que
se chama em Antropologia de:
Resposta
Resposta Selecionada:
Etnocentrismo;
Resposta Correta:
Etnocentrismo;
Feedback da resposta:
Segundo COPANS, 1971:14) “A reacção instintiva do Ocidente face aos povos exóticos é o
etnocentrismo que implícita ou mesmo explicitamente, ajuíza das sociedades “não européias”
pelo modo europeu”.
Pergunta 3
0,2 em 0,2 pontos
Como vimos na Unidade 1, poucos conceitos possuem tantas definições como o de cultura e
consequentemente, o de diversidade cultural e o de cultura tradicional e popular. No Brasil,
na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados , foi proposto três eixos
sobre o qual a cultura popular brasileira deveria ser analisada. São eles:
Resposta
Resposta Selecionada:
O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às
dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da
cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada.
Resposta Correta:
O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às
dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da
cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada.
Feedback da resposta:
São 3 os pontos levantados pelo então Secretário Sergio Mamberti na IV Conferência de
Educação e Cultura na Câmara dos Deputados sobre políticas de cultura e diversidade do
governo brasileiro:
• O primeiro é o tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das
Culturas Populares. Há um reconhecimento do poder criativo do povo brasileiro na
incorporação de elementos populares como símbolos da Identidade Cultural Brasileira, tais
como o samba a feijoada ou carnaval. Porém, nunca houve um tratamento equilibrado entre
os incentivos às expressões das Cultural Populares (sejam as tradicionais ou as novas e
urbanas como o Hip-hop) e os mecanismos de proteção e fomento às manifestações artísticas
e das indústrias culturais. As culturas populares sempre sofreram o mesmo processo
discriminatório que as classes menos favorecidas, detentoras desse rico acervo cultural.
• O segundo elemento diz respeito às dificuldade de reconhecimento das chamadas
expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira. Na linguagem cotidiana
reconhecemos as peculiaridades de culturas típicas, tais como a cultura nordestina,
pantaneira ou gaúcha. Mas este tema é tratado de maneira insuficiente nos processos de
formulação de políticas públicas.
• Finalmente, um terceiro elemento é a questão da indução à produção cultural
descentralizada. Assim como para o Brasil é vital que haja proteção e estímulo à produção e
difusão de conteúdos nacionais através da limitação ao capital estrangeiro na propriedade dos
meios de comunicação, é necessária a regulação da área de audiovisual e o estímulo à
produção e difusão descentralizadas, além do fortalecimento dos intercâmbios culturais entre
os diversos rincões brasileiros, através de mecanismos como os dispostos no conhecido projeto
apresentado pela Deputada Jandira Feghalli.
Pergunta 4
0,2 em 0,2 pontos
Um dos principais conceitos da Antropologia considera o outro não como alguém superior ou
inferior, mas como detentor de uma cultura diferente da nossa, nem pior ou melhor, porém
diferente. O nome desse conceito é?
Resposta
Resposta Selecionada:
Alteridade;
Resposta Correta:
Alteridade;
Feedback da resposta:
Desde os primórdios da Antropologia, a arcaica visão do outro basicamente sempre oscilou
entre duas grandes visões: ou o outro era uma “besta-fera”, inferior e incivilizada, ou o
contrário, um ser civilizado em sua inocência e pureza, uma denúncia viva do estado de
opressão que o europeu civilizado vivia. Tal dicotomia persistiu até o início da Ciência
Antropológica, quando esta finalmente percebe que o outro não é nem um “selvagem”, um
“bárbaro” ou um “civilizado”, mas apenas diferente. É essa a essência do conceito de
alteridade, o grande esteio da ciência que estuda as culturas, a diversidade cultural e a
identidade cultural.
Pergunta 5
0,2 em 0,2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“(...) Podem-se descobrir os outros em si mesmo, e perceber que não se é uma substância
homogênea, e radicalmente diferente de tudo o que é si mesmo; eu é um outro. Mas cada um
dos outros é um eu também, sujeito como eu. Somente meu ponto de vista, segundo o qual
todos estão lá e eu estou só aqui, pode realmente separá-los e distingui-los de mim. Posso
conceber os outros como uma abstração, como uma instância da configuração psíquica de
todo indivíduo, como o Outro, outro ou outrem em relação a mim.Ou então como um grupo
social concreto ao qual nós não pertencemos. Esse grupo, por sua vez, pode estar contido
numa sociedade: as mulheres para os homens, os ricos para os pobres, os loucos para os
“normais”. (...)”. (TODOROV, 1999:3).
Como se chama o termo usado ao longo da História, notadamente envolvendo a cultura
Greco-romana, para designar o incivilizado, aquele que não pertence a uma civilização, cuja
principal diferença era a fala?
Resposta
Resposta Selecionada:
bárbaro;
Resposta Correta:
bárbaro;
Feedback da resposta:
Para os gregos antigos, o termo “bárbaro” era usado para designar todo aquele que não falava
grego, a única língua civilizada. O termo “bárbaro” também foi amplamente utilizado pelos
Romanos, designando os incivilizados, aqueles que não falavam, dessa vez, o latim.
ivanmarx
Mensagens: 4
Registrado em: Seg Mar 11, 2013 5:22 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por macarv » QuaAbr 17, 2013 6:13 pm
Pergunta 1
0,2 em 0,2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“Os outros, aqueles que são diferentes de nós e com os quais não nos identificamos, mas que
julgamos a partir de nós mesmos, ou seja, o que não conhecemos porém classificamos,
conceitos prévios de algo que não sabemos, a essência do preconceito (pré-conceito). Ao
classificar algo que não conhecemos, utilizamos parâmetros exclusivamente nossos, assim, se
chamamos alguém desconhecido de selvagem, de bárbaro, estamos na realidade falando de
nós mesmos, pois o outro certamente não possui nada do que erroneamente imaginamos,
estamos vendo-os pela primeira vez, daí talvez a origem dos conflitos culturais, pois sempre
achamos que nós, nossa cultura, é a correta, a escolhida, a que foi abençoada por Deus.”.
(BONETTI e RIBARIC, 2010).
A sociedade européia, ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico possui
segundo COPANS (1971) a reação instintiva de classificá-los como exóticos. Esse traço é o que
se chama em Antropologia de:
Resposta
Resposta Selecionada:
Etnocentrismo;
Resposta Correta:
Etnocentrismo;
Feedback da resposta:
Segundo COPANS, 1971:14) “A reacção instintiva do Ocidente face aos povos exóticos é o
etnocentrismo que implícita ou mesmo explicitamente, ajuíza das sociedades “não européias”
pelo modo europeu”.
Pergunta 2
0,2 em 0,2 pontos
Muitas vezes a descrição do outro atende a interesses distintos. Pode ser feita para legitimar
uma dominação tendo como objetivo a inferiorizar a cultura do outro. Mas também a
descrição do outro, de outra cultura pode servir de parâmetro para:
Resposta
Resposta Selecionada:
Buscar contradições em sua própria sociedade;
Resposta Correta:
Buscar contradições em sua própria sociedade;
Feedback da resposta:
A descrição do outro também pode atender a interesses distintos, com reações diferentes da
do espanto que tende a inferiorizar a outra cultura para legitimar, muitas vezes, uma ação de
dominação ou de afirmação etnocêntrica. Existem também aqueles que frente à diversidade,
buscam entender as contradições de sua própria sociedade, a fim de perceber que, na
verdade, o bárbaro é ele, a sua cultura, sua sociedade. Como disse MONTAIGNE no século XVI
em relação aos habitantes originais da América recém conquistada, admitindo que esses
podem ser chamados de “(... )bárbaros quanto às regras da razão, mas não quanto a nós
mesmos que os superamos em toda sorte de barbárie”. (Apud: LAPLANTINE, 1988:47).
Pergunta 3
0,2 em 0,2 pontos
LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
“(...) Podem-se descobrir os outros em si mesmo, e perceber que não se é uma substância
homogênea, e radicalmente diferente de tudo o que é si mesmo; eu é um outro. Mas cada um
dos outros é um eu também, sujeito como eu. Somente meu ponto de vista, segundo o qual
todos estão lá e eu estou só aqui, pode realmente separá-los e distingui-los de mim. Posso
conceber os outros como uma abstração, como uma instância da configuração psíquica de
todo indivíduo, como o Outro, outro ou outrem em relação a mim.Ou então como um grupo
social concreto ao qual nós não pertencemos. Esse grupo, por sua vez, pode estar contido
numa sociedade: as mulheres para os homens, os ricos para os pobres, os loucos para os
“normais”. (...)”. (TODOROV, 1999:3).
Como se chama o termo usado ao longo da História, notadamente envolvendo a cultura
Greco-romana, para designar o incivilizado, aquele que não pertence a uma civilização, cuja
principal diferença era a fala?
Resposta
Resposta Selecionada:
bárbaro;
Resposta Correta:
bárbaro;
Feedback da resposta:
Para os gregos antigos, o termo “bárbaro” era usado para designar todo aquele que não falava
grego, a única língua civilizada. O termo “bárbaro” também foi amplamente utilizado pelos
Romanos, designando os incivilizados, aqueles que não falavam, dessa vez, o latim.
Pergunta 4
0,2 em 0,2 pontos
Leia com atenção o texto abaixo:
“A idéia de Cultura como capital cognitivo está presente nas origens clássicas da cultura
ocidental, fundamento para a própria noção de modernidade (esclarecimento), base da
tradição evolucionista da antropologia do século XIX e ainda presente no senso comum da
cultura urbana. As sociedades da tradição são, neste sentido, compreendidas espécies de
somatórias de ausências ou incompletudes – sem família, sem religião, sem Estado,
sem economia, sem cultura. O conhecimento tradicional expresso em construções simbólica
de mitos, magias e práticas sociais, é concebido como caricatura deformada do conhecimento
racional e científico.” (BONETTI e RIBARIC, 2010).
Essa ideologia hegemônica “contaminou” o pensamento social brasileiro no séc. XIX. No
entanto, a partir do séc. XX, novas abordagens vão abandonar essa perspectiva eurocêntrica.
Qual o nome dessas abordagens que passam a orientar o conhecimento da diversidade cultural
valorizando as dimensões simbólicas e dinâmicas da cultura?
Resposta
Resposta Selecionada:
Culturalistas
Resposta Correta:
Culturalistas
Feedback da resposta:
Ideologia praticamente hegemônica no cenário conservador do pensamento social brasileiro,
contamina o positivismo e raciologia cientificista do século XIX, influencando a obra dos
teóricos da brasilidade como Gonçalves de Magalhães, Araripe Júnior, Silvio Romero, Nina
Rodrigues, Capistrano de Abreu e Euclides da Cunha, e orientando toda a política indigenista
brasileira desde a pacificação rondoniana até o assimilacionismo e integracionismo da década
de 1970. A partir do inicio do século XX, são elaboradas abordagens conhecidas como
culturalistas que abandonam procuram abandonar a perspectiva eurocêntrica (relativismo
cultural) e orientar o conhecimento da diversidade cultural do presente através da pesquisa
empírica descritiva, sobrevalorizando as dimensões simbólicas e subjetivas das dinâmicas
culturais.
Pergunta 5
0,2 em 0,2 pontos
Complete o espaço vazio com o nome do conceito a que se refere o texto abaixo:
“Uma das mais evidentes dificuldades encontradas na compreensão e definição da
__________________ contemporânea tem origem na polissemia do conceito de Cultura, fato
que reflete nas mais diferentes abordagens utilizadas para a definição de políticas
institucionais de acautelamento, reconhecimento e promoção.” (BONETTI e RIBARIC, 2010)
Resposta
Resposta Selecionada:
diversidade cultural;
Resposta Correta:
diversidade cultural;
macarv
Mensagens: 2
Registrado em: QuaAbr 17, 2013 6:06 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por Vanessa_uam » QuaAgo 21, 2013 1:04 am
acienciaantropologa tem como objetivo
Vanessa_uam
Mensagens: 1
Registrado em: Qui Mar 21, 2013 11:28 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por luckgaspar » QuiAgo 22, 2013 3:25 am
Pergunta 1
0 em 0,2 pontos
Incorreta
A base da Etnografia é a “observação participante” efetuada pelo pesquisador-antropólogo.
No entanto, pode ser produzida também a prática denominada “participação observante”.
Julgue as opções a seguir no que se refere ao termo “participação observante”:
I. É quando o etnógrafo assume a postura de porta voz da cultura estudada.
II. É quando ocorre uma confusão ética entre etnógrafo e etnografia estudada.
III. É quando os resultados da pesquisa etnográfica são considerados apenas subjetivos e não
objetivos.
IV. É quando o etnógrafo produz resultados de pesquisa de campo com distanciamento
avaliativo da realidade estudada.
Assinale a alternativa INCORRETA:
Resposta
Resposta Selecionada: a.
I
Resposta Correta: c.
IV
Feedback da resposta:
A alternativa a ser assinalada é a alternativa incorreta: “O etnógrafo produziria resultados de
pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada”. Segundo a
antropóloga Ruth Cardoso, o antropólogo deve valorizar a “observação participante” para que
esta prática não se transforme em “participação observante”, pois dessa maneira o
pesquisador deixaria de lado seu compromisso profissional/ ético e se colocaria apenas como
um “porta voz” da cultura estudada. O pesquisador-antropólogo não pode ser um porta voz da
cultura, pois precisa analisá-la com procedimentos e formas objetivas, apesar de que pode
ocorrer formas subjetivas na pesquisa.
Pergunta 2
0,2 em 0,2 pontos
Correta
A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem.
Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva
antropológica:
I. É o estudo que separa a natureza da cultura
II. É o estudo que congrega natureza e cultura
III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da
natureza
Assinale a alternativa CORRETA:
Resposta
Resposta Selecionada: c.
II
Resposta Correta: c.
II
Feedback da resposta:
O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo
como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa
perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico.
Pergunta 3
0,2 em 0,2 pontos
Correta
(...) não somos humanos apenas porque somos racionais ou simbólicos. Somos humanos
porque somos seres aprendentes. Os animais pertencem ao primado do condicionamento
genético, da instrução, do treinamento, do adestramento, e esses são os limites de seu
aprendizado. Nós, os humanos, somos seres disso tudo também. (...) Somos seres de algo bem
mais complexo. Algo que ao longo da história foi recebendo nomes como capacitação,
educação, formação humana. Afinal, os animais sabem e sentem. E nós sabemos e sentimos.
Mas a diferença está em que nós sabemos que sabemos, e nos sabemos (ou não sabendo); e
nos sentimos sabendo e nos sabemos sentindo.
(BRANDÃO apud ROCHA, Gilmar; TOSTA, Sandra P. Antropologia & Educação. Belo Horizonte:
Autêntica Editora, 2009)
O parágrafo acima tem como objetivo principal a elaboração de uma reflexão sobre as
diferenças entre seres humanos e animais irracionais. Assinale a alternativa que melhor
traduz essa DIFERENÇA:
Resposta
Resposta Selecionada: d.
O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os
animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações.
Resposta Correta: d.
O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os
animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações.
Feedback da resposta:
O parágrafo embasa a afirmativa que empreende uma reflexão de que o homem, além de
sentir e expressar seus sentimentos e sensações, reconhece sentimentos e sensações e pode
compreendê-los.
Pergunta 4
0,2 em 0,2 pontos
Correta
(...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável
conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais
diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio
Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um
significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe
na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto
de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista
como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas.
(LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006)
Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a
seguinte afirmativa:
I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não
compreendem a realidade da cidade grande.
II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois
apresentam limitações cognitivas.
III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura.
Marque a alternativa CORRETA:
Resposta
Resposta Selecionada: a.
III
Resposta Correta: a.
III
Feedback da resposta:
Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados
culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura
condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a
determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o
aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita
de aprender).
Pergunta 5
0,2 em 0,2 pontos
Correta
A dimensão simbólica é também parte constitutiva do ser humano, porque o homem está
imerso na linguagem e na cultura.
Sobre a dimensão simbólica é correto afirmar que a ciência antropológica compreende que:
I Todas as sociedades atribuem os mesmos significados simbólicos à linguagem e à cultura.
II Cada sociedade pode atribuir significados simbólicos específicos à linguagem e à cultura.
III Os significados simbólicos fazem referência somente à linguagem falada e corporal na
cultura. Já os objetos materiais, inseridos na linguagem e na cultura, não apresentam
atribuições de significados simbólicos.
Marque a alternativa CORRETA:
Resposta
Resposta Selecionada: a.
II
Resposta Correta: a.
II
Feedback da resposta:
Cada sociedade apresenta representações e visões de mundo que são produzidas por valores e
sentimentos que são vivenciados e compartilhados em um determinado espaço e época
histórica. Nessa postura, um valor simbólico é um significado cultural atribuído pelo ser
humano a gestos, palavras e/ou objetos materiais e é, portanto, elaborado de acordo com seu
contexto social, histórico e cultural.
luckgaspar
dimensão simbólica é também parte constitutiva do ser humano, porque o homem está
imerso na linguagem e na cultura.
Sobre a dimensão simbólica é correto afirmar que a ciência antropológica compreende que:
I Todas as sociedades atribuem os mesmos significados simbólicos à linguagem e à cultura.
II Cada sociedade pode atribuir significados simbólicos específicos à linguagem e à cultura.
III Os significados simbólicos fazem referência somente à linguagem falada e corporal na
cultura. Já os objetos materiais, inseridos na linguagem e na cultura, não apresentam
atribuições de significados simbólicos.
Marque a alternativa CORRETA:
Marque a alternativa CORRETA:
Resposta
a. II
b. II e III
c. I
d. III
e. I e II
RESPOSTA CORRETA: A - II
Feedback da resposta:
Cada sociedade apresenta representações e visões de mundo que são produzidas por valores e
sentimentos que são vivenciados e compartilhados em um determinado espaço e época
histórica. Nessa postura, um valor simbólico é um significado cultural atribuído pelo ser
humano a gestos, palavras e/ou objetos materiais e é, portanto, elaborado de acordo com seu
contexto social, histórico e cultural.
-------------------------------------------------------------
(...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável
conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais
diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio
Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um
significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe
na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto
de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista
como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas.
(LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006)
Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a
seguinte afirmativa:
I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não
compreendem a realidade da cidade grande.
II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois
apresentam limitações cognitivas.
III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura.
Marque a alternativa CORRETA:
a. III
b. I e II
c. II
d. I e III
e. I
RESPOSTA CORRETA: A - III
Feedback da resposta:
Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados
culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura
condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a
determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o
aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita
de aprender).
--------------------------------------------------------------
A base da Etnografia é a “observação participante” efetuada pelo pesquisador-antropólogo.
No entanto, pode ser produzida também a prática denominada “participação observante”.
Julgue as opções a seguir no que se refere ao termo “participação observante”:
I. É quando o etnógrafo assume a postura de porta voz da cultura estudada.
II. É quando ocorre uma confusão ética entre etnógrafo e etnografia estudada.
III. É quando os resultados da pesquisa etnográfica são considerados apenas subjetivos e não
objetivos.
IV. É quando o etnógrafo produz resultados de pesquisa de campo com distanciamento
avaliativo da realidade estudada.
Assinale a alternativa INCORRETA:
a. III
b. I e II
c. I
d. II e III
e. IV
RESPOSTA CORRETA: e
Feedback da resposta:
A alternativa a ser assinalada é a alternativa incorreta: “O etnógrafo produziria resultados de
pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada”. Segundo a
antropóloga Ruth Cardoso, o antropólogo deve valorizar a “observação participante” para que
esta prática não se transforme em “participação observante”, pois dessa maneira o
pesquisador deixaria de lado seu compromisso profissional/ ético e se colocaria apenas como
um “porta voz” da cultura estudada. O pesquisador-antropólogo não pode ser um porta voz da
cultura, pois precisa analisá-la com procedimentos e formas objetivas, apesar de que pode
ocorrer formas subjetivas na pesquisa.
------------------------------------------------------------------
A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem.
Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva
antropológica:
I. É o estudo que separa a natureza da cultura
II. É o estudo que congrega natureza e cultura
III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da
natureza
Assinale a alternativa CORRETA:
a. III
b. II e III
c. II
d. I
e. I e II
RESPOSTA CORRETA: c
Feedback da resposta:
O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo
como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa
perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico.
------------------------------------------------------------------------
(...) não somos humanos apenas porque somos racionais ou simbólicos. Somos humanos
porque somos seres aprendentes. Os animais pertencem ao primado do condicionamento
genético, da instrução, do treinamento, do adestramento, e esses são os limites de seu
aprendizado. Nós, os humanos, somos seres disso tudo também. (...) Somos seres de algo bem
mais complexo. Algo que ao longo da história foi recebendo nomes como capacitação,
educação, formação humana. Afinal, os animais sabem e sentem. E nós sabemos e sentimos.
Mas a diferença está em que nós sabemos que sabemos, e nos sabemos (ou não sabendo); e
nos sentimos sabendo e nos sabemos sentindo.
(BRANDÃO apud ROCHA, Gilmar; TOSTA, Sandra P. Antropologia & Educação. Belo Horizonte:
Autêntica Editora, 2009)
O parágrafo acima tem como objetivo principal a elaboração de uma reflexão sobre as
diferenças entre seres humanos e animais irracionais. Assinale a alternativa que melhor
traduz essa DIFERENÇA:
a. Os seres humanos são seres aprendentes, assim como os animais irracionais.
b. Os seres humanos e animais irracionais apresentam condicionamentos genéticos
compreendidos como limites de seu aprendizado.
c. O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os
animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações.
d. Tanto os seres humanos quanto os seres irracionais apresentam sentimentos e sensações.
e. Os seres humanos não reconhecem seus sentimentos e sensações, assim como os animais
irracionais.
RESPOSTA CORRETA: c
Feedback da resposta:
O parágrafo embasa a afirmativa que empreende uma reflexão de que o homem, além de
sentir e expressar seus sentimentos e sensações, reconhece sentimentos e sensações e pode
compreendê-los.
lucasmms
Mensagens: 2
Registrado em: QuaAgo 07, 2013 2:20 am
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por NathaliaEmili » SábAgo 24, 2013 11:32 pm
A ciência antropológica tem
NathaliaEmili
Mensagens: 1
Registrado em: Qui Mar 28, 2013 10:30 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por rodrigomacie » SegAgo 26, 2013 5:54 pm
Valeu ai amigos...
rodrigomacie
Mensagens: 10
Registrado em: Ter Ago 06, 2013 8:24 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por rodrigomacie » SegAgo 26, 2013 6:25 pm
Pessoal muito obrigado pelo Forum e pelas Respostas
rodrigomacie
Mensagens: 10
Registrado em: Ter Ago 06, 2013 8:24 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por Biduzera » SegAgo 26, 2013 6:43 pm
Esse fórum é ótimo!!
Biduzera
Mensagens: 2
Registrado em: Qui Mai 02, 2013 12:57 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por camila.ss2013 » QuaAgo 28, 2013 1:28 pm
Pergunta 1 .0,2 em 0,2 pontos
(...) não somos humanos apenas porque somos racionais ou simbólicos. Somos humanos
porque somos seres aprendentes. Os animais pertencem ao primado do condicionamento
genético, da instrução, do treinamento, do adestramento, e esses são os limites de seu
aprendizado. Nós, os humanos, somos seres disso tudo também. (...) Somos seres de algo bem
mais complexo. Algo que ao longo da história foi recebendo nomes como capacitação,
educação, formação humana. Afinal, os animais sabem e sentem. E nós sabemos e sentimos.
Mas a diferença está em que nós sabemos que sabemos, e nos sabemos (ou não sabendo); e
nos sentimos sabendo e nos sabemos sentindo.
(BRANDÃO apud ROCHA, Gilmar; TOSTA, Sandra P. Antropologia & Educação. Belo Horizonte:
Autêntica Editora, 2009)
O parágrafo acima tem como objetivo principal a elaboração de uma reflexão sobre as
diferenças entre seres humanos e animais irracionais. Assinale a alternativa que melhor
traduz essa DIFERENÇA:
Resposta
Resposta Selecionada: a.
O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os
animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações.
Resposta Correta: a.
O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os
animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações.
Feedback da resposta: O parágrafo embasa a afirmativa que empreende uma reflexão de que
o homem, além de sentir e expressar seus sentimentos e sensações, reconhece sentimentos e
sensações e pode compreendê-los.
. Pergunta 2 .0,2 em 0,2 pontos
Correta
(...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável
conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais
diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio
Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um
significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe
na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto
de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista
como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas.
(LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006)
Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a
seguinte afirmativa:
I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não
compreendem a realidade da cidade grande.
II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois
apresentam limitações cognitivas.
III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura.
Marque a alternativa CORRETA:
Resposta
Resposta Selecionada: a.
III
Resposta Correta: a.
III
Feedback da resposta:
Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados
culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura
condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a
determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o
aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita
de aprender).
. Pergunta 3 .0,2 em 0,2 pontos
Correta A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem.
Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva
antropológica:
I. É o estudo que separa a natureza da cultura
II. É o estudo que congrega natureza e cultura
III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da
natureza
Assinale a alternativa CORRETA:
Resposta
Resposta Selecionada: d.
II
Resposta Correta: d.
II
Feedback da resposta: O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e
cultura, mas apreendê-lo como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês
Marcel Mauss. Nessa perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e
sócio-histórico.
. Pergunta 4 .0,2 em 0,2 pontos
Correta A base da Etnografia é a “observação participante” efetuada pelo pesquisador-
antropólogo. No entanto, pode ser produzida também a prática denominada “participação
observante”.
Julgue as opções a seguir no que se refere ao termo “participação observante”:
I. É quando o etnógrafo assume a postura de porta voz da cultura estudada.
II. É quando ocorre uma confusão ética entre etnógrafo e etnografia estudada.
III. É quando os resultados da pesquisa etnográfica são considerados apenas subjetivos e não
objetivos.
IV. É quando o etnógrafo produz resultados de pesquisa de campo com distanciamento
avaliativo da realidade estudada.
Assinale a alternativa INCORRETA:
Resposta
Resposta Selecionada: b.
IV
Resposta Correta: b.
IV
Feedback da resposta: A alternativa a ser assinalada é a alternativa incorreta: “O etnógrafo
produziria resultados de pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade
estudada”. Segundo a antropóloga Ruth Cardoso, o antropólogo deve valorizar a “observação
participante” para que esta prática não se transforme em “participação observante”, pois
dessa maneira o pesquisador deixaria de lado seu compromisso profissional/ ético e se
colocaria apenas como um “porta voz” da cultura estudada. O pesquisador-antropólogo não
pode ser um porta voz da cultura, pois precisa analisá-la com procedimentos e formas
objetivas, apesar de que pode ocorrer formas subjetivas na pesquisa.
. Pergunta 5 .0,2 em 0,2 pontos
Correta A dimensão simbólica é também parte constitutiva do ser humano, porque o homem
está imerso na linguagem e na cultura.
Sobre a dimensão simbólica é correto afirmar que a ciência antropológica compreende que:
I Todas as sociedades atribuem os mesmos significados simbólicos à linguagem e à cultura.
II Cada sociedade pode atribuir significados simbólicos específicos à linguagem e à cultura.
III Os significados simbólicos fazem referência somente à linguagem falada e corporal na
cultura. Já os objetos materiais, inseridos na linguagem e na cultura, não apresentam
atribuições de significados simbólicos.
Marque a alternativa CORRETA:
Resposta
Resposta Selecionada: a.
II
Resposta Correta: a.
II
Feedback da resposta:
Cada sociedade apresenta representações e visões de mundo que são produzidas por valores e
sentimentos que são vivenciados e compartilhados em um determinado espaço e época
histórica. Nessa postura, um valor simbólico é um significado cultural atribuído pelo ser
humano a gestos, palavras e/ou objetos materiais e é, portanto, elaborado de acordo
com seu contexto social, histórico e cultural.
camila.ss2013
Mensagens: 7
Registrado em: Seg Mai 06, 2013 4:51 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por sthie » Qui Out 24, 2013 1:39 pm
A dimensão simbólica é também parte constitutiva
sthie
Mensagens: 1
Registrado em: Qui Out 24, 2013 1:37 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por Jessio » Dom Out 27, 2013 2:21 am
(...) não somos humanos apenas porque somos racionais ou simbólicos. Somos humanos
porque somos seres aprendentes. Os animais pertencem ao primado do condicionamento
genético, da instrução, do treinamento, do adestramento, e esses são os limites de seu
aprendizado. Nós, os humanos, somos seres disso tudo também. (...) Somos seres de algo bem
mais complexo. Algo que ao longo da história foi recebendo nomes como capacitação,
educação, formação humana. Afinal, os animais sabem e sentem. E nós sabemos e sentimos.
Mas a diferença está em que nós sabemos que sabemos, e nos sabemos (ou não sabendo); e
nos sentimos sabendo e nos sabemos sentindo.
(BRANDÃO apud ROCHA, Gilmar; TOSTA, Sandra P. Antropologia & Educação. Belo Horizonte:
Autêntica Editora, 2009)
O parágrafo acima tem como objetivo principal a elaboração de uma reflexão sobre as
diferenças entre seres humanos e animais irracionais. Assinale a alternativa que melhor
traduz essa DIFERENÇA:
Resposta
a.
Os seres humanos são seres aprendentes, assim como os animais irracionais.
b.
Os seres humanos não reconhecem seus sentimentos e sensações, assim como os animais
irracionais.
c.
O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os
animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações.
d.
Tanto os seres humanos quanto os seres irracionais apresentam sentimentos e sensações.
e.
Os seres humanos e animais irracionais apresentam condicionamentos genéticos
compreendidos como limites de seu aprendizado.
Pergunta 1
.
0 em 0,2 pontos
A dimensão simbólica é também parte constitutiva do ser humano, porque o homem está
imerso na linguagem e na cultura.
Sobre a dimensão simbólica é correto afirmar que a ciência antropológica compreende que:
I Todas as sociedades atribuem os mesmos significados simbólicos à linguagem e à cultura.
II Cada sociedade pode atribuir significados simbólicos específicos à linguagem e à cultura.
III Os significados simbólicos fazem referência somente à linguagem falada e corporal na
cultura. Já os objetos materiais, inseridos na linguagem e na cultura, não apresentam
atribuições de significados simbólicos.
Marque a alternativa CORRETA:
Resposta Selecionada:
a.
II e III
Resposta Correta:
c.
II
Feedback da resposta:
Cada sociedade apresenta representações e visões de mundo que são produzidas por valores e
sentimentos que são vivenciados e compartilhados em um determinado espaço e época
histórica. Nessa postura, um valor simbólico é um significado cultural atribuído pelo ser
humano a gestos, palavras e/ou objetos materiais e é, portanto, elaborado de acordo com seu
contexto social, histórico e cultural.
Pergunta 2
.
0,2 em 0,2 pontos
(...) não somos humanos apenas porque somos racionais ou simbólicos. Somos humanos
porque somos seres aprendentes. Os animais pertencem ao primado do condicionamento
genético, da instrução, do treinamento, do adestramento, e esses são os limites de seu
aprendizado. Nós, os humanos, somos seres disso tudo também. (...) Somos seres de algo bem
mais complexo. Algo que ao longo da história foi recebendo nomes como capacitação,
educação, formação humana. Afinal, os animais sabem e sentem. E nós sabemos e sentimos.
Mas a diferença está em que nós sabemos que sabemos, e nos sabemos (ou não sabendo); e
nos sentimos sabendo e nos sabemos sentindo.
(BRANDÃO apud ROCHA, Gilmar; TOSTA, Sandra P. Antropologia & Educação. Belo Horizonte:
Autêntica Editora, 2009)
O parágrafo acima tem como objetivo principal a elaboração de uma reflexão sobre as
diferenças entre seres humanos e animais irracionais. Assinale a alternativa que melhor
traduz essa DIFERENÇA:
Resposta Selecionada:
a.
O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os
animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações.
Resposta Correta:
a.
O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os
animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações.
Feedback da resposta:
O parágrafo embasa a afirmativa que empreende uma reflexão de que o homem, além de
sentir e expressar seus sentimentos e sensações, reconhece sentimentos e sensações e pode
compreendê-los.
.
Pergunta 3
0,2 em 0,2 pontos
A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem.
Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva
antropológica:
I. É o estudo que separa a natureza da cultura
II. É o estudo que congrega natureza e cultura
III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da
natureza
Assinale a alternativa CORRETA:
Resposta Selecionada:
c.
II
Resposta Correta:
d.
II
Feedback da resposta:
O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo
como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa
perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico.
Pergunta 4
0,2 em 0,2 pontos
(...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável
conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais
diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio
Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um
significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe
na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto
de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista
como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas.
(LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006)
Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a
seguinte afirmativa:
I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não
compreendem a realidade da cidade grande.
II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois
apresentam limitações cognitivas.
III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura.
Marque a alternativa CORRETA:
Resposta Selecionada:
e.
III
Resposta Correta:
a.
III
Feedback da resposta:
Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados
culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura
condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a
determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o
aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita
de aprender).
.
Pergunta 5
0 em 0,2 pontos
A base da Etnografia é a “observação participante” efetuada pelo pesquisador-antropólogo.
No entanto, pode ser produzida também a prática denominada “participação observante”.
Julgue as opções a seguir no que se refere ao termo “participação observante”:
I. É quando o etnógrafo assume a postura de porta voz da cultura estudada.
II. É quando ocorre uma confusão ética entre etnógrafo e etnografia estudada.
III. É quando os resultados da pesquisa etnográfica são considerados apenas subjetivos e não
objetivos.
IV. É quando o etnógrafo produz resultados de pesquisa de campo com distanciamento
avaliativo da realidade estudada.
Assinale a alternativa INCORRETA:
Resposta Selecionada:
e.
II e III
Resposta Correta:
a.
IV
Feedback da resposta:
A alternativa a ser assinalada é a alternativa incorreta: “O etnógrafo produziria resultados de
pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada”. Segundo a
antropóloga Ruth Cardoso, o antropólogo deve valorizar a “observação participante” para que
esta prática não se transforme em “participação observante”, pois dessa maneira o
pesquisador deixaria de lado seu compromisso profissional/ ético e se colocaria apenas como
um “porta voz” da cultura estudada. O pesquisador-antropólogo não pode ser um porta voz da
cultura, pois precisa analisá-la com procedimentos e formas objetivas, apesar de que pode
ocorrer formas subjetivas na pesquisa.
neekos
Mensagens: 1
Registrado em: QuaAbr 09, 2014 1:51 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por everton7 » QuiAbr 10, 2014 5:42 pm
A dimensão simbólica é também parte constitutiva do ser humano, porque o homem está
imerso na linguagem e na cultura.
Sobre a dimensão simbólica é correto afirmar que a ciência antropológica compreende que:
I Todas as sociedades atribuem os mesmos significados simbólicos à linguagem e à cultura.
II Cada sociedade pode atribuir significados simbólicos específicos à linguagem e à cultura.
III Os significados simbólicos fazem referência somente à linguagem falada e corporal na
cultura. Já os objetos materiais, inseridos na linguagem e na cultura, não apresentam
atribuições de significados simbólicos.
everton7
Mensagens: 1
Registrado em: QuiAbr 10, 2014 5:18 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por Matheuseisa » Sex Abr 11, 2014 3:34 am
O objeto de estudo da ciência antropológica é o HOMEM em suas dimensões biológica e
sociocultural.
Tomando a afirmativa acima como pressuposto inicial, avalie as opções abaixo sobre a ciência
antropológica:
I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo que interage em grupos sociais
organizados.
II. A ciência antropológica, enquanto ciência humana, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas conhecer o homem no todo: as crenças, costumes, história e
linguagens.
III. A ciência antropológica, enquanto ciência natural, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas o estudo da evolução humana.
IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica o conhecimento do
homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência Natural.
Assinale a alternativa correta:
qual a resposta dessa?
Matheuseisa
Mensagens: 2
Registrado em: SegAgo 19, 2013 3:50 am
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por willsales » Sex Abr 11, 2014 2:15 pm
O objeto de estudo da ciência antropológica é o HOMEM em suas dimensões biológica e
sociocultural.
Tomando a afirmativa acima como pressuposto inicial, avalie as opções abaixo sobre a ciência
antropológica:
I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo que interage em grupos sociais
organizados.
II. A ciência antropológica, enquanto ciência humana, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas conhecer o homem no todo: as crenças, costumes, história e
linguagens.
III. A ciência antropológica, enquanto ciência natural, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas o estudo da evolução humana.
IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica o conhecimento do
homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência Natural.
Assinale a alternativa correta:
qual a resposta dessa?
willsales
Mensagens: 1
Registrado em: Sex Abr 11, 2014 2:11 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por Ingrid Fakine » Sex Abr 11, 2014 2:51 pm
Valew pelas respostas!
O objeto de estudo da ciência antropológica é o HOMEM em suas dimensões biológica e
sociocultural.
Tomando a afirmativa acima como pressuposto inicial, avalie as opções abaixo sobre a ciência
antropológica:
I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo que interage em grupos sociais
organizados.
II. A ciência antropológica, enquanto ciência humana, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas conhecer o homem no todo: as crenças, costumes, história e
linguagens.
III. A ciência antropológica, enquanto ciência natural, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas o estudo da evolução humana.
IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica o conhecimento do
homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência Natural.
Assinale a alternativa correta:
Resposta Correta:
b.
I, II, III e IV
Feedback da resposta:
Todas as opções são corretas: I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta
como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo
que interage em grupos sociais organizados; II. A ciência antropológica, enquanto ciência
humana, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem no
todo: as crenças, costumes, história e linguagens; III. A ciência antropológica, enquanto
ciência natural, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas o estudo da
evolução humana e IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica
o conhecimento do homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência
Natural.
Ingrid Fakine
Mensagens: 3
Registrado em: Dom Mar 17, 2013 2:16 am
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por naaayk » Dom Abr 13, 2014 3:07 pm
A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem.
Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva
antropológica:
I. É o estudo que separa a natureza da cultura
II. É o estudo que congrega natureza e cultura
III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da
natureza
Assinale a alternativa CORRETA:
Resposta Selecionada:
Corretae. II
Resposta Correta:
Corretad. II
Feedback da resposta:
O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo
como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa
perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico.
Pergunta 2
0 em 0,2 pontos
Texto:
É quando é desenvolvida uma interpretação e análise das culturas, estabelecendo
semelhanças e diferenças entre as culturas por meio de um estudo comparativo. É uma fase
que representa um primeiro passo em direção a uma síntese explicativa.
O texto acima faz referência à fase:
Resposta Selecionada:
Incorretae.
etnografia
Resposta Correta:
Corretab.
etnologia
Feedback da resposta:
O texto "É quando é desenvolvida uma interpretação e análise das culturas, estabelecendo
semelhanças e diferenças entre as culturas por meio de um estudo comparativo. É uma fase
que representa um primeiro passo em direção a uma síntese explicativa" faz referência à fase
denominada etnologia.
Pergunta 3
0,2 em 0,2 pontos
A base da Etnografia é a “observação participante” efetuada pelo pesquisador-antropólogo.
No entanto, pode ser produzida também a prática denominada “participação observante”.
Julgue as opções a seguir no que se refere ao termo “participação observante”:
I. É quando o etnógrafo assume a postura de porta voz da cultura estudada.
II. É quando ocorre uma confusão ética entre etnógrafo e etnografia estudada.
III. É quando os resultados da pesquisa etnográfica são considerados apenas subjetivos e não
objetivos.
IV. É quando o etnógrafo produz resultados de pesquisa de campo com distanciamento
avaliativo da realidade estudada.
Assinale a alternativa INCORRETA:
Resposta Selecionada:
Corretac. IV
Resposta Correta:
Corretac. IV
Feedback da resposta:
A alternativa a ser assinalada é a alternativa incorreta: “O etnógrafo produziria resultados de
pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada”. Segundo a
antropóloga Ruth Cardoso, o antropólogo deve valorizar a “observação participante” para que
esta prática não se transforme em “participação observante”, pois dessa maneira o
pesquisador deixaria de lado seu compromisso profissional/ ético e se colocaria apenas como
um “porta voz” da cultura estudada. O pesquisador-antropólogo não pode ser um porta voz da
cultura, pois precisa analisá-la com procedimentos e formas objetivas, apesar de que pode
ocorrer formas subjetivas na pesquisa.
Pergunta 4
0,2 em 0,2 pontos
(...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável
conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais
diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio
Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um
significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe
na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto
de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista
como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas.
(LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006)
Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a
seguinte afirmativa:
I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não
compreendem a realidade da cidade grande.
II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois
apresentam limitações cognitivas.
III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura.
Marque a alternativa CORRETA:
Resposta Selecionada:
Corretad. III
Resposta Correta:
Corretad. III
Feedback da resposta:
Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados
culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura
condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a
determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o
aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita
de aprender).
Pergunta 5
0 em 0,2 pontos
Analise as duas asserções abaixo:
A sensação de fome depende dos horários de alimentação que são estabelecidos pela cultura
PORQUE
É apenas um condicionante biológico.
Com base nas duas asserções acima, assinale a alternativa correta:
Resposta Selecionada:
Incorretae.
A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda é uma proposição verdadeira.
Resposta Correta:
Corretaa.
A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição falsa.
Feedback da resposta:
A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição falsa: A
sensação da fome é estabelecida diferentemente em cada cultura, porém a fome é um
condicionante biológica
naaayk
Mensagens: 7
Registrado em: Dom Ago 11, 2013 10:33 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por biitominaga » QuaAbr 16, 2014 10:11 pm
Pergunta 1
0,2 em 0,2 pontos
(...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável
conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais
diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio
Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um
significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe
na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto
de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista
como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas.
(LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006)
Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a
seguinte afirmativa:
I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não
compreendem a realidade da cidade grande.
II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois
apresentam limitações cognitivas.
III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura.
Marque a alternativa CORRETA:
Resposta Selecionada:
e. III
Resposta Correta:
b. III
Feedback da resposta:
Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados
culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura
condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a
determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o
aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita
de aprender).
Pergunta 2
0 em 0,2 pontos
Texto:
É quando é desenvolvida uma interpretação e análise das culturas, estabelecendo
semelhanças e diferenças entre as culturas por meio de um estudo comparativo. É uma fase
que representa um primeiro passo em direção a uma síntese explicativa.
O texto acima faz referência à fase:
Resposta Selecionada:
a.
antropologia biológica
Resposta Correta:
a.
etnologia
Feedback da resposta:
O texto "É quando é desenvolvida uma interpretação e análise das culturas, estabelecendo
semelhanças e diferenças entre as culturas por meio de um estudo comparativo. É uma fase
que representa um primeiro passo em direção a uma síntese explicativa" faz referência à fase
denominada etnologia.
Pergunta 3
0 em 0,2 pontos
A Antropologia pode ser dividida em cinco campos de estudo, segundo o estudioso Laplantine:
Antropologia Biológica, Antropologia Pré-histórica, Antropologia Linguística, Antropologia
Psicológica e Antropologia Cultural.
Com base na afirmativa acima, avalie as opções a seguir sobre a antropologia biológica:
I. A antropologia biológica tem como objetivo pesquisar como os fatores culturais influenciam
o crescimento dos indivíduos, de modo a analisar, por exemplo, as particularidades
morfológicas articuladas ao meio ambiente.
II. A antropologia biológica tem como objetivo reconstituir as culturas do passado que foram
extintas em épocas distantes, pois são sociedades que desenvolveram formas culturais que
representam fases da humanidade e não estão registradas em documentos escritos.
III. A Antropologia biológica tem como objetivo o estudo do funcionamento da capacidade
psíquica do ser humano.
IV. A antropologia biológica tem como objetivo estudar o comportamento humano e como o
homem desenvolveu seu aprendizado social e cultural.
Marque a alternativa correta:
Resposta Selecionada:
b.
IV
Resposta Correta:
b.
I
Feedback da resposta:
Todas as opções são corretas: I. A antropologia biológica tem como objetivo pesquisar como
os fatores culturais influenciam o crescimento dos indivíduos, de modo a analisar, por
exemplo, as particularidades morfológicas articuladas ao meio ambiente; II. A antropologia
biológica tem como objetivo reconstituir as culturas do passado que foram extintas em épocas
distantes, pois são sociedades que desenvolveram formas culturais que representam fases da
humanidade e não estão registradas em documentos escritos; III. A Antropologia biológica tem
como objetivo o estudo do funcionamento da capacidade psíquica do ser humano e IV. A
antropologia biológica tem como objetivo estudar o comportamento humano e como o homem
desenvolveu seu aprendizado social e cultural.
Pergunta 4
0,2 em 0,2 pontos
A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem.
Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva
antropológica:
I. É o estudo que separa a natureza da cultura
II. É o estudo que congrega natureza e cultura
III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da
natureza
Assinale a alternativa CORRETA:
Resposta Selecionada:
a. II
Resposta Correta:
d. II
Feedback da resposta:
O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo
como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa
perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico.
Pergunta 5
0 em 0,2 pontos
A abordagem antropológica produziu uma revolução do olhar, pois rompeu com a noção de
que existe um tipo de ser humano que é o centro do mundo, tal como o europeu foi
identificado durante tanto tempo como a cultura superior e mais importante do planeta.
A partir da referência acima, pode-se dizer que:
I. A afirmativa faz referência à noção de que a cultura europeia possa ser considerada o
centro do universo.
II. A afirmativa faz referência ao diálogo da cultura europeia com outras culturas.
III. A afirmativa faz referência à noção de que a cultura europeia chegou a ser considerada
cultura superior.
IV. A afirmativa faz referência à noção de que a ciência antropológica rompeu com a noção
de que uma determinada cultura possa ser o centro do universo.
Assinale a alternativa INCORRETA:
Resposta Selecionada:
c.
I
Resposta Correta:
c.
II
Feedback da resposta:
A opção incorreta é: II. A afirmativa faz referência ao diálogo da cultura europeia com outras
culturas.
As opções corretas são: I. A afirmativa faz referência à prática de que a cultura europeia
possa ser considerada o centro do universo; III. A afirmativa faz referência à noção de que a
cultura europeia chegou a ser considerada cultura superior e IV. A afirmativa faz referência à
noção de que a ciência antropológica rompeu com a noção de que uma determinada cultura
possa ser o centro do universo.
biitominaga
Mensagens: 1
Registrado em: Dom Abr 14, 2013 7:33 pm
V
o
l
t
a
r
a
o
t
o
p
o
Re: Unidade 1
por maayasoares » Dom Abr 20, 2014 8:22 pm
O objeto de estudo da ciência antropológica é o HOMEM em suas dimensões biológica e
sociocultural.
Tomando a afirmativa acima como pressuposto inicial, avalie as opções abaixo sobre a ciência
antropológica:
I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo que interage em grupos sociais
organizados.
II. A ciência antropológica, enquanto ciência humana, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas conhecer o homem no todo: as crenças, costumes, história e
linguagens.
III. A ciência antropológica, enquanto ciência natural, apresenta como uma de suas propostas
teórico-metodológicas o estudo da evolução humana.
IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica o conhecimento do
homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência Natural.
Assinale a alternativa correta:
Resposta Selecionada:
Incorretad.
I, II e III
Resposta Correta:
Corretaa.
I, II, III e IV
Feedback da resposta:
Todas as opções são corretas: I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta
como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo
que interage em grupos sociais organizados; II. A ciência antropológica, enquanto ciência
humana, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem no
todo: as crenças, costumes, história e linguagens; III. A ciência antropológica, enquanto
ciência natural, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas o estudo da
evolução humana e IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica
o conhecimento do homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência
Natural.
Pergunta 2
0,2 em 0,2 pontos
A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem.
Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva
antropológica:
I. É o estudo que separa a natureza da cultura
II. É o estudo que congrega natureza e cultura
III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da
natureza
Assinale a alternativa CORRETA:
Resposta Selecionada:
Corretad. II
Resposta Correta:
Corretaa. II
Feedback da resposta:
O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo
como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa
perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico.
Pergunta 3
0,2 em 0,2 pontos
A Antropologia pode ser dividida em cinco campos de estudo, segundo o estudioso Laplantine:
Antropologia Biológica, Antropologia Pré-histórica, Antropologia Linguística, Antropologia
Psicológica e Antropologia Cultural.
Com base na afirmativa acima, avalie as opções a seguir sobre a antropologia biológica:
I. A antropologia biológica tem como objetivo pesquisar como os fatores culturais influenciam
o crescimento dos indivíduos, de modo a analisar, por exemplo, as particularidades
morfológicas articuladas ao meio ambiente.
II. A antropologia biológica tem como objetivo reconstituir as culturas do passado que foram
extintas em épocas distantes, pois são sociedades que desenvolveram formas culturais que
representam fases da humanidade e não estão registradas em documentos escritos.
III. A Antropologia biológica tem como objetivo o estudo do funcionamento da capacidade
psíquica do ser humano.
IV. A antropologia biológica tem como objetivo estudar o comportamento humano e como o
homem desenvolveu seu aprendizado social e cultural.
Marque a alternativa correta:
Resposta Selecionada:
Corretac.
I
Resposta Correta:
Corretab.
I
Feedback da resposta:
Todas as opções são corretas: I. A antropologia biológica tem como objetivo pesquisar como
os fatores culturais influenciam o crescimento dos indivíduos, de modo a analisar, por
exemplo, as particularidades morfológicas articuladas ao meio ambiente; II. A antropologia
biológica tem como objetivo reconstituir as culturas do passado que foram extintas em épocas
distantes, pois são sociedades que desenvolveram formas culturais que representam fases da
humanidade e não estão registradas em documentos escritos; III. A Antropologia biológica tem
como objetivo o estudo do funcionamento da capacidade psíquica do ser humano e IV. A
antropologia biológica tem como objetivo estudar o comportamento humano e como o homem
desenvolveu seu aprendizado social e cultural.
Pergunta 4
0,2 em 0,2 pontos
(...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável
conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais
diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio
Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um
significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe
na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto
de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista
como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas.
(LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006)
Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a
seguinte afirmativa:
I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não
compreendem a realidade da cidade grande.
II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois
apresentam limitações cognitivas.
III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura.
Marque a alternativa CORRETA:
Unidade 1
Unidade 1
Unidade 1
Unidade 1
Unidade 1
Unidade 1

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O caráter culturalmente construído da humanidade
O caráter culturalmente construído da humanidadeO caráter culturalmente construído da humanidade
O caráter culturalmente construído da humanidadeMaira Conde
 
Prova n1 preparatória psicologia antropologia
Prova n1 preparatória psicologia antropologiaProva n1 preparatória psicologia antropologia
Prova n1 preparatória psicologia antropologiaPsicologia_2015
 
24.02 atividade sociologia_3_b_douglas
24.02 atividade sociologia_3_b_douglas24.02 atividade sociologia_3_b_douglas
24.02 atividade sociologia_3_b_douglasDouglasElaine Moraes
 
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHAATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHAProf. Noe Assunção
 
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidadeAula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidadeClaudio Henrique Ramos Sales
 
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoAula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoroberto mosca junior
 
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18Péricles Penuel
 
Homem e sociedade unip
Homem e sociedade unipHomem e sociedade unip
Homem e sociedade unipArte de Lorena
 

Mais procurados (20)

Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
O caráter culturalmente construído da humanidade
O caráter culturalmente construído da humanidadeO caráter culturalmente construído da humanidade
O caráter culturalmente construído da humanidade
 
Cp aula 4
Cp aula 4Cp aula 4
Cp aula 4
 
Prova n1 preparatória psicologia antropologia
Prova n1 preparatória psicologia antropologiaProva n1 preparatória psicologia antropologia
Prova n1 preparatória psicologia antropologia
 
Antropologia da religião 2
Antropologia da religião 2Antropologia da religião 2
Antropologia da religião 2
 
Aulas de sociologia ensino médio para 1 anos
Aulas de sociologia ensino médio para 1 anosAulas de sociologia ensino médio para 1 anos
Aulas de sociologia ensino médio para 1 anos
 
Aula diversidade diferença identidade
Aula diversidade diferença identidadeAula diversidade diferença identidade
Aula diversidade diferença identidade
 
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologiaAtividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
 
Etnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismoEtnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismo
 
24.02 atividade sociologia_3_b_douglas
24.02 atividade sociologia_3_b_douglas24.02 atividade sociologia_3_b_douglas
24.02 atividade sociologia_3_b_douglas
 
Unidade 6 => Sociologia: Cultura
Unidade 6 => Sociologia: CulturaUnidade 6 => Sociologia: Cultura
Unidade 6 => Sociologia: Cultura
 
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHAATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
 
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidadeAula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
 
Antrapologia 1
Antrapologia 1Antrapologia 1
Antrapologia 1
 
Antrop. contêmp
Antrop. contêmpAntrop. contêmp
Antrop. contêmp
 
O que é etnocentrismo
O que é etnocentrismoO que é etnocentrismo
O que é etnocentrismo
 
Damatta
DamattaDamatta
Damatta
 
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoAula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
 
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
 
Homem e sociedade unip
Homem e sociedade unipHomem e sociedade unip
Homem e sociedade unip
 

Semelhante a Unidade 1

2-serie-sociologia-atividades-5e7bc29874857.pdf
2-serie-sociologia-atividades-5e7bc29874857.pdf2-serie-sociologia-atividades-5e7bc29874857.pdf
2-serie-sociologia-atividades-5e7bc29874857.pdfMarcosVtorAbreuFerre
 
Antropologia da Comunicação
Antropologia da ComunicaçãoAntropologia da Comunicação
Antropologia da ComunicaçãoDaniel Buchmann
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Cultura conhecimento e poder
Cultura conhecimento e poderCultura conhecimento e poder
Cultura conhecimento e poderSilvia Cintra
 
Apostila de sociologia 3° ano
Apostila de sociologia 3° anoApostila de sociologia 3° ano
Apostila de sociologia 3° anoAlexandre Quadrado
 
Sociologia unidade V
Sociologia unidade VSociologia unidade V
Sociologia unidade Vjoao paulo
 
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptx
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptxA ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptx
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptxMarília Vieira
 
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo culturalA diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo culturalMarcos Barros de Miranda
 
Breve trajetória da antropologia &
Breve trajetória  da antropologia                 &Breve trajetória  da antropologia                 &
Breve trajetória da antropologia &Marcello Lemanski
 
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptxtcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptxJooVictorBarroso2
 

Semelhante a Unidade 1 (20)

Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 
2-serie-sociologia-atividades-5e7bc29874857.pdf
2-serie-sociologia-atividades-5e7bc29874857.pdf2-serie-sociologia-atividades-5e7bc29874857.pdf
2-serie-sociologia-atividades-5e7bc29874857.pdf
 
Aula-01.ppt
Aula-01.pptAula-01.ppt
Aula-01.ppt
 
Antropologia da Comunicação
Antropologia da ComunicaçãoAntropologia da Comunicação
Antropologia da Comunicação
 
Cultura e diversidade.pptx
Cultura e diversidade.pptxCultura e diversidade.pptx
Cultura e diversidade.pptx
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Cultura conhecimento e poder
Cultura conhecimento e poderCultura conhecimento e poder
Cultura conhecimento e poder
 
Apostila de sociologia 3° ano
Apostila de sociologia 3° anoApostila de sociologia 3° ano
Apostila de sociologia 3° ano
 
Sociologia unidade V
Sociologia unidade VSociologia unidade V
Sociologia unidade V
 
Etnia
EtniaEtnia
Etnia
 
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptx
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptxA ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptx
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptx
 
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo culturalA diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
A diversidade cultural etnocentrismo e relativismo cultural
 
Cultura um conceito antropológico
Cultura  um conceito antropológicoCultura  um conceito antropológico
Cultura um conceito antropológico
 
Breve trajetória da antropologia &
Breve trajetória  da antropologia                 &Breve trajetória  da antropologia                 &
Breve trajetória da antropologia &
 
Eti cid sus_09_pdf
Eti cid sus_09_pdfEti cid sus_09_pdf
Eti cid sus_09_pdf
 
Publicação2
Publicação2Publicação2
Publicação2
 
Antropologia: conceitos basicos
 Antropologia: conceitos basicos Antropologia: conceitos basicos
Antropologia: conceitos basicos
 
Aula 04
Aula 04Aula 04
Aula 04
 
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptxtcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
 

Último

Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 

Último (20)

Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 

Unidade 1

  • 1. UNIDADE 1 Instruções • Pergunta 1 0.2 em 0.2 pontos A qual tipo de definição de cultura o texto abaixo da UNESCO (1989) se refere? “... o conjunto de criações que emanam de uma comunidade cultural fundadas na tradição, expressas por um grupo ou por indivíduos e que reconhecidamente respondem à expectativas da comunidade enquanto expressão de sua identidade cultural e social; as normas e os valores se transmitem oralmente, por imitação ou de outras maneiras. Suas formas compreendem, entre outras, a língua, a literatura, a música, a dança, os jogos, a mitologia, os rituais, os costumes, o artesanato, a arquitetura e outras artes” . Resposta Resposta Selecionada: Cultura tradicional e popular; Resposta Correta: Cultura tradicional e popular; Feedback da resposta: O conceito de cultura popular defendido pela UNESCO recomenda a salvaguarda da cultura tradicional e popular (1989). Note a magnitude dessa definição. • Pergunta 2 0.2 em 0.2 pontos Complete o espaço vazio com o nome do conceito a que se refere o texto abaixo: “Uma das mais evidentes dificuldades encontradas na compreensão e definição da __________________ contemporânea tem origem na polissemia do conceito de Cultura, fato que reflete nas mais diferentes abordagens utilizadas para a definição de políticasinstitucionais de acautelamento, reconhecimento e promoção.” (BONETTI e RIBARIC, 2010) Resposta Selecionada: diversidade cultural; Resposta Correta: diversidade cultural; • Pergunta 3 0.2 em 0.2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA:
  • 2. “O homem nasce livre, e por toda a parte encontra-se a ferros. O que se crê senhor dos demais não deixa de ser mais escravo do que eles. Como adveio tal mudança? Ignoro-o. Que poderá legitimá-la? Creio poder resolver esta questão.” (ROUSSEAU, J. J. Do Contrato Social. Primeiro parágrafo do capítulo 1. Apud ABRÃO, 2004.). Qual o nome do pensador que passou a ver na sociedade, dita civilizada, uma ausência total de liberdade e nas sociedades ditas “simples” uma felicidade absoluta criando o conceito de “Bom selvagem” para os habitantes do novo mundo? Resposta Resposta Selecionada: Rousseau; Resposta Correta: Rousseau; • Pergunta 4 0.2 em 0.2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “(...) Podem-se descobrir os outros em si mesmo, e perceber que não se é uma substância homogênea, e radicalmente diferente de tudo o que é si mesmo; eu é um outro. Mas cada um dos outros é um eu também, sujeito como eu. Somente meu ponto de vista, segundo o qual todos estão lá e eu estou só aqui, pode realmente separá-los e distingui-los de mim. Posso conceber os outros como uma abstração, como uma instância da configuração psíquica de todo indivíduo, como o Outro, outro ou outrem em relação a mim.Ou então como um grupo social concreto ao qual nós não pertencemos. Esse grupo, por sua vez, pode estar contido numa sociedade: as mulheres para os homens, os ricos para os pobres, os loucos para os “normais”. (...)”. (TODOROV, 1999:3). Como se chama o termo usado ao longo da História, notadamente envolvendo a cultura Greco-romana, para designar o incivilizado, aquele que não pertence a uma civilização, cuja principal diferença era a fala? Resposta Resposta Selecionada: bárbaro; Resposta Correta: bárbaro; • Pergunta 5 0.2 em 0.2 pontos Como vimos na Unidade 1, poucos conceitos possuem tantas definições como o de cultura e
  • 3. consequentemente, o de diversidade cultural e o de cultura tradicional e popular. No Brasil, na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados , foi proposto três eixos sobre o qual a cultura popular brasileira deveria ser analisada. São eles: Resposta Resposta Selecionada: O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada. Resposta Correta: O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada. Admin Site Admin Mensagens: 49 Registrado em: Dom Out 07, 2012 8:42 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por Admin » Dom Out 14, 2012 11:15 pm Pergunta 1 .0,2 em 0,2 pontos Complete o espaço vazio com o nome do conceito a que se refere o texto abaixo: “Uma das mais evidentes dificuldades encontradas na compreensão e definição da __________________ contemporânea tem origem na polissemia do conceito de Cultura, fato que reflete nas mais diferentes abordagens utilizadas para a definição de políticas institucionais de acautelamento, reconhecimento e promoção.” (BONETTI e RIBARIC, 2010) Resposta
  • 4. Resposta Selecionada: diversidade cultural; Resposta Correta: diversidade cultural; Feedback da resposta: Poucos conceitos têm tantas definições quanto o conceito de cultura, daí a grande dificuldade de entendermos e convivermos com a imensa diversidade cultural. Como o conceito de cultura possui tantos usos e referem-se a muitos fenômenos, muitas vezes essas definições se contradizem, anulando-se mutuamente como conceito com algum valor explicativo. . Pergunta 2 .0 em 0,2 pontos Leia com atenção o texto abaixo: “A idéia de Cultura como capital cognitivo está presente nas origens clássicas da cultura ocidental, fundamento para a própria noção de modernidade (esclarecimento), base da tradição evolucionista da antropologia do século XIX e ainda presente no senso comum da cultura urbana. As sociedades da tradição são, neste sentido, compreendidas espécies de somatórias de ausências ou incompletudes – sem família, sem religião, sem Estado, sem economia, sem cultura. O conhecimento tradicional expresso em construções simbólica de mitos, magias e práticas sociais, é concebido como caricatura deformada do conhecimento racional e científico.” (BONETTI e RIBARIC, 2010). Essa ideologia hegemônica “contaminou” o pensamento social brasileiro no séc. XIX. No entanto, a partir do séc. XX, novas abordagens vão abandonar essa perspectiva eurocêntrica. Qual o nome dessas abordagens que passam a orientar o conhecimento da diversidade cultural valorizando as dimensões simbólicas e dinâmicas da cultura? Resposta Resposta Selecionada: Positivistas Resposta Correta: Culturalistas Feedback da resposta: Ideologia praticamente hegemônica no cenário conservador do pensamento social brasileiro, contamina o positivismo e raciologia cientificista do século XIX, influencando a obra dos teóricos da brasilidade como Gonçalves de Magalhães, Araripe Júnior, Silvio Romero, Nina Rodrigues, Capistrano de Abreu e Euclides da Cunha, e orientando toda a política indigenista brasileira desde a pacificação rondoniana até o assimilacionismo e integracionismo da década de 1970. A partir do inicio do século XX, são elaboradas
  • 5. abordagens conhecidas como culturalistas que abandonam procuram abandonar a perspectiva eurocêntrica (relativismo cultural) e orientar o conhecimento da diversidade cultural do presente através da pesquisa empírica descritiva, sobrevalorizando as dimensões simbólicas e subjetivas das dinâmicas culturais. . Pergunta 3 .0,2 em 0,2 pontos Leia com atenção as definições abaixo e responda a questão proposta: . "tudo o que caracteriza uma população humana"; . "o conjunto de modos de ser, viver, pensar e falar de uma dada formação social"; . "todo conhecimento que uma sociedade tem de si mesma, sobre outras sociedades, sobre o meio material em que vive e sobre sua própria existência"; .as formas de expressão simbólica desse conhecimento através das idéias, da construção de objetos e das práticas rituais e artísticas”; . "conjunto de características distintas, espirituais e materiais, intelectuais e afetivas, que caracterizam uma sociedade ou um grupo social (...) engloba, além das artes e letras, os modos de viver, os direitos fundamentais dos seres humanos, os sistemas de valor, as tradições e as crenças" Qual o nome do conceito que as afirmações acima definiram? Resposta Resposta Selecionada: Cultura; Resposta Correta: Cultura; Feedback da resposta: Todas as definições acima tratam de cultura, sendo a última a última a referência da UNESCO (2001) para Patrimônio Cultural. São definições abrangentes que ao mesmo tempo dizem respeito a tudo e nada. . Pergunta 4 .0,2 em 0,2 pontos Um dos principais conceitos da Antropologia considera o outro não como alguém superior ou inferior, mas como detentor de uma cultura diferente da nossa, nem pior ou melhor, porém diferente. O nome desse conceito é? Resposta Resposta Selecionada: Alteridade; Resposta Correta: Alteridade;
  • 6. Feedback da resposta: Desde os primórdios da Antropologia, a arcaica visão do outro basicamente sempre oscilou entre duas grandes visões: ou o outro era uma “besta-fera”, inferior e incivilizada, ou o contrário, um ser civilizado em sua inocência e pureza, uma denúncia viva do estado de opressão que o europeu civilizado vivia. Tal dicotomia persistiu até o início da Ciência Antropológica, quando esta finalmente percebe que o outro não é nem um “selvagem”, um “bárbaro” ou um “civilizado”, mas apenas diferente. É essa a essência do conceito de alteridade, o grande esteio da ciência que estuda as culturas, a diversidade cultural e a identidade cultural. . Pergunta 5 .0,2 em 0,2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “O homem nasce livre, e por toda a parte encontra-se a ferros. O que se crê senhor dos demais não deixa de ser mais escravo do que eles. Como adveio tal mudança? Ignoro-o. Que poderá legitimá-la? Creio poder resolver esta questão.” (ROUSSEAU, J. J. Do Contrato Social. Primeiro parágrafo do capítulo 1. Apud ABRÃO, 2004.). Qual o nome do pensador que passou a ver na sociedade, dita civilizada, uma ausência total de liberdade e nas sociedades ditas “simples” uma felicidade absoluta criando o conceito de “Bom selvagem” para os habitantes do novo mundo? Resposta Resposta Selecionada: Rousseau; Resposta Correta: Rousseau; Feedback da resposta: ROUSSEAU, em obras como “Do Contrato Social” e “Discurso sobre a Origem e os Fundamentos da Desigualdade”, analisou de que maneira foi traçado o pacto entre os homens para a saída do estado de natureza e inaugurar o estado civil. Em sua crítica a sociedade repressiva européia, o outro passa a ser visto como “O Bom Selvagem”, aquele ser puro, vivendo em um ambiente idílico, em harmonia com os seus e com a natureza, num estado de tamanha pureza que lembra o paraíso na Terra. Admin Site Admin Mensagens: 49 Registrado em: Dom Out 07, 2012 8:42 pm V o l t a r a o
  • 7. t o p o Re: Unidade 1 por yugich » Seg Out 15, 2012 4:57 pm Pergunta 1 LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “Os outros, aqueles que são diferentes de nós e com os quais não nos identificamos, mas que julgamos a partir de nós mesmos, ou seja, o que não conhecemos porém classificamos, conceitos prévios de algo que não sabemos, a essência do preconceito (pré-conceito). Ao classificar algo que não conhecemos, utilizamos parâmetros exclusivamente nossos, assim, se chamamos alguém desconhecido de selvagem, de bárbaro, estamos na realidade falando de nós mesmos, pois o outro certamente não possui nada do que erroneamente imaginamos, estamos vendo-os pela primeira vez, daí talvez a origem dos conflitos culturais, pois sempre achamos que nós, nossa cultura, é a correta, a escolhida, a que foi abençoada por Deus.”. (BONETTI e RIBARIC, 2010). A sociedade européia, ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico possui segundo COPANS (1971) a reação instintiva de classificá-los como exóticos. Esse traço é o que se chama em Antropologia de: Resposta Resposta Selecionada: Culturalismo; Resposta Correta: <----------------------------------------------------------- Etnocentrismo; Feedback da resposta: Segundo COPANS, 1971:14) “A reacção instintiva do Ocidente face aos povos exóticos é o etnocentrismo que implícita ou mesmo explicitamente, ajuíza das sociedades “não européias” pelo modo europeu”. yugich Mensagens: 5 Registrado em: Seg Out 15, 2012 4:52 pm V o l t a r a o
  • 8. t o p o Re: Unidade 1 por norevit7 » Qui Out 18, 2012 11:04 pm Muitas vezes a descrição do outro atende a interesses distintos. Pode ser feita para legitimar uma dominação tendo como objetivo a inferiorizar a cultura do outro. Mas também a descrição do outro, de outra cultura pode servir de parâmetro para: Resposta Resposta Selecionada: Buscar contradições em sua própria sociedade; Resposta Correta: Buscar contradições em sua própria sociedade; Feedback da resposta: A descrição do outro também pode atender a interesses distintos, com reações diferentes da do espanto que tende a inferiorizar a outra cultura para legitimar, muitas vezes, uma ação de dominação ou de afirmação etnocêntrica. Existem também aqueles que frente à diversidade, buscam entender as contradições de sua própria sociedade, a fim de perceber que, na verdade, o bárbaro é ele, a sua cultura, sua sociedade. Como disse MONTAIGNE no século XVI em relação aos habitantes originais da América recém conquistada, admitindo que esses podem ser chamados de “(... )bárbaros quanto às regras da razão, mas não quanto a nós mesmos que os superamos em toda sorte de barbárie”. (Apud: LAPLANTINE, 1988 norevit7 Mensagens: 3 Registrado em: Qui Out 18, 2012 10:57 pm V o l t a r a o t o p o
  • 9. UNID. 1 por ivanmarx » Seg Mar 11, 2013 5:26 pm Pergunta 1 0,2 em 0,2 pontos A qual tipo de definição de cultura o texto abaixo da UNESCO (1989) se refere? “... o conjunto de criações que emanam de uma comunidade cultural fundadas na tradição, expressas por um grupo ou por indivíduos e que reconhecidamente respondem à expectativas da comunidade enquanto expressão de sua identidade cultural e social; as normas e os valores se transmitem oralmente, por imitação ou de outras maneiras. Suas formas compreendem, entre outras, a língua, a literatura, a música, a dança, os jogos, a mitologia, os rituais, os costumes, o artesanato, a arquitetura e outras artes” . Resposta Resposta Selecionada: Cultura tradicional e popular; Resposta Correta: Cultura tradicional e popular; Feedback da resposta: O conceito de cultura popular defendido pela UNESCO recomenda a salvaguarda da cultura tradicional e popular (1989). Note a magnitude dessa definição. Pergunta 2 0,2 em 0,2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “Os outros, aqueles que são diferentes de nós e com os quais não nos identificamos, mas que julgamos a partir de nós mesmos, ou seja, o que não conhecemos porém classificamos, conceitos prévios de algo que não sabemos, a essência do preconceito (pré-conceito). Ao classificar algo que não conhecemos, utilizamos parâmetros exclusivamente nossos, assim, se chamamos alguém desconhecido de selvagem, de bárbaro, estamos na realidade falando de nós mesmos, pois o outro certamente não possui nada do que erroneamente imaginamos, estamos vendo-os pela primeira vez, daí talvez a origem dos conflitos culturais, pois sempre achamos que nós, nossa cultura, é a correta, a escolhida, a que foi abençoada por Deus.”. (BONETTI e RIBARIC, 2010). A sociedade européia, ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico possui segundo COPANS (1971) a reação instintiva de classificá-los como exóticos. Esse traço é o que se chama em Antropologia de: Resposta Resposta Selecionada:
  • 10. Etnocentrismo; Resposta Correta: Etnocentrismo; Feedback da resposta: Segundo COPANS, 1971:14) “A reacção instintiva do Ocidente face aos povos exóticos é o etnocentrismo que implícita ou mesmo explicitamente, ajuíza das sociedades “não européias” pelo modo europeu”. Pergunta 3 0,2 em 0,2 pontos Como vimos na Unidade 1, poucos conceitos possuem tantas definições como o de cultura e consequentemente, o de diversidade cultural e o de cultura tradicional e popular. No Brasil, na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados , foi proposto três eixos sobre o qual a cultura popular brasileira deveria ser analisada. São eles: Resposta Resposta Selecionada: O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada. Resposta Correta: O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada. Feedback da resposta: São 3 os pontos levantados pelo então Secretário Sergio Mamberti na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados sobre políticas de cultura e diversidade do governo brasileiro: • O primeiro é o tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares. Há um reconhecimento do poder criativo do povo brasileiro na incorporação de elementos populares como símbolos da Identidade Cultural Brasileira, tais como o samba a feijoada ou carnaval. Porém, nunca houve um tratamento equilibrado entre os incentivos às expressões das Cultural Populares (sejam as tradicionais ou as novas e urbanas como o Hip-hop) e os mecanismos de proteção e fomento às manifestações artísticas e das indústrias culturais. As culturas populares sempre sofreram o mesmo processo discriminatório que as classes menos favorecidas, detentoras desse rico acervo cultural. • O segundo elemento diz respeito às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira. Na linguagem cotidiana reconhecemos as peculiaridades de culturas típicas, tais como a cultura nordestina, pantaneira ou gaúcha. Mas este tema é tratado de maneira insuficiente nos processos de formulação de políticas públicas. • Finalmente, um terceiro elemento é a questão da indução à produção cultural
  • 11. descentralizada. Assim como para o Brasil é vital que haja proteção e estímulo à produção e difusão de conteúdos nacionais através da limitação ao capital estrangeiro na propriedade dos meios de comunicação, é necessária a regulação da área de audiovisual e o estímulo à produção e difusão descentralizadas, além do fortalecimento dos intercâmbios culturais entre os diversos rincões brasileiros, através de mecanismos como os dispostos no conhecido projeto apresentado pela Deputada Jandira Feghalli. Pergunta 4 0,2 em 0,2 pontos Um dos principais conceitos da Antropologia considera o outro não como alguém superior ou inferior, mas como detentor de uma cultura diferente da nossa, nem pior ou melhor, porém diferente. O nome desse conceito é? Resposta Resposta Selecionada: Alteridade; Resposta Correta: Alteridade; Feedback da resposta: Desde os primórdios da Antropologia, a arcaica visão do outro basicamente sempre oscilou entre duas grandes visões: ou o outro era uma “besta-fera”, inferior e incivilizada, ou o contrário, um ser civilizado em sua inocência e pureza, uma denúncia viva do estado de opressão que o europeu civilizado vivia. Tal dicotomia persistiu até o início da Ciência Antropológica, quando esta finalmente percebe que o outro não é nem um “selvagem”, um “bárbaro” ou um “civilizado”, mas apenas diferente. É essa a essência do conceito de alteridade, o grande esteio da ciência que estuda as culturas, a diversidade cultural e a identidade cultural. Pergunta 5 0,2 em 0,2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “(...) Podem-se descobrir os outros em si mesmo, e perceber que não se é uma substância homogênea, e radicalmente diferente de tudo o que é si mesmo; eu é um outro. Mas cada um dos outros é um eu também, sujeito como eu. Somente meu ponto de vista, segundo o qual todos estão lá e eu estou só aqui, pode realmente separá-los e distingui-los de mim. Posso conceber os outros como uma abstração, como uma instância da configuração psíquica de todo indivíduo, como o Outro, outro ou outrem em relação a mim.Ou então como um grupo social concreto ao qual nós não pertencemos. Esse grupo, por sua vez, pode estar contido numa sociedade: as mulheres para os homens, os ricos para os pobres, os loucos para os “normais”. (...)”. (TODOROV, 1999:3). Como se chama o termo usado ao longo da História, notadamente envolvendo a cultura Greco-romana, para designar o incivilizado, aquele que não pertence a uma civilização, cuja
  • 12. principal diferença era a fala? Resposta Resposta Selecionada: bárbaro; Resposta Correta: bárbaro; Feedback da resposta: Para os gregos antigos, o termo “bárbaro” era usado para designar todo aquele que não falava grego, a única língua civilizada. O termo “bárbaro” também foi amplamente utilizado pelos Romanos, designando os incivilizados, aqueles que não falavam, dessa vez, o latim. ivanmarx Mensagens: 4 Registrado em: Seg Mar 11, 2013 5:22 pm V o l t a r a o t o p o UNID. 1 por ivanmarx » Seg Mar 11, 2013 5:27 pm Pergunta 1 0,2 em 0,2 pontos A qual tipo de definição de cultura o texto abaixo da UNESCO (1989) se refere? “... o conjunto de criações que emanam de uma comunidade cultural fundadas na tradição, expressas por um grupo ou por indivíduos e que reconhecidamente respondem à expectativas da comunidade enquanto expressão de sua identidade cultural e social; as normas e os valores se transmitem oralmente, por imitação ou de outras maneiras. Suas formas compreendem, entre outras, a língua, a literatura, a música, a dança, os jogos, a mitologia, os rituais, os costumes, o artesanato, a arquitetura e outras artes” . Resposta Resposta Selecionada: Cultura tradicional e popular;
  • 13. Resposta Correta: Cultura tradicional e popular; Feedback da resposta: O conceito de cultura popular defendido pela UNESCO recomenda a salvaguarda da cultura tradicional e popular (1989). Note a magnitude dessa definição. Pergunta 2 0,2 em 0,2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “Os outros, aqueles que são diferentes de nós e com os quais não nos identificamos, mas que julgamos a partir de nós mesmos, ou seja, o que não conhecemos porém classificamos, conceitos prévios de algo que não sabemos, a essência do preconceito (pré-conceito). Ao classificar algo que não conhecemos, utilizamos parâmetros exclusivamente nossos, assim, se chamamos alguém desconhecido de selvagem, de bárbaro, estamos na realidade falando de nós mesmos, pois o outro certamente não possui nada do que erroneamente imaginamos, estamos vendo-os pela primeira vez, daí talvez a origem dos conflitos culturais, pois sempre achamos que nós, nossa cultura, é a correta, a escolhida, a que foi abençoada por Deus.”. (BONETTI e RIBARIC, 2010). A sociedade européia, ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico possui segundo COPANS (1971) a reação instintiva de classificá-los como exóticos. Esse traço é o que se chama em Antropologia de: Resposta Resposta Selecionada: Etnocentrismo; Resposta Correta: Etnocentrismo; Feedback da resposta: Segundo COPANS, 1971:14) “A reacção instintiva do Ocidente face aos povos exóticos é o etnocentrismo que implícita ou mesmo explicitamente, ajuíza das sociedades “não européias” pelo modo europeu”. Pergunta 3 0,2 em 0,2 pontos Como vimos na Unidade 1, poucos conceitos possuem tantas definições como o de cultura e consequentemente, o de diversidade cultural e o de cultura tradicional e popular. No Brasil, na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados , foi proposto três eixos sobre o qual a cultura popular brasileira deveria ser analisada. São eles: Resposta Resposta Selecionada: O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da
  • 14. cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada. Resposta Correta: O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada. Feedback da resposta: São 3 os pontos levantados pelo então Secretário Sergio Mamberti na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados sobre políticas de cultura e diversidade do governo brasileiro: • O primeiro é o tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares. Há um reconhecimento do poder criativo do povo brasileiro na incorporação de elementos populares como símbolos da Identidade Cultural Brasileira, tais como o samba a feijoada ou carnaval. Porém, nunca houve um tratamento equilibrado entre os incentivos às expressões das Cultural Populares (sejam as tradicionais ou as novas e urbanas como o Hip-hop) e os mecanismos de proteção e fomento às manifestações artísticas e das indústrias culturais. As culturas populares sempre sofreram o mesmo processo discriminatório que as classes menos favorecidas, detentoras desse rico acervo cultural. • O segundo elemento diz respeito às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira. Na linguagem cotidiana reconhecemos as peculiaridades de culturas típicas, tais como a cultura nordestina, pantaneira ou gaúcha. Mas este tema é tratado de maneira insuficiente nos processos de formulação de políticas públicas. • Finalmente, um terceiro elemento é a questão da indução à produção cultural descentralizada. Assim como para o Brasil é vital que haja proteção e estímulo à produção e difusão de conteúdos nacionais através da limitação ao capital estrangeiro na propriedade dos meios de comunicação, é necessária a regulação da área de audiovisual e o estímulo à produção e difusão descentralizadas, além do fortalecimento dos intercâmbios culturais entre os diversos rincões brasileiros, através de mecanismos como os dispostos no conhecido projeto apresentado pela Deputada Jandira Feghalli. Pergunta 4 0,2 em 0,2 pontos Um dos principais conceitos da Antropologia considera o outro não como alguém superior ou inferior, mas como detentor de uma cultura diferente da nossa, nem pior ou melhor, porém diferente. O nome desse conceito é? Resposta Resposta Selecionada: Alteridade; Resposta Correta: Alteridade; Feedback da resposta:
  • 15. Desde os primórdios da Antropologia, a arcaica visão do outro basicamente sempre oscilou entre duas grandes visões: ou o outro era uma “besta-fera”, inferior e incivilizada, ou o contrário, um ser civilizado em sua inocência e pureza, uma denúncia viva do estado de opressão que o europeu civilizado vivia. Tal dicotomia persistiu até o início da Ciência Antropológica, quando esta finalmente percebe que o outro não é nem um “selvagem”, um “bárbaro” ou um “civilizado”, mas apenas diferente. É essa a essência do conceito de alteridade, o grande esteio da ciência que estuda as culturas, a diversidade cultural e a identidade cultural. Pergunta 5 0,2 em 0,2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “(...) Podem-se descobrir os outros em si mesmo, e perceber que não se é uma substância homogênea, e radicalmente diferente de tudo o que é si mesmo; eu é um outro. Mas cada um dos outros é um eu também, sujeito como eu. Somente meu ponto de vista, segundo o qual todos estão lá e eu estou só aqui, pode realmente separá-los e distingui-los de mim. Posso conceber os outros como uma abstração, como uma instância da configuração psíquica de todo indivíduo, como o Outro, outro ou outrem em relação a mim.Ou então como um grupo social concreto ao qual nós não pertencemos. Esse grupo, por sua vez, pode estar contido numa sociedade: as mulheres para os homens, os ricos para os pobres, os loucos para os “normais”. (...)”. (TODOROV, 1999:3). Como se chama o termo usado ao longo da História, notadamente envolvendo a cultura Greco-romana, para designar o incivilizado, aquele que não pertence a uma civilização, cuja principal diferença era a fala? Resposta Resposta Selecionada: bárbaro; Resposta Correta: bárbaro; Feedback da resposta: Para os gregos antigos, o termo “bárbaro” era usado para designar todo aquele que não falava grego, a única língua civilizada. O termo “bárbaro” também foi amplamente utilizado pelos Romanos, designando os incivilizados, aqueles que não falavam, dessa vez, o latim. ivanmarx Mensagens: 4 Registrado em: Seg Mar 11, 2013 5:22 pm V o l t a r a
  • 16. o t o p o UNID. 1 por ivanmarx » Seg Mar 11, 2013 5:29 pm Pergunta 1 0,2 em 0,2 pontos A qual tipo de definição de cultura o texto abaixo da UNESCO (1989) se refere? “... o conjunto de criações que emanam de uma comunidade cultural fundadas na tradição, expressas por um grupo ou por indivíduos e que reconhecidamente respondem à expectativas da comunidade enquanto expressão de sua identidade cultural e social; as normas e os valores se transmitem oralmente, por imitação ou de outras maneiras. Suas formas compreendem, entre outras, a língua, a literatura, a música, a dança, os jogos, a mitologia, os rituais, os costumes, o artesanato, a arquitetura e outras artes” . Resposta Resposta Selecionada: Cultura tradicional e popular; Resposta Correta: Cultura tradicional e popular; Feedback da resposta: O conceito de cultura popular defendido pela UNESCO recomenda a salvaguarda da cultura tradicional e popular (1989). Note a magnitude dessa definição. Pergunta 2 0,2 em 0,2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “Os outros, aqueles que são diferentes de nós e com os quais não nos identificamos, mas que julgamos a partir de nós mesmos, ou seja, o que não conhecemos porém classificamos, conceitos prévios de algo que não sabemos, a essência do preconceito (pré-conceito). Ao classificar algo que não conhecemos, utilizamos parâmetros exclusivamente nossos, assim, se chamamos alguém desconhecido de selvagem, de bárbaro, estamos na realidade falando de nós mesmos, pois o outro certamente não possui nada do que erroneamente imaginamos, estamos vendo-os pela primeira vez, daí talvez a origem dos conflitos culturais, pois sempre achamos que nós, nossa cultura, é a correta, a escolhida, a que foi abençoada por Deus.”. (BONETTI e RIBARIC, 2010). A sociedade européia, ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico possui
  • 17. segundo COPANS (1971) a reação instintiva de classificá-los como exóticos. Esse traço é o que se chama em Antropologia de: Resposta Resposta Selecionada: Etnocentrismo; Resposta Correta: Etnocentrismo; Feedback da resposta: Segundo COPANS, 1971:14) “A reacção instintiva do Ocidente face aos povos exóticos é o etnocentrismo que implícita ou mesmo explicitamente, ajuíza das sociedades “não européias” pelo modo europeu”. Pergunta 3 0,2 em 0,2 pontos Como vimos na Unidade 1, poucos conceitos possuem tantas definições como o de cultura e consequentemente, o de diversidade cultural e o de cultura tradicional e popular. No Brasil, na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados , foi proposto três eixos sobre o qual a cultura popular brasileira deveria ser analisada. São eles: Resposta Resposta Selecionada: O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada. Resposta Correta: O tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares; às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira; a indução à produção cultural descentralizada. Feedback da resposta: São 3 os pontos levantados pelo então Secretário Sergio Mamberti na IV Conferência de Educação e Cultura na Câmara dos Deputados sobre políticas de cultura e diversidade do governo brasileiro: • O primeiro é o tratamento contraditório e insuficiente em relação às expressões das Culturas Populares. Há um reconhecimento do poder criativo do povo brasileiro na incorporação de elementos populares como símbolos da Identidade Cultural Brasileira, tais como o samba a feijoada ou carnaval. Porém, nunca houve um tratamento equilibrado entre os incentivos às expressões das Cultural Populares (sejam as tradicionais ou as novas e urbanas como o Hip-hop) e os mecanismos de proteção e fomento às manifestações artísticas e das indústrias culturais. As culturas populares sempre sofreram o mesmo processo discriminatório que as classes menos favorecidas, detentoras desse rico acervo cultural. • O segundo elemento diz respeito às dificuldade de reconhecimento das chamadas expressões culturais locais ou regionais da cultura brasileira. Na linguagem cotidiana
  • 18. reconhecemos as peculiaridades de culturas típicas, tais como a cultura nordestina, pantaneira ou gaúcha. Mas este tema é tratado de maneira insuficiente nos processos de formulação de políticas públicas. • Finalmente, um terceiro elemento é a questão da indução à produção cultural descentralizada. Assim como para o Brasil é vital que haja proteção e estímulo à produção e difusão de conteúdos nacionais através da limitação ao capital estrangeiro na propriedade dos meios de comunicação, é necessária a regulação da área de audiovisual e o estímulo à produção e difusão descentralizadas, além do fortalecimento dos intercâmbios culturais entre os diversos rincões brasileiros, através de mecanismos como os dispostos no conhecido projeto apresentado pela Deputada Jandira Feghalli. Pergunta 4 0,2 em 0,2 pontos Um dos principais conceitos da Antropologia considera o outro não como alguém superior ou inferior, mas como detentor de uma cultura diferente da nossa, nem pior ou melhor, porém diferente. O nome desse conceito é? Resposta Resposta Selecionada: Alteridade; Resposta Correta: Alteridade; Feedback da resposta: Desde os primórdios da Antropologia, a arcaica visão do outro basicamente sempre oscilou entre duas grandes visões: ou o outro era uma “besta-fera”, inferior e incivilizada, ou o contrário, um ser civilizado em sua inocência e pureza, uma denúncia viva do estado de opressão que o europeu civilizado vivia. Tal dicotomia persistiu até o início da Ciência Antropológica, quando esta finalmente percebe que o outro não é nem um “selvagem”, um “bárbaro” ou um “civilizado”, mas apenas diferente. É essa a essência do conceito de alteridade, o grande esteio da ciência que estuda as culturas, a diversidade cultural e a identidade cultural. Pergunta 5 0,2 em 0,2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “(...) Podem-se descobrir os outros em si mesmo, e perceber que não se é uma substância homogênea, e radicalmente diferente de tudo o que é si mesmo; eu é um outro. Mas cada um dos outros é um eu também, sujeito como eu. Somente meu ponto de vista, segundo o qual todos estão lá e eu estou só aqui, pode realmente separá-los e distingui-los de mim. Posso conceber os outros como uma abstração, como uma instância da configuração psíquica de todo indivíduo, como o Outro, outro ou outrem em relação a mim.Ou então como um grupo social concreto ao qual nós não pertencemos. Esse grupo, por sua vez, pode estar contido
  • 19. numa sociedade: as mulheres para os homens, os ricos para os pobres, os loucos para os “normais”. (...)”. (TODOROV, 1999:3). Como se chama o termo usado ao longo da História, notadamente envolvendo a cultura Greco-romana, para designar o incivilizado, aquele que não pertence a uma civilização, cuja principal diferença era a fala? Resposta Resposta Selecionada: bárbaro; Resposta Correta: bárbaro; Feedback da resposta: Para os gregos antigos, o termo “bárbaro” era usado para designar todo aquele que não falava grego, a única língua civilizada. O termo “bárbaro” também foi amplamente utilizado pelos Romanos, designando os incivilizados, aqueles que não falavam, dessa vez, o latim. ivanmarx Mensagens: 4 Registrado em: Seg Mar 11, 2013 5:22 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por macarv » QuaAbr 17, 2013 6:13 pm Pergunta 1 0,2 em 0,2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “Os outros, aqueles que são diferentes de nós e com os quais não nos identificamos, mas que julgamos a partir de nós mesmos, ou seja, o que não conhecemos porém classificamos, conceitos prévios de algo que não sabemos, a essência do preconceito (pré-conceito). Ao classificar algo que não conhecemos, utilizamos parâmetros exclusivamente nossos, assim, se chamamos alguém desconhecido de selvagem, de bárbaro, estamos na realidade falando de
  • 20. nós mesmos, pois o outro certamente não possui nada do que erroneamente imaginamos, estamos vendo-os pela primeira vez, daí talvez a origem dos conflitos culturais, pois sempre achamos que nós, nossa cultura, é a correta, a escolhida, a que foi abençoada por Deus.”. (BONETTI e RIBARIC, 2010). A sociedade européia, ao classificar as outras culturas ao longo do processo histórico possui segundo COPANS (1971) a reação instintiva de classificá-los como exóticos. Esse traço é o que se chama em Antropologia de: Resposta Resposta Selecionada: Etnocentrismo; Resposta Correta: Etnocentrismo; Feedback da resposta: Segundo COPANS, 1971:14) “A reacção instintiva do Ocidente face aos povos exóticos é o etnocentrismo que implícita ou mesmo explicitamente, ajuíza das sociedades “não européias” pelo modo europeu”. Pergunta 2 0,2 em 0,2 pontos Muitas vezes a descrição do outro atende a interesses distintos. Pode ser feita para legitimar uma dominação tendo como objetivo a inferiorizar a cultura do outro. Mas também a descrição do outro, de outra cultura pode servir de parâmetro para: Resposta Resposta Selecionada: Buscar contradições em sua própria sociedade; Resposta Correta: Buscar contradições em sua própria sociedade; Feedback da resposta: A descrição do outro também pode atender a interesses distintos, com reações diferentes da do espanto que tende a inferiorizar a outra cultura para legitimar, muitas vezes, uma ação de dominação ou de afirmação etnocêntrica. Existem também aqueles que frente à diversidade, buscam entender as contradições de sua própria sociedade, a fim de perceber que, na verdade, o bárbaro é ele, a sua cultura, sua sociedade. Como disse MONTAIGNE no século XVI em relação aos habitantes originais da América recém conquistada, admitindo que esses podem ser chamados de “(... )bárbaros quanto às regras da razão, mas não quanto a nós mesmos que os superamos em toda sorte de barbárie”. (Apud: LAPLANTINE, 1988:47). Pergunta 3 0,2 em 0,2 pontos LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E RESPONDA A QUESTÃO PROPOSTA: “(...) Podem-se descobrir os outros em si mesmo, e perceber que não se é uma substância
  • 21. homogênea, e radicalmente diferente de tudo o que é si mesmo; eu é um outro. Mas cada um dos outros é um eu também, sujeito como eu. Somente meu ponto de vista, segundo o qual todos estão lá e eu estou só aqui, pode realmente separá-los e distingui-los de mim. Posso conceber os outros como uma abstração, como uma instância da configuração psíquica de todo indivíduo, como o Outro, outro ou outrem em relação a mim.Ou então como um grupo social concreto ao qual nós não pertencemos. Esse grupo, por sua vez, pode estar contido numa sociedade: as mulheres para os homens, os ricos para os pobres, os loucos para os “normais”. (...)”. (TODOROV, 1999:3). Como se chama o termo usado ao longo da História, notadamente envolvendo a cultura Greco-romana, para designar o incivilizado, aquele que não pertence a uma civilização, cuja principal diferença era a fala? Resposta Resposta Selecionada: bárbaro; Resposta Correta: bárbaro; Feedback da resposta: Para os gregos antigos, o termo “bárbaro” era usado para designar todo aquele que não falava grego, a única língua civilizada. O termo “bárbaro” também foi amplamente utilizado pelos Romanos, designando os incivilizados, aqueles que não falavam, dessa vez, o latim. Pergunta 4 0,2 em 0,2 pontos Leia com atenção o texto abaixo: “A idéia de Cultura como capital cognitivo está presente nas origens clássicas da cultura ocidental, fundamento para a própria noção de modernidade (esclarecimento), base da tradição evolucionista da antropologia do século XIX e ainda presente no senso comum da cultura urbana. As sociedades da tradição são, neste sentido, compreendidas espécies de somatórias de ausências ou incompletudes – sem família, sem religião, sem Estado, sem economia, sem cultura. O conhecimento tradicional expresso em construções simbólica de mitos, magias e práticas sociais, é concebido como caricatura deformada do conhecimento racional e científico.” (BONETTI e RIBARIC, 2010). Essa ideologia hegemônica “contaminou” o pensamento social brasileiro no séc. XIX. No entanto, a partir do séc. XX, novas abordagens vão abandonar essa perspectiva eurocêntrica. Qual o nome dessas abordagens que passam a orientar o conhecimento da diversidade cultural valorizando as dimensões simbólicas e dinâmicas da cultura? Resposta Resposta Selecionada: Culturalistas Resposta Correta: Culturalistas
  • 22. Feedback da resposta: Ideologia praticamente hegemônica no cenário conservador do pensamento social brasileiro, contamina o positivismo e raciologia cientificista do século XIX, influencando a obra dos teóricos da brasilidade como Gonçalves de Magalhães, Araripe Júnior, Silvio Romero, Nina Rodrigues, Capistrano de Abreu e Euclides da Cunha, e orientando toda a política indigenista brasileira desde a pacificação rondoniana até o assimilacionismo e integracionismo da década de 1970. A partir do inicio do século XX, são elaboradas abordagens conhecidas como culturalistas que abandonam procuram abandonar a perspectiva eurocêntrica (relativismo cultural) e orientar o conhecimento da diversidade cultural do presente através da pesquisa empírica descritiva, sobrevalorizando as dimensões simbólicas e subjetivas das dinâmicas culturais. Pergunta 5 0,2 em 0,2 pontos Complete o espaço vazio com o nome do conceito a que se refere o texto abaixo: “Uma das mais evidentes dificuldades encontradas na compreensão e definição da __________________ contemporânea tem origem na polissemia do conceito de Cultura, fato que reflete nas mais diferentes abordagens utilizadas para a definição de políticas institucionais de acautelamento, reconhecimento e promoção.” (BONETTI e RIBARIC, 2010) Resposta Resposta Selecionada: diversidade cultural; Resposta Correta: diversidade cultural; macarv Mensagens: 2 Registrado em: QuaAbr 17, 2013 6:06 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1
  • 23. por Vanessa_uam » QuaAgo 21, 2013 1:04 am acienciaantropologa tem como objetivo Vanessa_uam Mensagens: 1 Registrado em: Qui Mar 21, 2013 11:28 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por luckgaspar » QuiAgo 22, 2013 3:25 am Pergunta 1 0 em 0,2 pontos Incorreta A base da Etnografia é a “observação participante” efetuada pelo pesquisador-antropólogo. No entanto, pode ser produzida também a prática denominada “participação observante”. Julgue as opções a seguir no que se refere ao termo “participação observante”: I. É quando o etnógrafo assume a postura de porta voz da cultura estudada. II. É quando ocorre uma confusão ética entre etnógrafo e etnografia estudada. III. É quando os resultados da pesquisa etnográfica são considerados apenas subjetivos e não objetivos. IV. É quando o etnógrafo produz resultados de pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada. Assinale a alternativa INCORRETA: Resposta Resposta Selecionada: a. I Resposta Correta: c. IV Feedback da resposta: A alternativa a ser assinalada é a alternativa incorreta: “O etnógrafo produziria resultados de
  • 24. pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada”. Segundo a antropóloga Ruth Cardoso, o antropólogo deve valorizar a “observação participante” para que esta prática não se transforme em “participação observante”, pois dessa maneira o pesquisador deixaria de lado seu compromisso profissional/ ético e se colocaria apenas como um “porta voz” da cultura estudada. O pesquisador-antropólogo não pode ser um porta voz da cultura, pois precisa analisá-la com procedimentos e formas objetivas, apesar de que pode ocorrer formas subjetivas na pesquisa. Pergunta 2 0,2 em 0,2 pontos Correta A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem. Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva antropológica: I. É o estudo que separa a natureza da cultura II. É o estudo que congrega natureza e cultura III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da natureza Assinale a alternativa CORRETA: Resposta Resposta Selecionada: c. II Resposta Correta: c. II Feedback da resposta: O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico. Pergunta 3 0,2 em 0,2 pontos Correta (...) não somos humanos apenas porque somos racionais ou simbólicos. Somos humanos porque somos seres aprendentes. Os animais pertencem ao primado do condicionamento genético, da instrução, do treinamento, do adestramento, e esses são os limites de seu aprendizado. Nós, os humanos, somos seres disso tudo também. (...) Somos seres de algo bem mais complexo. Algo que ao longo da história foi recebendo nomes como capacitação, educação, formação humana. Afinal, os animais sabem e sentem. E nós sabemos e sentimos. Mas a diferença está em que nós sabemos que sabemos, e nos sabemos (ou não sabendo); e nos sentimos sabendo e nos sabemos sentindo. (BRANDÃO apud ROCHA, Gilmar; TOSTA, Sandra P. Antropologia & Educação. Belo Horizonte:
  • 25. Autêntica Editora, 2009) O parágrafo acima tem como objetivo principal a elaboração de uma reflexão sobre as diferenças entre seres humanos e animais irracionais. Assinale a alternativa que melhor traduz essa DIFERENÇA: Resposta Resposta Selecionada: d. O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações. Resposta Correta: d. O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações. Feedback da resposta: O parágrafo embasa a afirmativa que empreende uma reflexão de que o homem, além de sentir e expressar seus sentimentos e sensações, reconhece sentimentos e sensações e pode compreendê-los. Pergunta 4 0,2 em 0,2 pontos Correta (...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas. (LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006) Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a seguinte afirmativa: I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não compreendem a realidade da cidade grande. II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois apresentam limitações cognitivas. III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura. Marque a alternativa CORRETA:
  • 26. Resposta Resposta Selecionada: a. III Resposta Correta: a. III Feedback da resposta: Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita de aprender). Pergunta 5 0,2 em 0,2 pontos Correta A dimensão simbólica é também parte constitutiva do ser humano, porque o homem está imerso na linguagem e na cultura. Sobre a dimensão simbólica é correto afirmar que a ciência antropológica compreende que: I Todas as sociedades atribuem os mesmos significados simbólicos à linguagem e à cultura. II Cada sociedade pode atribuir significados simbólicos específicos à linguagem e à cultura. III Os significados simbólicos fazem referência somente à linguagem falada e corporal na cultura. Já os objetos materiais, inseridos na linguagem e na cultura, não apresentam atribuições de significados simbólicos. Marque a alternativa CORRETA: Resposta Resposta Selecionada: a. II Resposta Correta: a. II Feedback da resposta: Cada sociedade apresenta representações e visões de mundo que são produzidas por valores e sentimentos que são vivenciados e compartilhados em um determinado espaço e época histórica. Nessa postura, um valor simbólico é um significado cultural atribuído pelo ser humano a gestos, palavras e/ou objetos materiais e é, portanto, elaborado de acordo com seu contexto social, histórico e cultural. luckgaspar
  • 27. dimensão simbólica é também parte constitutiva do ser humano, porque o homem está imerso na linguagem e na cultura. Sobre a dimensão simbólica é correto afirmar que a ciência antropológica compreende que: I Todas as sociedades atribuem os mesmos significados simbólicos à linguagem e à cultura. II Cada sociedade pode atribuir significados simbólicos específicos à linguagem e à cultura. III Os significados simbólicos fazem referência somente à linguagem falada e corporal na cultura. Já os objetos materiais, inseridos na linguagem e na cultura, não apresentam atribuições de significados simbólicos. Marque a alternativa CORRETA: Marque a alternativa CORRETA: Resposta a. II b. II e III c. I d. III e. I e II RESPOSTA CORRETA: A - II Feedback da resposta: Cada sociedade apresenta representações e visões de mundo que são produzidas por valores e sentimentos que são vivenciados e compartilhados em um determinado espaço e época histórica. Nessa postura, um valor simbólico é um significado cultural atribuído pelo ser humano a gestos, palavras e/ou objetos materiais e é, portanto, elaborado de acordo com seu contexto social, histórico e cultural. ------------------------------------------------------------- (...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas.
  • 28. (LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006) Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a seguinte afirmativa: I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não compreendem a realidade da cidade grande. II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois apresentam limitações cognitivas. III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura. Marque a alternativa CORRETA: a. III b. I e II c. II d. I e III e. I RESPOSTA CORRETA: A - III Feedback da resposta: Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita de aprender). -------------------------------------------------------------- A base da Etnografia é a “observação participante” efetuada pelo pesquisador-antropólogo. No entanto, pode ser produzida também a prática denominada “participação observante”. Julgue as opções a seguir no que se refere ao termo “participação observante”: I. É quando o etnógrafo assume a postura de porta voz da cultura estudada. II. É quando ocorre uma confusão ética entre etnógrafo e etnografia estudada. III. É quando os resultados da pesquisa etnográfica são considerados apenas subjetivos e não objetivos. IV. É quando o etnógrafo produz resultados de pesquisa de campo com distanciamento
  • 29. avaliativo da realidade estudada. Assinale a alternativa INCORRETA: a. III b. I e II c. I d. II e III e. IV RESPOSTA CORRETA: e Feedback da resposta: A alternativa a ser assinalada é a alternativa incorreta: “O etnógrafo produziria resultados de pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada”. Segundo a antropóloga Ruth Cardoso, o antropólogo deve valorizar a “observação participante” para que esta prática não se transforme em “participação observante”, pois dessa maneira o pesquisador deixaria de lado seu compromisso profissional/ ético e se colocaria apenas como um “porta voz” da cultura estudada. O pesquisador-antropólogo não pode ser um porta voz da cultura, pois precisa analisá-la com procedimentos e formas objetivas, apesar de que pode ocorrer formas subjetivas na pesquisa. ------------------------------------------------------------------ A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem. Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva antropológica: I. É o estudo que separa a natureza da cultura II. É o estudo que congrega natureza e cultura III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da natureza Assinale a alternativa CORRETA: a. III b. II e III c. II d. I e. I e II RESPOSTA CORRETA: c
  • 30. Feedback da resposta: O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico. ------------------------------------------------------------------------ (...) não somos humanos apenas porque somos racionais ou simbólicos. Somos humanos porque somos seres aprendentes. Os animais pertencem ao primado do condicionamento genético, da instrução, do treinamento, do adestramento, e esses são os limites de seu aprendizado. Nós, os humanos, somos seres disso tudo também. (...) Somos seres de algo bem mais complexo. Algo que ao longo da história foi recebendo nomes como capacitação, educação, formação humana. Afinal, os animais sabem e sentem. E nós sabemos e sentimos. Mas a diferença está em que nós sabemos que sabemos, e nos sabemos (ou não sabendo); e nos sentimos sabendo e nos sabemos sentindo. (BRANDÃO apud ROCHA, Gilmar; TOSTA, Sandra P. Antropologia & Educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009) O parágrafo acima tem como objetivo principal a elaboração de uma reflexão sobre as diferenças entre seres humanos e animais irracionais. Assinale a alternativa que melhor traduz essa DIFERENÇA: a. Os seres humanos são seres aprendentes, assim como os animais irracionais. b. Os seres humanos e animais irracionais apresentam condicionamentos genéticos compreendidos como limites de seu aprendizado. c. O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações. d. Tanto os seres humanos quanto os seres irracionais apresentam sentimentos e sensações. e. Os seres humanos não reconhecem seus sentimentos e sensações, assim como os animais irracionais. RESPOSTA CORRETA: c Feedback da resposta: O parágrafo embasa a afirmativa que empreende uma reflexão de que o homem, além de sentir e expressar seus sentimentos e sensações, reconhece sentimentos e sensações e pode compreendê-los. lucasmms Mensagens: 2 Registrado em: QuaAgo 07, 2013 2:20 am
  • 31. V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por NathaliaEmili » SábAgo 24, 2013 11:32 pm A ciência antropológica tem NathaliaEmili Mensagens: 1 Registrado em: Qui Mar 28, 2013 10:30 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por rodrigomacie » SegAgo 26, 2013 5:54 pm Valeu ai amigos... rodrigomacie Mensagens: 10 Registrado em: Ter Ago 06, 2013 8:24 pm V o l t
  • 32. a r a o t o p o Re: Unidade 1 por rodrigomacie » SegAgo 26, 2013 6:25 pm Pessoal muito obrigado pelo Forum e pelas Respostas rodrigomacie Mensagens: 10 Registrado em: Ter Ago 06, 2013 8:24 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por Biduzera » SegAgo 26, 2013 6:43 pm Esse fórum é ótimo!! Biduzera Mensagens: 2 Registrado em: Qui Mai 02, 2013 12:57 pm V o l t a r a o
  • 33. t o p o Re: Unidade 1 por camila.ss2013 » QuaAgo 28, 2013 1:28 pm Pergunta 1 .0,2 em 0,2 pontos (...) não somos humanos apenas porque somos racionais ou simbólicos. Somos humanos porque somos seres aprendentes. Os animais pertencem ao primado do condicionamento genético, da instrução, do treinamento, do adestramento, e esses são os limites de seu aprendizado. Nós, os humanos, somos seres disso tudo também. (...) Somos seres de algo bem mais complexo. Algo que ao longo da história foi recebendo nomes como capacitação, educação, formação humana. Afinal, os animais sabem e sentem. E nós sabemos e sentimos. Mas a diferença está em que nós sabemos que sabemos, e nos sabemos (ou não sabendo); e nos sentimos sabendo e nos sabemos sentindo. (BRANDÃO apud ROCHA, Gilmar; TOSTA, Sandra P. Antropologia & Educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009) O parágrafo acima tem como objetivo principal a elaboração de uma reflexão sobre as diferenças entre seres humanos e animais irracionais. Assinale a alternativa que melhor traduz essa DIFERENÇA: Resposta Resposta Selecionada: a. O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações. Resposta Correta: a. O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações. Feedback da resposta: O parágrafo embasa a afirmativa que empreende uma reflexão de que o homem, além de sentir e expressar seus sentimentos e sensações, reconhece sentimentos e sensações e pode compreendê-los. . Pergunta 2 .0,2 em 0,2 pontos
  • 34. Correta (...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas. (LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006) Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a seguinte afirmativa: I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não compreendem a realidade da cidade grande. II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois apresentam limitações cognitivas. III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura. Marque a alternativa CORRETA: Resposta Resposta Selecionada: a. III Resposta Correta: a. III Feedback da resposta: Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita de aprender).
  • 35. . Pergunta 3 .0,2 em 0,2 pontos Correta A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem. Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva antropológica: I. É o estudo que separa a natureza da cultura II. É o estudo que congrega natureza e cultura III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da natureza Assinale a alternativa CORRETA: Resposta Resposta Selecionada: d. II Resposta Correta: d. II Feedback da resposta: O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico. . Pergunta 4 .0,2 em 0,2 pontos Correta A base da Etnografia é a “observação participante” efetuada pelo pesquisador- antropólogo. No entanto, pode ser produzida também a prática denominada “participação observante”. Julgue as opções a seguir no que se refere ao termo “participação observante”: I. É quando o etnógrafo assume a postura de porta voz da cultura estudada. II. É quando ocorre uma confusão ética entre etnógrafo e etnografia estudada. III. É quando os resultados da pesquisa etnográfica são considerados apenas subjetivos e não objetivos. IV. É quando o etnógrafo produz resultados de pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada.
  • 36. Assinale a alternativa INCORRETA: Resposta Resposta Selecionada: b. IV Resposta Correta: b. IV Feedback da resposta: A alternativa a ser assinalada é a alternativa incorreta: “O etnógrafo produziria resultados de pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada”. Segundo a antropóloga Ruth Cardoso, o antropólogo deve valorizar a “observação participante” para que esta prática não se transforme em “participação observante”, pois dessa maneira o pesquisador deixaria de lado seu compromisso profissional/ ético e se colocaria apenas como um “porta voz” da cultura estudada. O pesquisador-antropólogo não pode ser um porta voz da cultura, pois precisa analisá-la com procedimentos e formas objetivas, apesar de que pode ocorrer formas subjetivas na pesquisa. . Pergunta 5 .0,2 em 0,2 pontos Correta A dimensão simbólica é também parte constitutiva do ser humano, porque o homem está imerso na linguagem e na cultura. Sobre a dimensão simbólica é correto afirmar que a ciência antropológica compreende que: I Todas as sociedades atribuem os mesmos significados simbólicos à linguagem e à cultura. II Cada sociedade pode atribuir significados simbólicos específicos à linguagem e à cultura. III Os significados simbólicos fazem referência somente à linguagem falada e corporal na cultura. Já os objetos materiais, inseridos na linguagem e na cultura, não apresentam atribuições de significados simbólicos. Marque a alternativa CORRETA: Resposta Resposta Selecionada: a. II Resposta Correta: a. II Feedback da resposta: Cada sociedade apresenta representações e visões de mundo que são produzidas por valores e
  • 37. sentimentos que são vivenciados e compartilhados em um determinado espaço e época histórica. Nessa postura, um valor simbólico é um significado cultural atribuído pelo ser humano a gestos, palavras e/ou objetos materiais e é, portanto, elaborado de acordo com seu contexto social, histórico e cultural. camila.ss2013 Mensagens: 7 Registrado em: Seg Mai 06, 2013 4:51 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por sthie » Qui Out 24, 2013 1:39 pm A dimensão simbólica é também parte constitutiva sthie Mensagens: 1 Registrado em: Qui Out 24, 2013 1:37 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por Jessio » Dom Out 27, 2013 2:21 am
  • 38. (...) não somos humanos apenas porque somos racionais ou simbólicos. Somos humanos porque somos seres aprendentes. Os animais pertencem ao primado do condicionamento genético, da instrução, do treinamento, do adestramento, e esses são os limites de seu aprendizado. Nós, os humanos, somos seres disso tudo também. (...) Somos seres de algo bem mais complexo. Algo que ao longo da história foi recebendo nomes como capacitação, educação, formação humana. Afinal, os animais sabem e sentem. E nós sabemos e sentimos. Mas a diferença está em que nós sabemos que sabemos, e nos sabemos (ou não sabendo); e nos sentimos sabendo e nos sabemos sentindo. (BRANDÃO apud ROCHA, Gilmar; TOSTA, Sandra P. Antropologia & Educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009) O parágrafo acima tem como objetivo principal a elaboração de uma reflexão sobre as diferenças entre seres humanos e animais irracionais. Assinale a alternativa que melhor traduz essa DIFERENÇA: Resposta a. Os seres humanos são seres aprendentes, assim como os animais irracionais. b. Os seres humanos não reconhecem seus sentimentos e sensações, assim como os animais irracionais. c. O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações. d. Tanto os seres humanos quanto os seres irracionais apresentam sentimentos e sensações. e. Os seres humanos e animais irracionais apresentam condicionamentos genéticos compreendidos como limites de seu aprendizado. Pergunta 1 . 0 em 0,2 pontos A dimensão simbólica é também parte constitutiva do ser humano, porque o homem está imerso na linguagem e na cultura. Sobre a dimensão simbólica é correto afirmar que a ciência antropológica compreende que: I Todas as sociedades atribuem os mesmos significados simbólicos à linguagem e à cultura. II Cada sociedade pode atribuir significados simbólicos específicos à linguagem e à cultura. III Os significados simbólicos fazem referência somente à linguagem falada e corporal na cultura. Já os objetos materiais, inseridos na linguagem e na cultura, não apresentam
  • 39. atribuições de significados simbólicos. Marque a alternativa CORRETA: Resposta Selecionada: a. II e III Resposta Correta: c. II Feedback da resposta: Cada sociedade apresenta representações e visões de mundo que são produzidas por valores e sentimentos que são vivenciados e compartilhados em um determinado espaço e época histórica. Nessa postura, um valor simbólico é um significado cultural atribuído pelo ser humano a gestos, palavras e/ou objetos materiais e é, portanto, elaborado de acordo com seu contexto social, histórico e cultural. Pergunta 2 . 0,2 em 0,2 pontos (...) não somos humanos apenas porque somos racionais ou simbólicos. Somos humanos porque somos seres aprendentes. Os animais pertencem ao primado do condicionamento genético, da instrução, do treinamento, do adestramento, e esses são os limites de seu aprendizado. Nós, os humanos, somos seres disso tudo também. (...) Somos seres de algo bem mais complexo. Algo que ao longo da história foi recebendo nomes como capacitação, educação, formação humana. Afinal, os animais sabem e sentem. E nós sabemos e sentimos. Mas a diferença está em que nós sabemos que sabemos, e nos sabemos (ou não sabendo); e nos sentimos sabendo e nos sabemos sentindo. (BRANDÃO apud ROCHA, Gilmar; TOSTA, Sandra P. Antropologia & Educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009) O parágrafo acima tem como objetivo principal a elaboração de uma reflexão sobre as diferenças entre seres humanos e animais irracionais. Assinale a alternativa que melhor traduz essa DIFERENÇA: Resposta Selecionada: a. O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os
  • 40. animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações. Resposta Correta: a. O homem pode reconhecer e compreender seus sentimentos e sensações, ao passo que os animais irracionais apenas expressam sentimentos e sensações. Feedback da resposta: O parágrafo embasa a afirmativa que empreende uma reflexão de que o homem, além de sentir e expressar seus sentimentos e sensações, reconhece sentimentos e sensações e pode compreendê-los. . Pergunta 3 0,2 em 0,2 pontos A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem. Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva antropológica: I. É o estudo que separa a natureza da cultura II. É o estudo que congrega natureza e cultura III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da natureza Assinale a alternativa CORRETA: Resposta Selecionada: c. II Resposta Correta: d. II Feedback da resposta: O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico.
  • 41. Pergunta 4 0,2 em 0,2 pontos (...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas. (LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006) Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a seguinte afirmativa: I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não compreendem a realidade da cidade grande. II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois apresentam limitações cognitivas. III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura. Marque a alternativa CORRETA: Resposta Selecionada: e. III Resposta Correta: a. III Feedback da resposta: Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita de aprender). .
  • 42. Pergunta 5 0 em 0,2 pontos A base da Etnografia é a “observação participante” efetuada pelo pesquisador-antropólogo. No entanto, pode ser produzida também a prática denominada “participação observante”. Julgue as opções a seguir no que se refere ao termo “participação observante”: I. É quando o etnógrafo assume a postura de porta voz da cultura estudada. II. É quando ocorre uma confusão ética entre etnógrafo e etnografia estudada. III. É quando os resultados da pesquisa etnográfica são considerados apenas subjetivos e não objetivos. IV. É quando o etnógrafo produz resultados de pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada. Assinale a alternativa INCORRETA: Resposta Selecionada: e. II e III Resposta Correta: a. IV Feedback da resposta: A alternativa a ser assinalada é a alternativa incorreta: “O etnógrafo produziria resultados de pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada”. Segundo a antropóloga Ruth Cardoso, o antropólogo deve valorizar a “observação participante” para que esta prática não se transforme em “participação observante”, pois dessa maneira o pesquisador deixaria de lado seu compromisso profissional/ ético e se colocaria apenas como um “porta voz” da cultura estudada. O pesquisador-antropólogo não pode ser um porta voz da cultura, pois precisa analisá-la com procedimentos e formas objetivas, apesar de que pode ocorrer formas subjetivas na pesquisa. neekos Mensagens: 1 Registrado em: QuaAbr 09, 2014 1:51 pm V o l t a r a
  • 43. o t o p o Re: Unidade 1 por everton7 » QuiAbr 10, 2014 5:42 pm A dimensão simbólica é também parte constitutiva do ser humano, porque o homem está imerso na linguagem e na cultura. Sobre a dimensão simbólica é correto afirmar que a ciência antropológica compreende que: I Todas as sociedades atribuem os mesmos significados simbólicos à linguagem e à cultura. II Cada sociedade pode atribuir significados simbólicos específicos à linguagem e à cultura. III Os significados simbólicos fazem referência somente à linguagem falada e corporal na cultura. Já os objetos materiais, inseridos na linguagem e na cultura, não apresentam atribuições de significados simbólicos. everton7 Mensagens: 1 Registrado em: QuiAbr 10, 2014 5:18 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por Matheuseisa » Sex Abr 11, 2014 3:34 am O objeto de estudo da ciência antropológica é o HOMEM em suas dimensões biológica e sociocultural.
  • 44. Tomando a afirmativa acima como pressuposto inicial, avalie as opções abaixo sobre a ciência antropológica: I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo que interage em grupos sociais organizados. II. A ciência antropológica, enquanto ciência humana, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem no todo: as crenças, costumes, história e linguagens. III. A ciência antropológica, enquanto ciência natural, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas o estudo da evolução humana. IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica o conhecimento do homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência Natural. Assinale a alternativa correta: qual a resposta dessa? Matheuseisa Mensagens: 2 Registrado em: SegAgo 19, 2013 3:50 am V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por willsales » Sex Abr 11, 2014 2:15 pm
  • 45. O objeto de estudo da ciência antropológica é o HOMEM em suas dimensões biológica e sociocultural. Tomando a afirmativa acima como pressuposto inicial, avalie as opções abaixo sobre a ciência antropológica: I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo que interage em grupos sociais organizados. II. A ciência antropológica, enquanto ciência humana, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem no todo: as crenças, costumes, história e linguagens. III. A ciência antropológica, enquanto ciência natural, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas o estudo da evolução humana. IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica o conhecimento do homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência Natural. Assinale a alternativa correta: qual a resposta dessa? willsales Mensagens: 1 Registrado em: Sex Abr 11, 2014 2:11 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1
  • 46. por Ingrid Fakine » Sex Abr 11, 2014 2:51 pm Valew pelas respostas! O objeto de estudo da ciência antropológica é o HOMEM em suas dimensões biológica e sociocultural. Tomando a afirmativa acima como pressuposto inicial, avalie as opções abaixo sobre a ciência antropológica: I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo que interage em grupos sociais organizados. II. A ciência antropológica, enquanto ciência humana, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem no todo: as crenças, costumes, história e linguagens. III. A ciência antropológica, enquanto ciência natural, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas o estudo da evolução humana. IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica o conhecimento do homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência Natural. Assinale a alternativa correta: Resposta Correta: b. I, II, III e IV Feedback da resposta: Todas as opções são corretas: I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo que interage em grupos sociais organizados; II. A ciência antropológica, enquanto ciência humana, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem no todo: as crenças, costumes, história e linguagens; III. A ciência antropológica, enquanto ciência natural, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas o estudo da evolução humana e IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica o conhecimento do homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência Natural. Ingrid Fakine Mensagens: 3
  • 47. Registrado em: Dom Mar 17, 2013 2:16 am V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por naaayk » Dom Abr 13, 2014 3:07 pm A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem. Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva antropológica: I. É o estudo que separa a natureza da cultura II. É o estudo que congrega natureza e cultura III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da natureza Assinale a alternativa CORRETA: Resposta Selecionada: Corretae. II Resposta Correta: Corretad. II Feedback da resposta: O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico. Pergunta 2 0 em 0,2 pontos Texto:
  • 48. É quando é desenvolvida uma interpretação e análise das culturas, estabelecendo semelhanças e diferenças entre as culturas por meio de um estudo comparativo. É uma fase que representa um primeiro passo em direção a uma síntese explicativa. O texto acima faz referência à fase: Resposta Selecionada: Incorretae. etnografia Resposta Correta: Corretab. etnologia Feedback da resposta: O texto "É quando é desenvolvida uma interpretação e análise das culturas, estabelecendo semelhanças e diferenças entre as culturas por meio de um estudo comparativo. É uma fase que representa um primeiro passo em direção a uma síntese explicativa" faz referência à fase denominada etnologia. Pergunta 3 0,2 em 0,2 pontos A base da Etnografia é a “observação participante” efetuada pelo pesquisador-antropólogo. No entanto, pode ser produzida também a prática denominada “participação observante”. Julgue as opções a seguir no que se refere ao termo “participação observante”: I. É quando o etnógrafo assume a postura de porta voz da cultura estudada. II. É quando ocorre uma confusão ética entre etnógrafo e etnografia estudada. III. É quando os resultados da pesquisa etnográfica são considerados apenas subjetivos e não objetivos. IV. É quando o etnógrafo produz resultados de pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada. Assinale a alternativa INCORRETA: Resposta Selecionada: Corretac. IV Resposta Correta: Corretac. IV Feedback da resposta:
  • 49. A alternativa a ser assinalada é a alternativa incorreta: “O etnógrafo produziria resultados de pesquisa de campo com distanciamento avaliativo da realidade estudada”. Segundo a antropóloga Ruth Cardoso, o antropólogo deve valorizar a “observação participante” para que esta prática não se transforme em “participação observante”, pois dessa maneira o pesquisador deixaria de lado seu compromisso profissional/ ético e se colocaria apenas como um “porta voz” da cultura estudada. O pesquisador-antropólogo não pode ser um porta voz da cultura, pois precisa analisá-la com procedimentos e formas objetivas, apesar de que pode ocorrer formas subjetivas na pesquisa. Pergunta 4 0,2 em 0,2 pontos (...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas. (LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006) Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a seguinte afirmativa: I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não compreendem a realidade da cidade grande. II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois apresentam limitações cognitivas. III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura. Marque a alternativa CORRETA: Resposta Selecionada: Corretad. III Resposta Correta: Corretad. III
  • 50. Feedback da resposta: Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita de aprender). Pergunta 5 0 em 0,2 pontos Analise as duas asserções abaixo: A sensação de fome depende dos horários de alimentação que são estabelecidos pela cultura PORQUE É apenas um condicionante biológico. Com base nas duas asserções acima, assinale a alternativa correta: Resposta Selecionada: Incorretae. A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda é uma proposição verdadeira. Resposta Correta: Corretaa. A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição falsa. Feedback da resposta: A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição falsa: A sensação da fome é estabelecida diferentemente em cada cultura, porém a fome é um condicionante biológica naaayk Mensagens: 7 Registrado em: Dom Ago 11, 2013 10:33 pm V o l t a r a o t
  • 51. o p o Re: Unidade 1 por biitominaga » QuaAbr 16, 2014 10:11 pm Pergunta 1 0,2 em 0,2 pontos (...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas. (LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006) Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a seguinte afirmativa: I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não compreendem a realidade da cidade grande. II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois apresentam limitações cognitivas. III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura. Marque a alternativa CORRETA: Resposta Selecionada: e. III Resposta Correta: b. III
  • 52. Feedback da resposta: Todos os sujeitos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura e os significados culturais podem apresentar diferenças culturais de um grupo para outro, pois a cultura condiciona a visão de mundo homem e, consequentemente, habilita o grupo social a determinados aprendizados e não a outros. Porém, sempre é possível a todos os grupos o aprendizado, pois o homem é um ser racional, simbólico e aprendente (capacidade irrestrita de aprender). Pergunta 2 0 em 0,2 pontos Texto: É quando é desenvolvida uma interpretação e análise das culturas, estabelecendo semelhanças e diferenças entre as culturas por meio de um estudo comparativo. É uma fase que representa um primeiro passo em direção a uma síntese explicativa. O texto acima faz referência à fase: Resposta Selecionada: a. antropologia biológica Resposta Correta: a. etnologia Feedback da resposta: O texto "É quando é desenvolvida uma interpretação e análise das culturas, estabelecendo semelhanças e diferenças entre as culturas por meio de um estudo comparativo. É uma fase que representa um primeiro passo em direção a uma síntese explicativa" faz referência à fase denominada etnologia. Pergunta 3 0 em 0,2 pontos A Antropologia pode ser dividida em cinco campos de estudo, segundo o estudioso Laplantine: Antropologia Biológica, Antropologia Pré-histórica, Antropologia Linguística, Antropologia Psicológica e Antropologia Cultural. Com base na afirmativa acima, avalie as opções a seguir sobre a antropologia biológica: I. A antropologia biológica tem como objetivo pesquisar como os fatores culturais influenciam
  • 53. o crescimento dos indivíduos, de modo a analisar, por exemplo, as particularidades morfológicas articuladas ao meio ambiente. II. A antropologia biológica tem como objetivo reconstituir as culturas do passado que foram extintas em épocas distantes, pois são sociedades que desenvolveram formas culturais que representam fases da humanidade e não estão registradas em documentos escritos. III. A Antropologia biológica tem como objetivo o estudo do funcionamento da capacidade psíquica do ser humano. IV. A antropologia biológica tem como objetivo estudar o comportamento humano e como o homem desenvolveu seu aprendizado social e cultural. Marque a alternativa correta: Resposta Selecionada: b. IV Resposta Correta: b. I Feedback da resposta: Todas as opções são corretas: I. A antropologia biológica tem como objetivo pesquisar como os fatores culturais influenciam o crescimento dos indivíduos, de modo a analisar, por exemplo, as particularidades morfológicas articuladas ao meio ambiente; II. A antropologia biológica tem como objetivo reconstituir as culturas do passado que foram extintas em épocas distantes, pois são sociedades que desenvolveram formas culturais que representam fases da humanidade e não estão registradas em documentos escritos; III. A Antropologia biológica tem como objetivo o estudo do funcionamento da capacidade psíquica do ser humano e IV. A antropologia biológica tem como objetivo estudar o comportamento humano e como o homem desenvolveu seu aprendizado social e cultural. Pergunta 4 0,2 em 0,2 pontos A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem. Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva antropológica:
  • 54. I. É o estudo que separa a natureza da cultura II. É o estudo que congrega natureza e cultura III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da natureza Assinale a alternativa CORRETA: Resposta Selecionada: a. II Resposta Correta: d. II Feedback da resposta: O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico. Pergunta 5 0 em 0,2 pontos A abordagem antropológica produziu uma revolução do olhar, pois rompeu com a noção de que existe um tipo de ser humano que é o centro do mundo, tal como o europeu foi identificado durante tanto tempo como a cultura superior e mais importante do planeta. A partir da referência acima, pode-se dizer que: I. A afirmativa faz referência à noção de que a cultura europeia possa ser considerada o centro do universo. II. A afirmativa faz referência ao diálogo da cultura europeia com outras culturas. III. A afirmativa faz referência à noção de que a cultura europeia chegou a ser considerada cultura superior. IV. A afirmativa faz referência à noção de que a ciência antropológica rompeu com a noção de que uma determinada cultura possa ser o centro do universo. Assinale a alternativa INCORRETA: Resposta Selecionada: c. I
  • 55. Resposta Correta: c. II Feedback da resposta: A opção incorreta é: II. A afirmativa faz referência ao diálogo da cultura europeia com outras culturas. As opções corretas são: I. A afirmativa faz referência à prática de que a cultura europeia possa ser considerada o centro do universo; III. A afirmativa faz referência à noção de que a cultura europeia chegou a ser considerada cultura superior e IV. A afirmativa faz referência à noção de que a ciência antropológica rompeu com a noção de que uma determinada cultura possa ser o centro do universo. biitominaga Mensagens: 1 Registrado em: Dom Abr 14, 2013 7:33 pm V o l t a r a o t o p o Re: Unidade 1 por maayasoares » Dom Abr 20, 2014 8:22 pm O objeto de estudo da ciência antropológica é o HOMEM em suas dimensões biológica e sociocultural. Tomando a afirmativa acima como pressuposto inicial, avalie as opções abaixo sobre a ciência antropológica: I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo que interage em grupos sociais organizados.
  • 56. II. A ciência antropológica, enquanto ciência humana, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem no todo: as crenças, costumes, história e linguagens. III. A ciência antropológica, enquanto ciência natural, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas o estudo da evolução humana. IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica o conhecimento do homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência Natural. Assinale a alternativa correta: Resposta Selecionada: Incorretad. I, II e III Resposta Correta: Corretaa. I, II, III e IV Feedback da resposta: Todas as opções são corretas: I. A ciência antropológica, enquanto ciência social, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem enquanto indivíduo que interage em grupos sociais organizados; II. A ciência antropológica, enquanto ciência humana, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas conhecer o homem no todo: as crenças, costumes, história e linguagens; III. A ciência antropológica, enquanto ciência natural, apresenta como uma de suas propostas teórico-metodológicas o estudo da evolução humana e IV: A ciência antropológica apresenta como proposta teórico-metodológica o conhecimento do homem a partir do trinômio: Ciência Social, Ciência Humana e Ciência Natural. Pergunta 2 0,2 em 0,2 pontos A ciência antropológica tem como objetivo o conhecimento completo do homem. Julgue as opções abaixo no que se refere ao estudo do Homem Total na perspectiva antropológica: I. É o estudo que separa a natureza da cultura II. É o estudo que congrega natureza e cultura III. É o estudo que separa os valores sócio-histórico-culturais do estudo da biologia e da
  • 57. natureza Assinale a alternativa CORRETA: Resposta Selecionada: Corretad. II Resposta Correta: Corretaa. II Feedback da resposta: O objetivo da antropologia não é dividir o homem em natureza e cultura, mas apreendê-lo como “homem total”, tal como sugeriu o antropólogo francês Marcel Mauss. Nessa perspectiva, o ser humano é, ao mesmo tempo, biológico, psicológico e sócio-histórico. Pergunta 3 0,2 em 0,2 pontos A Antropologia pode ser dividida em cinco campos de estudo, segundo o estudioso Laplantine: Antropologia Biológica, Antropologia Pré-histórica, Antropologia Linguística, Antropologia Psicológica e Antropologia Cultural. Com base na afirmativa acima, avalie as opções a seguir sobre a antropologia biológica: I. A antropologia biológica tem como objetivo pesquisar como os fatores culturais influenciam o crescimento dos indivíduos, de modo a analisar, por exemplo, as particularidades morfológicas articuladas ao meio ambiente. II. A antropologia biológica tem como objetivo reconstituir as culturas do passado que foram extintas em épocas distantes, pois são sociedades que desenvolveram formas culturais que representam fases da humanidade e não estão registradas em documentos escritos. III. A Antropologia biológica tem como objetivo o estudo do funcionamento da capacidade psíquica do ser humano. IV. A antropologia biológica tem como objetivo estudar o comportamento humano e como o homem desenvolveu seu aprendizado social e cultural. Marque a alternativa correta: Resposta Selecionada: Corretac. I Resposta Correta: Corretab.
  • 58. I Feedback da resposta: Todas as opções são corretas: I. A antropologia biológica tem como objetivo pesquisar como os fatores culturais influenciam o crescimento dos indivíduos, de modo a analisar, por exemplo, as particularidades morfológicas articuladas ao meio ambiente; II. A antropologia biológica tem como objetivo reconstituir as culturas do passado que foram extintas em épocas distantes, pois são sociedades que desenvolveram formas culturais que representam fases da humanidade e não estão registradas em documentos escritos; III. A Antropologia biológica tem como objetivo o estudo do funcionamento da capacidade psíquica do ser humano e IV. A antropologia biológica tem como objetivo estudar o comportamento humano e como o homem desenvolveu seu aprendizado social e cultural. Pergunta 4 0,2 em 0,2 pontos (...) a floresta amazônica não passa para o antropólogo – desprovido de um razoável conhecimento de botânica – de um amontoado confuso de árvores e arbustos, dos mais diversos tamanhos e com uma imensa variedade de tonalidades verdes. A visão que um índio Tupi tem deste mesmo cenário é totalmente diversa: cada um desses vegetais tem um significado qualitativo e uma referência espacial. Ao invés de dizer como nós: “encontro-lhe na esquina junto ao edifício X”, eles frequentemente usam determinadas árvores como ponto de referência. Assim, ao contrário da visão de um mundo vegetal amorfo, a floresta é vista como um conjunto ordenado, constituído de formas vegetais bem definidas. (LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio d Janeiro: Jorge Zahar, 2006) Pode-se dizer que a premissa do parágrafo acima apresenta argumentação que embasa a seguinte afirmativa: I. Os indígenas apresentam valores que são considerados inferiores, à medida que não compreendem a realidade da cidade grande. II. Os indígenas compreendem apenas os valores e significados de sua cultura, pois apresentam limitações cognitivas. III. Todos os grupos sociais são condicionados pelo aprendizado de sua cultura. Marque a alternativa CORRETA: