01. newton prado 5anos pv newton

437 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
437
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

01. newton prado 5anos pv newton

  1. 1. Peixe Vivo 5 anosIII Seminário - Estratégias paraconservação de peixes em Minas Gerais
  2. 2. ContextoMorte de 7 toneladas em turbina evertedouro da UHE Três Marias emMarço de 2007 Consequência: Multa e perda de imagem da empresa
  3. 3. Lançamento do Programa O Programa Peixe Vivo foi lançado em junho de 2007 por iniciativa da Cemig. Ele prevê a criação e expansão de ações voltadas para a preservação da fauna aquática nas bacias hidrográficas onde existem empreendimentos da Empresa.
  4. 4. Concepção da estratégiaOFICINAS INTEGRADAS• ampla etapa de consultas nacionais e internacionais (comunidade científica, outras empresas, especialistas nacionais e internacionais, workshop interno, órgão ambientais), em conjunto com o IEF: – Pesquisadores nacionais – Pesquisadores e técnicos internacionais – Três Marias: comunidade – Três Marias: pescadores – AMDA – Biodiversitas – Projeto Manoelzão – Equipes de operação e manutenção da Cemig – IBAMA • Concepção da estratégia com base no conhecimento disponível e nas consultas realizadas
  5. 5. O Programa Peixe Vivo Missão Minimizar o impacto sobre a ictiofauna buscando soluções e tecnologias de manejo que integram a geração de energia elétrica pela Cemig com aconservação das espécies de peixes nativas, promovendo o envolvimento da comunidade. Visão Tornar a Cemig reconhecida por seus empregados, acionistas, pesquisadores e pela sociedade como um todo, como a empresa que mais comprometida para a conservação da ictiofauna e que possua osprogramas de manejo e conservação de espécies de peixes nativas mais eficientes do Brasil até 2014.
  6. 6. O Programa Peixe Vivo Princípios do Programa Peixe Vivo1. Adotar critérios científicos para tomada de decisões.2. Modificar práticas adotadas de acordo com informações geradas.3. Incentivar a divulgação de informações do programa para a sociedade4. Trabalhar em parceria com outras instituições.
  7. 7. Pilares do Programa Peixe Vivo Parcerias dentro da empresaParcerias com a academia PESQUISA E MANEJO E DESENVOLVIMENTO CONSERVAÇÃO RELACIONAMENTO COM A COMUNIDADE Parcerias com a sociedade
  8. 8. Equipe Ger. Estudos e Manejo da Ictiofauna Newton Prado Coordenação Peixe Vivo Raquel LouresCEMIG: Transposição e Piscicultura Monitoramento e apoio em - 04 biólogo(a)s João Lopes Paradas de Máquina - 01 Anal Meio Ambiente Raquel Loures - 01 jornalista Processos: Apoio em questões relativas a Processos: Apoio em questões relativas biologiaUFMG piscicultura e transposição de peixes. Apoio á pesqueira e monitoramento de peixes à jusante de - 02 biólogo de campo reprodução, larvicultura, produção, peixamentos. UHEs. Apoio em coletas de campo, redação de - 03 estagiário(a)s Redação e avaliação de especificações técnicas e especificações técnicas, avaliação de relatórios, procedimentos das pisciculturas, avaliação de acompanhamento de bancos de dados. Apoio na relatórios. Acompanhamento de monitoramentos, definição e aplicação da metodologia de coleta de projetos e avaliações relacionadas á transposição de peixes à jusante de UHEs. Avaliação dos resultadosTrês Marias peixes. Coordenação e acompanhamento de e relatórios.Coordenação e acompanhamento de - 02 biólogos projetos nestas áreas. projetos nestas áreas. Equipe: Fernanda e Flávia. Equipe: Ricardo José, Flávia, Fernanda e biólogosUberaba de campo. - 02 biólogosUberlândia Comunicação Social Adequação de UHEs - 02 biólogos CE Áreas de Engenharia Processos: Apoio em questões relativas á aspectos Processos: Apoio na adequação de procedimentos de comunicação social, marketing e relacionamento e regras operativas de UHEs, na adequação com a comunidade. Coordenação e estrutural e na busca por soluções de engenharia acompanhamento de projetos nesta área para diminuir o risco de morte de peixes em usinas. Acompanhamento e coordenação de projetos nesta área.
  9. 9. Indicadores
  10. 10. MANEJO E CONSERVAÇÃO
  11. 11. Estações de Piscicultura PROPRIAS PARCERIASEstação de Piscicultura de Itutinga Machado Mineiro - FADETEC Três Marias - CODEVASFEstação Ambiental de Volta Grande Leopoldina - EPAMIG Gorutuba - CODEVASF
  12. 12. Estações de PisciculturaPeixamentos • Soltura dos peixes em conjunto com a sociedade e principalmente com alunos de escolas. • Atividades de educação ambiental e divulgação da importância da ictiofauna.
  13. 13. Centro de Excelência em Ictiologia em VG UFMG, UFLA, PUC-Minas, IEF, IBAMA Objetivos: • Agregar pesquisadores de diversas instituições • Desenvolver pesquisas e geração conhecimento para a conservação de peixes • Aplicar o conhecimento gerado em programas de conservação efetivos • Auxiliar na formação e capacitação de profissionais da área • Disseminar o conhecimento para centros de pesquisa, empresas, governo e sociedade.
  14. 14. Centro de Excelência em Ictiologia em VG Universidades Órgãos de CEMIG Pesquisadores Fiscalização Infra-Estrutura Estudantes Apoio Institucional Projetos Projetos Projetos Financiamento Financiamento Financiamento Centro de Excelência em Ictiologia de Volta GrandeFormação e capacitação de Profissionais da área Educação Ambiental Estratégias de Conservação Produção de conhecimento da ictiofauna mais efetivas
  15. 15. Sistema de Contenção de Peixes Instalação de mais uma guia para as grades Afogamento da saída da água industrial
  16. 16. Sistema de Contenção de Peixes Previsão da finalização da instalação na UHE Três Marias final de 2013
  17. 17. PROJETOS DE PESQUISA
  18. 18. PROJETOS - Produção de Peixes em Três Marias e Gorutuba (CODEVASF). Projetos em Andamento (12): - Pesquisa e Produção em Piscicultura, Limnologia e-Avaliação de risco e morte de peixes em usinas da Cemig Biologia Pesqueira-Zona da Mata (EPAMIG)(UFMG); -P&D 200: Transposição de Peixes: comportamento na- Comportamento de peixes a jusante de barragens -subsídios natureza e características bio-mecânicas e natatórias depara a conservação da ictiofauna (UFLA); espécies migradoras brasileiras;-Desenvolvimento de índices de integridade biótica para -P&D 345: Desenvolvimento de ferramentas molecularesavaliação de qualidade ambiental e subsídio para a (DNA) para monitoramento ambiental de peixes e plantéisrestauração de hábitats em áreas de soltura de alevinos de piscicultura(UFMG, UFLA, CEFET, PUC-Minas) -Centro de Excelência em Ictiologia de Volta Grande- Avaliação da eficácia de repovoamento nas represas de - Projeto VersolNova Ponte e Volta Grande (UFMG). - Projeto de Instalação de Grades Anti-Cardume na UHE- Subsídios para conservação e manejo da ictiofauna da bacia Três Mariasdo rio Jequitinhonha (UNIMONTES) . Custo total dos projetos: -R$ 12.052.449,58 (Despesa) -R$ 30.138.519,70 (Investimento)
  19. 19. PROJETOS. Projetos em contratação:- P&D 400– Protótipo de Barreira Eletromecânica (UFMG)-P&D 433 Remotely Operated Vehicle (AXXION)- P&D 455 Desenvolvimento de tecnologia aplicada à manutenção do estoque pesqueiro de populações nativasde espécies migradoras na região de influência da UHE Três Marias. (UFMG, UFLA, UFV, PUC-Minas)- Novos projetos em análise:- Avaliação da Dinâmica Migratória na Região de Influência de Irapé- Especificação Técnica para Monitoramento do Alto Paraná (Nupélia) Recursos previstos: R$ 21.500.000,00
  20. 20. Avaliação de risco e morte de peixes em usinas da Cemig UFMG/CEMIG Monitoramento prévio a manobras da IS-47 e monitoramento periódico Monitoramento de cardumes na UHE São Simão Monitoramento de jaús Monitoramento de eficácia de manobra engana peixe com abertura de vertedouro
  21. 21. Comportamento de peixes a jusante de barragens – subsídios para a sua conservação UFLA/CEMIG• Estudar variações espaço-temporais de peixes a jusante e montante da UHE Três Marias utilizando ecossonda• Acompanhar o movimento dos peixes utilizando equipamentos de telemetria acústica• Componente hidráulica: Modelagem numérica do escoamento no canal de fuga da Usina de Três Marias• Peixe Virtual
  22. 22. Desenvolvimento de índices de integridade biótica para avaliação de qualidade ambiental e subsídio para a restauração de hábitats em áreas de soltura de alevinos UFMG, UFLA, CEFET e PUC-Minas• Desenvolver índices de integridade biótica para as bacias de drenagem de 4 reservatórios da Cemig• Mapear a integridade física e biótica dessas bacias de drenagem• Avaliar a ocorrência de ovos e larvas de peixes nos principais tributários dos reservatórios em foco;• Formação de pessoal. Reservatórios e tributários: Nova Ponte, Volta Grande, Três Marias e São Simão
  23. 23. Avaliação da eficácia de repovoamento nas represas de Jaguara e Volta Grande UFMG/CemigDeterminar:• se o local de soltura dos alevinos influencia a sua sobrevivência e crescimento (regiões proximais, medias e distais do reservatório, represa ou tributário, estrutura de hábitat)• se o tamanho de soltura dos alevinos influencia a sua sobrevivência• a variabilidade genética de Prochilodus lineatus (curimba), uma espécie de piracema do rio Grande, e das matrizes existentes na Estação de Piscicultura de Volta Grande
  24. 24. Subsídios para conservação da ictiofauna da bacia do rio Jequitinhonha Unimontes/PucMinas/Cemig• Levantamento da ictiofauna da bacia do rio Jequitinhonha• Monitoramento da ictiofauna do rio Jequitinhonha na área de influência da Usina Hidrelétrica de Irapé• Desenvolvimento inicial de peixes da bacia do rio Jequitinhonha Surubim do Jequitinhonha Piabanha do Jequitinhonha Steindachneridion amblyurum Brycon sp
  25. 25. P&D 200: Transposição de Peixes: comportamento na natureza e características biomecânicas e natatórias de espécies migradoras brasileiras UFMG/Cemig• Ampliar o conhecimento sobre o comportamento de espécies migradoras no médio rio Grande através de utilização de biotelemetria• Medir as características bio-mecânicas de oito espécies migradoras das bacias do Paraná, São Francisco e rio Doce
  26. 26. P&D 345 Desenvolvimento de ferramentas moleculares (DNA) para monitoramento ambiental de peixes e plantéis de piscicultura UFSJ/CemigObjetivos• Desenvolver ferramentas moleculares baseadas em marcadores genéticos para espécies de interesse nas atividades de gerenciamento e manejo da icitofauna em reservatórios de usinas hidrelétricas e estações de piscicultura da Cemig, como piapara, piracanjuba e dourado.• Criar um banco de DNA de piracanjuba. Genotipagem de Piracanjubas de Itutinga• Determinar o perfil genético das espécies reproduzidas na coletadas para formação de plantel Estação de Piscicultura de Itutinga Coleta de material genético na Estação de Piscicultura de Itutinga Piracanjuba
  27. 27. COMUNICAÇÃO EENVOLVIMENTO DA SOCIEDADE
  28. 28. Oficinas Integradas 2010 Pescadores do São Francisco Pesquisadores Federação de Pescadores de MG IbamaComunidade de Três Marias CODEVASF Biodiversitas
  29. 29. Projeto Versol• Início do Projeto em Três Marias: fevereiro de 2010• Capacidade para 150 alunos recebem aulas de vela (Dingue e Optimist), remo, educação ambiental e oficinas profissionalizantes de motor de proa.
  30. 30. Projeto de Educação Ambiental: Pescadores do Saber UFLA/CemigDuas escolas estaduais do município de Lavras:E.E. Cristiano de Souza – 9 turmasE.E. Firmino Costa – 7 turmasRealizadas visitas semanais às escolas, comaulas de 50 minutosPúblico alvo:crianças do I Ciclo do Ensino Fundamental(1º ao 5º ano), com idade entre 6 e 11 anosTOTAL: 377 alunos
  31. 31. TREINAMENTOS DESENVOLVIDOS PELO PROGRAMA PEIXE VIVO Curso Tópicos em Manejo e Conservação da Ictiofauna para o Setor Elétrico. Curso de Sistemática e taxonomia de peixes de água doce da América do Sul
  32. 32. Reuniões e Workshops Organizados pela Equipe Reunião CEPE Pandeiros Reuniões Anuais de Piscicultura Cursos de Piscicultura Reunião Furnas- CemigIII Workshop Peixe Vivo Workshop da ABRAGE- UHE Três Competição de Remo Fórum do Rio Grande Marias Semana do Meio Ambiente Seminários Peixe Vivo Cursos Aquaviário
  33. 33. Visitas Técnicas Visita Técnica a Biosonics e Visita Técnica a Tucuruí - Pará Visita Técnica ao NUPELIA- Paraná Universidade de Washington em Seattle Visita Técnica a Retiro Baixo Visita Técnica a UHE Santo Antônio - Visita Técnica a UHE Estreito Rondônia
  34. 34. Atividades Diversas Expurgo de indisponibilidade de máquina Campeonatos de Velas por questão ambiental na UHE Três Marias (Lars Grael) Apoio ao Aquário Peixes do São Francisco
  35. 35. Reuniões, Seminários e WorkshopsSeminário:Construção de Centrais Seminário: Desenvolvimento Workshop Gestão de Bacias Hidrelétricas e Mitigação de Sustentável e os Limites do Hidrográficas Impactos Sócio-Ambientais – Crescimento Experiências Internacionais Palestra no V Seminário de Meio Ambiente e Energias Renováveis - Itajubá
  36. 36. Publicações
  37. 37. PremiaçõesIV Prêmio Brasil de Meio Ambiente Peixe Vivo vencedor do Prêmio ABERJE “Comunicação de Programas voltados à Sustentabilidade Empresarial” Prêmio melhor trabalho apresentado no XXI SNPTEE
  38. 38. ComunicaçãoSite www.cemig.com.br/peixevivo Blog http://peixevivocemig.blogspot.com.br
  39. 39. Comunicação Reportagem do Estado de Minas Jornais da Região de Três Marias Circulação: Três Marias, Felixlândia, Curvelo, Diamantina, Corinto, Morada Nova de Minas, Pirapora, Buritizeiro, João Pinheiro, Paracatu, São Gonçalo do Abaeté, Paineras e Biquinhas
  40. 40. Comunicação Programa de Rádio
  41. 41. Comunicação Reconhecimento da Sociedade
  42. 42. Parcerias Geradas
  43. 43. “Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos.” Ray Kroc
  44. 44. Newton José Schmidt PradoObrigado newtonj@cemig.com.br 3506-4550 Raquel Coelho Loures Fontes raquel.fontes@cemig.com.br 3506-4533

×