ANO 06 - NÚMERO 95 Maricá, 21 de março de 2014
www.obarao.blogspot.com jornalismopr@hotmail.com
O INFORMATIVO DO MUNICÍPIO...
O BARÃO DE INOHAN ano 06 nº 95 - 21 de março de 2014 Propriedade PR PRODUÇÕES. Diagramação e Fotos: José Pery Salgado Ediç...
CIDADE BARÃO DE INOHAN - 3www.obarao.blogspot.com
SARAMARICANDAIA
Além dos comerciantes que estão
descontentes já no segun...
4 - BARÃO DE INOHAN PAÍSwww.obarao.blogspot.com
EM OBRAS HÁ 4 ANOS, PRÉDIO DA PREFEITURA ESTÁ INACABADO,
CHEIO DE PROBLEMA...
CIDADE BARÃO DE INOHAN - 5www.obarao.blogspot.com
GASODUTO DO PRÉ SAL QUE CORTARÁ MARICÁ, TEVE PROJETO MODIFICADO PARA BAI...
6 - BARÃO DE INOHAN EDUCAÇÃOwww.obarao.blogspot.com
Prof. Marlon Mencari Felix
Coordenador Pedagógico
do Colégio HMS
O
RET...
EVENTOS BARÃO DE INOHAN - 7www.obarao.blogspot.com
PREFEITURA DEVE MUITO DINHEIRO
ÀS EMPRESAS DE ÔNIBUS DE MARICÁ
EMPRESAS...
8 - BARÃO DE INOHAN CIDADEwww.obarao.blogspot.com
ROTARY MARICÁ RETOMA ATIVIDADES E RECEBE NOVOS ASSOCIADOS
Renato Barroco...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

BARÃO DE INOHAN 95 - 21 de março de 2014

1.448 visualizações

Publicada em

MOEDA MUMBUCA CHEIA DE PROBLEMAS
PORTO CADA VEZ MAIS LONGE
ARTISTAS AINDA NÃO RECEBERAM DA PREFEITURA
EMBELLEZE QUER ABRIR, AMPLA NÃO DEIXA
e muito mais

Publicada em: Notícias e política
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

BARÃO DE INOHAN 95 - 21 de março de 2014

  1. 1. ANO 06 - NÚMERO 95 Maricá, 21 de março de 2014 www.obarao.blogspot.com jornalismopr@hotmail.com O INFORMATIVO DO MUNICÍPIO DE MARICÁ MOEDA SOCIAL MUMBUCA CHEIA DE PROBLEMAS EMPRESAS DE ÔNIBUS NÃO RECEBEM REPASSES DE TARIFAS CONFORME ACORDADO EM LICITAÇÃO DESDE 2005 QUE MORAL TEM A PREFEITURA PARA COBRAR UM BOM TRABALHO DAS EMPRESAS DE ÔNIBUS, SE ELA NÃO CUMPRE COM A LICITAÇÃO EM VIGOR DESDE 2005? COSTA LESTE COM APENAS 25 ÔNIBUS TEM MAIS DE R$ 15 MILHÕES DE CRÉDITO COM A PREFEITURA Atendendo a inúmeros pedidos, estamos repetindo a matéria veiculada na nosa última edição e que mostra mais um escândalo do atual governo. Desde que saiu a licitação em 2005 dando ganho para as Viações Costa Leste e Nossa Senhora doAmparo, por 15 anos renováveis por mais 15, que a prefeitura não paga o subsidio das passagens de ônibus de Maricá. Conforme a licitação, todas as gratuidades (estudantes, idosos e especiais) deveriamserpagasnaintegralidadepelaprefeitura.AmaisprejudicadaéViaçãoCostaLestequevem sendo bombardeada pela prefeitura para que preste melhor o serviço de transporte público. Com o dinheiro que deveria receber, a empresa poderia comprar 45 novos ônibus. Por que será que a prefeitura não paga o que deve? Página 3 EMOBRASHÁ4ANOS,PRÉDIODAPREFEITURAESTÁINACABADO, CHEIO DE PROBLEMAS, MAS COM MÓVEIS NOVOS PARA O PREFEITO ARTISTASDEMARICÁAINDANÃORECEBERAM PELOSSHOWSDOFINALDEANO Criada com pompas e circunstâncias como tantas coisas neste governo de fachada, a MOEDA SOCIAL MUMBUCA finalmente se instalou em Maricá através do INSTITUTO PALMAS DE DESENVOLVIMENTO E SOCIOECONOMIASOLIDÁRIA. Mas os problemas já se avolumam: comerciantes reclamam da demora no recebimento e usuários passam constragimentos em lojas pois não tem seus cartões não tem créditos no dia combinado. Segundo funcionários do Instituto Palmas, o problema é da prefeitura que não está repassando os recursos para a Mumbuca funcionar devidamente. O presidente do instituto veio a Maricá para resolver os problemas e apesar das nossas solicitações, o mesmo não entrou em contato com nossa reportagem. Página 3 SERÁ MAIS UMA JOGADA ELEITORAL? O MINISTÉRIO PÚBLICO JÁ ESTÁ AVERIGUANDO Enquanto os“GRANDES NOMES” da música vem para Maricá encher o bolso e depois se mandam sem gastar um centavo em Maricá (ou seja, só levam nosso dinheiro), e só sobem ao palco depoisdereceberasegundapartedocontrato,poisaprimeiraparterecebemassimqueéconfirmada a presença dos mesmo em Maricá, ou seja, até alguns MESES antes do show, os músicos e artistas de Maricá sofrem por meses para receber pelos belíssimos trabalhos que realizam. Até hoje não receberam pelos shows realizados no final do ano. Página 2 Passadosquatroanosdoiníciodaobra,opaçomunicipalestácheiodeproblemas,comdiversas partes sem conclusão e já precisando de novas obras. O salão de atendimento para o público está sujo, com um plástico preto escondendo partes do prédio onde as obras estão paradas, mas na sala do prefeito, móveis no valor de R$ 78 mil irão dar conforto ao alcaide. Página 4 PORTO CADA VEZ MAIS DISTANTE Nos Fóruns sobre o Gasoduto MARICÁ - COMPERJ ROTA 3, realizados nos dias 18 e 19 de marçoemMaricá(BananaleUbatibarespectivamente),aPetróbrasdeixouclaroqueescolheuolocal ondeoemergiráogasodutoafimdepreservarosBEACHROCKS.Comisto,ficaclaroqueaempresa é contra o PORTO no costão de Ponta Negra. Sobre o gasoduto, o projeto original foi modificado afim de baixar custo, o que gerou um descontentamento de moradores e empreendedores de Ubatiba, Silvado e Lagarto. Embora essa mudança de traçado tenha sido feito pela Petrobrás, segundo informações de funcionáriodaESTEIOempresacontratadapelaPetrobrásparafazerocadastramentodapopulação na rota do gasoduto, a mudança de traçado em Ubatiba foi uma orientação do Prefeito de Maricá. Algum interesse imobiliário? Página 5 EMBELLEZEQUERABRIR,MASAMPLANÃODEIXA Embelleze chega à Maricá, mas luta há quase 2 meses com aAMPLApara poder funcionar. Pág. 7 CCS MARICÁ FARÁ REUNIÃO COM ÓRGÃOS DE SEGURANÇA PÚBLICA PARA DISCUTIR O AUMENTO DOS ASSALTOS À ÔNIBUS
  2. 2. O BARÃO DE INOHAN ano 06 nº 95 - 21 de março de 2014 Propriedade PR PRODUÇÕES. Diagramação e Fotos: José Pery Salgado Edição e Fotos: Rosemery Oliveira Jornalista Responsável: Edison Torres (R.P. 385 DRT-PA) Impressão: A Tribuna RJ. Distribuição Gratuita e Dirigida ao público de Maricá. CULTURARTE, Culturateen, Culturartween e CulturartKids são marcas de propriedade da PR Produções. Edição mensal. As matérias assinadas são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Contatos: (21) 99281-4037 jornalismopr@hotmail.com INFORMATIVO ESPÍRITA, CULTURARTE, JORNAL DA MICROLINS, INFORMATIVO FRK, INFORMAÇÃO COMPLETA e INFORMATIVO PRofissionalizar, PRETO NO BRANCO, MAIS UM, CADERNO E e o BARÃO DE INOHAN são criações de Pery Salgado. Tiragem 4000 exemplares. 2 - BARÃO DE INOHAN GATA DO BARÃOwww.obarao.blogspot.com CURTAS E BOAS (Nem sempre tão boas) COMUNIDADE EM SÃO JOSÉ DE IMBASSAÍ GANHA CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL Unidade tem o nome de Nelson Mandela atenderá a 160 crianças do Mutirão Finalmente uma das metas de governo do prefeito Washington Siqueira foi alcançada no último dia 20 de fevereiro com a inauguração do CEIM Nelson Mandela, na comunidade do Mutirão, em São José de Imbassaí. Com esta, chegoua13onúmerodeunidadesvoltadaspara a educação infantil em Maricá, que não existiam antes do atual governo. O novo espaço tem capacidadeparaatenderaté160criançaseconta com quatro salas de aula, refeitório, lactário, brinquedoteca,solárioeumaquadrapoliesportiva, que será compartilhada com os moradores. A unidade de São José do Imbassaí foi totalmente construída com recursos próprios. Nela foram investidos cerca de R$ 1,37 milhão, tambémseguindoàtabeladecustosestabelecidos pela Emop-RJ. A secretária de Educação Marta Quinan ressaltou que ainda há muito trabalho a ser feito. “Até 2016, queremos que todas as unidades de educaçãoinfantiledoprimeirosegmentoatendam às crianças em horário integral. É uma tarefa árdua, mas vamos nos desdobrar para atingir maisessameta”,garantiuela,acrescentandoque onomeda unidade dizmuitosobreacomunidade do Mutirão. “Nelson Mandela foi um homem que lutou por gente carente como a que vive aqui”, lembrou Marta. ARTISTAS DE MARICÁ AINDA NÃO RECEBERAM PELOS SHOWS DO FINAL DE ANO Várias denúncias chegaram ao Barão de Inohan sobre o não pagamento até a presente data (19 de março) dos shows feitos pelos músicos de Maricá nas festas de fim de ano. Amolecagem passa a ser maior, quando sabemos que os “GRANDES NOMES” da música que vem para encher o bolso por aqui e depois se mandam sem gastar um centavo em Maricá (ou seja, só levam nosso dinheiro), só sobem ao palco depois de receber a segunda parte do contrato, pois a primeira parte recebem assim que é confirmada a presença dos mesmo em Maricá, ou seja, até alguns MESES antes do show. Enquanto isso, nossos músicos locais, ficam a míngua. Nas denúncias, estes informaram que receberamnofinaldoanoosshowsfeitosnosegundosemestredoano.Quemfezshownocarnaval, só deverá receber depois de junho. E para aumentar a MOLECAGEM com os músicos e o desrespeito com a população aparece a Secretaria de Turismo com este ORÇAMENTO para futuros shows. Tudo bem, vão alegar que é uma SIMPLES tomada de preços, mas se lermos nas entrelinhas, não é tão simples assim. JÉSSIKA GUEDES É A PRIMEIRA GATA VERÃO PLUS SIZE DE MARICÁ No domingo 09 de março, no Restaurante Bambino DÓro em São José do Imbassaí, a PR Produçõesrealizoumaisumaediçãodoconcurso GATA VERÃO. A vencedora foi a jovem Larissa Maia (15), que também detém o título de Garota Maricá 2013. A grandenovidadedoconcursodesteanofoi a primeira edição do GATA VERÃO PLUS SIZE RIO DE JANEIRO reunindo representantes da cidade do Rio de Janeiro, Itaboraí, Mangaratiba, Saquarema e Maricá. A vencedora foi Drielli Braga (20) representantedeMangaratibaquedetémtambém o título de Miss Elegant Plus Size Carioca 2013. A vice campeã foi Izabella Abreu (Miss SaquaremaPlusSize2013)eaterceiracolocada foi Jéssika Guedes de Maricá estreante em concursos.Comisso,Jéssika(amaricaensecom melhorcolocação)foieleitaaprimeiraGATAVERÃO PLUS SIZE de Maricá. Ela é o mais autêntico exemplodeumamodeloPlusSize.Com1,81me 90 quilos, distribuidos em um manequim 46/48, Jéssikamostroutodoseucharme,simpatiaebeleza o que já garante que ela será uma grande promessa no universo plus size. Com sua conquista,Jéssika,éaGATADOBARÃOdomês de março. Jéssika desfilou usando um belíssumo biquini da loja PERTH. DEPOIS DE DENÚNCIAS DO BARÃO DE INOHAN, SECRETARIA DE TRANSPORTES VOLTA A CUIDAR DO TERMINAL RODOVIÁRIO Após várias denúncias do Barão de Inohan mostrando o quanto abandonadoestavaoterminalrodoviáriodocentrodeMaricá,finalmente a secretaria de transporte deslocou o servidor Paulo para ajudar na administração do local. Com filmadora e máquina fotográfica em punho, ele disse que estava alí para melhorar as condições de uso não só das plataformas de embarque, mas principalmente dos banheiros que se encontramemestadolastimável. Segundo Paulo, a secretaria fará o ordenamento do local, voltará a fazer intensamente o trabalho de limpeza e higienação dos banheiros, limpezadasplataformas,desratizaçãoafimdeeliminarasenormesratazanas que circulam livremente à noite no local, assim como deslocarão os moradores de rua que utilizam o terminal para se abrigar e fazer suas necessidades à noite, colocando a população em risco. Outrasmudançasaconteceramnolocal,masvaiaímaisumasugestão: quando irão tirar aquela tenda horrorosa da moeda Mumbuca que só faz enfeiareatrapalharoembarqueedesembaquedapopulação?Atéporque o Instituo Palmas que gerencia a Moeda Mumbuca já tem endereço fixo na rua do Bazar Ribeiro próximo ao colégio Joana Rangel. SECRETARIA DE TRANSPORTE VOLTA A MODIFICAR TRÂNSITO NO CENTRO Reclamamos sim, mas quando os resultados aparecem temos que parabenizar. E a Secretaria de Transportes (mesmo com todos os problemas operacionais que existem), vem se superando e sua equipe comandada pelo Secretário Leandro Costa vem realizando grandes mudanças em benefício da população e dos motoristas de Maricá. Cobramos o atraso do ordenamento dos pontos de táxi, previsto para janeiro, mas após a chegada das placas, a secretaria já ordenou e agora apenas 4 táxis podem ficar em cada ponto, lçiberando mais vagas para veículosdepasseio.OutrasótimasmudançasvemacontecendonoParque Eldorado,tornandoamaioriadasviasdolocalemmãoúnica,aumentando e facilitando o fluxo de carros e em breve, segundo o secretário, outras ruas do centro passarão a ser de mão única como previsto desde 2013.
  3. 3. CIDADE BARÃO DE INOHAN - 3www.obarao.blogspot.com SARAMARICANDAIA Além dos comerciantes que estão descontentes já no segundo mês de circulação do Cartão Mumbuca, agora são os usuários que além de descontentes estão passando constrangimentos. O valor de R$ 70,00 que deveria ser creditadotododia5decadamêsaosbeneficiados pelo programa social do governo municipal de Maricá, ainda não foi feito neste mês de março. Segundo um funcionário do Banco Palmas localizado próximo ao colégio Joana Benedicta Rangel, o problema aconteceu por que a PREFEITURA DE MARICÁ ainda não repassou os recursos para o banco fazer os créditos aos usuários. Aindasegundoestefuncionário,atésexta(dia 21) todos já deverão estar com seus créditos em conta, 16 dias após da data acordada entre Prefeitura e beneficiados. Com isso, muitos usuários estão passando por sérios constrangimentos, pois chegam nos comércios QUE AINDA ACEITAM O CARTÃO (comerciantestambémnãoestãorecebendoseus créditos - leia no parágrafo mais abaixo) e ao fazer suas compras são surpreendidos pela falta de crédito nos cartões. “Isso tem gerado muitos problemas. Só podemos liberar as compras feitas com o cartão tendo crédito e na maioria das vezes isso não acontece e o usuário acha que o problema é nosso ou da máquina fornecida pelo tal Banco Palmas, mas fiquei sabendo que não colocaram aindaoscréditosdemarçonosusuáriosdocartão. Isso é uma sacanagem” disse o comerciante que pediu para não se identificar por medo de represálias. A reportagem do Barão de Inohan percorreu no final de semana desde a nossa primeira reportagem feita na sexta feira dia 14/03, estabelecimentos do centro, Flamengo, Itapeba, Condado e Marques, e TODOS sem exceção não estão aceitando o CARTÃO MUMBUCA. MOEDA SOCIAL MUMBUCA CHEIA DE PROBLEMAS ATA DA REUNIÃO CONJUNTA DA ACEIM-CDL MARICÁ Aos trinta dias do mês de julho de dois mil e treze, com inicio ás dezenove horas e trinta minutos, no Espaço Empresarial da ACEIM, reuniram as Diretorias daAssociação Comercial. Empresarial e Industrial de Maricá e da Câmara dos Lojistas de Maricá e associados de ambas instituições. O tema em discussão foi AMOEDASOCIAL MUMBUCA, já aprovada pela Câmara Municipal de Maricá. Aassembléia foi presidida porAdélio Soares da Silva, presidente da ACEIM e Marisete Cardoso, presidente do CDL. Marisete Cardosoinicioucomumaexposição aos presentes do movimento efetuado pela Prefeitura Municipal de Maricá, com o objetivo da criação da Moeda Social Mumbuca, sobre a Lei N° 2.448 de 26 de junho de 2013 aprovada da Câmara Municipal, e o Conselho Municipal de Economia Solidária, Combate à Pobreza e Desenvolvimento Econômico e Social de Maricá. Falouaindadasinformações queteve(daPMM) de como se processará a distribuição e o uso da MOEDA. Adélio Soares da Silva, fez uma explanação sobre Moedas Sociais criadas há vários anos e diversos municípios e comunidades do Brasil, todoscomcaracterísticasdiferentesdoMunicípio deMaricá(população,extensãogeográfica,etc.). Referiu-se ainda a não participação daACEIM e do CDL na elaboração da Lei aprovada da Câmara Municipal. PelosPresidentesfoisolicitadaaparticipação dos presentes expondo suas ideias sobre o tema em pauta. Todos se pronunciaram mostrando surpresaecommuitasdúvidassobreoprocesso, especialmentesobreanãoparticipaçãodaACEIM e do CDL no inicio do processo o que deveria ter acontecido e não aconteceu, por desinteresse oufalhadaPMM.Expuseramsuasmuitasdúvidas quantoaosbenefíciosparaocomérciodeMaricá. Ouvidos os presentes, ... foi decidida a não participação da ACEIM e da CDL no Conselho Municipal de Economia Solidária, Combate à PobrezaeDesenvolvimento EconômicoeSocial de Maricá. O associado Carlos A. Ferreira, diretor da IMOBI, sugeriu que aACEIM e a CDLfaçam uma informação concreta sobre o hoje ocorrido nesta assembléia a todos os associados. E por nada mais constar desta reunião, é encerrada a ata, que vai ser assinada por mim, Jorge Manuel Ramalha Monteiro que a lavrei e pelos Presidentes Adélio Soares da Silva e Marisete Cardoso. Jorge M.R. Monteiro Dr. Adélio Soares da Silva Marisete Cardoso Criada com pompas e circunstâncias como tantascoisasnestegovernodefachada,aMOEDA SOCIAL MUMBUCA finalmente se instalou em Maricá - primeira cidade no Brasil com mais de 100milhabitantesatertalmoedasocial,lembrando que nas pouquíssimas outras cidades (com bem menoshabitantes),amoedasocialjánaufragou- através do INSTITUTO PALMAS DE DESENVOLVIMENTO E SOCIOECONOMIA SOLIDÁRIA. Mas o que parece, é que esta MOEDA SOCIAL que iria “movimentar” milhões no quase falido comércio maricaense, veio apenas para captaroucooptarnovoseleitoresparaaseleições para Presidente e Deputado Estadual, foco principal do atual governo municipal e do atual presidente do PT estadual, o prefeito de Maricá, WashingtonSiqueira. Segundoaprefeitura,5milfamíliasreceberão os cartões e a cada mês, terão direito a R$ 70,00 para serem usados nos locais cadastrados para receber a MUMBUCA, através de cartão de débito. Até as eleições, cada família receberá cerca de R$ 630,00, o que poderá garantir a prefeitura municipal e aos seus interesses diretos, cerca de 10 mil votos. Emmaisumflagranteescândaloeleitoreiro,a “ação social” já está sendo analisada pelo Ministério Público Estadual. O problema, é a lentidão e até mesmo a impunidade da nossa justiça embora ainda tenhamos alguns heróis, bastiões da correção e da verdade. Alardeada como a “salvação” da economia municipal,amoedaMUMBUCAeoBancoPalmas, só conseguiu cadastrar 84 empresas em todo o município de Maricá. As empresas estão divididas nas seguintes regiões: Centro: 9 lojas Flamengo: 4 lojas Amizade: 1 loja Inoã: 7 lojas Barroco: 1 loja Cordeirinho: 9 lojas Bambui: 1 loja Ponta Negra: 3 lojas Bananal: 1 loja São José: 16 lojas Marques de Maricá: 2 lojas Nova Metrópole: 3 lojas Itaipuaçu: 14 lojas Caxito: 1 loja Jaconé: 1 loja Cajú: 1 loja Condado: 1 loja Parque Nanci: 1 loja Itapeba: 1 loja Ubatiba: 2 lojas Guaratiba: 5 lojas Divinéia: 1 loja Destas 84 lojas, 47 são lojas ligadas a alimentação (mercados, sacolões, padarias, peixarias e similares), Nove(9)sãofarmáciasedrogarias,11(onze) sãolojasdemateriasdeconstruçãoesimilares,9 (nove)sãodistribuidorasdeáguaegás,4(quatro) papelarias,2(dois)armarinhose2(dois)bazares. SERÁ MAIS UMA JOGADA ELEITORAL? O MINISTÉRIO PÚBLICO JÁ ESTÁ AVERIGUANDO USUÁRIOS SEM CRÉDITO PASSAM CONSTRANGIMENTOEMLOJASCADASTRADAS EMPRESAS NÃO ESTÃO RECEBENDO EM DIA Oquefoifaturadonomêsdejaneiro,foipago devidamente em fevereiro, mas tudo o que foi faturadoemfevereiro,sócomeçouasercreditado nas contas dos comerciantes cadastrados no sistema MUMBUCA no dia 18 de março fazendo com que algumas empresas, principalmente do ramo de alimentos, suspendessem as vendas causandotranstornosasfamíliasagraciadascom a MUMBUCA. O Barão de Inohan irá percorrer todas essas empresas para saber como anda a MOEDA SOCIAL MUMBUCA. Até sábado, dois dos 11 estabelcimentos visitados, ainda aceitavam mas os usuários chegavam sem nenhum crédito no cartão. CRÉDITO AO INVÉS DE DÉBITO Outra coisa que está chateando muito os comerciantes, é que ao fecharem o contrato com a Prefeitura, a informação recebida por eles é que o CARTÃO MUMBUCA é um CARTÃO DE DÉBITO, mas a história não é bem assim. Na verdade, ela só é de DÉBITO para o usuário, que tem o valor de sua compra DEBITADO IMEDIATEMENTE no momento da compra, mas segundo os comerciantes, o valor só está sendo CREDITADO em suas contas com 30 dias ou mais. Os primeiros a trabalhar com o cartão MUMBUCA reclamam que ainda não receberam os CRÉDITOS de fevereiro. Ao perguntarmos ao funcionário do Instituto Palmas sobre o assunto, este (que pediu para não ser identificado) disse que nesta segunda feira (17 de março) todos os comerciantes terão seus créditos de fevereiro depositados em suas contas. Informou ainda que a demora aconteceu por falta de liberação de recursos por parte da Prefeitura. O mesmo funcionário (já irritado) não soube informar sobre o cartão ser de DÉBITO OU CRÉDITOparaocomerciante.Nossareportagem esteveportrêsvezesnasededoInstitutoPalmas e em nenhuma das 3 vezes encontrou o gerente Rodrigo e o presidente do banco Sr. Joaquim que veio para Maricá na noite da segunda feira dia 17 de março para tentar resolver os problemas já existentes. Apesar de deixar o contato para retorno, não houve sucesso. Nossa reportagem esteve com comerciantes naquintafeiradia20demarçoeestesinformaram queoscréditosforamcolocadosemsuascontas, porém muitos reavaliam se continuarão ou não. O BARÃO INVESTIGA
  4. 4. 4 - BARÃO DE INOHAN PAÍSwww.obarao.blogspot.com EM OBRAS HÁ 4 ANOS, PRÉDIO DA PREFEITURA ESTÁ INACABADO, CHEIO DE PROBLEMAS, MAS COM MÓVEIS NOVOS PARA O PREFEITO No ano seguinte em que tomou posse no seu primeiro governo, o prefeito de Maricá ordenou uma reforma total no paçomunicipal,afimde agregar as secretarias, diminuircustoseatender melhor a população. Passados quatro anos do início da obra, o prédio está cheio de problemas, com diversas partes sem conclusão e já precisando de novas obras. O salão de atendimentoparaopúblico estásujo,comumplástico preto escondendo partes do prédio onde as obras estão paradas. Depois que um site local falousobreestemesmo problema, resolveram acertar (para inglês ver) a parte externa frontal do prédio, tentando arrumar o que será o jardim do paço municipal, mas a obra, também parou. Para tornar o quadro mais grave, móveis foram comprados a cerca de dois anos para equipar os setoresondeaobrajáestavaconcluída,masmuitosdestesmóveisvieramcomproblemasenadafoifeito. E agora, gastam R$ 78 mil para mobiliar apenas a sala do prefeito, dinheiro suficiente para terminar a obra do posto de saúde do Boqueirão que está parada há mais de um ano, ou para comprar dois carros populares para servirem a Guarda Municipal que está sem veículos para patrulhar nossa cidade.
  5. 5. CIDADE BARÃO DE INOHAN - 5www.obarao.blogspot.com GASODUTO DO PRÉ SAL QUE CORTARÁ MARICÁ, TEVE PROJETO MODIFICADO PARA BAIXAR CUSTOS VENHA CONHECER A NOVA LOJA SUPERMIX Estrada da Cachoeira, em frente ao Posto de Saúde de São José POSTO MARINE SHELL Confira as ofertas no nosso encarte e no nosso site www.supermercadosupermix.com.br em contato com a Fundação DER e com a prefeitura de Maricá.A pergunta deve-se ao fato de que o gasoduto do Vale da Figueira até o Condado de Maricá, irá margear a RJ 106, possivelmente no local que será utilizado para a duplicação da mesma. E no caso da prefeitura, a pergunta eve-se ao fato do gasoduto cruzar o futuro centro administrativo de Maricá, o mega empreendimento da Brookfields lançado em meados de 2012, e que segundo projeto receberá inúmeras empresas, lojas, edifícios, condomínios, passando a ser o novo centro administrativo de Maricá, numa previsão de 40 mil pessoas habitando o local. O engenheiro Vitor apenas informou que os contatos foram feito mas que no caso da prefeitura, nada foi informado, OU SEJA, POSSIVELMENTE O PROJETO DABROOKFIELDS SEJAMAIS UMAFALÁCIA!. PORTO CADA VEZ MAIS DISTANTE O engenheiro de projeto Vitor Buives (da Petrobrás) na sua apresentação e no filme ilustrativo sobre o projeto, deixou muito claro o cuidado e a atenção da Petrobrás no local destinado para que o gasoduto sai de dentro do oceano e vá para terra. Deixou bem claro que o local escolhido, - a direita do antigo campo de golfe do Sr. Roberto Marinho (na direção de Saquarema) foi afim de PRESERVAR OS BEACH ROCKS, também deixando claro nas entrelinhas que o Porto se realmente acontecer, não será no costão de Ponta Negra, local onde estão localizados os BEACH ROCKS. Ao final do Fórum, ficou acordado que a Petrobrás fará novas reuniões com moradores, empreendedores, imprensa local e com a Prefeitura para definir a possibilidade de mudança do novo traçado. Em outubro de 2013 a Petrobras cancelou o processo de licitação do chamado Rota 3, gasoduto que vai escoar o gás produzido nos campos do pré-sal - cujo projeto inclui o gás a ser produzido em Libra, com potencial de 120 bilhões de metros cúbicos.Previstainicialmenteparaocorreremoutubroounovembro de 2013, a licitação deve ficar para o segundo semestre de 2014, na nova projeção da estatal. Do outro lado, os fornecedores vão além. Para eles, o processo licitatório só ocorrerá em 2015. O Rota 3 é o maior gasoduto planejado pela Petrobras para o pré-sal de Santos. O projeto da estatal contempla ao todo três gasodutos.Segundoestimativasdomercado,oRota3iriaconsumir 150 mil toneladas de tubos de aço, em uma extensão de cerca de 300 quilômetros, e tem um investimento aproximado de US$ 500 milhões, números que a estatal não comenta. A previsão da Petrobras indica que o Rota 3 inicie suas operações em meados de 2017, permitindo o escoamento de até 18 milhões de metros cúbicos diários de gás para Maricá, no Rio de Janeiro. Em 28/10/ 2013,odiretordeExploração&Produçãodaestatal,JoséFormigli, confirmouqueogasodutodeveentraremoperaçãoem2016,mas membros da Petrobrás nos fóruns realizados em Maricá nos dias 18 e 19 de março nos bairros do Bananal e Ubatiba respectivamente, deixaram claro que a operação está prevista para julho de 2017. Segundo José Adolfo Siqueira, diretor executivo da Associação Brasileira da Indústria deTubos eAcessórios de Metal (Abitam), o fatodeaPetrobrastercanceladoalicitaçãodoRota3desestimula a indústria, que ficou sem uma previsibilidade para continuar investindo. ‘PREÇOS EXCESSIVOS’ Segundo a Petrobras, a licitação “foi cancelada devido aos preços considerados excessivos”.Agora, disse a companhia, em nota, será feita uma simplificação no escopo do projeto com o objetivo de reduzir os preços. Em abril de 2013, os executivos da Petrobras disseram que seriam construídas instalações na praia deJaconé,emMaricá,quereceberiamessegásdopré-sal.Depois, o gás seria entregue ao Comperj, o polo petroquímico em Itaboraí, cuja entrada em operação foi adiada de 2015 para 2016.- A Petrobras diz que os preços apresentados foram altos. Mas isso tudorefleteovalordomercado.Éomaiorgasodutoquevaiescoar o gás do pré-sal. É muito importante. Se a Petrobras quer um valor menor,temquereveroprojeto.Porisso,achomuitodifícilsairalgo em 2014 - disse o presidente de uma empresa do setor. Atualmente já está em operação o primeiro gasoduto, denominado Rota 1, que liga o campo de Lula e a plataforma de Mexilhão, permitindo o escoamento de até dez milhões de metros cúbicos diários de gás para Caraguatatuba, em São Paulo. O segundo gasoduto, Rota 2, em implantação, vai iniciar a operação em meados de 2014, quando possibilitará o escoamento de até 16 milhões de metros cúbicos diários de gás para Cabiúnas, no Rio de Janeiro. ALTERAÇÃO DO PROJETO DESAGRADAMORADORES E EMPREENDEDORES DE UBATIBA, SILVADO E LAGARTO RepresentadospeloSr.AntonioLuiz,moradoreempreendedor da região com diversos condomínios de alto padrão (dentre eles o Pedra Verde), este mostrou os grandes problemas da alteração do projeto. Segundo o Sr. Paulo Caetano (também morador e empreendedor do local), um funcionário da ESTEIO (empresa contratada pela Petrobrás para realizar o cadastramento dos moradoresnaáreaatingidapelogasoduto)informouqueaalteração de traçado na região foi uma solicitação do prefeito de Maricá, atendendo a alguns interesses. Que interesses seriam estes? O jornalista Pery Salgado, do jornal Barão de Inohan (único veiculo de informação de Maricá presente ao evento que não contoucomNENHUMREPRESENTANTEDAPREFEITURA,num flagrante descaso com o projeto, com a Petrobrás e com a população) perguntou ao Eng. Vitor Buives (Gerente de Projeto daPetrobrás),seaofazeremoreferidoprojeto,osmesmosentraram A esquerda em pé, Daniele Lomba - Gerente de Licenciamento e Vitor Buives - Gerente de Projeto da Petrobrás durante os fóruns em Maricá CCS MARICÁ E DEPUTADO ESTADUAL IRANILDO CAMPOS FARÃO REUNIÕES COM ÓRGÃOS DE SEGURANÇA PÚBLICA PARA DISCUTIR O AUMENTO DOS ASSALTOS À ÔNIBUS Infelizmente os assaltos à ônibus no estado do Rio de Janeiro tiveram um aumento da ordem de 30% nos últimos meses, o que deixou as empresas e autoridades em alerta. A empresa que atende nosso município nas linhas intermunicipais-ViaçãoNossaSenhoradoAmparo,teveseisassaltos no ano de 2014, com um óbito. Apesar deste número ser um dos menores (se não o menor das empresas de ônius da região metropolitana)-sãocercade12milviagenspormêsemônibustipo TARIFAA para6assaltos-,segundodadosdaFetranspor,ninguém quer passar pela desagradável experiência de um assalto. Foi pensando nisso, que o CCS Maricá (Conselho Comunitário de Segurança)visitouadireçãodaViaçãoNossaSenhoradoAmparo queinformouestarsolicitandointervençãodaspolíciasmilitarecivil desde o primeiro assalto em janeiro. A direção do CCS Maricá, comprometeu-se a reunir a Secretaria de Segurança do Estado, PoliciaCvil,Militar,RodoviáriaEstadualeFederalerepresentantes da CCR Ponte, para um encontro no dia 25 de março às 17 horas na82DP,comapresençadodelegadotítulardeMaricá.Namesma data pela manhã, às 11 horas naAssembléia Legislativa do Rio de Janeiro, o Deputado Estadual Iranildo Campos (PSD) fará uma reuniãocomomesmopropósito,reunindoasmesmasautoridades paraquemedidasEMERGÊNCIASsejamtomadas,afimdeacabar de vez os assaltos às empresas de ônibus do estado. Umgrupotentafazerumamanifestaçãonodia28demarçoàs 17:30 no terminal Menezes Cortes contra as empresas de ônibus, o que será um tiro no pé. Na verdade, poderia sim haver uma manifestação, mas contra a Secretaria de Segurança Pública.
  6. 6. 6 - BARÃO DE INOHAN EDUCAÇÃOwww.obarao.blogspot.com Prof. Marlon Mencari Felix Coordenador Pedagógico do Colégio HMS O RETORNOÀSAULAS OSDESAFIOSDEUMNOVOANO O início do ano letivo é o momento de fortalecer e renovar o projeto pedagógico que vai nortear o trabalho da instituição de ensino; momento de rever o que não deu certo e aprimorar, ainda mais, as experiências que foram bem sucedidas . É importante fazer do processo de ensino e aprendizagem uma relação prazerosa de troca entre o corpo docente e o discente. Fazer com que educando sinta-se feliz dentro da escola por intermédio de atividades lúdicas que vão enriquecer cada vez mais o processo . É certo que os educadores enfrentam um grande desafio nesses novos tempos, pois a concorrência está cada vez mais desigual. O grande aparato tecnológico é muitas vezes mais interessante do que um determinado conteúdo ministrado em sala de aula. Uma vez assistindo a entrevista do Ziraldo, percebi que ele já sinalizava a dificuldade da leitura para as crianças de um país tropical, pois era difícil disputar com a praia, a pipa, o futebol etc., além da internet, dos games, celulares, tablets e outros. É por isso que nós, educadores, temos o desafio de realizar um trabalho cada vez mais atrativo e dinâmico. RETORNOÀSAULAS OSDESAFIOSDEUMNOVOANO A sociedade está cada vez mais moderna e “doente”. Os velhos modelos estão sendo desconstruídos. Estamos mergulhados em uma inversão de valores e em novas formas complexas de relações humanas. A instituição escolar, seja ela escola ou universidade, já não é mais considerada um único “lócus” para a educação das novas gerações. A cada dia, ela vem sendo substituída pela mídia, pela tecnologia e por qualquer modelo de educação informal. O conhecimento não cabe mais dentro da sala de aula, a escola não cabe mais dentro do seu espaço físico, ela precisa agregar e ser agregada ao (e pelo) mundo. A maior inovação é o questionamento e o poder de refletir. A elaboração de métodos que motivem a aprendizagem deve estar fundamentada em contratos positivos,tanto para quem aprende quanto para quem ensina. Essa fundamentação facilita as trocas. Toda avaliação deve e precisa estar voltada, primeiramente, para a reflexão do professor sobre as metas que pretende atingir ao ministrar a disciplina, se as atingiu ou não e qual o grau de apropriação do conhecimento que cada aluno conseguiu obter. Somente com pais e professores comprometidos com o futuro de toda uma geração é que poderemos colaborar para uma nação mais justa e equilibrada. O colégio HMS procura, através do seu projeto pedagógico, fazer do espaço escolar um local de harmonia entre crianças, adolescentes, educadores e pais mostrando a importância da parceria ESCOLA – FAMÍLIA em prol de um mesmo objetivo: o bem estar da criança e do adolescente dentro da instituição de ensino. Procuramos, a cada ano, inovar a nossa proposta de ensino de acordo com as demandas de um mundo em constante evolução. E, a cada ano, ex- alunos retornam à escola e fazem questão de ressaltar a importância da formação aqui recebida para o seu desempenho profissional, seu sucesso no mercado de trabalho e na sociedade . E reconhecem, além da formação acadêmica recebida nessa instituição (o Colégio HMS), os valores éticos que contribuíram para a formação dos cidadãos de bem que se tornaram.
  7. 7. EVENTOS BARÃO DE INOHAN - 7www.obarao.blogspot.com PREFEITURA DEVE MUITO DINHEIRO ÀS EMPRESAS DE ÔNIBUS DE MARICÁ EMPRESASDEÔNIBUS NÃO RECEBEM REPASSES DE TARIFASCONFORMEACORDADO EM LICITAÇÃO DESDE 2005 COSTA LESTE COM APENAS 25 ÔNIBUS TEM MAIS DE R$ 15 MILHÕES DE CRÉDITO COM A PREFEITURA, DINHEIRO SUFICIENTE PARA COMPRAR 45 NOVOS ÔNIBUS. E A VIAÇÃO NOSSA SENHORA DO AMPARO, COM 38 ÔNIBUS NAS LINHAS MUNICIPAIS, QUANTO TERÁ A RECEBER? Segundo resultado da licitação feita em 2005 das linhas municipais de Maricá, vencido pela Viação Nossa Senhora do Amparo nas linhas que atendem os distritos de Inoã e Itaipuaçu e pela Costa Leste nas linhas que atendem o 1º e 2º distritos (Centro, Ubatiba, Retiro, Caxito, Espraiado,Bambui,PontaNegraeBarra),caberá a prefeitura Municipal de Maricá de acordo com a cláusula oitava “Dos Encargos do Poder Concedente”: 1) fazer cumprir as disposições regulamentares do serviço e as Cláusulas do Contrato de Concessão; 2) fiscalizar permanentemente a prestação dos serviços concedidos; 3) INIBIR O TRANSPORTE CLANDESTINO E/ OU ALTERNATIVO, MEDIANTE AÇÕES DE NATUREZA ADMINISTRATIVA E/OU JUDICIAL, DEVENDO ADOTAR AS PROVIDÊNCIAS PARAASUAPARALISAÇÃO E A CESSAÇÃO DO DANDO À CONCESSIONÁRIA,NOPRAZOMÁXIMOPDE 5 (cinco) DIAS, CONTADOS DO SEU CONHECIMENTO OFICIAL; ... 6) proceder a revisão das tarifas e autorizar seu reajustamento,nostermosdocontrato; 7)manteroequilíbrioeconômicofinanceirodeste contrato,atendendoassuascondiçõesprevistas; 8) zelar pela boa qualidade do serviço e receber, apurar e solucionar queixas e reclamações dos usuários; ... 9) fiscalizar outros serviços de transporte rodovi[ário municipal de passageiros delegados pelomunicípiodeMaricá,estabelecendosuaforma de exploração de modo que não intefiram coma as linhas objetos do presente contrato. Se formos analisar apenas estas cláusulas objeto da licitação em vigor desde 2005 (governo Ricardo Queiroz), com prazo de 15 anos, renováveis pelo periodo de mais 15, veremos que a prefeitura (atual) não faz cumprir na integra as disposições regulamentares do serviço. Não existe mais a fiscalização que deveria ser permanentenosterminaisrodoviáriosmunicipais (centro e itaipuaçu). Aprefeituranãosónãoinibe,comocrioupela lei 183-2011 o serviço de vans, que está sendo analisadosualegalidadepelajustiça.Emmomento algum,aprefeituraseesforçouparaterminarcom o serviço e na verdade, numa ação eleitoreira, confirmou a existência do serviço. As tarifas não são reajustadas anualmente conforme reza o contrato e se lembrarmos, no primeiro governo ficou por 3 anos congelada no valor de R$ 2,30. Este ano, ainda não houve reajustedastarifas. Comisso,aprefeituraprejudicaenãomantem o equilíbrio econômico financeiro das empresas vencedoras do contrato, não atendendo as condiçõesprevistas,eporconsequencia,nãotem MORALparazelarpelaboaqualidadedoserviço, apenas recebendo reclamações, sem apurar e solucionarasqueixasereclamaçõesdosusuários. Umsubstitutivodoprojetodelein07de09de maio de 2006, assinado pelo Cel. Pedro Gomes, vereador, presidente e relator da comissão responsável pelo assunto, fala das gratuidades. É bem claro que terão direito a gratuidade naslinhasmunicipaisdeônibusdeMaricá,pessoas maiores de 65 anos e menores de 7 anos (estes acompanhados). Terão também direito a gratuidadeestudantesdaRedePúblicadeEnsino (municipal), no horário e período letivos, uniformizados e que residam a MAIS DE 1000 METROSDOESTABELECIMENTODEENSINO emqueestejammatriculados.Pessoasportadoras de deficiência motora ou sensorial que dificulte a sua locomoção, além de pessoas portadoras de patologiasqueexijamtratamentocontinuado,cuja interrupção possa acarretar risco à vida. As isenções de trata o dispositivo serão concedidasexclusivamenteemônibusdotipoSA (urbanos). O custeio das isenções de trata o dispositivo deveria ser feito da seguinte forma: as empresas informariam a Secretaria de Transporte a quantidade de isenções concedidas. O setor de Contabilidade da Prefeitura, apuraria o valor total do custeio. Este poderia ser compensado dos tributos devidos (NUNCA FOI, AS EMPRESAS PAGAMTODOSOSTRIBUTOSDEVIDOS),mas talfatonuncaaconteceu. Segue ainda o dispositivo: “apurada a compensação,serestarcréditoafavordaempresa operadora,estedeveráserEMPENHADOafavor da mesma, dando-se tramitação normal para a sua QUITAÇÃO. O valor referencial de isenção não poderá ser inferior a 60% (sessenta) do valor da tarifa básica de transporte cobrada no município. Acontecequenadadissovemacontecendoe emmomentoalgum,nenhumadasduasempresas foram ressarcidas conforme reza o contrato de licitação. A Viação Costa Leste, que já teve 32 ônibus masdevidoadificuldadesimpostaspelaprefeitura teve que se desfazer de 7 veículos, hoje com apenas 25 ônibus, tem aproximadamente R$ 15 milhões de crédito. E quanto terá a receber a Viação Nossa Senhora do Amparo, que possui 38ônibusnaslinhasmunicipais? Fotografias e Filmagens 99184-5871 / 3731-1767 Ao invés de se preocupar com gastos absurdosemescolasdesambadeoutrascidades, a prefeitura deveria ter os devidos cuidsdos, e cobrar dos órgãos de prestação de serviços públicos, melhor atenção e atendimento não só aosmunicípes,masàquelesquetentamchegare se instalar diginamente em Maricá. Um grande exemplo do que estamos relatando, é oABSURDO que vem acontecendo com o Instituto EMBELLEZE, que abriu suas portas no dia 09 de fevereiro e até a presente data (19 de março), ainda não conseguiu fazer sua inauguração, pelo único motivo: a AMPLA ainda não ligou a luz e força para que o instituto possa funcionar. No dia 9 de fevereiro, com a chegada à Maricá, o franqueado Luiz Claudio protocolou na sede da AMPLA o projeto do empreendimento, que segundo a própria franqueadora master, é a unidade mais luxuosa e bonita de todas da rede. Normalmente, a AMPLA (empresa distribuidora de energia e força em 65 municípios do estado do Rio de Janeiro) demora 7 dias úteis para resolver um problema de ligação inicial de um empreendimento do porte do Instituto Embelleze, instalado na Rua Ribeiro deAlmeida 49, no centro de Maricá (em frente a Raquel Calçados). Passados os 7 dias, Luiz Claudio foi a sede da empresa em Maricá e solicitaram dele o projeto, que já havia sido entregue, ou seja, perderam o projeto inicial. Novo projeto foi entregue no mesmo dia e nenhum outro contato foi feito pela distribuidora de energia. Luiz Claudio entrouemcontatocom a Ouvidoria da AMPLA, registrou o problema na ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e no sábado dia 15 de março, uma empresa t e r c e i r i z a d a contratada pela AMPLA foi ao local para “fazer um estudo de viabilidade técnica”, sem dar um prazo para o proprietário da franquia de Maricá. Oúnicocomentárioqueelesfizeramfoi:“Torça para você não precisar de um novo transformador”. Ora, a não ser que o transformador seja exclusivo da empresa (e isso normalmente acontece com grandes supermercados ou pequenas e médias indústrias, transformadores são colocados pela empresa distribuidora toda vez que há crescimento de demanada no local, e isto é fato notório, pois estamos falando de uma rua no centro de Maricá (a linha e o único transformador que atende todas as casas, lojas, e até mesmo a Climar está na rua Expedicionário Luiz Ferreira), a distribuidora TEM que colocar um novo transformador fazendo nova demanda de carga para o local. Enquanto isso, o Instituto Embelleze em Maricá já está atendendo, mas sem poder iniciar oficialmentesuasatividadesesempodercomeçar os cursos. “Nossos investimentos superaram os R$ 300 mil. Usamos o que há de melhor no mercado da estética e beleza para oferecer o que Maricá merece de melhor, mas estamos há quase dois meses sem poder trabalhar e corremos o risco de fechar antes de abrir”, desabafou à reportagem do Barão de Inohan o empresário LuizClaudio,queestáapostandoemMaricá,mas aAMPLAestá jogando contra. EMBELLEZEQUERABRIR,MASAMPLANÃODEIXA Investimentos na ordem de R$ 300 mil paralisados
  8. 8. 8 - BARÃO DE INOHAN CIDADEwww.obarao.blogspot.com ROTARY MARICÁ RETOMA ATIVIDADES E RECEBE NOVOS ASSOCIADOS Renato Barroco, presidente do Rotary Clube Itaipuaçu, saúda o retono do associado Emilio Teixeira. Sérgio Villano (ao lado), futuro presidente do Rotary Clube Maricá, aguarda para também saudar a chegada de Emilio e esposa. ORotaryClubeMaricáretomouemfevereirosuasatividadesenaúltimafestivaantesdocarnaval, o clube recebeu dois novos associados, na verdade, associados que retonavam felizes a casas que sempre os acolheu e que por alguns anos tiveram que deixar. Emilio Teixeira e esposa - Marlene Keller,retornarameforamsaudadospelosrotarianospresentes.Apósacerimôniadeposse,umbelo jantar festivo e a comemoração dos aniversariantes do mês, dentre eles o eterno governador Jorge Monteiro e do Sr. Nelson da Macomar (foto a direita abaixo). Fizeram parte da mesa diretora: Sérgio Villano (futuro presidente do Rotary Maricá), Renato Barroco (presidente do Rotary Itaipuaçu), Jorge Monteiro (ex-governador), David Neves (Presidente do Rotary Maricá), Creusa Neves (Presidente da Casa daAmizade), Marlene Keller e EmilioTeixeira. No momento da comemoração dos aniversarinates do mês, Sr. Nelson, esposa e netinha cortam o bolo para os presentes. Jorge Monteiro, outro aniversariante, por motivos particulares não pode ficar para a comemoração.

×