O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Experiência de Munhoz de Mellho - Paraná na Planificação da Atenção à Saúde

100 visualizações

Publicada em

Apresentação do secretário Municipal de Saúde de Munhoz de Melo, Mauro Sérgio de Araújo, no seminário "O futuro do Sistema Único de Saúde: a contribuição da Planificação da Atenção à Saúde" e a Reunião Conjunta das Câmaras Técnicas de Atenção à Saúde, Atenção Primária à Saúde e Epidemiologia

Publicada em: Saúde
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Experiência de Munhoz de Mellho - Paraná na Planificação da Atenção à Saúde

  1. 1. Experiência de Munhoz de Mello – Paraná na Planificação da Atenção Primária o Modelo de acompanhamento a condição crônica - MACC em Munhoz de Mello- PR
  2. 2. Principais portas de serviços da atenção básica
  3. 3. Portas de entrada dos Serviços o Modelo de acompanhamento a condição crônica - MACC em Munhoz de Mello- PR
  4. 4. Para dar vazão a atendimentos das ondições crônicas passamos a ofertar médicos atendendo simultâneo a porta espontânea e a agenda 07:00 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00 13:30 14:00 14:30 15:00 15:30 16:00 16:30 17:00 17:30 18:00 18:30 19:00 Ademir Marcondes Agenda para atenção a Condição Crônica Terças e Quintas
  5. 5. Da vivência do MACC que iniciamos em 2014, melhoramos o cuidado, mas fomentamos hiperutilizadores...
  6. 6. 4083 R$34.90 350 R$203.32 0 500 1000 1500 2000 2500 3000 3500 4000 4500 pessoas investimento Investimento e Retorno para População APS PLANTÃO
  7. 7. Para o processo “planificação” ficou a expectativa de ter resultados melhores para saúde da população... Ter a equipe ainda mais confiante e efetiva....
  8. 8. Passamos a lidar com o desafio da equipe de Atuar e Atualizar-se ao mesmo tempo A administração permitiu proteção de horário no expediente para conciliar essa necessidade
  9. 9. Aproveitamos os eventos dass outras secretarias
  10. 10. Realizamos mutirões em setores quadrantes da cidade, aproveitamos campanha de vacina e fomos às residencias
  11. 11. Fazendo orientações e usando tecnologia diferente para atender
  12. 12. Trabalho com idosos • 467 COM IVCF20 • 203 ROBUSTO (43%) • 142 EM RISCO DE FRAGILIDADE (22%) • 103 FRÁGEIS (30%) • 56 IDOSOS FORAM PRA RAISI • 10 IDOSOS NÃO FORAM PARA RAISI • 02 MUDARAM • 07 FALECERAM • 02 REESTRATIFICAÇÃO PASSARAM PARA ROBUSTO • 05 REESTRATIFICAÇÃO PASSARAM PARA RISCO DE FRAGILIZAÇÃO • 30 ACAMADOS, CADEIRANTES E ATENDIMENTO PARTICULAR
  13. 13. Constatamos de que a atenção primária empoderada, tem o dever de ordenar o cuidado...
  14. 14. Tecnologias leves precisaram ser retomadas para estudo sobretudo passamos a vive hábitos saudáveis na equipe “cuidar do cuidador”
  15. 15. Reunião de Monitoramento Semanal • Percebendo a necessidade de envolver Todos os servidores, tivemos de buscar estratégias diferentes • Fechar a unidade de saúde dividindo a equipe em três turmas, tratar de oficinas de educação permanente específicas • E após alinhados os assuntos tivemos de buscar espaço maior para as atividades de educação permanente, que passaram a ocorrer uma vez ao mês com duração de 4(quatro horas)
  16. 16. Satisfação da Equipe A EQUIPE CHEGOU AO FINAL DE 2018, COM MENOS STRESS; A EQUIPE AO VIVENCIAR HABITOS SAUDÁVEIS TEM ADOTADO POSTURAS MENOS RÍGIDAS COM OS USUÁRIOS (METAS ALCANÇÁVEIS) A RETOMADA DA EDUCAÇÃO PERMANENTE TODOS MESES PASSOU A ALIVIAR A TENSÃO, DEMOCRATIZAR CONHECIMENTOS E ATIVAR A “OFICINA CUIDAR DO CUIDADOR” OS TECNICOS ENCONTRARAM OPORTUNIDADE DE DIVIDIR CONHECIMENTOS NAS OFICINAS DE ACORDO AS NECESSIDADES QUE A PRÓPRIA EQUIPE ESTAVA DEMANDANDO TIVEMOS A ATIVAÇÃO DO GRUPO DE SERVIDORAS FAZENDO ATIVIDADES A ACADEMIA DA SAUDE - CHEGARAM COM PERCA DE MEDIDAS DE CINTURA , ABDOMEM E PESO, MELHOR INTERAÇÃO > AUTO ESTIMA A EQUIPE CHEGOU DE FATO MAIS FORTALECIDA APÓS PASSAR PELA PLANIFICAÇÃO DA APS- COM O CONASS
  17. 17. Desafios “Visão de Futuro”
  18. 18. Conseguir avançar na redução de hiperutilização através das tecnologias do cuidado Ampliar o acompanhamanto de visitas aos que mais precisam a partir da estratificações e a escala de Colelho
  19. 19. Avançar com a planilha do google e sua interface com o maps
  20. 20. Qualificar ainda mais o uso do prontuário eletrônico para efetividade da busca ativa o Modelo de acompanhamento a condição crônica - MACC em Munhoz de Mello- PR
  21. 21. Conseguir acesso à atenção secundária para os casos necessários;
  22. 22. Ter a atenção secundária como atores de matriciamento “atualizando” a APS sobre os achados mais impactantes das fragilidades da população (por seguimento temático);
  23. 23. Empoderar continuamente a equipe sobre as técnicas/percepções sobre o aspecto “monitoramento do auto cuidado”/refletindo “não adesões do próprio usuário como oportunidade de mudar estratégia/insistir de maneira adequada a cada situação”.
  24. 24. Dar maior eficiência no cruzamento de informações no ato dos atendimentos reduzindo a hiperprescrição; “ prevenir – Iatrogenia” • Medicamentos/polifarmácia • Suporte diagnóstico (imagem, analise clinica) o Modelo de acompanhamento a condição crônica - MACC em Munhoz de Mello- PR
  25. 25. Não estacionamos após um novo passo! Estamos sempre em busca por mais ferramentas e experiências para nossa população

×