PAPEL DO GH NA FISIOLOGIA DO OVÁRIO E INÍCIO DA PUBERDADE

437 visualizações

Publicada em

Pacientes com DGH isolado finalmente sofrerá puberdade espontânea, mas não deve se esquecer de que fatalmente terá baixa estatura e que o chamado estirão pode não ser o alvo esperado, se tiver o pulso do estirão, e mulheres com defeitos dos receptores de GH é fértil, sugerindo que o GH provavelmente atua como uma co-gonadotrofina para aumentar as ações de LH (hormônio luteinizante) e FSH (hormônio folículo estimulante) sobre a produção de estradiol e progesterona.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

PAPEL DO GH NA FISIOLOGIA DO OVÁRIO E INÍCIO DA PUBERDADE

  1. 1. O PAPEL DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NO INÍCIO DA PUBERDADE E PARA RESUMIR AS INTERAÇÕES ENTRE OS EIXOS SOMATOTRÓFICOS E REPRODUTIVOS. O USO DE GH POR rDNA EM PACIENTES COM DEFICIÊNCIA DE GH É DELINEADA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL O GH-hormônio de crescimento parece aumentar a velocidade de maturação sexual, uma vez que um padrão de secreção de gonadotrofina da puberdade é estabelecido. O GH pode modular a produção de esteróides gonadais aumentando a produção no fígado de insulin-like growth factor-I (IGF-I) ou agindo diretamente sobre os receptores de GH localizados nas células da granulosa e do corpo lúteo no ovário humano. Os pacientes com DGH isolado apresenta baixa estatura longitudinal ou linear, adiposidade do tronco, e puberdade atrasada. No entanto, pacientes com DGH isolado finalmente sofrerá puberdade espontânea, mas não deve se esquecer de que fatalmente terá baixa estatura e que o chamado estirão pode não ser o alvo esperado, se tiver o pulso do estirão, e mulheres com defeitos dos receptores de GH é fértil, sugerindo que o GH provavelmente atua como uma co-gonadotrofina para aumentar as ações de LH (hormônio luteinizante) e FSH (hormônio folículo estimulante) sobre a produção de estradiol e progesterona. O GH rDNA em longo prazo ao ser efetuado o tratamento em crianças com baixa estatura idiopática (BEI) pode ocorrer um relativamente pequeno ganho médio da altura final adulta de 3 a 9 cm, que pode não justificar o custo do tratamento. Como não se sabe se o tratamento com GH durante a puberdade contribui para o ganho de
  2. 2. altura final adulta, procurou-se melhorar a relação custo-benefício, empregando um projeto de estudo com o tratamento de GH em altas doses restrita ao período pré-púbere, entretanto, pesquisas têm demonstrado que os inibidores da aromatase associados ao tratamento com GH tem retardado a antecipação do término da fase puberal, o que faz com que o endocrinologista ou neuroendocrinologista geralmente consiga estender de 2 a 4 vezes o tempo adequado para uma melhor performance de crescimento estatural (altura) longitudinal ou linear, embora que esse fato seja cultural, conforme trabalhos efetuados no Japão em que as crianças optavam por crescer mais do que ser baixas em estatura e terem as características adultas antecipadas, embora esse detalhe possa variar dependendo da etnia, raça e sexo. CONCLUSÕES: O hormônio de crescimento parece aumentar a velocidade de maturação sexual, uma vez que um padrão de secreção de gonadotrofina na puberdade pituitária está estabelecido. O ovário é um local de recepção de GH e ação, onde ele pode potencializar a esteroidogênese e gametogênese diretamente ou por meio de ações endócrinas. Pesquisas básicas e clínicas continuadas são necessárias para caracterizar ainda mais o papel do GH-hormônio de crescimento na fisiologia reprodutiva. THE ROLE OF GROWTH HORMONE (GH) IN OVARIAN PHYSIOLOGY AND TIMING OF PUBERTY. CAIO JR., ET DR. CAIO H. DRA.
  3. 3. THE ROLE OF GROWTH HORMONE (GH) IN OVARIAN IN THE BEGINNING OF PUBERTY AND THE INTERACTIONS BETWEEN THE AXIS HIPOTALAMUS-PITUITARY-OVARIAN AND THE FUNCTION REPRODUCTIVE SOMATOTROPHIC. THE USE OF GH rDNA IN PATIENTS WITH GHD IS OUTLINED CHILD, INFANT AND YOUTH: PHYSIOLOGY- ENDOCRINOLOGY-NEUROENDOCRINOLOGY-GENETICS-ENDOCRINE- PEDIATRICS (SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR ET DRA HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. GH-growth hormone appears to increase the rate of sexual maturation, since a pattern of gonadotropin secretion of puberty is established. GH may modulate the production of gonadal steroids increase insulin-like growth factor-I hepatic production or acting directly on the receptors for GH recently localized in granular cells and corpus luteum in the human ovary. Patients with GHD isolated have longitudinal or linear features low height, trunk fat, and delayed puberty. However, patients with GHD isolated ultimately undergo spontaneous puberty, but should not forget that inevitably will have short stature and that the so called growth spurt may not be the intended target, if you have the pulse of the spurt, and women with defects the GH receptor is fertile, suggesting that GH probably acts as a co- gonadotropin to enhance the actions of LH (luteinizing hormone) and FSH (follicle stimulating hormone) on the production of estradiol and
  4. 4. progesterone . GH at long term (GH by rDNA) when you perform the treatment in children with idiopathic short stature results (ISS) may be a relatively small average gain in final height of 3 to 9 cm, the which cannot justify the cost of treatment. As it is not known if treatment with GH during puberty contributes to the gain in final height, we tried to improve cost-effectiveness by employing a design study for the treatment of GH at high doses restricted to the prepubertal period, however research has shown that inhibitors associated with treatment with GH as aromatase, has delayed the advance of the end of puberty, which causes the endocrinologist or neuroendocrinologist can usually extend of 2 to 4 times better performance suitable for longitudinal or linear growth height of time, although this fact is cultural as work done in Japan where children chose to grow more than being low in stature than having the early adult characteristics, although this detail may vary depending on ethnicity, race or gender. CONCLUSIONS: GH appears to increase the rate of sexual maturation, since a pattern of gonadotropin secretion from the pituitary puberty is established. The ovary is a venue reception and action of GH, where it can enhance steroidogenesis and gametogenesis directly or through endocrine actions. Continued clinical and basic research is needed to further characterize the role of GH in reproductive physiology. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930
  5. 5. Como saber mais: 1. O hormônio liberador do hormônio de crescimento-GHRH liga-se a receptores específicos, estimulando a produção de AMPc por meio de somatotrófos e estimula a síntese e a secreção de GH... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com 2. Os efeitos de GHRH são parcialmente bloqueados pela somatostatina. A administração de GHRH em humanos normais leva à liberação rápida de GH (dentro de minutos), os níveis atingem um pico em 30 minutos e são mantidos durante 60 a 120 minutos.... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. Outros hormônios peptídeos tais como ADH, ACTH e ALFA-MSH podem atuar como fatores liberadores de GH quando presentes em quantidades farmacológicas... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Chewchuk BM, Asa SL, Cooke NE, Liebhaber SA. Pit-1 binding sites at the somatotrope-specific DNase I hypersensitive sites I, II of the human growth hormone locus control region are essential for in vivo hGH-N gene activation. J Biol Chem 1999;274:35725–33; Baumann G. Growth hormone heterogeneity: genes, isohormones, variants, and binding proteins. Endocr Rev 1991;12:424–49; Baumann G. Growth hormone binding protein. The soluble growth hormone receptor. Minerva Endocrinol 2002;27:265–76; Clark RG, Mortensen DL, Carlsson LM, et al. Recombinant human growth hormone (GH)-binding protein enhances the growth-promoting activity of human GH in the rat. Endocrinology 1996;137:4308–15; Carter-Su C, Schwartz J, Smit LS. Molecular mechanism of growth hormone action. Annu Rev Physiol 1996;58:187–207; Smit LS, Meyer DJ, Billestrup N, Norstedt G, Schwartz J, Carter-Su C. The role of the growth hormone (GH) receptor and JAK1 and JAK2 kinases in the activation of Stats 1, 3, and 5 by GH. Mol Endocrinol 1996;10:519–33; Hwa V, Oh Y, Rosenfeld RG. The insulin-like growth factor-binding protein (IGFBP) superfamily. Endocr Rev 1999;20:761–87; Vimpani GV, Vimpani AF, Pocock SJ, Farquhar JW. Differences in physical characteristics, perinatal histories, and social backgrounds between children with growth hormone deficiency and constitutional short stature. Arch Dis Child 1981;56:922–8; Juul A, Bernasconi S, Clayton PE, Kiess W, DeMuinck-Keizer SS.European audit of current practice in diagnosis and treatment ofchildhood growth hormone deficiency. Horm Res
  6. 6. 2002;58:233–41; Dattani MT, Robinson IC. The molecular basis for developmental disorders of the pituitary gland in man. Clin Genet 2000;57:337–46. Contato: Fones: 55 11 5087-4404 ou 96197-0305 Nextel: ID:111*101625 Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl= pt&sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,- 46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

×