SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
O GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO EM SUA FISIOLOGIA,
SECREÇÃO E REGULAÇÃO SOFRE INFLUÊNCIA DE VÁRIOS
FATORES ENDÓGENOS E EXÓGENOS; ENDOCRINOLOGISTAS –
NEUROENDOCRINOLOGISTAS – DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET
DRA. HENRIQUETA V. CAIO.

Vários fatores fisiológicos influenciam a secreção do GHHormônio de crescimento, entretanto, não pára somente nesta
alteração metabólica, mas prossegue em águas mais
complexas e profundas, importantes para conseguir a
eficiência necessária para o resultado padrão Ouro esperado
pela genética parental e os fatores exógenos ou ambientais.
Entretanto,
diversas
pesquisas
têm
observado
que
provavelmente
por
efeitos
sobre
GHRH
(fator
de
desencadeamento
de
secreção
do
GH-hormônio
de
crescimento) e secreção de somatostatina, e /ou por alteração
do nível ou sensibilidade dos tecidos alvo (receptores), do
IGF-I (insulin-like growth factor – I) fator de crescimento
semelhante à insulina –I. É frequente e muitas vezes são
difíceis determinar qual destes mecanismos medeia o efeito de
um fator fisiológico em humanos. Com animais experimentais,
frequentemente o resultado não é o esperado, até porque as
variantes entre humanos e animais experimentais são
diferenças características que podem falsear as comparações
da economia orgânica, principalmente quando se trata de
substância que envolve o metabolismo, psiquismo, etc, e que
nos daria parâmetros úteis sobre os parâmetros dos
protocolos e objetivos pesquisados, tanto fisiológicos, uma
vez que a secreção de GH-Hormônio de crescimento responde
ao sono, alimentação, stress, exercício físico, etc, é diferente
dos parâmetros observados em seres humanos. Por esta
razão, esta avaliação foca primariamente em estudos com
humanos que é o nosso objetivo maior. A regulação de cada
um destes neuro-hormônios, atualmente, está sendo
esclarecida, tanto a nível fisiológico quanto molecular, assim
como os seus respectivos papéis na geração da secreção de
GH-Hormônio de crescimento pulsátil e na regulação de
feedback de GH-Hormônio de crescimento.

Informação considerável foi acumulada, relativa aos sistemas
de transdução de sinal de mediação dos efeitos dos hormônios
do hipotálamo sobre a secreção de GH-Hormônio de
crescimento. Apesar de vários segundos mensageiros que
foram implicados, a adenilato-ciclase-quinase, um sistema
cíclico AMP (mono-fosfato de adenosina) proteína que parece
exercer
um
papel
predominante.
A
regulação
do
desenvolvimento dos somatotrópos e da expressão do gene de
GH-Hormônio de crescimento é também de importância na
determinação das respostas de GH-Hormônio de crescimento
para sua liberação e dos hormônios de inibição. A
disponibilidade de várias estirpes de roedores com desordens
genéticas de crescimento relacionado com a secreção de GHHormônio de crescimento diminuída, levando em consideração
suas comparações com humanos, juntamente com o
desenvolvimento de modelos transgênicos, permitiu uma
análise mais detalhada sobre o papel das citocinas e fatores
de crescimento, tanto somatotrópos biológicos e das
secreções hormonais.
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611
Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930
Como Saber Mais:
1. Vários fatores fisiológicos influenciam a secreção do GHHormônio de crescimento, entretanto, não pára somente nesta
alteração metabólica, mas prossegue em águas mais
complexas e profundas, importantes para conseguir a
eficiência necessária para o resultado padrão Ouro esperada
pela genética parental e os fatores exógenos ou ambientais...
http://obesidadecontrolada3.blogspot.com
2. Informação considerável foi acumulada, relativa aos
sistemas de transdução de sinal de mediação dos efeitos dos
hormônios do hipotálamo sobre a secreção de GH-Hormônio
de crescimento...
http://metabolicasindrome.blogspot.com
3. A regulação do desenvolvimento dos somatotrópos e da
expressão do gene de GH-Hormônio de crescimento é também
de importância na determinação das respostas de GHHormônio de crescimento para sua liberação e dos hormônios
de inibição...
http://colesteroltriglicerides.blogspot.com
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Referências Bibliográficas:
Prof. Dr. João Santos Caio Jr, Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Dra. Henriqueta
Verlangieri Caio, Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo,
Brasil; MARTINELLI JR, Carlos Eduardo et al. Fisiologia do eixo GH-IGF. Arquivo Brasileiro de
Endocrinologia do Metabolismo. Ribeirão Preto- SP; ALVES, Crésio et al. Impacto da atividade
física e esportes sobre o crescimento e puberdade de crianças e adolescentes. Rev Paul
Pediatr; TORTORA, Gerard J.; GRABOWSKI, Sandra Reynolds. Corpo humano: fundamentos de
anatomia e fisiologia; CAMPBELL, Mary K. Bioquímica; VILAR, Lúcio; Endocrinologia Clínica;
In: VILAR, Lúcio & ROSENBLOOM, Arlan L. /Investigação da Criança com Baixa Estatura; In:
BOGUSZEWSKI, César Luiz & BOGUSZEWSKI, Margaret Cristina da Silva / Usos e Abusos do
Hormônio do Crescimento; pag 178-179; IN: MELMED, Shlomo; BONERT, Vivien S. Herman &
VILAR, Lucio / Diagnóstico e Tratamento da Acromegalia; pag 51; RODRIGUES, José Antunes;
Neuroendocrinologia básica e aplicada; In: JÚNIOR, Carlos Eduardo Martinelli & OLIVEIRA,
Manuel Hermínio Aguiar; Crescimento Normal: Avaliação e Regulação Endócrina; pag 366374; In: OLIVEIRA, Manuel Hemínio Aguiar; JÚNIOR, C. E. Martinelli & CUSTÓDIO, Rodrigo
José; Baixa e Alta Estatura; pag 390-400; RABELO, Maria Marcílio; Manual Prático de
Endocrinologia; In: SILVA, Ana Cláudia Couto / Acromegalia; pag 69-72; In: ARAÚJO, Leila
Maria Batista & ADAN, Luís Fernando / Distúrbios do Crescimento; pag 83-90; 2.ed. – São
Paulo: Fundo Editorial Byk, 2003.

Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj. 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com
Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br
www.clinicasvanderhaagenbrasil.com.br
www.crescimentoinfoco.com.br
www.obesidadeinfoco.com.br
www.tireoidismo.com.br
http://drcaiojr.site.med.br
http://dracaio.site.med.br
Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000
351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie
=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ANALISE A IMPORTÂNCIA DO GH E SEUS PARCEIROS; A FONTE CELULAR DO SOMATOTRÓFO ...
ANALISE A IMPORTÂNCIA DO GH E SEUS PARCEIROS; A FONTE CELULAR DO SOMATOTRÓFO ...ANALISE A IMPORTÂNCIA DO GH E SEUS PARCEIROS; A FONTE CELULAR DO SOMATOTRÓFO ...
ANALISE A IMPORTÂNCIA DO GH E SEUS PARCEIROS; A FONTE CELULAR DO SOMATOTRÓFO ...Van Der Häägen Brazil
 
MECANISMO RESPONSÁVEL PELO EFEITO NUTRIÇÃO NA SECREÇÃO DO GH-CRESCER
MECANISMO RESPONSÁVEL PELO EFEITO NUTRIÇÃO NA SECREÇÃO DO GH-CRESCERMECANISMO RESPONSÁVEL PELO EFEITO NUTRIÇÃO NA SECREÇÃO DO GH-CRESCER
MECANISMO RESPONSÁVEL PELO EFEITO NUTRIÇÃO NA SECREÇÃO DO GH-CRESCERVan Der Häägen Brazil
 
Interações entre GH/IGF I/Glicocorticóides - Hormônios da Tireóide durante o ...
Interações entre GH/IGF I/Glicocorticóides - Hormônios da Tireóide durante o ...Interações entre GH/IGF I/Glicocorticóides - Hormônios da Tireóide durante o ...
Interações entre GH/IGF I/Glicocorticóides - Hormônios da Tireóide durante o ...Van Der Häägen Brazil
 
PAPEL DO GH NA FISIOLOGIA DO OVÁRIO E INÍCIO DA PUBERDADE
PAPEL DO GH NA FISIOLOGIA DO OVÁRIO E INÍCIO DA PUBERDADEPAPEL DO GH NA FISIOLOGIA DO OVÁRIO E INÍCIO DA PUBERDADE
PAPEL DO GH NA FISIOLOGIA DO OVÁRIO E INÍCIO DA PUBERDADEVan Der Häägen Brazil
 
Relevância hormônios específicos no crescer feto criança juvenil adolescente ...
Relevância hormônios específicos no crescer feto criança juvenil adolescente ...Relevância hormônios específicos no crescer feto criança juvenil adolescente ...
Relevância hormônios específicos no crescer feto criança juvenil adolescente ...Van Der Häägen Brazil
 
A MORTALIDADE OU MORBIDADE EM ADULTOS NÃO AUMENTA EM PACIENTES COM DEFICIÊNCI...
A MORTALIDADE OU MORBIDADE EM ADULTOS NÃO AUMENTA EM PACIENTES COM DEFICIÊNCI...A MORTALIDADE OU MORBIDADE EM ADULTOS NÃO AUMENTA EM PACIENTES COM DEFICIÊNCI...
A MORTALIDADE OU MORBIDADE EM ADULTOS NÃO AUMENTA EM PACIENTES COM DEFICIÊNCI...Van Der Häägen Brazil
 
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.Van Der Häägen Brazil
 
Consequências Baixa Altura - Crescer; Fatores Endócrinos
Consequências Baixa Altura - Crescer; Fatores EndócrinosConsequências Baixa Altura - Crescer; Fatores Endócrinos
Consequências Baixa Altura - Crescer; Fatores EndócrinosVan Der Häägen Brazil
 
Estudos clínicos, revelaram que o eixo gh igf-i
Estudos clínicos, revelaram que o eixo gh igf-iEstudos clínicos, revelaram que o eixo gh igf-i
Estudos clínicos, revelaram que o eixo gh igf-iVan Der Häägen Brazil
 
Maravilha do Crescimento da Criança,Infantil,Juvenil;Receptor 1 da IGF (IGF1R...
Maravilha do Crescimento da Criança,Infantil,Juvenil;Receptor 1 da IGF (IGF1R...Maravilha do Crescimento da Criança,Infantil,Juvenil;Receptor 1 da IGF (IGF1R...
Maravilha do Crescimento da Criança,Infantil,Juvenil;Receptor 1 da IGF (IGF1R...Van Der Häägen Brazil
 
ESTROGÊNIO AUMENTA A SECREÇÃO DE GH EM RESPOSTA À ESTIMULAÇÃO.
ESTROGÊNIO AUMENTA A SECREÇÃO DE GH EM RESPOSTA À ESTIMULAÇÃO.ESTROGÊNIO AUMENTA A SECREÇÃO DE GH EM RESPOSTA À ESTIMULAÇÃO.
ESTROGÊNIO AUMENTA A SECREÇÃO DE GH EM RESPOSTA À ESTIMULAÇÃO.Van Der Häägen Brazil
 
Gigantismo x nanismo
Gigantismo x nanismoGigantismo x nanismo
Gigantismo x nanismoUNIME
 
EFEITOS FISIOLÓGICOS DO GH E SUA AÇÃO NO CORPO DE HUMANOS: CRIANÇA/JUVENIL/AD...
EFEITOS FISIOLÓGICOS DO GH E SUA AÇÃO NO CORPO DE HUMANOS: CRIANÇA/JUVENIL/AD...EFEITOS FISIOLÓGICOS DO GH E SUA AÇÃO NO CORPO DE HUMANOS: CRIANÇA/JUVENIL/AD...
EFEITOS FISIOLÓGICOS DO GH E SUA AÇÃO NO CORPO DE HUMANOS: CRIANÇA/JUVENIL/AD...Van Der Häägen Brazil
 
A SIGNIFICATIVA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA...
 A SIGNIFICATIVA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA... A SIGNIFICATIVA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA...
A SIGNIFICATIVA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA...Van Der Häägen Brazil
 
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...Van Der Häägen Brazil
 
Sim exercícios físicos orientados potencializam o crescer de criança, infanti...
Sim exercícios físicos orientados potencializam o crescer de criança, infanti...Sim exercícios físicos orientados potencializam o crescer de criança, infanti...
Sim exercícios físicos orientados potencializam o crescer de criança, infanti...Van Der Häägen Brazil
 
INFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO NO CRESCER ESTATURAL/ALTURA,SAIBA PORQUE
INFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO NO CRESCER ESTATURAL/ALTURA,SAIBA PORQUEINFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO NO CRESCER ESTATURAL/ALTURA,SAIBA PORQUE
INFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO NO CRESCER ESTATURAL/ALTURA,SAIBA PORQUEVan Der Häägen Brazil
 

Mais procurados (20)

ANALISE A IMPORTÂNCIA DO GH E SEUS PARCEIROS; A FONTE CELULAR DO SOMATOTRÓFO ...
ANALISE A IMPORTÂNCIA DO GH E SEUS PARCEIROS; A FONTE CELULAR DO SOMATOTRÓFO ...ANALISE A IMPORTÂNCIA DO GH E SEUS PARCEIROS; A FONTE CELULAR DO SOMATOTRÓFO ...
ANALISE A IMPORTÂNCIA DO GH E SEUS PARCEIROS; A FONTE CELULAR DO SOMATOTRÓFO ...
 
MECANISMO RESPONSÁVEL PELO EFEITO NUTRIÇÃO NA SECREÇÃO DO GH-CRESCER
MECANISMO RESPONSÁVEL PELO EFEITO NUTRIÇÃO NA SECREÇÃO DO GH-CRESCERMECANISMO RESPONSÁVEL PELO EFEITO NUTRIÇÃO NA SECREÇÃO DO GH-CRESCER
MECANISMO RESPONSÁVEL PELO EFEITO NUTRIÇÃO NA SECREÇÃO DO GH-CRESCER
 
Crescer em estatura altura baixa altura
Crescer em estatura altura baixa alturaCrescer em estatura altura baixa altura
Crescer em estatura altura baixa altura
 
Interações entre GH/IGF I/Glicocorticóides - Hormônios da Tireóide durante o ...
Interações entre GH/IGF I/Glicocorticóides - Hormônios da Tireóide durante o ...Interações entre GH/IGF I/Glicocorticóides - Hormônios da Tireóide durante o ...
Interações entre GH/IGF I/Glicocorticóides - Hormônios da Tireóide durante o ...
 
PAPEL DO GH NA FISIOLOGIA DO OVÁRIO E INÍCIO DA PUBERDADE
PAPEL DO GH NA FISIOLOGIA DO OVÁRIO E INÍCIO DA PUBERDADEPAPEL DO GH NA FISIOLOGIA DO OVÁRIO E INÍCIO DA PUBERDADE
PAPEL DO GH NA FISIOLOGIA DO OVÁRIO E INÍCIO DA PUBERDADE
 
Gh em Relação com Tireoide
Gh em Relação com TireoideGh em Relação com Tireoide
Gh em Relação com Tireoide
 
Relevância hormônios específicos no crescer feto criança juvenil adolescente ...
Relevância hormônios específicos no crescer feto criança juvenil adolescente ...Relevância hormônios específicos no crescer feto criança juvenil adolescente ...
Relevância hormônios específicos no crescer feto criança juvenil adolescente ...
 
A MORTALIDADE OU MORBIDADE EM ADULTOS NÃO AUMENTA EM PACIENTES COM DEFICIÊNCI...
A MORTALIDADE OU MORBIDADE EM ADULTOS NÃO AUMENTA EM PACIENTES COM DEFICIÊNCI...A MORTALIDADE OU MORBIDADE EM ADULTOS NÃO AUMENTA EM PACIENTES COM DEFICIÊNCI...
A MORTALIDADE OU MORBIDADE EM ADULTOS NÃO AUMENTA EM PACIENTES COM DEFICIÊNCI...
 
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
 
Consequências Baixa Altura - Crescer; Fatores Endócrinos
Consequências Baixa Altura - Crescer; Fatores EndócrinosConsequências Baixa Altura - Crescer; Fatores Endócrinos
Consequências Baixa Altura - Crescer; Fatores Endócrinos
 
Estudos clínicos, revelaram que o eixo gh igf-i
Estudos clínicos, revelaram que o eixo gh igf-iEstudos clínicos, revelaram que o eixo gh igf-i
Estudos clínicos, revelaram que o eixo gh igf-i
 
Maravilha do Crescimento da Criança,Infantil,Juvenil;Receptor 1 da IGF (IGF1R...
Maravilha do Crescimento da Criança,Infantil,Juvenil;Receptor 1 da IGF (IGF1R...Maravilha do Crescimento da Criança,Infantil,Juvenil;Receptor 1 da IGF (IGF1R...
Maravilha do Crescimento da Criança,Infantil,Juvenil;Receptor 1 da IGF (IGF1R...
 
ESTROGÊNIO AUMENTA A SECREÇÃO DE GH EM RESPOSTA À ESTIMULAÇÃO.
ESTROGÊNIO AUMENTA A SECREÇÃO DE GH EM RESPOSTA À ESTIMULAÇÃO.ESTROGÊNIO AUMENTA A SECREÇÃO DE GH EM RESPOSTA À ESTIMULAÇÃO.
ESTROGÊNIO AUMENTA A SECREÇÃO DE GH EM RESPOSTA À ESTIMULAÇÃO.
 
Deficit de Crescimento
Deficit de CrescimentoDeficit de Crescimento
Deficit de Crescimento
 
Gigantismo x nanismo
Gigantismo x nanismoGigantismo x nanismo
Gigantismo x nanismo
 
EFEITOS FISIOLÓGICOS DO GH E SUA AÇÃO NO CORPO DE HUMANOS: CRIANÇA/JUVENIL/AD...
EFEITOS FISIOLÓGICOS DO GH E SUA AÇÃO NO CORPO DE HUMANOS: CRIANÇA/JUVENIL/AD...EFEITOS FISIOLÓGICOS DO GH E SUA AÇÃO NO CORPO DE HUMANOS: CRIANÇA/JUVENIL/AD...
EFEITOS FISIOLÓGICOS DO GH E SUA AÇÃO NO CORPO DE HUMANOS: CRIANÇA/JUVENIL/AD...
 
A SIGNIFICATIVA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA...
 A SIGNIFICATIVA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA... A SIGNIFICATIVA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA...
A SIGNIFICATIVA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA...
 
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
 
Sim exercícios físicos orientados potencializam o crescer de criança, infanti...
Sim exercícios físicos orientados potencializam o crescer de criança, infanti...Sim exercícios físicos orientados potencializam o crescer de criança, infanti...
Sim exercícios físicos orientados potencializam o crescer de criança, infanti...
 
INFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO NO CRESCER ESTATURAL/ALTURA,SAIBA PORQUE
INFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO NO CRESCER ESTATURAL/ALTURA,SAIBA PORQUEINFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO NO CRESCER ESTATURAL/ALTURA,SAIBA PORQUE
INFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO NO CRESCER ESTATURAL/ALTURA,SAIBA PORQUE
 

Semelhante a Fatores que influenciam GH

Crescer mais gh fisiopatologia da neurorregulação do gh
Crescer mais gh  fisiopatologia da neurorregulação do ghCrescer mais gh  fisiopatologia da neurorregulação do gh
Crescer mais gh fisiopatologia da neurorregulação do ghVan Der Häägen Brazil
 
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO CRESCER MAIS
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO CRESCER MAISAVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO CRESCER MAIS
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO CRESCER MAISVan Der Häägen Brazil
 
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO; CRESCER MAIS
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO; CRESCER MAISAVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO; CRESCER MAIS
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO; CRESCER MAISVan Der Häägen Brazil
 
Quando Estamos Preocupados com a Defasagem de Crescimento Estatural
Quando Estamos Preocupados com a Defasagem de Crescimento EstaturalQuando Estamos Preocupados com a Defasagem de Crescimento Estatural
Quando Estamos Preocupados com a Defasagem de Crescimento EstaturalVan Der Häägen Brazil
 
Crescer mais gh fisiopatologia da neurorregulação do gh
Crescer mais gh  fisiopatologia da neurorregulação do ghCrescer mais gh  fisiopatologia da neurorregulação do gh
Crescer mais gh fisiopatologia da neurorregulação do ghVan Der Häägen Brazil
 
Estatura Baixa e Crescimento; Infantil, Juvenil Controle Metabólico
Estatura Baixa e Crescimento; Infantil, Juvenil Controle MetabólicoEstatura Baixa e Crescimento; Infantil, Juvenil Controle Metabólico
Estatura Baixa e Crescimento; Infantil, Juvenil Controle MetabólicoVan Der Häägen Brazil
 
CRESCENDO CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL;CERCA DE 50% DO GH CIRCULANTE É LIGADO A G...
CRESCENDO CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL;CERCA DE 50% DO GH CIRCULANTE É LIGADO A G...CRESCENDO CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL;CERCA DE 50% DO GH CIRCULANTE É LIGADO A G...
CRESCENDO CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL;CERCA DE 50% DO GH CIRCULANTE É LIGADO A G...Van Der Häägen Brazil
 
IGF1 não é infalível para o Diagnóstico da Deficiência de GH em Criança,Infan...
IGF1 não é infalível para o Diagnóstico da Deficiência de GH em Criança,Infan...IGF1 não é infalível para o Diagnóstico da Deficiência de GH em Criança,Infan...
IGF1 não é infalível para o Diagnóstico da Deficiência de GH em Criança,Infan...Van Der Häägen Brazil
 
A EXTREMA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA LONGIT...
A EXTREMA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA LONGIT...A EXTREMA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA LONGIT...
A EXTREMA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA LONGIT...Van Der Häägen Brazil
 
Igf 1 não é infalível para o diagnóstico da deficiência de gh em criança,infa...
Igf 1 não é infalível para o diagnóstico da deficiência de gh em criança,infa...Igf 1 não é infalível para o diagnóstico da deficiência de gh em criança,infa...
Igf 1 não é infalível para o diagnóstico da deficiência de gh em criança,infa...Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento de crianças, infantis, juvenis, adolescentes, pré puberes um novo...
Crescimento de crianças, infantis, juvenis, adolescentes, pré puberes um novo...Crescimento de crianças, infantis, juvenis, adolescentes, pré puberes um novo...
Crescimento de crianças, infantis, juvenis, adolescentes, pré puberes um novo...Van Der Häägen Brazil
 
Hormônio Liberador do Hormônio de Crescimento GHRH em Infantil-Juvenil.
Hormônio Liberador do Hormônio de Crescimento GHRH em Infantil-Juvenil.Hormônio Liberador do Hormônio de Crescimento GHRH em Infantil-Juvenil.
Hormônio Liberador do Hormônio de Crescimento GHRH em Infantil-Juvenil.Van Der Häägen Brazil
 
Estatura baixa e crescimento normal vários caminhos para o crescimento normal...
Estatura baixa e crescimento normal vários caminhos para o crescimento normal...Estatura baixa e crescimento normal vários caminhos para o crescimento normal...
Estatura baixa e crescimento normal vários caminhos para o crescimento normal...Van Der Häägen Brazil
 
Confirmando a diferença positiva de criana juvenil Tratadas e não tratadas co...
Confirmando a diferença positiva de criana juvenil Tratadas e não tratadas co...Confirmando a diferença positiva de criana juvenil Tratadas e não tratadas co...
Confirmando a diferença positiva de criana juvenil Tratadas e não tratadas co...Van Der Häägen Brazil
 
Estatura baixa curta e alta surge um novo paradigma
Estatura baixa curta e alta surge um novo paradigmaEstatura baixa curta e alta surge um novo paradigma
Estatura baixa curta e alta surge um novo paradigmaVan Der Häägen Brazil
 
Dgh Infantil, Juvenil; Estudo, Monocêntrico de 112 Pacientes com Início Infân...
Dgh Infantil, Juvenil; Estudo, Monocêntrico de 112 Pacientes com Início Infân...Dgh Infantil, Juvenil; Estudo, Monocêntrico de 112 Pacientes com Início Infân...
Dgh Infantil, Juvenil; Estudo, Monocêntrico de 112 Pacientes com Início Infân...Van Der Häägen Brazil
 
Baixa estatura (altura) por dgh deficit de gh
Baixa estatura (altura) por dgh deficit de ghBaixa estatura (altura) por dgh deficit de gh
Baixa estatura (altura) por dgh deficit de ghVan Der Häägen Brazil
 

Semelhante a Fatores que influenciam GH (20)

Crescer mais gh fisiopatologia da neurorregulação do gh
Crescer mais gh  fisiopatologia da neurorregulação do ghCrescer mais gh  fisiopatologia da neurorregulação do gh
Crescer mais gh fisiopatologia da neurorregulação do gh
 
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO CRESCER MAIS
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO CRESCER MAISAVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO CRESCER MAIS
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO CRESCER MAIS
 
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO; CRESCER MAIS
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO; CRESCER MAISAVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO; CRESCER MAIS
AVANÇOS EXPONENCIAIS NO EIXO GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO; CRESCER MAIS
 
Quando Estamos Preocupados com a Defasagem de Crescimento Estatural
Quando Estamos Preocupados com a Defasagem de Crescimento EstaturalQuando Estamos Preocupados com a Defasagem de Crescimento Estatural
Quando Estamos Preocupados com a Defasagem de Crescimento Estatural
 
Crescer mais gh fisiopatologia da neurorregulação do gh
Crescer mais gh  fisiopatologia da neurorregulação do ghCrescer mais gh  fisiopatologia da neurorregulação do gh
Crescer mais gh fisiopatologia da neurorregulação do gh
 
Estatura Baixa e Crescimento; Infantil, Juvenil Controle Metabólico
Estatura Baixa e Crescimento; Infantil, Juvenil Controle MetabólicoEstatura Baixa e Crescimento; Infantil, Juvenil Controle Metabólico
Estatura Baixa e Crescimento; Infantil, Juvenil Controle Metabólico
 
CRESCENDO CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL;CERCA DE 50% DO GH CIRCULANTE É LIGADO A G...
CRESCENDO CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL;CERCA DE 50% DO GH CIRCULANTE É LIGADO A G...CRESCENDO CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL;CERCA DE 50% DO GH CIRCULANTE É LIGADO A G...
CRESCENDO CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL;CERCA DE 50% DO GH CIRCULANTE É LIGADO A G...
 
IGF1 não é infalível para o Diagnóstico da Deficiência de GH em Criança,Infan...
IGF1 não é infalível para o Diagnóstico da Deficiência de GH em Criança,Infan...IGF1 não é infalível para o Diagnóstico da Deficiência de GH em Criança,Infan...
IGF1 não é infalível para o Diagnóstico da Deficiência de GH em Criança,Infan...
 
A EXTREMA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA LONGIT...
A EXTREMA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA LONGIT...A EXTREMA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA LONGIT...
A EXTREMA IMPORTÂNCIA DO GH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NORMAL PARA ALTURA LONGIT...
 
Hormônio de Crescimento
Hormônio de CrescimentoHormônio de Crescimento
Hormônio de Crescimento
 
Igf 1 não é infalível para o diagnóstico da deficiência de gh em criança,infa...
Igf 1 não é infalível para o diagnóstico da deficiência de gh em criança,infa...Igf 1 não é infalível para o diagnóstico da deficiência de gh em criança,infa...
Igf 1 não é infalível para o diagnóstico da deficiência de gh em criança,infa...
 
Crescimento de crianças, infantis, juvenis, adolescentes, pré puberes um novo...
Crescimento de crianças, infantis, juvenis, adolescentes, pré puberes um novo...Crescimento de crianças, infantis, juvenis, adolescentes, pré puberes um novo...
Crescimento de crianças, infantis, juvenis, adolescentes, pré puberes um novo...
 
Hormônio Liberador do Hormônio de Crescimento GHRH em Infantil-Juvenil.
Hormônio Liberador do Hormônio de Crescimento GHRH em Infantil-Juvenil.Hormônio Liberador do Hormônio de Crescimento GHRH em Infantil-Juvenil.
Hormônio Liberador do Hormônio de Crescimento GHRH em Infantil-Juvenil.
 
Estatura baixa e crescimento normal vários caminhos para o crescimento normal...
Estatura baixa e crescimento normal vários caminhos para o crescimento normal...Estatura baixa e crescimento normal vários caminhos para o crescimento normal...
Estatura baixa e crescimento normal vários caminhos para o crescimento normal...
 
Confirmando a diferença positiva de criana juvenil Tratadas e não tratadas co...
Confirmando a diferença positiva de criana juvenil Tratadas e não tratadas co...Confirmando a diferença positiva de criana juvenil Tratadas e não tratadas co...
Confirmando a diferença positiva de criana juvenil Tratadas e não tratadas co...
 
Crescimento Infanto Juvenil
Crescimento Infanto JuvenilCrescimento Infanto Juvenil
Crescimento Infanto Juvenil
 
Estatura baixa curta e alta surge um novo paradigma
Estatura baixa curta e alta surge um novo paradigmaEstatura baixa curta e alta surge um novo paradigma
Estatura baixa curta e alta surge um novo paradigma
 
Dgh Infantil, Juvenil; Estudo, Monocêntrico de 112 Pacientes com Início Infân...
Dgh Infantil, Juvenil; Estudo, Monocêntrico de 112 Pacientes com Início Infân...Dgh Infantil, Juvenil; Estudo, Monocêntrico de 112 Pacientes com Início Infân...
Dgh Infantil, Juvenil; Estudo, Monocêntrico de 112 Pacientes com Início Infân...
 
Criança Crescer Esperança
Criança Crescer EsperançaCriança Crescer Esperança
Criança Crescer Esperança
 
Baixa estatura (altura) por dgh deficit de gh
Baixa estatura (altura) por dgh deficit de ghBaixa estatura (altura) por dgh deficit de gh
Baixa estatura (altura) por dgh deficit de gh
 

Mais de Van Der Häägen Brazil

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEVan Der Häägen Brazil
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...Van Der Häägen Brazil
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...Van Der Häägen Brazil
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOVan Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEVan Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...Van Der Häägen Brazil
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESOVan Der Häägen Brazil
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAVan Der Häägen Brazil
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...Van Der Häägen Brazil
 

Mais de Van Der Häägen Brazil (20)

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
GENEALOGIA
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
 

Último

Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoMarianaAnglicaMirand
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfNelmo Pinto
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaCristianodaRosa5
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptAlberto205764
 

Último (9)

Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
 
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãosAplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
 

Fatores que influenciam GH

  • 1. O GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO EM SUA FISIOLOGIA, SECREÇÃO E REGULAÇÃO SOFRE INFLUÊNCIA DE VÁRIOS FATORES ENDÓGENOS E EXÓGENOS; ENDOCRINOLOGISTAS – NEUROENDOCRINOLOGISTAS – DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA V. CAIO. Vários fatores fisiológicos influenciam a secreção do GHHormônio de crescimento, entretanto, não pára somente nesta alteração metabólica, mas prossegue em águas mais complexas e profundas, importantes para conseguir a eficiência necessária para o resultado padrão Ouro esperado pela genética parental e os fatores exógenos ou ambientais. Entretanto, diversas pesquisas têm observado que provavelmente por efeitos sobre GHRH (fator de desencadeamento de secreção do GH-hormônio de crescimento) e secreção de somatostatina, e /ou por alteração do nível ou sensibilidade dos tecidos alvo (receptores), do IGF-I (insulin-like growth factor – I) fator de crescimento semelhante à insulina –I. É frequente e muitas vezes são difíceis determinar qual destes mecanismos medeia o efeito de um fator fisiológico em humanos. Com animais experimentais, frequentemente o resultado não é o esperado, até porque as
  • 2. variantes entre humanos e animais experimentais são diferenças características que podem falsear as comparações da economia orgânica, principalmente quando se trata de substância que envolve o metabolismo, psiquismo, etc, e que nos daria parâmetros úteis sobre os parâmetros dos protocolos e objetivos pesquisados, tanto fisiológicos, uma vez que a secreção de GH-Hormônio de crescimento responde ao sono, alimentação, stress, exercício físico, etc, é diferente dos parâmetros observados em seres humanos. Por esta razão, esta avaliação foca primariamente em estudos com humanos que é o nosso objetivo maior. A regulação de cada um destes neuro-hormônios, atualmente, está sendo esclarecida, tanto a nível fisiológico quanto molecular, assim como os seus respectivos papéis na geração da secreção de GH-Hormônio de crescimento pulsátil e na regulação de feedback de GH-Hormônio de crescimento. Informação considerável foi acumulada, relativa aos sistemas de transdução de sinal de mediação dos efeitos dos hormônios do hipotálamo sobre a secreção de GH-Hormônio de crescimento. Apesar de vários segundos mensageiros que foram implicados, a adenilato-ciclase-quinase, um sistema cíclico AMP (mono-fosfato de adenosina) proteína que parece exercer um papel predominante. A regulação do desenvolvimento dos somatotrópos e da expressão do gene de GH-Hormônio de crescimento é também de importância na determinação das respostas de GH-Hormônio de crescimento para sua liberação e dos hormônios de inibição. A disponibilidade de várias estirpes de roedores com desordens
  • 3. genéticas de crescimento relacionado com a secreção de GHHormônio de crescimento diminuída, levando em consideração suas comparações com humanos, juntamente com o desenvolvimento de modelos transgênicos, permitiu uma análise mais detalhada sobre o papel das citocinas e fatores de crescimento, tanto somatotrópos biológicos e das secreções hormonais. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como Saber Mais: 1. Vários fatores fisiológicos influenciam a secreção do GHHormônio de crescimento, entretanto, não pára somente nesta alteração metabólica, mas prossegue em águas mais complexas e profundas, importantes para conseguir a eficiência necessária para o resultado padrão Ouro esperada pela genética parental e os fatores exógenos ou ambientais... http://obesidadecontrolada3.blogspot.com 2. Informação considerável foi acumulada, relativa aos sistemas de transdução de sinal de mediação dos efeitos dos hormônios do hipotálamo sobre a secreção de GH-Hormônio de crescimento... http://metabolicasindrome.blogspot.com 3. A regulação do desenvolvimento dos somatotrópos e da expressão do gene de GH-Hormônio de crescimento é também de importância na determinação das respostas de GHHormônio de crescimento para sua liberação e dos hormônios de inibição... http://colesteroltriglicerides.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Prof. Dr. João Santos Caio Jr, Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Dra. Henriqueta Verlangieri Caio, Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; MARTINELLI JR, Carlos Eduardo et al. Fisiologia do eixo GH-IGF. Arquivo Brasileiro de Endocrinologia do Metabolismo. Ribeirão Preto- SP; ALVES, Crésio et al. Impacto da atividade física e esportes sobre o crescimento e puberdade de crianças e adolescentes. Rev Paul Pediatr; TORTORA, Gerard J.; GRABOWSKI, Sandra Reynolds. Corpo humano: fundamentos de
  • 4. anatomia e fisiologia; CAMPBELL, Mary K. Bioquímica; VILAR, Lúcio; Endocrinologia Clínica; In: VILAR, Lúcio & ROSENBLOOM, Arlan L. /Investigação da Criança com Baixa Estatura; In: BOGUSZEWSKI, César Luiz & BOGUSZEWSKI, Margaret Cristina da Silva / Usos e Abusos do Hormônio do Crescimento; pag 178-179; IN: MELMED, Shlomo; BONERT, Vivien S. Herman & VILAR, Lucio / Diagnóstico e Tratamento da Acromegalia; pag 51; RODRIGUES, José Antunes; Neuroendocrinologia básica e aplicada; In: JÚNIOR, Carlos Eduardo Martinelli & OLIVEIRA, Manuel Hermínio Aguiar; Crescimento Normal: Avaliação e Regulação Endócrina; pag 366374; In: OLIVEIRA, Manuel Hemínio Aguiar; JÚNIOR, C. E. Martinelli & CUSTÓDIO, Rodrigo José; Baixa e Alta Estatura; pag 390-400; RABELO, Maria Marcílio; Manual Prático de Endocrinologia; In: SILVA, Ana Cláudia Couto / Acromegalia; pag 69-72; In: ARAÚJO, Leila Maria Batista & ADAN, Luís Fernando / Distúrbios do Crescimento; pag 83-90; 2.ed. – São Paulo: Fundo Editorial Byk, 2003. Contato: Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305 Nextel: 55(11) 7717-1257 ID:111*101625 Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.clinicasvanderhaagenbrasil.com.br www.crescimentoinfoco.com.br www.obesidadeinfoco.com.br www.tireoidismo.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000 351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17