GH E HORMÔNIOS GONADAIS SÃO IMPORTANTES NO ESTIRÃO DE CRESCIMENTO PUBERAL, TRANSIÇÃO INFANTO-JUVENIL

593 visualizações

Publicada em

No século XXI, a idade média em que as crianças, especialmente as meninas, atingem a puberdade é menor em comparação com o século XIX, quando era em torno dos 15 anos para as meninas e 16 anos para os meninos. Isso pode ser devido a uma série de fatores, incluindo a melhoria da nutrição, resultando em crescimento corporal rápido, aumento de peso e deposição de gordura ou à exposição a desreguladores endócrinos

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

GH E HORMÔNIOS GONADAIS SÃO IMPORTANTES NO ESTIRÃO DE CRESCIMENTO PUBERAL, TRANSIÇÃO INFANTO-JUVENIL

  1. 1. QUANDO EXISTE DEFICIÊNCIA DE UM DELES OU DE AMBOS, O ESTIRÃO DE CRESCIMENTO NA TRANSIÇÃO DE INFANTO-JUVENIL É DIMINUIDO OU AUSENTE Os hormônios gonadais (estrógeno) estimula indiretamente a produção de IGF -1 por meio do aumento da secreção de GH-hormônio de crescimento. A puberdade é o processo de mudanças físicas pelas quais uma criança amadurece seu corpo transformando-se em um indivíduo adulto, o corpo se torna capaz de reprodução sexual para permitir a fertilização. A puberdade é iniciada por sinais hormonais que vão do cérebro para as gônadas: os ovários de uma menina e os testículos de um menino. Em resposta aos sinais, as gônadas começam a produzir hormônios que estimulam a libido e o crescimento, a função e a transformação do cérebro, óssos, músculos, sangue, pele, cabelos, seios e órgãos sexuais. Crescimento físico: a altura e peso se aceleram na primeira metade da puberdade e terminam quando a criança desenvolveu um corpo adulto. Até a maturação de suas capacidades reprodutivas, as diferenças físicas pré-púberes entre meninos e meninas são os órgãos sexuais externos. Em média, as meninas começam a puberdade entre os 10 e os 11 anos de idade; os meninos em entre os 11 e os 12 anos de idade. Geralmente as meninas completam a puberdade por volta dos 14 a 15 anos de idade, enquanto os meninos geralmente completam a puberdade por volta dos 16 aos 17 anos de idade. O marco principal da puberdade para as mulheres é a menarca, ou seja, a 1ª menstruação que ocorre, em média, entre as idades de 10 e 13 anos; para os homens, é a 1ª ejaculação, que
  2. 2. ocorre em média, aos 13 anos de idade. No século XXI, a idade média em que as crianças, especialmente as meninas, atingem a puberdade é menor em comparação com o século XIX, quando era em torno dos 15 anos para as meninas e 16 anos para os meninos. Isso pode ser devido a uma série de fatores, incluindo a melhoria da nutrição, resultando em crescimento corporal rápido, aumento de peso e deposição de gordura ou à exposição a desreguladores endócrinos, como xenoestrogens, que pode ser devido ao consumo de alimentos ou outros fatores ambientais. A puberdade que começa mais cedo do que o normal é conhecida como puberdade precoce. A puberdade que começa mais tarde do que o habitual é conhecida como puberdade atrasada ou tardia. Entre as alterações morfológicas de tamanho, forma, composição e o que caracteriza o corpo na puberdade, é o desenvolvimento de características sexuais secundárias, o "preenchimento" do corpo da criança de menina para mulher, de menino para homem. Derivado do “Puberatum Latina” (idade da maturidade), a palavra puberdade descreve as mudanças físicas para a maturação sexual, não a maturação psicossocial e cultural denotada pelo termo "desenvolvimento do adolescente" na cultura ocidental, em que a adolescência é o período de transição mental, desde a infância até a idade adulta, que se sobrepõe muito ao período da puberdade. Outro fator metabólico que é também estimulado diretamente através da produção do IGF-1 é a intervenção na cartilagem de crescimento ou região epifisária. A substância gonadotrófica (inibindo a aromatase) é o fator mais importante no estímulo da maturação dos condrócitos e osteoblastos, levando à fusão epifiseal.
  3. 3. GH AND GONADAL HORMONES ARE IMPORTANT IN PUBERTAL GROWTH SPURT IN CHILD AND YOUTH TRANSITION. WHEN THERE IS A DISABILITY OF GH OR GONADAL HORMONES OR BOTH OF THEM, THE GROWTH SPURT IN TRANSITION OF CHILD AND YOUTH, THE GROWTH SPURT IS REDUCED OR ABSENT: PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY- NEUROENDOCRINOLOGY-GENETICS-ENDOCRINE-PEDIATRICS (SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. The gonadal hormones (estrogen) indirectly stimulate the production of IGF-1 by increasing the secretion of GH-growth hormone. The puberty is the process of physical changes by which a child matures his body turning into an adult individual, body capable of sexual reproduction to enable fertilization. It is initiated by hormonal signals from the brain to the gonads: the ovaries of a girl and in a boy's testicles. In response to the signals, the gonads produce hormones that stimulate the libido and growth, function and transformation of brain, bones, muscles, blood, skin, hair, breasts and sexual organs. The physical growth-height and weight accelerate in the first half of puberty and ends when the child developed an adult body. Until the maturation of their reproductive capabilities, the physical differences between prepubertal boys and girls are the external sexual organs on average, girls begin puberty at ages between 10 or 11years; boys ages between 11 or 12 years. The girls, usually
  4. 4. complete puberty by ages 14 or years 15, while boys usually complete puberty around ages between 16 or 17 years. The major landmark of puberty for women is menarche, the onset of menstruation, which occurs, on average, between the ages of 10 to 13 years and for men, is the first ejaculation, which occurs on average at age of 13 years. In the XXI century, the average age at which children, especially girls reach puberty is lower compared to the XIX century, when he was 15 years for girls and 16 years for boys. This may be due to a number of factors, including improved nutrition, resulting in rapid body growth, weight gain and fat deposition, or exposure to endocrine disruptors, such as xenoestrogens, which can sometimes be due to the consumption of food or other environmental factors. The puberty starting earlier than normal is known as precocious puberty. The puberty starting later than usual is known as delayed puberty. Among the morphological changes of size, shape, composition and functioning of the body of puberty is the development of secondary sexual characteristics, the "filling" of the body of the child; from girl to woman, from boy to man. Derived from the “Latin Puberatum” (age of maturity), the word puberty describes the physical changes to sexual maturation, not the psychosocial and cultural maturation denoted by the term "adolescent development" in Western culture, that adolescence is the period of transition mental from childhood to adulthood, which overlaps much of the period of the body puberty. The other metabolic factor that is also driven directly through the production of IGF-1 is intervention in growth cartilage or epiphyseal region. The gonadotrophic substance (inhibiting aromatase)
  5. 5. is the most important factor in stimulating the maturation of chondrocytes and osteoblasts, leading to epiphyseal fusion. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. As displasias esqueléticas são frequentemente observadas ao nascimento devido à presença de encurtamento dos membros ou tronco, porém algumas delas somente são diagnosticadas após um período de crescimento pós-natal... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com 2. Em caso de baixa estatura linear pós-natal, alguns trabalhos sugerem que embora apresente um diagnóstico claro de osteocondroplasia apenas nas terminações ósseas, se forem acompanhados com extremo critério, poderão ter um crescimento limitado longitudinal ou linear com tratamento com GH–hormônio de crescimento... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. A condição mais comum é a acondroplasia autossômica dominante (OMIM # 100800)- essa condição é caracterizada por extremidades curtas nas regiões próximas dos membros, cabeça relativamente grande com fronte proeminente, depressão da ponte nasal e lordose lombar no decorrer da vida... http://imcobesidade.blogspot.com
  6. 6. AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Forbes GB. Influência da nutrição. In: Forbes GB (ed). Humano Composição Corporal. Crescimento, Aging, Nutrição e Atividade. New York: Springer-Verlag, 1987: 209; Wales JKH, Gibson AT. Crescimento de curto prazo: Ritmos, caos,ou barulho? Arch Dis Child 1994; 71: 84-9. Roemmich JN, pecando WE. Mudanças sazonais-Sport no corpo composição, o crescimento, o poder e a força de wrestlers – adolescente Int J Sports Med 1996; 17: 92-9; Malina RM. O crescimento físico e maturação biológica de jovens atletas. Exerc Esporte Sci Rev 1994; 22: 389-433; Baxter-Jones ADG, Helms P, Baines-Preece J, M. Preece Menarche em ginastas intensivamente treinados, nadadores e tênis jogadores. Ann Hum Biol 1994, 21: 407-15; Marshall WA, Tanner JM. As variações nos padrões de puberal mudanças nas meninas. Arch Dis Child 1969; 44: 291- 303; Marshall WA, Tanner JM. As variações nos padrões de puberal mudanças nos rapazes. Arch Dis Child 1970; 45: 13-23; Robson JRK, Larkin FA, Bursick JH, Perri KP. Stan- Crescimento dards para lactentes e crianças: Um estudo transversal. Pediatrics 1975; 56: 1014-1020; Berkey CS, Wang X, Dockery DW, Ferris BG. Adolescente crescimento em altura das crianças americanas. Ann Hum Biol 1994, 21: 435-42.198 . Rogol, Roemmich E CLARK Journal of Adolescent Health Vol. 31, n º 6S; Biro FM, McMahon RP, R Striegel-Moore, et al. Impacto tempo de maturação puberal no crescimento em preto e branco adolescentes do sexo feminino: O National Heart, Lung, and Blood Crescimento e Instituto de Estudos de Saúde. J Pediatr 2001; 138: 636-43; Roche AF, Himes JH. Gráficos de crescimento incremental. Am J Clin Nutr 1980; 33: 2042-52. Contato: Fones: 55 11 5087-4404 ou 96197-0305 Nextel: ID:111*101625 Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br
  7. 7. Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl= pt&sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,- 46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

×