ESTUDOS RECENTES DEMONSTRAM QUE MAIORES DOSES DE VITAMINA D (25-HIDROXIVITAMINA D)

414 visualizações

Publicada em

Altos níveis de vitamina D no sangue parecem estar associados com um risco reduzido do desenvolvimento de diabetes em pessoas com alto risco para a doença.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

ESTUDOS RECENTES DEMONSTRAM QUE MAIORES DOSES DE VITAMINA D (25-HIDROXIVITAMINA D)

  1. 1. ESTUDOS RECENTES DEMONSTRAM QUE MAIORES DOSES DE VITAMINA D (25-HIDROXIVITAMINA D) ESTÃO VINCULADOS AO MENOR DESENVOLVIMENTO DE DIABETES NAS PESSOAS QUE APRESENTAM ALTO RISCO PARA DIABETES. Altos níveis de vitamina D no sangue parecem estar associados com um risco reduzido do desenvolvimento de diabetes em pessoas com alto risco para a doença. A vitamina D pode desempenhar um papel no diabetes, melhorando a secreção de insulina e melhorando a sensibilidade à insulina. A maioria das evidências se concentra em um efeito favorável nas células beta do pâncreas. Para determinar a relação entre a vitamina D e o risco de incidência do diabetes, foram analisados dados do Programa de Prevenção de Diabetes, um ensaio comparando 3 grupos de modificação intensiva do estilo de vida ou utilizando metformina com placebo (substância inócua) para a prevenção do diabetes em pacientes com pré-diabetes. O tempo médio de seguimento de 2039 pessoas foi de 3 anos e 2 meses. Os níveis plasmáticos de vitamina D foram medidos em intervalos anuais, e os indivíduos foram avaliados para a incidência do diabetes. Para esta análise, os participantes de mudanças intensivas apenas no estilo de vida e grupos placebo do Programa de Prevenção do Diabetes foram considerados. Participantes com os níveis de vitamina D no terço mais alto (concentração média, 30,1 ng / mL) tiveram uma taxa de risco de 0,74 para o desenvolvimento de diabetes, em comparação com aqueles com
  2. 2. níveis de vitamina D no terço inferior (concentração média, 12,8 ng / mL). As descobertas também sugerem um efeito dose-dependente, para os níveis de vitamina D, a taxa de risco para incidência de diabetes foi menor 0,46, nas pessoas com maiores níveis de vitamina D (50 ng / mL ou superior) , em comparação com aqueles com os níveis mais baixos (abaixo de 12 ng / mL). Em uma análise de subgrupo por tercis de vitamina D, a associação foi similar no grupo placebo com 0,72, e o grupo de estilo de vida com 0,80. Este estudo oferece várias vantagens metodológicas sobre os estudos anteriores. A vitamina D foi avaliada várias vezes durante o acompanhamento, não apenas uma vez na linha de base, que pode não refletir em longo prazo os benefícios da vitamina D. Este estudo inclui também uma grande população clinicamente relevante de alto risco para a incidência do diabetes, com uma proporção substancial de participantes não brancos, o que melhora a validade dos resultados. No entanto, este é um estudo observacional e, portanto, ainda não poderia ser tido como certo. Seria prematuro recomendar a vitamina D especificamente para prevenção do diabetes. Este estudo prospectivo confirma que existe uma associação entre os níveis de vitamina D e o risco de incidência do diabetes, mesmo quando corrigido para o peso corporal, sem qualquer limiar absoluto de níveis séricos de 25- hidroxivitamina D.
  3. 3. As implicações deste estudo referem-se à importância de realizar um teste randomizado controlado por placebo de vitamina D para a prevenção do diabetes tipo 2 naqueles com alto risco de incidência. Nesse ínterim, os médicos devem pelo menos se concentrar em manter os níveis de vitamina D em indivíduos com alto risco de incidência do diabetes em torno de 20 ng / mL. AUTORES PROSPECTIVOS Dr. João Santos Caio Jr Endocrinologista – Neuroendocrinologista CRM: 20611 Dra Henriqueta V. Caio Endocrinologia-Medicina Interna CRM 28930 Como Saber Mais: 1. Altos níveis de vitamina D no sangue parecem estar associados com um risco reduzido do desenvolvimento de diabetes em pessoas com alto
  4. 4. risco para a doença... http://diabetesmellitustipo2cia.blogspot.com/ 2. A maioria das evidências se concentra em um efeito favorável nas células beta do pâncreas... http://diabetesmellitustipo2cia.blogspot.com/ 3. Este estudo inclui também uma grande população clinicamente relevante de alto risco para a incidência do diabetes, com uma proporção substancial de participantes não brancos, o que melhora a validade dos resultados... http://vitaminasproteinas.blogspot.com/ AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliograficas: Anastassios G. Pittas, MD, da divisão de endocrinologia, diabetes e metabolismo na Tufts New England Medical Center, em Boston, Massachusetts, e colegas; Clifford Rosen comentador independente, MD, do Jackson Laboratory, em Bar Harbor, Maine; American Diabetes Association (ADA) 71 Sessões Científicas: Resumo 0117-OR. Apresentado 25 de junho de 2011. Contato: Fones: 55 11 5087-4404 ou 96197-0305 Nextel: ID:111*101625 Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com
  5. 5. www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl= pt&sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,- 46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

×