O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

DIABETES MELLITUS TIPO 2 DESCOMPENSADO

61 visualizações

Publicada em

A prevalência de diabetes tipo 2 está mostrando uma rápida progressão em todo o mundo, um fenômeno em grande parte resultante das proporções epidêmicas atingidas pela obesidade em várias populações do mundo.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

DIABETES MELLITUS TIPO 2 DESCOMPENSADO

  1. 1. DIABETES MELLITUS TIPO 2 DESCOMPENSADO – OBESIDADE INTRA ABDOMINAL DESCONTROLADA – NA OPINIÃO DE ESPECIALISTAS; UMA SÉRIE DE SINTOMAS QUE PODEM COMPROMETER A QUALIDADE DE VIDA E O SONO DE FORMA SÚTIL TAMBÉM. 15 de fevereiro de 2019 por vanderhaagenclinic NESSAS DOENÇAS QUANDO DESCOMPENSADA PODE OCORRER O COMPROMETIMENTO DE UMA SÉRIE DE SINTOMAS DE FORMA SÚTIL, QUE NÃO DAMOS A DEVIDA IMPORTÂNCIA, EMBORA FREQÜENTE EM HUMANOS, E QUE PODE DIMINUIR COM A REGULARIZAÇÃO DESSAS DESCOMPENSAÇÕES, COMO A INTENSIDADE DO RONCO, AUMENTO DA FREQUÊNCIA CARDÍACA, RESPIRATÓRIA, APNÉIA DO SONO MAIS INTENSA PRINCIPALMENTE EM OBESOS, COMPROMETIMENTO RENAL ATÉ A POSIÇÃO DE SE DEITAR NA CAMA TEM CONSEQUÊNCIAS ENTRE OUTROS FATORES. FISIOLOGIA–ENDOCRINOLOGIA– NEUROCIÊNCIA-ENDÓCRINA (NEUROENDOCRINOLOGIA) – GENÉTICA–ENDÓCRINO- PEDIATRIA (SUBDIVISÃO DA ENDOCRINOLOGIA): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. A prevalência de diabetes tipo 2 está mostrando uma rápida progressão em todo o mundo, um fenômeno em grande parte resultante das proporções epidêmicas atingidas pela obesidade em várias populações do mundo. No entanto, os médicos têm ficado confusos com a heterogeneidade da obesidade, pois nem todo paciente obeso é caracterizado por complicações crônicas. A esse respeito, a distribuição de gordura corporal, especialmente o acúmulo de tecido adiposo intra-abdominal, tem sido um correlato chave de um grupo de anormalidades metabólicas diabetogênicas, aterogênicas, pro trombóticas e inflamatórias, aumentando o risco de diabetes tipo 2 e doença cardiovascular. Não é necessário que o índice de massa corporal esteja fora da normalidade, pode até estar dentro dos limites aceito pelas sociedades internacionais da área, mais não podemos esquecer que a circunferência abdominal está aumentada, O que significa obesidade intra abdominal, visceral ou central, sendo um método fácil de identificação, o IMC-índice de massa corporal
  2. 2. é a ferramenta diagnóstica mais utilizada para caracterização da obesidade generalizada descontrolada. Um IMC-índice de massa corporal superior a 25 kg m – 2 é definido como excesso de peso, enquanto um IMC-índice de massa corporal superior a 30 kg m – 2 é caracterizado como obeso (Organização Mundial de Saúde). (a) Medição do tecido adiposo visceral, traçando manualmente a área adiposa intraperitonial ao nível da crista ilíaca. (b) Medidas do tecido adiposo epicárdico traçando a área epicárdica ao nível do tronco da coronária esquerda. IVA: tecido adiposo visceral; COMER: Tecido adiposo epicárdico; ML: artéria coronária principal esquerda A área seccional da gordura visceral, medida por imagens de TC (tomografia computadorizada), correlacionou-se bem (homens: r = 0,813; mulheres: r = 0,825) com valores normais de IMC-índice de massa corporal (18,5 a 24,9 kg m – 2 ). Apesar do uso frequente do IMC-índice de massa corporal, não é possível distinguir entre massa corporal magra e gorda e certamente não aprecia diferenças entre os compartimentos de gordura subcutânea e visceral. A relação cintura-quadril (RCQ), circunferência da cintura (CC) ou diâmetro abdominal sagital (a altura do abdômen quando o paciente está em decúbito dorsal) são medidas adicionais usadas na prática clínica para derivar estimativas de distribuição de gordura. Para saber mais acesse: https://vanderhaagenclinic.wordpress.com/2019/02/15/diabetes- mellitus-tipo-2-descompensado-obesidade-intra-abdominal-descontrolada-na-opiniao-de- especialistas-uma-serie-de-sintomas-que-podem-comprometer-a-qualidade-de-vida-e-o- sono/

×