DEFICIÊNCIA EIXO HIPOTÁLAMO-HIPOFISÁRIO E SUAS CONSEQUÊNCIAS NO GH/SNC EM CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL.

405 visualizações

Publicada em

Analisaremos as funções normais da glândula hipofisária, dos mecanismos de controle neuroendócrinos do hipotálamo e os distúrbios desses mecanismos. As células nervosas e células endócrinas, ambas estão envolvidas na comunicação entre as células, compartilham certas características de secreção de mensageiros químicos (neurotransmissores ou hormônios) e atividade elétrica.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

DEFICIÊNCIA EIXO HIPOTÁLAMO-HIPOFISÁRIO E SUAS CONSEQUÊNCIAS NO GH/SNC EM CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL.

  1. 1. BAIXA ESTATURA E CRESCER: O HIPOTÁLAMO E A GLÂNDULA HIPOFISÁRIA FORMAM UMA UNIDADE QUE EXERCE CONTROLE SOBRE A FUNÇÃO DE VÁRIAS GLÂNDULAS ENDÓCRINAS: TIREÓIDE, SUPRARRENAL E GÔNADAS BEM COMO SOBRE UMA VARIAÇÃO DE ATIVIDADES FISIOLÓGICAS. HORMÔNIOS DO EIXO HIPOTÁLAMO-HIPOFISÁRIO Estaunidade estáaltamente conservadaentre as espécies vertebradas e constitui um paradigma das interações neuroendócrino-cerebrais - endócrinas. As ações e interações dos sistemas endócrino e nervoso, por meio das quais o sistema nervoso regula o sistema endócrino e a atividade endócrina modula a atividade do sistema nervoso central, constituemos principais mecanismos reguladores de praticamente todas as atividades fisiológicas do organismo dos mamíferos e de forma magistral dos seres humanos. Essas interações neuroendócrinas também são importantes na patogênese (doenças). Analisaremos as funções normais da glândula hipofisária, dos mecanismos de controle neuroendócrinos do hipotálamo e os distúrbios desses mecanismos. As células nervosas e células endócrinas, ambas estão envolvidas na comunicação entre as células, compartilham certas características de
  2. 2. secreçãode mensageiros químicos (neurotransmissoresou hormônios) e atividade elétrica. Este é o meio de comunicação de nosso organismo entre si, fazendada perfeiçãoseumotoprincipal e mais importante, e se você souber toda a propedêutica e a fisiologia, basicamente entenderá toda a patologia de humanos, em outras palavras, a medicina de forma mais profunda possível. Um mensageiro químico isolado - peptídeo ou amina - pode ser secretadopor neurônios comoum neurotransmissor ou por hormônio neural e por células endócrinas comohormônio clássico. A comunicação de célula à célula pode ocorrer por meio de quatro mecanismos: (1) Comunicação autócrina por meiode mensageiros que se difundemno líquido intersticial e atuam sobre as células que o secretam, (2) Comunicação neural por meio de junções sinápticas, (3) Comunicação parácrina por meio de mensageiros que se difundem no líquido intersticial para células-alvo adjacentes (sem entrar na corrente sanguínea) e (4) comunicação endócrina por meio de hormônios circulantes. Os dois mecanismos principais de regulação neural da função endócrina são inervação direta e neurossecreção (secreção neural de hormônios).
  3. 3. A medula da glândula suprarrenal, os rins, as glândulas paratireóides e as ilhotas pancreáticas são tecidos endócrinos que recebem inervação autônoma direta. Um exemplo da regulação neurossecretora é a secreção hormonal de certos núcleos hipotalâmicos para dentro dos vasos porta-hipofisários, que regulam as células secretoras de hormônios do lobo anterior da hipófise. Outro exemplo de regulação neurossecretora é o lobo posterior da glândula hipofisária, que consiste em terminações de neurônios cujos corpos celulares residem nos núcleos hipotalâmicos. A sinalização parácrina é uma forma de comunicação de célula a célula, em que uma célula produz um sinal de induzir alterações em células vizinhas, alterar o comportamento ou a diferenciação destas células. As moléculas sinalizadoras conhecidas como fatores parácrinos difundem sobre uma distância relativamente curta (ação local), ao contrário de fatores endócrinos (hormônios que percorremdistâncias mais longas consideravelmente através do sistema circulatório) e interações juxtacrina (sinalização autócrina). As células que produzem fatores parácrinos segregam no ambiente imediato extracelular. Estes fatoresemseguidaviajam para as células vizinhas em que o gradiente de fator recebeudeterminandooresultado. Noentanto, a distância exata que fatores parácrinos podem viajar não é certo. Apesar da sinalização parácrina provocar um diversificado leque de respostas nas células induzidas, amaioriados fatores parácrinos utilizam um conjunto relativamente simplificado de receptores e vias. De fato, diferentes órgãos do corpo, mesmo entre espécies diferentes, são conhecidos por utilizar um conjunto semelhante de fatores parácrinos no desenvolvimento diferencial. Os receptores e as vias altamente conservadas podem ser organizadas em quatro grandes famílias com base em estruturas similares:fator de crescimentode fibroblastos (FGF), família, ouriço família, Wnt família, e TGF-β superfamília. A ligaçãode um fator parácrinopara o seurespectivoreceptor iniciaa transduçãode sinal em cascata, provocando respostas diferentes. Éde extremaimportânciae bastante complexotodos os fatores que
  4. 4. influenciamnas funções fisiológicas incluindoocrescimentoestatural, pois qualquer mínima alteraçãoque possaocorrer em humanos ou não humanos têmimplicações significativas emgeral por toda a vida do indivíduona maioria dos casos, o que nos induz a tomarmos atitudes preventivas de formaprecoce e responsável devidosuas consequências em humanos. RECEPTORES DE FATORES TRANSFORMANTES BETA DISABILITY HYPOTHALAMIC-PITUITARY AXIS AND ITS CONSEQUENCES ON GHD AS SUCH AS CENTRAL NERVOUS SYSTEM DISORDERS IN CHILDREN, CHILD AND YOUTH. LOW HEIGHT AND GROW: THE HYPOTHALAMUS AND PITUITARY GLAND FORM A UNIT THAT HELD CONTROL ON THE FUNCTION OF SEVERAL ENDOCRINE GLANDS: THE THYROID, ADRENALS GLANDS AND GONADS AS WELL AS HOW ABOUT A CHANGE OF PHYSIOLOGICAL ACTIVITIES IN CNS. PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY-NEUROENDOCRINOLOGY- GENETICS-ENDOCRINE-PEDIATRICS (SUBDIVISIONOF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO.
  5. 5. This unit is highly conservedamong vertebratespecies and is a paradigm of brain-endocrine-neuroendocrine interactions. The actions and interactions of the endocrine andcentral nervous system, throughwhich the nervous system regulates the endocrine system and the endocrine activity modulates the activity of the central nervous system, are the main mechanisms involved in virtually all physiological activities of the organism of mammals and masterly way the human beings. These neuroendocrine interactions are also important in the pathogenesis (disease). We will analyze the normal functions of the pituitary gland, the mechanisms of neuroendocrine control of the hypothalamus and the mechanisms of these disorders. Nerve cells and endocrine cells, both involved in communication between cells, share certain characteristics- secretion of chemical messengers (neurotransmitters or hormones) and electrical activity. This is the medium of our bodies together, farm perfection its largest and most important bike, if you know all the exams and physiology, basically all understand the pathology of human medicine in other words the deepest way possible. Isolated a chemical messenger - peptide or amine - can be secreted by neurons as a neurotransmitter or hormone neural and endocrine cells as a classical hormone. The cell to
  6. 6. cell communication can occur through four mechanisms: (1) Autocrine communication through messengers that diffuse into the interstitial fluid and act on the secreting cells, (2) Neural communication through synaptics junctions, (3) Communication through paracrine messengers that diffuse into the interstitial fluid adjacent to target cells (without entering the bloodstream) and (4) Endocrine communication by circulating hormones. The two main neural mechanisms regulating endocrine functionare direct innervationandneurosecretion (neural hormone secretion). The adrenals medullas glands, kidney, parathyroids glands and pancreatic islets are endocrine tissues that receive direct autonomic innervation. An example of neurosecretory regulation is the hormonal secretion of certain hypothalamic nuclei into the door-pituitary vessels, regulating hormone-secreting cells of the anterior pituitary lobe. Another example is the regulationof neurosecretory posterior lobe of the pituitary gland, which is to endings of neurons whose cell bodies lie in the hypothalamic nuclei. Paracrine signaling is aform of cell tocell communication in a cell that produces a signal to induce changes in nearby cells change their behavior or differentiation of these cells. Signaling molecules known as
  7. 7. paracrine factors spread over a relatively short distance (local share), unlike endocrine factors (hormones that travel longer distances considerably throughthe circulatory system) and juxtacrine interactions (autocrine signaling). Cells that secrete paracrine factorsproduced in the immediate extracellular environment. Factors then traveling to neighboring cells in which the gradient factor determining the received result. However, the exact distance you can travel paracrine factors is not right. Although paracrine signaling cause a wide range of responses in the induced cells, the majority of paracrine factors using a relatively simplifiedset of pathways and receptors. In fact, different organs of the body, evenbetweendifferent species - are known to use a similar set of paracrine factors in the differential development. Receptors and highly conserved pathways can be organized into four major families based on similar structures: fibroblast growth factor (FGF), family, Wnt family, Hedgehog family, and TGF-β superfamily. The binding of a paracrine factor for its respective receptor initiates signal transduction cascade leading to different responses. It is extremely important andquite complex all the factors that influence the physiological functions including height growthbecause any minimal change that can occur in humans or non-human has significant implications ingeneral throughout the life of the individual inmost cases, whichinduces us to take preventive measures early and responsible becausetheir consequences inhumans.
  8. 8. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. A baixa estaturaé definidacomo a alturaabaixo do 3º percentil ou menos de dois desvios-padrão(DS) abaixo da alturamediana para a idade e sexode acordo com o padrão da população; ou mesmo se a alturaestádentrodos percentis normais, mas avelocidade de crescimentoé sempre abaixodopercentil 25 aolongo de 6 a 12 meses de observação... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com 2. Cercade 3% das crianças em qualquer população serábaixa, entre os quais a metade serápor motivos fisiológicos (familiar ouconstitucional) e metade serápor motivos patológicos... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. O crescimentonormal requer uma nutriçãoadequada, juntamente com vários estímulos hormonais... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Sarkar, C; Basu, B; Chakroborty, D; Dasgupta, PS; Basu, S (maio de 2010). "O papel imunorreguladora de dopamina: uma atualização" .
  9. 9. Brain, Behavior, and Immunity 24(4):. 525-8 doi : 10.1016/ j.bbi.2009.10.015. PMC 2.856.781 . PMID 19896530; Silverman, Marni N.; Pearce, Brad D.; Biron, Christine A.; . Miller, Andrew H. (1 Março 2005)"Imune Modulação do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA) durante a infecção viral" . Imunologia Viral 18 (1):. 41-78 doi : 10.1089/ vim.2005.18.41. PMC 1.224.723 . PMID 15802953; Andrews, Nancy C. (2004). "Anemia da inflamação: a ligação citocina-hepcidina" .Journal of Clinical Investigation 113 (9):. 1251-1253 doi : 10.1172/JCI21441 . PMC 398.435 . PMID 15124013; Hartenstein, V (2006). "O sistema neuroendócrino de invertebrados: uma perspectiva de desenvolvimento e evolutiva" . The Journal of Endocrinology 190 (3):. 555-70 doi :10.1677/ joe.1.06964 . PMID 17003257; Dickhoff, Walton W.; Querida, Douglas S. (01 de janeiro de 1983). "A evolução da função da tiróide e seu controle em baixas Vertebrados". Biologia Integrativa e Comparativa 23 (3):. 697-707 doi : 10.1093/icb/23.3.697; Galton, Valerie Anne (01 de janeiro de 1988)."O papel do hormônio tireoidiano em Anfíbio Desenvolvimento". Biologia Integrativa e Comparativa 28 (2):. 309-318 doi :10.1093/icb/ 28.2.309; Pohorecky, LA; Wurtman, RJ (março de 1971). "controle adrenocortical de síntese de adrenalina" . comentários farmacológicos 23 (1):. 1-35 PMID 4941407; Wilson, JX (Inverno 1984). "O sistema renina-angiotensina em vertebrados não mamíferos". endócrinas Comentários 5 (1):. 45-61 doi : 10.1210/edrv-5-1-45 . PMID 6368215; Colombo, L; Dalla Valle, L; Fiore, C; Armanini, D; Belvedere, P (abril de 2006). "A aldosterona ea conquista da terra." Jornal de investigação endocrinológica 29 (4):. 373-9PMID 16699307; "Mortalidade e Burden of Disease As estimativas para os Estados- Membros da OMS, em 2002" (xls). Organização Mundial de Saúde . 2002; Kasper (2005).Princípios de Medicina Interna do Harrison . McGraw Hill . p. 2074.ISBN 0-07-139140-1; Bhowmick NA, Chytil A, Plieth D, Gorska AE, Dumont N, Shappell S, Washington MK, Neilson EG, Moisés HL (2004). "Sinalização TGF-beta em fibroblastos modula o potencial oncogênico do epitélio adjacente." Ciência 303 (5659):. 848-51 doi :10.1126/science.1090922 . PMID 14764882. Contato: Fones: 55 11 5087-4404 ou96197-0305 Nextel: ID:111*101625 Rua Estela, 515 - BlocoD - 12ºandar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails:drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr
  10. 10. http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl= pt&sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,- 46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

×