CRESCENDO CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL;CERCA DE 50% DO GH CIRCULANTE É LIGADO A GHBPs.

311 visualizações

Publicada em

As GHBPs-Growth Hormone-Binding Protein incluem um GHBP-Growth Hormone-Binding Protein de alta afinidade (correspondendo à porção extracelular do GH-hormônio de crescimento formado por clivagem proteolítica) e uma espécie de baixa afinidade. Determinações das concentrações sorológicas de GHBP-Growth Hormone-Binding Protein de alta afinidade fornecem um índice de concentrações do receptor de GH-hormônio de crescimento.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

CRESCENDO CRIANÇA/INFANTIL/JUVENIL;CERCA DE 50% DO GH CIRCULANTE É LIGADO A GHBPs.

  1. 1. CRESCEREI: ESTE FATO PROMOVE AS OSCILAÇÕES NOS NÍVEIS DE GH- HORMÔNIO DE CRESCIMENTO (DECORRENTES DE SUA SECREÇÃO PULSÁTIL) E PROLONGAM A MEIA-VIDA PLASMÁTICA DO GH, DESDE A FASE FETAL, PÓS-NATAL, CRIANÇAS, NFANTIL E JUVENIL CRESCER SIM; Proteínas de ligação de GH (GHBPs) GHBP- Growth Hormone- Binding Protein (Proteína ligadora do hormônio de crescimento) estão presentes no sangue de várias espécies e por complexação com circulação de GH hormônio de crescimento pode alterar a sua recarga e distribuição. As ações de GHBP- Growth Hormone-Binding Protein humana (hGHBP) até agora têm sido estudados indiretamente, através de seus efeitos sobre a liberação de hGH. As reações de complexação que são aquelas em que se formam complexos e fazem parte da complexometria. Esta consiste na utilização, em química analítica, de agentes quelantes ou ligandos, em geral orgânicos, que se coordenam com um íon metálico através de dois ou mais átomos doadores eletrônicos. São agentes quelantes usuais como os ácidos aminopolicarboxílicos, por ex., o ácidoetilenodiaminotetracético (EDTA) e os hidroxiácidos, como os ácidos cítricos e tartárico. As GHBPs- Growth Hormone-Binding Protein incluem um GHBP-Growth Hormone- Binding Protein de alta afinidade (correspondendo à porção extracelular
  2. 2. do GH-hormônio de crescimento formado por clivagem proteolítica) e uma espécie de baixa afinidade. Determinações das concentrações sorológicas de GHBP-Growth Hormone-Binding Protein de alta afinidade fornecem um índice de concentrações do receptor de GH-hormônio de crescimento. Por ex., indivíduos com nanismo de Laron, uma forma de insensibilidade ao GH-hormônio de crescimento caracterizado por mutações no receptor de GH-hormônio de crescimento, geralmente têm níveis de GHBP-Growth Hormone-Binding Protein anormalmente baixos. O hormônio de crescimento (GH-growth hormone), o fator de crescimento insulina símile-I (IGF-I, insulin-like growth factor-I) e uma enorme variedade de moléculas afins formam um eixo regulador do crescimento pré e pós-natal. Os permanentes avanços nas técnicas de biologia molecular têm facilitado a identificação de defeitos genéticos nos diferentes componentes do eixo GH-IGF-I em crianças com baixa estatura. Por outro lado, a aplicação de novos métodos de dosagens hormonais tem revelado a existência de formas inativas de GH ou quantidades aumentadas de formas com menor atividade biológica, cuja presença na circulação poderia justificar o retardo de crescimento em certas crianças com baixa estatura.
  3. 3. Clinicamente, os defeitos genéticos no eixo GH-IGF-I podem se manifestar tanto em síndromes de deficiência como de resistência hormonal, enfatizando a importância de se avaliar não apenas a secreção de GH numa criança, infantil e juvenil com baixa estatura, mas também marcadores periféricos de uma possível resistência tecidual ao hormônio de crescimento-GH. GROWING CHILD AND YOUTH; ABOUT HALF OF GH IS CURRENT ON A SPECIFIC PROTEIN OF GH-BINDING PROTEIN (GHBPs). GROWING: PROMOTE THIS FACT AS OSCILLATIONS GH LEVELS-GROWTH HORMONE (ARISING OUT OF YOUR DISCHARGE PULSATILE) AND PROLONG HALF-LIFE OF PLASMA GH, SINCE THE FETAL STAGE, NEWBORN, CHILDREN, INFANT AND YOUTH: PHYSIOLOGY- ENDOCRINOLOGY-NEUROENDOCRINOLOGY--GENETIC ENDOCRINE- PEDIATRICS (SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. YES GROWTH: GH binding protein (GHBPs) GHBP-Growth Hormone- Binding Protein (Binding Protein of Growth Hormone) is present in the blood of various species and by complexation with circulating GH-growth hormone may alter its clearance and distribution. The actions of GHBP- Growth Hormone-Binding Protein human (hGHBP) have so far been studied indirectly, through their effects on the release hGH. The complexation reactions are those in which complexes are formed and are part of complexometry. This is the use in analytical chemistry, chelating agents or ligands, generally organic that coordinate to a metal ion through two or more atoms electronic donors. They are useful chelating agents such as aminopolycarboxylic acids, for example, etilenodiaminotetracético acids (EDTA) and hydroxy acids such as citric and tartaric acids. The GHBPs-Growth Hormone-Binding Protein includes a GHBP-Growth Hormone-Binding Protein with high affinity (corresponding to the extracellular portion of the GH-growth hormone formed by cleavage
  4. 4. proteolytic) and a sort of low affinity. Determinations of serum concentrations of GHBP-Growth Hormone-Binding Protein with high affinity provide an index of concentrations of GH receptor-growth hormone. For example, individuals with Laron dwarfism, a form of insensitivity to GH-growth hormone characterized by mutations in the GH receptor-growth hormone, usually have GHBP levels-Growth Hormone- Binding Protein abnormally low. The Growth hormone (GH-growth hormone), the insulin-like growth factor-I (IGF-I, insulin-like growth factor-I) and a huge variety of related molecules form a regulatory axis of pre and postnatal growth. The advances in molecular biology techniques have facilitated the identification of genetic defects in different components of the GH-IGF-I axis in children with short stature. Moreover, the application of new methods of hormonal assays have revealed the existence of inactive forms of GH or increased amounts of forms with lower biological activity, whose presence in the circulation may explain growth retardation in some children with short stature. Clinically, the genetic GH-IGF-I axis defects can manifest both in deficiency syndromes as hormone resistance, emphasizing the importance of evaluating not only GH secretion in a child, infant and youth with short stature, but also peripheral markers a possible tissue resistance to the hormone. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611
  5. 5. Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. A baixa estatura pode ser o resultado de um padrão de crescimento herdado de um dos pais (familiar) ou ocorrer sem razão aparente (idiopática)... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com 2. Tipicamente, em algum momento durante a infância, o crescimento diminui, eventualmente, retomando a uma taxa normal... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. ACC (atraso constitucional do crescimento) é a causa mais comum de baixa estatura e puberdade atrasada. Entretanto, caso não seja tratado o mais precoce possível lamentavelmente ocorrerá um déficit proporcional de estatura ou crescimento acompanhando de forma inferior a curva prevista para possível alvo genético... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Liebhaber SA, Urbansk M, Ray J, et al. Characterization and histological localization of human growth hormone-variant gene expression in the placenta. J Clin Invest 1989; 83: 1985-91. Baumann G. Growth hormone heterogeneity: Genes, isohormones, variants and binding proteins. Endocr Rev 1991; 12: 424-49. Baumann GP. Growth hormone isoforms. Growth Horm IGF Res 2009; 19: 333-40; Lewis UJ, Dunn JT, Bonewald LF, et al. A naturally occurring variant of human growth hormone. J Biol Chem 1978; 253: 2679-87; Ishikawa M, Tachibana T, Kamioka T, et al. Comparison of the somatogenic action of 20 kDa and 22 kDa-human growth hormones in spontaneous dwarf rats. Growth Horm IGF Res 2000; 10: 199-206; Hayakawa M, Shimazaki Y, Tsushima T, et al. Metabolic effects of 20-kilodalton human growth hormone (20K-hGH) for adults with growth hormone deficiency: Results of an exploratory uncontrolled multicenter clinical trial of 20K-hGH. J Clin Endocrinol Metab 2004; 89: 1562-71; Brostedt P, Roos P. Isolation of dimeric forms of
  6. 6. human pituitary growth hormone. Prep Biochem 1989; 19: 217-29; Yang N, Langenheim JF, Wang X, et al. Activation of growth hormone receptors by growth hormone and growth hormone antagonist dimers: insights into receptor triggering. Mol Endocrinol 2008; 22: 978-88; Gorden P, Lesniak MA, Hendricks CM, et al. ”Big” growth hormone components from human plasma: decreased reactivity demonstrated by radioreceptor assay. Science 1973; 182: 829-31; Lewis UJ, Singh RN, Bonewald LF, et al. Human growth hormone : additional members of the complex. Endocrinol 1979; 104: 1256-65. Contato: Fones: 55 11 5087-4404 ou 96197-0305 Nextel: ID:111*101625 Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl= pt&sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,- 46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

×