O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
SINDROME METABÓLICA DESCONTROLADA (EM FOCO);
TÓPICO Nº 3: É UMA MOLÉSTIA GRAVE QUE ABRANGE UMA
SERIE DE DOENÇAS MUITO CONH...
PARTES RESUMIDA COMO FORMA DE COMPLEMENTAÇÃO DESSE ASSUNTO.
NÃO SE TRATA DE REPETIÇÃO DE MATÉRIAS ANTERIORES, MAS SEU
ENDO...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

COEFICIENTES AFINS INCLUINDO TRIGLICÉRIDES, HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA E OUTRAS DOENÇAS AFINS SÃO CARACTERÍSTICAS DA SÍNDROME METABÓLICA.

28 visualizações

Publicada em

Recentemente, já começa a entender as diferenças nos depósitos adiposos em nível molecular através de estudos de expressão gênica.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

COEFICIENTES AFINS INCLUINDO TRIGLICÉRIDES, HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA E OUTRAS DOENÇAS AFINS SÃO CARACTERÍSTICAS DA SÍNDROME METABÓLICA.

  1. 1. SINDROME METABÓLICA DESCONTROLADA (EM FOCO); TÓPICO Nº 3: É UMA MOLÉSTIA GRAVE QUE ABRANGE UMA SERIE DE DOENÇAS MUITO CONHECIDAS, QUE É AVASSALADORA PARA HUMANOS: OBESIDADE NAS DIVERSAS FORMAS COMO OBESIDADE PERIFÉRICA, OBESIDADE ABDOMINAL, OBESIDADE CENTRAL E OBESIDADE VISCERAL EM SUAS DIVERSAS FASES, SOBREPESO, OBESIDADE TIPO I, OBESIDADE TIPO II, OBESIDADE TIPO III E MORBIDA, DIABETES MELLITUS TIPO II, DISLIPIDEMIAS (COLESTEROL TOTAL, LDL - MAL COLESTEROL, HDL – BOM COLESTEROL, ALTERAÇÃO NO VLDL, COEFICIENTES AFINS INCLUINDO TRIGLICÉRIDES, HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA E OUTRAS DOENÇAS AFINS SÃO CARACTERISTICAS DA SINDROME METABÓLICA. SE CONSIDERARMOS A GENÉTICA NA SITUAÇÃO GENÉRICA DA OBESIDADE OBSERVANDO A EVOLUÇÃO DE HUMANOS DESDE AS PRIMEIRAS OBSERVAÇÕES CIENTIFICA, ANTROPOLÓGICAS, PALENTOLÓGICA E ARQUEOLÓGICAS, DEVEMOS PERCEBER QUE EM TERMOS EVOLUCIONÁRIOS O DECURSO DE TEMPO DO HOMEM MODERNO (SAPIENS-SAPIENS) OCORREU AO LONGO DE MILÊNIOS, COM UMA ALTERAÇÃO SIGNIFICATIVA NOS ÚLTIMOS 12.000 ANOS, QUANDO PASSOU A SER O TOPO DA CADEIA ALIMENTAR ATRAVÉS DA REVOLUÇÃO AGRICOLA. NESSE TÓPICO NÚMERO 3 ONDE PROCURAREMOS RESUMIR OS FATORES POSSIVEIS DE AJUSTES GENÉTICOS DE SUA DIETA ATÉ OS DIAS DE HOJE, SABENDO QUE EVENTUALMENTE PODE NÃO TER OCORRIDO TODAS AS ADAPTAÇÕES GENÉTICAS DESSAS ÉRAS GEOLÓGICAS EVOLUCIONÁRIAS QUE AS PRECEDERAM. É CONVENIENTE OBSERVARMOS OS TÓPICOS QUE ANTECEDEM Nº 1, Nº 2 E SEQUÊNCIAIS, VISTO QUE ESTE É UMA SEQUÊNCIA DESTE TRABALHO PROSPECTIVO, SINDROME METABÓLICA DESCONTROLADA – OBESIDADE (EM FOCO). É IMPORTANTE O LEITOR CONSULTAR OS ARTIGOS DESDE O INÍCIO DESSAS PESQUISAS PROSPECTIVAS QUE SERÁ DIVIDIDA EM DIVERSOS TÓPICOS, DEVIDO SUAS EXTENSÕES, PODENDO TER SEQUÊNCIA EM
  2. 2. PARTES RESUMIDA COMO FORMA DE COMPLEMENTAÇÃO DESSE ASSUNTO. NÃO SE TRATA DE REPETIÇÃO DE MATÉRIAS ANTERIORES, MAS SEU ENDOCRINOLOGISTA OU NEUROENDOCRINOLOGISTA DE CONFIANÇA E EXPERIÊNTE, PODERÁ COMPLEMENTAR EM CASO DE ALGUNS DETALHES QUE NÃO FOREM CONTEMPLADO COM ESTE RESUMO. FISIOLOGIA– ENDOCRINOLOGIA–NEUROCIÊNCIA ENDÓCRINA (NEUROENDOCRINOLOGIA) – GENÉTICA–ENDÓCRINOPEDIATRIA E AUXOLOGIA (SUBDIVISÕES DA ENDOCRINOLOGIA): DR. CAIO JR., JOÃO SANTOS ET DRA. CAIO, HENRIQUETA VERLANGIERI. Como foi explicado nos resumos anteriores, as células de gordura (adipócitos) são consideradas um orgão abrangente, pelo simples motivo de que nosso corpo tem necessidade de substâncias energéticas para funcionar adequadamente todo o nosso organismo, que para movimentar a máquina orgânica complexa e fisológica, através do metabolismo, hormônios, enzimas e situações afins, um desequilibrio por deficiência ou aporte inadequado, terá com certeza consequências de comprometimento orgânico e fisiológico para os humanos. Sabemos hoje que a células adipocitas (gordura) fabricam hormônios. Conforme a Society For Endocrinology, um número de diferentes hormônios são liberados do tecido adiposo e estes são responsáveis por diferentes funções dentro do corpo. Exemplos destes são: aromatase, que está envolvida no metabolismo de hormônios sexuais, TNF alfa, IL-6 e leptina , que são coletivamente denominadas 'citocinas' e estão envolvidas no envio de mensagens entre as células, inibidor do ativador do plasminogênio-1, que está envolvido na coagulação do sangue, angiotensina, que está envolvida no controle da pressão arterial, adiponectina, que melhora a sensibilidade do corpo à insulina e ajuda a proteger contra o desenvolvimento de diabetes tipo 2, lipoproteína lipase e apolipoproteína E, que estão envolvidos no armazenamento e metabolismo de gordura para liberar energia entre outros que interferem nesse mecanismo e que podem possuir receptores de outros hormônios endocrinológicos e que serão mais detalhados no tópico 4 º. Para saber mais: https://endocrinologya.wordpress.com/sindrome-metabolica- descontrolada-em-foco-topico-no-3obesidade-nas-diversas-formas/

×