BAIXA ESTATURA LINEAR UM TORMENTO PARA OS HUMANOS PORTADORES;1ª FUNÇÃO GH É O CRESCER LINEAR.

357 visualizações

Publicada em

O maior e mais previsível desses picos de GH ocorre cerca de uma hora após o início do sono com os níveis plasmáticos de 13-72 ng/ml. Existe uma grande variação entre os dias e os indivíduos. Cerca de 50% da secreção de GH ocorre durante o terceiro e quarto estágios do sono REM. Os surtos de secreção durante o dia ocorrem em 3 picos a intervalos de 5 horas. A concentração plasmática de GH durante estes picos podem variar de 5 até mesmo 45 ng/ml.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

BAIXA ESTATURA LINEAR UM TORMENTO PARA OS HUMANOS PORTADORES;1ª FUNÇÃO GH É O CRESCER LINEAR.

  1. 1. SEUS EFEITOS METABÓLICOS BÁSICOS SERVEM PARA ATINGIR ESSE RESULTADO, MAS A MAIORIA DOS EFEITOS QUE PROMOVEM O CRESCIMENTO EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL SÃO MEDIADOS PELO FATOR DE CRESCIMENTO INSULINA SÍMILE I (IGF-I) Crescimento criança, infantil e juvenil: a secreção do hormônio de crescimento(GH) nahipófise é regulada pelos núcleos neurossecretores hipotalâmicos. Estes liberamo peptídeo hormônio liberador do hormônio de crescimento (GHRH ou somatocrinina) e o inibidor do hormônio de crescimento (GHIH ou somatostatina) pelo sistema distributivode sangue Venoso Portal Hipofisário localizado em torno da hipófise. A liberação de GH pela hipófise é determinada principalmente pelo equilíbrio destes dois peptídeos, que por sua vez é afetado por muitos estimuladores fisiológicos (por ex., exercício, nutrição, sono) e inibidores fisiológicos (por ex., ácidos graxos livres) de secreçãode GH. As células somatotrópicas daglândulapituitáriaanterior sintetizam e segregam GH de uma maneira pulsátil, em resposta a estes estímulos pelohipotálamo. O maior e mais previsível desses picos de GH ocorre cerca de uma hora após o início do sono com os níveis plasmáticos de 13-72 ng/ml. Existe uma grande variação entre os dias e os indivíduos. Cercade 50% da secreção de GH ocorre durante o terceiro e quarto estágios do sono REM. Os surtos de secreção durante o dia ocorrem em 3 picos a intervalos de 5 horas. A concentração plasmática de GH durante estes picos podemvariar de 5 até mesmo 45 ng/ml. Entre
  2. 2. os picos, os níveis basais de GH são baixos, geralmente inferiores a 5 ng/ml durante a maior parte do dia e da noite, sendo que por ser sono dependente a frequência na ordem de 80% da liberação do GH é efetuadaem pulsos com intervalos de 15 minutos de diferençadurante o sono. Análise adicional do perfil pulsátil de GH em todos os casos descritos menos do que 1 ng/ml para níveis basais enquanto os picos máximos foram situados em torno de 10-20 ng/mL. Portanto, criança, infantil e juvenil devem ter um sono reparador em torno de 8 horas durante o período noturno e se possível uma pequena soneca à tarde. Uma série de fatores é conhecida por afetar a secreção de GH, como idade, sexo, dieta, exercício, estresse e outros hormônios. Os adolescentes jovens secretam GH a uma taxa de cerca de 700 mg/dia, enquanto os adultos saudáveis secretam GH a uma taxa de cerca de 400 mg/dia. A privação de sono geralmente suprime a liberação de GH, particularmente após o início da idade adulta. Efeitos do hormônio de crescimento-GH nos tecidos do corpo podem ser geralmente descritos como anabólicos esta palavra não possui uma conotação negativa, pois significa (criação) o que é maléfico é a mistura com substâncias equivocadas. Como a maioria dos outros hormônios protêicos, o GH atua através da interação com um determinado receptor na superfície das células. O aumento da altura durante a infância e a juventude é o efeito mais conhecido do GH. A altura parece ser estimulada por pelo menos dois mecanismos: *Os hormônios polipeptídicos não são de gordura solúvel , eles não podem penetrar as membranas celulares. Assim, o GH exerce alguns dos seus efeitos por ligação a receptores em células alvo, onde ativa a via
  3. 3. MAPK/ERK. Por meio deste mecanismo o GH estimula diretamente a divisão e a multiplicação de condrócitos da cartilagem de crescimento. *O GH estimula também, através da via de sinalização de JAK-STAT, a produção de fator de crescimento semelhante à insulina I (IGF-I, anteriormente conhecido como somatomedina C), um hormônio homólogo a pró-insulina. O fígado é um dos principais o órgão alvo de GH para este processo e é o principal local de produção do IGF-I. O IGF-I tem efeitos estimulantes de crescimento em uma ampla variedade de tecidos. O IGF-I adicional é gerado no interior de tecidos-alvo, tornando- o o que parece ser tanto um sistema endócrino e um autócrino/parácrino do hormônio. O IGF-I também tem efeitos estimulantes sobre a atividade dos osteoblastos e condrócitos para promover o crescimento ósseo. *Além de aumentar a altura em criança, infantil, juvenil e adolescente o hormônio de crescimento tem muitos outros efeitos sobre o corpo: -Aumenta a retenção do cálcio fortalecendo e aumentando a mineralização do osso; -Aumentaa massa muscular através da hipertrofiadosarcômero; -Promove a lipólise; -Aumentaa síntese de proteínas; -Estimulao crescimentode todos os órgãos internos excluindoocérebro embora tenhase observadoque existemfunções significativas sobre a
  4. 4. cognição; -Desempenhaumpapel na homeostase; -Reduz a absorçãode glicose dofígado; -Promove a gliconeogênese nofígado; -Contribui para a manutenção e funcionamentode ilhotas pancreáticas - Ilhotas de Langherans que são um grupoespecial de células dopâncreas que produzeminsulinae glucagon, substâncias que agem como importantes reguladoresdometabolismode açúcar. Nopâncreas humano existementre1 a2 milhões de ilhotas de Langherans, com cerca de 0,3 mm de diâmetroorganizadas ao redor de pequenos capilares. Nomeadas em homenagema Paul Langherans, o cientistaalemão que as descobriuem1869, essas célulasse dispõememaglomerados (clusters) no pâncreas. Elas fazeme secretamestes hormônios que ajudam o corpo a quebrar e usar o alimento; -Estimulao sistemaimunológico; -Aumentadeiodinaçãode T4 em T3. LINEAR LOW HEIGHT A TORMENTFOR HUMAN CARRIERS;PRIMARY FUNCTION IS TO PROMOTETHE GH LINEAR GROWTH. YOUR BASIC METABOLIC EFFECTS THATUSED TO ACHIEVERESULTS, BUT MOSTOF THE EFFECTS THATPROMOTEGROWTH IN CHILD, JUVENILE AND YOUTH ARE MEDIATED BY INSULIN-LIKEGROWTH FACTOR I (IGF-I): PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY-NEUROENDOCRINOLOGY-GENETICS- ENDOCRINE-PEDIATRICS (SUBDIVISIONOF ENDOCRINOLOGY):DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. Childand juvenile growth;the secretionof growthhormone (GH) inthe pituitary is regulatedby neurosecretory nuclei of the hypothalamus.
  5. 5. These cells releaseagrowthhormone releasing peptide-hormone (GHRH or somatocrinin) and how inhibitor of growth hormone (somatostatin or GHIH) venous blood distribution system Pituitary Portal that located around the pituitary. GH release inthe pituitary is mainly determined by the balance of these two peptides, which in turn is affected by many physiological stimulators (e.g., exercise, nutrition, sleep) and inhibitors (e.g., free fatty acids) of GH secretion. Somatotropic cells of the anterior pituitary gland then synthesizing and secreting GH in a pulsatile manner in response to these stimuli by the hypothalamus. The larger and more predictable these GH peaks occurs about one hour after the onset of sleep with plasma levels of 13-72 ng/mL. Otherwise, there is a wide variation between days and individuals. About 50% of GH secretion occurs during the third and fourth stage NREM sleep. Outbreaks the secretion during day three peaks occur at intervals of 5 hours. The plasma concentrationof GH during these peaks may even vary from 5 to 45 ng/ml. Among the peaks, basal GH levels are low, generally below 5 ng/ml for most of the day and night, with sleep be dependent on the frequency in the order of 80% of the GH release pulse is performed in with intervals of 15 minutes apart. Further analysis of the pulsatile profile of GH described in all cases less than 1 ng/ml to baseline levels while the maximum peaks were situatedaround10-20 ng/ml. Therefore, children, infant and youth should have a restful sleep around 8 hours during the night and if possible alittle napin the afternoon. A number of factors are known to affect GH secretion, suchas age, sex, diet, exercise, stress and other hormones. Young adolescents secrete GH at a rate of
  6. 6. about 700 mg/day, while healthy adults secrete GH rate of about 400 mg/day. Sleep deprivation often suppresses the release of GH, particularly after early adulthood. Effects of growth hormone-GH intissues of the body can generally be describedas anabolic this word does not have a negative connotation because it means (creation) what is evil is wrong withmixing substances. Like most other proteinhormones, GH acts by interacting withaspecific receptor on the cell surface. Increasedheight during childhood and youth is the best known effect of GH. Height appears to be stimulatedby at least two mechanisms: *Because polypeptide hormones are not fat-soluble, they cannot penetrate cell membranes. Thus, GH exerts some of its effects by binding to receptors, whichactivatesthe MAPK/ERKtargetcells. Throughthis mechanismGH directly stimulates divisionandproliferationof chondrocytes of cartilage. *GH stimulates alsoby means of JAK-STATsignaling, the productionof insulin-like growthfactor I (IGF-I, formerly knownas somatomedinC) a hormone homologous to proinsulin. The liver is a major target organof GH for this process andis the main site of productionof IGF-I. IGF-I has growthstimulatory effects inavariety of tissues. Further IGF-I is generatedwithintarget tissues, making what appears tobe both an endocrine and autocrine/paracrine hormone. IGF-I alsohas stimulatory effects onosteoblast andchondrocyte activity topromote bone growth.
  7. 7. *In additiontoincreasing height injuvenile, infant, childandadolescent, growthhormone has many other effects onthe body: -Calciumretentionincreases andstrengthens andimproves bone mineralization; -Increases muscle mass throughsarcomere hypertrophy; -Promotes lipolysis; -Increases ProteinSynthesis; -Stimulates the growthof all internal organs excluding the brain althoughit has beenobservedthat there are significant functions on cognition; -Plays a role in the homeostasis; -Reduces absorptionof glucose fromthe liver; -Promotes gluconeogenesisinthe liver; -Contributes tothe maintenance andoperationof pancreatic islets - Islets of Langerhans are a special groupof cells inthe pancreas that produce insulinand glucagon, substances that act as important regulators of sugar metabolism. In human pancreatic there are between1 and 2 million islets of Langerhans, with about 0.3 mm diameter arrangedaround small capillaries. Namedin honor of Paul Langerhans, the German scientist who discoveredthemin1869, thesecells are arrangedinclusters (clusters) in the pancreas. They make and secrete these hormones that helpthe body break down and use food; -Stimulates the immune system; -Increases deiodinationof T4 toT3.
  8. 8. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. Em crianças, o hipotireoidismolevaaatrasos no crescimentoe desenvolvimentointelectual, podendoinduzir abaixa estatura longitudinal ou linear, alémde no casode defasagemde idade mental em comparação com a idade cronológicaé chamado cretinismoemcasos graves... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com 2. O hipotireoidismocentral temcaracterísticas peculiares importantes, o hipotireoidismocentral é definidocomoo hipotireoidismodevidoà estimulaçãoinsuficiente daglândulatireóide peloTSH. Tem uma prevalênciaestimadade cercade 1 para 80.000 a1 para 120.000... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. O diagnósticoé estabelecidopelapresençade níveis de TSH normal ou abaixo do normal, em geral hormônios secretados pelatireóidecom níveis abaixodo normal, confirmadas pelo teste de estimulaçãodo hormônio de liberaçãoTSH... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista,
  9. 9. Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Bustamante JJ, Gonzalez L, Carroll CA, Weintraub ST, Aguilar RM, Muñoz J, Martinez AO, Haro LS (July 2009). "O-Glycosylated 24-kDa human growth hormone (hGH) has a mucin-like biantennary disialylated tetrasaccharide attached at Thr-60". Proteomics 9(13): 3474–88. doi:10.1002/pmic.200800989.PMC 2904392.PMID 19579232; Bartholomew EF, Martini F, Nath JL (2009). Fundamentals of anatomy & physiology. Upper Saddle River, NJ: Pearson Education Inc. pp. 616–617. ISBN 0-321-53910-9; Takahashi Y, Kipnis D, Daughaday W (1968). "Growth hormone secretion during sleep". J Clin Invest 47 (9): 2079–90. doi:10.1172/JCI105893.PMC 297368.PMID 5675428; Mehta A, Hindmarsh PC (2002). "The use of somatropin (recombinant growth hormone) in children of short stature". Paediatr Drugs 4 (1): 37–47. doi:10.2165/00128072-200204010-00005.PMID 11817985; Natelson BH, Holaday J, Meyerhoff J, Stokes PE (August 1975). "Temporal changes in growth hormone, cortisol, and glucose: relation to light onset and behavior". Am. J. Physiol. 229 (2): 409–15. PMID 808970; Nindl BC, Hymer WC, Deaver DR, Kraemer WJ (July 2001). "Growth hormone pulsatility profile characteristics following acute heavy resistance exercise". J. Appl. Physiol. 91 (1): 163–72. PMID 11408427; A, Jørgensen JO, Christiansen JS, Müller J, Skakkeboek NE (1995). "Metabolic effects of GH: a rationale for continued GH treatment of GH-deficient adults after cessation of linear growth". Horm. Res. 44 Suppl 3 (3): 64–72. doi:10.1159/000184676.PMID 8719443; Gardner DG, Shoback D (2007). Greenspan's Basic and Clinical Endocrinology (8th ed.). New York: McGraw-Hill Medical. pp. 193–201. ISBN 0-07-144011-9; Mullington J, Hermann D, Holsboer F, Pollmächer T (September 1996). "Age-dependent suppression of nocturnal growth hormone levels during sleep; Lin-Su K, Wajnrajch MP (December 2002). "Growth Hormone Releasing Hormone (GHRH) and the GHRH Receptor". Rev Endocr Metab Disord 3 (4): 313– 23.doi: 10.1023/ A:1020949507265.PMID12424433. Contato: Fones: 55 11 5087-4404 ou96197-0305 Nextel: ID:111*101625 Rua Estela, 515 - BlocoD - 12ºandar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails:drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr
  10. 10. http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q= Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=- 23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=- 23.575591,-46.650481&spn=0,0&t =h&z=17

×