SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
UMA OPINIÃO RESPONSÁVEL E ABALIZADA QUE VEM DE ENCONTRO
COM NOSSA CRUZADA EM RELAÇÃO AOS RISCOS E PERIGOS
PROVENIENTES DA OBESIDADE INFANTIL, CRIANÇAS, JUVENIS E
ADOLESCENTES, PIOR AINDA, FUTUROS ADULTOS PROBLEMÁTICOS,
COM DOENÇAS DE EXTREMA SERIEDADE:
MERCEDES DE ONIS CHEFE DO DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO,
ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE.
A especialista Mercedes de Onis vai hoje
a uma conferência sobre o aleitamento
materno, que vai liberar a novos padrões
de crescimento infantil, "As crianças
nascem com a mesma capacidade de
crescimento. Distúrbios vêm depois”,"Os
bebês que são amamentados têm menos
problemas de peso". Este especialista é
uma das vozes mais autorizadas sobre
nutrição, acima de tudo, crianças. O
Mercedes de Onis coordenava em Madrid
desde 1990, um estudo multicêntrico da
Organização Mundial da Saúde (OMS)
sobre padrões de crescimento para a
preparação de que fez um detalhado
rastreamento de 8.500 crianças de 0 a 5
anos nascidos no Brasil, Gana, Índia,
Noruega, Omã e Estados Unidos. O
estudo, cujos resultados aparecem hoje
em Oviedo no curso de um dia sobre a
amamentação, organizado pelo Ministério
da Saúde, tem servido para modificar os
parâmetros até agora utilizados para
avaliar o crescimento estatural e a
obesidade infantil no mundo. Onis é responsável pelo Departamento de Nutrição, da
OMS, Genebra. A lei da oferta e da necessidade, jamais será revogada. É essencial, a
amamentação que desempenha um papel fundamental no crescimento infantil em altura
e posterior desenvolvimento do indivíduo. Os bebês alimentados com leite de suas mães
mostram padrões melhores em todos os sentidos. Eles são menos obesos e crescem
melhor e com mais eficiência. O estudo global coordenado que foi desenvolvido entre
1997 e 2006 concluiu que todas as crianças têm o mesmo potencial de crescimento ao
nascer. O problema, então é o que vem a seguir... Todas as crianças têm as mesmas
condições e capacidades de crescimento estatural. Essa é uma das principais conclusões
da investigação. Isso mostra que os problemas de desnutrição ou obesidade são
causados por situações externas e é aí que devemos agir. Qual é a importância dessas
novas medidas. “É uma ferramenta muito útil para profissionais, uma vez que podem
mais facilmente determinar se o ganho de peso das crianças a uma taxa abaixo ou acima
do ideal e a desnutrição, assim como prevenir sobrepeso e obesidade”. Além disso,
através desses gráficos de curvas de crescimento será mais fácil detectar casos precoces
de sobrepeso e obesidade em crianças pequenas. Sim, muito. Problemas de obesidade e
sobrepeso em crianças e adolescentes é um problema sério porque ele vai levar a
problemas de saúde no futuro. Na Espanha, ocorre um aumento do volume de crianças
com excesso de peso. Mas não só em crianças de 6 ou 8 anos, mas em muito menores.
Mesmo os bebês... Sim, também. A obesidade infantil já atinge os bebês, assim a nossa
mensagem é que devemos evitar este desastre desde o primeiro dia de vida do bebê. Daí
a importância do aleitamento materno. Bebês que são alimentados de forma adequada
são bebês geralmente mais saudáveis e mais magros. Tradicionalmente, associamos a
imagem de um bebê gordinho com uma criança saudável. “Claro, porque se tinha a
imagem de bebês do pós-guerra desnutridas”. Mas hoje devemos estar conscientes de
que um bebê com mais gordura não é um bebê saudável. Hoje é uma criança com
problemas silenciosos de saúde, mas com grandes problemas amanhã. E como
chegamos a esta situação... Porque as orientações na sociedade são Obesogênicas.
Obesogênico... “Isso significa que as atividades diárias que não permitem gasto de
energia de acordo com aquilo que ingerimos”. Que tem sido o caso com os adultos por
anos e também já se mudou para a população pediátrica. O que há de novo sobre os
Padrões Infantis novos projetados pela OMS... Uma das principais mudanças é que eles
detectaram mais casos de obesidade infantil que permaneceram mascarados por longos
períodos, os velhos padrões foram baseados em um modelo que valorizava
diferentemente excesso de peso. Hoje, cerca de uma em cada três crianças e
adolescentes americanos estão acima do peso ou obesos, quase o triplo da taxa em 1963.
O pior, para nós no Brasil não é muito mais do que 13%. Com razão, a obesidade
infantil é agora o 1º problema de saúde entre os pais nos Estados Unidos, e em outros
países do mundo, superando o abuso de drogas e tabagismo. Entre as crianças de hoje, a
obesidade está causando uma ampla gama de problemas de saúde que antes não eram
vistos até a idade adulta. Estes incluem a hipertensão arterial, diabetes tipo 2 e níveis de
colesterol no sangue elevados. Há também efeitos psicológicos: crianças obesas são
mais propensas à imagem corporal negativa, baixa auto-estima e depressão.
AUTORES PROSPECTIVOS
Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia –
Neuroendocrinologista
CRM 20611
Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista –
Medicina Interna
CRM 28930
Como Saber Mais:
1. "As crianças nascem com a mesma capacidade de crescimento. Distúrbios vêm
depois”,"Os bebês que são amamentados têm menos problemas de peso"...
http://pesocontrolado.blogspot.com
2. A obesidade infantil já atinge os bebês, assim a nossa mensagem é que devemos
evitar este desastre desde o primeiro dia de vida do bebê. Daí a importância do
aleitamento materno. Bebês que são alimentados de forma adequada são bebês
geralmente mais saudáveis e mais magros...
http://emagrecendocontinuar.blogspot.com
3. Com razão, a obesidade infantil é agora o 1º problema de saúde entre os pais nos
Estados Unidos, e em outros países do mundo, superando o abuso de drogas e
tabagismo...
http://imceobesidade.blogspot.com
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS
AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Referências Bibliográficas: Prof. Dr. João Santos Caio Jr, Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Dra. Henriqueta Verlangieri
Caio, Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Mercedes de Onis - Chefe do Departamento
de Nutrição, Organização Mundial da Saúde.

Contato: Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257 ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep
04011-002
e-mails:
drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com
Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br
www.clinicasvanderhaagenbrasil.com.br
www.crescimentoinfoco.com
www.obesidadeinfoco.com.br
http://drcaiojr.site.med.br
http://dracaio.site.med.br
Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...Claudia Xavier
 
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. GladsonGuia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. GladsonProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Obesidade - a obesidade infantil
Obesidade - a obesidade infantil Obesidade - a obesidade infantil
Obesidade - a obesidade infantil JuliaGama7
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Dr. Benevenuto
 
Crescimento e desenvolvimento - Chile
Crescimento e desenvolvimento - ChileCrescimento e desenvolvimento - Chile
Crescimento e desenvolvimento - ChileSofía Leal Fuentes
 
A ImportâNcia Da AmamentaçãO Para A SaúDe Da Mulher Que Amamenta
A ImportâNcia Da AmamentaçãO Para A SaúDe Da Mulher Que AmamentaA ImportâNcia Da AmamentaçãO Para A SaúDe Da Mulher Que Amamenta
A ImportâNcia Da AmamentaçãO Para A SaúDe Da Mulher Que AmamentaBiblioteca Virtual
 
Os Novos PadrõEs De Crescimento Da Oms
Os Novos PadrõEs De Crescimento Da OmsOs Novos PadrõEs De Crescimento Da Oms
Os Novos PadrõEs De Crescimento Da OmsBiblioteca Virtual
 
Aspectos gerais da obesidade infantil
Aspectos gerais da obesidade infantilAspectos gerais da obesidade infantil
Aspectos gerais da obesidade infantilTCC_FARMACIA_FEF
 
Contribuição do aleitamento materno para a educação infantil
Contribuição do aleitamento materno para a educação infantilContribuição do aleitamento materno para a educação infantil
Contribuição do aleitamento materno para a educação infantilSilvia Marina Anaruma
 
#SMAM 209 - Folder do Ministério da Saúde da campanha do #AgostoDourado
#SMAM 209 - Folder do Ministério da Saúde da campanha do #AgostoDourado #SMAM 209 - Folder do Ministério da Saúde da campanha do #AgostoDourado
#SMAM 209 - Folder do Ministério da Saúde da campanha do #AgostoDourado Prof. Marcus Renato de Carvalho
 

Mais procurados (18)

Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
 
ALEITAMENTO MATERNO
ALEITAMENTO MATERNOALEITAMENTO MATERNO
ALEITAMENTO MATERNO
 
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. GladsonGuia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
 
Obesidade infantil
Obesidade infantilObesidade infantil
Obesidade infantil
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
 
Obesidade - a obesidade infantil
Obesidade - a obesidade infantil Obesidade - a obesidade infantil
Obesidade - a obesidade infantil
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
 
Crescimento e desenvolvimento - Chile
Crescimento e desenvolvimento - ChileCrescimento e desenvolvimento - Chile
Crescimento e desenvolvimento - Chile
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Nutrição
 
A ImportâNcia Da AmamentaçãO Para A SaúDe Da Mulher Que Amamenta
A ImportâNcia Da AmamentaçãO Para A SaúDe Da Mulher Que AmamentaA ImportâNcia Da AmamentaçãO Para A SaúDe Da Mulher Que Amamenta
A ImportâNcia Da AmamentaçãO Para A SaúDe Da Mulher Que Amamenta
 
Os Novos PadrõEs De Crescimento Da Oms
Os Novos PadrõEs De Crescimento Da OmsOs Novos PadrõEs De Crescimento Da Oms
Os Novos PadrõEs De Crescimento Da Oms
 
Aspectos gerais da obesidade infantil
Aspectos gerais da obesidade infantilAspectos gerais da obesidade infantil
Aspectos gerais da obesidade infantil
 
Contribuição do aleitamento materno para a educação infantil
Contribuição do aleitamento materno para a educação infantilContribuição do aleitamento materno para a educação infantil
Contribuição do aleitamento materno para a educação infantil
 
Aleitamento
AleitamentoAleitamento
Aleitamento
 
#SMAM 209 - Folder do Ministério da Saúde da campanha do #AgostoDourado
#SMAM 209 - Folder do Ministério da Saúde da campanha do #AgostoDourado #SMAM 209 - Folder do Ministério da Saúde da campanha do #AgostoDourado
#SMAM 209 - Folder do Ministério da Saúde da campanha do #AgostoDourado
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
Como dar leite materno no copinho
Como dar leite materno no copinhoComo dar leite materno no copinho
Como dar leite materno no copinho
 

Semelhante a A Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMS

A obesidade Infantil já está Afetando os Bebês, Adverte OMS
A obesidade Infantil já está Afetando os Bebês, Adverte OMSA obesidade Infantil já está Afetando os Bebês, Adverte OMS
A obesidade Infantil já está Afetando os Bebês, Adverte OMSVan Der Häägen Brazil
 
Obesidade e subnutriçao
Obesidade e subnutriçaoObesidade e subnutriçao
Obesidade e subnutriçao5eeugeiocastro
 
Web quest portugues
Web quest portugues Web quest portugues
Web quest portugues CamilaMaia60
 
Causas e conseqüências da obesidade infantil e juvenil. dr. caio et dra. caio.
Causas e conseqüências da obesidade infantil e juvenil. dr. caio et dra. caio.Causas e conseqüências da obesidade infantil e juvenil. dr. caio et dra. caio.
Causas e conseqüências da obesidade infantil e juvenil. dr. caio et dra. caio.Van Der Häägen Brazil
 
Sono ruim e sonolência diurna excessiva na ausência de apnéia obstrutiva do s...
Sono ruim e sonolência diurna excessiva na ausência de apnéia obstrutiva do s...Sono ruim e sonolência diurna excessiva na ausência de apnéia obstrutiva do s...
Sono ruim e sonolência diurna excessiva na ausência de apnéia obstrutiva do s...Van Der Häägen Brazil
 
Revista da ABESO 2016 - Obesidade e Infertilidade - Evidências clinicas - Dr ...
Revista da ABESO 2016 - Obesidade e Infertilidade - Evidências clinicas - Dr ...Revista da ABESO 2016 - Obesidade e Infertilidade - Evidências clinicas - Dr ...
Revista da ABESO 2016 - Obesidade e Infertilidade - Evidências clinicas - Dr ...Conrado Alvarenga
 
Muito além do peso
Muito além do pesoMuito além do peso
Muito além do pesoNubia Silva
 
Saúde e bem estar.pdf
Saúde e bem estar.pdfSaúde e bem estar.pdf
Saúde e bem estar.pdfDouglas Correa
 

Semelhante a A Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMS (20)

A obesidade Infantil já está Afetando os Bebês, Adverte OMS
A obesidade Infantil já está Afetando os Bebês, Adverte OMSA obesidade Infantil já está Afetando os Bebês, Adverte OMS
A obesidade Infantil já está Afetando os Bebês, Adverte OMS
 
Sobrepeso e Obesidade na Infância
Sobrepeso e Obesidade na InfânciaSobrepeso e Obesidade na Infância
Sobrepeso e Obesidade na Infância
 
Obesidade Infantil
Obesidade InfantilObesidade Infantil
Obesidade Infantil
 
Visa educação e nutrição - peso saudável
Visa   educação e nutrição - peso saudávelVisa   educação e nutrição - peso saudável
Visa educação e nutrição - peso saudável
 
Obesidade infantil
Obesidade infantilObesidade infantil
Obesidade infantil
 
Trabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeraldaTrabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeralda
 
Trabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeraldaTrabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeralda
 
Obesidade e subnutriçao
Obesidade e subnutriçaoObesidade e subnutriçao
Obesidade e subnutriçao
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
 
Web quest portugues
Web quest portugues Web quest portugues
Web quest portugues
 
Obesidade Infantil
Obesidade InfantilObesidade Infantil
Obesidade Infantil
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Causas e conseqüências da obesidade infantil e juvenil. dr. caio et dra. caio.
Causas e conseqüências da obesidade infantil e juvenil. dr. caio et dra. caio.Causas e conseqüências da obesidade infantil e juvenil. dr. caio et dra. caio.
Causas e conseqüências da obesidade infantil e juvenil. dr. caio et dra. caio.
 
Sono ruim e sonolência diurna excessiva na ausência de apnéia obstrutiva do s...
Sono ruim e sonolência diurna excessiva na ausência de apnéia obstrutiva do s...Sono ruim e sonolência diurna excessiva na ausência de apnéia obstrutiva do s...
Sono ruim e sonolência diurna excessiva na ausência de apnéia obstrutiva do s...
 
Revista da ABESO 2016 - Obesidade e Infertilidade - Evidências clinicas - Dr ...
Revista da ABESO 2016 - Obesidade e Infertilidade - Evidências clinicas - Dr ...Revista da ABESO 2016 - Obesidade e Infertilidade - Evidências clinicas - Dr ...
Revista da ABESO 2016 - Obesidade e Infertilidade - Evidências clinicas - Dr ...
 
Slide vil (1)
Slide vil (1)Slide vil (1)
Slide vil (1)
 
Muito além do peso Nova faculdade
Muito além do peso Nova faculdadeMuito além do peso Nova faculdade
Muito além do peso Nova faculdade
 
Muito além do peso
Muito além do pesoMuito além do peso
Muito além do peso
 
Obesidade Infantil
Obesidade InfantilObesidade Infantil
Obesidade Infantil
 
Saúde e bem estar.pdf
Saúde e bem estar.pdfSaúde e bem estar.pdf
Saúde e bem estar.pdf
 

Mais de Van Der Häägen Brazil

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEVan Der Häägen Brazil
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...Van Der Häägen Brazil
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...Van Der Häägen Brazil
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOVan Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEVan Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...Van Der Häägen Brazil
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESOVan Der Häägen Brazil
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAVan Der Häägen Brazil
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...Van Der Häägen Brazil
 

Mais de Van Der Häägen Brazil (20)

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
GENEALOGIA
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
 

Último

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERCarlaDaniela33
 
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxCONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxWenderSantos21
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxcontatofelipearaujos
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfClivyFache
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 

Último (10)

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
 
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxCONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 

A Obesidade já está afetando os Bebês com Aplausos da Família, Adverte OMS

  • 1. UMA OPINIÃO RESPONSÁVEL E ABALIZADA QUE VEM DE ENCONTRO COM NOSSA CRUZADA EM RELAÇÃO AOS RISCOS E PERIGOS PROVENIENTES DA OBESIDADE INFANTIL, CRIANÇAS, JUVENIS E ADOLESCENTES, PIOR AINDA, FUTUROS ADULTOS PROBLEMÁTICOS, COM DOENÇAS DE EXTREMA SERIEDADE: MERCEDES DE ONIS CHEFE DO DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO, ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. A especialista Mercedes de Onis vai hoje a uma conferência sobre o aleitamento materno, que vai liberar a novos padrões de crescimento infantil, "As crianças nascem com a mesma capacidade de crescimento. Distúrbios vêm depois”,"Os bebês que são amamentados têm menos problemas de peso". Este especialista é uma das vozes mais autorizadas sobre nutrição, acima de tudo, crianças. O Mercedes de Onis coordenava em Madrid desde 1990, um estudo multicêntrico da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre padrões de crescimento para a preparação de que fez um detalhado rastreamento de 8.500 crianças de 0 a 5 anos nascidos no Brasil, Gana, Índia, Noruega, Omã e Estados Unidos. O estudo, cujos resultados aparecem hoje em Oviedo no curso de um dia sobre a amamentação, organizado pelo Ministério da Saúde, tem servido para modificar os parâmetros até agora utilizados para avaliar o crescimento estatural e a obesidade infantil no mundo. Onis é responsável pelo Departamento de Nutrição, da OMS, Genebra. A lei da oferta e da necessidade, jamais será revogada. É essencial, a amamentação que desempenha um papel fundamental no crescimento infantil em altura e posterior desenvolvimento do indivíduo. Os bebês alimentados com leite de suas mães mostram padrões melhores em todos os sentidos. Eles são menos obesos e crescem melhor e com mais eficiência. O estudo global coordenado que foi desenvolvido entre 1997 e 2006 concluiu que todas as crianças têm o mesmo potencial de crescimento ao nascer. O problema, então é o que vem a seguir... Todas as crianças têm as mesmas condições e capacidades de crescimento estatural. Essa é uma das principais conclusões da investigação. Isso mostra que os problemas de desnutrição ou obesidade são causados por situações externas e é aí que devemos agir. Qual é a importância dessas novas medidas. “É uma ferramenta muito útil para profissionais, uma vez que podem mais facilmente determinar se o ganho de peso das crianças a uma taxa abaixo ou acima do ideal e a desnutrição, assim como prevenir sobrepeso e obesidade”. Além disso, através desses gráficos de curvas de crescimento será mais fácil detectar casos precoces de sobrepeso e obesidade em crianças pequenas. Sim, muito. Problemas de obesidade e
  • 2. sobrepeso em crianças e adolescentes é um problema sério porque ele vai levar a problemas de saúde no futuro. Na Espanha, ocorre um aumento do volume de crianças com excesso de peso. Mas não só em crianças de 6 ou 8 anos, mas em muito menores. Mesmo os bebês... Sim, também. A obesidade infantil já atinge os bebês, assim a nossa mensagem é que devemos evitar este desastre desde o primeiro dia de vida do bebê. Daí a importância do aleitamento materno. Bebês que são alimentados de forma adequada são bebês geralmente mais saudáveis e mais magros. Tradicionalmente, associamos a imagem de um bebê gordinho com uma criança saudável. “Claro, porque se tinha a imagem de bebês do pós-guerra desnutridas”. Mas hoje devemos estar conscientes de que um bebê com mais gordura não é um bebê saudável. Hoje é uma criança com problemas silenciosos de saúde, mas com grandes problemas amanhã. E como chegamos a esta situação... Porque as orientações na sociedade são Obesogênicas. Obesogênico... “Isso significa que as atividades diárias que não permitem gasto de energia de acordo com aquilo que ingerimos”. Que tem sido o caso com os adultos por anos e também já se mudou para a população pediátrica. O que há de novo sobre os Padrões Infantis novos projetados pela OMS... Uma das principais mudanças é que eles detectaram mais casos de obesidade infantil que permaneceram mascarados por longos períodos, os velhos padrões foram baseados em um modelo que valorizava diferentemente excesso de peso. Hoje, cerca de uma em cada três crianças e adolescentes americanos estão acima do peso ou obesos, quase o triplo da taxa em 1963. O pior, para nós no Brasil não é muito mais do que 13%. Com razão, a obesidade
  • 3. infantil é agora o 1º problema de saúde entre os pais nos Estados Unidos, e em outros países do mundo, superando o abuso de drogas e tabagismo. Entre as crianças de hoje, a obesidade está causando uma ampla gama de problemas de saúde que antes não eram vistos até a idade adulta. Estes incluem a hipertensão arterial, diabetes tipo 2 e níveis de colesterol no sangue elevados. Há também efeitos psicológicos: crianças obesas são mais propensas à imagem corporal negativa, baixa auto-estima e depressão. AUTORES PROSPECTIVOS Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como Saber Mais: 1. "As crianças nascem com a mesma capacidade de crescimento. Distúrbios vêm depois”,"Os bebês que são amamentados têm menos problemas de peso"... http://pesocontrolado.blogspot.com 2. A obesidade infantil já atinge os bebês, assim a nossa mensagem é que devemos evitar este desastre desde o primeiro dia de vida do bebê. Daí a importância do aleitamento materno. Bebês que são alimentados de forma adequada são bebês geralmente mais saudáveis e mais magros... http://emagrecendocontinuar.blogspot.com 3. Com razão, a obesidade infantil é agora o 1º problema de saúde entre os pais nos Estados Unidos, e em outros países do mundo, superando o abuso de drogas e tabagismo... http://imceobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Prof. Dr. João Santos Caio Jr, Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Dra. Henriqueta Verlangieri Caio, Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Mercedes de Onis - Chefe do Departamento de Nutrição, Organização Mundial da Saúde. Contato: Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305 Nextel: 55(11) 7717-1257 ID:111*101625 Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Haagen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br