Eixo Cardan

2.241 visualizações

Publicada em

Manutenção de juntas universais. Montagem de eixos cardan.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Eixo Cardan

  1. 1. ENGENHARIA MECÂNICA – 9º PERÍODO MANUTENÇÃO 8º MÓDULO – EIXO CARDAN Professor:Celso Luiz de Azevedo Martins 2º semestre/2014
  2. 2. Junta Cardan = Junta Universal EIXO CARDAN
  3. 3. JUNTA UNIVERSAL
  4. 4. JUNTA UNIVERSAL - GARFO
  5. 5. JUNTA UNIVERSAL - CRUZETA
  6. 6. JUNTA UNIVERSAL - PEÇAS
  7. 7. JUNTA UNIVERSAL – ROLAMENTO AGULHA
  8. 8. JUNTA UNIVERSAL – ROLAMENTO AGULHA
  9. 9. JUNTA UNIVERSAL – ANÉISTRAVA
  10. 10. JUNTA UNIVERSAL – ANELTRAVA INTERNO
  11. 11. EIXO CARDAN
  12. 12. EIXO CARDAN
  13. 13. EIXO CARDAN
  14. 14. EIXO CARDAN - LUVA
  15. 15. JUNTA UNIVERSAL - LUVA
  16. 16. EIXO CARDAN - PONTEIRA PONTEIRA
  17. 17. EIXO CARDAN - SANFONA
  18. 18. EIXO CARDAN - INSTALAÇÃO
  19. 19. EIXO CARDAN - INSTALAÇÃO
  20. 20. EIXO CARDAN - INSTALAÇÃO Para ângulos iguais existe uma tendência de compensação da irregularidade do movimento rotatório. Nesse caso a ocorrência de irregularidades é mínima e não prejudica a durabilidade do cardan.
  21. 21. EIXO CARDAN - INSTALAÇÃO Para ângulos iguais existe uma tendência de compensação da irregularidade do movimento rotatório. Nesse caso a ocorrência de irregularidades é mínima e não prejudica a durabilidade do cardan.
  22. 22. EIXO CARDAN - INSTALAÇÃO Para a Figura 3 na qual os ângulos são diferentes quanto maior a diferença entre eles, maior será a irregularidade do movimento rotatório. Essa irregularidade gera ruídos e vibrações que diminuirão a vida útil de seus componentes..
  23. 23. Terminais desalinhados geram vibrações, desgastes e quebras.
  24. 24. EIXO CARDAN - MATERIAIS  Aço forjado: Padrão  Aço fundido: Torque de fadiga para giro reversível para vida infinita = aproximadamente 20 % menos que com o design padrão.
  25. 25. EIXO CARDAN - INSTALAÇÃO
  26. 26. EIXO CARDAN – Linha de Montagem http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf
  27. 27. http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf EIXO CARDAN – APLICAÇÃO: Laminador Vertical
  28. 28. EIXO CARDAN – APLICAÇÃO: Laminador Vertical http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf
  29. 29. EIXO CARDAN – APLICAÇÃO: Laminador de Desbaste http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf
  30. 30. EIXO CARDAN – APLICAÇÃO: Acionamento de Laminador http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf
  31. 31. EIXO CARDAN – APLICAÇÃO: Desempenadeira http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf
  32. 32. EIXO CARDAN – APLICAÇÃO: Propulsão de navios http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf
  33. 33. EIXO CARDAN – APLICAÇÃO: Acionamento de bombas http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf
  34. 34. EIXO CARDAN –Vários tamanhos http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf
  35. 35. EIXO CARDAN - APLICAÇÃO http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf • Máquinas de papel • Bombas • Engenharia mecânica no geral • Navios e barcos • Veículos ferroviários • Pontes rolantes • Acionamentos de laminadores • Máquinas de papel • Bombas • Navios e barcos • Veículos ferroviários
  36. 36. EIXO CARDAN – HOT STRIP MILL
  37. 37. JUNTA UNIVERSAL - ROTAÇÃO http://catalogo.imetex.com.br/image?cid=11672&plpver=10&prodid=1047 As Juntas Universais Forma W montadas com rolamentos de agulhas e livres de manutenção suportam velocidades de até 4.000 rpm.
  38. 38. EIXO CARDAN - ROTAÇÃO Montados com juntas forma W até 3.600 rpm. http://catalogo.imetex.com.br/image?cid=11672&plpver=10&prodid=1047
  39. 39. EIXO CARDAN - MANUTENÇÃO Para um eixo que trabalha em período de 24 horas, fazer manutenção preventiva de todos os componentes a cada três meses.
  40. 40. EIXO CARDAN - MANUTENÇÃO A manutenção deve abranger:  Testes de ruídos;  Inspeções de folgas;  Parafusos e flanges;  Capa de proteção e pintura;  Lubrificação;  Vibrações.
  41. 41. EIXO CARDAN - LUBRIFICAÇÃO Para um eixo que trabalha em período de 24 horas, a lubrificação deve ser realizada a cada 20 dias de operação.
  42. 42. EIXO CARDAN - LUBRIFICAÇÃO Graxa recomendada:  Graxa com espessante à base de sabão de lítio com PTFE;  Essa graxa suporta temperaturas de até 300°C.
  43. 43. EIXO CARDAN - LUBRIFICAÇÃO Algumas graxas recomendadas: o Esso Beacon EP2; o Mobil Mobilux EP2; o Castrol EPLG2.
  44. 44. EIXO CARDAN - LUBRIFICAÇÃO Os pontos de lubrificação deverão ser alimentados até que a graxa purgue pelos anéis, vedações ou respiros.
  45. 45. JUNTA UNIVERSAL – ÂNGULO DETRABALHO  A junta universal simples possui ângulo de operação de até 15 graus.  Em trabalho contínuo esse ângulo deve ser no máximo de 16º para 540 rpm e 9º para 1.000 RPM. http://www.aemco.com.br/informacao/30/17/cardans
  46. 46. JUNTA UNIVERSAL –VÍDEO PARA ANÁLISE
  47. 47. JUNTA UNIVERSAL –VELOCIDADE
  48. 48. JUNTA UNIVERSAL –VELOCIDADE
  49. 49. JUNTA UNIVERSAL – ÂNGULO RELATIVO
  50. 50. JUNTA UNIVERSAL –Velocidade angular  = (1 - 2)
  51. 51. CINEMÁTICA NA JUNTA CARDAN • Quando o eixo está sendo acionado uniformemente W1 (ω1 = const.), o eixo de saída W2 gira a uma velocidade angular que se altera com o tempo (ω2 ≠ constante);
  52. 52. CINEMÁTICA NA JUNTA CARDAN • A velocidade angular do eixo de saída ω2 e o ângulo diferencial  = (α1 – α2) variam de uma forma sinusoidal e suas magnitudes são uma função do ângulo de deflexão β;
  53. 53. CINEMÁTICA NA JUNTA CARDAN • Esta característica das juntas cardan é denominada erro gimbal e deve ser levada em consideração ao selecionar um eixo cardan.
  54. 54. CINEMÁTICA NA JUNTA CARDAN Uma junta cardan única deve ser somente usada se estiverem reunidas as seguintes condições: • A variação na velocidade de rotação do eixo de saída é de importância secundária; • O ângulo de deflexão é muito pequeno (β < 1°); • As forças transmitidas são baixas.
  55. 55. CINEMÁTICA NA JUNTA CARDAN Se duas juntas cardan forem conectadas em conjunto corretamente na forma de um eixo cardan, as variações em termos de velocidades do eixo de entrada e de saída se anulam uma à outra totalmente.
  56. 56. Valores aproximados de Nz1 como uma função de β Nz1 = Rotação máxima admitida como uma função do ângulo de deflexão durante a operação RPM; β = Ângulo de deflexão durante a operação º.
  57. 57. Valores aproximados de Nz1 como uma função de β
  58. 58. EIXOS CARDAN - Balanceamento Vantagens do balanceamento:  Evita vibrações, resultando em uma operação mais suave;  Vida útil do eixo cardan mais longa.
  59. 59. EIXOS CARDAN – Máquina de Balanceamento Dinâmico http://resource.voith.com/vt/publications/downloads/631_pt_g830_pt_eixos-cardan-de-alto-desempenho.pdf

×