Quem disse que um carro 
tem que ser 0 km 
para trazer inovação?
A APACN criou 
um jeito inovador 
de tratar uma das doenças 
mais agressivas do mundo, 
quebrando a rotina 
de muitas cria...
Tudo começou 
quando a 
instituição, que 
ajuda crianças 
carentes 
a combater o 
câncer, recebeu 
um Opala 1974 doado 
pe...
Mas um Opala antigo 
não tem muito valor 
para uma instituição 
que vive de ajudar 
crianças com câncer. 
Então, a APACN d...
Nós tínhamos que 
valorizar o carro 
e fazer com que ele 
tivesse apelo na hora 
de vender uma rifa. 
As pessoas tinham 
d...
Então, fomos 
buscar nos próprios 
pacientes a nossa 
inspiração 
para deixar nosso 
carro único.
Assim, transformamos 
o nosso Opala em um 
Hot Wheels de verdade, 
em tamanho real.
E convidamos o ex-piloto 
de Fórmula 1 Ricardo Zonta 
para levar as crianças 
para a quimioterapia 
de um jeito diferente.
Em vez de ir para o hospital de van, como sempre, 
elas foram no Opala exclusivo da campanha, 
apostando corrida com outro...
O vídeo da ação 
foi para o YouTube e, 
logo no primeiro dia, 
foi repostado 
por alguns dos 
veículos de maior 
prestígio...
Alcançando mais de 
R$ 250 mil 
de mídia espontânea 
em menos de 24 horas.
Resultado? 
100% 
dos bilhetes 
vendidos. 
Todos as rifas destinadas à internet 
foram esgotadas assim que 
a campanha foi...
Além de vender bilhetes, 
o hotsite contava todos 
os detalhes 
da campanha, desde a compra 
do Opala, em 1976 pelo 
dr. E...
Para ganhar ainda mais pertinência, 
convidamos o Leandro Beninca, 
o garoto do ”Tacale Pau, Marco véio” 
para participar ...
Só nos primeiros 
15 dias de campanha, 
os resultados 
superaram 
a expectativa 
para os primeiros 
2 meses:
Só nos primeiros 
15 dias de campanha, 
os resultados 
superaram 
a expectativa 
para os primeiros 
21K compartilhamentos ...
Tudo isso com 
R$ 0 de verba.
Tudo isso com 
R$ 0 de verba. 
E um carro 
com 40 anos de idade.
Corrida Pela Cura Inovação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Corrida Pela Cura Inovação

174 visualizações

Publicada em

Tudo começou com o Dr. Eurípedes, que decidiu ajudar a APACN ao doar seu Opala 1974 para levantar dinheiro para as crianças com câncer. Antes de sortear o carro, a APACN decidiu transformar a ida ao hospital em algo divertido: uma corrida de carro dentro de um Opala 74, com um piloto de verdade. Ricardo Zonta, piloto de Stock Car e ex-piloto de Fórmula 1, levou as crianças para receberem o tratamento e, após, para uma corrida contra outros Opalas antigos em uma pista de verdade.

Os bilhetes comprados ajudarão as crianças com câncer mantidas pela APACN. Nunca um carrinho levou tanta alegria para as crianças

Publicada em: Marketing
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Corrida Pela Cura Inovação

  1. 1. Quem disse que um carro tem que ser 0 km para trazer inovação?
  2. 2. A APACN criou um jeito inovador de tratar uma das doenças mais agressivas do mundo, quebrando a rotina de muitas crianças com câncer e levando esperança para famílias inteiras.
  3. 3. Tudo começou quando a instituição, que ajuda crianças carentes a combater o câncer, recebeu um Opala 1974 doado pelo Dr. Eurípedes.
  4. 4. Mas um Opala antigo não tem muito valor para uma instituição que vive de ajudar crianças com câncer. Então, a APACN decidiu rifar o carro para arrecadar dinheiro. E aí veio mais um problema: um carro comum jamais levantaria os R$ 200 mil de que eles precisavam.
  5. 5. Nós tínhamos que valorizar o carro e fazer com que ele tivesse apelo na hora de vender uma rifa. As pessoas tinham de pensar: “Esse Opala tem que ser meu”.
  6. 6. Então, fomos buscar nos próprios pacientes a nossa inspiração para deixar nosso carro único.
  7. 7. Assim, transformamos o nosso Opala em um Hot Wheels de verdade, em tamanho real.
  8. 8. E convidamos o ex-piloto de Fórmula 1 Ricardo Zonta para levar as crianças para a quimioterapia de um jeito diferente.
  9. 9. Em vez de ir para o hospital de van, como sempre, elas foram no Opala exclusivo da campanha, apostando corrida com outros Opalas antigos em uma pista de verdade, com pit stop, troféu e até entrevista coletiva.
  10. 10. O vídeo da ação foi para o YouTube e, logo no primeiro dia, foi repostado por alguns dos veículos de maior prestígio do país.
  11. 11. Alcançando mais de R$ 250 mil de mídia espontânea em menos de 24 horas.
  12. 12. Resultado? 100% dos bilhetes vendidos. Todos as rifas destinadas à internet foram esgotadas assim que a campanha foi para a rua, gerando uma grande fila de espera para o segundo lote.
  13. 13. Além de vender bilhetes, o hotsite contava todos os detalhes da campanha, desde a compra do Opala, em 1976 pelo dr. Eurípedes, até o dia em que ele resolveu fazer a doação. Cada detalhe do carro era explorado, com dados técnicos, informações e fotografias. corridapelacura.com
  14. 14. Para ganhar ainda mais pertinência, convidamos o Leandro Beninca, o garoto do ”Tacale Pau, Marco véio” para participar da campanha. Ele veio até Curitiba, gravou um spot de rádio, deu depoimentos, vestiu a camisa e comprou rifas.
  15. 15. Só nos primeiros 15 dias de campanha, os resultados superaram a expectativa para os primeiros 2 meses:
  16. 16. Só nos primeiros 15 dias de campanha, os resultados superaram a expectativa para os primeiros 21K compartilhamentos 75K interações com a página 1M pessoas atingidas 1,6M impressões de mídia 2 meses: 70K cliques em publicações R$ 250 mil em mídia espontânea só no primeiro dia
  17. 17. Tudo isso com R$ 0 de verba.
  18. 18. Tudo isso com R$ 0 de verba. E um carro com 40 anos de idade.

×