Condomínio experts #05

186 visualizações

Publicada em

www.oblogdocb.com.br

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
186
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Condomínio experts #05

  1. 1. ANTERIORMENTE... EMANUELLE: O que você pretende fazer? YASMIM: Se ele não quis dividir a grana comigo, ele não vai ter mais nada. EMANUELLE: Mas o que tem nessa mochila. E o que você vai fazer? YASMIM: Fogo. O incêndio se espalha cada vez mais rápido. Emanuelle consegue chegar até a porta e sair. Yasmim faz o mesmo. As duas não são vistas MARIANA: Mas a Yasmim não gosta de você. No seu lugar... Eu já teria matado ela. Se afaste. Yasmim dá um tapa em Mariana Yasmim, rapidamente, abre uma gaveta e pega uma faca. Yasmim salta em direção a Mariana na tentativa de acerta-la, porém a garota, habilmente, chuta a barriga da padeira, derrubando-a. YASMIM: Você vai pagar. Vou me vingar. E você vai sofrer igual à tonta da Ellen. MARIANA: Então... Você tem alguma coisa a ver com isso? Eu deveria ter desconfiado. Nunca mais faça nada contra minhas amigas. E isso inclui a Emanuelle. Jonas chega ao local do incêndio. O fogo já fora apagado. A casa de Charles estava destruída MATHEUS: Qual foi a reação do tal milionário? LUCAS: Ele ainda não soube do incêndio. Os seguranças tentaram telefonar, mas não conseguiram falar com ele. EMANUELLE: Ele não tem culpa está apaixonado pela Karina, faz tudo que ela mandar. YASMIM: E desde quando paixão é desculpa pra alguma coisa? EMANUELLE: Foi motivo suficiente para você incen...
  2. 2. Yasmim dá um tapa em Emanuelle, a interrompendo KARINA: O que será que a Yasmim... Lucas... Apaixo... Oi? CENA UM Charles e Carolina entram pelos portões no condomínio. À medida que caminham em direção a casa, os outros condôminos os observam. CHARLES: Isso tá estranho. CAROLINA: O que será que aconteceu? Eles finalmente chegam às ruínas de sua casa. Os dois se aterrorizam. CHARLES: Minha mansão está... Destruída. Carolina entra no que restou do local CAROLINA (Aos prantos): Ezequiel! Cadê o Ezequiel? Charles permanece estático observando os restos de seu lar. Jonas se aproxima acompanhado de dois seguranças, Maurício e Kléber.
  3. 3. JONAS (calmamente): Eu sei que é difícil Charles. CHARLES: Como isso foi acontecer? JONAS: Você tem que ser forte. CHARLES (Chorando): Qual foi a causa do incêndio? MAURÍCIO: O incêndio foi... Criminal CHARLES (enfurecido): O quê? Criminal? Jonas continuou calmo CHARLES: Achei que esse lugar era seguro. JONAS: Nunca aconteceu nada assim antes... Charles soca Jonas. Os seguranças sacam suas armas. JONAS: Não é preciso homens. Ele está muito nervoso Eles abaixam os revólveres. CHARLES: Isso é culpa sua. Charles soca Jonas novamente. JONAS: Eu sinto muito CHARLES: Minha casa foi destruída. Carolina, chorando mais ainda, se ajoelha perto de Jonas. CAROLINA: Cadê o meu filho? Jonas olha para Maurício e Kleber. JONAS: Infelizmente, ele... CAROLINA (gritando): Não. Não pode ser. A mulher desmaia Jonas começa a chorar. As lágrimas se misturam com o sangue que estava saindo de sua boca, devido aos socos. JONAS (Para Charles): Meus pêsames.
  4. 4. JONAS (para Kléber): Leve a moça para o nosso posto de saúde. Depois passarei lá pra ver como ela está CHARLES: E o meu dinheiro? JONAS (confuso): Como assim? CHARLES: Boa parte do meu dinheiro estava em um cofre. MAURÍCIO: Acho que foi queimado também. Charles esmurra Jonas mais uma vez. JONAS: Você deveria ir ao posto também. Tome uns calmantes. Kléber e Charles levam Carolina ao pequeno hospital do condomínio. Jonas e Maurício não os acompanham JONAS: Estranho. MAURÍCIO: O quê? JONAS: Ele se preocupou mais com o dinheiro do que com o filho. MAURÍCIO: Isso se chama mau-caráter. JONAS: Como foi que deixei gente assim morar aqui? MAURÍCIO: A culpa não é sua, Jonas. Não é. CENA DOIS Renato e Letícia conversam. LETÍCIA: Lembra quando a gente se conheceu? RENATO: Que pergunta mais aleatória LETÍCIA: Conversas são aleatórias. Já se passaram quase dez anos. Você tinha vinte e cinco anos e eu tinha vinte. Lembra da época em que a gente sempre vinha aqui desenhar? Éramos muito bons. RENATO (rindo): Não, não éramos. LETÍCIA: Éramos sim RENATO: Os homens que você desenhava pareciam camelos.
  5. 5. LETÍCIA: Essa era a intenção. RENATO: Não era nada. LETÍCIA: Nunca te contei isso, mas... Eu era apaixonada por você naquele tempo. RENATO: Sério? E porque nunca se declarou? LETÌCIA: Não sei... RENATO: E ainda é? LETÍCIA (embaraçada): Sou o quê? RENATO: Você entendeu. Os dois ficam em silêncio. Em seguida, se beijam. CENA TRÊS Ellen e Mariana conversam ELLEN: Lembra quando a gente se conheceu? MARIANA: Vamos mudar de assunto? Não quero te beijar que nem aconteceu com eles. Não sou desse time ELLEN: Eles quem? Que time? Não estou entendo. MARIANA: Esquece isso. Toda essa história de série, que é escrita para um blog... Você não entenderia. Mas, pelo visto, você já está um pouco melhor. ELLEN: É. E também nem foi tão ruim o que aconteceu. Comparado ao incêndio na casa do Charles, minha vida é perfeita. Além disso, tenho mais o que fazer, ao invés de ficar chorando. MARIANA: É assim que se fala. CENA QUATRO Felipe está varrendo o chão do bar do Azul. Thaís entra no estabelecimento. THAÍS: Oi
  6. 6. Felipe demora um pouco para falar algo. FELIPE: Oi THAÍS: Acho que... Fui muito rude com você FELIPE: Rude? Você tentou me matar. THAÍS: Eu nunca faria isso de verdade. Foi só um momento de raiva. CENA CINCO LUCAS: Eu acho que deveríamos voltar ao trabalho. Você já bateu nela e ela já desconfiou de você. Tá todo mundo feliz. KARINA: Apaixo... Lucas joga um esfregão para Karina pegar. LUCAS: Ao trabalho. O rapaz corre até as mesas e começa a limpá-las YASMIM: É incrível como as pessoas ficam produtivas quando as deixamos embaraçadas KARINA: Apaixo... Yasmim e Emanuellle vão até o andar de cima. KARINA: Apaixo... CENA SEIS Jonas está em seu escritório com Jussara, Maurício e Kleber. MAURÍCIO: Não achamos nenhuma pista. Até porque, se tivessem deixado alguma coisa, seria tudo queimado. JONAS: Como vamos descobrir quem foi o incendiário? Nenhuma câmera gravou nada? KLEBER: Não. A casa do Charles não tinha nenhuma. E nenhum lugar perto filmou aquela região. JONAS: Droga. Como pudemos ser tão burros? Deveriam ter câmeras em todos os cantos.
  7. 7. JUSSARA: Não se culpe, amor. JONAS: Quem será que incendiou a casa dele? Charles aparece. CHARLES: Foi aquela padeira maluca. Tenho certeza.

×