e-Terra                              Revista Electrónica de Ciências da Terra    http://e-terra.geopor.pt                 ...
e-Terra                                                     Volume 22 – nº 8 | 2010                                       ...
e-Terra                                                     Volume 22 – nº 8 | 2010                                       ...
e-Terra                                                             Volume 22 – nº 8 | 2010                               ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pina e jeremias aplicação de um sig à inf. geológico geotécnica nal-cta.e-terra 22 (8)

756 visualizações

Publicada em

No âmbito da caracterização geológica-geotécnica do local de implantação do Novo Aeroporto de Lisboa foi realizado pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil um programa de reconhecimento que incluiu a realização de trabalhos de prospecção, ensaios in situ e ensaios laboratoriais. Visando a gestão da informação geológico-geotecnica produzida procedeu-se à reunião e estruturação dos resultados obtidos e a sua vinculação a um Sistema de Informação Geográfica.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
756
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pina e jeremias aplicação de um sig à inf. geológico geotécnica nal-cta.e-terra 22 (8)

  1. 1. e-Terra Revista Electrónica de Ciências da Terra http://e-terra.geopor.pt Geosciences On-line Journal ISSN 1645-0388 Volume 22 – nº 8 2010 GEOTIC – Sociedade Geológica de Portugal VIII Congresso Nacional de Geologia _________________________________________________________Aplicação de um SIG à Informação Geológico-geotécnica obtida no reconhecimento do local do NAL-CTA Application of GIS for Geological-geotechnical information obtained in the recognition site of the NAL-CTAB. PINA – bpina@lnec.pt (LNEC, Departamento de Geotecnia; Universidade de Coimbra, Centro de Geociências)F. JEREMIAS – ftelmo@lnec.pt (LNEC, Departamento de Geotecnia)RESUMO: No âmbito da caracterização geológica-geotécnica do local de implantação do Novo Aeroportode Lisboa foi realizado pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil um programa de reconhecimentoque incluiu a realização de trabalhos de prospecção, ensaios in situ e ensaios laboratoriais. Visando agestão da informação geológico-geotécnica produzida procedeu-se à reunião e estruturação dos resultadosobtidos e a sua vinculação a um Sistema de Informação Geográfica.PALAVRAS-CHAVE: Sistema de Informação Geográfica, Novo Aeroporto de Lisboa, Caracterizaçãogeológica-geotécnica.ABSTRACT: As part of the geological-geotechnical characterization in location of the New Lisbon Airportwas conducted by the National Laboratory of Civil Engineering the program of site investigation thatincluded carrying out prospecting work, in situ testing and laboratory testing. In order to manage thegeological-geotechnical information produced the results were gathered and structured and subsequentlylinked to a Geographic Information System.KEYWORDS: Geographic Information System, New Lisbon Airport, Geological-geotechnicalcharacterization.1. INTRODUÇÃO A inclusão de elementos geológico-geotécnicos em base de dados apoiada em tecnologia SIG(Sistema de Informação Geográfica) resulta na disponibilização de informação geotécnicageorreferenciada. A fácil consulta destes elementos possibilita uma optimização doconhecimento das condições locais e dessa forma tornar a tomada de decisões mais célere eapoiada numa visão espacial. Estas capacidades são particularmente relevantes na elaboração deprogramas de reconhecimento complementares e em aplicações mais desenvolvidas alicerçadasnum conjunto muito extenso de dados, visando o estabelecimento de modelos geológicostridimensionais (Dionísio, 1998; Oliveira et al., 1995; Silva, 2000; Almeida et al., 2003).2. LOCALIZAÇÃO E ENQUADRAMENTO GEOLÓGICO Situado entre os concelhos de Benavente e Montijo, o Campo de Tiro de Alcochete (CTA) éum polígono militar que ocupa um terreno com cerca de 7450 hectares, situado na margem 1(4)
  2. 2. e-Terra Volume 22 – nº 8 | 2010 VIII Congresso Nacional de Geologiaesquerda do Rio Tejo. O seu perímetro apresenta uma configuração bastante irregular, sendo oseu comprimento na direcção N-S muito variável (entre 2 e 7,5 km). Do ponto de vista geológico, a zona de implantação do Novo Aeroporto de Lisboa (NAL),situa-se na margem esquerda da Bacia Terciária do Baixo Tejo pertencente à unidademorfoestrutural, designada por Bacia Sedimentar Cenozóica do Tejo-Sado. O local caracteriza-se por uma morfologia aplanada, cortada por uma rede de drenagem dotipo dentrítico, onde se destaca como curso de água principal a ribeira do Vale do Cobrão,afluente do rio Sorraia. Figura 1 – Enquadramento geológico do CTA e localização das sondagens realizadas. No presente estudo adoptaram-se as unidades estratigráficas da Carta Geológica na escala1:500 000, considerando-se que as formações que constituem o substrato na área do NAL,subjacentes aos depósitos superficiais, são de idade pliocénica e incluídas na unidade “PU –Arenitos de Ulme". Trata-se de uma sequência detrítica, muito espessa (com cerca de280 metros), constituída por níveis alternantes de composição arenosa e argilosa, com deposiçãohorizontal ou sub-horizontal, de carácter lenticular e descontínuo, correspondentes a variaçõesestratigráficas e laterais. As condições geológicas locais, caracterizadas pela presença de níveis arenosos poucoprofundos, inferiormente suportados por litologias menos permeáveis, são susceptíveis dedeterminar a ocorrência de níveis de água relativamente superficiais e com continuidade espacialimportante.3. TRABALHOS REALIZADOS Os trabalhos realizados compreenderam a realização dum total de 164 sondagens (localizaçãona figura 1), 79 poços de prospecção e a instalação de 53 piezómetros. Os ensaios in situ 2(4)
  3. 3. e-Terra Volume 22 – nº 8 | 2010 VIII Congresso Nacional de Geologiaefectuados incluíram ensaios de penetração dinâmica (SPT) e ensaios com penetrómetro estáticocom medição das pressões intersticiais (CPTu). No decurso da campanha de prospecção foram recolhidas amostras remexidas nos poços deprospecção e amostras indeformadas nas sondagens. Sobre as amostras remexidas foramefectuados ensaios de identificação (análise granulométrica, teor em água, limites deconsistência, densidade das partículas, azul de metileno e de compactação do tipo Proctor e CBR- California Bearing Ratio). Sobre as amostras indeformadas foram realizados ensaios decaracterização mecânica (consolidação em edómetro, corte directo, compressão uniaxial etriaxial).4. BASE DE DADOS NAL-CTA A base de dados é composta por um conjunto de tabelas, gráficos e imagens onde se armazenainformação sobre a localização, resultados das sondagens, poços, piezómetros, ensaios in situ ede laboratório efectuados, e cartas/figuras produzidas Todos os dados resultantes dos trabalhos de campo e laboratório foram revistos e incluídosem tabelas com formatação idêntica, procedendo-se à sua georreferenciação, formatação eimportação em ambiente SIG.Figura 2 – Exemplo da informação disponível para o poço P-G9 em suporte georreferenciado. O poço P-G9 encontra-se seleccionado na tabela de atributos e com informação fotográfica disponível. 3(4)
  4. 4. e-Terra Volume 22 – nº 8 | 2010 VIII Congresso Nacional de Geologia A informação geográfica (dados alfanuméricos) encontra-se associada aos objectos gráficosde vários mapas digitais que o utilizador poderá activar. Desta forma, assinalando um objecto(sondagem, poço ou piezómetro), pode-se saber o valor dos seus atributos e resultadoslaboratoriais, e inversamente, seleccionando um registo da base de dados é possível saber a sualocalização e referenciá-la num mapa (figura 2). Para o exemplo apresentado é possível visualizar toda a informação recolhida para o poço P-G9, a azul na tabela de atributos, e através da hiperligação aceder a ficha individual decaracterização com imagem fotográfica. Como base cartográfica georreferenciada foi adoptada acarta militar na escala 1:25 000 respectiva. O sistema desenvolvido permite que o utilizador tenha condições de obter informaçõesrapidamente e seleccionar o tipo de informação que pretende visualizar. É ainda possível aalteração e integração de novos dados no sistema.5. CONCLUSÃO O extenso volume de dados resultantes dos trabalhos de reconhecimento realizados no localdo NAL-CTA determinou a necessidade de definir um sistema de apresentação, manuseamento egestão dessa informação. Com esse objectivo definiu-se uma metodologia de abordagem para ageorreferenciação dos diversos tipos de informação disponíveis e produzidas, com recurso àutilização de um SIG. A aplicação elaborada torna possível ao utilizador a consulta directa aomapa e a sua localização exacta, visualizando assim o universo geotécnico referente adeterminada elemento seleccionado para pesquisa.A base de dados georreferenciada produzida constitui, assim, uma compilação de todos oselementos geológico-geotécnicos disponíveis à data, materializando uma fonte de informação defácil consulta nas fases subsequentes dos estudos, passível de ser actualizada com a introduçãode novos dados. Por último, salienta-se que, a metodologia definida e aplicada aos dadosprovenientes da caracterização do local do NAL-CTA é extensível e facilmente adaptável aoutras aplicações que envolvam dados geológico-geotécnicos obtidos noutros locais e no âmbitode estudos geotécnicos de índole diversa à do descrito.AgradecimentosOs autores desejam expressar os seus agradecimentos à NAER – Novo Aeroporto, SA, e ao GeólogoMário Santos pelos contributos dados para a realização deste estudo.ReferênciasAlmeida, I. M., Marques, F. M. S. F., Almeida, G. B. (2003) – Spatial geotechnical database for planning and design in the Lisbon area (Portugal). Proc. 9th Int. Conf. Enhancement Promot Comput. Methods Eng. Science, 25-28 Nov. 2003, Macao, China. Iu, V. P., Lamas, L. N., Li, Y-P (Eds.) Computational Methods in Engineering and Science. A. A. Balkema, pp. 509-514.Dionísio, S. (1998) – Sistemas de informação geográfica em Geologia e Geotecnia. Aplicação prática à encosta sul do Casal Ventoso - Lisboa. Dissertação para a obtenção do grau de mestre em Geologia de Engenharia, FCT/UNL, Lisboa.Oliveira, R., Gomes, C., et alia (1995) – Características geológicas e geotécnicas da cidade do Porto (carta geotécnica do Porto). Actas do 5º Congresso Nacional de Geotecnia (Coimbra), vol. I, pp.119-132.Silva, A. P. (2000) – Cartografia Geotécnica do Concelho de Almada e o Sistema de Informação Geo-Almada. Dissertação para a obtenção do grau de doutor em Geologia de Engenharia, FCT/UNL, Lisboa. 4(4)

×