Apresentação para trabalho de conclusão de curso apresentado
por Augusto César e Bruna Sanchez
13/11/2014
POR QUE CONTROLAR A PRODUÇÃO DE AREIA?
A produção de areia e sedimentos em geral é um fenômeno natural que ocorre
em poços...
MÉTODOS DE CONTROLE DE AREIA :
- Restrição ao fluxo de sólidos (métodos mecânicos)
- Controle da produção (redução de vazã...
MÉTODOS DE CONTROLE DE AREIA :
Controle da produção (redução de vazão)
Reforço ou melhor condicionamento da formação (pouc...
MÉTODOS DE CONTROLE DE AREIA :
Restrição ao fluxo de sólidos (métodos mecânicos)
Os principais elementos empregados no mec...
DIFERENTES TIPOS DE TELA
1 - TUBO RANHURADO
2- PRÉ-EMPACOTADAS
3- WIRE-WRAPPED
4- EXPANSÍVEL
5- PREMIUM
6- CAMINHO ALTERNA...
DISTINTAS TÉCNICAS DE SELEÇÃO DE GRAVEL
GRÁFICO DA CURVA S
D90=0,15
D10=0,70
D50=0,35
D40=0,40
CUMULATIVO 10%
CUMULATIVO DE 40 E
90 % ( COEFICIENTE
DE UNIFORMIDAD...
DIAGRAMA DE BIANCO
TABELA GUIA PARA SELEÇÃO DE GRAVEL
TABELA GUIA PARA SELEÇÃO DE GRAVEL E TELA
GRAVEL DA COMPLETAÇÃO E QUALIDADE DO MESMO
O gravel pode ser : uma areia bem selecionada, uma cerâmica
industrializada res...
TESTES REALIZADOS NO GRAVEL
Os testes são eles :
-Análise do tamanho (faixa de range do gravel escolhida) duas peneiras
um...
FERRAMENTA DE GRAVEL
CONCLUSÃO
As operações de Gravel –pack em poço revestido e
principalmente em poços horizontais, apesar dos riscos e
maiore...
FIM
ESCOLHA DO FORMATO DO FIO DA TELA WIRE WRAPPED
CONJUNTO DE PENEIRAS E AMOSTRAS LATERAIS E TESTEMUNHO
EXPERIMENTO DE SAUCIER
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

CONTROLE DE PRODUÇÃO DE AREIA E SELEÇÃO DE GRAVEL E TELA APRESENTAÇÃO para a monografia

198 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
198
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CONTROLE DE PRODUÇÃO DE AREIA E SELEÇÃO DE GRAVEL E TELA APRESENTAÇÃO para a monografia

  1. 1. Apresentação para trabalho de conclusão de curso apresentado por Augusto César e Bruna Sanchez 13/11/2014
  2. 2. POR QUE CONTROLAR A PRODUÇÃO DE AREIA? A produção de areia e sedimentos em geral é um fenômeno natural que ocorre em poços de arenito com o passar do tempo, ou devido a pequena quantidade de agente cimentador entre os grãos. A produção desse sedimento causa danos aos equipamentos de superfície, a coluna de produção, e causa problemas com descarte. Para evitar essa produção precoce ou a produção imediata alguns métodos podem ser utilizados, e algumas fatores podem ser consideradas responsáveis pela produção. FATORES QUE INFLUENCIAM NA PRODUÇÃO DE AREIA. - Força de coesão das partículas ( ligada a quantidade de agente cimentador). - Danos durante a perfuração - Despressurização dos poros.
  3. 3. MÉTODOS DE CONTROLE DE AREIA : - Restrição ao fluxo de sólidos (métodos mecânicos) - Controle da produção (redução de vazão) - Reforço ou melhor condicionamento da formação (pouco utilizado) AVALIAÇÃO POR MÉTODO DIRETO DA GRANULOMETRIA DO POÇO -Coleta de amostras (amostras laterais/ testemunhos ou de calha) -Teste das peneiras com avaliação da curva S.
  4. 4. MÉTODOS DE CONTROLE DE AREIA : Controle da produção (redução de vazão) Reforço ou melhor condicionamento da formação (pouco utilizado) Controles da produção - Quando o fluido recuperado do poço atinge certa vazão, que acarreta em determinada força de arraste começa a carrear sedimentos para a coluna. Para evitar a produção de areia é simples, basta controlar o fluxo, ou seja, manter baixa a taxa de escoamento do hidrocarboneto para não produzir esses grãos abrasivos, ou ainda usar uma faixa de admissão controlado para obter um produção aceitável de arenitos. Reforços, ou melhor, condicionamento da formação - É um tipo de tratamento químico que consiste na aplicação de um gravel com resina nos ‘vazios’ causados pela produção de areia atrás da coluna de produção, ajudando na força de coesão entre os grãos do reservatório. Este método apresenta alguns riscos de danos e não vem sendo muito utilizado. Esta técnica se restringe a ser aplicada em poços com pequena extensão canhoneada, sendo também recomendada para poços antigos que já produziram grandes volumes de areia.
  5. 5. MÉTODOS DE CONTROLE DE AREIA : Restrição ao fluxo de sólidos (métodos mecânicos) Os principais elementos empregados no mecanismo de retenção mecânica são os tubos ranhurados, e as telas acompanhadas ou não de gravel. As telas se constituem de um tubo base com furos entre 8 e 10% do seu corpo, gibs (fios verticais de sustentação), e jaquetas, o que vai diferir de uma espécie de tela para outra vai ser o tipo de proteção/meio filtrante que ela vai ter. As telas se dividem em : * tubos ranhurados wire-wrapped premium expansível pré-empacotadas caminho alternativo
  6. 6. DIFERENTES TIPOS DE TELA 1 - TUBO RANHURADO 2- PRÉ-EMPACOTADAS 3- WIRE-WRAPPED 4- EXPANSÍVEL 5- PREMIUM 6- CAMINHO ALTERNATIVO 1 2 3 6 5 4
  7. 7. DISTINTAS TÉCNICAS DE SELEÇÃO DE GRAVEL
  8. 8. GRÁFICO DA CURVA S D90=0,15 D10=0,70 D50=0,35 D40=0,40 CUMULATIVO 10% CUMULATIVO DE 40 E 90 % ( COEFICIENTE DE UNIFORMIDADE CUMULATIVO DE 50 % SAUCIER = 6 X D50 (0,35) = 2,10 COEF. UNIF. ≈ 2,67 1° CASO 6 * DS10 = 0,7 *6 = 4,2 CUMULATIVO DE 95 % TIFFIN = D10/D95 ≈ 10,67 D95=0,06 FINOS > 5%
  9. 9. DIAGRAMA DE BIANCO
  10. 10. TABELA GUIA PARA SELEÇÃO DE GRAVEL
  11. 11. TABELA GUIA PARA SELEÇÃO DE GRAVEL E TELA
  12. 12. GRAVEL DA COMPLETAÇÃO E QUALIDADE DO MESMO O gravel pode ser : uma areia bem selecionada, uma cerâmica industrializada resinada. O gravel é disposto no mercado como descrito na tabela a cima mesh # 10/20, # 16/30 , # 20/40, # 8/12, # 8/16, # 10/20, # 12/20 e # 20/40. Estes produtos são testados e homologados pelo STIM- Lab, laboratório internacional qualificado para análises de propantes e pelo CENPES - Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras. O gravel assim como as amostras obtidas do poço passam por muitos testes, porém alé, de estabelecer as características do gravel é necessário também garantir suas qualidades.
  13. 13. TESTES REALIZADOS NO GRAVEL Os testes são eles : -Análise do tamanho (faixa de range do gravel escolhida) duas peneiras uma sobre a outra, sendo que % retida da peneira de diâmetro menor =< a 96% e retida na maior =< a 2%. - Esfericidade ( aproximação do gravel de uma esfera perfeira que é 1) resultado => que 0,6. -Redondeza – medida de curvatura e uniformidade do gravel => 0,6 -Solubilidade em ácido (sem solubilidade em solução de ácido clorídrico com concentração de 1%) -Teor de Impureza – (teste de solubilidade em vapor – Turbidez menor que 250 NTU). - Resistência a compressão ( amostra sem finos sobre confinamento não deveria produzir em peso mais de 2 %.).
  14. 14. FERRAMENTA DE GRAVEL
  15. 15. CONCLUSÃO As operações de Gravel –pack em poço revestido e principalmente em poços horizontais, apesar dos riscos e maiores investimentos dos que os necessários para poços convencionais se justifica, pelo simples fato de aumentar a área de recuperação de óleo e a ‘segurança’ do poço, visto que em poços horizontais as condições de desmoronamento e colapso do reservatório são mais favoráveis. A perda de um poço já justificaria os gastos maiores, e os recursos financeiros exigidos com operações de intervenção e manutenção superam com facilidade o ‘investimento’ de uma coluna de contenção mecânica de areia caso ela venha a ser requerida. Hoje com as telas de caminho alternativo, até mesmo o risco de um empacotamento ineficiente se torna menor.
  16. 16. FIM
  17. 17. ESCOLHA DO FORMATO DO FIO DA TELA WIRE WRAPPED
  18. 18. CONJUNTO DE PENEIRAS E AMOSTRAS LATERAIS E TESTEMUNHO
  19. 19. EXPERIMENTO DE SAUCIER

×