O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

02. texto base_-_edivox

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Atalhos no windows 7
Atalhos no windows 7
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 4 Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Semelhante a 02. texto base_-_edivox (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

Anúncio

02. texto base_-_edivox

  1. 1. CURSO: INCLUSÃO DIGITAL - SISTEMA DOSVOX CONTEÚDO TEXTUAL - TEXTO BASE DO MÓDULO 3 CRIANDO E EDITANDO ARQUIVOS DE TEXTO (EDIVOX): Sabemos que para os deficientes visuais produzirem um texto para ser lido por qualquer pessoa representa uma independência incomparável. Também, poder ler o que outras pessoas produzem, nos programas editores de textos convencionais, cria possibilidades de interações nunca antes imaginadas. No “edivox”, editor de textos do DOSVOX, o deficiente visual terá uma infinidade de opções para realizar inúmeras tarefas no seu dia-a-dia. Os textos produzidos neste editor poderão ser lidos em qualquer computador, mesmo sem ter o DOSVOX instalado. 1. Para começar a editar um arquivo é preciso acionar o “edivox” a partir da “tela inicial do DOSVOX”; digite a letra “e” ou caminhe com a seta para baixo até a opção “e – editar texto” e Enter. 2. O “edivox” se abre numa janela independente; antes de começar a digitar seu texto, convém observar as perguntas que você terá que responder ao programa, ou seja, para começar, você precisa criar um nome para seu arquivo. 3. Digite um nome para seu novo arquivo seguido de ”.txt”. “Por exemplo: “letra de música.txt”, e dê Enter. 4. Após ouvir a expressão “arquivo novo”, você poderá dar início a digitação de seu texto, seguindo os comandos já descritos no quadro sobre os atalhos do “edivox”. OBS: Para carregar um arquivo já existente, é necessário que seja digitado o nome ou parte do nome do arquivo, se for digitado parte do nome do arquivo, após a digitação deve-se pressionar SETA PARA BAIXO e se houver mais de uma opção, use as setas para escolher o arquivo desejado. Caso você não se
  2. 2. lembre do nome do arquivo, basta pressionar SETA PARA BAIXO e escolher o arquivo. Depois da escolha do arquivo pressione a tecla ENTER. Então será ouvida a mensagem: "arquivo carregado" e o arquivo estará pronto para ser reeditado. 5. Uso do dicionário: acione painel de configurações do “edivox” (CTRL F4); caminhe com setas até “com dicionário” e altere para “s” de sim; saia do painel de configurações com “esc” e o dicionário será carregado, aguarde... 6. Já com o texto digitado, posicione o cursor no início dele (CTRL + PageUp) e caminhe, palavra a palavra, com CTRL + seta à direita; se ouvir um “bip” no final da palavra, indica que ela está errada; posicione em cima dela e aperte CTRL + w para ver a lista de sugestões; use as setas direcionais, posicione em cima da palavra correta e Enter para substituir a errada; após a alteração, continue caminhando no texto com CTRL + seta direita e faça o mesmo para os demais erros. 7. Digitação Braille: o “edivox” tem um recurso que permite transformar o teclado do computador em um teclado semelhante à máquina Perkins, de datilografia em Braille. Para isso basta acionar o comando com CTRL + ALT + F11. O teclado passa a reconhecer somente as teclas da fileira do meio, da seguinte forma: F= ponto 1; D= ponto 2; S= ponto 3; g/h= espaço; j= ponto 4; k= ponto 5; l= ponto 6 8. Para escrever as letras, em Braille, basta seguir as combinações correspondentes a cada uma delas e apertar as teclas simultaneamente. Por exemplo: para escrever a letra “d” = pontos 1, 4, 5; pressione juntas as teclas f, j, k. 9. Esse recurso serve apenas para treinar a digitação como se estivesse em uma máquina Braille, porém, os caracteres aparecem, na tela, da forma
  3. 3. convencional. Também não há diferença entre maiúsculas e minúsculas. Para desativar o teclado Braille, basta acionar CTRL + ALT + F12. 10. Nunca se esqueça de salvar um arquivo antes de sair. Poderá salvar somente com F2 ou sair do “edivox” teclando “esc” e respondendo as perguntas que o programa lhe faz. Lembrete: Os usuários iniciantes deverão usar o menu de ajuda, onde poderão acessar todas as opções de comandos do edivox pressionando F9. Então será ouvida a seguinte mensagem: "qual o comando?”, em seguida poderá optar em pressionar F1 para que seja ouvida a listagem de comandos de forma corrida ou poderá optar em pressionar as setas verticais para entrar menu de opções do Edivox.
  4. 4. ABRINDO E EDITANDO UM ARQUIVO JÁ EXISTENTE: A maneira mais simplificada de abrir um arquivo já existente é a partir da seção “arquivos” dentro do menu do DOSVOX. 1. Estando na tela principal, aperte letra “a” ou caminhe com as setas para baixo até “a – arquivos” e Enter. O programa lhe informa quantos arquivos existem nesse diretório (c:winvoxtreino – diretório de trabalho). 2. Surge, então, uma lista de arquivos, existentes a partir da instalação do DOSVOX, juntamente com os que foram criados por você; caminhe com as setas direcionais até encontrar o arquivo que deseja editar e dê Enter. 3. O “edivox” se abre e carrega o arquivo já editado. A partir daí, poderá fazer qualquer alteração no texto, lembrando de salva-las ao terminar. 4. Nesse ponto, ao fechar o “edivox” você retorna à lista de arquivos, já que seu texto foi aberto a partir dela. Para sair da lista dos arquivos basta pressionar “esc” novamente e assim retornará a tela inicial. Gerando ou imprimindo um arquivo DOC Essa opção possibilita que seja gerado um arquivo no formato doc a partir de um arquivo no formato txt. É importante lembrar que todos os arquivos gerados no Edivox possuem formato txt. Ao entrar nessa opção você ouvirá a seguinte mensagem: "Gerador de arquivo doc e impressor com qualidade. Qual sua opção?" Para conhecer as opções utilize as setas verticais e explore o menu com as suas opções.

×