O Clovito
 O Clovito é um dos artistas que mais representa a gênese da pintura
moderna em Mato Grosso, ao lado de Humbert...
 Clóvis Huguiney Irigaray,
o Clovito, como é carinhosamente
chamado, nasceu em 1949, na cidade de
Alto Araguaia. Manifest...
Retrato de Cristo (1963)
 A relação com a pintura aconteceu desde cedo. Já na
infância, Clovito mostrou aptidão para o de...
Carreira (1968)
 Dá inicio à sua carreira em 1968 com a
Exposição “Cinco artistas de Mato Grosso”, na
galeria do Cine Bel...
 Por volta de 1957, Clovito iniciou a fase indigenista com um enfoque hiper-
realista. E se consolidou. É através do índi...
Algumas obras de
Clóvis
O Astronauta Índio empresário da Coca-cola
Cultura Indigenista
 Precursor da modernidade das artes plásticas
no Estado, Irigaray é o avesso do avesso, e a sua
irrev...
Obras de Clóvis
Obras de Clóvis
Curiosidades de Clóvis
Irigaray
Entrevista com Clovito
MidiaNews – Há muita curiosidade sobre o motivo que levou o senhor a tatuar o rosto.
Como se deu es...
 “Quando eu vi aquilo eu enlouqueci, pirei. Eu gosto muito de preto, adoro preto. É
claro, e eu fico pensando, nós temos ...
MidiaNews – Ainda hoje, há muito estranhamento ou choque?
 Causa choque. É muito louco e eu não consigo definir exatament...
MidiaNews - E como o senhor espera estar daqui uns anos? Ainda se imagina artista?
 Eu não tenho muita esperança de futur...
Referências
Entrevista. Disponível em: http://midianews.com.br/conteudo.php?sid=266&cid=191835
Obras. Disponível em: http:...
Artes
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Artes

331 visualizações

Publicada em

Artista do Mato Grosso - Clóvis Irigaray

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
331
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artes

  1. 1. O Clovito  O Clovito é um dos artistas que mais representa a gênese da pintura moderna em Mato Grosso, ao lado de Humberto Espíndola, João Sebastião, e Dalva de Barros. É por sugestão de Espíndola, que começa a pintar os índios.  O índio, segundo Irigaray, é sua grande descoberta e a realização de sua natureza. Mas enfim, vamos para o início da sua história...
  2. 2.  Clóvis Huguiney Irigaray, o Clovito, como é carinhosamente chamado, nasceu em 1949, na cidade de Alto Araguaia. Manifestou vocação para o desenho muito cedo, segundo o artista a mãe também tinha facilidade para desenhar. Já no ginásio, em sua cidade natal, obteve o prêmio em concurso de alunos, com “Retrato de Cristo” (1963). Seu início
  3. 3. Retrato de Cristo (1963)  A relação com a pintura aconteceu desde cedo. Já na infância, Clovito mostrou aptidão para o desenho, assim como a mãe que tinha facilidade com a pintura. Foi se moldando ao longo dos anos, até chegar ao que conhecemos hoje. São cores e formas que contam histórias, que revelam sonhos, que fazem querer o que há além da primeira impressão e mergulhar em um novo mundo de sentidos.
  4. 4. Carreira (1968)  Dá inicio à sua carreira em 1968 com a Exposição “Cinco artistas de Mato Grosso”, na galeria do Cine Bela Artes de São Paulo, no Salão Municipal de Belo Horizonte (MG) e diversos outros. Em 1974 participa da Bienal Nacional de São Paulo, e em 1975, além de participar da versão XXIV do salão Nacional de Arte Moderna do Rio de Janeiro, ganha prêmio aquisição no VI salão Paulista de Arte Contemporânea.
  5. 5.  Por volta de 1957, Clovito iniciou a fase indigenista com um enfoque hiper- realista. E se consolidou. É através do índio que o pintor conseguiu expressar a sua preocupação com as raízes, mesmo sem nunca ter ido a uma aldeia indígena, Clovito conseguiu captar a essência indígena e traduzi-la em um mundo simbólico, mas realista. E traz o índio empresário da Coca-Cola, general, astronauta, atleta e professor. Fase Indigenista
  6. 6. Algumas obras de Clóvis O Astronauta Índio empresário da Coca-cola
  7. 7. Cultura Indigenista  Precursor da modernidade das artes plásticas no Estado, Irigaray é o avesso do avesso, e a sua irreverência é notada, principalmente, na sua forma de ser. Tanto que assimilou aos poucos os elementos simbólicos das culturas indígenas, sem nunca ter visitado nenhuma aldeia.
  8. 8. Obras de Clóvis
  9. 9. Obras de Clóvis
  10. 10. Curiosidades de Clóvis Irigaray
  11. 11. Entrevista com Clovito MidiaNews – Há muita curiosidade sobre o motivo que levou o senhor a tatuar o rosto. Como se deu esse processo? Começou quando e levou quanto tempo?  ”Começou com os Beatles. Depois veio o festival de Woodstock (1969). A Janis Joplin e o Jemi Hendrix me incentivaram muito a ter uma visão moderna do mundo, uma coisa que fosse mais livre de pensamento. As mulheres não raspavam mais o sovaco, existia um novo modo de assumir a vida e foi quando eu me entusiasmei em seguir a evolução da sociedade por esse aspecto de moda. Como que a moda evolui? Por que existe isso? Me pegava pensando sobre isso. Hoje, por exemplo, nós estamos vivendo uma época em que a tatuagem é uma fase. Todo mundo hoje em dia tem uma tatuagem no braço, na perna e estão partindo para o rosto. Os piercings, os brincos. No meu caso, comecei a pintar o rosto quando conheci uma menina brasileira que tinha vindo da Itália e tinha feito uma tatuagem no braço, umas rosas pretas.”
  12. 12.  “Quando eu vi aquilo eu enlouqueci, pirei. Eu gosto muito de preto, adoro preto. É claro, e eu fico pensando, nós temos que prestar conta, depor, sobre essa evolução. Porque a evolução de uma civilização, de uma cultura, é um passo muito chocante. Como é que ninguém percebe? Eu estou falando da minha tatuagem e da tatuagem de forma geral e existe esse depoimento, isso de se explicar. Pintar o rosto foi uma forma de contracultura, de quebrar paradigmas estabelecidos naquela ocasião. ”
  13. 13. MidiaNews – Ainda hoje, há muito estranhamento ou choque?  Causa choque. É muito louco e eu não consigo definir exatamente o que as pessoas sentem. Eu me sinto homem. Custei para assumir que eu me sentia homem. Até isso, você veja bem, levou um tempo. De uma forma diferente, não como a tradicional, comumente usada de homem-mulher, mas um homem. Não preciso dar mais outras referências de minha sexualidade. Não, eu não acredito mais nisso. Eu acho que a gente faz sexo de todo jeito que existe para ser feito. Acabou aquela mania minha de ser só de Deus, de querer só mulher. Ser homem também é bom. Ser tudo que existe. Homem com homem, mulher com mulher, homem com mulher. Tudo. Eu acho que nós somos mutantes. Nós temos que aprender a assumir as formas de vida que existem .
  14. 14. MidiaNews - E como o senhor espera estar daqui uns anos? Ainda se imagina artista?  Eu não tenho muita esperança de futuro não. Eu tenho um processo de tratamento de enfisema pulmonar que me detona muito. E pode ser que me dê problema de vida, de tempo de vida. Pode ser que eu não chegue aos 80 ou 90 anos, que eu gostaria muito de chegar. Quem não gostaria de chegar aos 90? Ficar conversando, jogando conversa fora, vivendo mesmo, tomando o cafezinho todo dia.
  15. 15. Referências Entrevista. Disponível em: http://midianews.com.br/conteudo.php?sid=266&cid=191835 Obras. Disponível em: http://sociedadedospoetasamigos.blogspot.com.br/2012/03/clovis-huguiney-irigaray- pintor.html A trajetória de Clóvis Irigaray. Disponível em: http://www.diariodecuiaba.com.br/detalhe.php?cod=64248 Imagens. Disponível em: https://www.google.com.br/imghp?hl=pt-PT

×