Apresentação – resultados 1 t04

593 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
593
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
115
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação – resultados 1 t04

  1. 1. Apresentação dos Resultadosdo Primeiro Trimestre de 2004 6 de Maio de 2004 José Carlos Grubisich Paul Altit José Marcos Treiger Visite nosso website: www.braskem.com.br
  2. 2. AgendaAbertura José Marcos Treiger Relações com InvestidoresResultados 1T04 Paul Altit Vice-presidente Finanças e RIConclusões José Carlos Grubisich Diretor Presidente 2
  3. 3. AgendaAbertura José Marcos Treiger Relações com InvestidoresResultados 1T04 Paul Altit Vice-presidente Finanças e RIConclusões José Carlos Grubisich Diretor Presidente 3
  4. 4. Ressalvas sobre declarações futurasEsta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são apenas fatoshistóricos, mas refletem as metas e as expectativas da direção da Braskem. As palavras"antecipa", "deseja", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "prediz", "projeta","almeja" e similares, escritas e/ou proferidas, pretendem identificar afirmações que,necessariamente, envolvem riscos conhecidos e desconhecidos.Riscos conhecidos incluem incertezas, que não são limitadas ao impacto dacompetitividade dos preços e produtos, aceitação dos produtos no mercado,comportamento dos competidores, aprovação regulamentar, tipo e flutuação de moedas,regularidade no fornecimento de matérias primas e operação, dentre outros. Estaapresentação está atualizada até 31 Março de 2004 e a Braskem não se obriga aatualizá-la mediante novas informações e/ou acontecimentos futuros.A Braskem não se responsabiliza por operações ou decisões de investimento tomadascom base nas informações contidas nesta apresentação. 4
  5. 5. AgendaAbertura José Marcos Treiger Relações com InvestidoresResultados 1T04 Paul Altit Vice-presidente Finanças e RIConclusões José Carlos Grubisich Diretor Presidente 5
  6. 6. Braskem – Destaques e Cenário do 1T04 A Braskem manteve a sua liderança de mercado de ~ 40% para as resinas de PE, PP e PVC; Exportações consistentes no montante de US$ 133 MM; O EBITDA atinge o nível recorde de R$ 529 MM num trimestre, com Margem sobre Rec.Liq. de 25%; Captura de Sinergias alcançou R$ 310 MM, ou 94% do total estimado; Parada Operacional Programada na Central de Matérias Primas II (Aromáticos II e Olefinas II) da Unidade de Insumos Básicos em Camaçari com duração de 35 dias; próxima parada porgramada para ocorrer em 6 anos; Paradas programadas concomitantes nas Unidades de Negócio de Poliolefinas, Vinílicos e Des. de Negócios localizadas em Camaçari e em Alagoas; Lançamento de novos produtos: Braskem Symbios® (BOPP) e Braskem Flexus®; Investimentos: prosseguem as implementações das expansões das capacidades de produção de PVC (+50 kton/ano – início de prod. = 2o.sem. de 2005) e de PP (+100 kton/ano; início de prod.= 2o.sem.de 2004); Trikem incorporada com sucesso: “free-float” atinge 36%; Capital Social atinge R$ 2,2 Bilhões; Concretizado o alongamento do perfil da dívida da Braskem: dívida de curto prazo em 31/03/04 é reduzida para 32% da dívida bruta total; Caixa supera R$ 2 Bilhões e dívida líquida / EBITDA igual a 3,42; Cotação ARA média da Nafta no período = aprx. US$ 323/tonelada – cerca de R$933/ tonelada (contra R$1.114/ tonelada no 1T03); Em 01/04/2004 aprovada pelo Conselho de Adm. Oferta Pública de cerca de R$ 900 MM em novas ações pref.”A”, a depender das condições de mercado. 6
  7. 7. Braskem – Performance Industrial Produção - Ton Principais Produtos 1T04 1T03 Var (A) (B) (A)/(B) ETENO* 223.271 229.165 (3%) Total Termoplásticos 388.875 382.974 2% PP 113.049 107.532 5% PE* 163.635 156.688 4% PVC* 94.750 103.844 (9%)* Realização de parada programada para manutenção e inspeção nas unidades de Camaçari e PVC Alagoas no 1T04 7
  8. 8. Braskem - Performance Industrial Taxas Médias de Utilização Principais Produtos 1T04 1T03 ETENO* 71% 76% Total Termoplásticos 85% 84% PP 94% 94% PE* 82% 77% PVC* 81% 89%* Realização de parada programada para manutenção e inspeção nas unidades de Camaçari e PVC Alagoas no 1T04 8
  9. 9. Braskem – Performance Comercial Volume de Vendas - Ton Principais Produtos 1T04 1T03 Var (A) (B) (A)/(B) ETENO * (1) 212.982 230.251 (7%) Total Termoplásticos 399.165 400.568 0% PP 107.249 111.716 (4%) PE* 164.660 164.033 0% PVC* 108.811 110.679 (2%)(1) No 1T04, 105 mil toneladas (49%) foram vendidas/transferidas para as Unidades de Negócios da Braskem.Esse montante foi de 102 mil toneladas (45%) no 1T03.* Realização de parada programada para manutenção e inspeção nas unidades de Camaçari e PVC Alagoas no 1T04 9
  10. 10. Braskem - Performance das ExportaçõesEvolução das Exportações (US$ Milhões) -3% 137 133 Destino das Exportações – 1T04 Europa 20% Ásia 1T03 1T04 24% Exportações/ Receita Líquida América do (em %) Norte 36% 21 América 18 do Sul 20% 1T03 1T04 10
  11. 11. Braskem - Demonstrativo de Resultados 1T04 1T03 Var (R$ Milhões ) (A) (B) (A/B) Receita Líquida 2.141 2.292 (7%) Custo dos Produtos Vendidos (1.585) (1.823) (13%) Lucro Bruto 556 469 19% Margem Bruta 26% 20% - EBITDA 529 450 18% Margem EBITDA 25% 20% - Equivalência Patrimonial 51 29 76% Lucro Operacional (1) 393 358 10% Margem Operacional 18% 16% - Resultado Financeiro Líquido (2) (368) (87) 322% Lucro Líquido 10 131 (93%)(1) Antes do resultado financeiro O impacto da variação cambial líquida no resultado financeiro foi negativo em R$ 75 milhões no 1T04 e positivo(2)em R$ 193 milhões no 1T03. 11
  12. 12. Braskem - Receita Líquida por UN R$ Milhões 1T04 1T03 Var Unidades de Negócio (A) (B) (A)/(B) Mercado Interno 1.758 1.819 (3%) Insumos Básicos 688 777 (12%) Poliolefinas 575 594 (3%) Vinílicos 383 329 16% Des. Negócios 113 119 (5%) Mercado Externo 383 473 (19%) Receita Líquida Total 2.141 2.292 (7%)Nota: Realização de parada programada para manutenção e inspeção nas unidades de Camaçari e PVC Alagoas no 1T04 12
  13. 13. Braskem - Custo dos Produtos Vendidos Evolução do preço médio da Nafta CPV 1T04 (em R$/t) - 16% R$ 1.585 Milhões 1.114 1.300 933 1.100 900 Outros custos 700 variáveis 500 Outros 18,5% 300 Serviços 1,2% 1T03 1T04 2,6%Depreciação 5,0%Salários eBenefícios 3,0% Materiais 1,1% Nafta 65,1% Energia elétrica 3,6% 13
  14. 14. Braskem - Variação do EBITDA (R$ Milhões) 187 (19) 529 450 0 (90) Aumento de Outras Volume Rec./Desp. Vendas Operacs. Redução Diminuição de de Preços Custos Fixos & Variáveis 1T03 1T04 14
  15. 15. Braskem - Evolução do EBITDA e do Lucro Operacional(1) EBITDA EBITDA (R$ Milhões) (US$ Milhões) +18% +41% 529 183 450 129 1T03 1T04 1T03 1T04 Lucro Operacional (1) (R$ Milhões) +10% 393 358 1T03 1T04 15(1) Antes do resultado financeiro
  16. 16. Braskem - Evolução Consistente do EBITDA EVOLUÇÃO DO EBITDA EVOLUÇÃO DO EBITDA (US$ milhões) (R$ milhões) 183 529 159 461 461 157 450 405 136 1291T03 2T03 3T03 4T03 1T04 1T03 2T03 3T03 4T03 1T04 16
  17. 17. Braskem – Margem EBITDA Competitiva Margem EBITDA Petroquímicos (%) Média da Indústria (*) 25 20 18 14 12 11 1T03 4T03 1T04 * Média das margens EBITDA das empresas: Dow, DuPont, Solvay, Lyondell, Nova Chemicals e Georgia Gulf a partir de informações públicas do 1T04 e do 4T03. No 1T03, inclui as empresas Basf, Eastman e Reliance além das empresas já mencionadas com exceção da Nova Chemicals. 17Fonte: Thomson Financial Investor Relations
  18. 18. Braskem – Participação em Sociedades Ligadas (R$ mil) Participações em Soc. Ligadas 1T04 1T03 Equivalência Patr. Controladas (694) 69 Equivalência Patr. Coligadas 52.089 29.125 . Petroflex 4.099 4.554 . Copesul/Politeno/Outros* 47.990 24.572 Variação Cambial (1.111) 8.210 Outros 845 47.716 Sub Total (antes das amortizações) 51.129 85.121 Amortizações de Ágios (38.186) (65.160) TOTAL 12.943 19.961* As equivalências patrimoniais de Politeno e Copesul serão oportunamente informadas na medida em que essas empresas divulguem as suas demonstrações financeiras. 18
  19. 19. Braskem – Consolidação das Depreciações e Amortizações (R$ mil) Depreciações e Amortizações 1T04 1T03 1. Depreciação/Amortização (CPV) 78.499 68.749 2. Amortização de Diferido e Depreciação de Ativos não Operacionais (Despesas) 70.515 43.796 3. Amortização de Ágio (Participação em Sociedades Ligadas) 38.186 65.160 TOTAL (1 + 2 + 3) 187.200 177.706 19
  20. 20. Braskem - Resultado Financeiro e Impacto Cambial R$ Milhões 1T04 1T03Despesa Financeira (414) (36) Juros/Variações Monetárias/Vendor (284) (286) Variações Cambiais (77) 277 CPMF / IOF / IR (18) (24) Outras* (35) (3)Receita Financeira 46 (51) Juros/ Variações Monetárias 43 33 Variações Cambiais 2 (84) Outras 1 0Resultado Financeiro Líquido (368) (87) Variação Cambial Líquida (75) 193Resultado Financeiro antes da Var. Cambial (293) (280)* Inclui atualização de provisões tributárias, despesas financeiras com fornecedores, marcação a mercado daposição de hedge, entre outras. 20
  21. 21. Braskem – Redução da Alavancagem Financeira e Aumento de Liquidez Dívida Líq./Ebitda (UDM*) Saldo de Caixa, Aplic. Fin. e TVM (R$ milhões) -3% + 92% 2.079 3,52 3,42 1.085 Dez 2003 Mar 2004 Dez 2003 Mar 2004 21* UDM – últimos 12 meses.
  22. 22. Braskem – Agenda de Amortização (Base: 31/03/2004)Perfil Compatível com Geração de Caixa e Saldo de Caixa/Aplicações/TVM (em R$ milhões) Saldo da Dívida Bruta: 8.430 Debêntures subordinadas, com pagamento de juros e principal em julho de 2007, integralmente Saldo da Dívida Líquida: 6.351 subscritas pelo acionista controlador. 29,1% 27,2% 780 16,6% 9,5% 8,9% 8,6% 2.079 2.455 1.397 752 1.515 802 729 Mar.04 Mar/04 a 2005 2006 2007 2008 2014 Saldo Cx./ Dez/04Aplic. Fin/TVM 22
  23. 23. Gerenciamento de Risco Cambial: Disciplina na prática da política Política de HedgeComposição da Dívida Bruta por Indexador (Mar/03) FINANCIAMENTOS FINANCIAMENTOS CDI IGP-M TJLP VINCULADOS À NÃO VINCULADOS À 18% 2% 14% EXPORTAÇÃO. EXPORTAÇÃO. Trade Finance 18% 100 100 60% 60% 75 % 60 % 0 0 66% Nível de contratação de proteção. US$ Posição em 31/03/04 1. 75 % Financiamentos não 1. Hedge/Investimentos Vinculados à Exportações Hedge USD 327 MM USD 256 MM 2. 60% Financiamentos 2. Créditos oriundos Vinculados à Exportações de exportações USD 150 MM USD 148 MM Total : US$ 406 MM Total : US$ 475 MM Overhedge : USD 69 MM 23
  24. 24. AgendaAbertura José Marcos Treiger Relações com InvestidoresResultados 1T04 Paul Altit Vice-presidente Finanças e RIConclusões José Carlos Grubisich Diretor Presidente 24
  25. 25. Braskem – Desempenho 1T04 Receita Bruta (R$ milhões) EBITDA (R$ milhões) -4% +18% 2.886 2. 758 529 450 Lucro Líquido (R$ milhões) 1T03 1T04 D = -R$ 121 1T03 1T04 131 Saldo de Caixa, Aplic. Fin. 10 Dívida Líq./Ebitda (UDM*) e TVM (R$ milhões) + 92% 2.079 -3% 1T03 1T04 3,52 1.085 3,42 Dez 2003 Mar 2004 Dez 2003 Mar 2004 25* UDM – últimos 12 meses.
  26. 26. Braskem – Sinergias Capturadas 94% da Meta já alcançada ! Sinergias* (R$ Milhões) Meta = 330 310 (2004) 285 260 240 208 Mar/03 Jun/03 Set/03 Dez/03 Mar/04 * Ganhos em bases recorrentes e anualizados 26
  27. 27. Ciclo Petroquímico : Taxas de Utilização nos EUA Dados da CMAI de 20 de abril de 2004 Principais Produtos 2003 2004* 2005* PP 92% 94% 96% PEAD 81% 86% 88% PEBD 89% 91% 93% PEBDL 81% 87% 90% PVC 87% 91% 94% * Projeções 27Fonte: Chemical Market Associates Inc. (“CMAI”)
  28. 28. Ciclo Petroquímico : Evolução de Preços Internacionais (Nafta vs PEBD) Evolução de Preços PEBD / Nafta Base 100 = 03 de janeiro 2003160 P EB D140 139120 N afta 118100 80 60 jan-03 abr-03 mai-03 jun-03 out-03 jul-03 jan-04 set-03 abr-04 fev-03 fev-04 ago-03 mar-03 nov-03 dez-03 mar-04 Nafta PEBD 28Fonte: Bloomberg, dados atualizados até 30/04/2004
  29. 29. Ciclo Petroquímico : Evolução de Preços Internacionais PVC 893$900 PEAD 840 PP$800 840$700$600$500 jan-03 fev-03 mar-03 abr-03 mai-03 jun-03 ago-03 set-03 out-03 nov-03 dez-03 jan-04 fev-04 abr-04 PEAD - US$ PP - US$ PVC - US$ 29Fonte: Bloomberg e CMAI, dados atualizados até 30/04/2004Preços em US$/ton
  30. 30. Ciclo Petroquímico : Evolução de Margens Rentabilidade da Indústria Petroquímica Norte-Americana Margem "cash cost" (US$) 450 400 350 9 ANOS 7 ANOS 10 ANOSÍndice, 1982 = 100 300 250 200 150 100 50 0 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005 2010 Realizado Projetado 30Fonte: Nexant – Chem Systems
  31. 31. Braskem - Oportunidades de Criação de Valor Líder em resinas termoplásticas na América Latina; Operações integradas permitindo captura de sinergias e custos competitivos; Negócios consolidados e margens superiores; Expansão das Capacidades de produção de PVC (+50 kton/ano) e PP (+100 kton/ano) em implementação; Programas nas áreas de Inovação e Tecnologia (PIB), Competitividade Empresarial e Suprimentos focados na criação de valor; “Tag along” de 100% para todos os acionistas; Potencial de crescimento de volumes e rentabilidade nos próximos anos. Petroquímica brasileira de classe mundial ! 31
  32. 32. Apresentação dos Resultadosdo Primeiro Trimestre de 2004 6 de Maio de 2004 José Carlos Grubisich Paul Altit José Marcos Treiger Visite nosso website: www.braskem.com.br

×