1
Petrobras, Ultrapar e Braskem fecham acordo e adquirem os negócios do Grupo Ipiranga                                      ...
DisclaimerDisclaimerEsta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatoshistóricos, ma...
Agenda1. Motivações2. Grupo Ipiranga3. Estrutura da Operação4. Benefícios
Motivações  Reorganização e consolidação de setores fundamentais da economia brasileira:     Setor de distribuição de comb...
Grupo IpirangaVisão Geral     Distribuição de Combustíveis       Rede de 4.240 postos em dezembro de 2006;       2° maior ...
Distribuição de Combustíveis               Entre as 10 marcas mais valiosas do Brasil1     Atuação em todo o Brasil¹ (exce...
PetroquímicoDestaque na petroquímica brasileira  Ipiranga Petroquímica:      5 plantas industriais totalizando a capacidad...
Estrutura Societária Grupo IpirangaPrincipais Empresas                     Refino de Petróleo                             ...
Descrição da Aquisição  Acordo de Investimento entre Petrobras, Ultrapar e Braskem;  Etapa 1 - Ultrapar adquire as ações d...
Na conclusão da operação os negócios terão os seguintes perfis  Petrobras:    Negócios de distribuição de combustíveis nas...
Etapa 1 - Aquisição de 100% das ações dos acionistas controladores                                                        ...
Etapa 2 - Ofertas Públicas de troca de controle (“tag along”): CBPI, DPPI e RIPI               Tag Along (R$ mm)          ...
Etapa 4 - Incorporação de ações de CBPI, DPPI e RIPI por Ultrapar  Ações preferenciais da CBPI, DPPI e RIPI serão trocadas...
Etapa 5 - Alienação e entrega dos ativos                                         Transferência da DistribuiçãoAtivos petro...
Valor Total da Transação  O valor total da operação foi de aproximadamente US$ 4 bilhões,  dividido em:    Petrobras: US$ ...
Estratégia – Petrobras  Na Petroquímica:     Expansão seletiva da atuação nos mercados petroquímicos brasileiro e do Cone ...
Benefícios – Ultrapar  Crescimento qualificado de suas operações;  Ampliação significativa na área de distribuição de comb...
Benefícios – Braskem  Consolidação da posição de maior petroquímica da América Latina, com 10 milhões de toneladas de  cap...
Compromisso com o crescimento.  O Brasil investindo no Brasil.                                   20
21
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação aquisição de operações do grupo ipiranga

999 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
999
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação aquisição de operações do grupo ipiranga

  1. 1. 1
  2. 2. Petrobras, Ultrapar e Braskem fecham acordo e adquirem os negócios do Grupo Ipiranga investidores19 de Março de 2007
  3. 3. DisclaimerDisclaimerEsta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatoshistóricos, mas refletem as metas e as expectativas das administrações da Petrobras, Ultrapar eBraskem. As palavras "antecipa", "acredita", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "estima","projeta", "objetiva" e similares são declarações prospectivas. Embora acreditemos que essasdeclarações prospectivas se baseiem em pressupostos razoáveis, essas declarações estão sujeitasa vários riscos e incertezas, e são feitas levando em conta as informações às quais a Petrobras,Ultrapar e Braskem atualmente têm acesso.Os dados contábeis estão atualizados até 31 de dezembro de 2006 e a Petrobras, Ultrapar eBraskem não se obrigam a atualizá-la mediante novas informações e/ou acontecimentos futuros.Petrobras, Ultrapar e Braskem não se responsabilizam por operações ou decisões de investimentotomadas com base nas informações contidas nesta apresentação. 3
  4. 4. Agenda1. Motivações2. Grupo Ipiranga3. Estrutura da Operação4. Benefícios
  5. 5. Motivações Reorganização e consolidação de setores fundamentais da economia brasileira: Setor de distribuição de combustíveis; Setor petroquímico. Para a Petrobras: Valorização da participação no setor petroquímico brasileiro. Maior garantia de colocação de refinados da Petrobras no mercado nacional; Ampliação da participação dos combustíveis renováveis no mercado brasileiro; Para a Ultrapar: Crescimento das operações – de líder em GLP, torna-se a segunda maior companhia de distribuição de combustíveis do Brasil – cerca de 15% de participação de mercado; Benefícios administrativos e operacionais em larga escala; Oportunidades de investimento com o potencial de crescimento do mercado de biocombustíveis. Para a Braskem: Nova etapa na consolidação da indústria petroquímica brasileira; Aumento do porte dos negócios; Aumento da competitividade através da integração da cadeia produtiva; Fortalecimento da liderança nas resinas termoplásticas: PE, PP e PVC. 5
  6. 6. Grupo IpirangaVisão Geral Distribuição de Combustíveis Rede de 4.240 postos em dezembro de 2006; 2° maior empresa do setor com cerca de 20% de participação de mercado. Petroquímico Capacidade de produção de 730 mil toneladas de resinas petroquímicas através da IPQ em 2006; Líder do mercado brasileiro de PEAD com aproximadamente 33% de participação de mercado; Compartilha com a Braskem o controle da Copesul. Refino de Petróleo Capacidade de refino de 17 mil barris/dia. Em 2006, a receita líquida consolidada do Grupo Ipiranga totalizou R$ 30 bilhões, EBITDA de R$ 1,0 bilhão e lucro líquido de R$ 534 milhões. 6 Fonte: ANP, CVM e Grupo Ipiranga
  7. 7. Distribuição de Combustíveis Entre as 10 marcas mais valiosas do Brasil1 Atuação em todo o Brasil¹ (exceto RR e AP): Grupo Ipiranga Evolução de EBITDA de Distribuição DPPI: 916 postos no RS e sul e oeste de SC; 433 417 415 CBPI: 3.324 postos pelos demais estados do país. 355 278Grupo Ipiranga: posicionamento de mercado (1S06)2: Grupo Ipiranga Evolução de participação de mercado3 CBPI 19.6% 19.3% Colocação Ipiranga 19% Líder 18.6% 2º colocada 3º colocada 17.4% 17.5% >= 4º colocada Não Atua DPPI 7 1 Pesquisa divulgada pelo Jornal Gazeta Mercantil em Março de 2006 2 Dados de agosto de 2006 - Apimec 3 Dados em novembro de 2006. Fonte: ANP (volume de GDH e GND)
  8. 8. PetroquímicoDestaque na petroquímica brasileira Ipiranga Petroquímica: 5 plantas industriais totalizando a capacidade de Evolução de EBITDA IPQ (R$ mm) produção de resinas de 730 kt/ano em 2006: 323 PE: 550 kt/ano; PP: 180 kt/ano. 222 204 184 16% de participação em PE, e liderança em PEAD; 136 Receita Líquida de R$ 2 bilhões; EBITDA de R$ 184 milhões em 2006. Copesul – controle compartilhado com a Evolução de EBITDA Copesul (R$ mm) Braskem: 1,091 1,067 1,147 Capacidade total 3,3 mm t/ano de petroquímicos básicos sendo 1,25 mm ton/ano de eteno; 509 499 Segunda maior central de matéria-prima na AL; Receita Líquida de R$ 6,4 bilhões; EBITDA de R$ 1.147 milhões em 2006. 8 Fonte: Copesul, IPQ e CVM
  9. 9. Estrutura Societária Grupo IpirangaPrincipais Empresas Refino de Petróleo Distribuição de combustíveis RIPI 15,3% ON DPPI Refinaria de Petróleo Ipiranga Distribuidora de Produtos de Petróleo Ipiranga 62,9% ON 58,5% ON 24,8% ON CBPI IQ 41,5% ON Companhia Brasileira de Petróleo Ipiranga Ipiranga Química 86,9% ON Petroquímico IPQ Ipiranga Petroquímica listada em bolsa de valores 29,5% ON não listada em bolsa de valores Copesul Companhia Petroquímica do Sul 9
  10. 10. Descrição da Aquisição Acordo de Investimento entre Petrobras, Ultrapar e Braskem; Etapa 1 - Ultrapar adquire as ações dos acionistas controladores; Etapa 2 - Ultrapar realiza ofertas públicas de compra de ações ordinárias (“tag along”): CBPI, DPPI e RIPI; Etapa 3 – Realização de oferta pública de fechamento de capital da Copesul (CPSL); Etapa 4 - Ultrapar realiza incorporação de ações preferenciais de CBPI, DPPI e RIPI; Etapa 5 - Ultrapar aliena parte dos ativos do Grupo Ipiranga para a Petrobras e Braskem; Estimativa de conclusão no 4T07. 10
  11. 11. Na conclusão da operação os negócios terão os seguintes perfis Petrobras: Negócios de distribuição de combustíveis nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, licenciada a utilizar a marca Ipiranga por até 5 anos; 40% dos ativos petroquímicos (IQ / IPQ / CPSL); 1/3 da refinaria (RIPI operacional). Ultrapar: Negócios de distribuição de combustíveis nas regiões Sul e Sudeste e a marca Ipiranga; 1/3 da refinaria (RIPI operacional). Braskem: 60% dos negócios petroquímicos (IQ / IPQ / CPSL); 1/3 da refinaria (RIPI operacional). 11
  12. 12. Etapa 1 - Aquisição de 100% das ações dos acionistas controladores 15,3% ON 3,8% PN DPPI - FamíliasRIPI - Famílias ON 69.2%ON 61.6% Refinaria 7,7% KT DPPI PN 13.5%PN 13.8% (34% ON / 66%PN) (33% ON / 67%PN) KT Total 32.1%KT Total 29.9% 58,5% ON 24,8% ON 62,9% ON 58,5% KT 4,7% PN 21,0% KT 11,4% KT CBPI - Famílias Ativos CBPI ON 3.6% Petroquímicos 41,5% ON (33% ON / 67%PN) PN 0.4% KT Total 1.5% (R$ mm) Acionistas Ação Preço por Ação Valor Total (R$ mm) CBPI ON TAG 58.10 74.85 PN 20.55 5.44 DPPI ON 140.09 713.54 ON TAG 112.07 215.15 PN 29.57 79.63 RIPI ON 132.85 763.12 ON TAG 106.28 43.28 PN 38.93 105.14 Total 2000.16 12
  13. 13. Etapa 2 - Ofertas Públicas de troca de controle (“tag along”): CBPI, DPPI e RIPI Tag Along (R$ mm) Acionistas Preço por Ação Valor Total (R$ mm) CBPI 58.10 178.38 DPPI 112.07 186.42 RIPI 106.28 406.95 Total 771.75Etapa 3 – Realização de oferta pública de fechamento de capital da Copesul (CPSL) OPA de Fechamento de Capital Copesul Acionistas Preço por Ação Valor Total (R$mm) CPSL 37.59 37,60 1437.00 13
  14. 14. Etapa 4 - Incorporação de ações de CBPI, DPPI e RIPI por Ultrapar Ações preferenciais da CBPI, DPPI e RIPI serão trocadas por ações preferenciais da Ultrapar, que emitirá novas ações. Preferencialistas de CBPI, DPPI e RIPI migram para a ação de uma empresa adepta das melhores práticas de governança corporativa (tag along a 100%, transparência e estrutura simplificada de gestão); Incorporação das Ações As relações de troca foram estabelecidas com Empresas Relação Troca /UGPA base no valor econômico, utilizando-se o CBPI 0,79850 DPPI 0,64048 método de fluxo de caixa descontado; RIPI 0,41846 ULTRAPAR ( Estrutura de Capital) A estrutura de capital de Ultrapar ficará da Ações (# mm) Antes Depois seguinte forma: ON PN 49,4 31,9 49,4 84,7 Total 81,3 134,1 A Ultrapar irá intensificar seu programa de % KT ON % KT PN 61% 39% 37% 63% compra de ações; O Deutsche Bank foi contratado para preparar o laudo de avaliação relacionado a incorporação de ações. 14
  15. 15. Etapa 5 - Alienação e entrega dos ativos Transferência da DistribuiçãoAtivos petroquímicos para Petrobras e das regiões Norte, Nordeste Braskem; e Centro-Oeste; Ultrapar Petro 100% 100% Petrobras Petrobras/Braskem 100% Distribuição 100% DPPI Distribuição Norte, Sul e Sudeste Nordeste e Centro-Oeste IQ IQ 86,9 % ON IPQ Petrobras/Ultrapar/Braskem 29,46% ON 100%Braskem Copesul Copesul Petrobras RIPI Operacional 15
  16. 16. Valor Total da Transação O valor total da operação foi de aproximadamente US$ 4 bilhões, dividido em: Petrobras: US$ 1.3 bilhão; Braskem: US$ 1.1 bilhão; Ultrapar: emissão de 52.8 milhões de ações. 16
  17. 17. Estratégia – Petrobras Na Petroquímica: Expansão seletiva da atuação nos mercados petroquímicos brasileiro e do Cone Sul; Participação efetiva no processo de consolidação e reestruturação do setor petroquímico do país; Ampliação e valorização dos ativos da Petrobras no Rio Grande do Sul; Investimento seletivo em projetos que agregam valor ao petróleo, ao gás natural e a correntes de refino. Na Distribuição: Liderar o mercado brasileiro de derivados de petróleo e biocombustíveis, com rentabilidade; Fortalecimento da posição de mercado de combustíveis nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste nos segmentos de revenda e de grandes consumidores - industrial, aviação, transportes e geração de energia, dentre outros - garantindo a comercialização dos refinados da PETROBRAS; Expansão seletiva da rede de postos de serviços, adicionando valor à imagem do sistema Petrobras; Geração de sinergias entre ativos – bases e terminais - ampliando valor de sua rede de postos – 6 200 postos revendedores ativos – localizadas em todo o território nacional além de sua carteira de 12.000 grandes consumidores.
  18. 18. Benefícios – Ultrapar Crescimento qualificado de suas operações; Ampliação significativa na área de distribuição de combustíveis: • Empresa de escala global; • Fortalecimento para futuras expansões; • Soma de eficiências, conhecimento em logística e em gestão de revendas. Ultrapar passa a ter duas grandes marcas na distribuição de derivados de petróleo; Aceleração dos investimentos na operação da Ipiranga: • Potencial de crescimento do consumo brasileiro; • Potencial de crescimento do mercado de biocombustíveis. Em bases pró-forma 2006: • Receita líquida aproximadamente de R$ 23,7 bilhões; • EBITDA de R$ 861 milhões; Preservação da qualidade da estrutura de capital; Melhoria significativa da liquidez das ações da companhia, com perspectiva de entrada no IBOVESPA. 18
  19. 19. Benefícios – Braskem Consolidação da posição de maior petroquímica da América Latina, com 10 milhões de toneladas de capacidade de produção, e posicionada entre as 10 maiores empresas petroquímicas mundiais, em EBITDA; Liderança em todas as resinas termoplásticas – PP,PE e PVC - com participação de mercado superior a 50%; Integração do Pólo do Sul com grande potencial de captura de sinergias e novos investimentos; Melhoria da qualidade e produtividade dos negócios por aumento do EBITDA e da margem EBITDA a partir da forte integração na cadeia produtivo; Preservação da qualidade da estrutura de capital; Em bases pró-forma 2006: • Receita bruta de US$ 10 bilhões; • Receita líquida de US$ 7,7 bilhões; • EBITDA 2006 US$ 1,4 bilhão; • Relação Dívida Líquida/EBITDA de 2,9 vezes. 19
  20. 20. Compromisso com o crescimento. O Brasil investindo no Brasil. 20
  21. 21. 21

×