SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
Estudo de Tendências
Pensar em um conceito, ou estudar uma tendência é como
entender os mecanismos que ligam o presente a todos os possíveis futuros.
tendências são sementes plantadas por diversos movimentos sociais,
culturais, artísticos e comportamentais, capazes de modificar
psicologiamente o life-statement de um determinado grupo ou de uma
massa social.
O mapeamento e conhecimento do
maior número de sementes de
tendência, permite que se desenvolva
um movimento cultural participativo,
seja ele para uma marca ou para um
grupo específico.
como ter certezas? ou melhor, como
                                                     ter “eficácia”?



mas, como o próprio nome diz, é uma tendência



algo que tende a alguma coisa.



não há como se ter certeza de que uma tendência se
transformará em um movimento cultural, ou
movimento de consumo...
a matéria prima fundamental, o objetivo de todos os estudos conceituais de tendência:
PESSOAS, e os diversos fragmentos que as compõem e as enquadram em grupos sociais.
dentro da enorme diversidade humana,
temos alguns tipos específicos de
pessoas, quando falamos em tendências:


the boom makers: são aqueles que
através de sua capacidade e
popularidade, seja ela negativa ou
positiva, criam os “booms”.


the manu: wiki:Manu (da raiz verbal homem em sânscrito) na
mitologia Hindu é o filho de Svayambhuva, pai e marido de Ila. Os Manus
não são homens, mas um coletivo. são os guias, que conduzem um
determinado povo.


São aqueles que guiam grupos de
pessoas para determinados movimentos
culturais ou sociais, são os
“influenciadores”.
the leafs: são os que aderem a uma
causa ou estilo e, consciente ou
inconscientemente, incitam movimentos
e verdadeiras “revoluções” culturais.
the followers: aderem a
                      vários movimentos.
                      Radicais até que se
                      convençam do contrário.
                      De certa forma, são
                      influenciadores através
                      de sua “intensidade”.

                      the seeds: o perfil mais
                      comum. são aqueles que
                      aderem aos movimentos.
 the catchers: são
                      Indivíduos que mesclam
 captadores em
                      sua identidade pessoal a
 potencial, mas não
                      um determinado
necessariamente
                      movimento social ou
aderem a
                      cultural.
movimentos.
antenados e
inteligentes.
é fundamental destacar a importância do conceito de ARQUÉTIPO para o nosso estudo.
filosofia: O termo é usado por filósofos neoplatônicos, como Plotino, para designar as ideias como modelos de todas as
coisas existentes, segundo a concepção de Platão.

psicologia analítica: forma imaterial à qual os fenômenos psíquicos tendem a se moldar.
C. G. Jung
...são as tendências estruturais invisíveis dos
símbolos. Os arquétipos criam imagens ou visões que
correspondem a alguns aspectos da situação
consciente. Jung deduz que as "imagens primordiais",
um outro nome para arquétipos, se originam de uma
constante repetição de uma mesma experiência,
durante muitas gerações. Funcionam como centros
autônomos que tendem a produzir, em cada geração, a
repetição e a elaboração dessas mesmas experiências.
Eles se encontram isolados uns dos outros, embora
possam se interpenetrar e se misturar.
estudar tendências, é estudar ARQUÉTIPOS em constante movimento...
Todos estamos intimamente ligados aos arquétipos, sejam os hereditários ou os constantemente criados pelo cotidiano.




O estudo de tendências busca identificar através da análise de arquétipos, quais os prováveis movimentos culturais e
sociais serão aceitos por grupos humanos, para que as pessoas comecem a aderir       e seguí-los!
Para a comunicação, a tendência é a diretriz de campanhas de sucesso.

Segui-las e analisá-las nos permite fugir da homogeneidade para criar ideias com potencial de propagação.
Nós estudamos tendências para criar ideias que se AUTO-PROPAGAM: os memes.
Quanto mais conhecemos o
comportamento do receptor da
mensagem, mais conhecemos suas
referências para a absorção das
tendências e maior é a possibilidade
de disseminação do meme.
O MEME é a origem e a semântica da      tendência.
Isso porque ele é a célula inicial de pensamento que influencia comportamentos e traz novos
 paradigmas para a relação cultural e comportamental do consumidor.
Meme Marketing
surge para designar uma
nova forma de se fazer
comunicação na qual
desejos são supridos e (ou)
trazidos à tona através de
experiências geradas por
campanhas ou ações que
têm toda a sua estrutura
fundamentada nas bases da
tendência.
O meme assimila a tendência, toma
   a forma que melhor lhe serve e
   é espalhado de forma natural,
   justamente por representar algo
   intrínseco a pessoa que entra
   em contato com ele.
Meme Marketing

           Estudo de Tendência + Concept + Criação = MEME




Teóricos + Correspondentes + Núcleo de Inteligência
Os memes são Capsulas.
Elas possuem análises de tendências
que dão combustível à criação de um
conceito de comunicação.
Nós acreditamos que o consumidor precisa ser
instigado.

Em meio a tanta informação, algo deve se sobressair.

Conhecendo seu comportamento e seus anseios,
podemos criar pensando prioritariamente nesta carência.
O meme marketing traz

NOVOS ARES para a comunicação e
   para o consumidor.
Ele prima pela criação de ideias diretamente relacionadas à experiência das pessoas.
Ele traz as marcas para o cotidiano e as torna acessíveis, horizontalizando as relações.
Ele não é um vírus adiquirido ao acaso,
  mas uma célula revolucionária de
  pensamento.
Concept                                                 Consumidores
             +                            MEMES                         +
          Criação                                                Correspondentes
                                                                        +
                                                                     Teóricos




Todas as nossas ideias vêm de insights do consumidor aliados às nossas referências e inputs.
E são corroboradas por correspondentes que pertencem ao target a ser atingido.
Estudando tendências, criamos memes. Criando memes, espalhamos tendências...
m/
Obrigado!
m/
Rock on!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Moda, Segmentação e Posicionamento - Rafael Körbes
Moda, Segmentação e Posicionamento - Rafael KörbesModa, Segmentação e Posicionamento - Rafael Körbes
Moda, Segmentação e Posicionamento - Rafael Körbesalinevonahnt
 
Teresina branding e marketing de moda
Teresina branding e marketing de modaTeresina branding e marketing de moda
Teresina branding e marketing de modaLurebordosa Leite
 
PS 01 IMAGEM ASSERTIVA
PS 01 IMAGEM ASSERTIVAPS 01 IMAGEM ASSERTIVA
PS 01 IMAGEM ASSERTIVAOdair Tuono
 

Mais procurados (7)

MERCADO DE MODA
MERCADO DE MODAMERCADO DE MODA
MERCADO DE MODA
 
MBA ESPM
MBA ESPMMBA ESPM
MBA ESPM
 
Moda, Segmentação e Posicionamento - Rafael Körbes
Moda, Segmentação e Posicionamento - Rafael KörbesModa, Segmentação e Posicionamento - Rafael Körbes
Moda, Segmentação e Posicionamento - Rafael Körbes
 
Jovens & o Cool
Jovens & o Cool  Jovens & o Cool
Jovens & o Cool
 
Teresina branding e marketing de moda
Teresina branding e marketing de modaTeresina branding e marketing de moda
Teresina branding e marketing de moda
 
PS 01 IMAGEM ASSERTIVA
PS 01 IMAGEM ASSERTIVAPS 01 IMAGEM ASSERTIVA
PS 01 IMAGEM ASSERTIVA
 
174711 coolhunting
174711 coolhunting174711 coolhunting
174711 coolhunting
 

Semelhante a Brain4ideas | Estudo de tendências

Estudos culturais e teorias jornalísticas
Estudos culturais e teorias jornalísticasEstudos culturais e teorias jornalísticas
Estudos culturais e teorias jornalísticasJosé Neto Pereira
 
Teoria das representações socias oficina
Teoria das representações socias   oficinaTeoria das representações socias   oficina
Teoria das representações socias oficinaCinthia Ferreira
 
A publicidade: Persuação e Manipulação
A publicidade: Persuação e ManipulaçãoA publicidade: Persuação e Manipulação
A publicidade: Persuação e Manipulaçãonanasimao
 
Comunicação dirigida escrita
Comunicação dirigida escritaComunicação dirigida escrita
Comunicação dirigida escritaDragodragons
 
Psicologia da comunicação - pascom
Psicologia da comunicação - pascomPsicologia da comunicação - pascom
Psicologia da comunicação - pascomEloy Bezerra
 
opinião pública
opinião públicaopinião pública
opinião públicakyzinha
 
Reflecon (Teoria e Técnica da Publicidade 1)
Reflecon (Teoria e Técnica da Publicidade 1)Reflecon (Teoria e Técnica da Publicidade 1)
Reflecon (Teoria e Técnica da Publicidade 1)Danone
 
MBInt Liderança e crescimento.pptx
MBInt Liderança e crescimento.pptxMBInt Liderança e crescimento.pptx
MBInt Liderança e crescimento.pptxssuserb65dc8
 
Comunicaoassertivaetcnicasdeprocuradeemprego
ComunicaoassertivaetcnicasdeprocuradeempregoComunicaoassertivaetcnicasdeprocuradeemprego
ComunicaoassertivaetcnicasdeprocuradeempregoDaniela Anjos
 
Caderno de Inovação | Cultura da inovação - Número 23
Caderno de Inovação | Cultura da inovação - Número 23Caderno de Inovação | Cultura da inovação - Número 23
Caderno de Inovação | Cultura da inovação - Número 23FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Marcas Legendárias
Marcas LegendáriasMarcas Legendárias
Marcas LegendáriasYona Hopkins
 
Tecnicas de redação publicitária i
Tecnicas de redação publicitária  iTecnicas de redação publicitária  i
Tecnicas de redação publicitária iKatia Manangão
 
Teoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisTeoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisJhonata Andrade
 
Teoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisTeoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisJhonata Andrade
 

Semelhante a Brain4ideas | Estudo de tendências (20)

branding e memes
branding e memesbranding e memes
branding e memes
 
Estudos culturais e teorias jornalísticas
Estudos culturais e teorias jornalísticasEstudos culturais e teorias jornalísticas
Estudos culturais e teorias jornalísticas
 
Teoria das representações socias oficina
Teoria das representações socias   oficinaTeoria das representações socias   oficina
Teoria das representações socias oficina
 
A publicidade: Persuação e Manipulação
A publicidade: Persuação e ManipulaçãoA publicidade: Persuação e Manipulação
A publicidade: Persuação e Manipulação
 
Comunicação dirigida escrita
Comunicação dirigida escritaComunicação dirigida escrita
Comunicação dirigida escrita
 
Psicologia da comunicação - pascom
Psicologia da comunicação - pascomPsicologia da comunicação - pascom
Psicologia da comunicação - pascom
 
opinião pública
opinião públicaopinião pública
opinião pública
 
Reflecon (Teoria e Técnica da Publicidade 1)
Reflecon (Teoria e Técnica da Publicidade 1)Reflecon (Teoria e Técnica da Publicidade 1)
Reflecon (Teoria e Técnica da Publicidade 1)
 
Cultura e Sociedade
Cultura e SociedadeCultura e Sociedade
Cultura e Sociedade
 
Cultura e sociedade
Cultura e sociedadeCultura e sociedade
Cultura e sociedade
 
MBInt Liderança e crescimento.pptx
MBInt Liderança e crescimento.pptxMBInt Liderança e crescimento.pptx
MBInt Liderança e crescimento.pptx
 
Comunicaoassertivaetcnicasdeprocuradeemprego
ComunicaoassertivaetcnicasdeprocuradeempregoComunicaoassertivaetcnicasdeprocuradeemprego
Comunicaoassertivaetcnicasdeprocuradeemprego
 
Caderno de Inovação | Cultura da inovação - Número 23
Caderno de Inovação | Cultura da inovação - Número 23Caderno de Inovação | Cultura da inovação - Número 23
Caderno de Inovação | Cultura da inovação - Número 23
 
Estereotipo
EstereotipoEstereotipo
Estereotipo
 
Autoconceito: o Eu
Autoconceito: o EuAutoconceito: o Eu
Autoconceito: o Eu
 
Marcas Legendárias
Marcas LegendáriasMarcas Legendárias
Marcas Legendárias
 
Tecnicas de redação publicitária i
Tecnicas de redação publicitária  iTecnicas de redação publicitária  i
Tecnicas de redação publicitária i
 
Teoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisTeoria das representações sociais
Teoria das representações sociais
 
Teoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisTeoria das representações sociais
Teoria das representações sociais
 
Motivação
MotivaçãoMotivação
Motivação
 

Último

ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 

Último (20)

ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 

Brain4ideas | Estudo de tendências

  • 2. Pensar em um conceito, ou estudar uma tendência é como entender os mecanismos que ligam o presente a todos os possíveis futuros.
  • 3. tendências são sementes plantadas por diversos movimentos sociais, culturais, artísticos e comportamentais, capazes de modificar psicologiamente o life-statement de um determinado grupo ou de uma massa social.
  • 4. O mapeamento e conhecimento do maior número de sementes de tendência, permite que se desenvolva um movimento cultural participativo, seja ele para uma marca ou para um grupo específico.
  • 5. como ter certezas? ou melhor, como ter “eficácia”? mas, como o próprio nome diz, é uma tendência algo que tende a alguma coisa. não há como se ter certeza de que uma tendência se transformará em um movimento cultural, ou movimento de consumo...
  • 6. a matéria prima fundamental, o objetivo de todos os estudos conceituais de tendência:
  • 7. PESSOAS, e os diversos fragmentos que as compõem e as enquadram em grupos sociais.
  • 8. dentro da enorme diversidade humana, temos alguns tipos específicos de pessoas, quando falamos em tendências: the boom makers: são aqueles que através de sua capacidade e popularidade, seja ela negativa ou positiva, criam os “booms”. the manu: wiki:Manu (da raiz verbal homem em sânscrito) na mitologia Hindu é o filho de Svayambhuva, pai e marido de Ila. Os Manus não são homens, mas um coletivo. são os guias, que conduzem um determinado povo. São aqueles que guiam grupos de pessoas para determinados movimentos culturais ou sociais, são os “influenciadores”. the leafs: são os que aderem a uma causa ou estilo e, consciente ou inconscientemente, incitam movimentos e verdadeiras “revoluções” culturais.
  • 9. the followers: aderem a vários movimentos. Radicais até que se convençam do contrário. De certa forma, são influenciadores através de sua “intensidade”. the seeds: o perfil mais comum. são aqueles que aderem aos movimentos. the catchers: são Indivíduos que mesclam captadores em sua identidade pessoal a potencial, mas não um determinado necessariamente movimento social ou aderem a cultural. movimentos. antenados e inteligentes.
  • 10. é fundamental destacar a importância do conceito de ARQUÉTIPO para o nosso estudo.
  • 11. filosofia: O termo é usado por filósofos neoplatônicos, como Plotino, para designar as ideias como modelos de todas as coisas existentes, segundo a concepção de Platão. psicologia analítica: forma imaterial à qual os fenômenos psíquicos tendem a se moldar.
  • 12. C. G. Jung ...são as tendências estruturais invisíveis dos símbolos. Os arquétipos criam imagens ou visões que correspondem a alguns aspectos da situação consciente. Jung deduz que as "imagens primordiais", um outro nome para arquétipos, se originam de uma constante repetição de uma mesma experiência, durante muitas gerações. Funcionam como centros autônomos que tendem a produzir, em cada geração, a repetição e a elaboração dessas mesmas experiências. Eles se encontram isolados uns dos outros, embora possam se interpenetrar e se misturar.
  • 13. estudar tendências, é estudar ARQUÉTIPOS em constante movimento...
  • 14. Todos estamos intimamente ligados aos arquétipos, sejam os hereditários ou os constantemente criados pelo cotidiano. O estudo de tendências busca identificar através da análise de arquétipos, quais os prováveis movimentos culturais e sociais serão aceitos por grupos humanos, para que as pessoas comecem a aderir e seguí-los!
  • 15. Para a comunicação, a tendência é a diretriz de campanhas de sucesso. Segui-las e analisá-las nos permite fugir da homogeneidade para criar ideias com potencial de propagação.
  • 16. Nós estudamos tendências para criar ideias que se AUTO-PROPAGAM: os memes.
  • 17.
  • 18. Quanto mais conhecemos o comportamento do receptor da mensagem, mais conhecemos suas referências para a absorção das tendências e maior é a possibilidade de disseminação do meme.
  • 19. O MEME é a origem e a semântica da tendência. Isso porque ele é a célula inicial de pensamento que influencia comportamentos e traz novos paradigmas para a relação cultural e comportamental do consumidor.
  • 20. Meme Marketing surge para designar uma nova forma de se fazer comunicação na qual desejos são supridos e (ou) trazidos à tona através de experiências geradas por campanhas ou ações que têm toda a sua estrutura fundamentada nas bases da tendência.
  • 21. O meme assimila a tendência, toma a forma que melhor lhe serve e é espalhado de forma natural, justamente por representar algo intrínseco a pessoa que entra em contato com ele.
  • 22. Meme Marketing Estudo de Tendência + Concept + Criação = MEME Teóricos + Correspondentes + Núcleo de Inteligência
  • 23. Os memes são Capsulas. Elas possuem análises de tendências que dão combustível à criação de um conceito de comunicação.
  • 24. Nós acreditamos que o consumidor precisa ser instigado. Em meio a tanta informação, algo deve se sobressair. Conhecendo seu comportamento e seus anseios, podemos criar pensando prioritariamente nesta carência.
  • 25. O meme marketing traz NOVOS ARES para a comunicação e para o consumidor.
  • 26. Ele prima pela criação de ideias diretamente relacionadas à experiência das pessoas.
  • 27. Ele traz as marcas para o cotidiano e as torna acessíveis, horizontalizando as relações.
  • 28. Ele não é um vírus adiquirido ao acaso, mas uma célula revolucionária de pensamento.
  • 29. Concept Consumidores + MEMES + Criação Correspondentes + Teóricos Todas as nossas ideias vêm de insights do consumidor aliados às nossas referências e inputs. E são corroboradas por correspondentes que pertencem ao target a ser atingido.
  • 30. Estudando tendências, criamos memes. Criando memes, espalhamos tendências...