SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Baixar para ler offline
Reunião do Fórum de Debates sobre
Políticas de Emprego, Trabalho e Renda e
de Previdência Social
Brasília, 17 de Fevereiro de 2016
1
A taxa de fecundidade caiu 57,7% entre 1980 e 2015, passando de 4,1 para 1,7
filhos nascidos vivos por mulher.
2
Fonte: IBGE/ Projeção da População de 2004 e 2013
Projeção para 2034: 1,5 filhos nascidos vivos por mulher
Nos últimos 35 anos, a esperança de vida ao nascer aumentou 12,8 anos. O
aumento da longevidade da população demanda ações específicas para a
sustentabilidade da seguridade social.
3
Fonte: IBGE/ Projeção da População de 2004 e 2013
Projeção para 2042: 80,07 anos de esperança de vida ao nascer.
Pirâmides Etárias: 1990 / 2010 / 2030 / 2060
12000 10000 8000 6000 4000 2000 0 2000 4000 6000 8000 10000
0-4
5-9
10-14
15-19
20-24
25-29
30-34
35-39
40-44
45-49
50-54
55-59
60-64
65-69
70-74
75-79
>80
Milhares
Homens Mulheres1990
10000 8000 6000 4000 2000 0 2000 4000 6000 8000 10000
0-4
5-9
10-14
15-19
20-24
25-29
30-34
35-39
40-44
45-49
50-54
55-59
60-64
65-69
70-74
75-79
>80
Milhares
Homens Mulheres2010
Fonte: IBGE. Elaboração: SPPS/MTPS.
10000 8000 6000 4000 2000 0 2000 4000 6000 8000 10000
0-4
5-9
10-14
15-19
20-24
25-29
30-34
35-39
40-44
45-49
50-54
55-59
60-64
65-69
70-74
75-79
> 80
Milhares
Homens Mulheres
2030
10000 8000 6000 4000 2000 0 2000 4000 6000 8000 10000
0-4
5-9
10-14
15-19
20-24
25-29
30-34
35-39
40-44
45-49
50-54
55-59
60-64
65-69
70-74
75-79
> 80
Milhares
Homens Mulheres
2050
O percentual da população ocupada entre 16 e 59 anos protegida
pela Previdência tem crescido desde 2002
Na população acima de 60 anos, a proteção da Previdência é ainda maior: 81,7%.
Fonte: PNAD/IBGE – Vários anos.
Elaboração: SPPS/MPS.
* Pessoas com idade entre 16 e 59 anos, independentemente de critério de renda,
** Na PNAD, fonte dos dados apresentados, embora haja referência ao recebimento de “aposentadoria” e/ou “pensão”, aqueles que recebem benefício assistencial de prestação continuada
podem, por desconhecimento, declarar receber aposentadoria e/ou pensão previdenciárias. Devido aos requisitos de elegibilidade para as prestações assistenciais, essa limitação da PNAD tende
a afetar quase que exclusivamente o indicador de cobertura da população idosa .
Evolução da Cobertura Previdenciária entre as Pessoas com Idade entre 16 e 59 anos, segundo Gênero
Espécie
Quantidade
(em milhares)
% sobre o total
Valor em dez/15
(R$ milhões)
% sobre o total
Aposentadoria
por Idade
9.794 34,5 8.732 26,5
Aposentadoria
por Tempo de
Contribuição
5.455 19,2 9.921 30,1
Aposentadoria
por Invalidez
3.405 12,0 3.803 11,6
Pensão por
Morte
7.541 26,6 8.080 24,6
Auxílio-Doença 1.632 5,8 2.002 6,1
Auxílio-Acidente 381 1,3 281 0,9
Outros 153 0,5 92 0,3
Total 28.361 100,0 32.911 100,0
Fonte: MTPS
Benefícios Emitidos do RGPS – Janeiro de 2016
6
O resultado negativo do RGPS apresenta tendência de elevação. Em 2015,
o resultado foi adicionalmente impactado pela queda de receitas.
Resultado do RGPS - (R$ bilhões)
Fonte: MTPS
Obs: Inclui benefícios do RGPS (previdenciários e acidentários) e não inclui benefícios assistenciais (LOAS e RMV).
O resultado da previdência urbana foi positivo nos últimos seis anos, fruto
do aumento do emprego e da redução da informalidade. Em 2015, houve
uma diminuição do superávit devido ao impacto da queda das receitas.
8
Fonte: MTPS
Obs: Inclui benefícios do RGPS (previdenciários e acidentários) e não inclui benefícios assistenciais (LOAS e RMV).
Resultado do RGPS, urbano (R$ bilhões)
9
O resultado da previdência rural responde pela maior parte da
necessidade de financiamento do RGPS.
Fonte: MTPS
Obs: Inclui benefícios do RGPS (previdenciários e acidentários) e não inclui benefícios assistenciais (LOAS e RMV).
Resultado do RGPS, rural (R$ bilhões)
Valor da contribuição rural representou 2% da receita total do RGPS em 2015, apesar do
aumento da produção agrícola.
Receita anual da previdência urbana e rural,
contribuição
(em R$ bilhões)
10Fonte: MTPS
71,0 86,6 102,5 118,7 133,3 148,7 159,7 175,8 198,8 220,0
245,5
276,6
305,5
338,0
17,0
19,6
20,2
23,2
28,0
31,4
39,9
49,0
56,1
61,4
71,1
80,4
88,7
98,0
88,0
106,1
122,7
141,9
161,3
180,2
199,6
224,9
254,9
281,4
316,6
357,0
394,2
436,1
0,0
50,0
100,0
150,0
200,0
250,0
300,0
350,0
400,0
450,0
500,0
2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015
Rural
Urbana
O benefício da aposentadoria rural representou 22,5% da despesa total no RGPS em 2015.
Despesa anual com benefícios da previdência urbana e rural
(em R$ bilhões)
11Fonte: MTPS
Fonte: MTPS (valores nominais).
Evolução da Receita, Despesa e NFPS – Projeção até 2019
0
100.000
200.000
300.000
400.000
500.000
600.000
700.000
2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019
Evolução da Receita, Despesa e NFPS - 2003 a 2019 - Valores em R$ milhões
Receita Despesa NFPS
Grade de Parâmetros: 11 de novembro de 2015
Fluxo de caixa do FRGPS: dezembro de 2015
Realizado Projetado
No RGPS, a idade média na aposentadoria é de 58,0 anos. Na
aposentadoria por tempo de contribuição é de 54,7 anos, 3,3 anos
menor do que a média.
Idade média na concessão em 2015
Quantidade
Concedida
Total Homem Mulher Total
RegimeGeral-AposentadoriasRGPS 1.064.143 59,3 56,9 58,0
Idade 590.595 63,1 59,1 60,8
Tempodecontribuição 300.603 55,7 53,0 54,7
Invalidez 164.076 52,0 52,6 52,2
InvalidezporAcidentedoTrabalho 8.869 49,9 50,6 50,1
Fonte:Sinteseweb
IdadeMédia
A idade média de aposentadoria no Brasil está no piso da experiência
internacional.
14
Idade média de aposentadoria nos países da OCDE e no Brasil
Fonte: OCDE (2012 – Luxemburgo: 57,6) e MTPS (Brasil, 2015)
15
Diferença entre homens e mulheres - Idade mínima de aposentadoria
nos países da OCDE e no Brasil
Fonte: OCDE (dados 2012) e MTPS
Homens Mulheres Diferença
Canadá 65,0 65,0 -
Dinamarca 65,0 65,0 -
Finlândia 65,0 65,0 -
França 65,0 65,0 -
Alemanha 65,1 65,1 -
Japão 65,0 65,0 -
Coreia 60,0 60,0 -
México 65,0 65,0 -
Holanda 65,0 65,0 -
Nova Zelândia 65,0 65,0 -
Noruega 67,0 67,0 -
Portugal 65,0 65,0 -
Espanha 65,0 65,0 -
Suécia 65,0 65,0 -
Estados Unidos 66,0 66,0 -
Autrália 65,0 64,5 0,5
Suíça 65,0 64,0 1,0
República Checa 62,5 61,3 1,2
Grécia 65,0 63,5 1,5
Reino Unido 65,0 61,2 3,8
Itália 66,0 62,0 4,0
Chile 65,0 60,0 5,0
Brasil 65,0 60,0 5,0
Aposentadoria por Idade (Art. 40 § 1º, inciso III, “b” da CF)
Homens Mulheres
Idade Mínima 65 60
Tempo no serviço público 10 10
Tempo no cargo 5 5
Aposentadoria por Tempo de Contribuição (Art. 40, inciso III, “a” da CF)
Homens Mulheres
Idade Mínima 60 55
Tempo de contribuição 35 30
Tempo no serviço público 10 10
Tempo no cargo 5 5
16
Regimes Próprios (servidores)- Principais Regras de Acesso
Observações
1 - Essas são as regras permanentes aplicáveis àqueles que ingressaram no serviço público a partir de 2004.
Os servidores que ingressaram anteriormente podem ter acesso a regras de transição.
2 - Existem regras de aposentadoria diferenciadas e mais vantajosas para professores do ensino fundamental
e médio, policiais civis, policiais militares e militares das Forças Armadas, dentre outros.
17
Entes Superávit/Déficit
Municípios 6,7
Estados/DF -60,9
União -40,0
Total -94,2
Regimes Próprios - Resultado Financeiro - 2015
(R$ bilhões)
Observações:
1 - Municípios e Estados/Distrito Federal - Fonte: MTPS (DIPR) e STN (RREO) - projeção para final de 2015.
2 - União - Fonte: STN (RREO) - posição em dezembro de 2015 - apenas servidores civis.
3 - Resultado financeiro do regime de previdência dos militares das Forças Armadas - déficit adicional de R$ 32,5 bilhões.
Despesa de Pensões sobre PIB e Razão de Dependência dos Idoso
Países Selecionados – 2009 / 2010
0,0
0,5
1,0
1,5
2,0
2,5
3,0
3,5
0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0
Razão de Dependência dos Idosos
BRASIL
BÓSNIA E HERZEGOVINA
ITÁLIA
CHILE
MÉXICO
JAPÃO
REINO UNIDO
TADJIQUISTÃO
Fonte: Banco Mundial
Fonte: Receita Federal do Brasil
Arrecadação Renúncia Arrecadação Renúncia
Simples 33.172 22.430 36.157 20.627
MEI 975 1.346 1.083 1.046
Rural 6.974 5.332 7.211 6.566
CPRB (conforme PLOA) 171.651 25.407 177.481 15.674
Dona de Casa ND  250  ND 237
Entidades Filantrópicas 3.367 10.707 3.481 11.011
Demais 137.921 140.672
354.060 65.472 366.085 55.161
 Previsão de Renúncias
Previdenciárias
2015 2016
Valores em R$ milhões % sobre o PIB Valores em R$ milhões % sobre o PIB
Necessidade de Financiamento do
RGPS (com renúncias)
85.818 + CPRB 1,9 131.017 + CPRB 2,3
Necessidade de Financiamento do
RGPS (sem renúncias)
45.753 0,8 91.530 1,4
Renúncias e Necessidade de Financiamento da Previdência Social em
2015/2016
R$ Milhões
Fonte: MTPS
20
Temas para debates
1. Demografia e Idade média das aposentadorias
2. Financiamento da Previdência Social: receitas,
renúncias e recuperação de créditos
3. Diferença de regras entre homens e mulheres
4. Pensões por morte
5. Previdência rural: financiamento e regras de acesso
6. Regimes Próprios de Previdência
7. Convergência dos sistemas previdenciários

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação - O desafio do ajuste fiscal estrutural (12/08/2016)
Apresentação - O desafio do ajuste fiscal estrutural (12/08/2016)Apresentação - O desafio do ajuste fiscal estrutural (12/08/2016)
Apresentação - O desafio do ajuste fiscal estrutural (12/08/2016)Ministério da Economia
 
Apresentação - Novo Fies - Juro zero para quem mais precisa (06/07/2017)
Apresentação - Novo Fies - Juro zero para quem mais precisa (06/07/2017)Apresentação - Novo Fies - Juro zero para quem mais precisa (06/07/2017)
Apresentação - Novo Fies - Juro zero para quem mais precisa (06/07/2017)Ministério da Economia
 
Apresentação - Resultado do Regime Geral de Previdência Social - RGPS 2016
Apresentação - Resultado do Regime Geral de Previdência Social - RGPS 2016 Apresentação - Resultado do Regime Geral de Previdência Social - RGPS 2016
Apresentação - Resultado do Regime Geral de Previdência Social - RGPS 2016 Ministério da Economia
 
Apresentação – O desafio do ajuste fiscal (16/08/2016)
Apresentação – O desafio do ajuste fiscal (16/08/2016)Apresentação – O desafio do ajuste fiscal (16/08/2016)
Apresentação – O desafio do ajuste fiscal (16/08/2016)Ministério da Economia
 
Apresentação – Reforma da Previdência (08/03/2017)
Apresentação – Reforma da Previdência (08/03/2017)Apresentação – Reforma da Previdência (08/03/2017)
Apresentação – Reforma da Previdência (08/03/2017)Ministério da Economia
 
Apresentação – Os 7 mitos sobre a PEC do Teto (08/11/2016)
Apresentação – Os 7 mitos sobre a PEC do Teto (08/11/2016)Apresentação – Os 7 mitos sobre a PEC do Teto (08/11/2016)
Apresentação – Os 7 mitos sobre a PEC do Teto (08/11/2016)Ministério da Economia
 
Apresentação – Retomada do crescimento e reformas estruturais (23/08/2017)
Apresentação – Retomada do crescimento e reformas estruturais (23/08/2017)Apresentação – Retomada do crescimento e reformas estruturais (23/08/2017)
Apresentação – Retomada do crescimento e reformas estruturais (23/08/2017)Ministério da Economia
 
Estudo Conjuntura do Dieese
Estudo Conjuntura do DieeseEstudo Conjuntura do Dieese
Estudo Conjuntura do DieeseNathan Camelo
 
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)Ministério da Economia
 
Proposta de Reforma Fiscal e Estabilização da Renda e Emprego
Proposta de Reforma Fiscal e Estabilização da Renda e EmpregoProposta de Reforma Fiscal e Estabilização da Renda e Emprego
Proposta de Reforma Fiscal e Estabilização da Renda e EmpregoMinistério da Economia
 
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)Ministério da Economia
 
Apresentação – Retomada do crescimento econômico
Apresentação – Retomada do crescimento econômicoApresentação – Retomada do crescimento econômico
Apresentação – Retomada do crescimento econômicoMinistério da Economia
 
Apresentação do Ministro da Fazenda no Fórum de Debates sobre Políticas de Tr...
Apresentação do Ministro da Fazenda no Fórum de Debates sobre Políticas de Tr...Apresentação do Ministro da Fazenda no Fórum de Debates sobre Políticas de Tr...
Apresentação do Ministro da Fazenda no Fórum de Debates sobre Políticas de Tr...Ministério da Economia
 
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado com ...
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado com ...Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado com ...
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado com ...Ministério da Economia
 
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado (08/...
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado (08/...Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado (08/...
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado (08/...Ministério da Economia
 

Mais procurados (20)

Apresentação - O desafio do ajuste fiscal estrutural (12/08/2016)
Apresentação - O desafio do ajuste fiscal estrutural (12/08/2016)Apresentação - O desafio do ajuste fiscal estrutural (12/08/2016)
Apresentação - O desafio do ajuste fiscal estrutural (12/08/2016)
 
Apresentação - Novo Fies - Juro zero para quem mais precisa (06/07/2017)
Apresentação - Novo Fies - Juro zero para quem mais precisa (06/07/2017)Apresentação - Novo Fies - Juro zero para quem mais precisa (06/07/2017)
Apresentação - Novo Fies - Juro zero para quem mais precisa (06/07/2017)
 
Apresentação - Resultado do Regime Geral de Previdência Social - RGPS 2016
Apresentação - Resultado do Regime Geral de Previdência Social - RGPS 2016 Apresentação - Resultado do Regime Geral de Previdência Social - RGPS 2016
Apresentação - Resultado do Regime Geral de Previdência Social - RGPS 2016
 
Apresentação – O desafio do ajuste fiscal (16/08/2016)
Apresentação – O desafio do ajuste fiscal (16/08/2016)Apresentação – O desafio do ajuste fiscal (16/08/2016)
Apresentação – O desafio do ajuste fiscal (16/08/2016)
 
Reforma da Previdência, por Narlon Nogueira
Reforma da Previdência, por Narlon NogueiraReforma da Previdência, por Narlon Nogueira
Reforma da Previdência, por Narlon Nogueira
 
Apresentação – Reforma da Previdência (08/03/2017)
Apresentação – Reforma da Previdência (08/03/2017)Apresentação – Reforma da Previdência (08/03/2017)
Apresentação – Reforma da Previdência (08/03/2017)
 
Apresentação – Os 7 mitos sobre a PEC do Teto (08/11/2016)
Apresentação – Os 7 mitos sobre a PEC do Teto (08/11/2016)Apresentação – Os 7 mitos sobre a PEC do Teto (08/11/2016)
Apresentação – Os 7 mitos sobre a PEC do Teto (08/11/2016)
 
Novo Regime Fiscal: um balanço
Novo Regime Fiscal: um balançoNovo Regime Fiscal: um balanço
Novo Regime Fiscal: um balanço
 
EC n. 95: Impactos e viabilidade
EC n. 95: Impactos e viabilidade EC n. 95: Impactos e viabilidade
EC n. 95: Impactos e viabilidade
 
Apresentação – Retomada do crescimento e reformas estruturais (23/08/2017)
Apresentação – Retomada do crescimento e reformas estruturais (23/08/2017)Apresentação – Retomada do crescimento e reformas estruturais (23/08/2017)
Apresentação – Retomada do crescimento e reformas estruturais (23/08/2017)
 
Estudo Conjuntura do Dieese
Estudo Conjuntura do DieeseEstudo Conjuntura do Dieese
Estudo Conjuntura do Dieese
 
Proposta de Reforma do Modelo Brasileiro de Tributação de Bens e Serviços
Proposta de Reforma do Modelo Brasileiro de Tributação de Bens e ServiçosProposta de Reforma do Modelo Brasileiro de Tributação de Bens e Serviços
Proposta de Reforma do Modelo Brasileiro de Tributação de Bens e Serviços
 
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)
 
Fórum de debate PEC 241- Geraldo Biasoto Jr
Fórum de debate PEC 241- Geraldo Biasoto JrFórum de debate PEC 241- Geraldo Biasoto Jr
Fórum de debate PEC 241- Geraldo Biasoto Jr
 
Proposta de Reforma Fiscal e Estabilização da Renda e Emprego
Proposta de Reforma Fiscal e Estabilização da Renda e EmpregoProposta de Reforma Fiscal e Estabilização da Renda e Emprego
Proposta de Reforma Fiscal e Estabilização da Renda e Emprego
 
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)
Apresentação - Projeto de Lei Orçamentária Anual 2017 (31/08/2016)
 
Apresentação – Retomada do crescimento econômico
Apresentação – Retomada do crescimento econômicoApresentação – Retomada do crescimento econômico
Apresentação – Retomada do crescimento econômico
 
Apresentação do Ministro da Fazenda no Fórum de Debates sobre Políticas de Tr...
Apresentação do Ministro da Fazenda no Fórum de Debates sobre Políticas de Tr...Apresentação do Ministro da Fazenda no Fórum de Debates sobre Políticas de Tr...
Apresentação do Ministro da Fazenda no Fórum de Debates sobre Políticas de Tr...
 
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado com ...
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado com ...Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado com ...
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado com ...
 
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado (08/...
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado (08/...Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado (08/...
Apresentação – Ajuste fiscal: pré-condição para o crescimento sustentado (08/...
 

Destaque

A dupla jornada e a diferença da idade para a aposentadoria de homens e mulhe...
A dupla jornada e a diferença da idade para a aposentadoria de homens e mulhe...A dupla jornada e a diferença da idade para a aposentadoria de homens e mulhe...
A dupla jornada e a diferença da idade para a aposentadoria de homens e mulhe...Fundação de Economia e Estatística
 
Propostas de Ajuste ao Orçamento de 2016
Propostas de Ajuste ao Orçamento de 2016Propostas de Ajuste ao Orçamento de 2016
Propostas de Ajuste ao Orçamento de 2016Palácio do Planalto
 
Investimentos do PAC e PIL na Bahia - Encontro Empresarial
Investimentos do PAC e PIL na Bahia - Encontro EmpresarialInvestimentos do PAC e PIL na Bahia - Encontro Empresarial
Investimentos do PAC e PIL na Bahia - Encontro EmpresarialPalácio do Planalto
 
Manifesto das Defensoras e Defensores Públicos Brasileiros em Defesa do Estad...
Manifesto das Defensoras e Defensores Públicos Brasileiros em Defesa do Estad...Manifesto das Defensoras e Defensores Públicos Brasileiros em Defesa do Estad...
Manifesto das Defensoras e Defensores Públicos Brasileiros em Defesa do Estad...Palácio do Planalto
 
Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à Microcefalia
Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à MicrocefaliaPlano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à Microcefalia
Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à MicrocefaliaPalácio do Planalto
 
Plano Plurianual 2016‐19 e o Projeto de Lei Orçamentária 2016
Plano Plurianual 2016‐19 e o Projeto de Lei Orçamentária 2016Plano Plurianual 2016‐19 e o Projeto de Lei Orçamentária 2016
Plano Plurianual 2016‐19 e o Projeto de Lei Orçamentária 2016Palácio do Planalto
 
Dilma faz resumo da preparação do país para Copa
Dilma faz resumo da preparação do país para CopaDilma faz resumo da preparação do país para Copa
Dilma faz resumo da preparação do país para CopaPalácio do Planalto
 
Veja o passo a passo da aprovação dos royalties para educação e saúde
Veja o passo a passo da aprovação dos royalties para educação e saúdeVeja o passo a passo da aprovação dos royalties para educação e saúde
Veja o passo a passo da aprovação dos royalties para educação e saúdePalácio do Planalto
 
Veja os detalhes da Arena Amazônia
Veja os detalhes da Arena AmazôniaVeja os detalhes da Arena Amazônia
Veja os detalhes da Arena AmazôniaPalácio do Planalto
 
Medidas Adicionais de Redução do Gasto da União
Medidas Adicionais de Redução do Gasto da UniãoMedidas Adicionais de Redução do Gasto da União
Medidas Adicionais de Redução do Gasto da UniãoPalácio do Planalto
 
Defesa da presidenta Dilma Rousseff apresentada por José Eduardo Cardozo na C...
Defesa da presidenta Dilma Rousseff apresentada por José Eduardo Cardozo na C...Defesa da presidenta Dilma Rousseff apresentada por José Eduardo Cardozo na C...
Defesa da presidenta Dilma Rousseff apresentada por José Eduardo Cardozo na C...Palácio do Planalto
 
Proposta de Política Nacional de Educação em Tempo Integral
Proposta de Política Nacional de Educação em Tempo IntegralProposta de Política Nacional de Educação em Tempo Integral
Proposta de Política Nacional de Educação em Tempo IntegralPalácio do Planalto
 
Projeto de Integração do Rio São Francisco
Projeto de Integração do Rio São Francisco Projeto de Integração do Rio São Francisco
Projeto de Integração do Rio São Francisco Palácio do Planalto
 
Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/17
Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/17Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/17
Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/17Palácio do Planalto
 

Destaque (20)

A dupla jornada e a diferença da idade para a aposentadoria de homens e mulhe...
A dupla jornada e a diferença da idade para a aposentadoria de homens e mulhe...A dupla jornada e a diferença da idade para a aposentadoria de homens e mulhe...
A dupla jornada e a diferença da idade para a aposentadoria de homens e mulhe...
 
MP 676 - Regra 85/95 Progressiva
MP 676 - Regra 85/95 ProgressivaMP 676 - Regra 85/95 Progressiva
MP 676 - Regra 85/95 Progressiva
 
Meta Fiscal
Meta FiscalMeta Fiscal
Meta Fiscal
 
PNAD 2014
PNAD 2014PNAD 2014
PNAD 2014
 
Propostas de Ajuste ao Orçamento de 2016
Propostas de Ajuste ao Orçamento de 2016Propostas de Ajuste ao Orçamento de 2016
Propostas de Ajuste ao Orçamento de 2016
 
Investimentos do PAC e PIL na Bahia - Encontro Empresarial
Investimentos do PAC e PIL na Bahia - Encontro EmpresarialInvestimentos do PAC e PIL na Bahia - Encontro Empresarial
Investimentos do PAC e PIL na Bahia - Encontro Empresarial
 
Manifesto das Defensoras e Defensores Públicos Brasileiros em Defesa do Estad...
Manifesto das Defensoras e Defensores Públicos Brasileiros em Defesa do Estad...Manifesto das Defensoras e Defensores Públicos Brasileiros em Defesa do Estad...
Manifesto das Defensoras e Defensores Públicos Brasileiros em Defesa do Estad...
 
Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à Microcefalia
Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à MicrocefaliaPlano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à Microcefalia
Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à Microcefalia
 
Plano Plurianual 2016‐19 e o Projeto de Lei Orçamentária 2016
Plano Plurianual 2016‐19 e o Projeto de Lei Orçamentária 2016Plano Plurianual 2016‐19 e o Projeto de Lei Orçamentária 2016
Plano Plurianual 2016‐19 e o Projeto de Lei Orçamentária 2016
 
Hora do Enem
Hora do EnemHora do Enem
Hora do Enem
 
Dilma faz resumo da preparação do país para Copa
Dilma faz resumo da preparação do país para CopaDilma faz resumo da preparação do país para Copa
Dilma faz resumo da preparação do país para Copa
 
Veja o passo a passo da aprovação dos royalties para educação e saúde
Veja o passo a passo da aprovação dos royalties para educação e saúdeVeja o passo a passo da aprovação dos royalties para educação e saúde
Veja o passo a passo da aprovação dos royalties para educação e saúde
 
Veja os detalhes da Arena Amazônia
Veja os detalhes da Arena AmazôniaVeja os detalhes da Arena Amazônia
Veja os detalhes da Arena Amazônia
 
30 dias de governo Temer
30 dias de governo Temer30 dias de governo Temer
30 dias de governo Temer
 
Medidas Adicionais de Redução do Gasto da União
Medidas Adicionais de Redução do Gasto da UniãoMedidas Adicionais de Redução do Gasto da União
Medidas Adicionais de Redução do Gasto da União
 
Apresentação - Mais Médicos
Apresentação - Mais MédicosApresentação - Mais Médicos
Apresentação - Mais Médicos
 
Defesa da presidenta Dilma Rousseff apresentada por José Eduardo Cardozo na C...
Defesa da presidenta Dilma Rousseff apresentada por José Eduardo Cardozo na C...Defesa da presidenta Dilma Rousseff apresentada por José Eduardo Cardozo na C...
Defesa da presidenta Dilma Rousseff apresentada por José Eduardo Cardozo na C...
 
Proposta de Política Nacional de Educação em Tempo Integral
Proposta de Política Nacional de Educação em Tempo IntegralProposta de Política Nacional de Educação em Tempo Integral
Proposta de Política Nacional de Educação em Tempo Integral
 
Projeto de Integração do Rio São Francisco
Projeto de Integração do Rio São Francisco Projeto de Integração do Rio São Francisco
Projeto de Integração do Rio São Francisco
 
Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/17
Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/17Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/17
Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/17
 

Semelhante a Debate sobre políticas previdenciárias

Algumas considerações sobre o sistema previdenciário brasileiro e reforma. - ...
Algumas considerações sobre o sistema previdenciário brasileiro e reforma. - ...Algumas considerações sobre o sistema previdenciário brasileiro e reforma. - ...
Algumas considerações sobre o sistema previdenciário brasileiro e reforma. - ...FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)FGV | Fundação Getulio Vargas
 
2º Seminário Nacional de Educação em Seguros - José Marcio Camargo
2º Seminário Nacional de Educação em Seguros - José Marcio Camargo2º Seminário Nacional de Educação em Seguros - José Marcio Camargo
2º Seminário Nacional de Educação em Seguros - José Marcio CamargoCNseg
 
Envelhecimento Populacional e Reforma da Previdência: Mitos e Realidade - Pau...
Envelhecimento Populacional e Reforma da Previdência: Mitos e Realidade - Pau...Envelhecimento Populacional e Reforma da Previdência: Mitos e Realidade - Pau...
Envelhecimento Populacional e Reforma da Previdência: Mitos e Realidade - Pau...APF6
 
Previdência números, simulação, fatos e custos. - Fernando Holanda Barbosa Fi...
Previdência números, simulação, fatos e custos. - Fernando Holanda Barbosa Fi...Previdência números, simulação, fatos e custos. - Fernando Holanda Barbosa Fi...
Previdência números, simulação, fatos e custos. - Fernando Holanda Barbosa Fi...FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Reforma da Previdência: entre o necessário e o possível - Paulo Tafner
Reforma da Previdência: entre o necessário e o possível - Paulo TafnerReforma da Previdência: entre o necessário e o possível - Paulo Tafner
Reforma da Previdência: entre o necessário e o possível - Paulo TafnerFundação Fernando Henrique Cardoso
 
VIII Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada
VIII Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência PrivadaVIII Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada
VIII Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência PrivadaCNseg
 
Apresentação: Uma visão geral do processo de reforma da previdência - Mano...
Apresentação: Uma visão geral do processo de reforma da previdência - Mano...Apresentação: Uma visão geral do processo de reforma da previdência - Mano...
Apresentação: Uma visão geral do processo de reforma da previdência - Mano...Ministério da Economia
 
Apresentacao renato follador macae
Apresentacao renato follador macaeApresentacao renato follador macae
Apresentacao renato follador macaeaepremerj
 
Seminário Educação em Seguros - Palestra Paulo Tafner
Seminário Educação em Seguros - Palestra Paulo TafnerSeminário Educação em Seguros - Palestra Paulo Tafner
Seminário Educação em Seguros - Palestra Paulo Tafnercdnrio
 
8ª Conseguro - Paulo Tafner
8ª Conseguro - Paulo Tafner8ª Conseguro - Paulo Tafner
8ª Conseguro - Paulo TafnerCNseg
 
O que você faria se fosse Presidente por um dia?
O que você faria se fosse Presidente por um dia?O que você faria se fosse Presidente por um dia?
O que você faria se fosse Presidente por um dia?Igor Morais
 
Apresentação Mercer ForumRH Pensões - Abril 2014
Apresentação Mercer ForumRH Pensões - Abril 2014Apresentação Mercer ForumRH Pensões - Abril 2014
Apresentação Mercer ForumRH Pensões - Abril 2014forumrh
 
Reforma da Previdência: o que se pode negociar? - Fabio Giambiagi (BNDES)
Reforma da Previdência: o que se pode negociar? - Fabio Giambiagi (BNDES)Reforma da Previdência: o que se pode negociar? - Fabio Giambiagi (BNDES)
Reforma da Previdência: o que se pode negociar? - Fabio Giambiagi (BNDES)FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Apresentação de Patrícia Sales de Oliveira Costa sobre Previdência Pública e ...
Apresentação de Patrícia Sales de Oliveira Costa sobre Previdência Pública e ...Apresentação de Patrícia Sales de Oliveira Costa sobre Previdência Pública e ...
Apresentação de Patrícia Sales de Oliveira Costa sobre Previdência Pública e ...Sylvio Micelli
 
Desenvolvimento Econômico: Por que ficamos para trás? - Samuel Pessoa
Desenvolvimento Econômico: Por que ficamos para trás? - Samuel PessoaDesenvolvimento Econômico: Por que ficamos para trás? - Samuel Pessoa
Desenvolvimento Econômico: Por que ficamos para trás? - Samuel PessoaFundação Fernando Henrique Cardoso
 

Semelhante a Debate sobre políticas previdenciárias (20)

Algumas considerações sobre o sistema previdenciário brasileiro e reforma. - ...
Algumas considerações sobre o sistema previdenciário brasileiro e reforma. - ...Algumas considerações sobre o sistema previdenciário brasileiro e reforma. - ...
Algumas considerações sobre o sistema previdenciário brasileiro e reforma. - ...
 
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
 
2º Seminário Nacional de Educação em Seguros - José Marcio Camargo
2º Seminário Nacional de Educação em Seguros - José Marcio Camargo2º Seminário Nacional de Educação em Seguros - José Marcio Camargo
2º Seminário Nacional de Educação em Seguros - José Marcio Camargo
 
Proposta de reforma da Previdência: necessidades e urgências, por Luis Henriq...
Proposta de reforma da Previdência: necessidades e urgências, por Luis Henriq...Proposta de reforma da Previdência: necessidades e urgências, por Luis Henriq...
Proposta de reforma da Previdência: necessidades e urgências, por Luis Henriq...
 
Envelhecimento Populacional e Reforma da Previdência: Mitos e Realidade - Pau...
Envelhecimento Populacional e Reforma da Previdência: Mitos e Realidade - Pau...Envelhecimento Populacional e Reforma da Previdência: Mitos e Realidade - Pau...
Envelhecimento Populacional e Reforma da Previdência: Mitos e Realidade - Pau...
 
Previdência números, simulação, fatos e custos. - Fernando Holanda Barbosa Fi...
Previdência números, simulação, fatos e custos. - Fernando Holanda Barbosa Fi...Previdência números, simulação, fatos e custos. - Fernando Holanda Barbosa Fi...
Previdência números, simulação, fatos e custos. - Fernando Holanda Barbosa Fi...
 
Reforma da Previdência: entre o necessário e o possível - Paulo Tafner
Reforma da Previdência: entre o necessário e o possível - Paulo TafnerReforma da Previdência: entre o necessário e o possível - Paulo Tafner
Reforma da Previdência: entre o necessário e o possível - Paulo Tafner
 
VIII Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada
VIII Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência PrivadaVIII Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada
VIII Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada
 
Apresentação: Uma visão geral do processo de reforma da previdência - Mano...
Apresentação: Uma visão geral do processo de reforma da previdência - Mano...Apresentação: Uma visão geral do processo de reforma da previdência - Mano...
Apresentação: Uma visão geral do processo de reforma da previdência - Mano...
 
Apresentacao renato follador macae
Apresentacao renato follador macaeApresentacao renato follador macae
Apresentacao renato follador macae
 
Seminário Educação em Seguros - Palestra Paulo Tafner
Seminário Educação em Seguros - Palestra Paulo TafnerSeminário Educação em Seguros - Palestra Paulo Tafner
Seminário Educação em Seguros - Palestra Paulo Tafner
 
8ª Conseguro - Paulo Tafner
8ª Conseguro - Paulo Tafner8ª Conseguro - Paulo Tafner
8ª Conseguro - Paulo Tafner
 
O que você faria se fosse Presidente por um dia?
O que você faria se fosse Presidente por um dia?O que você faria se fosse Presidente por um dia?
O que você faria se fosse Presidente por um dia?
 
Apresentação Mercer ForumRH Pensões - Abril 2014
Apresentação Mercer ForumRH Pensões - Abril 2014Apresentação Mercer ForumRH Pensões - Abril 2014
Apresentação Mercer ForumRH Pensões - Abril 2014
 
Reforma da Previdência: o que se pode negociar? - Fabio Giambiagi (BNDES)
Reforma da Previdência: o que se pode negociar? - Fabio Giambiagi (BNDES)Reforma da Previdência: o que se pode negociar? - Fabio Giambiagi (BNDES)
Reforma da Previdência: o que se pode negociar? - Fabio Giambiagi (BNDES)
 
Apresentação de Patrícia Sales de Oliveira Costa sobre Previdência Pública e ...
Apresentação de Patrícia Sales de Oliveira Costa sobre Previdência Pública e ...Apresentação de Patrícia Sales de Oliveira Costa sobre Previdência Pública e ...
Apresentação de Patrícia Sales de Oliveira Costa sobre Previdência Pública e ...
 
Bolsa família graficos
Bolsa família graficosBolsa família graficos
Bolsa família graficos
 
O Bolsa Família e a Economia
O Bolsa Família e a EconomiaO Bolsa Família e a Economia
O Bolsa Família e a Economia
 
O Bolsa Família e a Economia - Olhar sobre objetivos finais
O Bolsa Família e a Economia - Olhar sobre objetivos finaisO Bolsa Família e a Economia - Olhar sobre objetivos finais
O Bolsa Família e a Economia - Olhar sobre objetivos finais
 
Desenvolvimento Econômico: Por que ficamos para trás? - Samuel Pessoa
Desenvolvimento Econômico: Por que ficamos para trás? - Samuel PessoaDesenvolvimento Econômico: Por que ficamos para trás? - Samuel Pessoa
Desenvolvimento Econômico: Por que ficamos para trás? - Samuel Pessoa
 

Mais de Palácio do Planalto

Novo Ensino Médio - Escolas em Tempo Integral
Novo Ensino Médio -  Escolas em Tempo IntegralNovo Ensino Médio -  Escolas em Tempo Integral
Novo Ensino Médio - Escolas em Tempo IntegralPalácio do Planalto
 
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela Democracia
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela DemocraciaManifesto da Advocacia Pernambucana pela Democracia
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela DemocraciaPalácio do Planalto
 
Manifesto das Advogadas e Advogados Capizabas pela Democracia
Manifesto das Advogadas e Advogados Capizabas pela DemocraciaManifesto das Advogadas e Advogados Capizabas pela Democracia
Manifesto das Advogadas e Advogados Capizabas pela DemocraciaPalácio do Planalto
 
Manifesto das Professoras e Professores, Técnicas e Técnicos e Alunas e Aluno...
Manifesto das Professoras e Professores, Técnicas e Técnicos e Alunas e Aluno...Manifesto das Professoras e Professores, Técnicas e Técnicos e Alunas e Aluno...
Manifesto das Professoras e Professores, Técnicas e Técnicos e Alunas e Aluno...Palácio do Planalto
 
Nota pública da Associação | Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia...
Nota pública da Associação | Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia...Nota pública da Associação | Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia...
Nota pública da Associação | Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia...Palácio do Planalto
 
Manifesto dos Advogados e Advogadas pela Democracia, Justiça e Cidadania (ADJC)
Manifesto dos Advogados e Advogadas pela Democracia, Justiça e Cidadania (ADJC)Manifesto dos Advogados e Advogadas pela Democracia, Justiça e Cidadania (ADJC)
Manifesto dos Advogados e Advogadas pela Democracia, Justiça e Cidadania (ADJC)Palácio do Planalto
 
Nota de repúdio a decisão do Conselho Federal da OAB em favor do impeachment ...
Nota de repúdio a decisão do Conselho Federal da OAB em favor do impeachment ...Nota de repúdio a decisão do Conselho Federal da OAB em favor do impeachment ...
Nota de repúdio a decisão do Conselho Federal da OAB em favor do impeachment ...Palácio do Planalto
 
Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...
Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...
Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...Palácio do Planalto
 
Manifesto em defesa da ordem jurídica e da democracia
Manifesto em defesa da ordem jurídica e da democraciaManifesto em defesa da ordem jurídica e da democracia
Manifesto em defesa da ordem jurídica e da democraciaPalácio do Planalto
 
Nota Pública: Não se combate corrupção corrompendo a Constituição
Nota Pública: Não se combate corrupção corrompendo a ConstituiçãoNota Pública: Não se combate corrupção corrompendo a Constituição
Nota Pública: Não se combate corrupção corrompendo a ConstituiçãoPalácio do Planalto
 
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela Democracia
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela DemocraciaManifesto da Advocacia Pernambucana pela Democracia
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela DemocraciaPalácio do Planalto
 
Carta aberta Movimento Nacional de Direitos Humanos
Carta aberta Movimento Nacional de Direitos HumanosCarta aberta Movimento Nacional de Direitos Humanos
Carta aberta Movimento Nacional de Direitos HumanosPalácio do Planalto
 
Manifesto das Advogadas e Advogados Capixabas pela Democracia
Manifesto das Advogadas e Advogados Capixabas pela DemocraciaManifesto das Advogadas e Advogados Capixabas pela Democracia
Manifesto das Advogadas e Advogados Capixabas pela DemocraciaPalácio do Planalto
 
Manifesto pela legalidade e pela democracia
Manifesto pela legalidade e pela democraciaManifesto pela legalidade e pela democracia
Manifesto pela legalidade e pela democraciaPalácio do Planalto
 
Defensoria Pública da União se manifesta pela ampla defesa e garantias proces...
Defensoria Pública da União se manifesta pela ampla defesa e garantias proces...Defensoria Pública da União se manifesta pela ampla defesa e garantias proces...
Defensoria Pública da União se manifesta pela ampla defesa e garantias proces...Palácio do Planalto
 
Manifesto pela legalidade democrática
Manifesto pela legalidade democráticaManifesto pela legalidade democrática
Manifesto pela legalidade democráticaPalácio do Planalto
 
Manifesto de Juristas Mato-grossenses em Defesa do Estado Democrático de Direito
Manifesto de Juristas Mato-grossenses em Defesa do Estado Democrático de DireitoManifesto de Juristas Mato-grossenses em Defesa do Estado Democrático de Direito
Manifesto de Juristas Mato-grossenses em Defesa do Estado Democrático de DireitoPalácio do Planalto
 
Manifesto de Advogadas e Advogados Gaúchos pela Defesa do Estado Democrático ...
Manifesto de Advogadas e Advogados Gaúchos pela Defesa do Estado Democrático ...Manifesto de Advogadas e Advogados Gaúchos pela Defesa do Estado Democrático ...
Manifesto de Advogadas e Advogados Gaúchos pela Defesa do Estado Democrático ...Palácio do Planalto
 

Mais de Palácio do Planalto (20)

Novo Ensino Médio - Escolas em Tempo Integral
Novo Ensino Médio -  Escolas em Tempo IntegralNovo Ensino Médio -  Escolas em Tempo Integral
Novo Ensino Médio - Escolas em Tempo Integral
 
Minha Casa Minha Vida 3
Minha Casa Minha Vida 3Minha Casa Minha Vida 3
Minha Casa Minha Vida 3
 
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela Democracia
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela DemocraciaManifesto da Advocacia Pernambucana pela Democracia
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela Democracia
 
Manifesto das Advogadas e Advogados Capizabas pela Democracia
Manifesto das Advogadas e Advogados Capizabas pela DemocraciaManifesto das Advogadas e Advogados Capizabas pela Democracia
Manifesto das Advogadas e Advogados Capizabas pela Democracia
 
Manifesto das Professoras e Professores, Técnicas e Técnicos e Alunas e Aluno...
Manifesto das Professoras e Professores, Técnicas e Técnicos e Alunas e Aluno...Manifesto das Professoras e Professores, Técnicas e Técnicos e Alunas e Aluno...
Manifesto das Professoras e Professores, Técnicas e Técnicos e Alunas e Aluno...
 
Nota pública da Associação | Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia...
Nota pública da Associação | Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia...Nota pública da Associação | Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia...
Nota pública da Associação | Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia...
 
Manifesto dos Advogados e Advogadas pela Democracia, Justiça e Cidadania (ADJC)
Manifesto dos Advogados e Advogadas pela Democracia, Justiça e Cidadania (ADJC)Manifesto dos Advogados e Advogadas pela Democracia, Justiça e Cidadania (ADJC)
Manifesto dos Advogados e Advogadas pela Democracia, Justiça e Cidadania (ADJC)
 
Nota de repúdio a decisão do Conselho Federal da OAB em favor do impeachment ...
Nota de repúdio a decisão do Conselho Federal da OAB em favor do impeachment ...Nota de repúdio a decisão do Conselho Federal da OAB em favor do impeachment ...
Nota de repúdio a decisão do Conselho Federal da OAB em favor do impeachment ...
 
Manifesto da OAB Federal
Manifesto da OAB FederalManifesto da OAB Federal
Manifesto da OAB Federal
 
Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...
Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...
Manifesto da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares-RENAP e a Artic...
 
Manifesto em defesa da ordem jurídica e da democracia
Manifesto em defesa da ordem jurídica e da democraciaManifesto em defesa da ordem jurídica e da democracia
Manifesto em defesa da ordem jurídica e da democracia
 
Nota Pública: Não se combate corrupção corrompendo a Constituição
Nota Pública: Não se combate corrupção corrompendo a ConstituiçãoNota Pública: Não se combate corrupção corrompendo a Constituição
Nota Pública: Não se combate corrupção corrompendo a Constituição
 
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela Democracia
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela DemocraciaManifesto da Advocacia Pernambucana pela Democracia
Manifesto da Advocacia Pernambucana pela Democracia
 
Carta aberta Movimento Nacional de Direitos Humanos
Carta aberta Movimento Nacional de Direitos HumanosCarta aberta Movimento Nacional de Direitos Humanos
Carta aberta Movimento Nacional de Direitos Humanos
 
Manifesto das Advogadas e Advogados Capixabas pela Democracia
Manifesto das Advogadas e Advogados Capixabas pela DemocraciaManifesto das Advogadas e Advogados Capixabas pela Democracia
Manifesto das Advogadas e Advogados Capixabas pela Democracia
 
Manifesto pela legalidade e pela democracia
Manifesto pela legalidade e pela democraciaManifesto pela legalidade e pela democracia
Manifesto pela legalidade e pela democracia
 
Defensoria Pública da União se manifesta pela ampla defesa e garantias proces...
Defensoria Pública da União se manifesta pela ampla defesa e garantias proces...Defensoria Pública da União se manifesta pela ampla defesa e garantias proces...
Defensoria Pública da União se manifesta pela ampla defesa e garantias proces...
 
Manifesto pela legalidade democrática
Manifesto pela legalidade democráticaManifesto pela legalidade democrática
Manifesto pela legalidade democrática
 
Manifesto de Juristas Mato-grossenses em Defesa do Estado Democrático de Direito
Manifesto de Juristas Mato-grossenses em Defesa do Estado Democrático de DireitoManifesto de Juristas Mato-grossenses em Defesa do Estado Democrático de Direito
Manifesto de Juristas Mato-grossenses em Defesa do Estado Democrático de Direito
 
Manifesto de Advogadas e Advogados Gaúchos pela Defesa do Estado Democrático ...
Manifesto de Advogadas e Advogados Gaúchos pela Defesa do Estado Democrático ...Manifesto de Advogadas e Advogados Gaúchos pela Defesa do Estado Democrático ...
Manifesto de Advogadas e Advogados Gaúchos pela Defesa do Estado Democrático ...
 

Debate sobre políticas previdenciárias

  • 1. Reunião do Fórum de Debates sobre Políticas de Emprego, Trabalho e Renda e de Previdência Social Brasília, 17 de Fevereiro de 2016 1
  • 2. A taxa de fecundidade caiu 57,7% entre 1980 e 2015, passando de 4,1 para 1,7 filhos nascidos vivos por mulher. 2 Fonte: IBGE/ Projeção da População de 2004 e 2013 Projeção para 2034: 1,5 filhos nascidos vivos por mulher
  • 3. Nos últimos 35 anos, a esperança de vida ao nascer aumentou 12,8 anos. O aumento da longevidade da população demanda ações específicas para a sustentabilidade da seguridade social. 3 Fonte: IBGE/ Projeção da População de 2004 e 2013 Projeção para 2042: 80,07 anos de esperança de vida ao nascer.
  • 4. Pirâmides Etárias: 1990 / 2010 / 2030 / 2060 12000 10000 8000 6000 4000 2000 0 2000 4000 6000 8000 10000 0-4 5-9 10-14 15-19 20-24 25-29 30-34 35-39 40-44 45-49 50-54 55-59 60-64 65-69 70-74 75-79 >80 Milhares Homens Mulheres1990 10000 8000 6000 4000 2000 0 2000 4000 6000 8000 10000 0-4 5-9 10-14 15-19 20-24 25-29 30-34 35-39 40-44 45-49 50-54 55-59 60-64 65-69 70-74 75-79 >80 Milhares Homens Mulheres2010 Fonte: IBGE. Elaboração: SPPS/MTPS. 10000 8000 6000 4000 2000 0 2000 4000 6000 8000 10000 0-4 5-9 10-14 15-19 20-24 25-29 30-34 35-39 40-44 45-49 50-54 55-59 60-64 65-69 70-74 75-79 > 80 Milhares Homens Mulheres 2030 10000 8000 6000 4000 2000 0 2000 4000 6000 8000 10000 0-4 5-9 10-14 15-19 20-24 25-29 30-34 35-39 40-44 45-49 50-54 55-59 60-64 65-69 70-74 75-79 > 80 Milhares Homens Mulheres 2050
  • 5. O percentual da população ocupada entre 16 e 59 anos protegida pela Previdência tem crescido desde 2002 Na população acima de 60 anos, a proteção da Previdência é ainda maior: 81,7%. Fonte: PNAD/IBGE – Vários anos. Elaboração: SPPS/MPS. * Pessoas com idade entre 16 e 59 anos, independentemente de critério de renda, ** Na PNAD, fonte dos dados apresentados, embora haja referência ao recebimento de “aposentadoria” e/ou “pensão”, aqueles que recebem benefício assistencial de prestação continuada podem, por desconhecimento, declarar receber aposentadoria e/ou pensão previdenciárias. Devido aos requisitos de elegibilidade para as prestações assistenciais, essa limitação da PNAD tende a afetar quase que exclusivamente o indicador de cobertura da população idosa . Evolução da Cobertura Previdenciária entre as Pessoas com Idade entre 16 e 59 anos, segundo Gênero
  • 6. Espécie Quantidade (em milhares) % sobre o total Valor em dez/15 (R$ milhões) % sobre o total Aposentadoria por Idade 9.794 34,5 8.732 26,5 Aposentadoria por Tempo de Contribuição 5.455 19,2 9.921 30,1 Aposentadoria por Invalidez 3.405 12,0 3.803 11,6 Pensão por Morte 7.541 26,6 8.080 24,6 Auxílio-Doença 1.632 5,8 2.002 6,1 Auxílio-Acidente 381 1,3 281 0,9 Outros 153 0,5 92 0,3 Total 28.361 100,0 32.911 100,0 Fonte: MTPS Benefícios Emitidos do RGPS – Janeiro de 2016 6
  • 7. O resultado negativo do RGPS apresenta tendência de elevação. Em 2015, o resultado foi adicionalmente impactado pela queda de receitas. Resultado do RGPS - (R$ bilhões) Fonte: MTPS Obs: Inclui benefícios do RGPS (previdenciários e acidentários) e não inclui benefícios assistenciais (LOAS e RMV).
  • 8. O resultado da previdência urbana foi positivo nos últimos seis anos, fruto do aumento do emprego e da redução da informalidade. Em 2015, houve uma diminuição do superávit devido ao impacto da queda das receitas. 8 Fonte: MTPS Obs: Inclui benefícios do RGPS (previdenciários e acidentários) e não inclui benefícios assistenciais (LOAS e RMV). Resultado do RGPS, urbano (R$ bilhões)
  • 9. 9 O resultado da previdência rural responde pela maior parte da necessidade de financiamento do RGPS. Fonte: MTPS Obs: Inclui benefícios do RGPS (previdenciários e acidentários) e não inclui benefícios assistenciais (LOAS e RMV). Resultado do RGPS, rural (R$ bilhões)
  • 10. Valor da contribuição rural representou 2% da receita total do RGPS em 2015, apesar do aumento da produção agrícola. Receita anual da previdência urbana e rural, contribuição (em R$ bilhões) 10Fonte: MTPS
  • 11. 71,0 86,6 102,5 118,7 133,3 148,7 159,7 175,8 198,8 220,0 245,5 276,6 305,5 338,0 17,0 19,6 20,2 23,2 28,0 31,4 39,9 49,0 56,1 61,4 71,1 80,4 88,7 98,0 88,0 106,1 122,7 141,9 161,3 180,2 199,6 224,9 254,9 281,4 316,6 357,0 394,2 436,1 0,0 50,0 100,0 150,0 200,0 250,0 300,0 350,0 400,0 450,0 500,0 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 Rural Urbana O benefício da aposentadoria rural representou 22,5% da despesa total no RGPS em 2015. Despesa anual com benefícios da previdência urbana e rural (em R$ bilhões) 11Fonte: MTPS
  • 12. Fonte: MTPS (valores nominais). Evolução da Receita, Despesa e NFPS – Projeção até 2019 0 100.000 200.000 300.000 400.000 500.000 600.000 700.000 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 Evolução da Receita, Despesa e NFPS - 2003 a 2019 - Valores em R$ milhões Receita Despesa NFPS Grade de Parâmetros: 11 de novembro de 2015 Fluxo de caixa do FRGPS: dezembro de 2015 Realizado Projetado
  • 13. No RGPS, a idade média na aposentadoria é de 58,0 anos. Na aposentadoria por tempo de contribuição é de 54,7 anos, 3,3 anos menor do que a média. Idade média na concessão em 2015 Quantidade Concedida Total Homem Mulher Total RegimeGeral-AposentadoriasRGPS 1.064.143 59,3 56,9 58,0 Idade 590.595 63,1 59,1 60,8 Tempodecontribuição 300.603 55,7 53,0 54,7 Invalidez 164.076 52,0 52,6 52,2 InvalidezporAcidentedoTrabalho 8.869 49,9 50,6 50,1 Fonte:Sinteseweb IdadeMédia
  • 14. A idade média de aposentadoria no Brasil está no piso da experiência internacional. 14 Idade média de aposentadoria nos países da OCDE e no Brasil Fonte: OCDE (2012 – Luxemburgo: 57,6) e MTPS (Brasil, 2015)
  • 15. 15 Diferença entre homens e mulheres - Idade mínima de aposentadoria nos países da OCDE e no Brasil Fonte: OCDE (dados 2012) e MTPS Homens Mulheres Diferença Canadá 65,0 65,0 - Dinamarca 65,0 65,0 - Finlândia 65,0 65,0 - França 65,0 65,0 - Alemanha 65,1 65,1 - Japão 65,0 65,0 - Coreia 60,0 60,0 - México 65,0 65,0 - Holanda 65,0 65,0 - Nova Zelândia 65,0 65,0 - Noruega 67,0 67,0 - Portugal 65,0 65,0 - Espanha 65,0 65,0 - Suécia 65,0 65,0 - Estados Unidos 66,0 66,0 - Autrália 65,0 64,5 0,5 Suíça 65,0 64,0 1,0 República Checa 62,5 61,3 1,2 Grécia 65,0 63,5 1,5 Reino Unido 65,0 61,2 3,8 Itália 66,0 62,0 4,0 Chile 65,0 60,0 5,0 Brasil 65,0 60,0 5,0
  • 16. Aposentadoria por Idade (Art. 40 § 1º, inciso III, “b” da CF) Homens Mulheres Idade Mínima 65 60 Tempo no serviço público 10 10 Tempo no cargo 5 5 Aposentadoria por Tempo de Contribuição (Art. 40, inciso III, “a” da CF) Homens Mulheres Idade Mínima 60 55 Tempo de contribuição 35 30 Tempo no serviço público 10 10 Tempo no cargo 5 5 16 Regimes Próprios (servidores)- Principais Regras de Acesso Observações 1 - Essas são as regras permanentes aplicáveis àqueles que ingressaram no serviço público a partir de 2004. Os servidores que ingressaram anteriormente podem ter acesso a regras de transição. 2 - Existem regras de aposentadoria diferenciadas e mais vantajosas para professores do ensino fundamental e médio, policiais civis, policiais militares e militares das Forças Armadas, dentre outros.
  • 17. 17 Entes Superávit/Déficit Municípios 6,7 Estados/DF -60,9 União -40,0 Total -94,2 Regimes Próprios - Resultado Financeiro - 2015 (R$ bilhões) Observações: 1 - Municípios e Estados/Distrito Federal - Fonte: MTPS (DIPR) e STN (RREO) - projeção para final de 2015. 2 - União - Fonte: STN (RREO) - posição em dezembro de 2015 - apenas servidores civis. 3 - Resultado financeiro do regime de previdência dos militares das Forças Armadas - déficit adicional de R$ 32,5 bilhões.
  • 18. Despesa de Pensões sobre PIB e Razão de Dependência dos Idoso Países Selecionados – 2009 / 2010 0,0 0,5 1,0 1,5 2,0 2,5 3,0 3,5 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 Razão de Dependência dos Idosos BRASIL BÓSNIA E HERZEGOVINA ITÁLIA CHILE MÉXICO JAPÃO REINO UNIDO TADJIQUISTÃO Fonte: Banco Mundial
  • 19. Fonte: Receita Federal do Brasil Arrecadação Renúncia Arrecadação Renúncia Simples 33.172 22.430 36.157 20.627 MEI 975 1.346 1.083 1.046 Rural 6.974 5.332 7.211 6.566 CPRB (conforme PLOA) 171.651 25.407 177.481 15.674 Dona de Casa ND  250  ND 237 Entidades Filantrópicas 3.367 10.707 3.481 11.011 Demais 137.921 140.672 354.060 65.472 366.085 55.161  Previsão de Renúncias Previdenciárias 2015 2016 Valores em R$ milhões % sobre o PIB Valores em R$ milhões % sobre o PIB Necessidade de Financiamento do RGPS (com renúncias) 85.818 + CPRB 1,9 131.017 + CPRB 2,3 Necessidade de Financiamento do RGPS (sem renúncias) 45.753 0,8 91.530 1,4 Renúncias e Necessidade de Financiamento da Previdência Social em 2015/2016 R$ Milhões Fonte: MTPS
  • 20. 20 Temas para debates 1. Demografia e Idade média das aposentadorias 2. Financiamento da Previdência Social: receitas, renúncias e recuperação de créditos 3. Diferença de regras entre homens e mulheres 4. Pensões por morte 5. Previdência rural: financiamento e regras de acesso 6. Regimes Próprios de Previdência 7. Convergência dos sistemas previdenciários