Aluno(a):Pâmela Barra                                 Série:8ª<br />Turma:C<br />Título do Livro: Aonde agente vai,papai?<...
Por que leu este livro?<br />“Acredito que li “Aonde agente vai Papai?” porque ele apresentava uma proposta diferente dos ...
O livro é sobre...<br />       A comovente estória de Jean-Louis Fournier,que buscou escrever como forma de compartilhar o...
      Descreve todas as coisas seus filhos jamais poderiam fazer,tais como ouvir e analisar canções de música clássica,cur...
  Pontos Positivos:<br />    Pontos Negativos:<br />#A maneira comovente como são expressos os sentimentos das crianças de...
Para quem indica :O livro  “Aonde agente vai,papai?”  retrata a comovente estória de Jean Louis Fourier,que  tendo dois fi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pamela Barra 8 c

427 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
427
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
31
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pamela Barra 8 c

  1. 1. Aluno(a):Pâmela Barra Série:8ª<br />Turma:C<br />Título do Livro: Aonde agente vai,papai?<br />Autor: Jean-Louis Fournier<br />Número de páginas: 158<br />
  2. 2. Por que leu este livro?<br />“Acredito que li “Aonde agente vai Papai?” porque ele apresentava uma proposta diferente dos outros livros.Lendo a sinopse foi possível perceber que pra se ter uma estória fantástica não é necessário contos,invenções mirabolantes ou mesmo criações de vampiros,lobisomens e seres do gênero,basta escrever uma estória com o coração,uma estória que toque o coração.”<br /> Pâmela Barra<br /> 14 anos<br />
  3. 3. O livro é sobre...<br /> A comovente estória de Jean-Louis Fournier,que buscou escrever como forma de compartilhar o seu problema e pedir desculpas aos seus filhos, Mathieu e Thomas,de quem raramente tratara antes.<br /> Nele, relata toda a dor de descobrir que se tem um filho deficiente e depois outro, que ele ruidosamente chamou de ‘fins do mundo’. Mostra o desenvolvimento lento e pouco expansivo das crianças e carinhosamente dá ao titulo do livro, essa “célebre”frase: Aonde agente vai, papai?, fazendo referência a Mathieu, que o perguntava incessantemente todas as vezes em que entrava no carro.<br />
  4. 4. Descreve todas as coisas seus filhos jamais poderiam fazer,tais como ouvir e analisar canções de música clássica,cursar o colégio politécnico ou mesmo fazer coisas banais,que outra crianças fariam.<br /> Ganhador do prêmio Femina de 2008,este premiadíssimo livro acaba por nos fazer refletir sobre o drama que tantos pais e as crianças deficientes sofrem.É uma verdadeira lição de vida que com certeza vale a pena ser passado à outras pessoas.<br />
  5. 5. Pontos Positivos:<br /> Pontos Negativos:<br />#A maneira comovente como são expressos os sentimentos das crianças deficientes citadas no livro,que não tendo outra forma de se expressar,reproduzem gestos e/ou palavras de maneira repetitiva como se tentassem se comunicar com as pessoas;<br /># O modo como são demonstrados determinadas situações acorridas no decorrer da estória,que ao longo do contexto se tornam embaraçosas e de difícil compreensão,exigindo assim o máximo de concentração;<br />#O jeito que infelizmente o autor do livro e pai das crianças citadas neste, age em algumas circunstâncias no modo de tratá-las;<br />#A descrição realista sobre a difícil relação que os pais,na maioria das vezes,tem quando seus filhos são crianças deficientes <br />
  6. 6. Para quem indica :O livro “Aonde agente vai,papai?” retrata a comovente estória de Jean Louis Fourier,que tendo dois filhos deficientes e sendo largado por sua esposa, descreve em detalhes a difícil situação em que se encontrava, como forma de se desculpar a Matthieu e Thomas (seus filhos) pelas vezes em que não agiu com uma postura coerente ao seu papel de pai.Assim,utilizando uma forma de escrever dinâmica e mesclando pitadas de humor negro é possível estabelecer a quais pessoas você pode indicar esse livro.Do meu ponto de vista,pode ser indicado às pessoas acima de trinta (30) anos e/ou com um nível de maturidade relativamente acima da média para que possam compreender que talvez o modo como agisse em seu comportamento não passasse de desespero e falta de preparo para a chegada dessas crianças (o que ocorre comumente nos cotidianos de muitas famílias que não estão preparadas psicologicamente para a chegada dessas crianças).<br />Nota:8,0<br />

×