PAÍSES EMERGENTES
Os países emergentes – também chamados de economias
emergentes ou de países em desenvolvimento – são aqueles
classificados...
Em linhas gerais, os países emergentes apresentam economias
de industrialização recente, que se desenvolveram na segunda m...
Portanto, podemos considerar que os países emergentes são
grandes exportadores de matérias-primas, grandes receptores de
e...
Expansão das transnacionais
As transnacionais correspondem às corporações industriais,
comerciais e de prestação de serviços que atuam em distintos
te...
Surgiram a partir da Segunda Guerra Mundial, quando empresas
de países ricos migraram suas atividades para lugares espalha...
Grande parte das empresas transnacionais é oriunda de países
industrializados e desenvolvidos que detêm um grande capital
...
Os investimentos dessas empresas são altíssimos, uma vez que a
matriz emite os recursos para as filiais localizadas em mui...
No entanto, essas empresas não têm objetivo social no
momento em que se instalam em um determinado país. Pelo contrário,
p...
As transnacionais estão ligadas à globalização da produção, na
qual um único produto pode ter várias origens, isso por que...
Há pouco tempo essas empresas eram
denominadas multinacionais, porém gradativamente esse termo não
mais está sendo usado, ...
Atualmente, existem em funcionamento cerca de 40 mil
empresas transnacionais, muitas originadas de países desenvolvidos,
p...
Países emergentes
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Países emergentes

529 visualizações

Publicada em

Se gostaram, deixem seu like ;)

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
529
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Países emergentes

  1. 1. PAÍSES EMERGENTES
  2. 2. Os países emergentes – também chamados de economias emergentes ou de países em desenvolvimento – são aqueles classificados como subdesenvolvidos e que, no entanto, apresentam um relativo desenvolvimento econômico e social em comparação com as nações mais pobres do planeta. São países que possuem níveis médios ou até um pouco elevados de Desenvolvimento Humano, bem como um certo nível de industrialização e crescimento econômico.
  3. 3. Em linhas gerais, os países emergentes apresentam economias de industrialização recente, que se desenvolveram na segunda metade do século XX e no início do século XXI. São, por isso, também chamados de países em desenvolvimento, cujos exemplos englobam, entre outros, Brasil, China, México, Índia, Cingapura, Coreia do Sul, Argentina, Turquia, Indonésia e Taiwan. É válido ressaltar que a maior parte desses processos de industrialização ocorreu pela massiva entrada de indústrias estrangeiras, advindas quase sempre de países desenvolvidos em busca de mão de obra barata e outras vantagens locacionais.
  4. 4. Portanto, podemos considerar que os países emergentes são grandes exportadores de matérias-primas, grandes receptores de empresas transnacionais e multinacionais e possuem um amplo e crescente mercado consumidor e uma grande capacidade de crescimento econômico e atuação centrada no setor terciário. Por esse motivo, atraem sempre com muita atenção os principais centros de debate tanto do meio econômico quanto da geopolítica e estratégia internacional.
  5. 5. Expansão das transnacionais
  6. 6. As transnacionais correspondem às corporações industriais, comerciais e de prestação de serviços que atuam em distintos territórios dispersos no mundo. Nesse caso, ultrapassam os limites territoriais dos países de origem das empresas.
  7. 7. Surgiram a partir da Segunda Guerra Mundial, quando empresas de países ricos migraram suas atividades para lugares espalhados pelo mundo.
  8. 8. Grande parte das empresas transnacionais é oriunda de países industrializados e desenvolvidos que detêm um grande capital acumulado; o excedente, nesse caso, é direcionado para países em todos os continentes, onde exercem influência que transcende a economia, pois interfere em governos e nas relações entre países.
  9. 9. Os investimentos dessas empresas são altíssimos, uma vez que a matriz emite os recursos para as filiais localizadas em muitos países pobres. Nesses países, as transnacionais exercem funções importantes como acelerar o desenvolvimento industrial, além de gerar postos de trabalho.
  10. 10. No entanto, essas empresas não têm objetivo social no momento em que se instalam em um determinado país. Pelo contrário, para sua instalação acontecer, o governo oferece uma série de benefícios e incentivos, tais como isenção parcial ou total de tributos, até mesmo dos lucros. Esses países se submetem a essas exigências a fim de atrair novos investimentos estrangeiros e também garantir a permanência das empresas.
  11. 11. As transnacionais estão ligadas à globalização da produção, na qual um único produto pode ter várias origens, isso por que os seus componentes têm origens distintas e são montados em uma determinada localidade do mundo. Esse fluxo produtivo visa unicamente verticalizar os lucros, diminuindo os custos, consolidando- se no mercado como empresas competitivas que buscam alcançar grandes parcelas do mercado internacional.
  12. 12. Há pouco tempo essas empresas eram denominadas multinacionais, porém gradativamente esse termo não mais está sendo usado, uma vez que a expressão emite uma ideia de uma empresa que possui diversas nacionalidades. Dessa forma, empresas com essas características recebem o nome de transnacionais, possuem sede em um país e desempenham atividades em diversos outros.
  13. 13. Atualmente, existem em funcionamento cerca de 40 mil empresas transnacionais, muitas originadas de países desenvolvidos, porém existem ainda corporações em países emergentes, como a Coreia, Índia, México e Brasil. Entre as transnacionais mais conhecidas estão: Coca-Cola, Pepsi, Nike, Adidas, Puma, McDonald’s, Nestlé, Unilever, Toyota, Volkswagen, Fiat, Sony, Vivo, etc. O Brasil também possui empresas que atuam no mercado exterior: Petrobrás, Vale, Aracruz, Sadia, Perdigão, Gerdau, Votorantim, Odebrecht, entre outras.

×