SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
CURSO ONLINE DE CASAIS APOSTILA AULA 51
Ministério sacerdotal dos homens.
Pr. Estevam Fernandes
O ministério sacerdotal do homem pai.
1. Sacerdote – hebr. Kõhen aquele que ensina a Torah (5 primeiros livros da Biblia), fala dos
oráculos de Deus e faz previsões sobre os juízos de Deus
Sacerdote - Grego – Hiereus, aquele que é santo, separado para o serviço de Deus
Sacerdote é aquele que é separado por Deus para comunicar a sua voz e o seu coração ao
povo. Primeiro à sua família, depois aos demais.As esposas têm o seu lugar neste papel sacer-
dotal, principalmente na educação dos filhos.
1 Ouvi, filhos, a instrução do pai e estai atentos para conhecerdes o entendimento;
2 porque vos dou boa doutrina; não deixeis o meu ensino.
3 Quando eu era filho em companhia de meu pai, tenro e único diante de minha mãe,
4 então, ele me ensinava e me dizia: Retenha o teu coração as minhas palavras; guarda os meus
mandamentos e vive;
5 adquire a sabedoria, adquire o entendimento e não te esqueças das palavras da minha boca,
nem delas te apartes. (Pv 4.1-5)
Que os homens assumam a sua missão sacerdotal e permitam que em casa se façam oráculos
de Deus.Todo homem crente, marido e pai que não assume esta verdade está em falta com
Deus.O pai deve ser um pedagogo,que não pode se omitir.O ensino é absoluto,é a Palavra de
Deus. Quando o filho passar por dificuldades se lembrará do que foi ensinado pelo pai e isto
lhe será um bálsamo.
5 dimensões bíblicas da paternidade
1. ensino
doutrina
exemplo
instrução
companhia
Hoje o pai se isola e não ensina. Somente paga contas. Não basta levar para a igreja, tem que
ser igreja,não basta apontar o caminho,tem que ser exemplo.Muitos filhos abandonam o reino,
porque foram abandonados pelos pais. Só se pode ser vencedor se seu filho disser que quer
ser como pai, que deseja seguir seus pais. Pai não deve se isolar e deve ser amável, abraçar e
beijar. Ser homem não é ser bruto e distante, mas sim trabalhar a dimensão afetiva da vida.
CURSO ONLINE DE CASAIS APOSTILA AULA 52
O papel do homem na perspectiva bíblica
O papel do homem na perspectiva bíblica é ser o líder da casa,deixar pai e mãe e assumir uma
mulher para que se tornem uma só carne.Esta é tarefa do homem.Casar é romper com a casa
paterna. Homem maduro precisa romper para fazer-se pleno no novo lar.
O homem deve ser o lider que:
lidera e pastoreia a esposa
provê a casa
prepara os filhos para a vida.
O que passa disto é doença relacional.Não é dominar,mas sim liderar.O homem é quem deve
instruir o filho para a vida. Não é simplesmente dar dinheiro e esperar que a mulher eduque.
O homem é o primeiro pedagogo, não a mulher. Infelizmente, a mulher está obrigada a fazer
tudo, a educar os filhos e ainda arrastar o homem para o culto!
O homem comunica a dimensão do sagrado para família. Ele deve abrir a Bíblia em casa e dei-
xar Deus falar dentro de casa.
Pai com a Bíblia na mão é Deus falando
O homem na família é aquele que encarna a graça, o amor e o cuidado de Deus sobre os seus.
Devemos ser a Graça ambulante dentro de casa. Não devemos ser intransigentes, brutos e
escorar a fragilidade da liderança no“grito”. O homem deve ser a voz da graça de Deus dentro
de casa, que abraça, que beija, que perdoa, que cuida e manifesta este amor.
Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por
ela, (Ef 5.25)
Este é o meu Filho amado; a ele ouvi. (Mc 9.7b)
O pai deve ser a memória viva da história da redenção e do mundo para sua casa e para o
mundo.
tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e
ao deitar-te, e ao levantar-te. (Dt 6.7)
A perversão da família ao longo dos séculos
Modernidade.
Séculos XVI - XVII – o racionalismo trouxe a crise da religião. Patrocinado por filosofias de
Hume e Kante. O sagrado foi tercerisado e a religião se tornou “coisa pra mulher”.
Século XIX – A revolução industrial e urbana transformou o homem em operário e deixou
as famílias com pais ausentes. Os filhos se tornaram órfãos de pais vivos.A mulher assumiu a
educação dos filhos, incluindo a instrução religiosa.
CURSO ONLINE DE CASAIS APOSTILA AULA 53
Posteriormente, a mulher também entrou no mercado de trabalho e tornou-se uma mãe
apressada e divida. Os filhos ficaram sem os pais..
Pós modernidade
Século XX – aconteceu a emancipação da mulher e a revolução sexual.A pregação da autono-
mia sobre o próprio corpo trouxe consigo as práticas do aborto,da busca pela anti concepção
pois a mulher se vê dona do próprio corpo.A filha passou a dizer ao pai que “transaria” com
quem qusesse e o filho informou ao pai que não se sentia homem e que seria homossexual.
Drogar-se também passou a ser opção consequente desta busca por prazer e autonomia.
O viés cultural foi a rejeição da liderança masculina, mesmo porque muitos maridos exerciam
incorretamente este papel. Com o advento das duas grandes guerras as mulheres ficaram sós
e passam a ter que resolver sem os homens.
O casamento foi banalizado, o divórcio se alastrou e as uniões alternativas passaram a se alas-
trar. Infelizmente a competição, independência e o individualismo passou a reinar no lar.
Século XXI – a família experimenta uma radical crise, pois o casamento é secularizado. Os ho-
mens se perguntam:- Para que casar? Os jovens moram juntos sem ser casados e a homoafeti-
vidade passou a invadir as casas patrocinado pela política de “nivelamento” do governo. Crian-
ças e adolescentes são atingidas em cheio e já mostram sinais de mudanças comportamentais.
O homem deixou de ser referência e sacerdote.
Todo homem é um sacerdote
Todo homem é um sacerdote,mesmo que ainda não seja pai.Na nova aliança o centro do culto
é no lar.A primeira igreja é o lar. Se o pastor não for em casa, não pode ser na igreja.
As vestes, pois, que farão são estas: um peitoral, uma estola sacerdotal, uma sobrepeliz, uma
túnica bordada, mitra e cinto. (Ex 28.4a)
As vestes sacerdotais servem como analogia do ofício paterno e de sacerdote.As vestes são
símbolo da glória de Deus e representação de Jesus.
Estola - Ficava sobre os ombros – sacerdote intercede pelos seus filhos e os leva nos ombros.
Peitoral – tinha 12 pedras, relativas às 12 tribos e também pedras quadradas, do Urim e do
Tumim para saber a vontade de Deus. Os pais devem, portanto, orientar os filhos para dizer o
que Deus quer para a vida deles.Os filhos devem procurar o pai em primeiro lugar,não um tio
ou um pastor. O pai precisa falar por Deus.
Túnica de linho e cinto de ouro – túnica representa a integridade e a pureza.O pai não precisa
ser perfeito, mas íntegro. Integridade é completude moral, inteireza e honestidade.
Sobrepelis – composta de
Romans, que representam a vida frutífera – Espera-se fruto do Espírito, na vida dos pais.
Azul representa o caráter celestial do ministério representativo.
CURSO ONLINE DE CASAIS APOSTILA AULA 54
Púrpura é o sinal de autoridade, que deve ser exercida em dependência de Deus.
Carmesim reprenta o sangue do sacrifício. Do amor sacrificial e do testemunho de Cristo.
Mitra, um turbante, que aponta para santidade ao Senhor.
Jó era sacerdote e intercedia pelos filhos. Devemos seguir-lhe os passos
… chamava Jó a seus filhos e os santificava; levantava-se de madrugada e oferecia holocaustos
segundo o número de todos eles,pois dizia:Talvez tenham pecado os meus filhos e blasfemado
contra Deus em seu coração.Assim o fazia Jó continuamente. (Jó 1.5)
O pai não deve permitir pornografia, amizades pervertidas, televisão, acessos a internet estra-
nhos,mas deve ser manifestação da verdade,da justiça,da integridade,do amor,da coragem,de
trabalho, de humildade, zelando pela família, sendo exemplo de fé e temor, enquanto represen-
tante do Reido de Deus na terra.
24 O SENHOR te abençoe e te guarde;
25 o SENHOR faça resplandecer o rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti;
26 o SENHOR sobre ti levante o rosto e te dê a paz. (Nm 6.24-26)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhos
marquione ban
 

Mais procurados (20)

Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
 
Panorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosPanorama do NT - Efésios
Panorama do NT - Efésios
 
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas HeresiasLição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
 
Estudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntiosEstudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntios
 
Panorama do NT - Lucas
Panorama do NT - LucasPanorama do NT - Lucas
Panorama do NT - Lucas
 
Mito 4 o esposo é o sacerdote do lar
Mito 4 o esposo é o sacerdote do larMito 4 o esposo é o sacerdote do lar
Mito 4 o esposo é o sacerdote do lar
 
5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia
5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia
5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - Colossenses
 
Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhos
 
Panorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3JoãoPanorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3João
 
Panorama do NT - Tiago
Panorama do NT - TiagoPanorama do NT - Tiago
Panorama do NT - Tiago
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - Hebreus
 
Lição 8 - O Desafio da Criação dos Filhos
Lição 8 - O Desafio da Criação dos FilhosLição 8 - O Desafio da Criação dos Filhos
Lição 8 - O Desafio da Criação dos Filhos
 
27. Os poéticos: Cantares de Salomão
27. Os poéticos: Cantares de Salomão27. Os poéticos: Cantares de Salomão
27. Os poéticos: Cantares de Salomão
 
CETADEB, Lição 1 - Livro Teologia Pastoral I
CETADEB, Lição 1 - Livro Teologia Pastoral ICETADEB, Lição 1 - Livro Teologia Pastoral I
CETADEB, Lição 1 - Livro Teologia Pastoral I
 
Lição 3 Colossences, I e II Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito, Filemon
Lição 3 Colossences, I e II Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito, FilemonLição 3 Colossences, I e II Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito, Filemon
Lição 3 Colossences, I e II Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito, Filemon
 
Aula 2 - Mateus
Aula 2 - MateusAula 2 - Mateus
Aula 2 - Mateus
 
Panorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2PedroPanorama do NT - 2Pedro
Panorama do NT - 2Pedro
 
Panorama do novo testamento
Panorama do novo testamentoPanorama do novo testamento
Panorama do novo testamento
 

Destaque

Descomplique 03
Descomplique 03Descomplique 03
Descomplique 03
prweber
 
Os Inimigos Do Casamento
Os Inimigos Do CasamentoOs Inimigos Do Casamento
Os Inimigos Do Casamento
ALTAIR GERMANO
 
Descomplique 01
Descomplique 01Descomplique 01
Descomplique 01
prweber
 
Ministração Sobre Relacionamentos
Ministração Sobre RelacionamentosMinistração Sobre Relacionamentos
Ministração Sobre Relacionamentos
paulodetarsopontes
 
O papel do homem e da mulher na sociedade
O papel do homem e da mulher na sociedadeO papel do homem e da mulher na sociedade
O papel do homem e da mulher na sociedade
Adhara340
 
Palestra sobre o papel de cada um na familia
Palestra sobre o papel de cada um na familiaPalestra sobre o papel de cada um na familia
Palestra sobre o papel de cada um na familia
Milas Aldrin Alves
 
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
Ev Nelson Fernandes
 

Destaque (20)

As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
Lar cristao
Lar cristaoLar cristao
Lar cristao
 
FamíLia Cristã Modulo 4
FamíLia Cristã Modulo 4FamíLia Cristã Modulo 4
FamíLia Cristã Modulo 4
 
Três erros graves
Três erros gravesTrês erros graves
Três erros graves
 
LBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIALBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIA
 
Conhecendo o conflito
Conhecendo o conflitoConhecendo o conflito
Conhecendo o conflito
 
Teoria da personalidade II
Teoria da personalidade IITeoria da personalidade II
Teoria da personalidade II
 
LBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIALBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 6 - O PAPEL DO MARIDO NA FAMÍLIA
 
Descomplique 03
Descomplique 03Descomplique 03
Descomplique 03
 
Os Inimigos Do Casamento
Os Inimigos Do CasamentoOs Inimigos Do Casamento
Os Inimigos Do Casamento
 
Descomplique 01
Descomplique 01Descomplique 01
Descomplique 01
 
Eneagrama do Caracter Humano 2015
Eneagrama do Caracter Humano 2015Eneagrama do Caracter Humano 2015
Eneagrama do Caracter Humano 2015
 
Descomplique 02
Descomplique 02Descomplique 02
Descomplique 02
 
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3  As Bases do Casamento Cristão- professoresLição 3  As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
 
Ministração Sobre Relacionamentos
Ministração Sobre RelacionamentosMinistração Sobre Relacionamentos
Ministração Sobre Relacionamentos
 
O papel do homem e da mulher na sociedade
O papel do homem e da mulher na sociedadeO papel do homem e da mulher na sociedade
O papel do homem e da mulher na sociedade
 
9 regras para um casamento feliz
9 regras para um  casamento feliz9 regras para um  casamento feliz
9 regras para um casamento feliz
 
Palestra sobre o papel de cada um na familia
Palestra sobre o papel de cada um na familiaPalestra sobre o papel de cada um na familia
Palestra sobre o papel de cada um na familia
 
Palestra Para Casais
Palestra Para CasaisPalestra Para Casais
Palestra Para Casais
 
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
 

Semelhante a HOMEM SACERDOTE AULA 5

família estudo em guaira
família estudo em guairafamília estudo em guaira
família estudo em guaira
JonatasMLopes
 
Congresso mulheres de honra
Congresso mulheres de honraCongresso mulheres de honra
Congresso mulheres de honra
Luciana Lisboa
 
Adolescentes sa ciro sanches zibordi rev
Adolescentes sa   ciro sanches zibordi revAdolescentes sa   ciro sanches zibordi rev
Adolescentes sa ciro sanches zibordi rev
Dany Cullen
 

Semelhante a HOMEM SACERDOTE AULA 5 (20)

família estudo em guaira
família estudo em guairafamília estudo em guaira
família estudo em guaira
 
Congresso mulheres de honra
Congresso mulheres de honraCongresso mulheres de honra
Congresso mulheres de honra
 
Apostila estudo sobre sociedade
Apostila   estudo sobre sociedadeApostila   estudo sobre sociedade
Apostila estudo sobre sociedade
 
6513787 adolescentes-sa-ciro-sanches-zibordi
6513787 adolescentes-sa-ciro-sanches-zibordi6513787 adolescentes-sa-ciro-sanches-zibordi
6513787 adolescentes-sa-ciro-sanches-zibordi
 
A síndrome do Ninho Vazio
A síndrome do Ninho VazioA síndrome do Ninho Vazio
A síndrome do Ninho Vazio
 
Boletim de dezembro de 2014
Boletim de dezembro de 2014Boletim de dezembro de 2014
Boletim de dezembro de 2014
 
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
2016 3 TRI LIÇÃO 10 - O PODER DA EVANGELIZAÇÃO NA FAMÍLIA
 
A FamíLia No Plano De Deus
A FamíLia No Plano De DeusA FamíLia No Plano De Deus
A FamíLia No Plano De Deus
 
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdfecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
 
Boletim236
Boletim236Boletim236
Boletim236
 
Boletim236
Boletim236Boletim236
Boletim236
 
Apresentacao
ApresentacaoApresentacao
Apresentacao
 
Licao 6 2o trim 2016 o papel do marido
Licao 6 2o trim 2016   o papel do maridoLicao 6 2o trim 2016   o papel do marido
Licao 6 2o trim 2016 o papel do marido
 
2013 1 tri - lição 4 - a família sob ataque
2013   1 tri - lição 4 - a família sob ataque2013   1 tri - lição 4 - a família sob ataque
2013 1 tri - lição 4 - a família sob ataque
 
Missoes
MissoesMissoes
Missoes
 
Adolescentes sa ciro sanches zibordi rev
Adolescentes sa   ciro sanches zibordi revAdolescentes sa   ciro sanches zibordi rev
Adolescentes sa ciro sanches zibordi rev
 
Espiritualidade e educação olhar do teólogo
Espiritualidade e educação olhar do teólogoEspiritualidade e educação olhar do teólogo
Espiritualidade e educação olhar do teólogo
 
17 relacionamento na melhor idade
17   relacionamento na melhor idade17   relacionamento na melhor idade
17 relacionamento na melhor idade
 
Familia e Educacao Como Fundamentos Para a Paz
Familia e Educacao Como Fundamentos Para a PazFamilia e Educacao Como Fundamentos Para a Paz
Familia e Educacao Como Fundamentos Para a Paz
 
Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01
Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01
Sexualidadeereformisso markdriscoll-121116120935-phpapp01
 

Mais de BispoAlberto (11)

Plano de Aula
Plano de AulaPlano de Aula
Plano de Aula
 
TEOLOGIA PASTORAL
TEOLOGIA PASTORALTEOLOGIA PASTORAL
TEOLOGIA PASTORAL
 
APOSTILA DISCIPULADO BASICO
APOSTILA DISCIPULADO BASICOAPOSTILA DISCIPULADO BASICO
APOSTILA DISCIPULADO BASICO
 
Apostila de teologia sistematica
Apostila de teologia sistematicaApostila de teologia sistematica
Apostila de teologia sistematica
 
Ficha de cadastro igreja
Ficha de cadastro igrejaFicha de cadastro igreja
Ficha de cadastro igreja
 
Apostila missiologia
Apostila missiologiaApostila missiologia
Apostila missiologia
 
As razões dos não dizimistas
As razões dos não dizimistasAs razões dos não dizimistas
As razões dos não dizimistas
 
Apostila _secretaria_da_igreja
Apostila  _secretaria_da_igrejaApostila  _secretaria_da_igreja
Apostila _secretaria_da_igreja
 
Teologos barth, paul tilich, etc
Teologos barth, paul tilich, etcTeologos barth, paul tilich, etc
Teologos barth, paul tilich, etc
 
Vitória na provação
Vitória na provaçãoVitória na provação
Vitória na provação
 
Como fazer um jornalw
Como fazer um jornalwComo fazer um jornalw
Como fazer um jornalw
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
GisellySobral
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
LindinhaSilva1
 

Último (20)

O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 

HOMEM SACERDOTE AULA 5

  • 1. CURSO ONLINE DE CASAIS APOSTILA AULA 51 Ministério sacerdotal dos homens. Pr. Estevam Fernandes O ministério sacerdotal do homem pai. 1. Sacerdote – hebr. Kõhen aquele que ensina a Torah (5 primeiros livros da Biblia), fala dos oráculos de Deus e faz previsões sobre os juízos de Deus Sacerdote - Grego – Hiereus, aquele que é santo, separado para o serviço de Deus Sacerdote é aquele que é separado por Deus para comunicar a sua voz e o seu coração ao povo. Primeiro à sua família, depois aos demais.As esposas têm o seu lugar neste papel sacer- dotal, principalmente na educação dos filhos. 1 Ouvi, filhos, a instrução do pai e estai atentos para conhecerdes o entendimento; 2 porque vos dou boa doutrina; não deixeis o meu ensino. 3 Quando eu era filho em companhia de meu pai, tenro e único diante de minha mãe, 4 então, ele me ensinava e me dizia: Retenha o teu coração as minhas palavras; guarda os meus mandamentos e vive; 5 adquire a sabedoria, adquire o entendimento e não te esqueças das palavras da minha boca, nem delas te apartes. (Pv 4.1-5) Que os homens assumam a sua missão sacerdotal e permitam que em casa se façam oráculos de Deus.Todo homem crente, marido e pai que não assume esta verdade está em falta com Deus.O pai deve ser um pedagogo,que não pode se omitir.O ensino é absoluto,é a Palavra de Deus. Quando o filho passar por dificuldades se lembrará do que foi ensinado pelo pai e isto lhe será um bálsamo. 5 dimensões bíblicas da paternidade 1. ensino doutrina exemplo instrução companhia Hoje o pai se isola e não ensina. Somente paga contas. Não basta levar para a igreja, tem que ser igreja,não basta apontar o caminho,tem que ser exemplo.Muitos filhos abandonam o reino, porque foram abandonados pelos pais. Só se pode ser vencedor se seu filho disser que quer ser como pai, que deseja seguir seus pais. Pai não deve se isolar e deve ser amável, abraçar e beijar. Ser homem não é ser bruto e distante, mas sim trabalhar a dimensão afetiva da vida.
  • 2. CURSO ONLINE DE CASAIS APOSTILA AULA 52 O papel do homem na perspectiva bíblica O papel do homem na perspectiva bíblica é ser o líder da casa,deixar pai e mãe e assumir uma mulher para que se tornem uma só carne.Esta é tarefa do homem.Casar é romper com a casa paterna. Homem maduro precisa romper para fazer-se pleno no novo lar. O homem deve ser o lider que: lidera e pastoreia a esposa provê a casa prepara os filhos para a vida. O que passa disto é doença relacional.Não é dominar,mas sim liderar.O homem é quem deve instruir o filho para a vida. Não é simplesmente dar dinheiro e esperar que a mulher eduque. O homem é o primeiro pedagogo, não a mulher. Infelizmente, a mulher está obrigada a fazer tudo, a educar os filhos e ainda arrastar o homem para o culto! O homem comunica a dimensão do sagrado para família. Ele deve abrir a Bíblia em casa e dei- xar Deus falar dentro de casa. Pai com a Bíblia na mão é Deus falando O homem na família é aquele que encarna a graça, o amor e o cuidado de Deus sobre os seus. Devemos ser a Graça ambulante dentro de casa. Não devemos ser intransigentes, brutos e escorar a fragilidade da liderança no“grito”. O homem deve ser a voz da graça de Deus dentro de casa, que abraça, que beija, que perdoa, que cuida e manifesta este amor. Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, (Ef 5.25) Este é o meu Filho amado; a ele ouvi. (Mc 9.7b) O pai deve ser a memória viva da história da redenção e do mundo para sua casa e para o mundo. tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te. (Dt 6.7) A perversão da família ao longo dos séculos Modernidade. Séculos XVI - XVII – o racionalismo trouxe a crise da religião. Patrocinado por filosofias de Hume e Kante. O sagrado foi tercerisado e a religião se tornou “coisa pra mulher”. Século XIX – A revolução industrial e urbana transformou o homem em operário e deixou as famílias com pais ausentes. Os filhos se tornaram órfãos de pais vivos.A mulher assumiu a educação dos filhos, incluindo a instrução religiosa.
  • 3. CURSO ONLINE DE CASAIS APOSTILA AULA 53 Posteriormente, a mulher também entrou no mercado de trabalho e tornou-se uma mãe apressada e divida. Os filhos ficaram sem os pais.. Pós modernidade Século XX – aconteceu a emancipação da mulher e a revolução sexual.A pregação da autono- mia sobre o próprio corpo trouxe consigo as práticas do aborto,da busca pela anti concepção pois a mulher se vê dona do próprio corpo.A filha passou a dizer ao pai que “transaria” com quem qusesse e o filho informou ao pai que não se sentia homem e que seria homossexual. Drogar-se também passou a ser opção consequente desta busca por prazer e autonomia. O viés cultural foi a rejeição da liderança masculina, mesmo porque muitos maridos exerciam incorretamente este papel. Com o advento das duas grandes guerras as mulheres ficaram sós e passam a ter que resolver sem os homens. O casamento foi banalizado, o divórcio se alastrou e as uniões alternativas passaram a se alas- trar. Infelizmente a competição, independência e o individualismo passou a reinar no lar. Século XXI – a família experimenta uma radical crise, pois o casamento é secularizado. Os ho- mens se perguntam:- Para que casar? Os jovens moram juntos sem ser casados e a homoafeti- vidade passou a invadir as casas patrocinado pela política de “nivelamento” do governo. Crian- ças e adolescentes são atingidas em cheio e já mostram sinais de mudanças comportamentais. O homem deixou de ser referência e sacerdote. Todo homem é um sacerdote Todo homem é um sacerdote,mesmo que ainda não seja pai.Na nova aliança o centro do culto é no lar.A primeira igreja é o lar. Se o pastor não for em casa, não pode ser na igreja. As vestes, pois, que farão são estas: um peitoral, uma estola sacerdotal, uma sobrepeliz, uma túnica bordada, mitra e cinto. (Ex 28.4a) As vestes sacerdotais servem como analogia do ofício paterno e de sacerdote.As vestes são símbolo da glória de Deus e representação de Jesus. Estola - Ficava sobre os ombros – sacerdote intercede pelos seus filhos e os leva nos ombros. Peitoral – tinha 12 pedras, relativas às 12 tribos e também pedras quadradas, do Urim e do Tumim para saber a vontade de Deus. Os pais devem, portanto, orientar os filhos para dizer o que Deus quer para a vida deles.Os filhos devem procurar o pai em primeiro lugar,não um tio ou um pastor. O pai precisa falar por Deus. Túnica de linho e cinto de ouro – túnica representa a integridade e a pureza.O pai não precisa ser perfeito, mas íntegro. Integridade é completude moral, inteireza e honestidade. Sobrepelis – composta de Romans, que representam a vida frutífera – Espera-se fruto do Espírito, na vida dos pais. Azul representa o caráter celestial do ministério representativo.
  • 4. CURSO ONLINE DE CASAIS APOSTILA AULA 54 Púrpura é o sinal de autoridade, que deve ser exercida em dependência de Deus. Carmesim reprenta o sangue do sacrifício. Do amor sacrificial e do testemunho de Cristo. Mitra, um turbante, que aponta para santidade ao Senhor. Jó era sacerdote e intercedia pelos filhos. Devemos seguir-lhe os passos … chamava Jó a seus filhos e os santificava; levantava-se de madrugada e oferecia holocaustos segundo o número de todos eles,pois dizia:Talvez tenham pecado os meus filhos e blasfemado contra Deus em seu coração.Assim o fazia Jó continuamente. (Jó 1.5) O pai não deve permitir pornografia, amizades pervertidas, televisão, acessos a internet estra- nhos,mas deve ser manifestação da verdade,da justiça,da integridade,do amor,da coragem,de trabalho, de humildade, zelando pela família, sendo exemplo de fé e temor, enquanto represen- tante do Reido de Deus na terra. 24 O SENHOR te abençoe e te guarde; 25 o SENHOR faça resplandecer o rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; 26 o SENHOR sobre ti levante o rosto e te dê a paz. (Nm 6.24-26)