Livro - História Klin 25 anos

4.935 visualizações

Publicada em

Livro - História Klin 25 anos

Publicada em: Design, Turismo, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.935
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro - História Klin 25 anos

  1. 1. “ Cultivando e construindo sonhos em 25 anos de história!”.
  2. 2. 25 anos de história: “ Contribuindo para o crescimento saudável e divertido das crianças, inspirados em um mundo melhor, valorizando todos aqueles que contribuem para o sucesso da Klin”.
  3. 3. 1963 “ Nasce um sonhador determinado”
  4. 4. “ Nasci no Bairro Baguaçu e logo em seguida minha família se mudou para cidade de Clementina (SP). Por lá moramos até completar 11 anos. Nesta época, minha irmã Maria, então com 15 anos, precisava avançar nos estudos, então meus pais decidiram se mudar para Birigui (SP), onde considerava ser uma cidade que disponibilizava de recursos para que ela se preparasse para ingressar em um curso superior . Logo que chegamos em Birigui, meu pai arranjou trabalho para mim e para o Valdir...”
  5. 5. “ Iniciei minhas atividades como Office-boy (mirim) em uma empresa que comercializava matérias-primas para industrias de calçados. Nessa mesma empresa trabalhei como empacotador, escriturário e cheguei à função tão almejada de vendedor. Vendia adesivos e matérias-primas para industrias de calçados de Birigui e região (...) Desde os meus doze anos de idade, trabalhei intensamente no segmento calçadista na então Incal do Sr. José Francisco de Castro Reis. Nesse trabalho passei a ter uma identificação muito grande com o segmento industrial de calçados. Birigui sendo um grande pólo produtor de calçados, não fugi à regra e comecei pelo óbvio”.
  6. 6. “ Fui criando grande afinidade com o segmento. Tinha bom relacionamento com os funcionários, lideranças, gerentes e até mesmo com diretores de empresas e sempre comentava que tinha sonho de iniciar uma atividade correlata. Houve receptividade muito grande por parte dessas pessoas e incentivo ao sonho. Então, apresentei o projeto dentro de minha casa, para os meus familiares e, também, obtive a aprovação dos meus pais e irmãos. Enfim, o que não faltou no início foi incentivo e apoio. Com 18 anos, iniciei a compra das primeiras máquinas básicas, iniciando as atividades da Klin em 27 de julho de 1983, fazendo com que uma vontade virasse um sonho a ser conquistado.”
  7. 7. 1983 “ Nasce um Sonho”
  8. 8. Do sonho à realidade. Para que seu sonho se concretizasse, Carlos A. Mestriner precisou contar não somente com incentivo moral de sua família, mas de muita ajuda na fabricação dos produtos. Havia uma sandália feita com palmilha de protex e muito trabalhosa, onde a levava para casa a fim de todos ajudar a prepará-la, principalmente nos finais de semana. A Klin foi inicialmente instalada na Av. Nelson Calixto, 320 em um prédio de 65m², produzindo 15 pares dias de sandália ortopédica, empregando 4 trabalhadores. Fachada da klin, na cidade de Birigui, anos 1983 Primeira Embalagem, 1983 Primeira Sandália produzido em 1983
  9. 9. Fachada atual da Unidade klin, na cidade de Birigui Vista interna atual da Unidade klin, na cidade de Birigui
  10. 10. 1985 “ A evolução do Sonho”
  11. 11. Em meados de 1985, quanto a empresa completa seus 2 anos de existência, com 62 colaboradores e com produção de 750 pares dia, houve a primeira e única mudança societária da empresa, onde sai o pai (Augusto Mestriner) e entra o irmão (Valdir Mestriner), que havia terminado os estudos de engenharia mecânica e retornado a Birigui.
  12. 12. Anúncio ano 1985
  13. 13. Após a implementação do Plano Cruzado em 1986, a fim de superar os reflexos negativos, a Klin decide inovar e diferenciar de seus concorrentes sendo reconhecida como empresa de qualidade, decidindo implantar o programa de Qualidade Total na empresa, com o compromisso de todos os colaboradores. ‘
  14. 14. Primeiro tênis, da linha Bebê, produzido pela Klin em 1987
  15. 15. Equipe administrativa e comercial, no final dos anos 80 Alguns colaboradores da equipe industrial, no final dos anos 80
  16. 16. Pesquisa Internacional Carlos A. Mestriner em pesquisa com: Ademir Pulzato (Ypo) e Jacir Migliorini (Finobel) na Itália, 1989 Em 1988, para se especializar e inovar seus produtos de acordo com as tendências, Carlos A. Mestriner inicia um trabalho de pesquisas de vitrines internacionais, trazendo idéias e novidades ao desenvolvimento de produtos.
  17. 17. Na busca de evoluir e expandir seu sonho, em 1989, inicia um processo de envolvimento da equipe de vendas, a fim de ter assertividade no lançamento de produtos e consecutivamente excelente performance comercial. Na mesma época, a Klin decide participar de feiras e exposições para disseminar e difundir sua marca junto aos clientes. Encontro com equipe do Rio de Janeiro em 1989 Encontro com a equipe São Paulo em 1989
  18. 18. Com o aumento da demanda, se fez necessário expandir o parque fabril, abrindo filiais nas cidades vizinhas de Birigui, em Gabriel Monteiro e Penápolis. Fachada da Angra/klin, na cidade de Gabriel Monteiro (SP) em 1989 Fachada da Camaleoa/klin, na cidade de Penápolis (SP) em 1990
  19. 19. Fachada atual da Unidade Camaleoa/klin, na cidade de Penápolis (SP)
  20. 20. Primeiro stand da Klin em feiras e exposições, em 1989
  21. 21. Início dos anos 90, compartilhando espaço e equipe com a empresa da irmã Maria e José Roberto, Pampili, a Klin marcava presença em diversas Feiras e eventos do segmento de calçados.
  22. 22. Carlos A Mestriner, Edson Carel. José Roberto Colli e Luiz Rodrigues Mendonça em feira realizada no Rio Grande do Sul (RS) Edson Carel Land e Carlos A Mestriner, em visita a Sapiranga (RS). Carlos A Mestriner com Luiz Carlos José de Souza (RJ) e Salin Wehbe (Vale do Paraíba - SP) – Alguns dos primeiros representantes da Klin
  23. 23. 1992 “ O sonho conquista o mundo”
  24. 24. Um sonho agora concreto, foi ainda mais longe... Com o objetivo de crescimento e internacionalização da marca, a Klin iniciou as exportações, calçando os primeiros pezinhos argentinos em 1992. A Klin começou a exportar seus produtos em 1992 e, em 1994, já participava da maior feira de calçados da Europa, a GDS.
  25. 25. Família Mestriner - 1992
  26. 26. Para aperfeiçoar seus conhecimentos e se especializar nas ferramentas de produção e qualidade total, Valdir Mestriner viaja ao Japão, em 1992. Mas foi em 1998 que foi feita a parceria com a Fundação Cristiano Otoni, hoje INDG (Instituto de Desenvolvimento Gerencial )
  27. 27. Sempre muito preocupada com seu cliente, 1992, a Klin desenvolve o slogan “Klin, a gente gosta assim”, e introduz um mascote, o cão, em sua comunicação, trazendo alegria e maior proximidade com as crianças, desenvolvendo produtos confortáveis e lúdicos. Contando com a participação da DUPRAT Propaganda através de um de seus diretores Jorge Luis de Campos, a Klin desenvolve formas de apresentar e pontuar sua marca nos PDVs e na mente dos clientes.
  28. 28. Agora, com mais pessoas contribuindo para este sonho, a Klin inaugura a Loja da Fábrica (1993), hoje denominado, Shopping das Fábricas KLIN. Parte interna da loja, anos 1993. Fachada da loja atualmente. Prêmio Tropical FM – Reconhecimento do Shopping das Fábricas Klin.
  29. 29. Sonhos também precisam ser envolventes... Assim iniciava as convenções anuais com equipe de representantes e vendedores, envolvendo e compartilhando com todos as estratégias. Convenção de Vendas 1993
  30. 30. Para uma melhor qualidade e atendimento interno no fornecimento de solados e injetados, em fevereiro de 1994, na cidade de Birigui (SP), iniciaram-se as atividades da Unidade Colibri. Unidade Colibri, na cidade de Birigui.
  31. 31. Convenção de Vendas 1994 Convenção de Vendas 1995
  32. 32. Convenção de Vendas 1996
  33. 33. A Klin crescia e a Família Mestriner também - 1996
  34. 34. Maria M Colli e Carlos A Mestriner na Itália , 1996 Tony Assumpção e Carlos Mestriner em pesquisa na Alemanha, em 1996 Representante João Luiz de Brito organiza encontro com clientes, em 1996
  35. 35. Equipe Klin reunida após evento em São Paulo após Francal, 1996
  36. 36. Em 1997, a Klin, lança um dos projetos mais ousado do setor coureiro calçadista, “Klin, no coração e nos pés do Brasil”, com a coordenação de Silvia Ap. Mestriner. Este projeto mostrava que a Klin, além de fazer calçados, era uma empresa que já se preocupava com a valorização do ser humano. Contratou Roberto Shinyashiki (Instituto Gente) para auxiliar neste projeto. “ Klin, no coração e nos pés do Brasil”, levou aos lojistas e vendedores não só a oportunidade de participar de um evento, mas sim, de mostrar que atrás de cada calçado produzido e vendido, existia um ser humano e que dependia somente dele acreditar em seus sonhos e fazer a diferença. Acreditando nessa proposta de poder tocar o coração de cada participante é que percorremos dezenas de cidades, como, Ribeirão Preto (SP), São Paulo (SP), Maceió (AL) e tantas outras. O resultado obtido foi maravilhoso. Resultado este, que não se mensura, mas somente quem teve a oportunidade de levar o projeto a sua região é que sabe como foi gratificante...
  37. 37. 1997 “ A expansão do sonho”
  38. 39. Em 1997, na 29º Francal, Carlos A Mestriner recebe o prêmio Industrial do Ano, eleito entre os mais de 5.000 industriais do setor coureiro calçadista do Brasil, consolidando-se uma das maiores empresas de calçados do Brasil. Carlos Mestriner e Antônio Assumpção (Kiuty), na entrega do Prêmio Industrial do Ano 1997 Gusmão entrega prêmio a Carlos A Mestriner
  39. 40. No mesmo ano, Carlos Mestriner recebe o Prêmio Destaque do Ano na Câmara dos Vereadores de Birigui (SP) das mãos de José Manoel Sanches. Edmilson Costa (Recife-PE) recebe Prêmio Garra de Ouro pela Klin junto com Carlos A Mestriner, 1997 Beto, Berna, Carlos, Lucinha e Ana, em comemoração ao Prêmio Industrial do Ano recebido por Carlos A. Mestriner
  40. 41. Douglas, Leandro e Wilson Pazian (Tuty Representações), 1997 Ida, Berna, Ana, Marcus e Iramar em Jantar da Couromoda, Alemanha, 1998
  41. 42. Intensificando a sua exposição e valorização da marca Klin, a empresa começa a investir intensamente em mídia, estando presente nos canais e programas de maior audiência. O mascote da Klin, estrelando no Xuxa Park, programa da Rede Globo
  42. 43. Convenção de Vendas 1999 Com o tema “Faremos a Diferença”, a Klin leva também a mensagem de otimismo e perseverança a sua equipe de vendas
  43. 44. 2001 “ O Sonho se renova”
  44. 45. Convenção de Vendas 2001
  45. 46. No ano de 2001, o sonho se renova... O mascote, ganha vida e passa a ser chamado de Klin. Na busca incessante de estar mais próxima das crianças, a empresa renova a sua comunicação e passa a utilizar o slogan: “Klin, o seu melhor amigo”, onde contou com a parceria da agência RBA Propaganda e Publicidade, através de seu diretor Roberto Noronha.
  46. 47. Pesquisa Internacional Berna em pesquisa na Milão (Itália), 2001 Sumaia Awadallah em pesquisa na Nova York (EUA), 2001 Milva Mestriner em pesquisa na cidade de Londres, 2001
  47. 48. Marcus Rosaboni, Milva Mestriner, Berna em feira na Alemanha, 2001 Milva Mestriner em pesquisa Internacional na Paris (França), 2001
  48. 49. Baby Sport Balila Cravinho Curumim Impact Neném Sport Park A ‘ Com a renovação da comunicação, houve também uma evolução nos lançamentos de produtos. Vejamos algumas linhas que deixaram suas marcas e fizeram história...
  49. 50. Convenção Interna, 2002 Contudo, um sonho não se sustenta sozinho, então, se fez necessário integrar a equipe de liderança interna com as estratégias de lançamento e distribuição da empresa
  50. 51. Berna, Deby e Sumaia com o mascote Klin Klin, pousando para foto O mascote ganha vida, e passa a participar de eventos.
  51. 52. Não bastasse, 2003, foi criado a turma da Klin, para que cada vez mais fizesse parte do mundo imaginário das crianças, contribuindo para o desenvolvimento emocional e saudável das crianças, sendo elas as responsáveis pela escolha dos nomes: Paty, Rafa e Dr. Xaropé. Com a atenção voltada para a saúde dos pés das crianças, a Klin desenvolve calçados anatômicos, contendo o selo IBTEC (Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro , Calçados e Artefatos), antigo CTCCA (Centro Tecnológico de Couro, Calçados e Artefatos).
  52. 53. Colocar uma palmilha anatômica e seus atributos e o selo IBTEC
  53. 54. Em constante renovação, a Klin inicia em 2003 as atividades de uma nova filial, agora no estado do MS, cidade Três Lagoas, a fim de atender a demanda e poder contribuir para o desenvolvimento da cidade através de novos postos de trabalho, gerando a oportunidade de crescimento e realização profissional. Incubadora, 2003 Fachada atual da Unidade de Três Lagoas (MS) Valdir Mestriner com autoridades do estado de Mato Grosso do Sul, na inauguração da unidade
  54. 55. Em 2005, a Klin participa das principais feiras e exposições internacionais. GDS - 2005 MICAM - 2005 Show Room Sava Zagreb (Croácia)- 2005
  55. 56. Em reconhecimento à todos os esforços e investimentos, a marca Klin ganha destaque no New York Times, em 2004.
  56. 57. Valorizando todos aqueles que contribuem para o sucesso da Klin, em 2005, inicia a realização de um emocionante evento que visa reconhecer a contribuição de todos os colaboradores que completam 10 anos de empresa: “Colaborador 10 anos”.
  57. 58. Em 2007, a Klin interagiu com a família dos colaboradores trazendo-a mais próxima da empresa, realizando um desfile emocionante no encerramento da Convenção Interna 2007, com os filhos de colaboradores, um momento de lágrimas de alegria e orgulho”.
  58. 59. 2008 “ 25 anos de história”
  59. 60. Em comemoração aos 25 anos de história, a Klin festeja com seus colaboradores seu sucesso com muita alegria e descontração. Carlos A Mestriner e Valdir Mestriner com Sandra Careta, esposa do primeiro colaborador da Klin, Luiz Carlos Gardenal Careta Carlos A Mestriner e Valdir Mestriner presentea,m Éden Ferrari, colaborador mais antigo da Klin Carlos A Mestriner , Marcus Rosaboni e Éden Ferrari cortam o bolo dos 25 anos Carlos A Mestriner e Valdir Mestriner não continham a alegria
  60. 61. Couromoda 2008 Francal 2008
  61. 62. FIT 2008
  62. 63. A turminha pousando para foto, Francal 2008 Em ano de comemoração, nossos clientes se divertem com a turminha da Klin
  63. 64. A s crianças se identificam e se divertem com a turminha da Klin 2008, 25 anos de história. Todos comemoram na maior alegria e descontração A equipe de vendas também se divertiram com a turminha Carlos A Mestriner e Valdir Mestriner felizes com a turminha
  64. 65. Premiação da Melhor Vitrine Internacional conquistada pelo cliente do Peru (Azaléia Peru – representante Saul Ramirez). Este foi um concurso promovido para todos os clientes da América do Sul, tendo êxito de participações. Contou ainda com a presença da turminha nesta premiação. Saul Ramirez e Carlos A Mestriner, na entrega do troféu de melhor Vitrine A turminha prestigiou a entrega do Troféu de Melhor Vitrine
  65. 66. Vitrine Kwait Emirados Árabes Emirados Árabes
  66. 67. Ponto de Venda do Kuwait Cliente flagrada em Madri, Espanha, usando produto Klin (Linha Carinho) Ponto de Venda México
  67. 68. Carlos A Mestriner, após 11 anos, conquista pela segunda vez o prêmio de Industrial do Ano. Um reconhecimento de 25 anos de sonhos e realizações. Mário Alberto Gusmão (Grupo Editorial Sino) entrega troféu para Carlos A Mestriner (Klin) na categoria Industrial de Calçados Público lotou evento, que aconteceu no hotel Holliday Inn Premiados celebram conquista do troféu Destaque
  68. 69. Com os temas “Construindo Novos Rumos” e “Querer, Saber, Fazer”, a Klin, levou a equipe de vendas, os caminhos a serem percorridos... Traçando novos rumos ao sonho, em 2008 a Klin, levou uma mensagem de construção, contribuição e persistência a todos colaboradores da empresa.
  69. 70. A ‘ Na busca incessante de parcerias de confiança e credibilidade, a Klin firma em 2008 uma parceria com o SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), que conta com 20.000 mil pediatras que certificam os produtos KLIN como “Anatômico”.
  70. 71. A fim de garantir que as necessidades dos clientes KLIN sejam garantidas, a Klin, realiza uma vez ao ano uma reflexão junto aos colaboradores, reforçando os conceitos de qualidade, equipe e construção, sempre de forma descontraída e alegre. Aldo Nascimento apresentando informações sobre qualidade Encerramento da Semana da SIPAT / Qualidade, com teatro para filho de colaboradores Dinâmica Vivencial para colaboradores em encerramento da Semana da SIPAT / Qualidade
  71. 72. Contando com a contribuição de seus fornecedores, garantindo a qualidade dos produtos, a Klin treina seus colaboradores, levando informações a respeito do processo. Equipe Angra, Treinamento killing Equipe da Camaeloa, treinamento Killing Equipe Colibri, Treinamento killing
  72. 73. “ O Sonho: Futuro pede Klin”
  73. 74. O Futuro pede crescimento saudável e divertido para as crianças.. “ Crianças atualizadas, que gostam de diversão, esporte e fantasia, e vivem no universo infantil com carinho e proteção de seus familiares."
  74. 75. O Futuro pede por um mundo melhor! Projeto Bombeiro Mirim
  75. 76. O Futuro pede por um mundo melhor! Projeto Paisagismo Projeto Jardim dos Sonhos

×