Preparação de ArtigosPreparação de Artigos
CientíficosCientíficos
Seções do ManuscritoSeções do Manuscrito
MCCB
Título e AutoresTítulo e Autores
O título do trabalho, em português e inglês, deve serO título do trabalho, em português e...
Resumo e AbstractResumo e Abstract
  
O resumo deve ser estruturado em quatro seções:O resumo deve ser estruturado em quat...
Descritores e DescriptorsDescritores e Descriptors   
Também devem ser incluídos de três a cinco descritoresTambém devem s...
Corpo do manuscritoCorpo do manuscrito  
Os Os Artigos  OriginaisArtigos  Originais e  e Trabalhos  ExperimentaisTrabalhos...
A seçãoA seção MultímidiaMultímidia deve apresentar as seguintes deve apresentar as seguintes
seções:seções:
Caracterizaçã...
As As Cartas  ao  EditorCartas  ao  Editor,  em  princípio,  deve  comentar, ,  em  princípio,  deve  comentar, 
discutir ...
ReferênciasReferências
As  referências  dos  documentos  impressos  e  eletrônicos As  referências  dos  documentos  impre...
As referências devem ser identificadas, no corpo doAs referências devem ser identificadas, no corpo do
texto, com algarism...
Em  caso  de  citação  alternada,  todas  as  referências Em  caso  de  citação  alternada,  todas  as  referências 
devem...
Modelos de ReferênciasModelos de Referências
Artigo de RevistaArtigo de Revista
Issa  M,  Avezum  A,  Dantas  DC,  Almeida...
Organização como AutorOrganização como Autor  
Diabetes  Prevention  Program  Research  Group. Diabetes  Prevention  Progr...
Artigo publicado eletronicamente antesArtigo publicado eletronicamente antes
da versão impressa (“ahead of print”)da versã...
Artigo de periódico na InternetArtigo de periódico na Internet
Machado MN, Nakazone MA, Murad-Junior JA, Maia LN.Machado M...
Capítulo de LivroCapítulo de Livro
Chai PJ. Intraoperative myocardial protection. In:Chai PJ. Intraoperative myocardial pr...
TeseTese
Dalva M. Estudo do remodelamento ventricular e dosDalva M. Estudo do remodelamento ventricular e dos
anéis valvar...
LegislaçãoLegislação
Conselho Nacional de Saúde. Resolução n. 196, de 10 deConselho Nacional de Saúde. Resolução n. 196, d...
Tabelas e FigurasTabelas e Figuras
As Tabelas e Figuras devem ser numeradas de acordoAs Tabelas e Figuras devem ser numera...
Hiporresponsivos ao
AAS
N = 7
Sensíveis ao AAS
N = 101
OR IC de 95% p
Idade, anos 61,7 + 10,1 60,75 + 11,7 - - 0,8
Dose AA...
MCCB
As figuras somente serão publicadas em cores se oAs figuras somente serão publicadas em cores se o
autor concordar em...
Artigo
Original
Editorial
Artigo de
Revisão
Atualização
clínica
Relato
de Caso
Comunicação
Breve
Ponto
de Vista
Carta
ao E...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Preparação de artigos científicos 2

385 visualizações

Publicada em

Como preparar artigos científicos

Publicada em: Ciências
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Preparação de artigos científicos 2

  1. 1. Preparação de ArtigosPreparação de Artigos CientíficosCientíficos Seções do ManuscritoSeções do Manuscrito MCCB
  2. 2. Título e AutoresTítulo e Autores O título do trabalho, em português e inglês, deve serO título do trabalho, em português e inglês, deve ser conciso e informativo. Devem ser fornecidos os nomesconciso e informativo. Devem ser fornecidos os nomes completos dos autores, titulação e vinculaçãocompletos dos autores, titulação e vinculação institucional de cada um deles.institucional de cada um deles. MCCB Ex:Ex: Autores:Autores: Milene Carvalho CarrilhoMilene Carvalho Carrilho11 , MD,, MD, Gabriele TonniGabriele Tonni22 , MD, PhD,, MD, PhD, Edward Araújo JúniorEdward Araújo Júnior11 , MD, PhD, MD, PhD 1.1.Divisão Obstetrícia. Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP),Divisão Obstetrícia. Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, SP, BrasilSão Paulo, SP, Brasil 2.2.Divisão Obstetrícia e Ginecologia. Hospital Guastalla Civil, ReggioDivisão Obstetrícia e Ginecologia. Hospital Guastalla Civil, Reggio Emilia, Itália.Emilia, Itália.
  3. 3. Resumo e AbstractResumo e Abstract    O resumo deve ser estruturado em quatro seções:O resumo deve ser estruturado em quatro seções: Objetivo, Métodos, Resultados e Conclusão. O AbstractObjetivo, Métodos, Resultados e Conclusão. O Abstract (versão literal, em inglês, do Resumo em português)(versão literal, em inglês, do Resumo em português) deve seguir a mesma estrutura do Resumo, em quatrodeve seguir a mesma estrutura do Resumo, em quatro seções: Objective, Methods, Results e Conclusion.seções: Objective, Methods, Results e Conclusion. Devem ser evitadas abreviações. O número máximo deDevem ser evitadas abreviações. O número máximo de palavras deve seguir as recomendações da tabela. Nospalavras deve seguir as recomendações da tabela. Nos artigos tipo Relatos de Casos e Como-eu-Faço, oartigos tipo Relatos de Casos e Como-eu-Faço, o resumo e o abstract não devem ser estruturadosresumo e o abstract não devem ser estruturados (informativo ou livre). As Correlações clínico-cirurgicas e(informativo ou livre). As Correlações clínico-cirurgicas e seções Multimídia dispensam resumo e abstract.seções Multimídia dispensam resumo e abstract. MCCB
  4. 4. Descritores e DescriptorsDescritores e Descriptors    Também devem ser incluídos de três a cinco descritoresTambém devem ser incluídos de três a cinco descritores (palavras-chave), assim como a respectiva tradução(palavras-chave), assim como a respectiva tradução para os descriptors. Os descritores podem serpara os descriptors. Os descritores podem ser consultados no endereço eletrônicoconsultados no endereço eletrônico http://decs.bvs.brhttp://decs.bvs.br /, que contém termos em português,/, que contém termos em português, espanhol e inglês ouespanhol e inglês ou www.nlm.nih.gov/meshwww.nlm.nih.gov/mesh , para, para termos somente em inglês, ou nos respectivos linkstermos somente em inglês, ou nos respectivos links disponíveis no sistema de submissão da revista.disponíveis no sistema de submissão da revista. MCCB
  5. 5. Corpo do manuscritoCorpo do manuscrito   Os Os Artigos  OriginaisArtigos  Originais e  e Trabalhos  ExperimentaisTrabalhos  Experimentais devem  devem  ser divididos nas seguintes seções: ser divididos nas seguintes seções:  Introdução,  Método,  Resultados,  Discussão, Introdução,  Método,  Resultados,  Discussão,  Conclusão e Agradecimentos (opcional). Conclusão e Agradecimentos (opcional).  Os Os Relatos de CasoRelatos de Caso devem ser estruturados nas seções: devem ser estruturados nas seções: Introdução, Relato do Caso e Discussão; Introdução, Relato do Caso e Discussão;  E as E as Correlações clínico-cirúrgicasCorrelações clínico-cirúrgicas em: em: Dados  Clínicos,  Eletrocardiograma,  Radiografia, Dados  Clínicos,  Eletrocardiograma,  Radiografia,  Ecocardiograma, Diagnóstico e Operação. Ecocardiograma, Diagnóstico e Operação.  MCCB
  6. 6. A seçãoA seção MultímidiaMultímidia deve apresentar as seguintes deve apresentar as seguintes seções:seções: Caracterização do Paciente e Descrição da TécnicaCaracterização do Paciente e Descrição da Técnica Empregada.Empregada. Os Artigos de Revisão e Artigos Especiais podem serOs Artigos de Revisão e Artigos Especiais podem ser estruturados em seções a critério do autor.estruturados em seções a critério do autor. MCCB
  7. 7. As As Cartas  ao  EditorCartas  ao  Editor,  em  princípio,  deve  comentar, ,  em  princípio,  deve  comentar,  discutir  ou  criticar  artigos  publicados  na  Revista,  mas discutir  ou  criticar  artigos  publicados  na  Revista,  mas  também  pode  versar  sobre  outros  temas  de  interesse também  pode  versar  sobre  outros  temas  de  interesse  geral.  Recomenda-se  tamanho  máximo  de  1000 geral.  Recomenda-se  tamanho  máximo  de  1000  palavras, incluindo referências, que não devem exceder palavras, incluindo referências, que não devem exceder  a cinco. Sempre que cabível e possível, uma resposta a cinco. Sempre que cabível e possível, uma resposta  dos autores do artigo em discussão será publicada junto dos autores do artigo em discussão será publicada junto  com a carta.com a carta. MCCB
  8. 8. ReferênciasReferências As  referências  dos  documentos  impressos  e  eletrônicos As  referências  dos  documentos  impressos  e  eletrônicos  devem  ser  normalizadas  de  acordo  com  o  estilo devem  ser  normalizadas  de  acordo  com  o  estilo  Vancouver,  elaborado  pelo  International  Committee  of Vancouver,  elaborado  pelo  International  Committee  of  Medical  Journal  Editors  (Medical  Journal  Editors  (ICMJE,  disponível  em: ICMJE,  disponível  em:  http://www.icmje.orghttp://www.icmje.org).). MCCB
  9. 9. As referências devem ser identificadas, no corpo doAs referências devem ser identificadas, no corpo do texto, com algarismos arábicos,  sobrescritas,texto, com algarismos arábicos,  sobrescritas, obedecendo à ordem de citação no texto. A acurácia dasobedecendo à ordem de citação no texto. A acurácia das referências é de responsabilidade do autor. Se foremreferências é de responsabilidade do autor. Se forem citadas mais de duas referências em sequência, apenascitadas mais de duas referências em sequência, apenas a primeira e a última devem ser digitadas, sendoa primeira e a última devem ser digitadas, sendo separadas por um traço (Exemplo: [6-9]).separadas por um traço (Exemplo: [6-9]). MCCB Ex: ... Pouco se sabe a respeito da associação entre as concentrações séricas4 ... Sistemas biológicos desenvolveram uma condição de retenção de sódio e liberação de protásio15-19
  10. 10. Em  caso  de  citação  alternada,  todas  as  referências Em  caso  de  citação  alternada,  todas  as  referências  devem  ser  digitadas,  separadas  por vírgula (Exemplo: devem  ser  digitadas,  separadas  por vírgula (Exemplo:  [6,7,9]).[6,7,9]). Publicações  com  até  6  autores,  devem  ser  citados Publicações  com  até  6  autores,  devem  ser  citados  todos os autores; publicações com mais de 6 autores, todos os autores; publicações com mais de 6 autores,  citam-se  os  6  primeiros  seguidos  da  expressão  latina citam-se  os  6  primeiros  seguidos  da  expressão  latina  “et al.”.“et al.”. Títulos de periódicos devem ser abreviados de acordo Títulos de periódicos devem ser abreviados de acordo  com o List of Journals Indexed for MEDLINE (com o List of Journals Indexed for MEDLINE (disponível disponível  em: em: http://www.nlm.gov/tsd/serials/lji.htmlhttp://www.nlm.gov/tsd/serials/lji.html).). MCCB
  11. 11. Modelos de ReferênciasModelos de Referências Artigo de RevistaArtigo de Revista Issa  M,  Avezum  A,  Dantas  DC,  Almeida  AFS,  Souza Issa  M,  Avezum  A,  Dantas  DC,  Almeida  AFS,  Souza  LCB,  Sousa  AGMR.  Fatores  de  risco  pré,  intra  e  pós-LCB,  Sousa  AGMR.  Fatores  de  risco  pré,  intra  e  pós- operatórios  para  mortalidade  hospitalar  em  pacientes operatórios  para  mortalidade  hospitalar  em  pacientes  submetidos à cirurgia de aorta. Rev Bras Cir Cardiovasc. submetidos à cirurgia de aorta. Rev Bras Cir Cardiovasc.  2013;28(1):10-21.2013;28(1):10-21. MCCB
  12. 12. Organização como AutorOrganização como Autor   Diabetes  Prevention  Program  Research  Group. Diabetes  Prevention  Program  Research  Group.  Hypertension, insulin, and proinsulin in participants with Hypertension, insulin, and proinsulin in participants with  impaired  glucose  tolerance.  Hypertension. impaired  glucose  tolerance.  Hypertension.  2002;40(5):679-86.2002;40(5):679-86. MCCB
  13. 13. Artigo publicado eletronicamente antesArtigo publicado eletronicamente antes da versão impressa (“ahead of print”)da versão impressa (“ahead of print”) Atluri P, Goldstone AB, Fairman AS, Macarthur JW,Atluri P, Goldstone AB, Fairman AS, Macarthur JW, Shudo Y, Cohen JE, et al. Predicting right ventricularShudo Y, Cohen JE, et al. Predicting right ventricular failure in the modern, continuous flow left ventricularfailure in the modern, continuous flow left ventricular assist device era. Ann Thorac Surg. 2013 Jun 21. [Epubassist device era. Ann Thorac Surg. 2013 Jun 21. [Epub ahead of print]ahead of print] MCCB
  14. 14. Artigo de periódico na InternetArtigo de periódico na Internet Machado MN, Nakazone MA, Murad-Junior JA, Maia LN.Machado MN, Nakazone MA, Murad-Junior JA, Maia LN. Surgical treatment for infective endocarditis and hospitalSurgical treatment for infective endocarditis and hospital mortality in a Brazilian single-center. Rev Bras Cirmortality in a Brazilian single-center. Rev Bras Cir Cardiovasc [online]. 2013[cited 2013 Jun 25];28(1):29-Cardiovasc [online]. 2013[cited 2013 Jun 25];28(1):29- 35. Available from:35. Available from: <<http://www.scielo.br/scielo.php?http://www.scielo.br/scielo.php? script=sci_arttext&pid=S0102-script=sci_arttext&pid=S0102- 76382013000100006&lng=en&nrm=iso76382013000100006&lng=en&nrm=iso>> MCCB
  15. 15. Capítulo de LivroCapítulo de Livro Chai PJ. Intraoperative myocardial protection. In:Chai PJ. Intraoperative myocardial protection. In: Mavroudis C, Backer C, eds. Pediatric cardiac surgery.Mavroudis C, Backer C, eds. Pediatric cardiac surgery. 4th ed. Chichester: Wiley-Blackwell; 2013. p.214-24.4th ed. Chichester: Wiley-Blackwell; 2013. p.214-24. LivroLivro Cohn LH. Cardiac surgery in the adult. 4th ed. New York:Cohn LH. Cardiac surgery in the adult. 4th ed. New York: McGraw-Hill;2012. 1472p.McGraw-Hill;2012. 1472p. MCCB
  16. 16. TeseTese Dalva M. Estudo do remodelamento ventricular e dosDalva M. Estudo do remodelamento ventricular e dos anéis valvares na cardiomiopatia dilatada: avaliaçãoanéis valvares na cardiomiopatia dilatada: avaliação anátomo-patológica [Tese]. São Paulo: Universidade deanátomo-patológica [Tese]. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2011. 101p.São Paulo, 2011. 101p. MCCB
  17. 17. LegislaçãoLegislação Conselho Nacional de Saúde. Resolução n. 196, de 10 deConselho Nacional de Saúde. Resolução n. 196, de 10 de outubro de 1996. Dispõe sobre diretrizes e normasoutubro de 1996. Dispõe sobre diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seresregulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Bioética. 1996;4(2 Supl):15-25.humanos. Bioética. 1996;4(2 Supl):15-25. Outros exemplos de referências podem ser consultadosOutros exemplos de referências podem ser consultados no site:no site: http://www.nlm.nih.gov/bsd/uniform_requirements.htmlhttp://www.nlm.nih.gov/bsd/uniform_requirements.html MCCB
  18. 18. Tabelas e FigurasTabelas e Figuras As Tabelas e Figuras devem ser numeradas de acordoAs Tabelas e Figuras devem ser numeradas de acordo com a ordem de aparecimento no texto, conter um títulocom a ordem de aparecimento no texto, conter um título e estar em arquivos separados. As tabelas não deveme estar em arquivos separados. As tabelas não devem conter dados redundantes já citados no texto. Devem serconter dados redundantes já citados no texto. Devem ser abertas nos lados e com fundo totalmente branco.abertas nos lados e com fundo totalmente branco. As abreviaturas utilizadas nas tabelas devem serAs abreviaturas utilizadas nas tabelas devem ser mencionadas no rodapé, com as respectivas formas pormencionadas no rodapé, com as respectivas formas por extenso. Da mesma forma, as abreviaturas empregadasextenso. Da mesma forma, as abreviaturas empregadas nas figuras devem ser explicitadas nas legendas.nas figuras devem ser explicitadas nas legendas. MCCB
  19. 19. Hiporresponsivos ao AAS N = 7 Sensíveis ao AAS N = 101 OR IC de 95% p Idade, anos 61,7 + 10,1 60,75 + 11,7 - - 0,8 Dose AAS 164,3 158,5 - - 0,4 Sexo masculino 4 (57,1%) 54 (53,5%) 1,16 - 0,99 Tabagismo 4 (57,1%) 27 (27,0%) 3,61 0,75 -17,24 0,19 DM 4 (57,1%) 30 (29,7%) 3,16 0,66 - 14,9 0,2 Histórico de IM 1 (14,3%) 36 (36,4%) 0,29 0,034 - 2,5 0,4 Dislipidemia 5 (71,4%) 62 (62%) 1,5 0,29-8,3 0,7 DAC 6 (85,7%) 40 (39,6%) 9,15 1,061 - 78,8 0,04 Vasos doentes 1,85 + 0,89 0,43 + 0,79 3,58 1,69 - 7,61 < 0,01 MCCB Tabela 4 – Características clínicas dos grupos hiporrespondedores e sensíveis ao AAS OR – Razão de Chances; IC – intervalo de confiança; DM – Diabetes Melito; IM – Infarto do Miocárdio; DAC – Doença Arterial Coronariana com estenose > 50% em uma ou mais artérias coronárias.
  20. 20. MCCB As figuras somente serão publicadas em cores se oAs figuras somente serão publicadas em cores se o autor concordar em arcar com os custos de impressãoautor concordar em arcar com os custos de impressão das páginas coloridas.das páginas coloridas.
  21. 21. Artigo Original Editorial Artigo de Revisão Atualização clínica Relato de Caso Comunicação Breve Ponto de Vista Carta ao Editor Imagem Correlações N° máx. autores 10 2 4 6 8 8 5 4 Título (caracteres incluindo espaços) 100 100 80 80 80 80 80 80 80 Título reduzido (caracteres incluindo espaços) 50 50 50 50 50 50 50 50 50 Resumo (N° máx. de palavras) 250 - 250 - 250 - - - - Texto N° máx. de palavras (incluindo referências) 5000 1500 6500 1500 1500 2500 500 250 800 N° máx. de referências 40 15 80 10 10 20 5 - 10 N° máx. de tabelas + figs + vídeos 8 2 8 2 2 2 1 1 1 Limites de texto: a contagem eletrônica de palavras deve incluir a página inicial, resumo, texto, referências e legenda de figuras. MCCB

×