PROCESSOS DE  EXCLUSÃO
O PROCESSO DEEXCLUSÃO É FEITO POR VÁRIAS MANEIRAS.ALGUMAS DELAS SÃO:
* CULTURAL* ECONÔMICO *SOCIAL
CULTURAL  Apesar das leis de incentivo à produçãocultural, o que vemos é uma pequena parcela  da população que tem acesso ...
NÚMEROS DO IBGE:        Apenas 13% dos brasileiros      frequentam cinema pelo menos      uma vez por ano      92% nunca e...
CULTURAL O que está relaciona com com a falta de acesso acultura, que gera a exclusão não é apenas a faltade dinheiro e si...
ECONÔMICOEsta forma de exclusão caracteriza-sepelas más condições de vida, pelos baixosníveis de instrução e qualificaçãop...
AS PESSOAS SOFREM AEXCLUÃO DA SOCIEDADE POR   SER CARACTERIZADA        “POBRES”
ALTERNATIVA DE COMBATER A   ORIGEM DA POBREZA É CRIACONDIÇÕES DIGNAS DE TRABALHOPARA QUE AS PESSOAS, POR SI, SELIBERTEM DA...
MAS NÃO SÓ PARA TER SUASOBREVIVÊNCIA, MAS, TAMBÉM, À  SUA INDEPENDÊNCIA, AO SEU  ACESSO AO CONHECIMENTO, À  FORMAÇÃO PROFI...
SOCIAL AS PESSOAS SÃO EXCLUÍDA QUANDO   ESTÁ IMPEDIDAS DE PARTICIPAR        PLENAMENTE NA VIDAECONÓMICA, SOCIAL E CIVIL OU...
BULLYING
BULLYING VIOLÊNCIA      VERBAIS, FÍSICAS OU PSICOLÓGICAS, INTENCIONAIS OUREPETITIVAS PRATICADO POR UM  INDIVÍDUO OU UM GRU...
Dimensões da Exclusão Social   no quotidiano do indivíduo       DO SER, OU SEJA DAPERSONALIDADE, DA DIGNIDADE E DA     AUT...
DO FAZER, OU SEJA DAS TAREFAS     REALIZADAS E SOCIALMENTE RECONHECIDAS, QUER SOB A FORMA DEEMPREGO REMUNERADO (UMA VEZ QU...
DO CRIAR, OU SEJA DA CAPACIDADE DE EMPREENDER, DE ASSUMIR INICIATIVAS, DE   DEFINIR E CONCRETIZAR PROJETOS, DE INVENTAR E ...
MEDIDAS PARA COMBATER      A EXCLUSÃO SOCIALReforçar a democracia pela participação co-responsável da sociedade civil;Ter ...
ALUNOS:  A L E S S A N D RO C A M A R A N ° 0 1  A N A C A RO L I N A S I LVA N ° 0 4F E R N A N DA VA S C O N C E L O S N...
BIBIOGRAFIASH T T P : / / A C E R T O D E C O N T A S . B L O G. B R / C ULT U R A / O - B R A S I L - E - S UA - V E R G ...
Novo(a) apresentação do microsoft power point
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Novo(a) apresentação do microsoft power point

442 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
442
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Novo(a) apresentação do microsoft power point

  1. 1. PROCESSOS DE EXCLUSÃO
  2. 2. O PROCESSO DEEXCLUSÃO É FEITO POR VÁRIAS MANEIRAS.ALGUMAS DELAS SÃO:
  3. 3. * CULTURAL* ECONÔMICO *SOCIAL
  4. 4. CULTURAL Apesar das leis de incentivo à produçãocultural, o que vemos é uma pequena parcela da população que tem acesso á cultura.
  5. 5. NÚMEROS DO IBGE: Apenas 13% dos brasileiros frequentam cinema pelo menos uma vez por ano 92% nunca entraram num museu 93,4% jamais frequentaram uma exposição de arte 78% nunca assistiram a um espetáculo de dança, embora 28,8% saiam para dançar regularmente
  6. 6. CULTURAL O que está relaciona com com a falta de acesso acultura, que gera a exclusão não é apenas a faltade dinheiro e sim a falta de abito das pessoas , Esseabito deve ser trabalhado e muito pela escola, sociedade e pelos grupos comunitários como algopermanente não eventual , a fim de criar interessepor parte das pessoas .
  7. 7. ECONÔMICOEsta forma de exclusão caracteriza-sepelas más condições de vida, pelos baixosníveis de instrução e qualificaçãoprofissional e pelo emprego precárioinstável, sem contrato, mas remunerado.
  8. 8. AS PESSOAS SOFREM AEXCLUÃO DA SOCIEDADE POR SER CARACTERIZADA “POBRES”
  9. 9. ALTERNATIVA DE COMBATER A ORIGEM DA POBREZA É CRIACONDIÇÕES DIGNAS DE TRABALHOPARA QUE AS PESSOAS, POR SI, SELIBERTEM DA INJUSTIÇA SOCIAL A QUE ESTÃO SUJEITAS E TENHAM CONDIÇÕES ECONÓMICAS .
  10. 10. MAS NÃO SÓ PARA TER SUASOBREVIVÊNCIA, MAS, TAMBÉM, À SUA INDEPENDÊNCIA, AO SEU ACESSO AO CONHECIMENTO, À FORMAÇÃO PROFISSIONAL E À CULTURA.
  11. 11. SOCIAL AS PESSOAS SÃO EXCLUÍDA QUANDO ESTÁ IMPEDIDAS DE PARTICIPAR PLENAMENTE NA VIDAECONÓMICA, SOCIAL E CIVIL OU QUANDO O SEU ACESSO AO RENDIMENTO E A OUTROS RECURSOS(PESSOAIS, FAMILIARES E CULTURAIS)É DE TAL MODO INSUFICIENTE QUE NÃOLHE PERMITE USUFRUIR DE UM NÍVEL DE VIDA CONSIDERADO ACEITÁVEL PELA SOCIEDADE EM QUE VIVE.
  12. 12. BULLYING
  13. 13. BULLYING VIOLÊNCIA VERBAIS, FÍSICAS OU PSICOLÓGICAS, INTENCIONAIS OUREPETITIVAS PRATICADO POR UM INDIVÍDUO OU UM GRUPO PARA INTIMIDAR O OUTRO INDIVIDUOINCAPAZ DE SE DEFENDER. COM A TAL INTIMIDAÇÃO INDIVIDUO ACABA SE EXCLUINDO DO MEIO SOCIAL.
  14. 14. Dimensões da Exclusão Social no quotidiano do indivíduo DO SER, OU SEJA DAPERSONALIDADE, DA DIGNIDADE E DA AUTO- ESTIMA E DO AUTO- RECONHECIMENTO INDIVIDUAL; DO ESTAR, OU SEJA DAS REDES DE PERTENÇA SOCIAL, DESDE A FAMÍLIA, ÀS REDES DEVIZINHANÇA, AOS GRUPOS DE CONVÍVIO E DE INTERAÇÃO SOCIAL E À SOCIEDADE MAIS GERAL;
  15. 15. DO FAZER, OU SEJA DAS TAREFAS REALIZADAS E SOCIALMENTE RECONHECIDAS, QUER SOB A FORMA DEEMPREGO REMUNERADO (UMA VEZ QUE AFORMA DOMINANTE DE RECONHECIMENTO SOCIAL.
  16. 16. DO CRIAR, OU SEJA DA CAPACIDADE DE EMPREENDER, DE ASSUMIR INICIATIVAS, DE DEFINIR E CONCRETIZAR PROJETOS, DE INVENTAR E CRIAR AÇÕES, QUAISQUER QUE ELAS SEJAM; DO SABER, OU SEJA DO ACESSO ÀINFORMAÇÃO (ESCOLAR OU NÃO; FORMAL OU INFORMAL DO TER, OU SEJA DO RENDIMENTO, DO PODER DE COMPRA, DO ACESSO A NÍVEIS DE CONSUMO MÉDIOS DA SOCIEDADE, DA CAPACIDADE AQUISITIVA (INCLUINDO A CAPACIDADE DE ESTABELECER PRIORIDADES DE AQUISIÇÃO E CONSUMO).
  17. 17. MEDIDAS PARA COMBATER A EXCLUSÃO SOCIALReforçar a democracia pela participação co-responsável da sociedade civil;Ter o princípio da subsidiariedade como umaorientação primordial; Incentivar e desenvolverprofundas articulações entre todas as políticas esectores de intervenção;Observar, monitorizar e avaliar de uma formaparticipada todos resultados; Promover a escuta ea dinamização da participação ativa doscidadãos, particularmente dos que enfrentamsituações de pobreza e de exclusão social.
  18. 18. ALUNOS: A L E S S A N D RO C A M A R A N ° 0 1 A N A C A RO L I N A S I LVA N ° 0 4F E R N A N DA VA S C O N C E L O S N ° 1 8 LU C A S DA N TA S N ° 2 8
  19. 19. BIBIOGRAFIASH T T P : / / A C E R T O D E C O N T A S . B L O G. B R / C ULT U R A / O - B R A S I L - E - S UA - V E R G O N H O S A - E X C L U S A O - C U LT U R A L /H T T P : / / B L O G S . C U LT U R A . G OV. B R / VA L E C U LT U R A / P E S Q U I S A - A P O N T A - Q U E - O - B R A S I L E I RO - T E M - P O U C O - AC ES S O - A - C U LT U R A /H T T P : / / L I V R E C O M O OV E N T O. B L O G S . S A P O. P T / 5 7 6 1 1 . H T M LH T T P : / / E X C L U S A O S O C I A L A P 1 2 B. B L O G S P O T. C O M . B R /HT T P: / /BUL LY INGPORTALPROFE SSOR. W OR D P R E S S. C OM /

×