A ENERGIA SOLAR EA ENERGIA SOLAR E
O JOGO DOSO JOGO DOS
CLIMASCLIMAS
A radiação solar, sob as formas de luz eA radiação solar, sob as formas de luz e
calor, é a principal fonte de energia e a...
FATORES CLIMÁTICOSFATORES CLIMÁTICOS
A) METEOROLÓGICOS – ATMOSFERAA) METEOROLÓGICOS – ATMOSFERA
 COMPOSIÇÃOCOMPOSIÇÃO
 E...
B) ASTRONÔMICOSB) ASTRONÔMICOS
 MOVIMENTO DE ROTAÇÃO EMOVIMENTO DE ROTAÇÃO E
TRANSLAÇÃOTRANSLAÇÃO
 INCLINAÇÃO DO EIXOINC...
C) GEOGRÁFICOSC) GEOGRÁFICOS
 DISTRIBUIÇÃO DOS CONTINENETES EDISTRIBUIÇÃO DOS CONTINENETES E
MARESMARES
 ALTITUDE/RELEVO...
ELEMENTOS CLIMÁTICOSELEMENTOS CLIMÁTICOS
 TEMPERATURATEMPERATURA
 PRESSÃOPRESSÃO
 CIRCULAÇÃO DO AR (VENTOS)CIRCULAÇÃO D...
COMPOSIÇÃO QUÍMICA DACOMPOSIÇÃO QUÍMICA DA
ATMOSFERAATMOSFERA
A atmosfera é uma grandeA atmosfera é uma grande
mistura gas...
A baixas altitudes, naA baixas altitudes, na
troposfera, os gasestroposfera, os gases
mais pesados são osmais pesados são ...
Na medida em que seNa medida em que se
aumenta a altitude, o ar -aumenta a altitude, o ar -
além de ficar mais rarefeitoal...
O nitrogênio (78%),O nitrogênio (78%),
presente em maiorpresente em maior
quantidade, é constituintequantidade, é constitu...
CICLO DO NITROGÊNIOCICLO DO NITROGÊNIO
ESTRATIFICAÇÃO DA ATMOSFERAESTRATIFICAÇÃO DA ATMOSFERA
TROPOSFERATROPOSFERA
TODO O AR QUE RESPIRAMOS e os fenômenosTODO O AR QUE RESPIRAMOS e os fenômenos
meteorológicos (TEMPES...
ESTRATOSFERAESTRATOSFERA
 Da troposfera atéDa troposfera até
cerca de 50 Km decerca de 50 Km de
altitude se localiza aalt...
MESOSFERAMESOSFERA
 A mesosfera seA mesosfera se
estende daestende da
estratosfera atéestratosfera até
aproximadamenteapr...
TERMOSFERATERMOSFERA
 A termosfera vai daA termosfera vai da
mesosfera até cercamesosfera até cerca
de 500 Km dede 500 Km...
EXOSFERAEXOSFERA
 Última das camadasÚltima das camadas
atmosféricas, aatmosféricas, a
exosfera se estendeexosfera se este...
DINÂMICA DA ATMOSFERA BALANÇODINÂMICA DA ATMOSFERA BALANÇO
ENERGÉTICO DA RADIAÇÃO SOLAR NAENERGÉTICO DA RADIAÇÃO SOLAR NA
...
ALBEDOALBEDO
 Albedo (Albedo (AlbedoAlbedo)) – Em astronomia, é a razão entre a– Em astronomia, é a razão entre a
parcela...
ALBEDO NO MUNDOALBEDO NO MUNDO
Inverno: É o dia do solstício deInverno: É o dia do solstício de
inverno, o qual ocorre por volta deinverno, o qual ocorre...
Verão: É o dia do solstício do verão, queVerão: É o dia do solstício do verão, que
ocorre por volta de 21/22 de dezembro.o...
Primavera e Outono: Em duas ocasiõesPrimavera e Outono: Em duas ocasiões
especiais intermediárias, o "dia claro" e a noite...
ZONAS DE ILUMINAÇÃOZONAS DE ILUMINAÇÃO
INCLINAÇÃO DOS RAIOSINCLINAÇÃO DOS RAIOS
SOLARESSOLARES
ALTA E BAIXA PRESSÃOALTA E BAIXA PRESSÃO
BRISASBRISAS
TIPOS DE CHUVASTIPOS DE CHUVAS
CORRENTES MARINHASCORRENTES MARINHAS
EL NIÑOEL NIÑO
Sem El Niño, os ventos
alísios correm em direção
à Austrália, onde se
formam nuvens de chuva.
A movimentaçã...
 O El Niño inverte a circulaçãoO El Niño inverte a circulação
dos ventos alísios, fazendodos ventos alísios, fazendo
com ...
POSSÍVEIS ORIGENS DO FENÔMENOPOSSÍVEIS ORIGENS DO FENÔMENO
A tese dos oceanógrafosA tese dos oceanógrafos, segundo a qual ...
 A tese dos meteorologistasA tese dos meteorologistas, para quem a origem, para quem a origem
do fenômeno é externa ao Oc...
A tese das Erupções VulcânicasA tese das Erupções Vulcânicas sustenta asustenta a
crença de que o fenômeno do El Niño é de...
Por último, cogita-se também daPor último, cogita-se também da ligação doligação do
fenômeno com os ciclos solares de onze...
CLIMOGRAMASCLIMOGRAMAS
A energia solar e o jogo dos climas
A energia solar e o jogo dos climas
A energia solar e o jogo dos climas
A energia solar e o jogo dos climas
A energia solar e o jogo dos climas
A energia solar e o jogo dos climas
A energia solar e o jogo dos climas
A energia solar e o jogo dos climas
A energia solar e o jogo dos climas
A energia solar e o jogo dos climas
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A energia solar e o jogo dos climas

430 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
430
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A energia solar e o jogo dos climas

  1. 1. A ENERGIA SOLAR EA ENERGIA SOLAR E O JOGO DOSO JOGO DOS CLIMASCLIMAS
  2. 2. A radiação solar, sob as formas de luz eA radiação solar, sob as formas de luz e calor, é a principal fonte de energia e acalor, é a principal fonte de energia e a base da vida, vegetal e animal, na Terra.base da vida, vegetal e animal, na Terra.
  3. 3. FATORES CLIMÁTICOSFATORES CLIMÁTICOS A) METEOROLÓGICOS – ATMOSFERAA) METEOROLÓGICOS – ATMOSFERA  COMPOSIÇÃOCOMPOSIÇÃO  ESTRATIFICAÇÃOESTRATIFICAÇÃO  DINÂMICADINÂMICA  CIRCULAÇÃO GERAL DA ATMOSFERACIRCULAÇÃO GERAL DA ATMOSFERA
  4. 4. B) ASTRONÔMICOSB) ASTRONÔMICOS  MOVIMENTO DE ROTAÇÃO EMOVIMENTO DE ROTAÇÃO E TRANSLAÇÃOTRANSLAÇÃO  INCLINAÇÃO DO EIXOINCLINAÇÃO DO EIXO  LATITUDELATITUDE
  5. 5. C) GEOGRÁFICOSC) GEOGRÁFICOS  DISTRIBUIÇÃO DOS CONTINENETES EDISTRIBUIÇÃO DOS CONTINENETES E MARESMARES  ALTITUDE/RELEVOALTITUDE/RELEVO  COBERTURA VEGETAL E NATUREZACOBERTURA VEGETAL E NATUREZA DO SOLODO SOLO  CORRENTES OCEÂNICASCORRENTES OCEÂNICAS
  6. 6. ELEMENTOS CLIMÁTICOSELEMENTOS CLIMÁTICOS  TEMPERATURATEMPERATURA  PRESSÃOPRESSÃO  CIRCULAÇÃO DO AR (VENTOS)CIRCULAÇÃO DO AR (VENTOS)  UMIDADEUMIDADE  NEBULOSIDADENEBULOSIDADE  PLUVIOSIDADEPLUVIOSIDADE
  7. 7. COMPOSIÇÃO QUÍMICA DACOMPOSIÇÃO QUÍMICA DA ATMOSFERAATMOSFERA A atmosfera é uma grandeA atmosfera é uma grande mistura gasosa.mistura gasosa. A composiçãoA composição desta mistura é, devido a ação dodesta mistura é, devido a ação do campo gravitacional terreste,campo gravitacional terreste, anisotrópicaanisotrópica - isto é, existem- isto é, existem regiões com composiçõesregiões com composições distintas.distintas.
  8. 8. A baixas altitudes, naA baixas altitudes, na troposfera, os gasestroposfera, os gases mais pesados são osmais pesados são os mais abundantes:mais abundantes: nitrogênio, oxigênio, gásnitrogênio, oxigênio, gás carbônico, argônio ecarbônico, argônio e água, entre outros.água, entre outros.
  9. 9. Na medida em que seNa medida em que se aumenta a altitude, o ar -aumenta a altitude, o ar - além de ficar mais rarefeitoalém de ficar mais rarefeito - também passa a ser- também passa a ser formado de gases maisformado de gases mais leves, como o oxigênioleves, como o oxigênio atômico, o hélio, oatômico, o hélio, o hidrogênio, e outros.hidrogênio, e outros.
  10. 10. O nitrogênio (78%),O nitrogênio (78%), presente em maiorpresente em maior quantidade, é constituintequantidade, é constituinte das proteínas. O oxigêniodas proteínas. O oxigênio (21%) é utilizado(21%) é utilizado principalmente naprincipalmente na respiração dosrespiração dos organismos. Em terceiroorganismos. Em terceiro lugar está o grupo doslugar está o grupo dos gases nobres, elementosgases nobres, elementos essenciais noessenciais no metabolismo. O gásmetabolismo. O gás carbônico (0,03%)écarbônico (0,03%)é utilizado principalmenteutilizado principalmente na fotossíntesena fotossíntese (produção do alimento(produção do alimento pelos vegetais). Empelos vegetais). Em outros estão agrupadosoutros estão agrupados vapor de águavapor de água ( que confere umidade ao( que confere umidade ao ar) e partículas sólidas.ar) e partículas sólidas.
  11. 11. CICLO DO NITROGÊNIOCICLO DO NITROGÊNIO
  12. 12. ESTRATIFICAÇÃO DA ATMOSFERAESTRATIFICAÇÃO DA ATMOSFERA
  13. 13. TROPOSFERATROPOSFERA TODO O AR QUE RESPIRAMOS e os fenômenosTODO O AR QUE RESPIRAMOS e os fenômenos meteorológicos (TEMPESTADES, VENTOS,meteorológicos (TEMPESTADES, VENTOS, CHUVAS,NEVES, GRANIZO...) concentram-seCHUVAS,NEVES, GRANIZO...) concentram-se na camada imediatamente acima do solo – ana camada imediatamente acima do solo – a troposfera. O prefixotroposfera. O prefixo “tropo”“tropo” significasignifica mudança: todas as alterações nessa camadamudança: todas as alterações nessa camada resultam no que chamamos de clima.resultam no que chamamos de clima.
  14. 14. ESTRATOSFERAESTRATOSFERA  Da troposfera atéDa troposfera até cerca de 50 Km decerca de 50 Km de altitude se localiza aaltitude se localiza a estratosfera. Nela seestratosfera. Nela se encontra a camadaencontra a camada de gás ozônio (Ode gás ozônio (O3), a3), a aproximadamente 22aproximadamente 22 Km de altitude, queKm de altitude, que filtra os raiosfiltra os raios ultravioletas emitidosultravioletas emitidos pelo Sol.pelo Sol.
  15. 15. MESOSFERAMESOSFERA  A mesosfera seA mesosfera se estende daestende da estratosfera atéestratosfera até aproximadamenteaproximadamente 80 Km. É a80 Km. É a camadacamada atmosférica comatmosférica com as temperaturasas temperaturas mais baixas.mais baixas.
  16. 16. TERMOSFERATERMOSFERA  A termosfera vai daA termosfera vai da mesosfera até cercamesosfera até cerca de 500 Km dede 500 Km de altitude. É umaaltitude. É uma camada importantecamada importante para aspara as comunicações, poiscomunicações, pois contém grandecontém grande quantidade de gasesquantidade de gases ionizados queionizados que refletemrefletem determinados tipos dedeterminados tipos de ondas de rádio.ondas de rádio.
  17. 17. EXOSFERAEXOSFERA  Última das camadasÚltima das camadas atmosféricas, aatmosféricas, a exosfera se estendeexosfera se estende da termosfera até oda termosfera até o espaço exterior.espaço exterior.  É a camada onde, emÉ a camada onde, em geral, posicionam-segeral, posicionam-se os satélites artificiaisos satélites artificiais em torno da Terra.em torno da Terra.
  18. 18. DINÂMICA DA ATMOSFERA BALANÇODINÂMICA DA ATMOSFERA BALANÇO ENERGÉTICO DA RADIAÇÃO SOLAR NAENERGÉTICO DA RADIAÇÃO SOLAR NA TERRATERRA
  19. 19. ALBEDOALBEDO  Albedo (Albedo (AlbedoAlbedo)) – Em astronomia, é a razão entre a– Em astronomia, é a razão entre a parcela do volume de luz refletida na superfície de umparcela do volume de luz refletida na superfície de um planeta ou satélite e o total que este recebe do sol,planeta ou satélite e o total que este recebe do sol, geralmente expresso em termos de porcentagem ou degeralmente expresso em termos de porcentagem ou de uma fração de 1. Áreas cobertas por neve têm altouma fração de 1. Áreas cobertas por neve têm alto albedo, superior a 0,9 ou 90%, devido a sua cor branca..albedo, superior a 0,9 ou 90%, devido a sua cor branca.. Já a vegetação tem baixo albedo, próximo a 0,1 ou 10%,Já a vegetação tem baixo albedo, próximo a 0,1 ou 10%, devido a sua cor escura e em função de parte da luz serdevido a sua cor escura e em função de parte da luz ser absorvida pela fotossíntese. As nuvens apresentamabsorvida pela fotossíntese. As nuvens apresentam albedo intermediário e são os maiores contribuintes paraalbedo intermediário e são os maiores contribuintes para o albedo agregado da Terra, que é aproximadamenteo albedo agregado da Terra, que é aproximadamente 0,3 ou 30%.0,3 ou 30%.
  20. 20. ALBEDO NO MUNDOALBEDO NO MUNDO
  21. 21. Inverno: É o dia do solstício deInverno: É o dia do solstício de inverno, o qual ocorre por volta deinverno, o qual ocorre por volta de 21/22 de junho. Os raios solares,21/22 de junho. Os raios solares, nessa época do ano, incidem maisnessa época do ano, incidem mais obliquamente sobre a superfície doobliquamente sobre a superfície do hemisfério sul da Terra, de forma quehemisfério sul da Terra, de forma que a incidência de calor é menor.a incidência de calor é menor. (solstício significa Sol parado; em(solstício significa Sol parado; em latim: solstitium),. A noite do solstíciolatim: solstitium),. A noite do solstício de inverno é a mais longa do anode inverno é a mais longa do ano
  22. 22. Verão: É o dia do solstício do verão, queVerão: É o dia do solstício do verão, que ocorre por volta de 21/22 de dezembro.ocorre por volta de 21/22 de dezembro. No verão, a incidência dos raios solaresNo verão, a incidência dos raios solares acontece de forma menos oblíqua àacontece de forma menos oblíqua à superfície. Em lugares próximos aosuperfície. Em lugares próximos ao Trópico de Capricórnio, a incidência éTrópico de Capricórnio, a incidência é quase perpendicular. Portanto, aquase perpendicular. Portanto, a insolação é maior. (solstício significa Solinsolação é maior. (solstício significa Sol parado; em latim: solstitium),. O “dia claro”parado; em latim: solstitium),. O “dia claro” do solstício de verão é o mais longo dodo solstício de verão é o mais longo do anoano
  23. 23. Primavera e Outono: Em duas ocasiõesPrimavera e Outono: Em duas ocasiões especiais intermediárias, o "dia claro" e a noiteespeciais intermediárias, o "dia claro" e a noite têm a mesma duração (isso ocorre para todo otêm a mesma duração (isso ocorre para todo o globo terrestre). São os dias dos equinócios deglobo terrestre). São os dias dos equinócios de primavera e outono, que ocorrem,primavera e outono, que ocorrem, respectivamente, em torno de 22/23 derespectivamente, em torno de 22/23 de setembro e 20/21 de março no hemisfério sul. Asetembro e 20/21 de março no hemisfério sul. A palavra equinócio, de origem latina, significapalavra equinócio, de origem latina, significa noites de iguais durações. Os equinóciosnoites de iguais durações. Os equinócios ocorrem quando o Sol está sobre o círculo doocorrem quando o Sol está sobre o círculo do equador celeste, caminhando do hemisférioequador celeste, caminhando do hemisfério celeste norte para o sul, no caso do equinócio daceleste norte para o sul, no caso do equinócio da primavera austral, e fazendo o caminho inverso,primavera austral, e fazendo o caminho inverso, no equinócio do outono austral. Nesses dias,no equinócio do outono austral. Nesses dias, ambos os hemisférios terrestres recebem aambos os hemisférios terrestres recebem a mesma quantidade de insolação.mesma quantidade de insolação.
  24. 24. ZONAS DE ILUMINAÇÃOZONAS DE ILUMINAÇÃO
  25. 25. INCLINAÇÃO DOS RAIOSINCLINAÇÃO DOS RAIOS SOLARESSOLARES
  26. 26. ALTA E BAIXA PRESSÃOALTA E BAIXA PRESSÃO
  27. 27. BRISASBRISAS
  28. 28. TIPOS DE CHUVASTIPOS DE CHUVAS
  29. 29. CORRENTES MARINHASCORRENTES MARINHAS
  30. 30. EL NIÑOEL NIÑO Sem El Niño, os ventos alísios correm em direção à Austrália, onde se formam nuvens de chuva. A movimentação de ar faz com que a água superficial do Pacífico se acumule sobre a costa australiana, esvaziando a costa peruana. A água do fundo sobe à tona trazendo plâncton, atraindo os peixes para comer.
  31. 31.  O El Niño inverte a circulaçãoO El Niño inverte a circulação dos ventos alísios, fazendodos ventos alísios, fazendo com que a água da costacom que a água da costa peruana esquente, ficandoperuana esquente, ficando acumulada. O calor e oacumulada. O calor e o acúmulo de água impedemacúmulo de água impedem que o plâncton do fundo doque o plâncton do fundo do oceano chegue à superfície.oceano chegue à superfície. Os peixes passam fome, nãoOs peixes passam fome, não se reproduzem e a pesca ficase reproduzem e a pesca fica escassa.escassa.  O ar úmido sobe longe daO ar úmido sobe longe da costa da Austrália e a chuvacosta da Austrália e a chuva cai apenas no oceano,cai apenas no oceano, causando secas e queimadascausando secas e queimadas no continente.no continente.
  32. 32. POSSÍVEIS ORIGENS DO FENÔMENOPOSSÍVEIS ORIGENS DO FENÔMENO A tese dos oceanógrafosA tese dos oceanógrafos, segundo a qual a, segundo a qual a origem do El Niño é interna ao próprio Oceanoorigem do El Niño é interna ao próprio Oceano Pacífico. Para eles o fenômeno seria resultantePacífico. Para eles o fenômeno seria resultante do acúmulo de águas quentes na porção oestedo acúmulo de águas quentes na porção oeste deste oceano devido a uma intensificaçãodeste oceano devido a uma intensificação prolongada dos ventos de leste nos meses queprolongada dos ventos de leste nos meses que antecedem o El Niño, o que faz com que o nívelantecedem o El Niño, o que faz com que o nível do mar se eleve ali em alguns centímetros. Comdo mar se eleve ali em alguns centímetros. Com o enfraquecimento dos alíseos de sudeste, ao enfraquecimento dos alíseos de sudeste, a água desliza para leste bloqueando o caminhoágua desliza para leste bloqueando o caminho das águas frias provenientes do sul.das águas frias provenientes do sul.
  33. 33.  A tese dos meteorologistasA tese dos meteorologistas, para quem a origem, para quem a origem do fenômeno é externa ao Oceano Pacífico,do fenômeno é externa ao Oceano Pacífico, pois o estudo da atmosfera tropical mostra umapois o estudo da atmosfera tropical mostra uma propagação em direção leste das anomalias depropagação em direção leste das anomalias de pressão em altitude. Esta propagação estariapressão em altitude. Esta propagação estaria relacionada a uma acentuação das quedasrelacionada a uma acentuação das quedas térmicas sobre a Ásia Central e à redução datérmicas sobre a Ásia Central e à redução da intensidade da monção de verão na Índia. Ointensidade da monção de verão na Índia. O resultado consiste na formação de condições deresultado consiste na formação de condições de baixas pressões mais expressivas sobre obaixas pressões mais expressivas sobre o Oceano Indico. Os ventos alíseos do leste doOceano Indico. Os ventos alíseos do leste do Índico e do oeste do Pacífico se tornam-se,Índico e do oeste do Pacífico se tornam-se, assim, menos ativos e criam condições para aassim, menos ativos e criam condições para a formação do El Niño.formação do El Niño.
  34. 34. A tese das Erupções VulcânicasA tese das Erupções Vulcânicas sustenta asustenta a crença de que o fenômeno do El Niño é derivadocrença de que o fenômeno do El Niño é derivado de erupções submarinas e/ou continentais.de erupções submarinas e/ou continentais. Coincidentemente, os eventos de aquecimentoCoincidentemente, os eventos de aquecimento oceânico ocorridos em 1982, 1985 e 1991oceânico ocorridos em 1982, 1985 e 1991 estiveram relacionados a erupções no México (Elestiveram relacionados a erupções no México (El Chichón), na Colômbia (El Nevado del Ruiz) eChichón), na Colômbia (El Nevado del Ruiz) e nas Filipinas (Pinatubo), respectivamente. Anas Filipinas (Pinatubo), respectivamente. A influência das erupções vulcânicas continentaisinfluência das erupções vulcânicas continentais sobre o El Niño estaria ligada sobretudo àssobre o El Niño estaria ligada sobretudo às cinzas vulcânicas injetadas na Troposfera, o quecinzas vulcânicas injetadas na Troposfera, o que gera alteração do balanço de radiação nagera alteração do balanço de radiação na superfície e perturba a circulação atmosférica.superfície e perturba a circulação atmosférica.
  35. 35. Por último, cogita-se também daPor último, cogita-se também da ligação doligação do fenômeno com os ciclos solares de onze anos.fenômeno com os ciclos solares de onze anos. Estas teses, além de outras de menor difusão,Estas teses, além de outras de menor difusão, revelam o estágio de elevada especulação dosrevelam o estágio de elevada especulação dos conhecimentosconhecimentos relativos à origem do El Niño. Pode-se inclusiverelativos à origem do El Niño. Pode-se inclusive supor que o fenômeno seja produto dessesupor que o fenômeno seja produto desse conjunto de fatores interrelacionados.conjunto de fatores interrelacionados.
  36. 36. CLIMOGRAMASCLIMOGRAMAS

×