SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
Dissertação
argumentativa
BERLANDIA PAIVA
Produção textual
Análise do edital (PROVA DISCURSIVA)
A redação precisa de título?
Não há tradição de cobrança de título nas provas discursivas, tampouco o edital menciona essa
necessidade.
Quantas linhas a redação deve ter?
Deve conter no mínimo 15 e no máximo 20.
Posso escrever com letra de forma?
Sim. Não há problemas você escrever com letra de forma, desde que diferencie as maiúsculas das
minúsculas.
Dissertar X argumentar
O que é uma dissertação?
-De modo geral, dissertar significa falar, discutir, debater, refletir, informar
alguém a respeito de um assunto. A dissertação é um tipo de texto verbal
em prosa, ou seja, é estruturado por períodos e por parágrafos.
O que é argumentar?
-Argumentar é uma ação verbal na qual se utiliza a palavra oral ou escrita
para defender uma tese, ou seja, uma opinião, uma posição, um ponto
de vista particular a respeito de determinado fato.
O que é uma dissertação argumentativa?
É a exposição de opiniões a respeito de um determinado assunto, apresentando
provas a fim de justificar e convencer o leitor da validade do ponto de vista de
quem as defende.
O que a dissertação pressupõe?
Exame crítico do assunto sobre o qual se vai escrever;
Raciocínio lógico;
Clareza, coerência e objetividade na exposição.
Estrutura da dissertação
INTRODUÇÃO – DESENVOLVIMENTO – CONCLUSÃO
INTRODUÇÃO
-É a apresentação do assunto + a TESE.
-O parágrafo introdutório caracteriza-se por apresentar o assunto sobre o qual se discorrerá
(declaração afirmativa ou negativa) + a TESE (ideia central do texto a ser defendida com
argumentos no desenvolvimento).
-Deve ter cerca de 4 a 6 linhas e apresentar o cumprimento de duas funções essenciais: a
contextualização e a sugestão da tese.
Desenvolvimento
É a análise crítica da ideia central.
Dividido em dois parágrafos de 5 a 7 linhas cada, em que se expõem juízos, raciocínios, provas,
exemplos, testemunhos históricos e justificativas que argumentem a ideia central proposta no
primeiro parágrafo.
Aqui, o autor deve apresentar:
-Tópico frasal;
-Repertório sociocultural;
-Argumentos.
Para desenvolver o assunto de uma
dissertação, podemos utilizar os seguintes
recursos:
a)Citações
b)Dados estatísticos
c)Justificativas
d)Exemplos concretos
e)Comparações e contrates
f)Causas e consequências
g)Aspectos positivos e negativos
Conclusão
É a parte final do texto em que se condensa o conteúdo desenvolvido.
Reafirma-se o posicionamento exposto na tese ou lança uma proposta de intervenção.
Pode funcionar de três maneiras:
-Retomada da ideia central, a fim de confirmá-la;
-Resumo das ideias principais apresentadas e discutidas;
-Sugestão de soluções para a resolução da problemática abordada.
Dicas ao redigir uma dissertação:
Traçar um roteiro com algumas ideias.
Escrever de modo impessoal ( sem relacionar a nenhuma pessoa).
Verificar se o texto tem as partes principais: introdução, desenvolvimento, conclusão.
Tenha em mente várias leituras.
Defina seu ponto de vista ou ideia principal, a ser exposta no primeiro parágrafo.
Releia o texto quantas vezes achar necessário.
O que fazer em um texto dissertativo?
Expressar-se com clareza.
Defender um ponto de vista.
Interpretar os fatos e opiniões.
Escreva de modo claro e coeso.
Escrever numa linguagem formal, evitando o uso de gírias.
Elaborar hipóteses.
Como se faz uma boa argumentação?
1º É preciso ter bem claro o que queremos dizer – delimitar bem o assunto;
2º Formular ideias – também claras – sobre o assunto delimitado;
3º estruturar ideias com frases bem formuladas;
4º Tentar provar cada ideia – argumento – por meio da evidência do raciocínio e
das provas.
Lembretes que podem melhorar seu
texto
1.Antes de começar a escrever, faça um planejamento: Primeiramente, LEIA O TEMA (frase em
negrito ao fim da proposta de redação); em seguida, LEIA OS TEXTOS MOTIVADORES (são
inspirações para a compreensão e delimitação do tema).
2.Cheque se os pontos de vista que você vai defender não são contraditórios em relação à tese.
3.Não tenha preguiça de refazer seu texto várias vezes. É a melhor maneira de se chegar a um
bom resultado. Procure redigir em aproximadamente uma hora.
4.Enquanto escreve em casa, tenha sempre à mão um dicionário para checar a grafia das palavras
e descobrir sinônimos que evitem a repetição.
5.Não fuja do tema proposto.
6.Use a linguagem padrão em seu nível culto.
7.Não empregue palavras cujo significado seja desconhecido para você.
8.Evite frases feitas e expressões cristalizadas, como a pureza das crianças, a
sabedoria dos velhos, etc. evite também gírias e a palavra COISA (procure o
vocábulo adequado a cada ideia); evite etc.; NÃO ABREVIE.
9.Evite repetir palavras, use sinônimos. Há repetições que enfatizam. Mas, fora o
caso da ênfase, repetir revela pobreza de vocabulário ou desleixo.
10.Não “encha linguiça”! Cada palavra deve ser fundamental e informativa na
redação. À falta de ideias, não fique repetindo a mesma coisa com palavras
diferentes. Isso é redundância. É preferível poucas linhas bem redigidas a muitas
mal escritas.
11.Cuidado com o uso inadequado das conjunções. Elas podem estabelecer
relações que não existem entre as frases e tornar o texto sem nexo.
12.Se usar uma pergunta na tese, responda-a ao longo do texto. Evite interrogação
na argumentação e na conclusão.
13.Tome cuidado com os períodos muito longos: resultam confusões e são
propícios a períodos incompletos.
14.Não empregue a primeira pessoa do singular.
15.Atente-se aos parágrafos e atinja a margem direita e esquerda sem ultrapassá-
las.
16.Faça letra legível, se escrever em letra de forma, procure distinguir as
maiúsculas das minúsculas.
17.Não escreva como se estivesse dialogando com o leitor.
Tema: A justiça no Brasil e o seu sistema punitivo
“A Justiça de São Paulo reduziu a pena do estudante que atropelou um ciclista e atirou o
braço em um córrego, em março de 2013. Na quarta-feira (30), uma decisão judicial
reduziu a pena para dois anos de prisão em regime aberto, oito meses de suspensão do
direito de dirigir e pagamento de indenização de 10 salários mínimos. A prisão foi
substituída por serviços à comunidade e prestação pecuniária de 50 salários mínimos.
Inicialmente, Alex Kozloff Siwek foi condenado a seis anos de prisão em regime
semiaberto, pagamento de 60 salários mínimos e a suspensão da carteira nacional de
habilitação por cinco anos. Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça,
ainda cabe recurso”.
Considerando que o fragmento de texto acima tem caráter unicamente motivador,
atenda, necessariamente, ao que se pede a seguir:
• A impunidade é um problema no sistema judicial brasileiro?
• Até que ponto penas alternativas são justas?

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Dissertação argumentativa - TJ.pptx

Semelhante a Dissertação argumentativa - TJ.pptx (20)

aula 2.pdf
aula 2.pdfaula 2.pdf
aula 2.pdf
 
Garanta a qualidade dos seus argumentos
Garanta a qualidade dos seus argumentosGaranta a qualidade dos seus argumentos
Garanta a qualidade dos seus argumentos
 
Técnicas Básicas para Dissertação
Técnicas Básicas para DissertaçãoTécnicas Básicas para Dissertação
Técnicas Básicas para Dissertação
 
Texto Argumentativo
Texto ArgumentativoTexto Argumentativo
Texto Argumentativo
 
Ot 26 05[1]
Ot 26 05[1]Ot 26 05[1]
Ot 26 05[1]
 
Ot 26 05[1]
Ot 26 05[1]Ot 26 05[1]
Ot 26 05[1]
 
Aulão de redação -Resumo de redação
Aulão de redação -Resumo de redaçãoAulão de redação -Resumo de redação
Aulão de redação -Resumo de redação
 
Redação dissertação 01- Estrutura - Pró - 2015
Redação  dissertação 01- Estrutura - Pró - 2015Redação  dissertação 01- Estrutura - Pró - 2015
Redação dissertação 01- Estrutura - Pró - 2015
 
Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativoTexto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo
 
Redação ENEM
Redação ENEMRedação ENEM
Redação ENEM
 
Plano de aula dissertaçao
Plano de aula   dissertaçaoPlano de aula   dissertaçao
Plano de aula dissertaçao
 
Curso de Redação - Parte 3/4
Curso de Redação - Parte 3/4Curso de Redação - Parte 3/4
Curso de Redação - Parte 3/4
 
TEXTO DISSERTATIVO ARGUMENTATIVO.pptx
TEXTO DISSERTATIVO ARGUMENTATIVO.pptxTEXTO DISSERTATIVO ARGUMENTATIVO.pptx
TEXTO DISSERTATIVO ARGUMENTATIVO.pptx
 
Artigo produção
Artigo produçãoArtigo produção
Artigo produção
 
90226300 redacao
90226300 redacao90226300 redacao
90226300 redacao
 
Coesao e corencia
Coesao e corenciaCoesao e corencia
Coesao e corencia
 
10 passos para uma boa redação
10 passos para uma boa redação10 passos para uma boa redação
10 passos para uma boa redação
 
Redacao enem - 3 anos 2013
Redacao   enem - 3 anos 2013Redacao   enem - 3 anos 2013
Redacao enem - 3 anos 2013
 
Critérios de correção redação vestibulares
Critérios de correção redação vestibularesCritérios de correção redação vestibulares
Critérios de correção redação vestibulares
 
7 regras para escrever
7 regras para escrever7 regras para escrever
7 regras para escrever
 

Mais de BerlaPaiva

Inglês no cotidiano - dia a dia com palavras de orgem inglesa
Inglês no cotidiano - dia a dia com palavras de orgem inglesaInglês no cotidiano - dia a dia com palavras de orgem inglesa
Inglês no cotidiano - dia a dia com palavras de orgem inglesaBerlaPaiva
 
LINGUAGEM, LÍNGUA E INTERAÇÃO...........
LINGUAGEM, LÍNGUA E INTERAÇÃO...........LINGUAGEM, LÍNGUA E INTERAÇÃO...........
LINGUAGEM, LÍNGUA E INTERAÇÃO...........BerlaPaiva
 
LP - ACENTUAÇÃO.pptx
LP - ACENTUAÇÃO.pptxLP - ACENTUAÇÃO.pptx
LP - ACENTUAÇÃO.pptxBerlaPaiva
 
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptx
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptxLP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptx
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptxBerlaPaiva
 
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptx
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptxAnálise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptx
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptxBerlaPaiva
 
considerações e orientaões sobre a redação - BB.pptx
considerações e orientaões sobre a redação - BB.pptxconsiderações e orientaões sobre a redação - BB.pptx
considerações e orientaões sobre a redação - BB.pptxBerlaPaiva
 
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptx
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptxLíngua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptx
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptxBerlaPaiva
 
coesão e coerência - BB.pptx
coesão e coerência - BB.pptxcoesão e coerência - BB.pptx
coesão e coerência - BB.pptxBerlaPaiva
 

Mais de BerlaPaiva (8)

Inglês no cotidiano - dia a dia com palavras de orgem inglesa
Inglês no cotidiano - dia a dia com palavras de orgem inglesaInglês no cotidiano - dia a dia com palavras de orgem inglesa
Inglês no cotidiano - dia a dia com palavras de orgem inglesa
 
LINGUAGEM, LÍNGUA E INTERAÇÃO...........
LINGUAGEM, LÍNGUA E INTERAÇÃO...........LINGUAGEM, LÍNGUA E INTERAÇÃO...........
LINGUAGEM, LÍNGUA E INTERAÇÃO...........
 
LP - ACENTUAÇÃO.pptx
LP - ACENTUAÇÃO.pptxLP - ACENTUAÇÃO.pptx
LP - ACENTUAÇÃO.pptx
 
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptx
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptxLP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptx
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptx
 
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptx
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptxAnálise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptx
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptx
 
considerações e orientaões sobre a redação - BB.pptx
considerações e orientaões sobre a redação - BB.pptxconsiderações e orientaões sobre a redação - BB.pptx
considerações e orientaões sobre a redação - BB.pptx
 
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptx
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptxLíngua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptx
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptx
 
coesão e coerência - BB.pptx
coesão e coerência - BB.pptxcoesão e coerência - BB.pptx
coesão e coerência - BB.pptx
 

Último

CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 

Último (20)

CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 

Dissertação argumentativa - TJ.pptx

  • 2. Análise do edital (PROVA DISCURSIVA)
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11. A redação precisa de título? Não há tradição de cobrança de título nas provas discursivas, tampouco o edital menciona essa necessidade. Quantas linhas a redação deve ter? Deve conter no mínimo 15 e no máximo 20. Posso escrever com letra de forma? Sim. Não há problemas você escrever com letra de forma, desde que diferencie as maiúsculas das minúsculas.
  • 12. Dissertar X argumentar O que é uma dissertação? -De modo geral, dissertar significa falar, discutir, debater, refletir, informar alguém a respeito de um assunto. A dissertação é um tipo de texto verbal em prosa, ou seja, é estruturado por períodos e por parágrafos. O que é argumentar? -Argumentar é uma ação verbal na qual se utiliza a palavra oral ou escrita para defender uma tese, ou seja, uma opinião, uma posição, um ponto de vista particular a respeito de determinado fato.
  • 13. O que é uma dissertação argumentativa? É a exposição de opiniões a respeito de um determinado assunto, apresentando provas a fim de justificar e convencer o leitor da validade do ponto de vista de quem as defende.
  • 14. O que a dissertação pressupõe? Exame crítico do assunto sobre o qual se vai escrever; Raciocínio lógico; Clareza, coerência e objetividade na exposição.
  • 15. Estrutura da dissertação INTRODUÇÃO – DESENVOLVIMENTO – CONCLUSÃO INTRODUÇÃO -É a apresentação do assunto + a TESE. -O parágrafo introdutório caracteriza-se por apresentar o assunto sobre o qual se discorrerá (declaração afirmativa ou negativa) + a TESE (ideia central do texto a ser defendida com argumentos no desenvolvimento). -Deve ter cerca de 4 a 6 linhas e apresentar o cumprimento de duas funções essenciais: a contextualização e a sugestão da tese.
  • 16. Desenvolvimento É a análise crítica da ideia central. Dividido em dois parágrafos de 5 a 7 linhas cada, em que se expõem juízos, raciocínios, provas, exemplos, testemunhos históricos e justificativas que argumentem a ideia central proposta no primeiro parágrafo. Aqui, o autor deve apresentar: -Tópico frasal; -Repertório sociocultural; -Argumentos.
  • 17. Para desenvolver o assunto de uma dissertação, podemos utilizar os seguintes recursos: a)Citações b)Dados estatísticos c)Justificativas d)Exemplos concretos e)Comparações e contrates f)Causas e consequências g)Aspectos positivos e negativos
  • 18. Conclusão É a parte final do texto em que se condensa o conteúdo desenvolvido. Reafirma-se o posicionamento exposto na tese ou lança uma proposta de intervenção. Pode funcionar de três maneiras: -Retomada da ideia central, a fim de confirmá-la; -Resumo das ideias principais apresentadas e discutidas; -Sugestão de soluções para a resolução da problemática abordada.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22. Dicas ao redigir uma dissertação: Traçar um roteiro com algumas ideias. Escrever de modo impessoal ( sem relacionar a nenhuma pessoa). Verificar se o texto tem as partes principais: introdução, desenvolvimento, conclusão. Tenha em mente várias leituras. Defina seu ponto de vista ou ideia principal, a ser exposta no primeiro parágrafo. Releia o texto quantas vezes achar necessário.
  • 23. O que fazer em um texto dissertativo? Expressar-se com clareza. Defender um ponto de vista. Interpretar os fatos e opiniões. Escreva de modo claro e coeso. Escrever numa linguagem formal, evitando o uso de gírias. Elaborar hipóteses.
  • 24. Como se faz uma boa argumentação? 1º É preciso ter bem claro o que queremos dizer – delimitar bem o assunto; 2º Formular ideias – também claras – sobre o assunto delimitado; 3º estruturar ideias com frases bem formuladas; 4º Tentar provar cada ideia – argumento – por meio da evidência do raciocínio e das provas.
  • 25. Lembretes que podem melhorar seu texto 1.Antes de começar a escrever, faça um planejamento: Primeiramente, LEIA O TEMA (frase em negrito ao fim da proposta de redação); em seguida, LEIA OS TEXTOS MOTIVADORES (são inspirações para a compreensão e delimitação do tema). 2.Cheque se os pontos de vista que você vai defender não são contraditórios em relação à tese. 3.Não tenha preguiça de refazer seu texto várias vezes. É a melhor maneira de se chegar a um bom resultado. Procure redigir em aproximadamente uma hora. 4.Enquanto escreve em casa, tenha sempre à mão um dicionário para checar a grafia das palavras e descobrir sinônimos que evitem a repetição.
  • 26. 5.Não fuja do tema proposto. 6.Use a linguagem padrão em seu nível culto. 7.Não empregue palavras cujo significado seja desconhecido para você. 8.Evite frases feitas e expressões cristalizadas, como a pureza das crianças, a sabedoria dos velhos, etc. evite também gírias e a palavra COISA (procure o vocábulo adequado a cada ideia); evite etc.; NÃO ABREVIE. 9.Evite repetir palavras, use sinônimos. Há repetições que enfatizam. Mas, fora o caso da ênfase, repetir revela pobreza de vocabulário ou desleixo. 10.Não “encha linguiça”! Cada palavra deve ser fundamental e informativa na redação. À falta de ideias, não fique repetindo a mesma coisa com palavras diferentes. Isso é redundância. É preferível poucas linhas bem redigidas a muitas mal escritas.
  • 27. 11.Cuidado com o uso inadequado das conjunções. Elas podem estabelecer relações que não existem entre as frases e tornar o texto sem nexo. 12.Se usar uma pergunta na tese, responda-a ao longo do texto. Evite interrogação na argumentação e na conclusão. 13.Tome cuidado com os períodos muito longos: resultam confusões e são propícios a períodos incompletos. 14.Não empregue a primeira pessoa do singular. 15.Atente-se aos parágrafos e atinja a margem direita e esquerda sem ultrapassá- las. 16.Faça letra legível, se escrever em letra de forma, procure distinguir as maiúsculas das minúsculas. 17.Não escreva como se estivesse dialogando com o leitor.
  • 28. Tema: A justiça no Brasil e o seu sistema punitivo “A Justiça de São Paulo reduziu a pena do estudante que atropelou um ciclista e atirou o braço em um córrego, em março de 2013. Na quarta-feira (30), uma decisão judicial reduziu a pena para dois anos de prisão em regime aberto, oito meses de suspensão do direito de dirigir e pagamento de indenização de 10 salários mínimos. A prisão foi substituída por serviços à comunidade e prestação pecuniária de 50 salários mínimos. Inicialmente, Alex Kozloff Siwek foi condenado a seis anos de prisão em regime semiaberto, pagamento de 60 salários mínimos e a suspensão da carteira nacional de habilitação por cinco anos. Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, ainda cabe recurso”. Considerando que o fragmento de texto acima tem caráter unicamente motivador, atenda, necessariamente, ao que se pede a seguir: • A impunidade é um problema no sistema judicial brasileiro? • Até que ponto penas alternativas são justas?