O Rapaz de Bronze

22.058 visualizações

Publicada em

O Rapaz de Bronze Apresentação de livro

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
22.058
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.874
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
103
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Rapaz de Bronze

  1. 1. Ficha de Leitura Trabalho efectuado por: Benvinda de Jesus 6ºF Nº4
  2. 2. Parte Descritiva e Parte Informativa Nome do Autor: Sophia de Mello Breyner Andresen Nome do Ilustrador: Júlio Resende Editora: Salamandra Título da obra: O Rapaz de Bronze
  3. 3. Sophia de Mello Breyner Andresen é uma escritora de livros para crianças mais importantes da Literatura Portuguesa. Nasceu na cidade do Porto, em 1919, viveu em Lisboa, onde estudou e tirou o curso de Filologia Clássica e faleceu no dia 2 de Julho de 2004. Os seus livros relatam as vivências da autora durante a infância. Biografia
  4. 4. Resumo do conteúdo da obra Era uma vez um jardim onde à noite todas as plantas ganhavam vida. Os gladíolos estavam muito na moda e eram as flores mais colhidas. Certo dia, nasceu um gladíolo que ficou muito contente por saber que ia ser colhido. Mas ele ouviu a dona da casa a dizer ao jardineiro para não colher mais gladíolos porque faziam falta ao jardim. Então, o gladíolo decidiu fazer uma festa para não ficar tão triste. Ele tinha de pedir autorização ao rapaz de bronze que era o dono do jardim durante a noite.
  5. 5. Resumo ( Cotinuação ) Ele autorizou a festa e o gladíolo convidou todas as flores. Mas um ou dois dias antes da festa eles pensaram que como as pessoas punham flores nas jarras, eles tinham de pôr uma pessoa numa jarra. Então, eles decidiram que seria a Florinda, uma menina de sete anos que era filha do jardineiro. Na noite da festa, o rapaz de bronze foi ao quarto da Florinda e perguntou-lhe se ela queria ir a uma festa. Ela ficou surpreendida por uma estátua estar a falar com ela, mas aceitou. Quando ela chegou à festa nem queria acreditar no que estava a ver mas o rapaz de bronze disse para ela se sentar na jarra e começou a contar como é que eles ganhavam vida.
  6. 6. Resumo (Continuação) No dia seguinte, quando a menina foi para a escola, contou às amigas e elas não acreditaram e disseram que ela tinha sonhado. Então ela também começou a pensar que tinha sonhado. Passaram muitos anos. Quando a Florinda tinha quinze anos, o pai dela pediu-lhe para ir levar ovos a casa da cozinheira. Já era de noite quando ela vinha para casa. O rapaz de bronze veio ter com ela e perguntou-lhe se ela se lembrava dele e se se lembrava da festa. Ela disse que sim, os dois deram as mãos e foram assim a andar pelo jardim.
  7. 7. Conclusão Gostei de ler este livro e para mim é interessante. O que mais gostei e menos gostei: Não posso dizer porque gostei de tudo.
  8. 8. Fim

×