A Evolução do Desporto Ao Longo Dos Tempos

786 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
786
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Evolução do Desporto Ao Longo Dos Tempos

  1. 1. EEBBII MMOOUURRÃÃOOEEdduuccaaççããoo FFííssiiccaa““AA EEvvoolluuççããoo DDoo DDeessppoorrttoo AAoo LLoonnggooDDooss TTeemmppooss””AAnnaa MMaarrggaarriiddaa NNuunneess 99ººAA NNºº110033..DDeezzeemmbbrroo..22001122Início daExistênciado HomemEgitoGréciaRomaIdadeMédiaAtualidade
  2. 2. 2SumárioPág.Introdução3Desenvolvimento Desde os primórdios da suaexistência…4Quando o homem se tornousedentário…5No Egito…6Os gregos e os jogos olímpicos11Romanos14Idade Média16Atualidade18Conclusão20Bibliografia21
  3. 3. 3IntroduçãoDesde a época dos primatas que o Homem exerce atividadefísica, contudo os exercícios evoluíram com o passar dos tempos.As primeiras atividades físicas praticadas pelo ser humano eramfugas de animais predadores e lutas por áreas.Essas atividades deram um começo ao que chamamos de“Desporto”. Acredita-se que os gregos e os persas foram ospioneiros na prática desportiva. Os tempos modificaram, masdesde aquela era o ser humano vem se interessando cada vez maisem ter uma boa qualidade de vida através da exercitação.
  4. 4. 4Desde os primórdios dasua existência que o Homem sente anecessidade de se movimentar e trabalhar para sobreviver. Esteexercício realizado de forma involuntária e necessária permitiuao homem ancestral desenvolver as suascapacidades físicas sem que dissotomasse consciência. À medida que acivilização humana foi evoluindo, astarefas dos ancestrais, como caçar,nadar, pescar, lutar evoluíram tambématé perderem o papel principal desubsistência (Atividade Física),ganhando um carácter lúdico (Desporto),o que lhe permitiu cada vez mais“controlar” a Natureza, demonstrar capacidades, entreter umpúblico, entre outras coisas.No entanto, o que se iniciou com oHomem primordial não foi o Desporto massim a Atividade Física, a qual desdesempre e de forma espontânea e instintivafoi realizada por estes com o intuito devingarem nomundo decondiçõesadversas emque habitavam.O Desporto desde sempre, querpraticado voluntária ouinvoluntariamente, foi importantepara o Homem, para a suasobrevivência e desenvolvimento.Várias descobertas de utensílios (arcos e flechas) epinturas rupestres do homem pré-histórico datadas de mais de30.000 anos realizadas em países como a França, a Austrália ediversos países africanos permitem afirmarque o aparecimento das atividadesconsideradas desportivas coincide com osurgimento do Homem. Podemos então concluirque a Atividade Física é tão antiga como opróprio Homem.O Homem, no início da sua existência,necessitava de se esforçar para sobreviver,
  5. 5. 5pois apenas deste modo conseguiriaobter a comida e vestuário (entreoutras coisas) necessários para asua sobrevivência. Então, os Homemera como que obrigado a andar,caçar, saltar, correr, fugir e atudo o mais que lhe permitisse nãosó obter o que necessitava comotambém para escapar a predadores eem algumas situações a defender-sedos outros Homens.Quando o Homem setornou sedentário diminuiu a suaatividade física. Foi nessa altura que inventou atividades que,ao mesmo tempo, serviam de divertimento e contribuíam paraaumentar a sua destreza física.
  6. 6. 6No Egipto um dos desportos que maisfacilmente vem à mente é a natação, pois um país de altastemperaturas com um rio de água fresca com certeza estimulou aprática desse desporto. Muitos faraós sabiam nadar. Os nobresgostavam tanto que faziam piscinas particulares nos seuspalacetes.Os egípcios consideravam também a caça e a pesca comodesportos e eram estes os preferidos dos faraós, pois neles elesrelaxavam e mostravam as suas habilidades e valentia encarandoanimais. A pesca porém não era muito vista como desporto pelosmais humildes, visto que estes a usavam como meio desobrevivência.As mulheres também praticavam desportos no antigo Egito,como a dança do ventre primitiva:Pinturas nos antigos monumentos egípcios mostram que nosdesportos haviam regras, uniformes e juízes. O desporto noantigo Egito também tinha caráter político: preparar jovens paraserviços militares. Não só preparar os seus corpos, mas também odesenvolvimento destes jovens e faraós sob cavalos, surgindoportanto, a equitação. Dominar e andar sob um cavalo também eraútil para a prática da caça e da guerra.Faraó praticando arco e flecha durante caçada.
  7. 7. 7No templo de Ramsés III pode-se ver pinturas nas quais ofaraó caça animais selvagens.Trecho de papiro, relatando a caça: "Um dia feliz quandonós descemos para o pântano, quando capturamos pássaros epegamos muitos peixes na água. Um dia feliz para todos quando adeusa do pântano nos é favorável. Nós apanharemos pássaros eacenderemos um braseiro para o deus Sebek."Há imagens em tumbas de Saqqara que mostram lutas com boxeurtendo a realeza presente assistindo ao evento.Mas para ser um boxeur, ou outro atleta, era preciso aprática de ginástica, daí então surge o levantamento de peso,que se tornaria outro desporto. O peso era um saco contendoareia que devia ser levantado por uma mão e mantido erguido porcerto tempo:Pesca com o uso de arpão, pintura da tumba de Ankhtifi.
  8. 8. 8Outros desportos eram o salto em altura, feito de um modoprimitivo, conhecido como passos de ganso. O remo também eraoutra atividade desportiva. Luta com bastões de madeira, cabo-de-guerra, xadrez e maratonas não ficavam atrás.Barreira Para O Salto Em Altura.Cabo de Guerra Egípcio
  9. 9. 9A bola nunca deixou de fascinar os desportistas. Em Saqqaraexistem várias pinturas de jogos com bola. As bolas egípciaseram feitas de papiro seco e corda. Algumas foram achadas emescavações.Rainha Nefertari Entretida Num Jogo de XadrezPintura de Um Jogo/Desporto Com Bola
  10. 10. 10Havia também o hóquei egípcio, que era praticado com bola ecom folha de palmeiras entortada na ponta fazendo o papel dotaco.A bola também era utilizada noutro desporto semelhante aoatual baisebol.O uso de bastões numaespécie de luta para auto –defesa também eraconsiderado como desporto.No Alto Egito há cenas dejogadores enfrentando - seem arenas circulares de 3 mde diâmetro.O faraó tinha de provar a sua boaforma correndo um trajeto predeterminado.Isto acontecia normalmente depois de trintaanos de governo. Esta terrível provarealizava – se durante o festivalcomemorativo do êxodo do Egito, o Heb –sed.Foto do Canadian Museum of Civilization Corporation
  11. 11. 11Os Gregos E Os JogosOlímpicosA civilização grega foi umadas primeiras e mais importantesda nossa Antiguidade. Apesar deesta civilização falar toda amesma língua, de se encontrarunida cultural e religiosamente,o mesmo não aconteciapoliticamente, de modo que todoo seu território estavaorganizado em Cidades-Estado,160 aproximadamente, que lutavamentre si devido às divergênciasexistentes. No entanto, cientesde que as batalhas que setravavam eram quase totalmente fúteis, iniciaram uma competiçãodesportiva entre cidades, sendo esta uma das razões para oaparecimento dos Jogos Olímpicos (Olímpicos pois a maiormanifestação da sua realização era a cidade de Olímpia, ondeexistia um colossal templo a Zeus).Estes jogos, que serealizavam com um intervalo de 4anos, permitiram a todas as cidadesparticipantes demonstrarem o seupotencial, e deste modo, asuperioridade do atleta vencedor e dasua cidade-estado, sem que dissoresultassem baixas mortaisdesnecessárias. Durante tais provasera instaurada uma trégua em todas asguerras, para que os Jogos serealizassem sem distúrbios.O facto de cidades inimigas concordarem com arealização de jogos entre si, e realizarem uma trégua nas suasguerras demonstram que o desporto, na Grécia Antiga, era tomadocomo uma atividade muito importante, praticada num ambientecivilizado e respeitável diferente do carácter da atividadefísica existente nos primórdios da civilização na luta pelasobrevivência. Os Jogos Olímpicos foram, então, muitoimportantes, pois eram para além de uma “competição” entrecidades, uma festa de reverência aos seus deuses.
  12. 12. 12Não existe nenhuma certeza quanto à data de início dosJogos Olímpicos, não sendo sequer possível precisar um século.No entanto, torna-se inquestionável a importância que estesadquiriram na cultura grega desde sempre. Os Jogos tinham tantaimportância que o primeiro registo do vencedor dos JogosOlímpicos, em 776 a.C., foi considerado o ano zero do calendáriogrego."A verdadeira meta da luta é, sem dúvida, avitória em si, e ela, sobretudo se alcançada emOlímpia, era considerada como a mais sublime daterra, já que garantia ao vencedor aquilo que nofundo era a ambição de todo o grego: ser - segundoa expressão de Eliano - admirado em vida ecelebrado na morte." - Jacob BurckhardtNos Jogos Olímpicos não podiam participarbárbaros nem mulheres. Apenas os bravos homens quefossem de nacionalidade grega. Durava 6 dias. Noprimeiro dia os atletas e os juízes faziam oraçõesa Zeus e nesse mesmo dia faziam-se sacrifícios aZeus. Do segundo ao quinto dia realizavam-secorridas de carros, corridas a cavalo e outrasprovas. No sexto dia faziam-se banquetes e entregavam-se osprémios aos vencedores.Os vencedores recebiam coroas de oliveira e a partir dessaaltura passavam a ser considerados heróis.No estádio, realizavam-se as provas de corrida, luta epentatlo (conjunto de 5 provas realizadas por um atleta).
  13. 13. 13No hipódromo (era umaespecialidade do estádio com umaarena onde se realizavam ascorridas com animais) faziam-secorridas de carros e corridas acavalo.O mais popular dos desportosgregos era a corrida. Essedesporto consistia em váriosgregos a correr uns contra osoutros, descalços em pista deareia.Haviam várias distâncias: simples (o comprimentos de umestádio com 200m); duplas (2 estádios); e a corrida longa (24estádios ou 4000m). Para preparar os exércitos os gregos tinhamuma corrida com armaduras.Considera-se a época da Civilização Grega a “fase anatómicado Desporto”. O ideal grego passava pelabusca da perfeição do indivíduo, a qualpassava pela busca de uma mente rica emideais éticos e morais, deste modo,“brilhante” e não menos importante, de umcorpo de formas “perfeitas” (esbelto,musculado, saudável). O exemplo de talobjetivo está patente no lema do atletismosurgido entre os jovens e soldados gregosdurante as suas competições, “mais rápido,mais alto e mais forte"("citius, altius efortius”).Os gregos davam grande valor á luta,pois este desporto exigia uma combinação deforça, flexibilidade e presença deespírito. Em que o objetivo era estendero adversário 3 vezes no chão.Os gregos também praticavam boxe,nesse desporto a cabeça era protegida porcapacetes de bronze, porque ospunhos dos competidores estavamarmados com uma tira de couro emetal.Também tinham umacombinação de luta e boxe, oPancration, cujo objetivo eraagarrar e agredir o adversário,apenas não se podia morder.
  14. 14. 14RomanosAs criançasRomanas brincavam comarcos, andavam àscavalitas e jogavam aoberlinde de vidro.Brincavam também a jogos com bola, detabuleiro e ao “jogos de ossos” que erauma espécie de jogo de dados.O tempo livre dos Romanos era aproveitado para ver ascorridas de bigas, trigas e quadrigas. Ocorriam no Circo e eramalvo de apostas.As corridas eram perigosas, mas apesar disso haviam muitaspessoas que participavam na esperança de poder enriquecerfacilmente.As bigas como o nome indica eram carros puxados por doiscavalos, as trigas por três e as quadrigas por quatro. Oscondutores dos carros chamavam-se aurigas.Nas corridas sópodiam participar até 12jogadores que percorriam 7voltas que no totalperfaziam 8 km.Os carros eramfeitos de madeira, leve deforma a atingirem maioresvelocidades.Nem sempre ascorridas corriam bem, porvezes haviam lutas porcausa do vencedor.Aos cavalos quevenciam a corrida era-lhes cortada a cabeça que era exposta naVia-sacra em honra do Deus Marte.Mas a maior atração romanaeram os combates entregladiadores. Pensa-se que tiveramorigem religiosa, mas durante oImpério Romano passou a ser um
  15. 15. 15desporto sangrento que a maior parte das pessoas gostava.Antes do combate os gladiadores saudavam o imperador eassim começava, acompanhado por uma música.Podiam haver combates individuais, a pares ou grupossimultaneamente.Se um gladiador fosse ferido pedia misericórdia.Algumaspessoas desejavamser gladiadores,pelo que até haviamgladiadoresvoluntários, mas nageneralidade osgladiadores eramescravos ecriminosos que eramtreinados emescolas especiais.Se perdessemeram mortos, mas se ganhassem podiam ser libertados.O imperador ouvia a opinião da multidão. Se a multidãogostasse da luta, o gladiador era poupado, se não, osassistentes punham o polegar para baixo e o homem era morto.Haviam vários tipos de gladiadores, cada um tendo as suasarmas e métodos de luta.Os gladiadores usavam capacetes para proteger a face eescudos para se protegerem a si próprios. Haviam escudos maisfracos e mais fortes e eram sempre polidos.Cada gladiador tinha a sua própria arma, alguns tridentes eredes, outros tinham apenas uma adaga curva e um escudo pequeno.Os capacetes eram feitos de bronze.
  16. 16. 16Idade MédiaOs cavaleiros eram filhos de nobres e começavam a aprendera lutar aos 7 ou 8 anos. Ajudavam-nos a cuidar das feridas,aprendiam a polir o escudo, o elmo e a espada.Um cavaleiro tinha de ser um lutador experiente em matériade cavalos e de armas.Tomava parte em corridas, lutas de mãos livres e lutas comum pau.Para se preparar para os torneios e combates aprendia agalopar em direção a um manequim de madeira espetando-lhe alança. O manequim estava apoiado num pau sobre um parafuso. Quemnão atingia com a lança o manequim levava com o pau nas costas.Nos tempos livres os cavaleiros faziam torneios, em quevisavam simular lutas entre cavaleiros, ou seja, eram combatesamigáveis. Os torneios eram organizados no recinto dos castelos.O combate mais apreciado nos torneios era a justa (consistia emdois cavaleiros que investiam um contra o outro tentandoderrubar o adversário.Mas um dos desportos mais apreciados na Idade Média era afalcoaria. Agradava tanto aos homens como às mulheres. Os nobrestinham os seus próprios falcões.Os falcões eram treinados pelos falcoeiros para caçar avese pequenos animais.
  17. 17. 17A caça era o desporto mais apreciado pelos nobres na época,pois até os reis iam a caça.Os homens caçavam no campo em torno dos castelos, nasflorestas e nos matagais.A caça exigia grandes esforços físicos.Em que uma das razões pela qual os homens caçavam eraporque nessa altura a criação dos animais estava poucodesenvolvida e a caça fornecia alimentos.Outro dos desportos era o xadrez e pensa-se que tenhachegado á Europa através de mercadores árabes.Era jogado pela nobreza.As peças deste jogo referiam a importância dos grupossociais desta época. Por exemplo, os cavalos podiam referir-seaos nobres que combatiam a cavalo.O xadrez surge em Portugal no século XIII, quando Portugalfoi reconquistado.CuriCuriosidade: O futebol eténis, desportos bastantedifundidos nos dias de hoje,tiveram a sua origem naIdade Média.
  18. 18. 18AtualidadeO modo como o Desporto é encaradonos nossos dias mudou em muitos aspetosem relação ao conceito antigo. Nostempos de “domínio” grego e romano domundo, o Desporto possuía um caráctermais relacionado com a superioridadeinter-cidades, o aprimoramento daestética física e intelectual daspessoas, e também o entreter demultidões. No mundo “moderno”,acentuadamente a partir da revoluçãoindustrial, muitas modalidadesdesportivas começaram a ser disseminadas pelo mundo. Isto fezcom que alguns desportos importantes se tornassem conhecidosmundialmente. Este facto, associado á evolução da medicina e datecnologia, formou um novo conceito de Desporto, um conceito queapesar de não abandonar os ideais de antigamente, os completa emvertentes importantíssimas.O desporto é,atualmente, um valor emsi mesmo,inquestionável, pelo queé considerado umimportante fator napromoção da saúde. Estaideia de desportosaudável foi conseguidadurante o século XXatravés de discussõesque provaram que aatividade física, nagrande maioria dos casose quando praticada commoderação, é melhor para a saúde que o repouso. A OMS consideraa atividade física um passo muito importante na promoção dasaúde física, mental e social, tanto de indivíduos como decomunidades. Na atualidade, com o desenvolvimento tecnológicoque enfrentamos (principalmente o aparecimento de tecnologias deautomação e afins que tornam a ação do Homem cada vez menosnecessária), o sedentarismo (inatividade) tem tomado um lugarcada vez mais importante na nossa sociedade. Aliado ao stresstornou-se um fator de problemas de saúde muito acentuado, devidoás doenças que daí advêm.
  19. 19. 19Deste modo, foram elaboradosprincípios básicos acerca do papel dodesporto na atualidade, quedemonstram a sua importância:1-O Objetivo principal da utilizaçãoda atividade física é a promoção dasaúde;2-A atividade física regular nãosignifica apenas atividade desportiva;3-Com a atividade física combate-se o sedentarismo e contribui-se para a correção de outros fatores de risco para a saúde;4-A atividade física deve ser apropriada e adequadamenteexecutada;5-Um médico especializado em atividade física e/ou um licenciadoem Educação Física, são os conselheiros ideais para ajudar opraticante a escolher o regime de treino que melhor se lheadapta;6-Os programas de atividadefísica devem iniciar-se nainfância, mas nunca é tardepara começar;7-A prática passada deatividade física, mesmo seintensa, não concede proteçãovitalícia;8-O exame médico prévio à decisãoacerca da aptidão para a prática desportiva é uma necessidadeabsoluta.Com a crescente importância do Desporto, os Jogos Olímpicosvoltaram a realizar-se devido ao esforço do Barão Pierre deCoubertain, em Atenas no ano de 1896. Ao longo dos anos, acomissão olímpica foi criando características que permitissem aprática de desporto por todos os indivíduos da sociedade (JogosOlímpicos de Inverno, Paraolimpíadas).
  20. 20. 20ConclusãoO desporto nos nossos dias tem como principal função omelhorar da saúde pela prevenção de doenças, não sepreocupando exclusivamente com o fator estético. Destemodo, deve ser fomentada a sua prática nas escolas e emcasa, mas de forma moderada e correta, para que não setorne um prejuízo para a saúde.
  21. 21. 21Bibliografiahttp://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Evolu%C3%A7%C3%A3o-Do-Desporto/25319.htmlhttp://joaomoreira.bloguedesporto.com/9218/Origem-do-desporto-e-a-sua-evolucao/http://modalidadesconcelho.blogs.sapo.pt/http://egito-nifertiti.blogspot.pt/2012/01/esportes-no-antigo-egito.htmlhttp://semstress.athost.net/AbordagemHistorica.html

×