Nutrição Estética - Prescrição de Nutricosméticos

1.958 visualizações

Publicada em

Prof. Luisa Wolpe

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.958
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
113
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nutrição Estética - Prescrição de Nutricosméticos

  1. 1. 1 NUTRIÇÃO ESTÉTICA Prescrição de nutricosméticos PROFª LUISA WOLPE SIMAS
  2. 2. COSMÉTICA ALIMENTOS NUTRICOSMÉTICOS Cosmetics & Toiletries Brasil Set/Out 2011 Vol. 23 nº 5. Os NUTRICOSMÉTICOS, são SUPLEMENTOS ALIMENTARES que tem a finalidade de nutrir o organismo de dentro para fora corrigindo assim as imperfeições estéticas. Combinações de substâncias (minerais, vitaminas e substâncias nutricionais) apresentadas em forma de cápsulas, líquidos e alimentos.
  3. 3. MERCADO???NUTRICOSMÉTICOS
  4. 4. NUTRICOSMÉTICOS Melhora o funcionamento do organismo a t r a v é s d e s u p l e m e n t o s e nutricosméticos associados a uma alimentação saudável. Trata as imperfeições estéticas com tratamentos estéticos e cosméticos. IN OUT
  5. 5. NUTRICOSMÉTICOS Cuidados na escolha
  6. 6. MINERAIS QUELADOS Minerais ligados a uma proteína, resultando na MELHOR ABSORÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E APROVEITAMENTO, reduzindo perdas decorrentes da alta eliminação e baixa absorção de alguns minerais. MAGNÉSIO GLICINA MAGNÉSIO GLICINA
  7. 7. TRATO GASTROINTESTINAL INTESTINO PERMEABILIDADE INTESTINAL DISBIOSE
  8. 8. NUTRICOSMÉTICOS OBJETIVO Hidratação e fortaleci- mento da pele Emagreci- mento Prevenir o envelheci- mento Fortaleci- mento unhas e cabelos Acne Fortaleci- mento Muscular - hipertrofia Pré e Pós operatório de cirurgia plástica
  9. 9. 1. Produção de sebo pelas glândulas sebáceas 2. Hiperqueratinização folicular 3. Colonização bacteriana do folículo 4. Liberação de mediadores da inflamação no folículo e derme adjacente NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  10. 10. SELÊNIO - É um co-fator para a glutariona peroxidase, que é uma importante enzima antioxidante do sistema imune, com isso aumenta o nível de linfócito T. Posologia: de 100 a 400mcg/dia RDA: 55mcg/dia UL: 400mcg/dia Forma: Selênio quelado GLUTAMINA – Melhora a função intestinal, aumenta absorção de nutrientes, aumenta a altura das microvilosidades e melhora a função imunológica. Posologia: 500mg a 10g MAGNÉSIO – a deficiência esta associada ao aumento da produção de IL-6 e IL-1 que estão envolvidas no aumento da produção de proteínas de fase aguda na inflamação. O magnésio aumenta o peristaltismo intestinal. Posologia: 120 a 350mg/dia RDA: 310mg/dia UL: 350mg/dia Forma: Magnésio quelado NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  11. 11. COBRE - Possui ação antibiótica local, estimula os processos de defesa orgânicos e aumenta a resistência as infecções virais e microbianas. Posologia: 0,5 a 2,0 mg/dia RDA: 0,9mg/dia UL: 10mg/dia Forma: Cobre quelado VITAMINA A – Reduz a hiperceratinização ductal folicular. Posologia: 700 a 2500mcg/dia RDA: 900 mcg/dia homens e 700mcg/ dia mulheres UL: 3000mcg/dia BETACAROTENO – Precursor da vitamina A. Posologia: 200 a 400 mg/dia VITAMINA C – Promove cicatrização por participar da síntese de colágeno. Posologia: 100 a 1000 mg/dia RDA: 90 mg/dia para homens e 75 mg para mulheres UL: 2000mg/dia Forma: Ácido ascórbico ou Palmitado de ascorbila NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  12. 12. ZINCO EFEITO ANTIMICROBIANO Muitos estudos observaram redução do Propionobacterium acnes e de ácidos graxos livres na pele com o uso do zinco. MODULADOR DA INFLAMAÇÃO O zinco modula a inflamação na acne, pois é essencial para a enzima antioxidante SOD-1, responsável por reduzir o radical superóxido a peróxido de hidrogênio e oxigênio. DIMINUI A PRODUÇÃO DE SEBO Também suprime a produção de sebo ao inibir a enzima 5-alfa-redutase (ação anti-androgênica) que é responsável pela conversão de testosterona em dihidroxitestosterona, este último hormônio estimula a produção de sebo, um dos principais desencadeadores da acne. Posologia: 15 a 30 mg/dia RDA: 11 mg/dia homens e 8 mg/dia em mulheres UL: 40mg/dia Forma: Magnésio quelado NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  13. 13. PROBIÓTICOS – síntese de enzimas, produção de ácidos graxos de cadeia curta e previne a adesão de patógenos por competição dos sítios receptores. Sugestão de fórmula: Lactobacillus rhamnosus 100 a 200mg Lactobacillus casei 100 a 200mg Lactobacillus acidophilus 50 a 100mg Bifidobacterium 100 a 200mg NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  14. 14. Jung JY , Y oon MY , Min SU, Hong JS, Choi Y S, Suh DH. The influence of dietary patterns on acne vulgaris in Koreans. Eur J Dermatol. 2010;20:768– 72. [PubMed: 20822969] NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE Um estudo de 1285 coreanos, uma população que não tradicionalmente consomem laticínios. O autores relatam que o nível de IGF - 1 foi significativamente mais elevada em pacientes com acne , e sugerem que, "a alta dieta glicêmico carga , queijo processado , uma dieta rica em gorduras , e iodo desempenhar um papel na exacerbação da acne nos coreanos ".
  15. 15. Insulina – produção de IGF - 1 Estimula a 5 alfa redutase Enzima que converte TESTOSTERONA DIHIDROTESTOSTERONA Kaymak Y, Adisen E, Ilter N, Bideci A, et al. Dietary glycemic index and glucose, insulin, insulin-like growth factor-I, insulin-like growth factor binding protein 3, and leptin levels in patients with acne. J Am Acad Dermatol 2007;57(5):819-23. NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  16. 16. SUGESTÃO DE FÓRMULA PARA ACNE • Vitamina B6 - 10 mg • Magnésio -120 mg • Acido ascórbico -300 mg • Selênio –100 mcg • Zinco quelado - 10mg • Cobre quelado-1 mg • Betacaroteno – 100 mg Capsulas qsp 60 doses Tomar 1 dose 2 vezes ao dia SUGESTÃO DE FÓRMULA PARA ACNE PRÉ MENSTRUAL • Piridoxina - 10mg • Zinco - 10 mg Capsulas qsp Tomar 1 dose duas vezes ao dia a partir do 14o dia do ciclo menstrual ate o 2o dia do novo ciclo NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  17. 17. SUGESTÃO DE FÓRMULA PARA PELE OLEOSA • Zinco quelado -200mg • Vitamina C - 200 mg Capsulas qsp. Tomar 1 dose ao dia longe das refeições com ferro. + • Ômega 3 – 1 a 3g (1g de EPA e DHA) Capsula gelatinosa mole qsp NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  18. 18. NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  19. 19. Tratamento de Acne com o conceito In/Out 20° sessões de cabine, uso diário de cosméticos. Suplementação por 3 meses. Acompanhado de 10 nov. 11 a 10 fev. 12 Início do acompanhamento Após 20 sessões (3 meses) NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  20. 20. Tratamento de Acne com o conceito In/Out 20° sessões de cabine, uso diário de cosméticos. Suplementação por 3 meses. Acompanhado de 10 nov. 11 a 10 fev. 12 Início do acompanhamento Após 20 sessões (3 meses) NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  21. 21. Tratamento de Acne com o conceito In/Out 20° sessões de cabine, uso diário de cosméticos. Suplementação por 3 meses. Acompanhado de 10 nov. 11 a 10 fev. 12 Início do acompanhamento Após 20 sessões (3 meses) NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  22. 22. Tratamento de Acne com o conceito In/Out 20° sessões de cabine, uso diário de cosméticos. Suplementação por 3 meses. Acompanhado de 10 nov. 11 a 10 fev. 12 Início do acompanhamento Após 20 sessões (3 meses) NUTRICOSMÉTICOS NA ACNE
  23. 23. 1. Espessamento da camada córnea 2. Diminuição da circulação periférica 3. Diminuição do tônus muscular 4. Diminuição na produção de colágeno e elastina pelo fribroblasto 5. Diminuição do teor ideal de água 6. Alteração no metabolismo celular NUTRICOSMÉTICOS E ENVELHECIMENTO CUTÂNEO
  24. 24. • COLÁGENO HIDROLISADO 8 a 12g/dia • SILÍCIO ORGÂNICO 50 a 150mg/dia • VITAMINA C 100 mg/dia NUTRICOSMÉTICOS E ENVELHECIMENTO CUTÂNEO
  25. 25. Cada cadeia polipeptídica é formada por cerca de 1000 aminoácidos. A glicina aparece de três em três aminoácidos e a seqüência glicina-prolina-hidroxiprolina se repete com bastante freqüência. NUTRICOSMÉTICOS E ENVELHECIMENTO CUTÂNEO
  26. 26. NUTRICOSMÉTICOS E ENVELHECIMENTO CUTÂNEO
  27. 27. Gomas Cápsulas Líquido Pó NUTRICOSMÉTICOS E ENVELHECIMENTO CUTÂNEO
  28. 28. Vitamina C Manganês Cobre Zinco DIETA NORMO A HIPERPROTÉICA 1.0 a 1.2g de ptna por kg de peso NUTRICOSMÉTICOS E ENVELHECIMENTO CUTÂNEO
  29. 29. ESTUDO COLLAGEN ACTIVE® FURB
  30. 30. ESTUDO COLAGEN ACTIVE® FURB
  31. 31. [ ] de tocoferol foi significativamente menor na epiderme foto envelhecida (56%)e envelhecida naturalmente (61%) [ ]de ácido ascórbico foi menor em ambas a epiderme (69% e 61%) e a derme (63% e 70%) da pele foto envelhecida e envelhecida naturalmente, respectivamente. 35 NUTRICOSMÉTICOS E ENVELHECIMENTO CUTÂNEO
  32. 32. São alterações na pigmentação cutânea, causadas de modo geral pela alteração na produção, na transferência ou na perda de melanina pela pele. Hipercromias - aumento da produção de melanina Hipocromias - diminuição da produção de melanina Acromias - ausência total da melanina NUTRICOSMÉTICOS E ENVELHECIMENTO CUTÂNEO
  33. 33. Oli-Ola™ é um extrato do fruto da oliveira (oliva) que possui padronização em hidroxitirosol (3% de hidroxitirosol), um polifenol com potente ação antioxidante. Extrato 100% natural do fruto da oliva produzido por agricultura orgânica na região sul do Mediterrâneo. NUTRICOSMÉTICOS E ENVELHECIMENTO CUTÂNEO
  34. 34. ESTUDO 1 – NEXIRA E CONSULFARMA Relato de Caso Redução do Melasma Após 2 Meses de Uso do Peeling em Cápsulas de Oli-Ola™ Uma paciente de 49 anos de idade (fototipo IV de FITZPATRICK) com melasma iniciou um protocolo de tratamento composto por: Cápsulas de Oli-Ola™ 300 mg ao dia;
 Sérum de vitamina C a 10%, aplicado 3 vezes ao dia;
 Fotoprotetor de amplo espectro (FPS 30/ PPD 10) aplicado durante o dia.
  35. 35. ESTUDO 2 – CIA -BV Protocolo de tratamento composto por: Cápsulas de Oli-Ola™ 300 mg ao dia

  36. 36. Vb n
  37. 37. Extrato de romã rico em ácido elágico Efeito inibitório na pigmentação induzida pela radiação UV Kasai, K. et al. (2006). Effects of oral administration of ellagic acid-rich pomegranate extract on ultraviolet- induced pigmentation in the human skin. J Nutr Sci Vitaminol, 52(5), pp. 383-388. Posologia: 100 a 200 mg/dia NUTRICOSMÉTICOS E ENVELHECIMENTO CUTÂNEO
  38. 38. NUTRICOSMÉTICOS E ALOPÉCIA
  39. 39. ANDROGÊNICA AREATA DIFUSA (EFLÚVIOOUTROS NUTRICOSMÉTICOS E ALOPÉCIA
  40. 40. NUTRICOSMÉTICOS E ALOPÉCIA
  41. 41. NUTRICOSMÉTICOS PARA ALOPÉCIA Figura: Amostras de cabelo paciente com ET coletados em dias de lavagem de cabelo. Entendendo o efiúvio telógeno, Anais Brasileiros de Dermatologia. V.77 nº1 artigo revisão
  42. 42. (GRIMBLE, 2005) IMUNONUTRIENTE FUNÇÃO Ácidos graxos poli-insaturados ω-3 Atua como agente anti- inflamatório, revertendo a inflamação. Arginina estimula a síntese de hormônio do crescimento e melhora o número de células T. Glutamina Nutriente para as células imunológicas, melhora a função de barreira e atua como precursor da glutationa. NUTRICOSMÉTICOS E ALOPÉCIA
  43. 43. IMUNONUTRIENTE FUNÇÃO Antioxidantes Manutenção da defesa antioxidante. A vitamina E melhora a imunidade mediada por células. Probióticos Embora não seja classificado como imunonutriente, possui atividade imunomoduladora, aumentando a fagocitose e níveis de IgA. NUTRICOSMÉTICOS E ALOPÉCIA (GRIMBLE, 2005)
  44. 44. Wickett RR, Kossmann E, Barel A, Demeester N, Clarys P, Vanden Berghe D, Calomme M. Effect of oral intake of choline-stabilized orthosilicic acid on hair tensile strength and morphology in women with fine hair. Arch Dermatol Res. 2007; 299(10):499-505. Melhora na resistência à tração, incluindo elasticidade e ruptura de carga, resultando em um cabelo mais grosso. NUTRICOSMÉTICOS E ALOPÉCIA
  45. 45. INIBIDORES DE 5 ALFA REDUTASE Chá verde L- lisina Saw Palmetto Soja Óleo de semente de abóbora Beta-sitosterol NUTRICOSMÉTICOS E ALOPÉCIA
  46. 46. PROTOCOLO • Aplicação do equipamento de microagulhamento 0,25 mm no local previamente higienizado • Aplicação o Ionto Bio Factor 2X semana (1 – microagulhamento 1 – massagem) • Manutenção: MULTICAP+ (linha Nutribio) NUTRICOSMÉTICOS E ALOPÉCIA
  47. 47. 16/04/13 – PARIETAL 2948 folículos capilares 19/06/13 – PARIETAL 5227 folículos capilares
  48. 48. 16/04/13 – PARIETAL 2948 folículos capilares 19/06/13 – PARIETAL 5227 folículos capilares
  49. 49. 16/04/13 – FRONTAL 1641 folículos capilares 19/06/13 – FRONTAL 3454 folículos capilares
  50. 50. 16/04/13 – FRONTAL 1641 folículos capilares 19/06/13 – FRONTAL 3454 folículos capilares
  51. 51. Comprime as veias e os linfáticos Edema Volume do tecido adiposo + Ação hormonal Volume Compressão das veias e dos linfáticos Celulite NUTRICOSMÉTICOS E CELULITE
  52. 52. Grau 1 Grau 2 Grau 3 Grau 4 NUTRICOSMÉTICOS E CELULITE
  53. 53. O mecanismo de ação envolve a promoção de fibroblastos proliferação e aumento da síntese de colagénio bem como mucopolissacáridos ácidos, o aumento intracelular conteúdo fibronectina e atividade mitótica no germe camada, melhorar significativamente a resistência à tracção de recém formado pele, bem como através da inibição da inflamatória fase de cicatrizes hipertróficas e quelóides. Alguns estudos sugerem que o uso de C. asiatica ou seu componentes podem ser úteis no tratamento da psoríase e esclerodermia. Centella asiatica é um ingrediente comum de cosméticos aplicados no fotoenvelhecimento da pele, também em celulite e estrias. NUTRICOSMÉTICOS E CELULITE
  54. 54. POSOLOGIA: até 2g/dia. NUTRICOSMÉTICOS E CELULITE
  55. 55. DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL 3 X SEMANA Formulação para celulite: CACTI-NEA 1g Formular X doses, tomar 1 dose ao dia. NUTRICOSMÉTICOS E CELULITE
  56. 56. resposta aos receptores alfa adrenérgicos Estrogênio Adipócitos MEC Circulação Lipogênese Alteração GAG (hiperpolimerização) Permeabilidade Fibroesclerose CELULITE Edema intersticial Tônus Vasodilatação Hipertrofia
  57. 57. Desenvolvido  a partir de uma formula a base de Chlorella pyrenoidosa altamente  concentrada, na forma de cápsulas de 840 mg. Possui ação detoxificante que  promove a purificação orgânica, melhorando o metabolismo corporal, mantendo a  saúde e a beleza da pele. NUTRICOSMÉTICOS E CELULITE
  58. 58. 191 americanas japonesas Pré-menopausa Metabólitos de estrogênio
  59. 59. Aminas heterocíclicas (HCAs) e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) foram estabelecido como substâncias químicas cancerígenas na dieta ocidental. Este estudo foi realizado para verificar níveis de exposição na vida diária dos coreanos e para avaliar a capacidade de Chlorella vulgaris de detoxificação. Os efeitos da chlorella de desintoxicar HCA e HPAs provavelmente ocorre por interferir e com a absorção ou o metabolismo.
  60. 60. NUTRICOSMÉTICOS PARA PÓS OPERATÓRIO DE CIRURGIA PLÁSTICA
  61. 61. FASES DA CICATRIZAÇÃO • FASE INFLAMATÓRIA – 36 a 48 horas • FASE DE EPITELIZAÇÃO – 48 a 72 horas • FASE DA FIBROPLASIA – até o 21º dia • FASE DA REMODELAÇÃO E MATURAÇÃO – 3ª semana até 6 meses
  62. 62. FIGURA 1 - Mama direita e esquerda. Primeira avaliação. NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  63. 63. FIGURA 2 – Processo de cicatrização mama direita. Primeira avaliação e última avaliação. NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  64. 64. FIGURA 2 – Processo de cicatrização mama esquerda. Primeira avaliação e última avaliação. NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  65. 65. FIGURA 3 – Características de cicatrização da ferida da mama direita e esquerda após quinze dias do início da suplementação. NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  66. 66. FIGURA 4 – Processo de cicatrização da ferida da mama direita. Primeira avaliação e última avaliação. NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  67. 67. NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  68. 68. NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  69. 69. NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  70. 70. Figura 3 - Áreas de cirurgia, 7 dias após o ato cirúrgico. Feridas cirúrgicas já estão quase fechadas por epitélio. Figura 2 – Áreas de cirurgia, 3 dias após o ato cirúrgico. Início da re- epitelização; Figura 1 – Animal logo após o ato cirúrgico O chá verde também pode estar presente na dieta após 36 horas, pois seus polifenóis contribuem com feito antiinflamatório, quimioprotetor e benéfico para cicatrização de feridas. NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  71. 71. NUTRIENTE AÇÃO NA CICATRIZAÇÃO POSOLOGIA Proteínas Uma ingestão adequada de proteínas é essencial para a cicatrização. A depleção protéica retarda o processo de cicatrização pelo prolongamento da fase inflamatória, inibindo a fibroplasia, síntese de colágeno e proteoglicanos, bem como a neoangiogênese presentes na fase proliferativa da cicatrização. Utilizar de 1.0 a 1.2g/Kg/dia de proteína no pré-operatório. Arginina A Arginina é um aminoácido não essencial porém que desempenha um papel importante na síntese protéica, necessária para a deposição de colágeno, proliferação celular, função linfocitária, imunidade e vasodilatação. O metabolismo da Arginina produz óxido nítrico que é um potente vasodilatador promovendo a síntese do colágeno e a formação de novos vasos. Alguns estudos recentes apontam para a sua importância na cicatrização de úlceras por pressão. Stechmiller (2005) utilizou uma suplementação com arginina (17g/dia) em 30 idosos (>65 anos) submetidos a uma ferida cirúrgica experimental, tendo observado um aumento significativo na deposição de colágeno e proteínas na zona da ferida, relativamente ao grupo de controle. 1 -3g/dia NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  72. 72. Glutamina A Glutamina é outro aminoácido não-essencial sendo o mais abundante no organismo humano, principalmente no tecido muscular. É importante no processo de cicatrização por ser usada como fonte de energia pelas células inflamatórias durante a proliferação celular, bem como pelo fibroblasto. Até 20g/dia Ferro A depleção de ferro resultante de uma deficiência dietética pode comprometer a cicatrização pela redução do aporte de oxigênio aos tecidos. O ferro encontra-se envolvido na formação do colágeno, bem como na respiração celular. 15 a 30 mg/dia Zinco A literatura tem dado grande ênfase para o zinco como elemento importante na reconstrução de tecido cicatricial. A deficiência de zinco na dieta provoca diminuição da síntese protéica e da formação de tecido cicatricial em lesões. 10mg, 2 x ao dia NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  73. 73. Vitamina C A vitamina C é necessária para a conversão da prolina e da lisina em hidroxiprolina ehidroxiprolisina, para aumentar a biossíntese de colágeno. A deficiência de vitamina C também foi associada a um aumento da incidência de infecções de feridas. Estes efeitos são causados pela associação da diminuição da função dos neutrófilos, da diminuição da barreira bacteriana, secundária à insuficiente deposição de colágeno. 200 a 500mg/dia Vitamina E A vitamina E, conhecida também como alfa-tocoferol, possui mecanismo de proteção da membrana plasmática celular contra a peroxidação lipídica causada pelos radicais livres formados durante a cicatrização. 200 a 400mg/dia Vitamina A A vitamina A aumenta a resposta inflamatória nos processos de cicatrização, estimulando o fluxo e ativação dos macrófagos bem como aumentando a síntese de colágeno pelo fibroblasto. 700µg/dia Ácidos graxos ômega 3 Os ácidos graxos ω-3 possuem ação anti-inflamatória, ao reduzir a síntese de derivados do ácido araquidônico: prostaglandina, tromboxano, prostaciclina e leucotrieno. A suplementação com ácidos graxos EPA e DHA (ω-3), pode atenuar os efeitos do processo inflamatório, a partir da diminuição da síntese dos eicosanóides. Até 4g/dia NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  74. 74. NUTRICOSMÉTICOS PARA CIRURGIA PLÁSTICA
  75. 75. Instagram: @luwolpe Facebook: /luisa.simas E-mail: luisa.fies@hotmail.com MUITO OBRIGADO!

×