Fotoproteção - O uso correto

592 visualizações

Publicada em

Lucas Portilho

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
592
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fotoproteção - O uso correto

  1. 1. 1 FOTOPROTEÇÃO O USO CORRETO, A ESCOLHA CERTA E A DIFERENÇA DOS PRODUTOS NO MERCADO
  2. 2. FOTOPROTEÇÃO O USO CORRETO, A ESCOLHA CERTA E A DIFERENÇA DOS PRODUTOS NO MERCADO
  3. 3. Penetração da Radiação UV na Pele
  4. 4. UVB UVA Luz Visível Energia +++ Energia ++ Energia + Eritema (vermelhidão) Bronzeamento ⇧ MMP Lesão DNA Lesão DNA ⇧ Mediadores inflamatórios Câncer de pele Câncer de pele ⇧ Radicais livres Envelhecimento Envelhecimento Envelhecimento
  5. 5. •F o r m a ç ã o d e d í m e r o s d e pirimidina após radiação UV; •A fotoluminescência indica f o r m a ç ã o d e d í m e r o s d e c i c l o b u t a n o p i r i m i d i n a , comprovando fotolesão. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2671032/#!po=46.5517 Malefícios da Radiação
  6. 6. FILTRO FPS 100 PROTEGE O DOBRO DO FPS 50?
  7. 7. Curva de Absorbância Coeficiente de extinção Curva de Absorbância
  8. 8. Curva de Transmitância
  9. 9. SCHALKA, Sergio and REIS, Vitor Manoel Silva dos. Sun protection factor: meaning and controversies. An. Bras. Dermatol.[online]. 2011, vol.86, n.3, pp. 507-515. ISSN 0365-0596.
  10. 10. Se considerarmos quanto o produto absorveu de radiação o filtro 100 não protege o dobro do 50. Se considerarmos quanto o produto deixou passar de radiação o filtro 100 protege o dobro do 50.
  11. 11. Só podemos considerar isso se a quantidade adequada for aplicada.
  12. 12. O QUE EVITAR? Guia disponível gratuitamente em www.lucasportilho.com
  13. 13. O QUE EVITAR? Guia disponível gratuitamente em www.lucasportilho.com
  14. 14. Composição: Aqua, homosalate, a l c o h o l d e n a t , e t h y l h e x y l m e t h o x y c i n n a m a t e , benzophenone-3, ethylhexyl salicylate, glycerin, tapioca starch, butyl methoxydibenzolymethane, cyclomethicone, acrylates/C10-30 alkyl acrylate crosspolymer, carbomer, trisodium EDTA, methylparaben, BHT, sodium hydroxide, parfum. Protetor Facial Light Feeling FPS 30
  15. 15. EP4 EP3 PGE2 PGE2 AMPc Pigmentação AMPc Pigmentação PKC Formação do dendrito Tirosinase TPR-2TPR-1 MITF Núcleo Transcrição Melanogênese via Mediadores Inflamatórios
  16. 16. Melanogênese via ROS (Espécies Reativas de Oxigênio) ROS são formados após irradiação da pele ou inflamação. Lesão da membrana pelos ROS, formação de mediadores inflamatórios e conseqüente estímulo da melanogenese. Estudo demonstrou que ROS, embora estimule o melanócito a produzir melanina, o próprio melanócito produz ROS, mesmo na ausência de nenhum estímulo . http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3600250/
  17. 17. Melanogênese via Estrogênio Durante a gestação, especialmente no terceiro mês, elevados níveis de estrogênio são encontrados; A atividade da tirosina é aumentada em culturas de melanócitos com estradiol. Estrogênio se liga aos receptores ER(alfa) and ER (beta) ou através da proteína de membrana GPR30, levando a aumento da transcrição dos genes cAMP-PKA , tirosinase e MITF, todos envolvidos na melanogênese http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21745488
  18. 18. FILTRO SOLAR ENGORDA E CAUSA CELULITE?
  19. 19. Absorção Sistêmica
  20. 20. Objetivo: • Investigar a quantidade de benzofenona-3 excretada na urina depois de repetidas aplicações tópicas corporais de um fotoprotetor; • Verificar se a radiação UV apresenta algum efeito na quantidade excretada. 25 voluntários que aplicaram uma forma comercial de um fotoprotetor contendo 4% de benzofenona-3 pela manhã e à noite por 5 dias. Br J Dermatol. 2006 Feb;154(2):337-40. Absorção Sistêmica
  21. 21. Os voluntários foram divididos em 2 grupos: Grupo A: não receberam irradiação UV. Grupo B: receberam irradiação UVA entre 400 707 J/cm2 e UVB entre 0,46 e 2,0 J/cm2. • A urina dos voluntários foi mensurada durante os 5 dias de aplicação e por 5 dias após a última aplicação; •A concentração de benzofenona-3 foi analisada por HPLC. Absorção Sistêmica
  22. 22. Resultados: • Os voluntários excretaram 1,2-8,7% (média de 3,7%) do total de benzofenona-3 aplicada; • Não houve diferença significativa entre os 2 grupos. Conclusão: Foi verificado que uma grande quantidade de benzofenona-3 é absorvida e permanece acumulada no corpo como, demonstrado através dos voluntários que a excretaram 5 dias após a última aplicação. Br J Dermatol. 2006 Feb;154(2):337-40. Department of Dermatology and Venereology, Sahlgrenska University Hospital, Goteborg, Sweden. Absorção Sistêmica
  23. 23. Filtros detectados nos peixes: • 4-MBC; • B-3 (benzofenona-3); • HMS (homosalato); • OMC (metoxicinamato de octila). A concentração total desses filtros foi de 1,6 µM a 7,8 µM em massa gorda ou entre 0,02 e 0,2 µM em massa total. Environmental Health Perspectives Volume 109, Number 3 March 2001. 4-MBC
  24. 24. Estrogenicidade em Peixes
  25. 25. Luz Visível e Suas Consequências
  26. 26. Ainda é necessário muito a aprender em relação aos efeitos cutâneos da luz visível e a radiação infra- vermelho. Photochem Photobiol Sci. 2013 Jan;12(1):54-64. Effects of ultraviolet radiation, visible light, and infrared radiation on erythema and pigmentation: a review. Dados sugerem que outras faixas do espectro da luz , particularmente a luz visível, pode contribuir para o envelhecimento prematuro da pele. J Invest Dermatol. 2012 Jul;132(7):1901-7. doi: 10.1038/jid.2011.476. Epub 2012 Feb 9. Irradiation of skin with visible light induces reactive oxygen species and matrix- degrading enzymes. Estudos Recentes
  27. 27. Os resultados mostraram que, embora ambos UVA1 e de luz visível possam induzir a pigmentação da pele em tipos IV- VI, a pigmentação induzida por luz visível foi mais escura e mais prolongada. Seis fotos mostrando os pontos irradiados com luz visível a doses de 8, 40, 80, 160 e 480 J cm−2, respectivamente, como indicado na figura. Journal of Investigative Dermatology (2010) 130, 2092–2097; doi:10.1038/jid.2010.95; published online 22 April 2010 Impacto da Luz Visível na Pele
  28. 28. Filtros Pós Peeling e Pós Procedimentos
  29. 29. São mais indicados pelos profissionais. Maiores discussões científicas sobre segurança – dados contraditórios • Estudos em pele não íntegra – inexistentes (?) Dióxido de Titânio e Óxido de Zinco Filtros com Dióxido de Titânio e Óxido de Zinco em dimensões nanométricas podem permear a pela com facilidade após procedimentos. Evitar filtros com Dióxido de Titânio e Óxido de Zinco em dimensões menores que 100 nanômetros. Filtros Físicos
  30. 30. • ORIENTE O USO DE FILTRO NA QUANTIDADE CORRETA • EVITE PRODUTOS COM B-3 E 4-MBC • PREFIRA PRODUTOS COM PROTEÇÃO CONTRA LUZ VISÍVEL (azul) • EVITE PRODUTOS COM COMBINAÇÃO ENTRE OMC E BMDM • EVITE PRODUTOS COM ZINCO E TITÂNIO MENORES QUE 100 NANOMETROS • Estude sempre!
  31. 31. Obrigado! www.lucasportilho.com

×