Rogerio Goulart - IV Seminário Confinatto

390 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
390
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
145
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rogerio Goulart - IV Seminário Confinatto

  1. 1. Melhore sua comercialização de Gado.
  2. 2. Compra e Venda de Gado Itens críticos e ferramentas para otimizar resultados Rogério Goulart, Carta Pecuária Uberaba, 22 de março de 2013
  3. 3. “Todos sabemos as regras do jogo. Nosso trabalho é simplesmente se lembrar dessas regras.”
  4. 4. 1 DistorçõesPreços oscilam acima e abaixo do valor justo.
  5. 5. Variação Ano a Ano nos Preços da Arroba do Boi Gordo 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% -10% -20% -30% 95 96 97 98 99 00 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  6. 6. Variação Ano a Ano nos Preços da Arroba do Boi Gordo 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% -10% -20% -30% 95 96 97 98 99 00 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  7. 7. Variação Ano a Ano nos Preços da Arroba do Boi Gordo 120% 100% 80% 60% 40% 20% 0% -20% -40% -60% -80% 1956 1959 1962 1965 1968 1971 1974 1977 1980 1983 1986 1989 1992 1995 1998 2001 2004 2007 2010 2013Fonte: Carta Pecuária, com dados de IEA
  8. 8. Variação Ano a Ano nos Preços da Arroba do Boi Gordo 120% 100% 80% 60% 40% 20% 0% -20% -40% -60% -80% 1956 1959 1962 1965 1968 1971 1974 1977 1980 1983 1986 1989 1992 1995 1998 2001 2004 2007 2010 2013Fonte: Carta Pecuária, com dados de IEA
  9. 9. Usar a história como guia. Saber o que deu certo. Saber o que não deu certo.
  10. 10. Semanas Consecutivas de Alta e Baixa 7 6 5 4 3 2 1 0 -1 -2 -3 -4 -5 -6 -7 -8 -9 03/11 05/11 07/11 09/11 01/12 03/12 05/12 07/12 09/12 01/13 11/11 11/12Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  11. 11. Taxa de Reposição Boi Gordo Vs Bezerro 2.90 2.80 2.70 2.60 2.50 2.40 2.30 2.20 2.10 2.00 1.90 1.80 1.70 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  12. 12. Taxa de Reposição Boi Gordo Vs Bezerro 2.90 2.80 2.70 2.60 2.50 2.40 2.30 2.20 2.10 2.00 1.90 1.80 1.70 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  13. 13. Nov-04 Mar-05 Jul-05 Nov-05 Mar-06 Jul-06 Nov-06 Mar-07 Jul-07 Nov-07 Mar-08Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF Jul-08 Nov-08 Mar-09 Jul-09 Nov-09 Mar-10 Jul-10 Nov-10 Sacas de Milho Vs Arroba Mar-11 Jul-11 Nov-11 Mar-12 Jul-12 Nov-12 Mar-13 1 2 3 4 5
  14. 14. Nov-04 Mar-05 Jul-05 Nov-05 Mar-06 Jul-06 Nov-06 Mar-07 Jul-07 Nov-07 Mar-08Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF Jul-08 Nov-08 Mar-09 Jul-09 Nov-09 Mar-10 Jul-10 Nov-10 Sacas de Milho Vs Arroba Mar-11 Jul-11 Nov-11 Mar-12 Jul-12 Nov-12 Mar-13 1 2 3 4 5
  15. 15. 1955 1958 1961 1964 1967 1970 1973 1976Fonte: Carta Pecuária, com dados de IEA 1979 1982 1985 1988 1991 1994 1997 Sacas de Milho Vs Arroba 2000 2003 2006 2009 2012 0 1 2 3 4 5 6 7
  16. 16. 1955 1958 1961 1964 1967 1970 1973 1976Fonte: Carta Pecuária, com dados de IEA 1979 1982 1985 1988 1991 1994 1997 Sacas de Milho Vs Arroba 2000 2003 2006 2009 2012 0 1 2 3 4 5 6 7
  17. 17. 1 Distorções. Comprar e vender nos extremos.Vale para mercado físico e futuro.
  18. 18. 2 TimmingO momento certo para fazer seu negócio.
  19. 19. Arroba do Boi, Traseiro e Carcaça Arroba Boi Carcaça 112 Traseiro 110 108 106 104 102 100 98 96 94 92 90 Oct-12 Nov-12 Dec-12 Jan-13 Feb-13 Mar-13Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  20. 20. Jan-10 Mar-10 May-10 Jun-10 Aug-10 Sep-10 Nov-10 Jan-11Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF Feb-11 Apr-11 Jun-11 Jul-11 Sep-11 Oct-11 Dec-11 Feb-12 Mar-12 May-12 Jul-12 Aug-12 Oct-12 Arroba do Boi, Traseiro e Carcaça Dec-12 Jan-13 Mar-13 70 75 80 85 90 95 110 115 100 105
  21. 21. O sobe e desce é nosso amigo.Usar a instabilidade em seu favor.
  22. 22. Arroba do boi gordo e timming de negociação 108 106 104 102 100 98 96 94 92 90 88 Feb-11 Apr-11 Jun-11 Aug-11 Oct-11 Dec-11 Feb-12 Apr-12 Jun-12 Aug-12 Oct-12 Dec-12 Feb-13Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  23. 23. Arroba do boi gordo e timming de negociação 108 Sistema  de   Negociação  de   106 Boi  Gordo   104 102 100 98 96 94 92 90 88 Feb-11 Apr-11 Jun-11 Aug-11 Oct-11 Dec-11 Feb-12 Apr-12 Jun-12 Aug-12 Oct-12 Dec-12 Feb-13Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  24. 24. Arroba do boi gordo e timming de negociação 108 Sistema  de   Negociação  de   106 Boi  Gordo   104 102 100 98 96 94 92 90 88 Feb-11 Apr-11 Jun-11 Aug-11 Oct-11 Dec-11 Feb-12 Apr-12 Jun-12 Aug-12 Oct-12 Dec-12 Feb-13Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  25. 25. Arroba do boi gordo e timming de negociação 108 Sistema  de   Negociação  de   106 Boi  Gordo   104 102 100 98 96 94 92 90 88 Feb-11 Apr-11 Jun-11 Aug-11 Oct-11 Dec-11 Feb-12 Apr-12 Jun-12 Aug-12 Oct-12 Dec-12 Feb-13Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  26. 26. Índice de Força Relativa - Arroba 100 90 80 70 60 50 40 30 20 10 0 May-10 Oct-10 Mar-11 Aug-11 Jan-12 Jun-12 Oct-12 Mar-13Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  27. 27. Ágio dos contratos de OUTUBRO de cada ano sobre o indicador 16% 12% 8% 4% 0% -4% -8% -12% -16% -20% Mar-10 Mar-11 Mar-12 Mar-13Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq/BVMF
  28. 28. Diferenciais de Base por Praça Pecuária NOR Paraná Campo Grande Dourados 2% -4% -4% 1% -5% -5% -6% -6% 0% -7% -7% -1% -8% -8% -9% -9% -2% -10% -10% Triângulo MG Goiânia Tocantins -5% -6% -7% -6% -7% -8% -7% -8% -9% -9% -8% -10% -9% -11% -10% -10% -12% -11% Rondônia Cuiabá Colider -6% -10% -12% -7% -8% -11% -13% -9% -12% -10% -11% -13% -14% -12% -13% -14% -15%Fonte: Carta Pecuária, com dados de Esalq
  29. 29. 2 Timming.O mercado sobe e desce nocurto prazo. Você vai querer participar disso.
  30. 30. 3 DinheiroA munição sempre disponívelpara efetuar boas aquisições.
  31. 31. Gerenciamento de compra de gado.
  32. 32. Resumindo1.  Tomar proveito das distorções de preço.2.  Ficar ligado para o timming de negociação vantajosas.3.  Ter reserva prudente de dinheiro para negociar em momentos favoráveis.
  33. 33. O que aprendemos nesses vinteanos.1.  Saber os custos de produção e usar a informação ativamente foi o nosso melhor negócio.2.  Assim como é feito na produção, tratamos a comercialização como investimento: tem que gastar para ganhar.3.  Acompanhar o mercado é chato no início. Depois de um tempo, a coisa fica boa.4.  Estudar a história do setor é muito importante para entender o jeito do boi no Brasil.
  34. 34. O que aprendemos nesses vinteanos.1.  Saber os custos de produção e usar a informação ativamente foi o nosso melhor negócio.2.  Assim como é feito na produção, tratamos a comercialização como investimento: tem que gastar para ganhar.3.  Acompanhar o mercado é chato no início. Depois de um tempo, a coisa fica boa.4.  Estudar a história do setor é muito importante para entender o jeito do boi no Brasil.
  35. 35. O que aprendemos nesses vinteanos.1.  Saber os custos de produção e usar a informação ativamente foi o nosso melhor negócio.2.  Assim como é feito na produção, tratamos a comercialização como investimento: tem que gastar para ganhar.3.  Acompanhar o mercado é chato no início. Depois de um tempo, a coisa fica boa.4.  Estudar a história do setor é muito importante para entender o jeito do boi no Brasil.
  36. 36. O que aprendemos nesses vinteanos.1.  Saber os custos de produção e usar a informação ativamente foi o nosso melhor negócio.2.  Assim como é feito na produção, tratamos a comercialização como investimento: tem que gastar para ganhar.3.  Acompanhar o mercado é chato no início. Depois de um tempo, a coisa fica boa.4.  Estudar a história do setor é muito importante para entender o jeito do boi no Brasil.
  37. 37. Obrigado pelo seu tempo! Bons negócios.
  38. 38. www.cartapecuaria.com.br Rogério Goulart Editor cartapecuaria@gmail.com

×