Aspectos técnicos e econômicos da produção de    carne a pasto: a experiência da Exagro                                Nel...
Objetivo da produção a pasto• Produzir o  máximo de  arrobas por  hectare com o  menor custo  possível.
Benchmarking 2012                Fatores de BAIXA correlação                        250                        200Resultad...
Benchmarking 2012                  Fatores de BAIXA correlação                        200                        180      ...
Benchmarking 2012         Fatores de BAIXA correlação                        250Resultado (R$/ha/ano)                     ...
Benchmarking 2012   Fatores de ALTA correlaçãoR$ 200,00R$ 150,00R$ 100,00                                                 ...
Benchmarking 2012    Fatores de ALTA correlaçãoR$ 300,00R$ 250,00R$ 200,00R$ 150,00                                       ...
Benchmarking 2012    Fatores de ALTA correlaçãoR$ 300,00R$ 250,00R$ 200,00R$ 150,00                                       ...
Benchmarking 2012 Resultado de fazendas com produção a pasto e confinamentoResultado   Resultado   Retorno/    No         ...
Estratégia de trabalho• Planejamento por fluxo de caixa• Planejamento alimentar• Manejo do pastejo• Categorias por peso• S...
Planejamento por fluxo de caixa      Orçamento                             JAN         FEV        MAR      ABR         MAI...
Planejamento Alimentar400350300250200150100 50  0            Precipitação (mm)
Planejamento Alimentar400                                              20%350                                             ...
Planejamento Alimentar Métodos de ajuste de carga águas  seca RECRIA/ENGORDA: • Épocas e pesos de compra e venda • Suplem...
Planejamento Alimentar400                                              20%350                                             ...
Planejamento Alimentar400                                                    20%350                                       ...
Planejamento Alimentar400                                                            20%350                               ...
Manejo do pastejo                        Sistema desponte                             repasse         , modificado
Manejo do pastejo• Manejo desponte repasse
Manejo do pastejo• Manejo desponte repasse                                4                            3                  ...
Manejo do pastejo• Manejo desponte repasse                                4                            3                  ...
www.exagro.com.br
www.exagro.com.br
Manejo do pastejo• Manejo desponte repasse   PASTO        ha    CATEGORIA      PESO      PESO TOTAL    Nº CAB.     %    1....
Acabamento de carcaçados animais inteiros sobpastejo de desponte estáentre o acabamento dointeiro em pastejoconvencional e...
Categorias por peso                 CURVA DE GANHO DE PESO (G/CAB/DIA)Grupo de Manejo Jan   Fev   Mar   Abr   Mai   Jun   ...
Categorias por peso           600           500                                                                           ...
Categorias por peso• Direcionamento de categorias na vacinação de  novembro  – Lotes abaixo de 300 Kg – Repasse  – Lotes e...
Suplementação mineral   Uso de promotores de crescimento                Sal de águas               Ureado                 ...
Resultados   • Ganhos obtidos                                              2010 - 2011Cabeças   Data Inicial   Peso Inicia...
Resultados   • Ganhos obtidos                                              2011 - 2012Cabeças   Data Inicial   Peso Inicia...
Resultados• Resultados Benchmarking 2012Produção de arroba/cab/ano – 5,41@Produção de arroba/ha/ano – 8,09@Resultado líqui...
Resultados   • Ganhos obtidos – Fazenda Montana                                         2011 - 2012Data Inicial Peso Inici...
Resultados• Resultados Benchmarking 2012 – Fazenda  MontanaProdução de arroba/cab/ano – 7,6@Produção de arroba/ha/ano – 6,...
OBRIGADO     www.exagro.com.br
121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo

332 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
332
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
40
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo

  1. 1. Aspectos técnicos e econômicos da produção de carne a pasto: a experiência da Exagro Nelson Araujo 24 de outubro de 2012
  2. 2. Objetivo da produção a pasto• Produzir o máximo de arrobas por hectare com o menor custo possível.
  3. 3. Benchmarking 2012 Fatores de BAIXA correlação 250 200Resultado (R$/ha/ano) 150 R² = 0,0243 100 50 0 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 V%
  4. 4. Benchmarking 2012 Fatores de BAIXA correlação 200 180 160Resultado (R$/ha/ano) 140 120 R² = 0,048 100 80 60 40 20 0 80 85 90 95 100 105 R$/@
  5. 5. Benchmarking 2012 Fatores de BAIXA correlação 250Resultado (R$/ha/ano) 200 150 R² = 0,0182 100 50 0 -10% 0% 10% 20% 30% 40% 50% Ágio Reposição
  6. 6. Benchmarking 2012 Fatores de ALTA correlaçãoR$ 200,00R$ 150,00R$ 100,00 y = -0,0004x2 - 0,0312x + 193,09 R² = 0,9402 R$ 50,00 R$ 0,00 R$ 0,00 R$ 100,00 R$ 200,00 R$ 300,00 R$ 400,00 R$ 500,00 R$ 600,00 R$ 700,00 R$ 800,00 -R$ 50,00 Custeio cab/ano-R$ 100,00
  7. 7. Benchmarking 2012 Fatores de ALTA correlaçãoR$ 300,00R$ 250,00R$ 200,00R$ 150,00 y = -6,2071x2 + 112,43x - 248,46R$ 100,00 R² = 0,971 R$ 50,00 R$ 0,00 0,0 2,0 4,0 6,0 8,0 10,0 12,0 14,0 -R$ 50,00-R$ 100,00-R$ 150,00 @/ha
  8. 8. Benchmarking 2012 Fatores de ALTA correlaçãoR$ 300,00R$ 250,00R$ 200,00R$ 150,00 y = -12,375x2 + 162,33x - 312,6 R² = 0,9039R$ 100,00 R$ 50,00 R$ 0,00 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 8,0 9,0 10,0 -R$ 50,00-R$ 100,00 ‘@/cab/ano
  9. 9. Benchmarking 2012 Resultado de fazendas com produção a pasto e confinamentoResultado Resultado Retorno/ No Prod. Prod. Prod.R$/ha/ano ha/ano capital Fazendas @/ha @/ha conf. @/ha pasto< 100 45,94 3,37% 14 6,31 2,05 4,26100 - 200 151,94 12,69% 10 7,22 2,06 5,16> 200 272,77 20,30% 7 8,90 2,29 6,62
  10. 10. Estratégia de trabalho• Planejamento por fluxo de caixa• Planejamento alimentar• Manejo do pastejo• Categorias por peso• Suplementação mineral – uso de promotores de crescimento• Avaliação de resultados
  11. 11. Planejamento por fluxo de caixa Orçamento JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ TotalReceitas 0,00 228.900,00 58.262,40 0,00 280.435,68 232.282,15 464.564,29 0,00 341.530,00 0,00 0,00 0,00 1.605.974,52Compra de gado 9.998,00 228.900,00 0,00 0,00 0,00 0,00 212.940,00 150.000,00 300.000,00 0,00 0,00 0,00 901.838,00Despesas 19.454,88 19.738,88 17.932,48 25.902,26 38.301,47 134.232,29 147.150,32 28.101,50 10.266,50 15.266,50 17.971,80 27.414,57 501.733,43Fluxo de Caixa previsto -29.452,88 -19.738,88 40.329,92 -25.902,26 242.134,21 98.049,86 104.473,97 -178.101,50 31.263,50 -15.266,50 -17.971,80 -27.414,57 202.403,08Caixa acumulado 63.800,78 44.061,91 84.391,83 58.489,57 300.623,78 398.673,64 503.147,61 325.046,11 356.309,61 341.043,11 323.071,31 295.656,74
  12. 12. Planejamento Alimentar400350300250200150100 50 0 Precipitação (mm)
  13. 13. Planejamento Alimentar400 20%350 18% 16%300 14%250 12%200 10%150 8% 6%100 4% 50 2% 0 0% Precipitação (mm) Produção de capim
  14. 14. Planejamento Alimentar Métodos de ajuste de carga águas  seca RECRIA/ENGORDA: • Épocas e pesos de compra e venda • Suplementação a pasto • Plantios de inverno (integração com lavoura) • Confinamento
  15. 15. Planejamento Alimentar400 20%350 18% 16%300 14%250 12%200 10%150 8% 6%100 4% 50 2% 0 0% Precipitação (mm) Produção de capim
  16. 16. Planejamento Alimentar400 20%350 18% 16%300 14%250 12%200 10%150 8% 6%100 4% 50 2% 0 0% Precipitação (mm) Compra Produção de capim
  17. 17. Planejamento Alimentar400 20%350 18% 16%300 14%250 12%200 10%150 8% 6%100 4% 50 2% 0 0% Precipitação (mm) Compra Venda Produção de capim
  18. 18. Manejo do pastejo Sistema desponte repasse , modificado
  19. 19. Manejo do pastejo• Manejo desponte repasse
  20. 20. Manejo do pastejo• Manejo desponte repasse 4 3 2 5 1
  21. 21. Manejo do pastejo• Manejo desponte repasse 4 3 2 5 1
  22. 22. www.exagro.com.br
  23. 23. www.exagro.com.br
  24. 24. Manejo do pastejo• Manejo desponte repasse PASTO ha CATEGORIA PESO PESO TOTAL Nº CAB. % 1.A 17,13 Desponte 440 19800 45 30,56 1.B 16,6 Repasse 300 45000 150 69,44 1.C 17,02 0 0,00 1.D 17,05 PESO TOTAL LOTE 64800 1.E 16,98 UA / HÁ 1,66 IDEAL 1.F 17,23 PESO VIVO/HÁ 747,33 750 100% MS disponível (ton/ha) 4,48 OF módulo 5,5% % AEE 85% OF Desponte 20,4% AREA EFET. 86,71 EMPASTADA
  25. 25. Acabamento de carcaçados animais inteiros sobpastejo de desponte estáentre o acabamento dointeiro em pastejoconvencional e ocastrado.
  26. 26. Categorias por peso CURVA DE GANHO DE PESO (G/CAB/DIA)Grupo de Manejo Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez MD 700 650 400 300 200 150 80 1 5 50 600 800 M1 850 800 450 300 200 150 80 1 5 50 650 800 M2 950 900 525 475 325 275 80 1 5 100 800 1000 M3 DESPONTE 1050 1000 950 950 800 350 200 1 5 100 800 1000
  27. 27. Categorias por peso 600 500 512 400Kg de PV 315 338 300 200 197 195 100 Ago Mai Set Mai Set Nov Nov Mar Mar Jan Jan Abr Abr Fev Fev Out Out Jul Jun Dez Dez Mês Período de permanência (meses) 21 GMD 0,497
  28. 28. Categorias por peso• Direcionamento de categorias na vacinação de novembro – Lotes abaixo de 300 Kg – Repasse – Lotes entre 300 e 340 Kg – Repasse nos melhores módulos. Desponte 2 e semi confinamento – Lotes entre 340 e 390 Kg – Repasse – Desponte 3 – Lotes acima de 390 Kg – Desponte 1
  29. 29. Suplementação mineral Uso de promotores de crescimento Sal de águas Ureado Proteinado Consumo estimado 60 90 120 180(g/cab/dia) Farelo Farelo Produtos Ureia Ureia Ureiafornecidos Mineral com promotor Mineral com promotor Mineral com promotor Mineral com promotor Período Chuvas Seca Início das Início da chuvas seca
  30. 30. Resultados • Ganhos obtidos 2010 - 2011Cabeças Data Inicial Peso Inicial Data Saída Peso Saída Período (dias) Ganho (kg) GMD (kg/dia) 45 22/10/10 351 05/04/11 541 165 190 1,152 63 27/10/10 349 05/04/11 552 160 203 1,269 64 31/10/10 344 05/04/11 533 156 189 1,212 57 23/10/10 322 05/04/11 527 164 205 1,250 35 28/10/10 314 15/04/11 517 169 203 1,199 41 01/11/10 321 15/04/11 525 165 204 1,234 62 29/10/10 316 18/04/11 547 171 231 1,351 54 05/11/10 314 08/05/11 515 184 201 1,093 66 28/10/10 323 21/05/11 522 205 199 0,970 487 28/10/10 329 18/04/11 532 172 203 1,183
  31. 31. Resultados • Ganhos obtidos 2011 - 2012Cabeças Data Inicial Peso Inicial Data Saída Peso Saída Período (dias) Ganho (kg) GMD (kg/dia) 48 18/11/11 339 16/04/12 511 150 172 1,145 53 11/11/11 344 16/04/12 502 157 158 1,005 48 14/11/11 349 16/04/12 520 154 171 1,109 40 10/11/11 368 16/04/12 514 158 146 0,922 46 13/11/11 341 07/05/12 509 176 168 0,953 54 06/11/11 351 07/05/12 515 183 164 0,895 52 11/11/11 319 07/05/12 518 178 199 1,116 48 15/11/11 313 07/05/12 527 174 214 1,228 389 12/11/11 340 26/04/12 514 167 174 1,046
  32. 32. Resultados• Resultados Benchmarking 2012Produção de arroba/cab/ano – 5,41@Produção de arroba/ha/ano – 8,09@Resultado líquido/ha/ano – R$ 141,68Retorno/capital em gado e máquina – 10,1%Custeio/cab/ano – R$ 303,49Custeio/ha/ano – R$ 454,40
  33. 33. Resultados • Ganhos obtidos – Fazenda Montana 2011 - 2012Data Inicial Peso Inicial Data Saída Peso Saída Período (dias) Ganho (kg) GMD (kg/dia) 25/10/11 400,84 12/03/12 565,52 139 165 1,185 25/10/11 410,17 12/03/12 582,35 139 172 1,239 27/10/11 406,45 12/03/12 550,00 137 144 1,048 01/11/11 342,95 14/06/12 577,70 226 235 1,039 31/10/11 345,75 19/06/12 578,95 232 233 1,005 28/10/11 381 19/04/12 571 175 190 1,086 04/11/11 320,17 23/03/12 436,75 140 117 0,833 11/11/11 202,16 26/06/12 344,98 228 143 0,626 07/11/11 261 09/05/12 391 184 130 0,705
  34. 34. Resultados• Resultados Benchmarking 2012 – Fazenda MontanaProdução de arroba/cab/ano – 7,6@Produção de arroba/ha/ano – 6,8@Resultado líquido/ha/ano – R$ 411,82Retorno/capital em gado e máquina – 22,5%Custeio/cab/ano – R$ 191,06Custeio/ha/ano – R$ 172,51
  35. 35. OBRIGADO www.exagro.com.br

×