120926 11-wbeef-associacoes-sérgio-gomes

198 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
198
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

120926 11-wbeef-associacoes-sérgio-gomes

  1. 1. Sérgio  Barros  Gomes       Médico  veterinário       17  anos  na  área  de  Bovinocultura.       Na  Biogénesis  Bagó  desde  2005       Gerente  de  Marke>ng.       Gerente  de  Relações  Ins>tucionais.
  2. 2. Biogénesis-­‐Bagó  
  3. 3. Como  começou  esta  história   A  Biogénesis  Bagó  é  especialista  em  Sanidade  e       Reprodução  com  foco  em  Bovinos.   Tem  mais  de  80  anos  de  tradição  e  está  a  14   anos  no  Brasil.   Forte  crescimento  na   estrutura  a  par>r  de  2008.  
  4. 4. Pecuária  em  transformação   Observação  das  mudança  na  pecuária  e  seus  momentos.   Agora:  Momento  de  implementação  de  novos  conceitos.   Busca  por  marcas  próprias  de  carne  e  consolidação  de  grupos  de   produtores  com  mesmo  perfil.   De  certa  maneira  a  produ>vidade  se  consolida  dentro  da  porteira.   Mas  que  PODE  e  DEVE  ser  melhor.  
  5. 5. Pecuária  em  transformação   Enquanto  por  um  lado  a  Produção  segue  aumentando.       Por  outro  acumula-­‐se  uma  somatória  de  perdas  e  a   rentabilidade  se  perde  em  parte.   Nós  podemos  interferir  nesse  processo  através  de  nossa   especialidade.  
  6. 6. Pecuária  em  transformação   Indústria  veterinária  há  tempos  vai  ao  produtor.   De  maneira  fragmentada  e  leva  a  mesma  informação  a  todos   os  perfis  de  empresários.   A  Biogénesis-­‐Bagó  entendeu  diferente.  
  7. 7. Relação  InsAtucional   Em  2010  criou-­‐se  uma  Gerência  Ins>tucional.   2011 Incumbida  de  formalizar  a  relação  com  en>dades  chave   na  cadeia  pecuária.   Focar  as  associações  de  produtores  de  carne  foi  natural.   Foto visita a Minha com campo alguém (se tiver.
  8. 8. Relação  InsAtucional   Conversar  ins>tucionalmente  com  quem  QUER   este  >po  de  relação.   Conhecer  quem  são  e  o  que  fazem.   Nos  apresentar  devidamente   (Ins>tucional,  técnico  e  comercial).   Interesse  em  formalizar  uma  relação?   AGENDA  DE  INTERESSES  EM  COMUM.  
  9. 9. Três  linhas  de  atuação   1.  TÉCNICO:   Envolve  assistência  nas  fazendas  indicadas    através   da  equipe  de  campo  da  empresa.   Levantar  informações  zootécnicas  e  conhecer.   Posicionar  corretamente  as  ferramentas  sanitárias  e   o  que  esperar  deste  trabalho.  
  10. 10. Três  linhas  de  atuação   EXEMPLO:   Reprodução:  IATF  e  Cronipres  Monodose          1.Facilidade  de  manejo  e  adequado  à  mão-­‐de-­‐obra        2.  Adiantar  a  E.M  de  novilhas  e  primíparas.  
  11. 11. Três  linhas  de  atuação   Vermifugação  e  Controle  de  Resíduos:   Ivergen  PlaAnum  3,15            1.  Direcionar  os  mais  potentes  para  bezerros  e  recria.          2.  Terminação  com  p.a.  Baixo  Resíduo  (ex:  Levamisol).  
  12. 12. Três  linhas  de  atuação   Perdas  de  gestação  entre  Toque  e  Parição:        Bioabortogen  H  +  Bioleptogen          1.  Numerar  a  perda  e  quan>ficar  o  prejuízo.   Diarréia  dos  bezerros:          Diminuir  prejuízo  com  a  Rotatec  J5  (Vacas)        e  Bioclostrigen  J5  (Bezerros)        1.  Numerar  a  perda  e  quan>ficar  o  prejuízo.  
  13. 13. Três  linhas  de  atuação   2.  INFORMAR    E  CAPACITAR:        Par>cipar  e  apoiar  ações  estabelecidas  pela  associação.        Divulgar  informação  adi>va.        Intermediar  o  encontro  entre  pesquisa  e  campo.   Foto equipe
  14. 14. Três  linhas  de  atuação   3.  COMERCIALIZAR  BEM:        Definir  maneiras  adequadas  a  cada  realidade.        Adequada  aos  tamanhos  dos  plantéis  e  propriedades.        Envolva  a  cadeia  de  revendas  locais.        Sempre  em  acordo  com  as  lideranças  destes  grupos.  
  15. 15. Exemplos  práAcos   Acrimat  em  ação   divulgar  a  informação  técnica.   Novilho  MS     Trabalho  técnico  a  campo.  
  16. 16. Exemplos  práAcos   Sindicato  Rural  de  Guarapuava     Aumentar  desfrute  de  bezerros.   Foto equipe PROJETO  TEP   Informação  +  Calendário  sanitário  +  aplicação  de  produtos.  
  17. 17. Sequência  ideal  deste  trabalho   NOS  CONHECER  MUTUAMENTE.   DEFINIR  QUAIS  OPORTUNIDADES  TEMOS  JUNTOS.   IMPLEMENTAR,  MONITORAR,  APRENDER   IMPLEMENTAR  DE  NOVO   AD  INFINITUM  
  18. 18. Finalizando   O  PROCESSO  OCORRE  EM  ETAPAS.   E  CRESCE  DESTA  MANEIRA.  
  19. 19. Sergio.barros@biogenesisbago.com (041) 9949-9202

×