120711 08-wbeef-sust-sergio-alves

486 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
486
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

120711 08-wbeef-sust-sergio-alves

  1. 1. Sérgio José AlvesInstituto Agronômico do Paraná – IAPAR
  2. 2. Resultado de mais de 30 anos de pesquisa
  3. 3. Implantação de sistemas conservacionistasEm busca da sustentabilidade
  4. 4. Lavoura – Pecuáriacomo alternativa de diversificação e aumento de sustentabilidade
  5. 5. Começamosbuscando opção de inverno em vez domilho safrinha ou trigo
  6. 6. AC ANP
  7. 7. Lavoura pecuáriaDiminuição de risco e aumento de rentabilidade
  8. 8. Descapitalização lenta e progressivaPastagens degradadas
  9. 9. Reforma de pastagens Integração Lavoura Pecuária No início: Grade pesada cruzada Adubação no cultivo agrícola e aproveitamento da adubação residual para a pastagem Hoje: Plantio direto
  10. 10. PrincípiosPLANTIO DIRETO PLANTIO CONVENCIONAL
  11. 11. Pastagem degradadaPlantio direto desde o primeiro ano
  12. 12. sojaPastagem degradada Fevereiro de 2007
  13. 13. Sulcos de erosão Pastagem degradada Fevereiro de 2007
  14. 14. 24 de maio de 2007Brachiaria dessecada Nabo + aveia
  15. 15. 27 de maio de 2007Brachiaria dessecada Nabo + aveia
  16. 16. Grade ou escarificador apenas nos sulcos de erosão, trilhos de gado, etc.
  17. 17. 27 de maio de 2007Brachiaria dessecada Nabo + aveia
  18. 18. 27 de maio de 2007Brachiaria dessecada Nabo + aveia
  19. 19. Brachiaria dessecada Nabo + aveia
  20. 20. Familia Brasoloto – CianorteSituação inicial – março - 2011
  21. 21. Familia Brasoloto – CianorteSituação inicial – março - 2011
  22. 22. Soja na reforma de pastagemRotação de soja com pastagens
  23. 23. Lavoura – Pecuária na região do tropical do Paraná Aumento de sustentabilidade
  24. 24. Alternativas e Técnicas:Eficientes AmbientalmenteEconômicas sustentáveisAbrangentesINTEGRAÇÃO LAVOURA – PECUÁRIAViabilização do plantio de culturas anuais de grãos no arenito do Paraná
  25. 25. Descapitalização lenta e progressivaPastagens degradadas
  26. 26. Lavoura Pecuária Por que soja ?Diminuição de riscos com aumento de sustentabilidade
  27. 27. Matéria orgânica (%) e produtividade de soja safra 2000/01 a 2008/09 197 0bservações
  28. 28. Cultivares mais tardias Média deSoja em outubro / novembro vários anos 2645 kg/ha
  29. 29. Brachiaria depois da soja Plantio março / abrilFotos de Paulo Guerra Fotos de Paulo Guerra
  30. 30. MombaçaPlantio – 10 de março 2007Pastejo – 19 de junho 2007
  31. 31. Mombaça27 de agosto de 2007
  32. 32. 04 de outubro de 2006Brachiaria após colheita de soja
  33. 33. 04 de outubro de 2006Brachiaria após colheita de soja
  34. 34. XambrêPropriedade vizinha ao IAPAR
  35. 35. Diminuindo orisco da soja
  36. 36. XambrêParceria: pesquisa x cooperativas x produtores
  37. 37. Maio 20 OutubroExperimento de altura de pastejo
  38. 38. 28 de junho de 2011
  39. 39. Xambrê
  40. 40. Purunã
  41. 41. Estratégias da intensificação da produção animal em pastagens
  42. 42. Sustentabilidade Controle da Evitar o aumento de Manutenção / aumento erosão pragas, doenças e dos teores de matéria invasoras resistentes e/ orgânica do solo ou de difícil controle Práticas de Promover a Manter o Ausência ou Diminuir Incrementar aconservação agregação do solo coberto mínima atividade produção dedo solo e da solo mobilização biológica biomassa. água do solo Aumento da Uso criterioso de Plantio Biodiversidade agroquímicos direto Plantio Pastagens direto Culturas de cobertura Rotação de culturas Manejo da fertilidade Incrementar o aporte Plantio direto do solo de nitrogênio Adubações Leguminosas equilibradas Adubação nitrogenada Adubação orgânica
  43. 43. Modelo IAPAR Área 1º ANO 2º ANO 3º ANO 4º ANO 5º ANO 6º ANO 7º ANO 8º ANO 9º ANO 10º ANO ESPECIFICAÇÃO (ha) Verão Inverno Verão Inverno Verão Inverno Verão Inverno Verão Inverno Verão Inverno Verão Inverno Verão Inverno Verão Inverno Verão Inverno Pastagem Aveia + Nabo Soja Brachiaria Soja Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Soja Brachiaria Soja Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Soja Brachiaria degradada Talhão 1 1,8 UA 0,5 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 6,0 UA 2,2 UA 4,8 UA 1,6 UA 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 6,0 UA 2,2 UA 4,8 UA 1,6 UA 0,0 2,5 UA 5,00 Pastagem Pastagem Pastagem Aveia + Nabo Soja Brachiaria Soja Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Soja Brachiaria Soja Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria degradada degradada degradada Talhão 2 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,0 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 6,0 UA 2,2 UA 4,8 UA 1,6 UA 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 6,0 UA 2,2 UA 4,8 UA 1,6 UA 5,00 Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Aveia + Nabo Soja Brachiaria Soja Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Soja Brachiaria Soja Brachiaria Brachiaria Brachiaria degradada degradada degradada degradada degradada Talhão 3 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,0 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 6,0 UA 2,2 UA 4,8 UA 1,6 UA 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 6,0 UA 2,2 UA 5,00 Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Aveia + Nabo Soja Brachiaria Soja Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Soja Brachiaria Soja Brachiaria degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada Talhão 4 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 0,0 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 6,0 UA 2,2 UA 4,8 UA 1,6 UA 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 5,00 Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Aveia + Nabo Soja Brachiaria Soja Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Soja Brachiaria degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada Talhão 5 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,0 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 6,0 UA 2,2 UA 4,8 UA 1,6 UA 0,0 UA 2,5 UA 5,00 Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Aveia + Nabo Soja Brachiaria Soja Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria Brachiaria degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada Talhão 6 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,0 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 6,0 UA 2,2 UA 4,8 UA 1,6 UA 5,00 Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Aveia + Nabo Soja Brachiaria Soja Brachiaria Brachiaria Brachiaria degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada Talhão 7 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,0 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 6,0 UA 2,2 UA 5,00 Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Pastagem Aveia + Nabo Soja Brachiaria Soja Brachiaria degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada degradada Talhão 8 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,8 UA 1,8 UA 0,0 0,0 UA 2,5 UA 0,0 UA 2,5 UA 5,00Começando com pastagens degradadas – 2 ciclos de soja + pastagens perenes por30 meses
  44. 44. A Importância da pesquisa agropecuária•  Decidir com base em dados e não em “achismos” ou marketing 300.000 ha no Paraná – 500 milhões de impacto?•  Impacto real no campo e não pesquisa de “prateleira” Zoneamento de espécies forrageiras para o período de inverno no Paraná - primeira aproximação
  45. 45. Uso da tecnologia apropriadaPedras , solos rasos, declividade, etc ...
  46. 46. Integração Lavoura Pecuária Floresta mais rentável e sustentável do que muitos outros sistemas
  47. 47. TFA:.

×