[Palestra] Luis Adriano Teixeira: Como a CFM busca agregar valor nos seus abates

348 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
348
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[Palestra] Luis Adriano Teixeira: Como a CFM busca agregar valor nos seus abates

  1. 1. Como  a  CFM  busca  agregar  valor   nos  seus  abates   Workshop  Beefpoint   Tipificação  e  comercialização  -­‐  Fev/12  
  2. 2. Grupo  Vestey  
  3. 3. Foco  CFM  •  Rentabilidade  com  pecuária  •  Qualidade  CFM  é  resultado  do  programa  de   melhoramento  genéKco  •  Aumentar  a  eficiência  produKva                  da  fazenda  “dentro  da  porteira”  •  CFM:  1º  Programa    de  Nelore  a  receber  o  CEIP  (CerKficado  Especial  IdenKficação  Produção/MAPA)  
  4. 4. Foco  CFM  Boi  gordo    70%     Seleção  como  touro  animais  “inferiores”   (TOP  30%  animais)   AVALIAÇÃO GENÉTICA – DE TODOS ANIMAIS
  5. 5. Parâmetros  do  Frigorífico    eso:  16  a  18@  (ideal  18  a  20@)   P dade   I           Acabamento    
  6. 6. Boi  gordo  Nelore  CFM  •  Manejo  Boi  Gordo  CFM   -­‐Cria  e  recria  a  pasto   -­‐Terminação  animais  em   confinamento  (Zootécnico)   -­‐Nelore  inteiro   -­‐São  Paulo  –  lista  Tracer  
  7. 7. Fêmea  descarte  CFM   •  Manejo  Fêmea  abate  CFM   -­‐Descarte  fêmeas  vazias  ou  sem  desmama     30%  Abate  direto  do  pasto     70  %  Terminação  via  confinamento   (zootécnico)  
  8. 8. Análise  da  situação  de  mercado  •  Pesquisar  o  que  o  mercado  valoriza   – Quais  os  programas  de  qualidade  vigentes?   – Buscar  parâmetros  iguais  para  a  CFM  •  Análise  dos  frigoríficos   – Localização     – Perfil   – Histórico  de  parceria  em  programas  de  qualidade  
  9. 9. Análise  da  situação  de  mercado  •  Busca  por  relação  de  parceria  com  frigoríficos     – Reunião  inicial  para  estabelecer  parâmetros  e   interesses  comuns  •  Análise  interna  de  preço  e  operação  de  Hedge   – Gerenciamento  interno  da  gestão  de  preço  
  10. 10. Relação  com  cliente  (frigorífico)  •  Busca  da  melhoria  no  relacionamento   – Ir  além  da  relação  somente  da  escala  de  gado  •  Buscar  valorização    qualidade  “dentro  da   porteira”   – Baseado  nos  parâmetros  estabelecidos  
  11. 11. Relação  com  cliente  (frigorífico)   •  Foco:   Transformar  ARROBA  em  CARNE  de  QUALIDADE     •  Mudar  padrão  normal  mercado:   – Sexo   – Inteiro  x  Castrado  * Diferença cortes rebanho Controle x Seleção (Cortesia IZ – Sertãozinho/SP)
  12. 12. Relação  com  cliente  (frigorífico)  1o  -­‐  Na  CFM  macho  inteiro  TEM  qualidade     (GenéKca  +Idade  +  acabamento  desejado)    Até  2  dentes:  70%  dente  leite  e  30%  2  dentes   Acabamento:  80%  mediano  e  5  a  10%  uniforme  
  13. 13. Relação  com  cliente  (frigorífico)  2o  –  Ganhos  adicionais  da  vaca  mirando  o  "boi”     Animais  com  peso  acima  da  média  mercado  Fêmeas  com  média  de  15,5@  (16@vaca  /  14@novilha)  
  14. 14. Relação  com  cliente  (frigorífico)  3o    -­‐  Relacionamento  para  medir  carcaça  no  abate     Diferente  do  padrão  "antes“  do  abate  e  só  peso   Acompanhamento  de  todos  abates  
  15. 15. Resultados  práKcos   •   Peso  médio  18,9  @  (entre  17,5  a  20,0@)     • Idade  até  2  dentes     • Acabamento    mediano  a  uniforme    • Programa  de  relacionamento  com  indústria    
  16. 16. Pontos  a  melhorar  •  Busca  por  melhor  feed-­‐back  para  banco  de   dados  da  informação  de  abate  •  Busca  interna  de  novas  medidas  (AOL  e  EGS)  
  17. 17. Conclusão   Melhora efetiva norelacionamento e margem da pecuária Obrigado Luis Adriano Teixeira Agro-Pecuária CFM Tel 0800 127 111 www.agrocfm.com.br www.twitter.com/agrocfm lateixeira@agrocfm.com.br

×