Matemáticos e Professores no Exílio

265 visualizações

Publicada em

Trabalho para os 40 anos de Comemorações do 25 de abril sobre intelectuais que procuraram exílio durante a ditadura salazarista. O trabalho é de 2 turmas de 10º ano - 10º A e C - da profª Regina Lopes, em colaboração com a Biblioteca da Escola Secundária de Amora

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
265
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Matemáticos e Professores no Exílio

  1. 1. 10ºA e 10ºC Professora Regina Lopes
  2. 2. Ruy Luís Gomes Hugo Faustino nº10 e Mariana Piló nº20 - 10ºA ∫ Nasceu em 1905 no Porto; ∫ Doutorou-se em matemática e tornou-se professor catedrático; ∫ Esteve preso em, pelo menos, dez ocasiões; ∫ Exilou-se na América do Sul, tendo regressado a Portugal depois do 25 de Abril de 1974; ∫ Faleceu em 1984 vítima de um enfarte do miocárido.
  3. 3. Manuel José Figueira Valadares José Costa nº15 e Liliana Recacho nº16 - 10ºA ∫ Nasceu em Lisboa, a 26 de Fevereiro de 1904; ∫ Licenciou-se em Física na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa; ∫ Foi assistente na FCUL a partir de 1927 bem como no IPO de 1929 a 1932. ∫ Em 1947 foi demitido por Salazar por motivos políticos. ∫ Procurou exílio em Paris.
  4. 4. Joaquim Santos Simões Luena Carlos nº17 e Suraya Santos nº27 - 10ºA ∫ Nasceu a 12 de Agosto de 1923. ∫ Frequentou a escolaridade básica na Vila de Espinhal. ∫ Foi diretor, encenador, ensaiador e ator. ∫ Em 1957 mudou-se para Guimarães, tendo aí criados diversas associações culturais. ∫ Foi preso em 1968 por estar contra o Fascismo. ∫ Morreu a 23 de Junho de 2004.
  5. 5. Luís Neves Real André Peralta nº2 e Andreia Fernandes nº3 - 10ºA ∫ Licenciou-se em Ciências Matemáticas, terminando o curso com 18 valores e posteriormente em Engenharia Eletrónica. ∫ Foi contratado como assistente e em 1934 foi-lhe rescindido o contrato por motivos políticos. ∫ Combateu a ditadura salazarista nos anos 40. ∫ Em 1945, decidiu dedicar-se apenas ao Centro de Estudos Matemáticos do Porto, tendo-o abandonado em 1947 com a demissão do seu professor Ruy Luís Gomes.
  6. 6. Maria do Pilar Ribeiro Beatriz Alves nº5 e Filipe Marques nº7 – 10ºA ∫ Nasceu em Lisboa a 5 de Outubro de 1911. ∫ Licenciou-se em Matemática pela Faculdade de Ciências de Lisboa no ano de 1933. ∫ Entre 1942 e 1946 acompanha o marido a Zurique. ∫ Após o 25 de Abril de 1974, o casal regressa a Portugal. ∫ Faleceu a 28 de Março de 2011.
  7. 7. Armando Gibert Gabriel Fernandes nº8 e Tatiana Bernardo nº20 - 10ºA ∫ Nasceu em Lisboa a 1 de Agosto de 1914. ∫ Licenciou-se em Ciências Matemáticas em 1938. ∫ Trabalhou como Físico até 1952. ∫ Entre 1958 a 1964 fundou a Companhia Portuguesa de Industrias Nucleares. ∫ Morreu em Lisboa a 6 de Julho de 1968.
  8. 8. Jorge de Sena Gonçalo Brás nº9 e Mariana Passarinho nº18 - 10ºA ∫ Nasceu em Lisboa em 1919 onde viveu exercendo a profissão de engenheiro civil; ∫ Pertenceu à literatura portuguesa contemporânea; ∫ Em 1959 exilou-se voluntariamente no Brasil, residindo lá até 1965; ∫ Recebeu o Prémio Internacional da Poesia Etna- Taormina em 1977; ∫ Decidiu morar nos EUA até á sua morte, em 1978.
  9. 9. Maria Isabel Aboim Inglês Rodrigo Antunes nº24 e Rute Granado nº25 - 10ºA ∫ Nasceu a 7 de Janeiro de 1902 em Lisboa. ∫ Fundou o Colégio Fernão de Magalhães. ∫ Era membro de vários movimentos e conselhos antifascistas. ∫ Durante a sua vida, tanto ela como os seus filhos foram perseguidos pela polícia política, tendo-lhe sido retirados todos os seus diplomas. ∫ Tentou exilar-se no Brasil a 1953 mas não a deixaram sair de Portugal. ∫ Morreu a 7 de Março de 1963, em Lisboa.
  10. 10. Agostinho da Silva Mariana Carvalho nº18 e Pedro Madeira nº22 - 10ºA ∫ Nasceu a 13 de Fevereiro de 1906, no Porto. ∫ Frequentou Filologia Clássica na Faculdade de Letras da Universidade do Porto em 1924. ∫ Fundou o Centro de Estudos de Filologia e tornou- se professor do ensino secundário em Aveiro. ∫ Foi exonerado devido a ter recusado assinar a Lei Cabral e desde 1935 até 1944 residiu em Madrid e em Lisboa. ∫ Regressou a Portugal em 1969 depois da morte de Salazar, reintegrando-se no Ensino. ∫ Morreu a 3 de Abril de 1994.
  11. 11. Mário Augusto da Silva Ana Póvoa nº1 e Pedro Sousa nº23 - 10ºA ∫ Nasceu a 7 de Janeiro de 1901. ∫ Em 1919 licenciou-se em Ciências e passou a escrever artigos para jornais. ∫ Em 1925 iniciou o seu doutoramento em Paris. ∫ Em 1929, retornou a Portugal e trabalhou como professor auxiliar da Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra, tendo no ano seguinte publicado um trabalho pioneiro sobre a radioatividade em Portugal. ∫ Em 1941 foi eleito membro da American Physical Society. ∫ Morreu a 13 de Julho de 1977 em Coimbra.
  12. 12. Adolfo Casais Monteiro Joana do Ó nº14 e Martim Oliveira nº21 - 10ºA ∫ Nasceu a 4 de Julho de 1908 na cidade do Porto; ∫ Ao longo da sua vida, fez valer as suas convicções, tornando-se um opositor ao regime do Estado Novo, implantado em 1933, tendo sido detido por diversas vezes. ∫ Em 1936 foi afastado do ensino. ∫ Foi obrigado a exilar-se no Brasil em 1954. ∫ Sem ter regressado a Portugal, faleceu no dia 24 de Julho de 1972 em São Paulo.
  13. 13. Aurélio Quintanilha Catarina Boto nº6 e Ivo Fernandes nº13 - 10ºA ∫ Nasceu a 24 de Abril de 1892. ∫ Concluiu o curso de Medicina em Coimbra, tendo mais tarde estudado dois anos em Lisboa. ∫ Em 1931, regressa a Coimbra, passando a aplicar os conhecimentos e a experiências adquiridas. ∫ Impossibilitado de exercer em Portugal, foi obrigado a ir para o estrangeiro, onde percorreu vários centros científicos. ∫ Com a revolução do 25 de Abril de 1974 reintegra-se como professor universitário em Portugal. ∫ Morreu a 27 de junho de 1987.

×