SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Baixar para ler offline
tal
en

ção
iva

ntin
Co

Der
A

Trabalho realizado por:
Beatriz Santos
Nº4
7ºC
Índice
●
●
●
●
●
●

Alfred Wegener
Teoria da deriva continental
Argumentos Morfológicos
Argumentos Paleontológicos e Argumentos Litológicos
Argumentos Paleoclimáticos
Mecanismo responsável pela movimentação dos
continentes
Alfred Wegener
O meteorologista e geofísico Alfred Wegener (1880-1930) formulou a teoria da deriva
continental, com base nas linhas costeiras dos vários continentes, que parecem encaixar-se
umas nas outras, nos estratos rochosos similares em continentes separados entre si, e nos
fósseis.
Argumentou que, há cerca de 200 milhões de anos, havia um super continente designado por
Pangea (Pangéia), que começou a fraturar-se.
Alfred Wegener estava também intrigado com as ocorrências das estruturas geológicas pouco
comuns e dos fósseis de plantas e animais encontrados na América do Sul e África, que estão
separados atualmente pelo Oceano Atlântico.
Teoria da deriva continental
Muito tempo antes de Wegener, outros cientistas notaram este fato. A ideia da deriva
continental surgiu pela primeira vez no final do século XVI, com o trabalho do cartógrafo
Abraham Ortelius. A crosta terrestre é formada de pedaços chamados placas tectônicas, que
andam à deriva sobre a camada de rocha fundida do manto. Há sete placas principais e várias
outras menores. As forças magnéticas do interior da Terra fazem com que as placas se
desloquem lentamente pelo globo em um vai e vêm constante.
Os geólogos pensam que há cerca de 225 milhões de anos toda a Terra deste planeta estava
unida num "super continente" a que chamaram Pangeia. Mas, à medida que as placas se
deslocaram, a Terra deste super continente começou lentamente a separasse. Chama-se a
este movimento a deriva dos continentes. Os mapas mostram o que os geólogos pensam sobre
o modo como os continentes se deslocaram e se afastaram até formarem as massas de terra
que conhecemos atualmente.
No hemisfério Sul, há cerca de 150 milhões de anos, no período chamado Jurássico, as
correntes de convecção dividiram em pedaços o mega continente Gondwana. Nas regiões de
Gondwana, que hoje são Brasil e África, as correntes de convecção formaram fissuras e
fraturas na crosta terrestre, o que gerou derramamento de lava. A ação contínua dessas
forças também rompeu completamente a crosta terrestre e formou o oceano Atlântico.
Argumentos Morfológicos
Wegener que as margens atlânticas da América do Sul e de África se ajustavam, à
semelhança das peças de um puzzle. Na sequência desta constatação, Wegener alargou
o seu estudo aos restantes
continentes, tendo verificado que, de modo
semelhante, eles também se ajustavam.
Argumentos Paleontológicos
Evidencias paleontológicas contribuíram também para a teoria de da Deriva dos
Continentes.No estudo de fauna e flora continental anteriores ao Mesozoico, foram
encontradas grandes semelhanças no registo fóssil da América do Norte e da Europa, da
América do Sul e da África e por fim da Austrália,África do Sul, Índia e Patagónia . A
constatação da distribuição destas especies fósseis, em continentes que hoje se
encontram muito afastados, poderia ser explicada se, na altura em que esses seres
vivos habitaram a Terra, aqueles continentes estivessem reunidos num único
continente.

Argumentos Litológicos
Á semelhança do que verificou para o registo fóssil, Wegener encontrou
correspondências entre as rochas existentes de um e outro lado do Oceano Atlântico.
Essa correspondência litológica verifica-se em termos de idade e tipos de rocha,
depósitos minerais, camada de carvão e estruturas geológicas.
Argumentos Paleoclimáticos
Enquanto meteorologista, Wegener deu uma atenção particular a reconstitiuções
paleoclimáticas.A paleoclimatologia entende-se como a ciência que estuda os climas
antigos.
São conhecidos sedimentos de idade carbonífera (359a299 MA)de origem glaciar na
costa Oeste da América do Sul, no Sul do continente africano, na Índia e no Sul da
Austrália.
Ou seja, religiões que hoje em dia se encontram em latitudes incompatíveis, do ponto
de vista climático, com depósitos daquela natureza.
Com estes dados,que foram sendo reunidos por ele e pelos seus apoiantes, Wegener
consegui impor a ideia de que os continentes estiveram distribuídos de forma diferente
no passado e reunidos numa massa continental única, á Pangeia.
Mecanismo responsável pela
movimentação dos continentes
Para Wegener, os continentes assentavam
sobre um substrato que se comportava
como um liquido muito viscoso, permitindo
a sua deriva por ação de forças resultantes
do movimento de rotação da terra.
Com o objetivo de prosseguir os seus
estudos,Wegener deslocou-se numa
expedição á Gronelândia, onde viria
a perder a vida em 1930.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ciências naturais 7 deriva dos continentes
Ciências naturais 7   deriva dos continentesCiências naturais 7   deriva dos continentes
Ciências naturais 7 deriva dos continentesNuno Correia
 
Teoria da deriva_dos_continentes
Teoria da deriva_dos_continentesTeoria da deriva_dos_continentes
Teoria da deriva_dos_continentesPelo Siro
 
Teoria da deriva dos continentes
Teoria da deriva dos continentesTeoria da deriva dos continentes
Teoria da deriva dos continentescatiacsantos
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentesIngrid Bispo
 
A Teoria da Deriva Continental
A Teoria da Deriva ContinentalA Teoria da Deriva Continental
A Teoria da Deriva ContinentalFernando Delgado
 
Evolução da Teoria da Deriva dos continentes
Evolução da Teoria da Deriva dos continentesEvolução da Teoria da Deriva dos continentes
Evolução da Teoria da Deriva dos continentesgeologia 12
 
Dinâmica Interna da Terra
Dinâmica Interna da TerraDinâmica Interna da Terra
Dinâmica Interna da Terratrizfernandes
 
Mobilidade geológica - Guião
Mobilidade geológica - GuiãoMobilidade geológica - Guião
Mobilidade geológica - GuiãoTânia Reis
 
Dinamica interna 1
Dinamica interna 1Dinamica interna 1
Dinamica interna 1Pelo Siro
 
Nº 5 deriva continental
Nº 5 deriva continentalNº 5 deriva continental
Nº 5 deriva continentalMINEDU
 
Deriva Continental
Deriva ContinentalDeriva Continental
Deriva ContinentalTânia Reis
 
Nº 5 deriva continental
Nº 5 deriva continentalNº 5 deriva continental
Nº 5 deriva continentalMINEDU
 
Deriva continental
Deriva continentalDeriva continental
Deriva continentalsmafalda
 
Deriva Dos Continentes
Deriva Dos Continentes Deriva Dos Continentes
Deriva Dos Continentes pimkiegirl21
 
Deriva Continental
Deriva ContinentalDeriva Continental
Deriva ContinentalCatir
 
Ciências naturais 7 deriva dos continentes
Ciências naturais 7   deriva dos continentesCiências naturais 7   deriva dos continentes
Ciências naturais 7 deriva dos continentesNuno Correia
 

Mais procurados (20)

Ciências naturais 7 deriva dos continentes
Ciências naturais 7   deriva dos continentesCiências naturais 7   deriva dos continentes
Ciências naturais 7 deriva dos continentes
 
Tectónica de Placas
Tectónica de PlacasTectónica de Placas
Tectónica de Placas
 
Ppt6
Ppt6Ppt6
Ppt6
 
Teoria da deriva_dos_continentes
Teoria da deriva_dos_continentesTeoria da deriva_dos_continentes
Teoria da deriva_dos_continentes
 
Teoria da deriva dos continentes
Teoria da deriva dos continentesTeoria da deriva dos continentes
Teoria da deriva dos continentes
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentes
 
A Teoria da Deriva Continental
A Teoria da Deriva ContinentalA Teoria da Deriva Continental
A Teoria da Deriva Continental
 
Evolução da Teoria da Deriva dos continentes
Evolução da Teoria da Deriva dos continentesEvolução da Teoria da Deriva dos continentes
Evolução da Teoria da Deriva dos continentes
 
Dinâmica Interna da Terra
Dinâmica Interna da TerraDinâmica Interna da Terra
Dinâmica Interna da Terra
 
Mobilidade geológica - Guião
Mobilidade geológica - GuiãoMobilidade geológica - Guião
Mobilidade geológica - Guião
 
Dinamica interna 1
Dinamica interna 1Dinamica interna 1
Dinamica interna 1
 
Nº 5 deriva continental
Nº 5 deriva continentalNº 5 deriva continental
Nº 5 deriva continental
 
Deriva Continental
Deriva ContinentalDeriva Continental
Deriva Continental
 
Teroria da deriva continental
Teroria da deriva continentalTeroria da deriva continental
Teroria da deriva continental
 
Nº 5 deriva continental
Nº 5 deriva continentalNº 5 deriva continental
Nº 5 deriva continental
 
Deriva continental
Deriva continentalDeriva continental
Deriva continental
 
Deriva Dos Continentes
Deriva Dos Continentes Deriva Dos Continentes
Deriva Dos Continentes
 
Resumos 7 ano
Resumos 7 anoResumos 7 ano
Resumos 7 ano
 
Deriva Continental
Deriva ContinentalDeriva Continental
Deriva Continental
 
Ciências naturais 7 deriva dos continentes
Ciências naturais 7   deriva dos continentesCiências naturais 7   deriva dos continentes
Ciências naturais 7 deriva dos continentes
 

Semelhante a A Deriva Continental

Tectplacas
TectplacasTectplacas
Tectplacasmarco :)
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentesLeonardo Alves
 
Deriva continental e a deriva continental e dobras e falhas
Deriva continental e a deriva continental e dobras e falhasDeriva continental e a deriva continental e dobras e falhas
Deriva continental e a deriva continental e dobras e falhasTiago Pengui
 
Deriva continental e Tectônica de Placas.pptx
Deriva continental e Tectônica de Placas.pptxDeriva continental e Tectônica de Placas.pptx
Deriva continental e Tectônica de Placas.pptxKelvin Sousa
 
Teoria da deriva continental e da expansão oceânica
Teoria da deriva continental e da expansão oceânica Teoria da deriva continental e da expansão oceânica
Teoria da deriva continental e da expansão oceânica David Gaspar
 
Estrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da TerraEstrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da Terracleiton denez
 
Deriva dos continentesp
Deriva dos continentespDeriva dos continentesp
Deriva dos continentespTânia Reis
 
Teoria da Deriva Ciontinental
Teoria da Deriva CiontinentalTeoria da Deriva Ciontinental
Teoria da Deriva CiontinentalPaulo Martins
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentesmariana0023
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentesLeonardo Alves
 
Deriva Dos Continentes
Deriva Dos ContinentesDeriva Dos Continentes
Deriva Dos ContinentesNuno Correia
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentesLuis Andre
 
Teoria da deriva 2020
Teoria da deriva 2020Teoria da deriva 2020
Teoria da deriva 2020CecliaGuise
 

Semelhante a A Deriva Continental (20)

Deriva dos Continentes
Deriva dos ContinentesDeriva dos Continentes
Deriva dos Continentes
 
Deriva continental
Deriva continentalDeriva continental
Deriva continental
 
Tectplacas
TectplacasTectplacas
Tectplacas
 
Deriva Continental
Deriva ContinentalDeriva Continental
Deriva Continental
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentes
 
Deriva continental e a deriva continental e dobras e falhas
Deriva continental e a deriva continental e dobras e falhasDeriva continental e a deriva continental e dobras e falhas
Deriva continental e a deriva continental e dobras e falhas
 
Deriva continental e Tectônica de Placas.pptx
Deriva continental e Tectônica de Placas.pptxDeriva continental e Tectônica de Placas.pptx
Deriva continental e Tectônica de Placas.pptx
 
Teoria da deriva continental e da expansão oceânica
Teoria da deriva continental e da expansão oceânica Teoria da deriva continental e da expansão oceânica
Teoria da deriva continental e da expansão oceânica
 
Estrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da TerraEstrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da Terra
 
Deriva dos continentesp
Deriva dos continentespDeriva dos continentesp
Deriva dos continentesp
 
Teoria da Deriva Ciontinental
Teoria da Deriva CiontinentalTeoria da Deriva Ciontinental
Teoria da Deriva Ciontinental
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentes
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentes
 
Deriva Dos Continentes
Deriva Dos ContinentesDeriva Dos Continentes
Deriva Dos Continentes
 
7º 4.1.
7º 4.1. 7º 4.1.
7º 4.1.
 
wegener
wegenerwegener
wegener
 
Deriva Continental
Deriva Continental Deriva Continental
Deriva Continental
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentes
 
Teoria continental
Teoria continentalTeoria continental
Teoria continental
 
Teoria da deriva 2020
Teoria da deriva 2020Teoria da deriva 2020
Teoria da deriva 2020
 

Último

Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 

Último (20)

Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 

A Deriva Continental

  • 2. Índice ● ● ● ● ● ● Alfred Wegener Teoria da deriva continental Argumentos Morfológicos Argumentos Paleontológicos e Argumentos Litológicos Argumentos Paleoclimáticos Mecanismo responsável pela movimentação dos continentes
  • 3. Alfred Wegener O meteorologista e geofísico Alfred Wegener (1880-1930) formulou a teoria da deriva continental, com base nas linhas costeiras dos vários continentes, que parecem encaixar-se umas nas outras, nos estratos rochosos similares em continentes separados entre si, e nos fósseis. Argumentou que, há cerca de 200 milhões de anos, havia um super continente designado por Pangea (Pangéia), que começou a fraturar-se. Alfred Wegener estava também intrigado com as ocorrências das estruturas geológicas pouco comuns e dos fósseis de plantas e animais encontrados na América do Sul e África, que estão separados atualmente pelo Oceano Atlântico.
  • 4. Teoria da deriva continental Muito tempo antes de Wegener, outros cientistas notaram este fato. A ideia da deriva continental surgiu pela primeira vez no final do século XVI, com o trabalho do cartógrafo Abraham Ortelius. A crosta terrestre é formada de pedaços chamados placas tectônicas, que andam à deriva sobre a camada de rocha fundida do manto. Há sete placas principais e várias outras menores. As forças magnéticas do interior da Terra fazem com que as placas se desloquem lentamente pelo globo em um vai e vêm constante. Os geólogos pensam que há cerca de 225 milhões de anos toda a Terra deste planeta estava unida num "super continente" a que chamaram Pangeia. Mas, à medida que as placas se deslocaram, a Terra deste super continente começou lentamente a separasse. Chama-se a este movimento a deriva dos continentes. Os mapas mostram o que os geólogos pensam sobre o modo como os continentes se deslocaram e se afastaram até formarem as massas de terra que conhecemos atualmente. No hemisfério Sul, há cerca de 150 milhões de anos, no período chamado Jurássico, as correntes de convecção dividiram em pedaços o mega continente Gondwana. Nas regiões de Gondwana, que hoje são Brasil e África, as correntes de convecção formaram fissuras e fraturas na crosta terrestre, o que gerou derramamento de lava. A ação contínua dessas forças também rompeu completamente a crosta terrestre e formou o oceano Atlântico.
  • 5. Argumentos Morfológicos Wegener que as margens atlânticas da América do Sul e de África se ajustavam, à semelhança das peças de um puzzle. Na sequência desta constatação, Wegener alargou o seu estudo aos restantes continentes, tendo verificado que, de modo semelhante, eles também se ajustavam.
  • 6. Argumentos Paleontológicos Evidencias paleontológicas contribuíram também para a teoria de da Deriva dos Continentes.No estudo de fauna e flora continental anteriores ao Mesozoico, foram encontradas grandes semelhanças no registo fóssil da América do Norte e da Europa, da América do Sul e da África e por fim da Austrália,África do Sul, Índia e Patagónia . A constatação da distribuição destas especies fósseis, em continentes que hoje se encontram muito afastados, poderia ser explicada se, na altura em que esses seres vivos habitaram a Terra, aqueles continentes estivessem reunidos num único continente. Argumentos Litológicos Á semelhança do que verificou para o registo fóssil, Wegener encontrou correspondências entre as rochas existentes de um e outro lado do Oceano Atlântico. Essa correspondência litológica verifica-se em termos de idade e tipos de rocha, depósitos minerais, camada de carvão e estruturas geológicas.
  • 7. Argumentos Paleoclimáticos Enquanto meteorologista, Wegener deu uma atenção particular a reconstitiuções paleoclimáticas.A paleoclimatologia entende-se como a ciência que estuda os climas antigos. São conhecidos sedimentos de idade carbonífera (359a299 MA)de origem glaciar na costa Oeste da América do Sul, no Sul do continente africano, na Índia e no Sul da Austrália. Ou seja, religiões que hoje em dia se encontram em latitudes incompatíveis, do ponto de vista climático, com depósitos daquela natureza. Com estes dados,que foram sendo reunidos por ele e pelos seus apoiantes, Wegener consegui impor a ideia de que os continentes estiveram distribuídos de forma diferente no passado e reunidos numa massa continental única, á Pangeia.
  • 8. Mecanismo responsável pela movimentação dos continentes Para Wegener, os continentes assentavam sobre um substrato que se comportava como um liquido muito viscoso, permitindo a sua deriva por ação de forças resultantes do movimento de rotação da terra. Com o objetivo de prosseguir os seus estudos,Wegener deslocou-se numa expedição á Gronelândia, onde viria a perder a vida em 1930.