Amor Roubado Ela ficou bem ao meu lado, Sensual e sem alardeio. O corpo ao meu encostado Provocou bom devaneio. De repente...
Passageiro Amor O ônibus frenou na parada E ela entrou na condução Quedou-se ao lado sentada E conquistou meu coração Pass...
Ex-pirata Nem pirata, nem cara de mau Sou coxo agora de fato Usaram a minha perna de pau Pra brincar no jogo de taco Minha...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Poemas de Alcir Nicolau Pereira

1.779 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.779
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poemas de Alcir Nicolau Pereira

  1. 1. Amor Roubado Ela ficou bem ao meu lado, Sensual e sem alardeio. O corpo ao meu encostado Provocou bom devaneio. De repente ela desceu E o namorico terminou. Não sei o que aconteceu, Pois à ligeira ela apeou. Atordoado mesmo fiquei, Na verdade muito abatido, Pois quando o bolso apalpei, A carteira tinha sumido.
  2. 2. Passageiro Amor O ônibus frenou na parada E ela entrou na condução Quedou-se ao lado sentada E conquistou meu coração Passageira linda e formosa Moça prendada de tez bonita Experimentei galante prosa Deixando-a séria, muito aflita Assustada e muito nervosa Avisou: por favor, não insista Falando baixinho e medrosa: Meu marido é o motorista
  3. 3. Ex-pirata Nem pirata, nem cara de mau Sou coxo agora de fato Usaram a minha perna de pau Pra brincar no jogo de taco Minha cara dantes bonita Olho de vidro agora não tem Pois virou pequena bolita Nos jogos de gude de alguém Perdi tudo que eu tinha de bom Fiquei sem olho e sem minha nau E acabei nunca mais sendo mau

×