1Departamento
1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos
na Gestão Pública
Cadeia de valor
Quando? Como? Porque?
...
2Departamento
QUANDO CONSTRUIR UMA CADEIA DE VALOR?
• - Gestão de processos
• - Gestão de custos e resultados
• - Definiçã...
3Departamento
O QUE É
A Cadeia de Valor tem como objetivo explicitar tanto para o público interno
quanto para o público ex...
4Departamento
MÉTODOS?
EXPERIÊNCIA
5Departamento
Método
• Identificação da Cadeia
de Processos
•Desenho do mapa de
relacionamento
• Identificação de produtos...
6Departamento
RESULTADO?
7Departamento
• Identificação dos
Macroprocessos
• Identificação dos
Processos
• Identificação de
Subprocessos e
atividade...
8Departamento
O Banco Central tem por
finalidade:
- formular, executar,
acompanhar e
controlar as políticas
monetária, cam...
9Departamento
Gerenciamento de Portfólio de Ações de Mudanças
Plano de Melhorias e Inovações (Indicadores e Metas)
Plano A...
10Departamento
Os macroprodutos de negócio e as funções legais do BCB
Missão: Assegurar a estabilidade do poder de compra ...
11Departamento
Macroprocesso de
Infraestrutura para
o SFN
Macroprocessos de
Formulação de
diretrizes e regulação
do SFN e ...
12Departamento
RESULTADO
FINAL?
13Departamento
VALIDAÇÃO E EXTENSÃO DA IDÉIA
CONSISTÊNCIA NA DEFINIÇÃO DA CADEIA E NO CONTATO COM OS GESTORES
Validado pel...
14Departamento
Pontos de atenção
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
Organização por processos X Organização por funções
Processos de...
15Departamento
AGENDA E CULTURA
Gestão deve ser pensada em conjunto com atividade de
negócio?
As crenças estão alinhadas c...
16Departamento
CONTROLES E EQUIPE
Equipe, formação e disponibilidade dos seus
componentes.
Tempo gasto para realização de ...
17Departamento
1 2 3
As pessoas da
organização conhecem a
cadeia de valor e os
processos em que atuam
A cadeia de valor re...
18
19Departamento
20Departamento
Histórico: Pontos de atenção
GOVERNANÇA DA CADEIA DE VALOR
Cadeia de valor X Modelo de Maturidade em gestão...
21Departamento
Histórico
Obrigada pela atenção!
BCB / Depog – Escritório de soluções organizacionais
Processos e Cadeia de...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Como e Quando Montar a sua Cadeia de Valor

1.908 visualizações

Publicada em

Painel II- Como aumentar a Maturidade e a Governança de Processos de uma organização?

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Como e Quando Montar a sua Cadeia de Valor

  1. 1. 1Departamento 1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos na Gestão Pública Cadeia de valor Quando? Como? Porque? ABPMP Novembro-2012
  2. 2. 2Departamento QUANDO CONSTRUIR UMA CADEIA DE VALOR? • - Gestão de processos • - Gestão de custos e resultados • - Definição da estratégia • - Gestão de projetos PORQUE CONSTRUIR UMA CADEIA DE VALOR? - Dar sentido para a gestão de processos - Alinhar os elementos de gestão - Alinhar a gestão estratégica com a execução
  3. 3. 3Departamento O QUE É A Cadeia de Valor tem como objetivo explicitar tanto para o público interno quanto para o público externo os valores entregues pela organização. PARA QUE SERVE Além de servir como um elemento de comunicação ao explicitar para todos o que a organização realmente faz, a Cadeia de Valor pode ser uma referência para vários elementos de gestão: Gestão de Riscos, Planejamento e Gestão de Indicadores, Capacitação, Gestão de Documentos, Tecnologia da Informação e Comunicação, Auditoria, Custos e Avaliação de desempenho.  futuramente gestão de competências, RI e orçamento, talvez gestão de pessoas.
  4. 4. 4Departamento MÉTODOS? EXPERIÊNCIA
  5. 5. 5Departamento Método • Identificação da Cadeia de Processos •Desenho do mapa de relacionamento • Identificação de produtos 2. Início da versão atual 1. Sistema de Custos Metodologia ABC
  6. 6. 6Departamento RESULTADO?
  7. 7. 7Departamento • Identificação dos Macroprocessos • Identificação dos Processos • Identificação de Subprocessos e atividades • Verificação dos produtos correspondentes aos níveis definidos 3. REVISÃO ESTUDO DA MISSÃO, DEFINIÇÃO DAS FUNÇÕES LEGAIS E GRANDES ENTREGAS Método
  8. 8. 8Departamento O Banco Central tem por finalidade: - formular, executar, acompanhar e controlar as políticas monetária, cambial, de crédito e as relações financeiras com o exterior; - organizar, disciplinar e fiscalizar o Sistema Financeiro Nacional; - Gerir o Sistema de Pagamentos Brasileiro - Gerir os serviços do meio circulante. (Art.2 - RI).
  9. 9. 9Departamento Gerenciamento de Portfólio de Ações de Mudanças Plano de Melhorias e Inovações (Indicadores e Metas) Plano Anual de Atividades Orientações Estratégicas Valores Organizacionais Projetos Corporativos (Estratégicos e Não- Estratégicos) Projetos Táticos (Funcionais) Iniciativas Macroprocessos Atividades de Negócio Atividades de Gestão Atividades de Suporte Dimensão Tempo Plurianual (5anos) Realização(1a2anos)Permanente OPERAÇÃOMUDANÇAS:INOVAÇÕESEMELHORIAS Gerenciamento de Processos de Trabalho (Indicadores e Metas) Processos Subprocessos Atividades Missão Modelo de Gestão do BCB Resultados Funções e Obrigações LegaisExecuçãoOrientação Objetivos Estratégicos (Resultados Associados, Indicadores e Metas) Prioridades Estratégicas das Áreas (Indicadores e Metas) Visão de Futuro
  10. 10. 10Departamento Os macroprodutos de negócio e as funções legais do BCB Missão: Assegurar a estabilidade do poder de compra da moeda e um sistema financeiro sólido e eficiente. Função de “banqueiro do governo” (2) Produtos, Funções + Clientes do BCB Função de “monopólio da emissão de moeda” (1) Função de “banco dos bancos” (3) Função de “supervisor do SF” (4) Função de “executor da política monetária” (5) Função de “executor da política cambial” (6) Fonte: Funções do Banco Central do Brasil, Série perguntas mais frequentes, no. 11. Estabilidade do Poder de Compra da Moeda assegurada SFN sólido e eficiente assegurado Demandas do Governo e cidadão atendidas Infraestrutura financeira provida União, Poderes Cidadão Sociedade e Sistema Financeiro Sociedade Sociedade e Sistema Financeiro
  11. 11. 11Departamento Macroprocesso de Infraestrutura para o SFN Macroprocessos de Formulação de diretrizes e regulação do SFN e Organização, fiscalização e saneamento do SFN Macroproduto de suporte e gestão Macroprodutos relacionados às funções e obrigações legais Macroprocessos de Formulação, execução e acompanhamento das políticas monetária, cambial e de crédito Macroprocesso de relacionamento com bancos centrais, governos,organizações internacionais, poderes públicos, cidadãos e demais órgãos externos Estabilidade do Poder de compra da moeda assegurada SFN sólido e eficiente assegurado Infraestrutura financeira provida Obrigações legais e relacionamento institucional 2) Função de “banqueiro do governo”. 3) Função de “banco dos bancos”. 4) Função de “supervisão do SF”. 6) Função de “executor da política cambial”. 7) Função de “depositário das reservas internacionais”. Gestão e suporte organizacionais Gestão e suporte do BCB 1) Função de “monopólio da emissão de moeda”. 3) Função de “banco dos bancos”. 5) Função de “executor da política monetária”.
  12. 12. 12Departamento RESULTADO FINAL?
  13. 13. 13Departamento VALIDAÇÃO E EXTENSÃO DA IDÉIA CONSISTÊNCIA NA DEFINIÇÃO DA CADEIA E NO CONTATO COM OS GESTORES Validado pelo ESPECIALISTA Validado pelas SUBUNIDADES Validado pelo DEPARTAMENTO Validado pela DIRETORIA PUBLICADOVERSÃO ATUAL Método
  14. 14. 14Departamento Pontos de atenção ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Organização por processos X Organização por funções Processos de negócio X Processos de apoio NÍVEIS DE DEFINIÇÃO OU AGREGAÇÃO DOS ASSUNTOS Macroprocesso, Processo, Subprocesso Processos de 1º nível, Processos de 2º nível, Processos de 3º nível
  15. 15. 15Departamento AGENDA E CULTURA Gestão deve ser pensada em conjunto com atividade de negócio? As crenças estão alinhadas com os conceitos de agregação de valor, resultados, indicadores etc? ENTENDIMENTO E ABSORÇÃO DE CONCEITOS Valor é algo inteligível ou demonstrável? A organização vê sentido na abordagem? Pontos de atenção
  16. 16. 16Departamento CONTROLES E EQUIPE Equipe, formação e disponibilidade dos seus componentes. Tempo gasto para realização de todo o trabalho. Como coletar, organizar, armazenar e atualizar as informações sobre:  os conceitos adotados,  o discurso a ser desenvolvido,  as definições a serem estabelecidas,  os atores a serem consultados para a definição de cada nível da cadeia,  as participações dos atores na cadeia de forma a manter o balanceamento nos níveis de participação. Gestão da Cadeia de Valor: quem, como, quando Pontos de atenção
  17. 17. 17Departamento 1 2 3 As pessoas da organização conhecem a cadeia de valor e os processos em que atuam A cadeia de valor reflete a Estratégia A cadeia de valor é ferramenta para desdobramento em outras disciplinas de gestão Cadeia de Valor TI Capacitação Auditoria e Riscos Projetos Estratégia Organizacional Revisão da Cadeia pós Planejamento Estratégico Utilização da Cadeia na Construção da Estratégia Processo I Processo 2
  18. 18. 18
  19. 19. 19Departamento
  20. 20. 20Departamento Histórico: Pontos de atenção GOVERNANÇA DA CADEIA DE VALOR Cadeia de valor X Modelo de Maturidade em gestão de processos Gestão dos elementos da cadeia: 1º Nível = macroprodutos, macroprocessos, entregáveis e processos  Depog objetivo: manter foco, consistência e equilíbrio, alinhamento à visão de longo prazo 2º Nível = composto por subprocessos e seus atributos  gestores das unidades e subunidades SOB ORIENTAÇÃO DO DEPOG objetivo: representar o nível operacional (como funciona e é gerenciado), alinhamento a uma visão de curto e médio prazo
  21. 21. 21Departamento Histórico Obrigada pela atenção! BCB / Depog – Escritório de soluções organizacionais Processos e Cadeia de Valor Silvânia Miranda

×