SlideShare uma empresa Scribd logo

A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal atividade. Embora, inicialmente, se buscasse a autossuficiência, mais tarde surgiria a troca. É evidente que a agricultura e a pecuária foram as grandes atividades

Olá, estudante! O objetivo desta atividade é que você faça uma análise sobre o pensamento do desenvolvimento socioeconômico na antiguidade, bem como as respostas diante desses mecanismos e seus efeitos na atualidade, e como se dá sua relação prática na vida profissional. Economia da Idade Antiga A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal atividade. Embora, inicialmente, se buscasse a autossuficiência, mais tarde surgiria a troca. É evidente que a agricultura e a pecuária foram as grandes atividades econômicas da Idade Antiga. No entanto, o comércio era feito por meio de permuta. Para isso, comercializava-se a produção excedente, embora, posteriormente, surgissem moedas, o que daria um grande impulso ao comércio. O desenvolvimento do comércio também foi influenciado principalmente pelos avanços na agricultura e no artesanato. Pois bem, esses avanços permitiram uma maior oferta de bens para troca. Para entender melhor que tipo de economia ocorria na Antiguidade, vamos expor como era a atividade econômica em suas civilizações mais importantes. Economia Antiga: Egito e Mesopotâmia As terras localizadas entre os rios Tigre e Eufrates constituem o que é chamado de “Mesopotâmia”, local onde surgiram cidades como a Babilônia. Nesse território, proliferaram cidades-estado que contavam com a produção das áreas vizinhas. Essas cidades-estado acabariam por se unir para formar verdadeiros impérios. Como a agricultura era a principal fonte de riqueza, as enchentes ameaçaram o bem-estar dos habitantes da Mesopotâmia. Portanto, eles tiveram que trabalhar para canalizar a água e criar técnicas de irrigação. A riqueza gerada pela agricultura foi complementada pela pecuária e pela caça, enquanto a mineração teve menos peso na economia. Graças aos rendimentos que a agricultura proporcionava, era possível sustentar reis e sacerdotes. Templos e palácios reais eram o grande centro nervoso da economia. Quanto à gestão dos tributos, os escribas registravam os impostos arrecadados. Além disso, o rei tinha que administrar a economia, desempenhando um papel fundamental na distribuição da mão de obra, ao decidir sobre a utilização da renda auferida. Mais tarde, e devido a sua localização particular entre dois rios, o comércio floresceria na Mesopotâmia. Graças a isso, as moedas surgiram como meio de pagamento e surgiram os empréstimos. Economia Antiga: Egito A organização econômica do Antigo Egito era muito semelhante à da Mesopotâmia, pois as duas civilizações surgiram ao longo dos rios. A agricultura e a pecuária eram a base de sua economia. Contudo, nas fases do ano em que a terra não precisava de ser cultivada, a mão de obra era empregada na construção de grandes obras e infraestruturas, como canais, pirâmides e templos. O faraó, considerado um deus, controlava a terra, determinando que trabalho cada um deveria fazer e quais seriam seus recursos. Dada a grande quantidade de terras desérticas no Egito, os egípcios foram forçados a negoci

A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal atividade. Embora, inicialmente, se buscasse a autossuficiência, mais tarde surgiria a troca. É evidente que a agricultura e a pecuária foram as grandes atividades

1 de 3
Baixar para ler offline
Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar
essa atividade? Iremos te ajudar!
Entre em contato
(63) 99129-5554
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO
SOCIOECONÔMICO - 54/2023
Olá, estudante!
O objetivo desta atividade é que você faça uma análise sobre o pensamento do
desenvolvimento socioeconômico na antiguidade, bem como as respostas diante desses
mecanismos e seus efeitos na atualidade, e como se dá sua relação prática na vida
profissional
Economia da Idade Antiga
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal atividade.
Embora, inicialmente, se buscasse a autossuficiência, mais tarde surgiria a troca.
É evidente que a agricultura e a pecuária foram as grandes atividades econômicas da Idade
Antiga. No entanto, o comércio era feito por meio de permuta. Para isso, comercializava-se
a produção excedente, embora, posteriormente, surgissem moedas, o que daria um grande
impulso ao comércio. O desenvolvimento do comércio também foi influenciado
principalmente pelos avanços na agricultura e no artesanato. Pois bem, esses avanços
permitiram uma maior oferta de bens para troca
Para entender melhor que tipo de economia ocorria na Antiguidade, vamos expor como era
a atividade econômica em suas civilizações mais importantes
Economia Antiga: Egito e Mesopotâmia
As terras localizadas entre os rios Tigre e Eufrates constituem o que é chamado de
“Mesopotâmia”, local onde surgiram cidades como a Babilônia. Nesse território, proliferaram
cidades-estado que contavam com a produção das áreas vizinhas. Essas cidades-estado
acabariam por se unir para formar verdadeiros impérios.
Como a agricultura era a principal fonte de riqueza, as enchentes ameaçaram o bem-estar
dos habitantes da Mesopotâmia. Portanto, eles tiveram que trabalhar para canalizar a água
e criar técnicas de irrigação. A riqueza gerada pela agricultura foi complementada pela
pecuária e pela caça, enquanto a mineração teve menos peso na economia. Graças aos
rendimentos que a agricultura proporcionava, era possível sustentar reis e sacerdotes.
Templos e palácios reais eram o grande centro nervoso da economia. Quanto à gestão dos
tributos, os escribas registravam os impostos arrecadados. Além disso, o rei tinha que
administrar a economia, desempenhando um papel fundamental na distribuição da mão de
obra, ao decidir sobre a utilização da renda auferida.
Mais tarde, e devido a sua localização particular entre dois rios, o comércio floresceria na
Mesopotâmia. Graças a isso, as moedas surgiram como meio de pagamento e surgiram os
empréstimos
Economia Antiga: Egito
A organização econômica do Antigo Egito era muito semelhante à da Mesopotâmia, pois as
duas civilizações surgiram ao longo dos rios. A agricultura e a pecuária eram a base de sua
economia. Contudo, nas fases do ano em que a terra não precisava de ser cultivada, a mão
de obra era empregada na construção de grandes obras e infraestruturas, como canais,
pirâmides e templos
O faraó, considerado um deus, controlava a terra, determinando que trabalho cada um
deveria fazer e quais seriam seus recursos.
Dada a grande quantidade de terras desérticas no Egito, os egípcios foram forçados a
negociar para se abastecer de matérias-primas escassas, como ferro e madeira. Por outro
lado, das terras da Núbia obteriam metais preciosos como ouro, prata e cobre. Agora, o
desenvolvimento de moedas foi um pouco tarde se o compararmos com outras civilizações.
Economia Antiga: Grécia e Roma
A Grécia era composta de uma série de cidades-estado que, em inúmeras ocasiões,
competiram. Assim, a Etólia era uma região dedicada ao pastoreio, enquanto a Tessália, o
Peloponeso e a Beócia se dedicavam principalmente à pecuária e à produção de trigo. Pelo
contrário, as famosas cidades-estado de Atenas, Esparta e Corinto eram importantes
centros comerciais e artesanais. Graças ao comércio, abasteciam-se de mão de obra
escrava e de matérias-primas como trigo e madeira. Na verdade, a ágora ou mercado era o
centro da vida econômica das cidades gregas. Na ágora as transações foram fechadas e os
depósitos feitos.
Nas cidades houve um notável desenvolvimento do artesanato, com artesãos sendo
distribuídos nos bairros, de acordo com sua atividade: oleiros, metalúrgicos e artesãos
especializados em móveis. Paralelamente aos avanços do artesanato, houve um notável
desenvolvimento da mineração.
Os gregos chegaram à península itálica e deixaram costumes que os romanos herdaram.
Artesanato, agricultura e
comércio foram um legado direto da Grécia Antiga. Assim, a expansão de Roma seria
acompanhada pelo crescimento de um comércio que contribuiria para reforçar o poder
econômico da civilização romana.
As conquistas de Roma aumentaram suas riquezas, pois a cada território que caía em seu
poder, eles se apropriavam de novas terras, gado e escravos. Além disso, os conquistados
deviam entregar seu ouro e prata a Roma. Até as minas, pedreiras, estaleiros e
propriedades agrícolas foram confiscados por Roma.
Enquanto isso, a nobreza romana, gozando dos benefícios do excedente de sua produção
agrícola, tinha suntuosas vilas nas quais os escravos trabalhavam a terra. Em Roma,
possuir terras era sinônimo de riqueza.
Fonte: adaptado de: https://www.definebusinessterms.com/pt/economia-da-idade-
antiga/#:~:text=A%20economia%20da%20Idade%20Antiga,atividades%20econ%C3%B4mi
cas%20da%20Idade%20Antiga. Acesso em: 15 ago. 2023.
Considerando os textos apresentados e os estudos da disciplina, responda o que se propõe
nas questões a seguir:
a) Explique o que era considerado como riqueza na Idade Média.
b) Com a queda do Império Romano na Europa criou-se uma nova forma de
organização social. Explique que forma de organização era essa e sua principal
característica na Idade Antiga.
Atenção: seu texto deve conter de 7 a 10 linhas. Caso opte por complementar o seu texto
com citações de outros autores, é importante que faça a referência de forma correta.
Respostas que apresentarem cópias (da internet ou de livros) não referenciadas serão
zeradas.
Anúncio

Recomendados

Trabalho final da_mesopot╢mia
Trabalho final da_mesopot╢miaTrabalho final da_mesopot╢mia
Trabalho final da_mesopot╢miaalmirante2010
 
Civilizações clássicas i tema 2
Civilizações clássicas i tema 2Civilizações clássicas i tema 2
Civilizações clássicas i tema 2Aldamenina
 
Evolocao do trabalho e da sociedade
Evolocao do trabalho e da sociedadeEvolocao do trabalho e da sociedade
Evolocao do trabalho e da sociedadeJoanaPaiva16
 
A Crise do Séc. XIV
A Crise  do Séc. XIVA Crise  do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIVHistN
 
A Cidade Estado na Grécia
A Cidade Estado na GréciaA Cidade Estado na Grécia
A Cidade Estado na GréciaMaria Gomes
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal atividade. Embora, inicialmente, se buscasse a autossuficiência, mais tarde surgiria a troca. É evidente que a agricultura e a pecuária foram as grandes atividades

A Crise do Séc. XIV
A Crise  do Séc. XIVA Crise  do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIVguest2d1e86
 
Feudalismo- Baixa Idade Média
Feudalismo- Baixa Idade MédiaFeudalismo- Baixa Idade Média
Feudalismo- Baixa Idade MédiaValeria Kosicki
 
O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régioO romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régiofilomena morais
 
As feiras medievais e o surgimento da burguesia 6º ano.pdf
As feiras medievais e o surgimento da burguesia 6º ano.pdfAs feiras medievais e o surgimento da burguesia 6º ano.pdf
As feiras medievais e o surgimento da burguesia 6º ano.pdfLívia De Paula
 
O feudalismo e o mercantilismo
O feudalismo e o mercantilismoO feudalismo e o mercantilismo
O feudalismo e o mercantilismoEryka Fernanda
 
As primeiras civilizações
As primeiras civilizaçõesAs primeiras civilizações
As primeiras civilizaçõesinessalgado
 
Resenha do livro a historia da Riqueza do Homem
Resenha do livro a historia da Riqueza do HomemResenha do livro a historia da Riqueza do Homem
Resenha do livro a historia da Riqueza do HomemFelipe S. Macedo
 
Grécia uma civilização voltada para o mat
Grécia uma civilização voltada para o matGrécia uma civilização voltada para o mat
Grécia uma civilização voltada para o matMaria Gomes
 
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades EstadoA Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades EstadoMaria Gomes
 
As primeiras civilizações egipto
As primeiras civilizações   egiptoAs primeiras civilizações   egipto
As primeiras civilizações egiptoNuno Faustino
 
A Crise do Séc. XIV
A Crise  do Séc. XIVA Crise  do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIVguestf792101
 
A Crise do Séc. XIV
A Crise  do Séc. XIVA Crise  do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIVguestf792101
 

Semelhante a A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal atividade. Embora, inicialmente, se buscasse a autossuficiência, mais tarde surgiria a troca. É evidente que a agricultura e a pecuária foram as grandes atividades (20)

H8 últimos conteúdos do 7 º ano
H8 últimos conteúdos do 7 º anoH8 últimos conteúdos do 7 º ano
H8 últimos conteúdos do 7 º ano
 
A mesopotâmia
A mesopotâmiaA mesopotâmia
A mesopotâmia
 
A Crise do Séc. XIV
A Crise  do Séc. XIVA Crise  do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIV
 
Feudalismo- Baixa Idade Média
Feudalismo- Baixa Idade MédiaFeudalismo- Baixa Idade Média
Feudalismo- Baixa Idade Média
 
O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régioO romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio
 
As feiras medievais e o surgimento da burguesia 6º ano.pdf
As feiras medievais e o surgimento da burguesia 6º ano.pdfAs feiras medievais e o surgimento da burguesia 6º ano.pdf
As feiras medievais e o surgimento da burguesia 6º ano.pdf
 
O feudalismo e o mercantilismo
O feudalismo e o mercantilismoO feudalismo e o mercantilismo
O feudalismo e o mercantilismo
 
As primeiras civilizações
As primeiras civilizaçõesAs primeiras civilizações
As primeiras civilizações
 
cidade
cidadecidade
cidade
 
Resenha do livro a historia da Riqueza do Homem
Resenha do livro a historia da Riqueza do HomemResenha do livro a historia da Riqueza do Homem
Resenha do livro a historia da Riqueza do Homem
 
A Crise do Feudalismo
A Crise do FeudalismoA Crise do Feudalismo
A Crise do Feudalismo
 
Grécia uma civilização voltada para o mat
Grécia uma civilização voltada para o matGrécia uma civilização voltada para o mat
Grécia uma civilização voltada para o mat
 
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades EstadoA Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
 
As primeiras civilizações egipto
As primeiras civilizações   egiptoAs primeiras civilizações   egipto
As primeiras civilizações egipto
 
Historia das cidades
Historia das cidadesHistoria das cidades
Historia das cidades
 
História econômica do brasil
História econômica do brasilHistória econômica do brasil
História econômica do brasil
 
A Crise do Séc. XIV
A Crise  do Séc. XIVA Crise  do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIV
 
A Crise do Séc. XIV
A Crise  do Séc. XIVA Crise  do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIV
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
 
Cap.3
Cap.3Cap.3
Cap.3
 

Mais de AzulAssessoriaAcadmi7

A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...
A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...
A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...AzulAssessoriaAcadmi7
 
A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...
A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...
A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...AzulAssessoriaAcadmi7
 
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023AzulAssessoriaAcadmi7
 
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...AzulAssessoriaAcadmi7
 
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023AzulAssessoriaAcadmi7
 
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023AzulAssessoriaAcadmi7
 
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...AzulAssessoriaAcadmi7
 
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...AzulAssessoriaAcadmi7
 
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...AzulAssessoriaAcadmi7
 
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...AzulAssessoriaAcadmi7
 
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...AzulAssessoriaAcadmi7
 
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...AzulAssessoriaAcadmi7
 
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...AzulAssessoriaAcadmi7
 
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...AzulAssessoriaAcadmi7
 
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...AzulAssessoriaAcadmi7
 
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...AzulAssessoriaAcadmi7
 
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...AzulAssessoriaAcadmi7
 
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...AzulAssessoriaAcadmi7
 
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1. Um texto contendo de 5 (cinco) a 10 (dez) linhas em que deverão ser aprese...
1. Um texto contendo de 5 (cinco) a 10 (dez) linhas em que deverão ser aprese...1. Um texto contendo de 5 (cinco) a 10 (dez) linhas em que deverão ser aprese...
1. Um texto contendo de 5 (cinco) a 10 (dez) linhas em que deverão ser aprese...AzulAssessoriaAcadmi7
 

Mais de AzulAssessoriaAcadmi7 (20)

A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...
A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...
A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...
 
A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...
A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...
A partir do diálogo apresentado, indique o sistema representacional de Maria ...
 
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
 
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...
 
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
 
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023
 
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...
A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal...
 
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
 
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
 
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
Considerando os estudos da disciplina, apresente e defina o processo básico d...
 
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
 
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
 
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
5. Apresentar um plano de treinamento e capacitação dos avaliadores, conforme...
 
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
 
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
 
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
3. Elaborar 1 (um) formulário de avaliação de desempenho, com base no método ...
 
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
 
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
 
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
2. Apresentar o método de avaliação escolhido para a empresa, justificando a ...
 
1. Um texto contendo de 5 (cinco) a 10 (dez) linhas em que deverão ser aprese...
1. Um texto contendo de 5 (cinco) a 10 (dez) linhas em que deverão ser aprese...1. Um texto contendo de 5 (cinco) a 10 (dez) linhas em que deverão ser aprese...
1. Um texto contendo de 5 (cinco) a 10 (dez) linhas em que deverão ser aprese...
 

Último

PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfssuser2af87a
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...Colaborar Educacional
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfPedroGual4
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...pj989014
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISColaborar Educacional
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOxogilo3990
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...Colaborar Educacional
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxfran50171
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 

Último (20)

PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
 
APOSTILA MATERNAL 2 ANOS PARTE 1.pdf
APOSTILA MATERNAL 2 ANOS PARTE 1.pdfAPOSTILA MATERNAL 2 ANOS PARTE 1.pdf
APOSTILA MATERNAL 2 ANOS PARTE 1.pdf
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 

A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal atividade. Embora, inicialmente, se buscasse a autossuficiência, mais tarde surgiria a troca. É evidente que a agricultura e a pecuária foram as grandes atividades

  • 1. Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar essa atividade? Iremos te ajudar! Entre em contato (63) 99129-5554 ATIVIDADE 1 – ECO - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - 54/2023 Olá, estudante! O objetivo desta atividade é que você faça uma análise sobre o pensamento do desenvolvimento socioeconômico na antiguidade, bem como as respostas diante desses mecanismos e seus efeitos na atualidade, e como se dá sua relação prática na vida profissional Economia da Idade Antiga A economia da Idade Antiga (4.000 aC-V dC) tinha a agricultura como principal atividade. Embora, inicialmente, se buscasse a autossuficiência, mais tarde surgiria a troca. É evidente que a agricultura e a pecuária foram as grandes atividades econômicas da Idade Antiga. No entanto, o comércio era feito por meio de permuta. Para isso, comercializava-se a produção excedente, embora, posteriormente, surgissem moedas, o que daria um grande impulso ao comércio. O desenvolvimento do comércio também foi influenciado principalmente pelos avanços na agricultura e no artesanato. Pois bem, esses avanços permitiram uma maior oferta de bens para troca Para entender melhor que tipo de economia ocorria na Antiguidade, vamos expor como era a atividade econômica em suas civilizações mais importantes Economia Antiga: Egito e Mesopotâmia As terras localizadas entre os rios Tigre e Eufrates constituem o que é chamado de “Mesopotâmia”, local onde surgiram cidades como a Babilônia. Nesse território, proliferaram cidades-estado que contavam com a produção das áreas vizinhas. Essas cidades-estado acabariam por se unir para formar verdadeiros impérios. Como a agricultura era a principal fonte de riqueza, as enchentes ameaçaram o bem-estar dos habitantes da Mesopotâmia. Portanto, eles tiveram que trabalhar para canalizar a água e criar técnicas de irrigação. A riqueza gerada pela agricultura foi complementada pela pecuária e pela caça, enquanto a mineração teve menos peso na economia. Graças aos rendimentos que a agricultura proporcionava, era possível sustentar reis e sacerdotes. Templos e palácios reais eram o grande centro nervoso da economia. Quanto à gestão dos tributos, os escribas registravam os impostos arrecadados. Além disso, o rei tinha que administrar a economia, desempenhando um papel fundamental na distribuição da mão de obra, ao decidir sobre a utilização da renda auferida. Mais tarde, e devido a sua localização particular entre dois rios, o comércio floresceria na Mesopotâmia. Graças a isso, as moedas surgiram como meio de pagamento e surgiram os empréstimos
  • 2. Economia Antiga: Egito A organização econômica do Antigo Egito era muito semelhante à da Mesopotâmia, pois as duas civilizações surgiram ao longo dos rios. A agricultura e a pecuária eram a base de sua economia. Contudo, nas fases do ano em que a terra não precisava de ser cultivada, a mão de obra era empregada na construção de grandes obras e infraestruturas, como canais, pirâmides e templos O faraó, considerado um deus, controlava a terra, determinando que trabalho cada um deveria fazer e quais seriam seus recursos. Dada a grande quantidade de terras desérticas no Egito, os egípcios foram forçados a negociar para se abastecer de matérias-primas escassas, como ferro e madeira. Por outro lado, das terras da Núbia obteriam metais preciosos como ouro, prata e cobre. Agora, o desenvolvimento de moedas foi um pouco tarde se o compararmos com outras civilizações. Economia Antiga: Grécia e Roma A Grécia era composta de uma série de cidades-estado que, em inúmeras ocasiões, competiram. Assim, a Etólia era uma região dedicada ao pastoreio, enquanto a Tessália, o Peloponeso e a Beócia se dedicavam principalmente à pecuária e à produção de trigo. Pelo contrário, as famosas cidades-estado de Atenas, Esparta e Corinto eram importantes centros comerciais e artesanais. Graças ao comércio, abasteciam-se de mão de obra escrava e de matérias-primas como trigo e madeira. Na verdade, a ágora ou mercado era o centro da vida econômica das cidades gregas. Na ágora as transações foram fechadas e os depósitos feitos. Nas cidades houve um notável desenvolvimento do artesanato, com artesãos sendo distribuídos nos bairros, de acordo com sua atividade: oleiros, metalúrgicos e artesãos especializados em móveis. Paralelamente aos avanços do artesanato, houve um notável desenvolvimento da mineração. Os gregos chegaram à península itálica e deixaram costumes que os romanos herdaram. Artesanato, agricultura e comércio foram um legado direto da Grécia Antiga. Assim, a expansão de Roma seria acompanhada pelo crescimento de um comércio que contribuiria para reforçar o poder econômico da civilização romana. As conquistas de Roma aumentaram suas riquezas, pois a cada território que caía em seu poder, eles se apropriavam de novas terras, gado e escravos. Além disso, os conquistados deviam entregar seu ouro e prata a Roma. Até as minas, pedreiras, estaleiros e propriedades agrícolas foram confiscados por Roma. Enquanto isso, a nobreza romana, gozando dos benefícios do excedente de sua produção agrícola, tinha suntuosas vilas nas quais os escravos trabalhavam a terra. Em Roma, possuir terras era sinônimo de riqueza. Fonte: adaptado de: https://www.definebusinessterms.com/pt/economia-da-idade- antiga/#:~:text=A%20economia%20da%20Idade%20Antiga,atividades%20econ%C3%B4mi cas%20da%20Idade%20Antiga. Acesso em: 15 ago. 2023. Considerando os textos apresentados e os estudos da disciplina, responda o que se propõe nas questões a seguir: a) Explique o que era considerado como riqueza na Idade Média. b) Com a queda do Império Romano na Europa criou-se uma nova forma de organização social. Explique que forma de organização era essa e sua principal característica na Idade Antiga. Atenção: seu texto deve conter de 7 a 10 linhas. Caso opte por complementar o seu texto com citações de outros autores, é importante que faça a referência de forma correta.
  • 3. Respostas que apresentarem cópias (da internet ou de livros) não referenciadas serão zeradas.